Apoiador de Bolsonaro, presidente da Federação Israelita do Rio agride senhora octogenária em evento

Jornal GGN – Ary Bergher, presidente da Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (FIERJ) e advogado criminalista, durante festival de dança judaica da Hebraica, foi convidado a se retirar do clube depois de agredir uma senhora octogenária com xingamentos.

A vítima, de 88 anos, fez boletim de ocorrência na 9a. DP, no Catete, e relata que a discussão teria começado por divergências políticas e por causa da venda de ingressos para o festival de dança.

É textual no B.O.: “a declarante estava participando de um evento que estava ocorrendo no local; que ao final do evento o nacional ora identificado como ARY BERGHER se aproximou da declarante e disse: “SUA LADRA, FILHA DA PUTA, VOU TE MATAR!”; que a declarante o conhece de vista porém não tem nenhum relacionamento com o mesmo e desconhece as causas das ofensas e ameaças”.

Segundo informa o jornal O Globo, Ary Bergher foi advogado de Eike Batista e do ex-governador Sérgio Cabral e, dois dias antes do evento de dança na Hebraica, fez um vídeo em apoio ao candidato Jair Bolsonaro, que dividiu a comunidade israelita. Bergher não se pronunciou quando o jornal o procurou.

O grupo Judeus pela Democracia condenou a atitude do presidente da FIERJ em sua página do Facebook.

Com informações de O Globo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

6 comentários

    • Meu caro, 2016-88=1928, ou seja, ela já viveu o Nazismo.

      Quem teve em sua juventude uma experiência dramática como deve ter vivido esta senhora, não tem espanto nenhum ela achar que as coisas começam simples e terminam em tragédia.

      • Presságios

        O sr. tem toda razão. Ela deve estar a considerar plenamente justificada a sensação de que já viu esse filme e também que o quadro atual consegue ser ainda mais confuso.

        Como empreendedor e construtor, o sr. Trump chegou a contar com apoio e investimento expressivo do sr. György Schwartz (1). Seu escopo parecia ser o mercado e sua inclinação para o campo democrata. Empossado pelo campo republicano, sob a força gravitacional do sr. Sheldon Adelson e sua sra. Miriam Adelson (2), com a articulação do sr. Stephen Bannon (3) e os poderes do sr. Robert Mercer e sua filha Rebekah Mercer (4), dias de concórdia judaica parecem contados (5).  

        (1) – Big names back Trump tower, Thomas A. Corfman, Tribune staff reporter CHICAGO TRIBUNE, 28 de outubro de 2004 @ chicagotribune.com/news/ct-xpm-2004-10-28-0410280265-story.html

        (2) – Sheldon Adelson sees a lot to like in Trump’s Washington,  Jeremy W. Peters, New York Times News Service, 25 de setembro de 2018 @ lasvegassun.com/news/2018/sep/25/sheldon-adelson-sees-a-lot-to-like-in-trumps-washi/

        (3) – Steve Bannon’s web of weirdness: Meet the bizarre billionaires behind the president-elect’s chief strategist,  Heather Digby Parton, 15 de novembro de 2016 @ salon.com/2016/11/15/steve-bannons-web-of-weirdness-meet-the-bizarre-billionaires-behind-the-president-elects-chief-strategist/

        (4) – The blow-it-all-up billionaires, Vicky Ward @ highline.huffingtonpost.com/articles/en/mercers/

        (5) – Steve Bannon – Devil’s Bargain … @ aanirfan.blogspot.com/2017/07/steve-bannon-devils-bargain-crypto-jew.html

         

         

  1. Bolsonaro disse que as

    Bolsonaro disse que as minorias têm que se submeter à vontade da maioria.

    Acho que os judeus já viram isso acontecendo em algum lugar…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome