Home Editoria Luis Nassif Online Dilma se solidariza com Isa Penna: violência sexual e violência política num mesmo gesto

Dilma se solidariza com Isa Penna: violência sexual e violência política num mesmo gesto

Dilma se solidariza com Isa Penna: violência sexual e violência política num mesmo gesto
Jornal GGN – A ex-presidenta Dilma Rousseff, em nota, se solidarizou com a deputada estadual Isa Penna, vítima de assédio sexual por parte de Fernando Cury, do Cidadania. A ex-presidente pontua que esta é uma repetição da violência cometida diariamente contra mulheres, e que isso tem que ser combatido.
Leia a nota a seguir.

NOTA DE DILMA ROUSSEFF SOBRE O ABUSO CONTRA A DEPUTADA ISA PENNA

Manifesto meu apoio e solidariedade à deputada estadual Isa Penna, do PSOL-SP, vitima de comportamento sexualmente abusivo, em plena sessão plenária, por parte do deputado Fernando Cury, do partido Cidadania. Essa cena abjeta e repugnante foi filmada e, só após a contundente exigência dos líderes das bancadas de oposição, o presidente da Alesp, Cauê Macris, do PSDB, foi obrigado a divulgá-la.

Isa Penna foi molestada pelo deputado Fernando Cury e reagiu imediatamente, mas só conseguiu apresentar a prova do abuso depois de vencer o silêncio e a omissão criminosas dos que pretendiam proteger o assediador.

O que aconteceu dentro do plenário da Alesp é uma revoltante repetição do que acontece na sociedade brasileira, todos os dias, o tempo todo, com milhões de mulheres, que são alvos de todo o tipo de abuso e violência de natureza sexual, física, emocional e psicológica.

No caso da deputada Isa Penna, fica evidente a sordidez ao juntar, num mesmo gesto, a violência sexual e a violência política, afrontando uma deputada eleita que milita pelas causas em defesa dos direitos das mulheres.

O atentado contra Isa Penna é um ato explícito de abuso sexual. É ainda uma ação torpe de desprezo à democracia. É um insulto contra todas as parlamentares e contra todas as mulheres brasileiras. O autor do abuso deve responder criminalmente, na justiça, e perder o mandato pelo crime cometido.

Basta de violência contra a mulher.

Basta de machismo e misoginia.

Basta de impunidade para os abusadores e da omissão covarde dos que se acumpliciam com a violência contra a mulher.

DILMA ROUSSEFF

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

GGN
Sair da versão mobile