TV GGN 20hs: Celso de Mello foge da raia para não julgar Moro e Bolsonaro

Nesta sexta-feira, 25 de setembro, Luis Nassif comenta a lógica imbatível adotada pelo Supremo Tribunal Federal para não afrontar o poder

O programa começa com a análise dos dados globais da covid-19, avaliando os casos per capita em diversos países. “A África teve mais competência para lidar com essa pandemia do que o Brasil, isso é fruto não só do Bolsonaro mas é fruto da estratégia dos assessores militares do Palácio”.

Na análise da média diária semanal, a segunda onda da Covid-19 na Europa mostra França e Espanha com disparada de casos, embora os indicadores fiquem abaixo do visto no pico da pandemia.

“Um dado interessante é que, hoje em dia, a proporção entre óbitos e casos é menor do que antes, o que significa que o pessoal aprendeu a trabalhar melhor na questão do atendimento hospitalar”.

Na análise dos dados brasileiros, Minas Gerais e Paraná seguem apresentando uma conjuntura mais complicada com relação aos casos registrados. Na análise estadual, cinco Estados tem alto crescimento de casos, 10 tem quadro estável, sete apresentam queda moderada e cinco mostram queda drástica.

Os primeiros trechos do livro do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta foram divulgados. “Segundo ele, o (Paulo) Guedes não tinha o menor interesse em analisar os efeitos da covid-19 sobre a economia. Ele é monofásico, ele não consegue enxergar contextos”.

“O Banco Central ajudou a confirmar a história do Bolsonaro de imunidade de rebanho (…)”, explica Nassif. Quando você faz isso, cria um número tão grande de casos e óbitos que cria um pânico na população e medidas mais rigorosas precisam ser adotadas.

Leia também:  TV GGN 20h: As consequências do Pacto de Brasília, entre Bolsonaro, Supremo e tudo

“O puxa-saco é o sujeito que esconde os fatos, e o que o Onyx Lorenzoni fez, segundo Mandetta, foi uma reunião com deputados para discutir as 10 medidas do Sergio Moro, gravou a reunião e começou a chantagear os deputados. Por isso ele (Lorenzoni) ficou sem espaço no Congresso, ele virou um morto-vivo político”

Sobre Sergio Moro, “ele conseguia dentro daquele quadro apoplético do governo ficar totalmente apagado, sem reagir contra nada. Estou curioso para ler o livro”.

Nassif comenta sobre a atuação do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro em torno dos Bolsonaros, e chega no decano Celso de Mello, que anuncia a volta e antecipa a aposentadoria. “Antecipa a volta por questão de vaidade após a decisão do Marco Aurélio, e ao mesmo tempo antecipou por motivos de saúde”

“Ele foge do julgamento da suspeição de Moro. Não teria como ele não votar pela suspeição de Moro

“O único momento em que o STF mostrou grandeza foi quando o Alexandre de Moraes abriu esse inquérito das fake news e enquadrou as maluquices da família Bolsonaro e dos blogueiros, mas logo depois recuaram e passaram a contemporizar de novo”

Para Nassif, a atuação do STF “continua sendo um tribunal eminentemente político”

Sobre a alta do dólar, um ponto a se prestar atenção é a questão da dívida pública brasileira, e a queda de braço entre o Tesouro e as instituições. “É uma guerra em que Paulo Guedes joga contra o Tesouro e a União. Cria-se esse carnaval em torno da lei do teto para enfraquecer o Tesouro no mercado”.

15 comentários

  1. Saulo Ramos disse certa vez:
    “Entendi que você é um juiz de merda”
    Espero que ele não confirme esse veredicto.

    • “…lógica imbatível adotada pelo Supremo Tribunal Federal para não afrontar o poder…”BEM VINDOS AO BRASIL !!!! Então a Consciência Nacional desembarca do pesadelo que dura 90 anos de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista. MORRO DO BUMBA. Niterói/RJ. Alguma Autoridade Pública foi incriminada? DESLIZAMENTOS EM SANTOS/SP, há 2 anos. Mais de 50 Mortes. Alguma Autoridade Pública foi incriminada? MARIA e BRUMADINHO com 300 Mortes. VALE. Empresa sob Administração e Interferência Pública, em grande parte. Tamanho Crime teve alguma Autoridade Pública sendo responsabilizada? BOATE KISS. SANTA MARIA/RS. 250 Jovens morrem esmagados e pisoteados dentro de um Prédio sem Saídas, sem Saídas de Emergência, sem Sistemas Anti-Incêndio e de Evacuação. Tudo autorizado pelo Estado Brasileiro. Alguma Autoridade Pública incriminada? NINHO DO URUBU. CR FLAMENGO. 10 Meninos morrem incinerados. Sem Contrato de Trabalho. Sem fiscalização do Conselho Tutelar. Numa arapuca negligenciada. Alguma Autoridade Pública incriminada? MASSACRE DO CARANDIRU. Mais de 1 centena de Presos Mortos sob a tutela do Estado Brasileiro. O Revanchismo Histórico contra Tropa de Soldados Rasos. Governador do estado de São Paulo LUIZ ANTONIO FLEURY FILHO (OAB/USP/MP-SP) e PEDRO FRANCO DE CAMPOS (USP), Comandantes em Chefe, maiores Autoridades no Comando das Operações, não são citadas, nem incriminadas. Citadas no Processo como testemunhas. Alguns se surpreendem e enxergam a aberração deste STF sob o manto de farsante Constituição Cidadã e fraudulenta Redemocracia somente agora? Pobre país rico. BEM VINDOS AO BRASIL. Mas de muito fácil explicação.

      1
      1
  2. Maginaaaa,num ten nada ha ver,ele tá é dodóe!!
    Obs:A altura dos desafios no País só tem um,os outros,fizeram a merda e fingem q não têm nada com as cagadas, são ilibados,gente de bem,pessoas ilustríssima,bem gabaritadas,kkkk,ops,desculpem,escapuliu a risada !!
    Obs2: Assisti o filme show de Truman,me lembrou demais as nossas “otoridadis!”,imprensa e etc…

    • Aproveito a sua observação para fazer uma que, aliás, não é só minha porque alguém (acho que Nassif) já “cantou essa bola” em passado mais ou menos recente. O que se está esperando é o aparecimento de alguma circunstância em que Lula não venha a se tornar livre das penalidades que já lhe foram impostas na Segunda Instância de PA. Os dois votos que faltam na Segunda Turma reconhecerão a mais do que comprovada parcialidade de Moro, com o máximo estardalhaço, num festival de “firulas” para agradar a plateia. Mas cientes de que de nada valerão, porque o quinto será favorável ao ex-“juiz”. No máximo, reconhecerá a parcialidade sem, no entanto, considerar nulos os julgamentos. O poder permanente assim o deseja. Quem viver, verá.

  3. Nassif

    Acertaste em cheio: “Ele foge do julgamento da suspeição de Moro.”

    Quem foge de suas responsabilidades funcionais é apenas medroso, covarde.

    Resumindo: É um cidadão pequeno.

  4. A decisão de Celso de Melo representa exatamente o que se tornou esse STF que aí está e quase toda instituição da Justiça, em um tribunal totalmente dominado pelo poder político e que passou a usar a porta dos fundos como saída, talvez pela vergonha que se associou ao medo, ou vice versa.

  5. Nassif: lembra de ZéTrindade, o humorista? Piadistas de mão cheia, dizia ele — “quem nasceu pra lagartixa nunca chega a jacaré”. É o caso do DeCano. Surgiu pequeno, transitou à margem e sai com insignificância merecida. Não seria estranho parodiar a sátira de GaleãoCoutinho (“VovôMarambaia”) — a saida do ministro vem preencher um vazio no cenário jurídico. Parece nem teve coragem de enfrentar a missão de que lhe deu seu amigo dileto, o PríncipeParisiense, que seria o de votar a favor do TogaSuja só pra sacanear o SapoBarbudo. Quanto ao caso do PresidenteCavalão, isso foi pra irritar seu pares e mostrar quem é quem na CasaDaMãeJoana. Viu o DecanoVice? Desnudou-se, com plumas e paetês…

  6. Preocupante o fato do nazismo indicar quatro representantes na já podre justiça desse País;2 no STF e 2 no STJ.
    A cada dia crimes contra a opinião e conduta cívica serão considerados leis.
    Se tenho pregado uma rebelião hoje sinto ser urgente se rebelar e derrubar o sistema de armas nas mãos.
    Nos tornaremos um dos piores lugares para se viver,um País onde ter filhos é criar monstros ou pessoas infelizes diante da opressão física e comportamental.
    O Ministério Público e o Judiciário precisam ser extintos e refeitos com gente honesta e de princípios libertários,as forças armadas deixarem de ser um fardo oneroso,improdutivo e ameaçador e isso somente com sua extinção.
    Não vejo saída, névoas tenebrosas embaçam a visão e o futuro é ameaçador.
    Voto, urna,palavras, nada disso tem poder diante de tanta instituição inimiga do País e do povo consciente.
    Poderia ser ausente e dizer que felizmente a lei da natureza me fará sentir muito pouco o impacto dessas desgraças,farei logo meus 64 anos mas minha natureza humana,meus resquícios de sensibilidade não me deixam pensando só em mim ou nos meus, me trás a apreensão de todos os filhos dessa Pátria tão carregada de dores com tantos sonhos irrealizados e eternamente sem saída.
    Todas as portas estarão fechadas para nós e se quisermos entrar teremos de ter a coragem de arrombar.

  7. O mais interessante é que é sempre a mesma sacanagem com o Lula. Os militantes sabem, os petistas sabem, os antipetistas sabem, a mídia sabotadora da informação sabe, todos da jutiça sbem e 90 por cento apoiam a sacanagem. Ou seja, Todos sabem o fim do filme. Ferrarão o Lula e, por incr´vel que pareça ele, o Lula, não se antecipa e manda à merda esta coisa sórdida que chamam de justiça brasileira. É simples. O covarde do decano não tem coragem de afrontar o lavajatismo morense e vai bater em retirada antes de confrontado. O Gilmar segura até ele sair e, depois assim que o ungido terrivelmente evangélico do bozo entrar, o gilmar, já sabendo do placar contra o Lula, coloca a suspeição em julgamento, faz um teatrão de legalidade com a ajuda do Levandowski e degolam o Lula de vez e junto dele a justiça brasileira.

  8. O Decano foi sempre aparência, com suas declarações, na época aúrea da Lava Jato, se referiu a Lula diversas vêzes com desprezo ou com aquele ar blazé, que a elite se dirige a trabalhadores. Foi grosseiro muitas vêzes, porque contra os que não são de sua casta, ser grosseiro é sinal de finesse. Se escondendo em firulas jurídicas jamais me passou a impressão de que buscasse a justiça. Com suas firulas jurídicas abafou processos, deixou prescrever outros, acelerou o de terceiros, e acreditou em cada festival de babação e elogios que os seus pares desaguavam, na mesma proporção que destilavam seus venenos. Não posso acusá-lo de falta de competência. Não posso acusá-lo de falta de cultura de falta de conhecimento jurídico, ou de outros conhecimentos. Sem dúvida deve ter visitado os clássicos e os modernos. Mas o conhecimento é uma arma de defesa da classe e da casta, não é uma arma da justiça. O conhecimento e a cultura não bastam para quem já nasceu ou se criou com uma visão distorcida de justiça. O decano jamais perdou Lula por ser muito mais do que ele jamais foi. Jamais perdoou Lula por ousar pisar nos palácios sem ser um serviçal da casta. Ele perdoaria mais facilmente Bolsonaro, mas sempre usando o mesmo tom blasé. E seria seguido pelo séquito de juizes, como Rosa Weber, Carmem Lucia, Barroso e Marco Aurélio que tampariam os narizes, mas seriam condescendentes com o que acham ser um serviçal da casta , mesmo que inconveniente.

  9. https://www.brasil247.com/poder/lula-ensina-a-bolsonaro-o-que-e-o-discurso-de-um-presidente?amp
    Este país é o nosso Brasil, cujos cidadãos em sua maioria, não conhecem e/ou nem leem a CF, por isso, desconheço em que são os donos do poder constitucional, já que também, formam o povo brasileiro, de onde emana todo poder, citado e confirmado pelo Parágrafo Único do Artigo 1º da Constituição Federal da República Federativa do Brasil, que se danem, que se lixem, etc., pelos representantes dos 03 Poderes da República.
    Esses 03 Poderes, Independentes e harmônicos entre si ( na defesa de seus interesses e privilégios ) e desarmônicos (para azucrinarem os direitos, os interesses, o bem-estar e a justiça imparcial para o povo).
    Tirem suas dúvidas dos dois Artigos citados da CF abaixo e, na leitura de rotina da Constituição Federal da República Federativa do Brasil, para se instruírem, quanto aos seus diretos e responsabilidades:
    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos: I – a soberania; II – a cidadania; III – a dignidade da pessoa humana; IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; (Vide Lei nº 13.874, de 2019) V – o pluralismo político.
    Parágrafo único. “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.
    Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
    Quanto ao tema, acho que não seria justiça imparcial, só reconhecer-se a inocência da ex-Presa. Dilma, mas também, nominar, inquirir, processar e punir-se exemplarmente, todos os envolvidos no Golpe de 2016. Se não for possível, que se prenda o poder judiciário pelos males que ele ajudou e pela soa omissão tempestivo, em defesa do povo, da CF e da democracia.
    Nossa sugestão aos demais cidadãos, que verdadeiramente, acreditam em Deus e na CF, que não percam a confiança na justiça plena e imparcial e, continuem aguardando, na hora menos esperada, ela nos surpreenderá. Leiam a CF, se instrua como bons cidadãos e instrua os que não têm meios para isso. Lembrem_se, só o conhecimento histórico de nossa realidade com sabedoria, a conscientização cidadã, a verdade, o direito e a justiça imparcial nos libertarão de nossa condição de galinhas que se contenta com migalhas e, nos transformarão em águias soberanas.
    São as nossas sugestões constitucionais e contribuição.

    Sebastião Farias
    Um cidadão brasileiro nordestinamazônida

  10. As maiores decepções ao longo de minha vida tem sido constatar o quanto tenho me enganado com pessoas quanto ao caráter delas!Muitos dizem que sou um bobo, me lixo para elas,mas me entristece ter que concordar.Há casos que não enganam nem os bobos como os de Aécio, Temer, Collor, Sarney, Bolsonaro e todos os ditadores Militares pós 1964 só para exemplificar! Agora bobo que sou, fico preocupado ao imaginar que o ministro Celso de Melo possa engrossar essa fileira de homens sem caráter! Acho que morrerei enganado e bobo! Meu caráter tem tido valor apenas para mim.

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome