‘Nós vamos reagir, sim’: como a incitação de Bolsonaro às armas ecoa em sua militância CAC, por Hugo Souza

Depois, quando o caldo entornar, as lideranças CACs não poderão dizer que queriam apenas “valorizar o tiro esportivo”, “defender a propriedade privada”, “controlar a população de javalis”…