fbpx
Início Violência

Violência

Partido Cidadania afasta Fernando Cury após denúncia de assédio

O documento, assinado pelo presidente nacional do partido, Roberto Freire, afirma que Cury ficará afastado até que o procedimento disciplinar dentro do partido seja concluído.

Isa Penna denuncia em plenário o assédio de Fernando Cury

A deputada estadual Isa Penna fez a denúncia do assédio sexual sofrido na Assembleia Legislativa de São Paulo. A deputada relata o crime e clama pelo direito de ser respeitada como mulher e como política.

Deputado Fernando Cury assedia colega na plenária da Assembleia Legislativa de SP

Cury se aproximou por trás da deputada e a apalpou. Não contente, encostou-se na deputada, no famigerado ‘encoxar’.

Violência policial é racista, mostra relatório com dados inéditos

Na Bahia, 97% dos mortos em ações policiais são negros, e a polícia do Rio de Janeiro matou 1814, sendo 86% negros em 2019, o maior números em 30 anos

Rio de Janeiro já registrou 22 crianças baleadas e oito mortas em 2020

Na última sexta-feira (4), duas crianças negras que brincavam na porta de casa em Caxias foram mortas por tiros de fuzil

Mil dias depois, a pergunta: quem mandou matar Marielle e Anderson?

Para marcar a data de mil dias sem Marielle Franco, organizações da sociedade, movimentos sociais e o Psol estão convocando a realização de atos simbólicos.

Quilombos do Amapá relatam violência policial e o racismo

Com o apagão, revoltas populares explodiram em várias partes, mas em poucas se viu uma reação policial tão desproporcional quanto nesta comunidade quilombola.

Mais uma cidade sitiada: Cametá, no Pará, vive madrugada de horror

Reféns foram usados como escudo e um deles foi morto e um outro foi ferido na perna.

Criciúma sitiada: madrugada violenta em cidade de Santa Catarina

A ação, segundo informações das redes sociais, começou pouco depois da meia-noite e terminou por volta de 2h30 da madrugada.

Massacre de Paraisópolis: familiares lutam por justiça em meio a dor e saudade

Há um ano, nove jovens morreram em decorrência de violenta ação policial em comunidade na zona sul de SP

R$ 800: o valor da execução de Pasqualin, líder do MST, por Marcelo Auler

Este foi o valor acertado pelo vigilante Ademar Trocki para assassinarem Ênio Neudi Pasqualin, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) no assentamento Ireno Alves dos Santos, em Rio Bonito de Iguaçu

PM-CE agrediu mulheres no Dia da Consciência Negra, por Marcelo Auler

A violência da polícia militar cearense se abateu sobre mulheres, crianças e jovens, ainda que não tenha deixado feridos. Mas mulheres foram arrastadas e os manifestantes dispersos com gás de pimenta e balas de borracha.

O vandalismo histórico do mercado no Brasil, por Fábio de Oliveira Ribeiro

De maneira geral, podemos dizer que a imprensa cobriu o episódio do assassinato de maneira adequada. O mesmo não se pode dizer da cobertura das manifestações.

Manifestantes jogam pedra em loja do Carrefour em protesto pela morte de João Alberto

As análises iniciais do Instituo Geral de Perícias do RS (IGP-RS) apontam para a possibilidade de asfixia como causa da morte de João Alberto.

Sete vezes em que o Carrefour atuou com descaso e violência

Um homem foi morto após ser espancado em loja do RS nesta quinta (19); episódio se soma a uma série de outros casos

João Alberto Silveira Freitas, negro, é espancado até a morte em Carrefour de Porto...

O assassinato se deu na véspera do Dia da Consciência Negra. As imagens da agressão foram gravadas e circulam nas redes sociais.

Brasil encerra uma de suas campanhas eleitorais mais violentas

A outra epidemia que assola o país, a da violência, deixou sua marca durante a preparação para as eleições municipais. Campanha teve um político assassinado a cada três dias

Com 80 políticos assassinados, ano eleitoral de 2020 é o mais violento, diz especialista

Entre o dia 17 de novembro até agora, 15 candidatos às eleições municipais foram assinados, mostra levantamento do coordenador do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania

Pasqualim do MST: execução anunciada por WhatsApp, por Marcelo Auler

Ameaças que Pasqualim revelou a familiares ao alertá-los: “se acontecer alguma coisa comigo, a polícia sabe quem é”, como disse ao Blog fonte ligada ao MST.

Como a polícia brasileira se assemelha à SARS, da Nigéria

Nigeriano que vive no Brasil e pesquisadora brasileira que morou na Nigéria detalham como age o esquadrão de elite do país, alvo do #EndSARS

Mais comentados

Últimas notícias