Revista GGN

Assine

A ação política de procuradores pró-impeachment

Ainda haverá uma nova enxurrada política este mês, tentando reavivar o fantasma do impeachment, antes que o país recobre a normalidade política e a disputa governo oposição volte ao trilho das críticas e propostas.

A estratégia é conhecida.

De um lado, delegados e procuradores criam fatos políticos novos, através de novas ações, novas denúncias ou vazamentos. A imprensa ecoa. A parceria visa recriar o clima pró-impeachment com vistas às manifestações marcadas para inicio de março.

***

Os dois focos principais dessa parceria oposição-procuradores são a Lava Jato e o Ministério Público Federal do Distrito Federal. Durante a julgamento do “mensalão”, como se recorda, entre outros feitos o MPF do Distrito Federal valeu-se do álibi de uma denúncia anônima para rastrear até os telefones do Palácio do Planalto.

Do lado da Lava Jato, o aquecimento atual são as notícias sobre o o tal tríplex de Guarujá e o sítio de Atibaia.

De Brasília, os procuradores agitaram a questão da Medida Provisória da indústria automobilística, uma prorrogação de prazo de outra MP, dos tempos de Fernando Henrique Cardoso, que contou com o endosso de todos os partidos políticos no Congresso.

Gastou-se esforço, recursos e tempo em uma clara mudança de foco, deixando para segundo plano o ponto central das denúncias, a corrupção no CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

***

A próxima ofensiva será sobre a licitação FX, na qual o governo optou pela sueca Saab-Scania, em detrimento da Dassault francesa e do F-18 norte-americano. Depois disso, provavelmente farão denúncias sobre a compra de submarinos, sobre acordos comerciais, sobre o Plano Brasil Maior, sobre o Bolsa Família, sobre a compra de flores pelo Palácio em uma lista infindável destinada a congestionar o debate político.

Pouco importa se o processo FX foi tratado pelas Três Armas, se a própria Força Aérea Brasileira havia optado pelos suecos. A exemplo da Medida Provisória, quem propõe a ação não visa resultados jurídicos, mas políticos.

***

De representação em representação, de processo em processo vai-se ampliando a interferência do Ministério Público no jogo político, através da ação individual de procuradores militantes ou meramente exibicionistas.

Não se trata de uma ação de poder. Institucionalmente, desde a Constituição de 1988 o Ministério Público Federal foi responsável por grandes avanços civilizatórios, ajudando a concretizar princípios delineados na Carta Magna. Medidas relevantes em favor das minorias, dos direitos sociais, dos direitos humanos, contra a corrupção, em todos esses avanços identifica-se a ação institucional do MPF.

Mas em que pese a respeitabilidade de muitos de seus membros, não logrou impedir a ação aventureira de jovens procuradores, a partir do momento que a Lava Jato ganhou protagonismo político e que a cúpula do MPF passou a aceitar passivamente a parceria procuradores-mídia.

As prerrogativas dos procuradores acabaram sendo utilizadas para ingressarem de cabeça no jogo político.

***

Trata-se de questão delicada para a própria independência futura do Ministério Público. Não é possível a qualquer democracia conviver com tal nível de interferência política, de facciosismo, que vai muito além da apuração da corrupção.

Mais cedo ou mais tarde, o MPF e o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) terão que encarar essa questão, antes que o tema seja apropriado por seus adversários.

Imagens

Média: 4.5 (61 votos)

Recomendamos para você

112 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

A licitação FX já tem responsável, foi o Lulinha

Quem como eu se diverte desde 2012 lendo as páginas da oposição nas redes sociais, se deparou com uma "notícia estarrecedora", Lulinha teria agido nos bastidores e feito lobby em favor dos caças suecos. A notícia teve centenas de compartilhamentos e milhares de likes. Quem acredita nisso são os mesmos que batem panela e tiram selfie com o Choque na Paulista. E sim, vão investigar a licitação FX, para descobrir que o lobista da transação foi o rei Carlos XVI, da Suécia. 

Seu voto: Nenhum (46 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Cedric PA
Cedric PA

O principal culpado "Ministro

O principal culpado "Ministro Zé da INjustiça. Um dos maiores enigmas da humanidade é como esse espantalho ainda está lá.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Impeachment, "cerco a Lula" e luta de classes são distrações

DESTINATÁRIOS: ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS, ORGANIZAÇÕES PRIVADAS E CIDADÃOS DO BRASIL E DO MUNDO Para conhecimento, ========================================================================================================================Maçonaria Oculta - Decreto Grau 666 - 7º Nível - 49ª Potência======================================================================================================================== 1. Trataremos a seguir da matéria intitulada “PL-555 ameaça patrimônio de R$ 4,5 tri do povo brasileiro”, em anexo, divulgada em 07/02/2016, por Carta Maior, disponível no link http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/PL-555-ameaca-patrimonio-de-R$-4-5-tri-do-povo-brasileiro/4/35454, transcrita no item 39 abaixo. 2. Consta de referido Projeto de Lei, de autoria do senador Tarso Jereissati (PSDB-CE), “a proposta de entregar ao mercado, em uma só tacada, parcela significativa de todas as estatais brasileiras, o que inclui não só essas 140 empresas administradas pelo governo federal, mas também às dos estados, municípios e do Distrito Federal”. 3. “O Brasil possui hoje, só no âmbito federal, 140 empresas estatais que empregam 538.436 trabalhadores e têm seus ativos totais avaliados em R$ 4,5 TRILHÕES, conforme os últimos dados consolidados pelo Ministério do Planejamento (MP), em dezembro de 2014”. 4. Para muitos analistas as condições necessárias para se tomar a decisão de vender ou não patrimônio público federal, estadual ou municipal pode se resumir em constatar algumas condições mínimas, conforme a seguir:  “Estatal deficitária deve ser vendida. Se a estatal tiver histórico de déficits, CRESCENTES e PERMANENTES, deve ser vendida”. 5. Concordo que estatais deficitárias devem ser sanadas, pelo próprio Estado, sem vendê-la, ou mediante sua venda para o mercado, em último caso, observado, sempre, o interesse nacional ao se adotar uma ou outra opção, buscando-se evitar transformar a venda de empresas estatais em política da República Federativa do Brasil, pelas razões que passo a expor. 6. Na matéria “A era do Financeiro: o caso Eletropaulo”, em anexo, divulgada em 27/01/2015, disponível no link http://jornalggn.com.br/fora-pauta/a-era-do-financeiro-o-caso-eletropaulo, parcialmente transcrita abaixo, há perspectiva do que pode vir a significar privatizar todas as empresas estatais federais, estaduais e municipais, no Brasil, em função da profunda e prolongada recessão econômica mundial, conforme detalhamento contido no item seguinte: Início da Transcrição “6. Há um sério problema de gestão na Eletropaulo, essa se dá na área operacional, há incapacidade de gerir a rede ou as falhas são decorrentes de deliberado corte de custos para fazer caixa de curto prazo. Os problemas não são só de  reparos na rede mas também de atendimento, o call center é PÉSSIMO, não dá previsão de religação, que é obrigatória e se dão a previsão é quase sempre furada, na maioria das vezes o atendimento é eletrônico, o que frustra o cliente. 7. É evidente o excesso de terceirizações nos serviços de manutenção de rede. Não se pode terceirizar tanto. A empresa tem que ter um “core group”, um nucelo próprio de técnicos com mais experiência do que tercerizados para situações críticas. Não pode ser 100% tercerizado. Quando foi privatizada a Eletropaulo tinha 27.000 funcionários, numero razoável para atender cinco milhões de clientes, não é só a Capital, a maior parte da Grande São Paulo também. Hoje tem pouco mais de 3.000 funcionários, é ridículo, é muito pouco, pior ainda, terceiriza-se pelo menor custo possível, daí aparece pessoal sem treinamento e sem experiência. A ANEEL não tem nada a dizer sobre esses índices? Não existe uma relação de pessoal de manutenção com quilômetros de rede?  Pelas informações que tenho são 2.000 de pessoal de rua na manutenção de rede. Isso é NADA, hoje são 6 milhões de casas e prédios na rede. A questão que a ANEEL deve responder é: pela tarifa quanto dinheiro a Eletropaulo dispõe para manutenção da rede, está sendo gasto nessa função? Isso é fácil de auditar. Pelas entrevistas dadas pelo diretor comercial da Eletropaulo, que parece sem nível para o cargo, não se prevê nenhuma mudança, ele disse isso em entrevista na CBN logo depois da visita do Secretário de Energia. A registrar a passividade extraordinária da ARCESP, agencia delegada de fiscalização da energia em São Paulo, da ANEEL, que já devia ter dado prazo para correção dos problemas sob pena de intervenção, do BNDES, sócio da AES na Eletropaulo. A solução óbvia é a troca de comando da Eletropaulo colocando gente com experiência OPERACIONAL, a Eletropaulo é a maior distribuidora de energia do País e está entre as maiores do mundo, não pode ser dirigida dessa forma, é o interesse publico que está em jogo, a saúde econômica da região da Grande São Paulo já entra em risco com tantas paralisações. A controladora AES é uma grande corporação com presença global, provavelmente a matriz ignora a gravidade da situação em São Paulo, são informados pela administração local que não tem nenhum interesse em mostrar falhas dela própria. Os executivos nos EUA são excelentes, por isso o que acontece com a Eletropaulo não combina com o nível da controladora, tudo indica estar havendo também uma falha de conhecimento”. Final 7. Não esqueçamos que o mundo vive grave e profunda crise econômica e, certamente, devemos pensar que quando PRIVATIZAMOS, PARA ESTRANGEIROS, a condução de negócios, estratégicos, para o Brasil, (telecomunicações, energia etc.) natural que as matrizes, no exterior, orientem as filiais, no Brasil e no resto do mundo, a enxugar custos, no Brasil, para aumento de resultados ou lucros, a serem remetidos, do Brasil para o exterior, com a finalidade de ajudar, financeiramente, a matriz e/ou o pais, em dificuldade, onde está localizada a matriz.  8. Os desinvestimentos, congelamento de investimentos ou redução de investimentos, no Brasil, pelas filiais, brasileiras, por ordem das matrizes, no exterior, nunca apareceram, nos anos seguintes as privatizações, por que não havia a desaceleração, sincronizada, da economia de todos os países do mundo.  9. Assim como, no passado, fizemos reservatórios de hidrelétricas, para durar dois anos, em caso de seca, aos invés de fazê-los para durar 5 anos, para o caso de seca, por questões políticas, ambientais e populacionais, muitas vezes contornáveis, implementamos extensa e profunda política de privatização de áreas estratégicas para o Brasil, no período de chuvas abundantes (situação econômica mundial como céu de brigadeiro), sem ponderarmos os danos que sofreríamos, no caso de ocorrência de seca prolongada (desaceleração sincronizada da economia do mundo, afetando matrizes, no exterior e seus respectivos países de origem, obrigando-os a buscar recursos, no Brasil, ainda que isso signifique perda, abrupta de qualidade ou até mesmo o colapso dos serviços, em prejuízo da economia do Brasil).  10. A pergunta que não quer calar: o que o Brasil fará diante dessa situação, na Eletropaulo e de outras situações análogas que há estão ocorrendo com empresas do mesmo ou de outros setores da economia? Vamos privatizar mais empresa federais, estaduais e municipais? 11. O que não concordo é o BRASIL FAZER UMA GESTÃO DESASTRADA, COMANDADA POR LONDRES, PARA COLOCAR O PAÍS INTEIRO EM SITUAÇÃO DEFICITÁRIA e, dessa forma, comprar todas nossas empresas a preço de banana, com a concordância de uma elite corrupta, despreparada e uma nação alienada e anestesiada, que assiste a tudo calada com um sorriso de inocente nos lábios, enquanto a classe política, corrupta, fica trilionária. 12. O histórico de perdas bilionárias, em empresas estatais, no Brasil, está sendo criado de forma intencional, por Londres.  13. A Petrobrás, por exemplo, foi gerida para quebrar, ser inviabilizada financeiramente, e vendida a preço de banana, pelo mesmo grupo, COMANDADO POR LONDRES, que desviou US$ 124 bilhões ao exterior, por meio do então banco estadual do Paraná (ESTAMOS FALANDO DO DESVIO DE R$ 496 BILHÕES - US$ 124 BILHÕES X R$ 4,00 POR DÓLAR), esquema denunciado pelo senador Roberto Requião, na matéria abaixo transcrita, e em anexo, e que não deu em absolutamente nada, pois o silêncio de todas as consciências da nossa elite, estratégica, corrupta, foi comprado, na maior demonstração de IRRESPONSABILIDADE COLETIVA INACEITÁVEL PARA COM O FUTURO DO BRASIL E DOS BRASILEIROS: Início da Transcrição: REQUIÃO: OPERAÇÃO DO BANESTADO FOI A MÃE DO COMBATE À CORRUPÇÃO Em discurso no plenário, o senador Roberto Requião relembrou a 'Operação Macuco', da Polícia Federal, que desvendou o escândalo do Banestado, quando se apurou o desvio de US$ 124 bilhões ao exterior por meio do então banco estadual do Paraná; os valores desviados à época, afirmou o senador, somavam muito mais do que as reservas brasileiras na moeda norte-americana; segundo o senador, a operação foi o ponto de partida para desvendar os métodos e os caminhos da corrupção no País; contudo, denunciou Requião, a operação foi abafada e desmontada, sem a punição pelos responsáveis pelos desvios Fonte - Link http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/199444/Requi%C3%A3o-opera%C3%A7%C3%A3o-do-Banestado-foi-a-m%C3%A3e-do-combate-%C3%A0-corrup%C3%A7%C3%A3o.htm  3 DE OUTUBRO DE 2015 ÀS 11:21 Paraná 247 - Em discurso no plenário, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) relembrou a 'Operação Macuco', da Polícia Federal, que desvendou o escândalo do Banestado, quando se apurou o desvio de US$ 124 bilhões ao exterior por meio do então banco estadual do Paraná. Os valores desviados à época, afirmou o senador, somavam muito mais do que as reservas brasileiras na moeda norte-americana. Segundo o senador, a operação conduzida pelo delegado José Castilho Netto e pelo procurador Celso Três, do Ministério Público Federal, foi o ponto de partida para desvendar os métodos e os caminhos da corrupção no País. No entanto, denunciou Requião, a operação foi abafada e desmontada, sem a punição pelos responsáveis pelos desvios.  Continua na matéria original 14. O esquema de corrupção do Banestado, que DESVIO DE R$ 496 BILHÕES do Brasil (US$ 124 BILHÕES X R$ 4,00 POR DÓLAR), convenientemente não apurado, passou, então, para a Petrobras, setores de energia e, agora, por meio do PL-555, chega ao país inteiro, validando a roubalheira sistematizada e comandada pelo sistema, corrupto, político brasileiro, historicamente irresponsável. 15. Se o Brasil vender, hoje, as 140 empresas estatais federais, por R$ 4,5 TRILHÕES, valor dos ativos totais dessas empresas, conforme os últimos dados consolidados pelo Ministério do Planejamento (MP), em dezembro de 2014, esses R$ 4,5 TRILHÕES terão o mesmo destino dos R$ 496 BILHÕES DESVIADOS do Brasil (US$ 124 BILHÕES X R$ 4,00 POR DÓLAR), por meio do Banestado, pois a mesma lógica imoral do sistema político brasileiro, operado por Londres, permanece em operação no país. 16. Para entender por que o esquema de corrupção do Banestado, que DESVIOU R$ 496 BILHÕES do Brasil (US$ 124 BILHÕES X R$ 4,00 POR DÓLAR) e não foi apurado até o fim, é necessário perguntar QUEM SUSTENTA AS AÇÕES DO PT, DO PMDB E DO PSDB, MANIPULANDO O CORRUPTO SISTEMA POLITICO NO BRASIL E QUE ESTÁ SAQUEANDO NOSSO BRASIL, POR MEIO DAS INSTITUIÇÕES DITAS REPUBLICANAS, À LUZ DO DIA, UTILIZANDO A APARÊNCIA DE LEGALIDADE? 17. A resposta às perguntas anteriores está na matéria intitulada "O carry trade brasileiro feito por Londres", em anexo, divulgada em 05/03/2010, pela revista Executive Intelligence Review (EIR), 5 de março de 2010, disponível no link ftp://portugues.larouchepub.com/outrosartigos/2010/0507_brazil_carry_tra..., conforme trechos dessa matéria a seguir reproduzidos: Início da Transcrição: "Londres também se esforçou para ganhar o Brasil. O banco Santander manteve suas linhas de crédito abertas para o Brasil; e Mario Garnero, o empresário que Lord Jacob Rothschild chama de “meu quarto filho” organizou uma viagem para os Estados Unidos para o alto escalão do PT, encarregado da campanha de Lula, onde tiveram uma agenda carregada, com reuniões inclusive em Wall Street e na Casa Branca com Bush. O recado está dado: Lula é “nosso.”  “Homem do ano” O que significa “nosso”? Garnero opera desde 1975 fora da empresa que fundou e dirige até hoje, o Grupo Brasilinvest, que foi o pioneiro nas privatizações e na globalização da economia brasileira. O Brasilinvest, que se descreve como o primeiro banco mercantil brasileiro, engloba a ralé que surgiu no topo do sistema financeiro anglo-veneziano, com acionistas e dirigentes como o filho de Jacob Rothschild, Nat, o Banco Santander; o infame banco HSBC, cm sua herança da guerra do ópio; o mais antigo banco do mundo, o Banca Monte dei Paschi di Siena, da Itália; a FIAT, da família Agnelli; o sócio de Soros, Carlo de Benedetti, presidente da Companie Industriali Riunite (CIR) e o Generale Bank, da Bélgica, com sua herança de terror praticada no Congo. Em uma reportagem bajulatória, feita pela revista IstoÉ em 26/05/04, são descritas as armadilhas imperiais e as discussões que aconteceram na perdulária conferência anual do Conselho Internacional do Brasilinvest, ocorrida em Londres, sob a direção do próprio velho Jacob Rothschild e tendo como principal conferencista George H.W. Bush. Foi nela que Jacob chamou Garnero de “seu quarto filho” e que o príncipe Andrew anunciou que o Brasil seria peça chave “tendo um papel estratégico na implantação de novas relações internacionais de comércio”, com Garnero atuando como um embaixador informal do Reino Unido. Andrew elogiou Garnero como um exemplo “de como o Brasil pode liderar para aproximar ainda mais as relações comerciais entre o Ocidente e os novos mercados do Oriente.” Nessa “conferência” ainda participaram e ainda são membros da diretoria do Brasilinvest, dois empresários que também são peças chave da operação BRIC dos Rothschild: o rei do alumínio da Rússia e amigão de Nat, Oleg Deripaska, e o marajá imobiliário chinês e empresário, David Tang, da DWC Tang Development. O lacaio dos Rothschild, Garnero foi quem apresentou Lula a Deripaska.. Foi ele também que, antes da primeira viagem de Lula como presidente à China, trouxe uma delegação com a diretoria do fundo de investimentos do governo chinês – CITIC – para um encontro em Brasília com Lula, sete ministros e outros funcionários do alto escalão do governo brasileiro. Em seus sete anos de governo, Lula tem sido um joguete nas mãos dos mágicos britânicos – como a espoliação do carry trade atesta em frias cifras. Portanto, não é surpresa sua indicação por todos para “Homem do Ano”, desde o fórum internacional de mega empresários de Davos, passando pelo jornal francês “Le Monde”, até ao Royal Institute for International Affair, controlado pela Inglaterra. Para os ingênuos, a ilusão mágica de liquidez financeira na região foi mantida até há pouco tempo por uma inflada bolha imobiliária (notadamente na Espanha e Inglaterra), e, especialmente, pelo carry trade do Brasil, um esquema internacional Ponzi, que, por décadas, tem dado aos especuladores financeiros uma taxa anual de 25% de retorno no capital aplicado proveniente de uma rapinagem extrema da população brasileira e da nação. Nesse caso, o papel de mestre dos mágicos está sendo feito pela Casa Rothschild -- instalada no Brasil há mais de 200 anos. O carry trade arruinando o Brasil E qual é a fonte nominal de divisas necessária para manter viva a ilusão dos mágicos? O carry trade brasileiro. Em recentes anos passados, os bancos internacionais, como o banco Santander gerenciado pelos ingleses, tomaram emprestados bilhões de dólares do Banco Central Europeu, ou do FED (USA Federal Reserve) a baixíssimos juros de 1% ao ano. Então, transportaram esses fundos (carry) para lugares como o Brasil, onde são transformados em letras do tesouro nacional em reais, remunerados pela mais alta taxa de juros no mundo, em média 16% ao ano, nos sete anos em que o Brasil foi governado por Lula (desde 2003). A conseqüência disso é que o total de juros pagos pelo Brasil, nesta década a partir de 2000, para os compradores de bônus tanto nacionais como internacionais, atingiu a inacreditável cifra de 1,564 trilhões de reais (só juros - um valor de 870 bilhões de dólares , se atualizados ao câmbio atual) quase três vezes maior que o valor da dívida original que em 2000 era de 563 bilhões de reais. Qual é a mágica que o Brasil faz para manter tais remunerações? Na maior parte, captando mais capital para investir em mais bônus, que serão transformados depois em dívida – o clássico esquema Ponzi. Como conseqüência disso, a dívida pública do Brasil cresceu de 563 bilhões de reais em 2000 para 1,35 trilhões de reais em 2009, ou seja 782 bilhões de reais de novas dívidas. De fato, essas novas dívidas perfazem exatamente a metade dos 1,564 trilhões de reais de juros pagos. A outra metade vem do esfolamento dos brasileiros (190 milhões de pessoas) cujo consumo doméstico foi drasticamente reduzido em detrimento às exportações para conseguir caixa para pagar o débito. Como o Brasil consegue continuar atraindo tais volumes de capital estrangeiro? Em parte, oferecendo exorbitantes taxas de juros. Mas também, garantindo a valorização do real frente ao dólar, que assegura aos especuladores estrangeiros uma adicional margem em suas contas. Realmente, o dólar se valorizou em cada ano que Lula foi presidente, com exceção de 2008, quando houve a crise mundial. Continua na matéria original 18. O esquema de Londres é muito sutil. Endivida-se o país, por meio do fomento à corrupção dos partidos políticos, em geral, cooptando suas lideranças.  19. Impede-se a apuração dos fatos e a ação das autoridades, de forma que a corrupção se transforme em uma política da República Federativa do Brasil, ao longo de décadas, irrigando a economia com dinheiro fácil e barato, por meio do “carry trade”, eliminando, por completo, a gestão, profissional do Estado. 20. Quando o endividamento público federal for brutal, impagável pelas vias normais (arrecadação de impostos), como está ocorrendo, no momento, com o Brasil, busca-se, de forma DISSIMULADA e mágica, o pagamento dessa dívida para os “Parceiros de Londres”, por meio da compra de empresas estatais, do Brasil, a preço de banana, o que mais parece uma teoria conspiratória do que a realidade, não? 21. A seguir, uma descrição da família Rothschild e como construíram fortuna e poder (Fonte – Link https://pt.wikipedia.org/wiki/Fam%C3%ADlia_Rothschild), especialmente considerando a parte em negrito e sublinhado, abaixo:  Início da Transcrição A família Rothschild (Pronúncia francesa: [ʁɔt.ʃild], pronúncia inglesa: /rɒθs.tʃaɪld/, pronúncia em português: [ʁɔt.ʃild]) é uma família judia, com origem em Hamburgo, Alemanha, que estabeleceu uma dinastia bancária na Europa. Prosperou no fim do século XVIII, e chegou a ultrapassar as mais poderosas famílias bancárias rivais da época, como a família Baring e a família Berenberg. Acredita-se que quando a família estava no seu auge, no século XIX, possuía a maior fortuna privada no mundo — assim como a mais larga fortuna da Idade Moderna. Acredita-se que a fortuna subsequentemente diminuiu, pois foi dividida entre centenas de descendentes. Hoje, os negócios da família Rothschild estão numa escala muito menor que no século XIX, embora estejam envolvidos em diversos campos, incluindo: mineração, bancos, energia, agricultura mista, vinho e instituições de caridade. Os Rothschild participaram dos negócios mais dinâmicos durante a Revolução Industrial,[1] em especial a indústria têxtil, que florescia. As tecelagens mecanizadas da Inglaterra produziam tecidos de qualidade em grande quantidade. Passaram a negociar também essa mercadoria. O comércio do algodão oriundo da América do Norte para as tecelagens na Grã-Bretanha permitiu que a Casa Rothschild criasse vínculos através do Atlântico, com a florescente economia estadunidense. Diz-se que fizeram boa parte de sua fortuna no fim das guerras napoleónicas, quando tiveram conhecimento antecipado da vitória da Inglaterra e lançaram um rumor no mercado que Napoleão havia ganho a guerra. Com isto a bolsa caiu quase a zero, e os Rothschild praticamente compraram a economia inteira da Inglaterra. Quando foi dada a verdadeira notícia - a de que a Inglaterra havia vencido a guerra - os Rothschild emergiram como a família mais rica da Europa.[2] [3] Final da Transcrição 22. Assista ao vídeo intitulado "Augusto Nardes afirma que governo deixou de declarar R$ 2,3 trilhões em passivos", para compreender as análises a seguir, disponível no link https://m.youtube.com/watch?v=IrK8ER7J_K0, e as razões pelas quais é temerário abrir as torneiras do crédito para União, Estados e municípios, históricos dilapidadores de percentual importante de recursos públicos que os aplicam mal ou simplesmente os desviam. 23. Buscando delimitar a verdadeira situação das contas públicas no Brasil, para, como cidadão, melhor poder me posicionar diante de debates, incompletos, por falta de informações essenciais, produzi as análises, em anexo, que podem ser consultadas nos link’s, citados no próximo item, ONDE PODEM SER VISUALIZADAS VÁRIAS TABELAS DA DINÂMICA DE GASTOS PÚBLICOS, NO BRASIL, de 2004 a 2014, o que facilita a compreensão do tema: a) No item 19, de referida análise, temos que do total de R$ 15.748.557.917.000,90 (R$ 15,7 TRILHÕES), em gastos, diretos, do Governo Federal, realizados entre 2004 e 2014, atualizados monetariamente, o programa “XXYZ – Pessoal, Encargos Sociais e Dívida” foi responsável por 74,093% desses gastos; b) Assim, de 2004 a 2014, de cada R$ 100,00, o Governo Federal utilizou R$ 74,09 para pagar, apenas, três despesas: pessoal, encargos sociais e dívidas; c) No item nº 25 de referida análise, temos que a amortização e pagamento de juros da dívida pública federal (R$ 826,7 BILHÕES) representaram 56% do total das despesas do Governo Federal, em 2014 (R$ 1,47 TRILHÕES); d) No item 69, de referida análise, temos a demonstração da crescente paralisia do Governo Federal, por falta de recursos, quase que integralmente direcionados para pagamento das três despesas citadas anteriormente, especialmente pagamento de juros e amortização da dívida pública federal bruta; e) De 2004 a 2014, o Brasil teve 706 programas, mas deste total, apenas, 262 programas, continuam vigentes, em 2014; f) houve redução de 63% na quantidade de programas, no Brasil, de 2004 a 2014, como decorrência, lógica, da falta de recursos públicos, cada vez mais comprometidos com o pagamento de amortização e juros da dívida pública federal e salários e encargos de servidores públicos. g) No item nº 29, de referida análise, temos que a “Dívida Pública Federal Bruta” era de R$ 1.971.590.391.400,00 (R$ 1,9 TRILHÕES), em 2001, e saltou para R$ 3.466.519.331.480,00 (R$ 3,4 TRILHÕES), em 2014, acréscimo de R$ 1.494.928.940.080,00 (R$ 1,4 TRILHÕES), de 2001 a 2014, ou 76%, no período, em valores corrigidos monetariamente, ou seja, trata-se de crescimento real da “Dívida Pública Federal Bruta”, sem os efeitos inflacionários. Análises constantes dos itens 14 a 17 da "Parte 1" h) Porque há sobra de caixa, no valor de R$ 937.726.261.364,95 (R$ 937,7 BILHÕES), valores de 2004 a 2013, sem correção monetária, e R$ 1.206.814.260.584,52 (R$ 1,2 TRILHÕES), valores de 2004 a 2013, com correção monetária? i) Resposta: por que o total de gastos diretos, do Governo Federal, em 2013, não é de R$ 12.198.072.173.459,50 (R$ 12,1 TRILHÕES), mas referidos gastos são de, pelo menos, R$ 13.428.736.389.705,60 (R$ 13,4 TRILHÕES), que é resultado da soma dos gastos de R$ 12.198.072.173.459,50 (R$ 12,1 TRILHÕES), registrados no Portal da Transparência, mais os gastos do programa “XXYZ - Pessoal, Encargos Sociais e Dívida”, no valor de R$ 1.230.664.216.246,05 (R$ 1,2 TRILHÕES), omitidos do Portal da Transparência, que é o valor de referida despesa que estimamos para 2013 como sendo o mesmo valor de gastos com referido programa em 2012. Portal da Transparência - Gastos Diretos do Governo Federal - Série Histórica - Por Programa - 2004 a 2014 - Programa de Despesa “XXYZ - Pessoal, Encargos Sociais e Dívida”: Nº Ano    Total da Despesa 4472º 2004       702.926.715.522,064473º 2005       854.509.237.367,944474º 2006       901.339.347.098,434475º 2007         890.131.439.655,864476º 2008           867.619.047.262,074477º 2009           993.258.602.979,734478º 2010           920.915.380.104,044479º 2011       1.143.172.678.007,904480º 2012       1.230.664.216.246,050000º 2013         Débitos omitidos0000º 2014        Débitos OmitidosTotal             2004/2014  12.198.072.173.459,50 Fonte - Link: http://www.portaltransparencia.gov.br Nota: Dados de 01/2014 a 10/2014 j) Em conclusão, em 2013, não houve sobra de caixa, pois o Governo Federal torrou todos os recursos disponíveis. k) Se não houve erro na divulgação dos dados pela Controladoria Geral da União, no Portal da Transparência, ou erros materiais, de cálculo ou de interpretação deste analista, se os dados do programa “XXYZ - Pessoal, Encargos Sociais e Dívida” não estivessem faltando, também, em 2014, o total dos gastos, acumulados, até 2014, seria de R$  14.659.400.605.951,70 (Premissa Conservadora: “XXYZ - Pessoal, Encargos Sociais e Dívida” de R$ 1.230.664.216.246,05, em 2013, e de R$ 1.230.664.216.246,05, em 2014) e não de R$ 12.198.072.173.459,50). 24. Portanto, em 2013 e 2014 existe diferença de R$ 2,4 TRILHÕES nos números divulgados pelo Portal da Transparência. 25. Gastos Governo Federal – Série Histórica – 2004 a 2014 – Contas Nacionais – Análise Integrada – Situação Atual – Tendência de Descontrole: a) Parte 01 - Link http://rogerounielo.blogspot.com.br/2015/01/gastos-governo-federal-serie-historica.html  b) Parte 02 - Link http://rogerounielo.blogspot.com.br/2015/01/gastos-governo-federal-serie-historica_21.html  c) Parte 03 - Link http://rogerounielo.blogspot.com.br/2015/01/gastos-governo-federal-serie-historica_64.html  26. Essas análises foram produzidas por meio da utilização de dados oficiais, extraídos do “Portal da Transparência”, mantido pela Controladoria Geral da União-CGU, disponível no link http://www.portaltransparencia.gov.br/  27. O TCU identificou inconsistências graves, conforme matéria a seguir reproduzida: “O governo fraudulento e o rombo de R$ 2,3 trilhões que 'não foi contabilizado' 09/10/2015 Fonte - Link http://folhacentrosul.com.br/brasil/9084/o-governo-fraudulento-e-o-rombo-de-r-2-3-trilhoes-que-nao-foi-contabilizado  Outro tremendo apontamento feito pelo Ministro Augusto Nardes, durante sessão do TCU que reprovou as contas do governo Dilma, mostrando que o governo roubou o próprio povo e que agora quer inventar outra história>>> Assista ao vídeo intitulado "Augusto Nardes afirma que governo deixou de declarar R$ 2,3 trilhões em passivos" - Link https://m.youtube.com/watch?v=IrK8ER7J_K0  Final 28. Importante considerar que o crescimento do pagamento de juros, pelo Brasil, está na raiz Projeto de Lei nº 555, de autoria do senador Tarso Jereissati (PSDB-CE), bem como as advertências contidas na Matéria intitulada “Já é matematicamente impossível liquidar a dívida nacional dos EUA”, em anexo, divulgada, em 07.02.2010, no site http://resistir.info/eua/divida_eua.html, temos, em especial a parte em que o Sistema Financeiro faria os pais verem seus filhos acordarem algum dia sem pátria, processo que, infelizmente, está em andamento no Brasil: Início da Transcrição Como se vê, isto é o que todo o Sistema Federal de Reserva foi concebido para fazer. Foi concebido para vagarosamente drenar a riqueza maciça do povo americano e transferi-la para a elite dos banqueiros internacionais. Trata-se de um jogo concebido de modo a que o governo dos EUA não possa vencer. Tão logo eles criem mais moeda pela assunção de empréstimos, ogoverno dos EUA deve mais do que foi criado por causa dos juros. Se você deve mais dinheiro do que alguma vez foi criado você não pode reembolsá-lo. Isto significa dívida perpétua enquanto o sistema existir. É um sistema concebido para forçar o governo estado-unidense a montantes de dívida sempre crescentes porque não há escapatória.  Naturalmente, se houvéssemos escutado o nosso muito sábio pai fundador, Thomas Jefferson, poderíamos ter evitado esta confusão colossal... "SE O POVO AMERICANO ALGUMA VEZ PERMITIR AOS BANCOS PRIVADOS QUE CONTROLEM A EMISSÃO DO SEU DINHEIRO, PRIMEIRO PELA INFLAÇÃO E DEPOIS PELA DEFLAÇÃO, OS BANCOS E CORPORAÇÕES QUE CRESCERÃO EM TORNOS DELES (EM TORNO DOS BANCOS) PRIVARÃO O POVO DA SUA PROPRIEDADE ATÉ QUE OS SEUS FILHOS ACORDEM SEM LAR NO CONTINENTE QUE OS SEUS PAIS CONQUISTARAM". Mas nós não os ouvimos, não é? Nós podíamos resolver este problema encerrando o Federal Reserve e devolvendo o poder de emitir a divisa estado-unidense ao Congresso dos EUA (o que é aquilo que a Constituição dos EUA estabelece). Mas os políticos em Washington D.C. não estão prontos para fazer isso. Assim, a menos que esteja desejoso de mudar fundamentalmente o sistema actual, você pode bem deixar de se queixar acerca da dívida nacional dos EUA porque agora é matematicamente impossível liquidá-la. O original encontra-se em theeconomiccollapseblog.com Este artigo encontra-se em http://resistir.info/.” Final 29. Ninguém tem vontade política e força política para fazer o "ajuste fiscal" verdadeiro, qual seja, acabar com a corrupção de aplicar os recursos públicos de acordo com interesses pessoais e eleitoreiros de políticos e partidos políticos, o que fez a dívida pública bruta saltar de R$ 192 BILHÕES, em 1994, para R$ 3,5 TRILHÕES, em 2010, com pagamento de R$ 1,5 TRILHÕES em JUROS, nos últimos 10 anos, dinheiro que "sumiu", deixando apenas contas para serem pagas pelo país, pelos brasileiros e suas famílias, por meio do crescimento exponencial da carga tributária. 30. Ou seja, o Brasil se endividou em R$ 5 TRILHÕES (R$ 3,5 TRILHÕES da dívida pública + 1,5 TRILHÕES em JUROS pagos), nos últimos 10 anos, com o sistema político brasileiro se beneficiando, IRRESPONSAVELMENTE, a rodo, com dinheiro fácil de encontrar e de ser desviado de aplicações produtivas que gerassem receitas para pagar essa divida enorme. 31. Um histórico de déficts, crescentes e permanentes, nas contas públicas, brasileiras, APESAR DA EXISTÊNCIA DA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, comprova a teoria conspiratória, que só é possível perceber depois que analisamos o quadro histórico GLOBAL, em especial um modelo político que foi fragmentado, de propósito, para que a Governabilidade e o entendimento, nacionais, em torno de um projeto, nacional, qualquer, não tenha a mínima condição de proposperar. 32. O impeachment da Presidente Dilma Roussef e o "cerco a Lula" são distrações criadas pelo Sistema Financeiro Internacional, SEM O CONHECIMENTO DO PT, DO PMDB e do PSDB, MEROS JOGUETES, DESCARTÁVEIS, NO JOGO DO PODER POLÍTICO, FINANCEIRO E ECONÔMICO MUNDIAL, para desviar a atenção da população, brasileira, em geral, da realidade (brutal espoliação financeira e econômica do Brasil e dos Brasileiros e suas famílias), buscando criar uma luta de classes, que não existe, em todos os países da América Latina como ocorre, por exemplo, na Venezuela, destroçada pela crise econômica, gerada pelo modelo imposto por Londres, a todos os países da América Latina, em especial nos países "dominados pelo Foro de São Paulo", comandado por Londres, buscando manter tenção social, alienante da população e dos partidos políticos, em geral, que funciona muito bem, diga-se de passagem. 33. É importante perceber que ocorrem dois movimentos simultâneos que vão colapsar as estruturas atuais de poder político, econômico e financeiro. O primeiro é o “estouro da bolha” de derivativos, em função do excesso de liquidez em relação à economia real. O segundo, é o crescimento da importância dos países emergentes na formação da riqueza mundial. Conforme matéria intitulada “Emergentes terão 52% do PIB em 2015”, em anexo, divulgada em 28/09/2010, pelo Valor On-Line, disponível no link http://www.aviculturaindustrial.com.br/noticia/emergentes-terao-52-do-pi..., temos: “Os países emergentes terão um peso maior do que os desenvolvidos na economia mundial antes de 2015, segundo o Banco Mundial.  Embora não tenham se descolado completamente dos países ricos, cujas economias estão estagnadas, os emergentes seguirão trajetória de forte crescimento nos próximos anos.  Em 2009, eles respondiam por 46% do Produto Interno Bruto mundial e os desenvolvidos, por 54%. Em 2015, as economias emergentes terão uma fatia de 52%. "Os países emergentes surgiram para resgatar a economia mundial", afirma o brasileiro Otaviano Canuto, vice-presidente de redução de pobreza e gerenciamento econômico do Bird.”. 34. A CONJUGAÇÃO DA NOTÍCIA DE QUE OS PAÍSES EMERGENTES TERÃO 52% DO PIB EM 2015 E, MUITO PROVAVELMENTE, ESSE PERCENTUAL SERÁ BEM MAIOR NOS PRÓXIMOS 25 (VINTE E CINCO) ANOS, COM A NOTÍCIA DE QUE, EM POUCO TEMPO, TEREMOS O “ESTOURO DA BOLHA” DE DERIVATIVOS, AFUNDANDO AS ECONOMIAS DOS PAÍSES DESENVOLVIDOS EM PROFUNDA RECESSÃO E GRAVES PROBLEMAS ECONÔMICOS E SOCIAIS, GERA UMA ESTRANHA INTERPRETAÇÃO NO MEU ESPÍRITO CRÍTICO, OU SEJA, AS GRANDES POTÊNCIAS DO MUNDO, QUE PASSARAM ANOS ACUMULANDO CAPITAL E RIQUEZAS E SE BENEFICIANDO DAS POTENCIALIDADES DA ECONOMIA MONETÁRIA, QUE CONTROLAM, ATUALMENTE, A ECONOMIA MONETÁRIA E A DISTRIBUIÇÃO DOS SEUS BENEFÍCIOS, SERÃO OS GRANDES PREJUDICADOS COMO DECORRÊNCIA DA SUA ESTRATÉGIA DE GLOBALIZAÇÃO QUE ESSAS MESMAS GRANDES POTÊNCIAS IMPLEMENTARAM?  35. O SEU ESPÍRITO, A EXEMPLO DO MEU, ACREDITA QUE GRANDES POTÊNCIAS, QUE SE ENVOLVERAM EM DUAS GUERRAS MUNDIAIS PELA DISPUTA DO PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO FICARÃO INERTES DIANTE DO QUADRO ACIMA E SAIRÃO PERDENDO DESSE JOGO, SEM NEM AO MENOS TENTAR REAGIR PARA DIMINUIR O SEU PREJUÍZO E MANTER O PODER TÃO DURAMENTE CONQUISTADO AO LONGO DE SÉCULOS DE LUTAS SANGRENTAS, BATALHAS E GUERRAS?  36. Lembremo-nos de que o ego humano ainda apresenta lógica irracional, apesar de todo o desenvolvimento tecnológico. Conforme matéria intitulada “Mortos em Guerras ao Longo do Tempo”, divulgada em 24/03/2008, disponível no link http://dgraca.wordpress.com/2008/03/24/mortos-em-guerras-ao-longo-do-tempo/, o extermínio de seres humanos, por meio das guerras, no mundo, cresce constantemente, conforme os números a seguir (Fonte: Relatório do Desenvolvimento Humano do PNUD-ONU, 2005, pág. 175):  “no século XVI, 1.600.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 0,32% da população mundial estimada, na época, em 493.300.000; no século XVII, 6.100.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 1,05% da população mundial estimada, na época, em 579.100.000; no século XVIII, 7.000.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 0,92% da população mundial estimada, na época, em 757.400.000; no século XIX, 19.400.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 1,65% da população mundial estimada, na época, em 1.172.900.000; no século XX, 109.700.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 4,35% da população mundial, estimada em 2.519.500.000.”." 37. Os números impressionam. Do século XVI ao século XIX, 34.100.000 (trinta e quatro milhões e cem mil) seres humanos foram mortos em guerras, no mundo. Só no século XX, 109.700.000 (cento e nove milhões e cem mil) seres humanos foram exterminados pelas guerras -- em 100 (cem ) anos os homens mataram, em guerras, mais do que nos 400 (quatrocentos anos) anteriores --, apesar do crescimento econômico, apesar dos meios de comunicação, apesar dos avanços tecnológicos, apesar de as religiões, no mundo, pregarem o amor a Deus e o respeito ao próximo. Apesar de todos esses “esforços”, o número de vítimas, inocentes, do ego humano continua a crescer. 38. COM BASE NAS INFORMAÇÕES ACIMA, PODEMOS EXTRAIR, UTILIZANDO OS MAIS MINUCIOSOS DETALHES, QUE O GRUPO QUE COMANDA O CAPITAL ESTRANGEIRO SEMPRE SE UTILIZOU DE TRÊS ESTRATÉGIAS PARA FAZER A DEMOCRACIA E A ECONOMIA DE MERCADO, NO MUNDO, PROSPERAREM A BENEFÍCIO DE UMA PEQUENA ELITE, NÃO MUITO MAIOR DO QUE 200 (DUZENTAS) PESSOAS, ENVOLVENDO GRANDES ORGANIZAÇÕES: a) Criar e corromper uma elite dominante no país onde será implementada a economia de mercado baseada na democracia e nos conceitos econômicos de Adam Smith; b) Quando a corrupção não surte o efeito desejado, busca-se a desestabilização do governo que se opõe ao interesse do capital estrangeiro e se a desestabilização não surte o efeito desejado simplesmente mata-se o político ou políticos que se opõem ao interesse desse capital; c) O último recurso utilizado é a guerra para desestabilizar a economia do país ou região, de forma que as grandes corporações possam, no segundo momento, participar da reconstrução do país ou região; d) Além disso, o capital estrangeiro se utiliza do expediente de conceder os créditos para financiar o desenvolvimento dessa economia, mediante o pagamento de juros. 39. Portanto, caros brasileiros, não sejam as “virgens do puteiro”, achando que tudo o que está acontecendo, no Brasil, é mera obra do acaso e fiquem sabendo que nós, no Brasil, fomos enganados, nos deram corda (DINHEIRO EM ABUNDÂNCIA), para nos enforcarmos e, infelizmente, o país caiu direitinho na armadilha do ego humano, exaltado, e cego pelo poder, dinheiro, riquezas e domínio sobre os demais países do mundo. 40. No fundo, no fundo, o Sistema Político brasileiro e o Sistema Financeiro Internacional não querem mudança nenhuma, o PMDB finge que quer o poder etc. etc., pois em “time que está ganhando, há varias décadas”, não se mexe, mas essa estrutura política, econômica e financeira não se sustenta mais, na América Latina, como era o desejo de Londres, por que com o caos econômico, financeiro e social, fragiliza-se todos os países da América Latina, ao mesmo tempo e, dessa forma, fica mais fácil, primeiro comprar, bem baratinho, suas principais empresas nacionais para, depois, forçar que referidos países, em sérias dificuldades, concordem em aderir a blocos econômicos, apesar do acordo prejudicar os interesses desses países e beneficiar, apenas, os que comandam as ações estratégicas, de forma quase invisível. 41. Para colocar o Brasil em ordem, novamente, seria necessário fazer muitas coisas que prejudicariam TODOS os políticos e partidos políticos que estão no poder na União, Estados e municípios, pois seriam "prejudicados" em seus interesses particulares no uso de recursos públicos (perderiam o poder de utilizar os recursos públicos em proveito próprio). 42. Ninguém quer perder a "teta", da mutreta, que gera riqueza para poucos espertos em prejuízo de milhões de pessoas de um país inteiro. 43. A conta não fecha, o custo do ajuste será enorme e o tempo está acabando. 44. "Que políticos e partidos políticos não se sintam injustiçados, quando suas casas e carros forem incendiados e suas vidas e as vidas de seus familiares forem ameaçados por milhões e milhões de pessoas sem emprego, renda e comida na mesa, onde pais de família serão humilhados dentro de suas casas, vendo seus filhos passarem fome, pois a lei da causa e do efeito nunca falha e no momento de descontrole social pedirão eles próprios (os políticos) a intervenção constitucional das Forças Armadas". 45. Início da Transcrição: PL-555 ameaça patrimônio de R$ 4,5 tri do povo brasileiro Só no âmbito federal, são 140 estatais, com patrimônio líquido de R$ 611,7 milhões, que poderão passar às mãos do mercado. 07/02/2016 - Copyleft Fonte - Link http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/PL-555-ameaca-patrimonio-de-R$-4-5-tri-do-povo-brasileiro/4/35454  Najla Passos O Brasil possui hoje, só no âmbito federal, 140 empresas estatais que empregam 538.436 trabalhadores e têm seus ativos totais avaliados em R$ 4,5 trilhões, conforme os últimos dados consolidados pelo Ministério do Planejamento (MP), em dezembro de 2014. Só o patrimônio líquido dessas estatais é de R$ 611,7 milhões. Um patrimônio do povo brasileiro ameaçado pela cobiça do mercado.   São estatais de porte, atuação e até imagem consolidada diversas. Entre elas está a Petrobrás, gigante do petróleo mundial envolvida em escândalos de corrupção, mas também está a conceituada Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), referência internacional no desenvolvimento de tecnologia para a produção de alimentos saudáveis. Estão também agentes consolidados do sistema financeiro, como o Banco do Brasil (BB), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco da Amazônia (Basa) e a Caixa Econômica Federal (CEF). E, ainda, empresas de atuação em outras áreas de importância estratégica para o país, como Eletrobrás, Telebrás e Correios. Essas estatais também têm natureza jurídica diferentes. Há empresas públicas, cujo controle é todo do estado, mas também há as empresas de capital aberto, cuja parcela minoritárias das ações já está nas mãos de investidores privados. No entanto, estas últimas ainda são minoria. Das 140, apenas nove negociam ações em bolsas: Petrobrás, BB, BB Seguridade, Basa, Bndespar, Eletrobrás, Eletropar, BNB e Telebrás. É justamente essa realidade que o Projeto de Lei (PL) 555/2015 quer mudar. De autoria do senador Tarso Jereissati (PSDB-CE), a proposta visa entregar ao mercado, em uma só tacada, parcela significativa de todas as estatais brasileiras, o que inclui não só essas 140 empresas administradas pelo governo federal, mas também às dos estados, municípios e do Distrito Federal. Conforme o texto do projeto, as estatais deverão manter em circulação no mercado pelo menos 25% das suas ações ordinárias. Pelo menos. O projeto, portanto, propõe uma retomada da política entreguista executada pelo governo Fernando Henrique Cardoso nos anos 1990, que vendeu ao capital internacional – a preço de banana, como denunciava à época o jornalista Antônio Biondi – valiosos patrimônios brasileiros, como a Companhia Vale do Rio Doce. Mas é uma retomada com nova roupagem, dado o evidente insucesso da política anterior que, de tão escrachada, naufragou ao propor, por exemplo, que a Petrobrás fosse rebatizada de ‘Petrobrax’ para agradar o mercado internacional. O discurso que justifica tamanho disparate, hoje, está amparado na luta contra a corrupção, usado em larga escala, inclusive, por quem mais se beneficia dela. Ao mercado, tudo! E não é só isso. O projeto também condiciona a direção das estatais brasileiras a um pequeno grupo de executivos com formação, visão e experiência de mercado. Proíbe, por exemplo, que ministros e ocupantes de altos cargos públicos, sindicalistas ou cidadãos com filiação partidária (em um país que se diz democrático) ocupem cadeiras nos conselhos das empresas. Pela proposta, esses cargos ficam reservados exclusivamente a pessoas com comprovação de 10 anos de mercado, o que acaba por excluir também acadêmicos e intelectuais de notório saber. Dentre todas as mudanças propostas pelo projeto, a mais grave é a que altera a função social das estatais, hoje definida a partir de uma atuação em prol do bem-estar da população brasileira. Pelo projeto tucano, a atuação das estatais deve ser balizada única e exclusivamente pelos interesses do mercado. Se aquela agência-barco da CEF que percorre a Amazônia não dá lucro, que seja fechada. Danem-se os ribeirinhos que a têm como a única opção de acesso ao sistema financeiro! O cordão da direita Embora o texto do projeto tenha sido gestado em ninho tucano, com a contribuição pública do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o apadrinhamento do senador José Serra (PSDB-SP), ele também agrada aos setores do PMDB mais capturadas pelo mercado – que, é sempre bom lembrar, não  são poucos. Incluído na Agenda Brasil proposta pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também caiu nas graças do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A dupla de peemedebistas investigada pela Operação Lava jato aprovou uma comissão especial mista, formada por membros das duas casas, para avaliar o projeto em tempo recorde e, em menos de três meses, disponibilizá-lo para votação. Com isso, o projeto não tramitou pelas comissões usuais do Senado e da Câmara e o debate público em torno do tema ficou totalmente comprometido.   Agora, servidores dessas estatais e as centrais sindicais de luta do país se mobilizam para tentar barra-lo. Mas a luta é inglória. O presidente do Senado já anunciou que colocará o projeto em votação na terça (16), imediatamente após o retorno da casa do carnaval. Fragilizado pelas crises política e econômica, o governo não tem empreendido os esforços mínimos necessários para derrotá-lo. Ao contrário. Há grupos do próprio governo que apoiam o PL-555/2015. Créditos da foto: ABr Fim Atenciosamente, Brasília-DF, Brasil, 08/02/2016 ΣEMΣ EIAAM ABPAΣA“O Sol Eterno Abrasax”, o Sol Central Espiritual” CENTRO CIENTÍFICO UNIVERSAL PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE CONSCIÊNCIA CÓSMICA NO PLANETA TERRA, POR INTERMÉDIO DA CONSCIÊNCIA CRÍSTICA “SÓ A FRATERNIDADE E UNIÃO ENTRE OS SERES HUMANOS, DO MUNDO, PODERÁ RESOLVER OS PROBLEMAS SOCIAIS, AMBIENTAIS, ECONÔMICOS, FINANCEIROS E DE RELACIONAMENTO, DO PLANETA TERRA. NÃO HÁ IDEOLOGIA SUPERIOR À FRATERNIDADE UNIVERSAL” "O Ser Supremo protege os fracos, impede que os fortes exacerbem o mau do seu egoísmo, em prejuízo ainda maior  dos fracos e  também protege os próprios egoístas do seu próprio egoísmo, pois ama todas as criaturas da mesma maneira." “quando os bons não se apresentam ao campo de batalha a vitória da injustiça é justa.”. “O poder que os homens possuem, no Planeta Terra, serve para nos ensinar que o maior PODER DO MUNDO é o PODER de dominar-se a si mesmo, que é um PODER MENOR, que te leva ao PODER MAIOR, QUE É NÃO TER PODER ALGUM, QUE É O MAIOR DE TODOS OS PODERES”. “ADOREMOS O PAI UNIVERSAL! SAUDEMOS O SER SUPREMO! Rogerounielo Rounielo de FrançaAdvogado - OAB SP 117.597Pós-Graduado em Direito Público pela Faculdade FortiumMestre Maçon - Loja Areópago de Brasília nº 3001Mestre Maçon - Loja de Pesquisas Maçônicas do GODF nº 3994 Grande Oriente do Brasil-GOBGrande Oriente do Distrito Federal-GODFMestre. Loja Uversa nº 5.342.482.337.666. Filiada ao Grande Oriente de Uversa, jurisdicionada pelo Sétimo Grande Oriente Super-Universo Orvônton, vinculado ao Reino Estelar do Universo dos Universos do Tempo e do Espaço (Ilha do Paraíso). Especialista em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas-FGVParticipante do Centro Espírita André Luiz-CEALFuncionário do Banco do Brasil S.A. - Diretoria de Micro e Pequenas EmpresasBlog: http://rogerounielo.blogspot.com Final  

Seu voto: Nenhum
imagem de Luiz Soarez
Luiz Soarez

Desinformacao

Bem, estava lendo um texto bem interessante num site de defesa e lembrei da campanha anti-Lula, anti Othon, anti Brasil... ... ... A DESINFORMAÇÃO A Internet, independente de suas virtudes e dos inestimáveis serviços que presta à humanidade, se transforou num labirinto de dados e informações duvidosas – uma mistura insossa de assuntos sérios com enganação barata, meias-verdades, exageros de toda ordem e forma, pontos de vista politicamente enviesados e, até, mentiras sinceras. Por assim dizer, a Internet enseja a oportunidade permanente para o vicejar da desinformação, por ser livre de controles mais rigorosos, o que favorece a clandestinidade e impunidade dos seus patrocinadores. A rede pode facilmente enfeitiçar gente que não está nem aí sobre a verdade dos fatos, mas que se interessa, e muito, apenas pelo efeito do que se publica na Web. Cabe lembrar aqui o que já dissera Goebbels, Ministro da Comunicação da Alemanha Nazista – quanto maior e mais repetida a mentira, mais ela sugestiona e contamina.

Com isso tudo acontecendo já dá para estimar que a Internet tenha se convertido na maior fonte global de desinformação, em qualquer nível, individual, corporativa, estatal ou transnacional.

http://www.defesanet.com.br/inteligencia/noticia/21443/Desinformacao---M...

Seu voto: Nenhum
imagem de altamiro souza
altamiro souza

esses procuradores estão

esses procuradores estão usando a sua enciclopeida de infamias

para derrocar a esquerda e o governo popular e interfeir e influencias

nas eleições de 2016 e de 2018...

Seu voto: Nenhum
imagem de Álvares de Souza
Álvares de Souza

O que  está por tras disso

O que  está por tras disso tudo é o engajamento de todo o judiciário na universalização da perenização do corporativismo, que é a sua marca, de modo a assegurar, continuamente, benesses que irão lhe conferir a condição de casta suprema, absoluta, que reinará sobre as demais por todos os séculos, amém.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de era republicana
era republicana

o brasil tá preociupado com o

o brasil tá preociupado com o desvio do dinheiro público

mas os procuradores aí  só pensam no seu pelo púbico -

os pentelhos de sempre da direita patrimonialista

enchendo o saco da maioria.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Porque será que o PT não exige a saída do Cardozo?

Porque será que o Deputado Pimenta, do PT, da Comissão de direito humanos da Câmara, não disse nada sobre o Carsozo, quando foi impedido de ver as condições da carceragem da esposa do Nardoni? 

O que se esconde atráz desta omissão do PT e de muitos outros que parecem que tem medo do Cardozo?   Ele é o responsável pela atuação da PF.  O seu discurso na posse dos novos policiais nào deixa dúvida de que a PF age segundo suas orientação. 

Às vezes eu penso que seria melhor a saída de Dilma e Temer e convocar novas eleiçòes. 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Ugo
Ugo

parece, mas é troll

De mansinho nada diz e afirma, enfim um testa da cavolo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A verdade é que essa

A verdade é que essa ingerência política por parte dos procuradores está ampliando a crise econômica, criando um clima de instabilidade política e o consequente  aumento na taxa de desemprego. Grande empresa brasileira na área de construção de infraestrutura está demitindo e transferindo sua sede para Espanha por não encontrar mais condições de trabalhar no país.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

webster franklin

O tesouro vazio e o salário dos engomadinhos

Até quero ver quando estes engomadinhos que nunca pregaram um prego numa barra de sabão, verem seus polpudos salários sendo corroídos face ao esvaziamento do tesouro nacional, se bem que FHC tem enchido a pouca para mostrar isso(tesouro vazio) como um meio de solapar os programas sociais e  assim derrubar Dilma. Fico só assunto a oposição elogiar a honestidade de Dilma, nós é que sabemos que isso ocorre pq no momento o alvo é Lula mas, tão logo este seja eliminado da cena política, o alvo será Dilma que, de honesta passará a ser pintada como corrupta, assim, na lata, da noite pró dia, com todos os meios de comunicação focado nesse mantra durante as 24 horas do dia. Até parece que não conhecemos esses hipócritas de plantão.

 "E assim vemos demissões em massas nos estaleiros, construtoras, empresas químicas, diminuição da participação de multinacionais brasileiras no exterior e de sua participação em projetos de parceria público-privadas. As ações de algumas delas estão desabando. E as tentativas de acordo de leniência, para as empresas funcionarem colaborando com as investigações, sofrem ataques de procuradores e tribunais de contas. O passo seguinte seria parar o BNDES, que hoje é maior que o FMI, um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo. Acabar com o investimento em meio a uma interminável investigação eivada de parcialidades como a Lava Jato. Destruindo a economia, elevando o desemprego, forçando ao corte de ações sociais, pensam chegar a 2018, caso não golpeiem antes, com Dilma desmoralizada, deixando ao povo a única salvação: votar na oposição." (Fernando Branquinho) 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

imagem de Hccoelho
Hccoelho

E a corrupção

E estes marajás diziam que iam atacar a corrupção e se mistraram eles mesmos corruptos até a alma.

Bandidos da pior espécie.

E a corrupção livre e solta.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Maria Silva
Maria Silva

Quando começarem a importunar as Forças Armadas

Quando os delirantes procuradores começarem a importunar as Forças Armadas, quero só ver onde essa "investigação" vai parar ...

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Juízes, PGR e delegado.

Quando todos eles morrearam o diabo  estará de braços abertos para recebê-los

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Dilma tem que sair.

Não adianta mais a Dilma tem que sair, não tem como mais governar desse jeito.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Paulo Expedito
Paulo Expedito

Vamos colocar o Temer, o

Vamos colocar o Temer, o Eduardo Cunha, o Renan, o Aecio, quem mesmo?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Ugo
Ugo

parece, mas é troll

Ixperto, o mal está apenasmente na Dilma, os beatos do psdb devidamente blindados estão feitos chupins esperando os indignados leitores das vejas sairem às ruas e agirem. Mais um beato testa da cavolo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de servidor publico
servidor publico

Realmente avacalhou geral.

Realmente avacalhou geral. Casa-da-Mãe-Joana jurídica manifesta, sem nenhum pudor.

Os camaradas da Andrade Gutierrez foram soltos DE PREVENTIVA (para irem para prisão domiciliar, com tornozeleira) após fazerem delação. Ou seja, essa outra QUADRILHA DO MPF, POLÍCIA FEDERAL E MORO (agora escrevo assim, eles são réus confessos), tão bandida ou mais que os presos na Lava-Jato, perdeu todo o pudor. Prendem para arrancar confissão e nem disfarçam.

Que hora da xepa, meus caros...

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de servidor publico
servidor publico

Realmente avacalhou geral.

Realmente avacalhou geral. Casa-da-Mãe-Joana jurídica manifesta, sem nenhum pudor.

Os camaradas da Andrade Gutierrez foram soltos DE PREVENTIVA (para irem para prisão domiciliar, com tornozeleira) após fazerem delação. Ou seja, essa outra QUADRILHA DO MPF, POLÍCIA FEDERAL E MORO (agora escrevo assim, eles são réus confessos), tão bandida ou mais que os presos na Lava-Jato, perdeu todo o pudor. Prendem para arrancar confissão e nem disfarçam.

Que hora da xepa, meus caros...

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Egomet Leão
Egomet Leão

A Ação Política dos Procuradores Pró-Impeachment

Eu me pergunto por que esses poucos "procuradores" (e juízes) do Paraná, de São Paulo e do Distrito Federal se supõem acima da Justiça? E esse pessoalzinho da Policia Federal que lhes serve de moleques-de-recado também. São tão parvos ou enlouquecidos que se imbecilizaram, supondo que a sua platéia irá vibrar irracionalmente para sempre?   

É bem verdade que nossa OAB, as Associações de Magistrados, o Conselho da Magistratura... nunca se servem de sua força e capacidade de intervir em situações tão claramente sujas, imbecis e inaceitáveis política e judicialmente; mas já passou da hora de acordarem para isso. E, ao invés de vez por outra emitirem nota de censura, abram Processos Administrativos e/ou Judiciais que lhes apontem a todos os maus servidores o olho-da-rua.. 

Não seria em nada censurável - ao contrário - e é até de se louvar que essas instituições tomassem as medidas que podem ser tomadas, porque o País espera que aconrteçam, e processem esses fanfarrões em conjunto , apertando-lhes o cerco judicial legal e de Direito, até que sejam demitidos a bem do Serviço Público e instados legalmente para repor os prejuízos que suas ações destorcidas e tornadas indecentes e mal-intencionadas geraram ao Brasil.

Não se pretende aqui dizer que não existam mafeitos que devam ser punidos, até porque estão sendo, mas não se pode admitir que as tais autoridades, em seus descaminhos tentem fazer de uma causa justa a razão de apropriação para encobrir as suas práticas mais sujas de politicagem e exibicionismo, prejudiciais ao País, a sua Indústria e, principalmente, à Petrobrás.

Seu voto: Nenhum
imagem de MARCOS F.L.
MARCOS F.L.

Aos descontentes da justiça

Aos descontentes da justiça federal 200 mil de salário para juiz e auxílio-moradia de 9.000 estã bom para vocês?

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de MARCOS F.L.
MARCOS F.L.

Por que esses procuradores

Por que esses procuradores deuses alta casta do serviço público sanque azul de gordos salários não vão investigar O SIVAM??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Afrânio
Afrânio

f 16

Pois é ????

      Aquisição de caças junto com técnologia.....   Louvável !...... Mas,....não resolve o problema!!!!   Solução estratégica de defesa duvidosa e assustadora se num momento de conflito.

      Solução !

      Oferece 100 milhões de dolares ano para locação (ou leasing) ao Putin para a seção de 50 Fulkrum ou ao Obama

      por 40 F 16 que estão apodrecendo no deserto de nevada, e o problema tava resolvido em 2 meses e estariamos muito bem armados.

      Agora teremos uma força aerea meia boca em 2020.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Não aceitariam

  Nem mesmo propuseram.

  Leasing de aeronaves foram fornecidos ao Brasil, o conhecido no mercado como " fly away leasing", pelos suecos ( Gripens A/C/D ) e por Israel ( Kfir C-10 ), outras ofertas foram feitas, varias, até Mirages 2000 - 5 gregos, e no caso F-16, os MLU holandeses, adquiridos posteriormente pelo Chile. 

   Quanto aos estocados pela USAF no 309th AMARG, F-16 C/D - séries 20 a 30, nunca houve interesse do governo americano em vende-los ao Brasil, varias comissões nossas lá estiveram a convite, mas a DSCA/FMS foi pressionada pela Boeing, a não aprovar qualquer venda de aeronaves usadas ao Brasil, afinal a expectativa de manutenção da linha de produção do F-18 E/F/G, era mais interessante do que a venda.

    Já os russos, a Rosoboronexport, ofereceu leasing de aeronaves como Migs -29 ( 9.13 ) de 1a série, ou SU-27, tb. de primeiras séries, desde que compromissados a aquisição de aeronaves SU-35 S.

    

Seu voto: Nenhum (1 voto)

junior50

Caro Junior

No FX1 foi oferecido o F16 block 50 e o Mirage 2000 -5 ao governo Brasileiro. Isto foi ainda na era FHC, sem pacote de transferência que eu lembre. Na era Lula os americanos ofereceram o F18 E e os Franceses o Rafale. Também os americanos não dispuseram o pacote de transfereñcia de tecnologia. Apenas os franceses???? e suecos disponibilizaram. Lula só não fechou com a França, acho, pela trairagem no acordo Irã. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

FX-1

    No FX-1 os termos licitatórios eram diferentes, não abrangiam ToT, mas apenas que as empresas fornecedoras tivessem uma correspondente brasileira visando a montagem local, e a LM americana com os F-16-50 nem se esforçou para tal, acreditou que apenas o FMS fosse suficiente, já os outros se associaram, a ROSO com a Avibrás, a SAAB com a VEM (Varig Engenharia e Manutenção ), a Dassault com a Embraer, e após a 1a rodada o F-16/50 apesar de "pontuar ", foi descartado junto com a oferta ROSO ( Sukhoy ). Ficaram o Gripen C/D da VEM, e o M2000/5, a FAB optou á época pelo Gripen ( tem uma fofoca sobre a recuperação da Varig, envolvida nesta opção ), mas a pressão da EMB/Dassault era forte, e FHC pulou para trás.

     Alem da trairagem do acordo Irã, a ToT oferecida pelos franceses não era ruim, mas eles se recusavam a fornecer os "códigos fonte" de missão, nem mesmo as linhas de software e atualizações ( algo que está ocorrendo ainda hj. com a encomenda indiana, que está travada ), e tb. o "preço"/"custo" do sistema, é voz corrente na industria, que a França deveria ter proposto um "pacote completo", quando da negociação da MB com a DCNS, diluindo o preço/custo do Rafale.

      Já a SAAB foi esperta, pois mesmo antes de ser escolhida, partes da aeronave já estavam sendo construidas no Brasil, ela firmou acordos de produção com empresas nacionais antes do resultado da licitação, e no Gripen os códigos de missão são separados dos de voo, e o avião até é compativel, tanto em armamento, como em software e datalinks, com outros desenvolvedores.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

junior50

Isto é o que pensar pobre!

Pacote tecnológico Zero! Alem da desvantagem óbvia, sabemos quanto a EMBRAER e o Brasil ganharam desenvolvendo sua própria tecnologia através de pacotes com outros países, teriamos aviões com armamentos e soft americano! Isto é, venderiam misseis obsoletos e que só serviriam para atira em quem os americanos permitissem. 

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Quem procura, acha

   Nos contratos FX ( SAAB + GE ), ou dos submarinos ( DCNS + Amazul ), em que pese o apelo midático, e acesso aos palcos e holofotes, de nossos caros membros do MPF, será impossivel encontrar algum "pelo", inclusive no do FX o "preço" até foi reduzido, afinal foi uma grande sacada o contrato lider ter sido celebrado em "Coroas suecas" (SK), não em euros ou dolares.

    A lisura destes contratos - acordos, é comprovada pela não reação dos perdedores, no caso a Boeing e as alemãs IKL e HDW, algo completamente diferente do ocorrido a época do SIVAM ( Dacta 5 ), quando os franceses apo´s perderem o monopólio para a Raytheon, alegaram em varias ocasiões suspeitas de corrupção.

    Caso os nobelerrimos, excelentissimos, procuradores desejem procurar "pelos", em contratos/acordos relativos a area de defesa, tem um "ovo" bem mais interessante, lá no Maranhão, uma vez que o link BSB - Recife - São Luiz - Kiev, com US$ 225 M de dispendio, já deveria ter sido analisado há tempos.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

junior50

imagem de De Paula
De Paula

Todos os golpes de estado se

Todos os golpes de estado se fundamentam na antítese da razão; sempre foi assim, desde os tempos em que os animais falavam; por que hoje, com nossos "procuradores de pelo em ovo" seria diferente?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Conselho Superior do Ministério Público...

No Brasil, após a reforma do judiciário (EC/45), foi criado o Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), entidade composto por 14 membros, TODOS NOMEADOS PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Dentre as atribuições do órgão compete segundo o artigo Art. 130-A da Constituição:

"Art. 130-A § 2º: Compete ao Conselho Nacional do Ministério Público o controle da atuação administrativa e financeira do Ministério Público e do cumprimento dos deveres funcionais de seus membros, cabendo lhe:

III receber e conhecer das reclamações contra membros ou órgãos do Ministério Público da União ou dos Estados, inclusive contra seus serviços auxiliares, sem prejuízo da competência disciplinar e correicional da instituição, podendo avocar processos disciplinares em curso, determinar a remoção, a disponibilidade ou a aposentadoria com subsídios ou proventos proporcionais ao tempo de serviço e aplicar outras sanções administrativas, assegurada ampla defesa; "

Vale a pena ler toda a redação do artigo 130-A da Constituição.  Conclui-se que toda a libertinagem do Ministério Público da União decorre da conivência e passividade do Governo Federal. Existem instrumentos a disposição do próprio governo federal para barrar esses abusos. Se o executivo tivesse o mínimo de responsabilidade teria critérios mais ponderados para a composição do CSMP, assim como nomearia um Procurador Geral da República a altura do Cargo. Essa crise toda é fruto de um governo fraco e covarde.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de PAULO BUENO
PAULO BUENO

nem o auxilio moradia dos juízes e procuradores vai salvar o PT

no final do ano passado  os SERVIDORES DO JUDICIARIO   fez greve pedindo aumento e a DILMA  deu ZERO de AUMENTO pros servidores deixou a categoria há  10 anos SEM AUMENTO......

mas a DILMA deu 16% de aumento pros JUIZES  e PROMOTORES e PROCURADORES + 4300,00 por mês de auxilio moradia ......em resumo bajulou os JUIZES E PROCURADORES e agora  eles    estão tentando acabar dom o PT ....................

.

PT ajuda os mais abonados no Brasil ............e deixa a categoria de 20 mil servidores há 10 anos sem reajuste ...

 

tome cuidado DILMA  se escapar do impeachment  o TSE   vai cassar vc......fez maldade com os sservidores  agora aqueles juizes e procuradores  que vc todo ano ajuda   vai cassar o seu mandato e prender o LULA.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de MARCOS F.L.
MARCOS F.L.

Que convesra mais tronxa é

Que convesra mais tronxa é essa meu amigo, esses caras estão na indigência para receber auxílio-moradia, será que 100 mil por mês é suficinte para vocês da justiça, que tal toda a arrecadação estadual e federal p vocês?

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de João Jorge
João Jorge

O que estão fazendo com o

O que estão fazendo com o Lula e o PT é criar uma situação, uma histeria coletiva de tal ordem, uma comoção publica, que criem a possibilidade de surgir um aloprado fascista, um lobo solitário, uma milícia policial ou um comando paramilitar da já organizada e articulada Caça de Comando aos Comunistas-Petistas (CCCP), que tenham a ousadia de provocar um atentado à vida do ex-Presidente Lula e sua família ou, então, um atentado à Presidenta da República, com consequências trágicas para o país e a sociedade brasileira.

Caso alguma coisa parecida com isto venha a acontecer, o Poder Judiciário, o MPF, a PF e o Ministério da Justiça serão chamados a responder por suas irresponsabilidades.

Não é possível que não existam pessoas responsáveis, equilibradas, maduras,  competentes e profissionais nesses setores estratégicos do Estado Brasileiro.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

A única esperança é o STF

A única esperança do governo é o STF. Foi a única coisa que o PT fez na prática a seu favor desde que alçou ao poder. Com nomeações umas erradas, outras não, o fato é que o STF ficou mais equilibrado. Se o STF fosse também um grupo de paus - mandados do PSDB tipo Moro, Lula e Dilma estariam ferrrados. Só o STF pode barrar o golpe pra tirar Dilma e impedir que se acabe com Lula politicamente, já que o Ministro da Justiça é um babana que não manda nada, só assiste o massacre a Lula.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Até eu, tenho momentos, que

Até eu, tenho momentos, que já estou me convencendo de que o melhor seria a Dilma renunciar. Já que ela não exerce o comando sobre a PF, deveria ceder o lugar para quem quer e sabe comandar. Não pode é deixar os portões abertos, com os cachorros soltos e sem coleiras, mordendo quem passa pela rua.

 

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de LimaAmil
LimaAmil

Brasil de QUEM?

Não ficarei surpreso, se nas próximas eleições tivermos candidato da área da justiça, pois aos poucos vão se queimando todos os políticos, para se auto denominarem os melhores! E que venha a nova LOMAN. Para quem não conhece, vale a pena conhecer, para ver até que ponto pode chegar a imoralidade legalizada em nosso País! 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Nádia Ramos
Nádia Ramos

A oposição do Brasil é a

A oposição do Brasil é a maior vergonha do século, eles não tem ética, escrúpulo, moral, são indescentes, não cria vergonha na cara, querem o poder de qualquer jeito, querem passar por cima da soberania do povo. 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Nomo
Nomo

Partido Judicial


Um poder sob a forma de partido.

Tudo perfeito. Agora ninguém mais pode ser contra senão toma processo na cara !

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Trazibulo Meireles de Sousa
Trazibulo Meireles de Sousa

MP e polícia, hoje, tenho medo

Antes dessa Lava-Jato tinha uma ideia do MP... achava que realmente era o fiscal da Lei e defensor do cidadão, hoje vejo o MP como a polícia: arbitrário, autoritário, meganha sem farda.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

O estranho silêncio de Ciro Gomes e Luciana Genro.

O estranho silêncio de possíveis candidatos da esquerda frente à caçada a lula pela direita midiática***.

É impressão minha ou está havendo um silêncio de possíveis candidatos em 2018 no campo progressista: Ciro Gomes e Luciana Genro neste instante mais radical em que a Direita midiática capitaneada pela Rede Globo tenta destruir a reputação e acabar com as chances da candidatura de LULA em 2018?

Na fase mais aguda desta perseguição implacável a LULA candidatos de esquerda e/ou progressista em silêncio?

Silêncio por quê?

Medo da velha mídia?

Ou querem se aproveitar da situação em benefício próprio?

Bem sabemos que 2018 está longe. Lula fora do páreo seria apenas uma situação diversa, onde se precisaria colocar outro candidato (a) progressista e/ou de esquerda no páreo.

Nenhuma novidade aqui.

Só que a Direita midiática não tem o olhar apenas fixado no PT e no LULA, ela quer é retomar o Poder de qualquer jeito e implementar a sua Ideologia novamente no Brasil. PT e LULA só são os mais visados, atualmente, porque venceram 4 vezes seguidas; porque LULA é o maior cacife eleitoral dos adversários da Direita midiática e com chances de dar a 5 vitória seguida ao PT em 2018.

Além do fato novo: o fim das doações privadas/ empresariais de campanha; o que teoricamente é benéfico para as esquerdas, mais afeitas ao contato teti a teti com o eleitor, e com a maior voluntarismo e preparo da militância, que não tem problema em chegar às periferias e rincões do país para pedir votos aos seus candidatos.  

E ai é que entra a minha percepção que toda a esperteza do momento do candidato esquerdista e/ ou progressista implodirá mais dia menos dia.

Ou se denuncia este processo todo, todos os possíveis candidatos de esquerda e/ ou progressistas em conjunto, ou podemos dançar todos ao mesmo tempo.

É preciso uma denúncia formalizada em um manifesto com assinatura de todos os postulantes/ possíveis presidenciáveis para 2018.

A Direita midiática vai adotar a mesma tática que pratica com LULA agora com o próximo que se apresentar como candidato das esquerdas e/ou progressista em 2018, se preciso em 2022 e ad eterno.

E a sua capacidade de penetração nos lares, impressos e celulares brasileiros é imensa. É quase solitária a narrativa do Brasil hoje feita pela Direita Midiática, bem sabemos disto. Ela controla bem mais de 80% dos meios de comunicação do Brasil.

As notícias do cotidiano do Brasil e do Mundo chegam até nós, quase que de forma exclusiva, via Direita midiática, não é verdade?

Ela quer fazer STRIKE de um por um dos candidatos da esquerda e/ou progressistas. E só não tentará STRIKE de outros concorrentes dela se com o STRIKE de LULA o candidato dela se tornar favorito à vitória. Ai ela vai dar uma trégua, disfarçar um pouco.

A Direita midiática quer vencer a Eleição de 2018 por W.O. É preciso ter clareza disto. Tirando todos os candidatos de esquerda e/ ou progressistas do páreo.

Se possível seu candidato vencerá no primeiro turno. Ela está desesperada! E a retomada do Poder em 2018 se tornou uma obsessão.

Ainda mais depois que a tentativa do Golpe do Impeachment contra a Presidenta Dilma parece ter subido no telhado, perdeu apoio das massas nas ruas com a existência do Deputado Federal Eduardo Cunha e o “Conselhão” trouxe esperanças de uma retomada do crescimento com o diálogo franco entre Governo, empresariado e trabalhadores.

E o procedimento utilizado pela Direita midiática para seu intento de retomada do Poder a qualquer custo é simples.

Consiste de algumas jogadas básicas e praticadas à-exaustão nos tempos atuais:

1) Judicialização da Política.

LULA impedido de disputar a Eleição pela Justiça ou LULA com a imagem arranhada por processos em andamento sendo colocados no noticiário como provas de corrupção e até de condenação (claro, que sem transitar em julgado o processo). O tribunal midiático em ação. Tudo o que o Governo Federal fez e faz se tornando suspeito de irregularidades. Imagens para o Brasil inteiro degustar;

2) Tentativa diária de impedimento de o Governo Federal trabalhar e de impedimento da aprovação projetos de interesse nacional no Congresso (por exemplo, travamento de pautas) na busca de prolongar o reaquecimento da economia para tirarem proveito eleitoral da recessão/crise;

3) Travamento da discussão de projetos para o país e programas de governo. Massificação da pauta da corrupção, de noticiários de condenações e de prisões, impedindo a discussão dos rumos socioeconômicos do Brasil como base e centro dos debates eleitorais;

4) aumento em carga máxima do FLA X FLU eleitoral para colocar o eleitorado numa disputa, onde o centro da contenda seja votar por eliminação. Elimina-se a possibilidade de voto na candidatura de esquerda e/ou progressista e vota-se no candidato da Direita midiática.

E como se faz a eliminação? Tachando diariamente a Esquerda de corrupta, de bolivariana, de incapaz de governar, de comunista, de antidemocrática e assim por diante. E sobra para votar o candidato “impoluto e capacitado” da Direita midiática.

Já está acontecendo faz algum tempo o processo de eliminação de candidatura (s), em 2014 ficou bem claro com Aécio Neves candidato, o voto dado por eliminação: voto anti-PT. Aécio teve 15% de votos convictos, segundo o Montenegro do Ibope, os outros 35% de votos no segundo turno, chegaram pelo antipetismo.

E sabemos como se dá este processo:

Alimenta-se o ódio ao PT, LULA e DILMA, às esquerdas e tudo o que for progressista. O voto é dado com ódio no coração. O voto é dado anti alguma coisa. E não voto pró alguma coisa.

Pouco importa para a Direita midiática a possibilidade de escolha dos eleitores entre vários candidatos. Ela quer impor o seu candidato goela abaixo dos brasileiros.

E é um desespero louco. Não conseguem mais disfarçar a busca da retomada do Poder para suas sobrevidas: PSDB para tomar conta novamente do cofre federal e privatizar o que ainda resta de público, já que dilapidaram os cofres dos estados que governam (estados quebrados); e VELHA MÍDIA buscando sobrevida com novas associações com os mandatários do Poder, e receberiam polpudas verbas de propaganda Federal, quase que exclusivas, em seus meios de comunicação dos novos governantes e aliados + a clássica compra de assinaturas de jornais e revistas para escolas, universidades e repartições públicas federais, agora nacionalizada, em troca do silêncio amigo da velha mídia para com as novas privatizações, plataformas neoliberais, arrochos salariais, corrupções praticadas pelos tucanos, etc.

Se os possíveis candidatos de esquerda e/ou progressistas acreditarem que podem se omitir quanto à perseguição implacável à LULA pela Direita midiática, neste fevereiro de 2016 estarão promovendo um desserviço imenso para a nossa Democracia e lisura das eleições de 2016 e 2018.

E não serão poupados não! Mesmo que LULA não seja impedido de participar em2018, quando LULA não mais for candidato ou se ele não tiver condições de ganhar e outro candidato das esquerdas e/ou progressista tiver ele será a bola da vez!

Com direito à Jornal Nacional e capa da Veja e manchetes de Estadão e Folha, só que assassinando sua reputação, tentando condená-lo previamente de algo, igualzinho como fazem com LULA no aqui agora.

Fique claro: a Direita midiática não olha a honestidade do sujeito, olha a cor da camisa, se for vermelha a reputação será sempre a pior possível e não adianta o discurso:

- Sou honesto, em mais de 30 anos de vida pública nunca cometi alguma irregularidade!

A Direita midiática vai rir pelos cotovelos e inventar uma denúncia aqui, outra ali. Um barquinho de 4 mil reais. Um sítio de um amigo. Um apartamento emprestado. Um tríplex que nunca foi comprado.

E você esquerdista e/ou progressista candidato com chances de vitória virará o novo refém desta Direita midiática da noite para o dia. Deixa de ser o Santo Imaculado em menos de 24 horas. Você, seu partido, os partidários de seu partido e todos os seus familiares e amigos.

*** Direita midiática = Velha mídia capitaneada pela Rede Globo, Band, SBT, Rede TV, RBS, Folha, Estadão, Veja e algumas mais + PSDB e partidos satélites + Judiciário aliado da velha mídia.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Maurício Guimarães
Maurício Guimarães

Disse tudo

Excelente análise. o subtexto é esse: Elimina-se Lula, com isso, no efeito boliche, dilma, PT, e o restante da esquerda de lambuja. é claríssima a narrativa.

Seu voto: Nenhum
imagem de Maria Silva
Maria Silva

Concordo 100% com o Tambelli

Até o Requião já se manifestou. Ciro Gomes foi um defensor implacável do mandato de Dilma. Mas quanto ao assedio ao Lula ele esta muito calado. Parece que ele não concorda com a candidatura do Lula. Mas o problema não é esse. O problema é a partidarização do ministerio publico e da PF e as ameaças ao estado democratico de direito. A PF se tornou uma policia politica. E isso merece uma manifestação do campo progressista. No que se refere ao Luciana Genro, nunca esperei nada dessa moça. Uma doidinha desmiolada que não poupa nem o proprio pai. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Lula sabe se defender...

... e tem o Instituto Lula e até um Partido para defendê-lo.

Agora acusar Ciro e Luciana de oportunismo é leviandade.

O PT em silêncio deixou os seus líderes irem para o cadafalso e agora é Ciro e Luciana que tem que salvar o Lula?

Para o mundo que eu quero descer!

Seu voto: Nenhum (8 votos)

"Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar os oprimidos e amar os opressores." - Malcom X

"Com o tempo, uma imprensa cínica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma." - Pulitzer

Ijunior!

Não se trata da questão de salvar o LULA, se trata de entender que eles são os próximos da lista. 

Penso eu, que qualquer omissão nesta quadra do tempo é prejudicial para a Democracia. 

Precisamos dar um basta na Judicialização da Política. Toda a Esquerda tornou-se refém da velha mídia, não só Lula, Dilma e o PT.

Precisamos denunciar esse jogo viciado para que tenhamos eleições limpas e o direito de a esquerda ter seus candidatos. A direita midiática quer ter candidatura única e voto por eliminação dos concorrentes.  

Todos sabemos que o Lula é capaz de se defender, porém, estamos ultrapassando os limites da civilidade. Sequer há um processo em andamento contra Lula e ele está sendo massacrado dia e noite no noticiário da velha mídia. Em se conseguindo uma derrubada de Lula candidato, a lista correrá e o próximo será Ciro Gomes, depois Luciana Genro e outros. 

Tem barquinho para todo mundo. Inventar barquinho é fácil demais com todo esse oligopólio da velha mídia e sua forma de agir. 

Todos sabemos que o PT e o Governo erraram feio ao não arriscar uma Democratização dos meios de comunicação no auge da popularidade de Lula. 

Abraço, Junior,

Alexandre!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Marcio Valentim
Marcio Valentim

A culpa é do próprio Lula

Quem mandou deixar a PF e o MPF serem tomados pelos delegados e procuradores fanfarrões e não aprovar a lei de meios no auge da popularidade? E ainda por cima apoiar as medidas recessivas, que deram a oportunidade para a mídia disseminar o ódio contra ele e o PT? 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Marcio

Estas constatações são passado, penso eu.

Hoje estamos assistindo a busca de derrubar Lula e solapar a Democracia e o Estado de Direito.

Os erros não podem ser consertados, porém, temos que nos manifestar contrários à Judicialização da Política. A Direita midiática quer ganhar a Eleição nos tribunais.

Abraço,

Alexandre!

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Márcio Valentim
Márcio Valentim

Alexandre, de que adianta se

Alexandre, de que adianta se manifestar contra a jusdicialização da política se o próprio governo continua deixando intacto o comando da PF e despejando bilhões ao ano de dinheiro público na imprensa caluniadora? Estes erros não são passado não, o PT e o governo fazem questão de postergá-los a cada dia, mostrando toda sua tibieza, leniência e DESÍDIA. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Nassif, a mensagem do Alexandre...

Deveria ser alçada à página principal.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

DILMA DE VOLTA E ELEIÇÕES GERAIS PARA ESSE CONGRESSO GOLPISTA!

DIRETAS JÁ É CHANCELAR O GOLPE!

imagem de João de Paiva
João de Paiva

Não vou perder tempo

Não vou perder tempo comentando a atuação político-partidária descarada dos procuradores do MP, da PF e de alguns magistrados, com destaque para o juizeco da guantánamo paranaense. Aos incautos, aos igênuos, às polianas', aos opositores de má-fé, eixo uma pergunta:

_ Em qual país dito democrático e civilizado, existe um MP sem nenhum controle, ou que tenha uma polícia federal que atue como polícia política CONTRA um governo eleito por voto direto da maioria do eleitorado?

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Pedro Augusto
Pedro Augusto

Prisão de Lula? "Impeachment"

Prisão de Lula? "Impeachment" de Dilma? Novas bombas: Detoná-las ou desarmá-las?

http://leonardosarmento.jusbrasil.com.br/artigos/165572262/prisao-de-lul...

 

 

  

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.