Por Gabriella Lodi

O famoso caso de espionagem que levou à renúncia de Richard Nixon à presidência dos EUA completou 50 anos. Relembre

ATIVE O SOM

Watergate

Tudo começou na noite de 16 para 17 de junho de 1972, quando Frank Wills, um vigia de 24 anos, fazia sua ronda pelos corredores de Watergate, um complexo de edifícios em Washington, capital dos EUA.

Intrigado com um pedaço de fita adesiva na porta do prédio que abrigava a sede do Partido Democrata, o vigia decide chamar a polícia.

Os policiais chegaram ao local rapidamente e perceberam que não se tratava de uma ocorrência casual. Dentro do prédio, havia fita adesiva em várias portas. Algo estranho estava acontecendo…

Os policiais descobriram escritórios de cabeça para baixo e suspeitaram que os autores do roubo ainda estavam lá.

James McCord, Virgilio González, Frank Sturgis, Eugenio Martínez e Bernard Barker - os ladrões foram imediatamente presos.

Os ladrões estavam vestidos de terno e gravata, tinham microfones, bobinas de filme, bombas de gás lacrimogêneo, ferramentas de serralheiro e milhares de dólares.

O roubo então revelou-se uma questão de Estado: os homens foram instruídos por funcionários da Casa Branca a instalar microfones e tirar fotos de documentos que pudessem incriminar oponentes de Nixon.

Em 18 de junho de 1972, o "Washington Post" publicou seu primeiro artigo sobre o assunto, assinado por Alfred E. Lewis, o jornalista que cobria casos policiais.

Mas na lista de colaboradores, na parte inferior da nota, também apareciam os nomes de Bob Woodward e Carl Bernstein.

Os dois jovens repórteres assumiram o caso, investigaram cada detalhe minucioso e acabaram ganhando o prestigiado Prêmio Pulitzer, explodindo a presidência de Nixon no processo.

Após pressão da mídia, pela primeira vez na história dos EUA, o presidente republicano, acusado de encobrir o caso, foi obrigado a renunciar para evitar a humilhação do impeachment.

ATIVE O SOM

Contudo, Nixon diz que pediu demissão porque sabia que os senadores da comissão poderiam condená-lo, já que dos nove membros, apenas dois eram republicanos - ignorados até por colegas de partido.

Para entender mais a cobertura jornalística do escândalo político Watergate, assista ao filme Todos os Homens do Presidente

Texto e criação:  Gabriella Lodi Supervisão: Cintia Alves Imagens:   National Archives and Records Administration, Divulgação, Getty Images. Música: "The Plan's Working" - Cooper Cannell