Deputado Fernando Cury assedia colega na plenária da Assembleia Legislativa de SP

Cury se aproximou por trás da deputada e a apalpou. Não contente, encostou-se na deputada, no famigerado ‘encoxar’.

Jornal GGN – O deputado Fernando Cury, do Cidadania, conseguiu o feito de levar para dentro da Casa Legislativa o que existe de pior, o assédio sexual. Cury assediou sexualmente a deputada Isa Penna, do Psol. O crime foi devidamente gravado.

Cury se aproximou por trás da deputada e a apalpou. Não contente, encostou-se na deputada, no famigerado ‘encoxar’.

A deputada estadual Isa Penna foi à tribuna e denunciou o assédio. O assediador, depois que a gravação foi exibida, pediu desculpas por ter, segundo ele, abraçado a parlamentar.

Isa Penna registrou um boletim de ocorrência contra o deputado e também levou o caso ao Conselho de Ética da Assembleia, fazendo uma representação pedindo que ele perca o mandato.

A deputada do Psol é uma militante dos direitos humanos e de igualdade de gênero. “O que dá o direito a alguém de encostar em uma parte do meu corpo, íntima? O meu peito é íntimo. É o meu corpo”, disse ela.

No vídeo é possível perceber bem o que faz o deputado Fernando Cury. E também pode-se ver a reação de Isa Penna, se desvencilhando dele.

O partido de Cury, Cidadania, disse em nota que vai encaminhar o caso ao Conselho de Ética da sigla.

Em nota, o Cidadania, partido de Cury, diz que vai encaminhar o caso ao Conselho de Ética da sigla. “A legenda não tolera qualquer forma de assédio e atuará fortemente para que medidas definitivas sejam adotadas. Temos uma história de luta em defesa dos direitos da mulher que nenhuma pessoa pode macular”, diz o texto, assinado por Roberto Freire e Arnaldo Jardim.

Isa Penna, ao denunciar o caso, apelou aos pares para que lutem contra esta ‘cultura do assédio e do estupro’.

“Imaginem vocês homens, quantas vezes por dia vocês têm medo de passar por uma situação dessas? De serem estuprados? Nós, que somos mulheres, desde pequena a gente é ensinada que isso pode acontecer com a gente, e a gente cresce com esse medo”, discursou.

“Esse senso comum machista que é o do ‘a roupa curta é um convite para o estupro’ nem mesmo existia aqui. Eu sou uma deputada, eleita com 53 mil votos. Luto pelo direito das mulheres, luto contra o assédio. Eu não brinco com assédio.”

“Eu sou uma jovem mulher eleita, eu tenho o direito de estar aqui sem ser apalpada, sem ser assediada”, acrescentou.

Outras deputadas discursaram e se solidarizaram com Isa Penna, defendendo que o caso seja investigado.

Cury se pronunciou dizendo que não houve tentativa de assédio de sua parte, disse que nunca fez isso e pediu desculpas a Isa por ter ‘lhe dado um abraço’.

“Não fiz por mal, nada de errado. O meu comportamento é o que tenho com as colegas e os colegas aqui”, completou. “O que tem ali? Um abraço? O que eu fiz de errado? [Jamais faria algo] na frente do presidente [da Assembleia], meu Deus do céu”, afirmou ele.

O vídeo foi exibido no telão do plenário depois da denúncia emocionada de Isa Penna. Outros deputados e deputadas se pronunciaram e o deputado Gil Diniz (sem partido) entendeu a situação sendo usada como ‘palanque’. Isso acirrou os ânimos no plenário.

Nas redes sociais, Isa disse que casos semelhantes já ocorreram com colegas. “A violência política de gênero que sofri publicamente na Alesp, infelizmente, não é um caso excepcional”, escreveu. Isa afirmou que as deputadas do Psol Mônica da Mandata Ativista e Erica Malunguinho ‘já foram assediadas em ocasiões anteriores’.

A bancada do Psol divulgou documento repudiando o assédio sexual cometido por Fernando Cury.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Não é um caso isolado. Também não é somente um caso de assédio.
    É um caso de abuso de poder, de quem está acostumado a ser inimputável.
    Embora esse criminoso esteja abrigado na sigla presidida por um golpista -que um dia já se declarou comunista mas que,na verdade,sempre foi um bajulador de golpista-ele é egresso do partido dos bicudos emplumados, onde a inimputabilidade é a única lei existente.
    Esse criminoso, cuja família parece ser dona de Botucatu , tantas vezes a dinastia familiar ocupou a prefeitura da cidade,reflete bem o tipo de governo que os bicudos emplumados tem com São Paulo, apoderando-se e apropriabdo-se de todos os espaços, em um verdadeiro aparelho bicudo.
    A ação deste criminoso é, antes de tudo,o jeito bicudo de governar.
    A deputada merece toda a solidariedade e se tivesse metido os cinco dedos na fuça do criminoso iria merecer uma estátua.

  2. Minha pergunta é: quem elegeu um desclassificado como esse deputado para o representar? Se esse deputado tem um comportamento tão desprezível publicamente, o que faz na vida privada?

  3. O assédio na Assembleia Legislativa de São Paulo expõe mais uma vez o quão difícil ser mulher nesse País e a cafajestagem de machos de merda que deveriam estar legislando e fiscalizando o poder executivo.
    O País e seus poucos dignos habitantes espera a cassação do tarado e sua prisão como rege a lei.
    “E no longo capítulo das mulheres, Senhor, tende piedade das mulheres
    Castigai minha alma, mas tende piedade das mulheres
    Enlouquecei meu espírito, mas tende piedade das mulheres
    Ulcerai minha carne, mas tende piedade das mulheres!
    Tende piedade da moça feia que serve na vida
    De casa, comida e roupa lavada da moça bonita
    Mas tende mais piedade ainda da moça bonita
    Que o homem molesta — que o homem não presta, não presta, meu Deus!
    Tende piedade das moças pequenas das ruas transversais
    Que de apoio na vida só têm Santa Janela da Consolação
    E sonham exaltadas nos quartos humildes
    Os olhos perdidos e o seio na mão.
    Tende piedade da mulher no primeiro coito
    Onde se cria a primeira alegria da Criação
    E onde se consuma a tragédia dos anjos
    E onde a morte encontra a vida em desintegração.
    Tende piedade da mulher no instante do parto
    Onde ela é como a água explodindo em convulsão
    Onde ela é como a terra vomitando cólera
    Onde ela é como a lua parindo desilusão.
    Tende piedade das mulheres chamadas desquitadas
    Porque nelas se refaz misteriosamente a virgindade
    Mas tende piedade também das mulheres casadas
    Que se sacrificam e se simplificam a troco de nada.
    Tende piedade, Senhor, das mulheres chamadas vagabundas
    Que são desgraçadas e são exploradas e são infecundas
    Mas que vendem barato muito instante de esquecimento
    E em paga o homem mata com a navalha, com o fogo, com o veneno.
    Tende piedade, Senhor, das primeiras namoradas
    De corpo hermético e coração patético
    Que saem à rua felizes mas que sempre entram desgraçadas
    Que se creem vestidas mas que em verdade vivem nuas.
    Tende piedade, Senhor, de todas as mulheres
    Que ninguém mais merece tanto amor e amizade
    Que ninguém mais deseja tanto poesia e sinceridade
    Que ninguém mais precisa tanto de alegria e serenidade.
    Tende infinita piedade delas, Senhor, que são puras
    Que são crianças e são trágicas e são belas
    Que caminham ao sopro dos ventos e que pecam
    E que têm a única emoção da vida nelas.
    Tende piedade delas, Senhor, que uma me disse
    Ter piedade de si mesma e de sua louca mocidade
    E outra, à simples emoção do amor piedoso
    Delirava e se desfazia em gozos de amor de carne.
    Tende piedade delas, Senhor, que dentro delas
    A vida fere mais fundo e mais fecundo
    E o sexo está nelas, e o mundo está nelas
    E a loucura reside nesse mundo.
    Tende piedade, Senhor, das santas mulheres
    Dos meninos velhos, dos homens humilhados — sede enfim
    Piedoso com todos, que tudo merece piedade
    E se piedade vos sobrar, Senhor, tende piedade de mim!”

    • “Elegia Desesperada”, uma das Cinco Elegias de Vinícius de Moraes.
      Ninguém mais lê nesse país, e isso é deprimente.
      E ainda vem um celerado qualquer, que não sabe o que é uma elegia, não sabe quem é Vinícius de Moraes, e provavelmente sequer sabe o que é ele mesmo, nessa vida, e dá um thumbs down.
      Puta que pariu!

  4. CASSAÇÃO DE MANDATO JÁ ! Isso sim ! Está filmado tudo! CASSAÇÃO JÁ!
    Está tudo filmado, registrado e mais do que comprovado o CRIME: a aproximação, o encostamento e as mãos apalpando os seios da DEPUTADA do PSOL que reagiu como uma raio empurrando o sem vergonha metido a macho. Agora, se vocês observarem com atenção o vídeo, vocês vão notar: que ele estava numa rodinha com mais dois deputados-amigos e fez a aposta com eles: que ia dar uma encoxada(como disse o GGN) na DEPUTADA. E se dirigiu à deputada, que conversava com um membro da mesa da Assembleia em pé. Observem que um dos deputados da rodinha de amigos tentou em vão puxar seu paletó do macho para que ele desistisse do assédio sexual , mas o quê? Macho que é macho não desiste e foi se aproximando e pegou seu troféu ! Venceu deu uma apalpada na DEPUTADA defensora dos DIREITOS DA MULHER ! VIVA O MACHO DO CIDADANIA! CIDADANIA é aí!

  5. Nassif: tudo em paz, na “Casa D’Irene”. Aqui ou ali um entrevero —

    I giorni grigi sono le lunghe strade silenziose
    Di un paese deserto e senza cielo

    A casa d’irene si canta si ride
    C’e gente che viene, c’e gente che va
    A casa d’ ‘irene bottiglie di vino
    A casa d’ ‘irene stasera si va

    Giorni senza domani e il desiderio di te
    Solo quei giorni che sembrano fatti di pietra
    Niente altro che un muro
    Sono montato da cocci di botiglia

    A casa d’irene si canta si ride
    C’e gente che viene, c’e gente che va
    A casa d’ ‘irene bottiglie di vino
    A casa d’irene stasera si va

    — que o diga Nico Fidenco…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome