Início Geopolítica

Geopolítica

As criminosas sanções dos EUA contra a Venezuela, por Roberto Bitencourt da Silva

Nos últimos anos, recrudesceram as agressões feitas pelo governo dos EUA. São iniciativas ilegais e típicas de gangsterismo, que só podem ser classificadas como ações de lesa humanidade, violando o direito internacional.

Promessas e desafios do novo governo dos Estados Unidos, por Paulo Nogueira Batista Jr.

O hiperkeynesianismo de Biden se expressa, como é sabido, em uma política fiscal agressiva, que implica acentuada ampliação do gasto, inclusive social, e do investimento público.

Vacinas devem ser novo tópico na briga entre China e EUA

País asiático tem sido principal exportador de imunizantes para o mundo, mas disputa deve avançar após Biden atingir meta de vacinação

Privatizando a guerra no Afeganistão: saem as tropas regulares, ficam os mercenários, por Ruben...

Em janeiro deste ano haviam mais de 18.000 mercenários em atuação no Afeganistão, segundo um relatório do Departamento de Defesa dos EUA. A informação que foi divulgada no CovertAction Magazine

Presidente da Ucrânia aposta suas cartas em invasão russa?, por Ruben Rosenthal

Repercutiu também na mídia ocidental a perturbadora previsão do “analista militar” russo, Pavel Felgenhauer, de que com a chegada das tropas russas à fronteira, a crise passou a ter potencial de escalar para uma guerra pan-européia ou mesmo para uma III Guerra Mundial.

Neocolonialismo, Supremacia Branca e o Desafio da China, por Franklin Frederick

O Atlantic Council é uma organização que reúne grandes empresas multinacionais, por um lado, e a Organização do Tratado do Atlântico Norte – OTAN – por outro.

Putin e Biden: um diálogo no espelho, por Lucio Massafferri Salles

Disse Putin: “acabamos nos enxergando [nesse espelho] porque sempre atribuímos ao outro os traços que fazem parte de nós mesmos”.

A Ascensão da China e o Império Americano, por por Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães

A partir de 1939, uma sucessão de eventos e ações consolidaram ou desafiaram ou abalaram a hegemonia americana, durante o enfrentamento com o Eixo, durante o embate com a União Soviética na Guerra Fria e, a partir de 1979, diante da ascensão da China.

Lições de Lula para o Irã antes do início do embate populista no Brasil,...

Como todos devem estar bem cientes depois de todos esses anos, o Quantitative Easing (QE) no Ocidente nunca foi emprestado às pessoas - foi necessário um coronavírus para tal.

A Operação Lava Jato e o cavalo de Troia do imperialismo, por Bruno Beaklini

A Lava-Jato é uma soma de projeção de poder através da preocupação, por parte dos EUA, de segurança energética, geopolítica do petróleo e também a permanente arrogância imperialista de se colocar como “polícia do mundo” quando alguém “ataca seus interesses”

A adesão do Governo Biden à cúpula do Quad, por Williams Gonçalves

Oficialmente, o objetivo do grupo é promover a cooperação entre as quatro democracias. Não há como disfarçar, porém, que o objetivo central é construir uma barreira para impedir a progressão da China.

Xadrez dos golpes na América Latina e a reação da democracia, por Luis Nassif

Pressionados pela mais grave crise sanitária da história do continente, um a um os governos fake vão caindo e o continente tem um duro reencontro com a realidade.

TV GGN: O protagonismo da diplomacia brasileira na era Lula

Em entrevista especial a Luis Nassif, Lula relembrou o que era o Brasil para o mundo e os esforços por elevar a diplomacia brasileira durante sua gestão. Assista

Temer será consultor da Huawei no leilão brasileiro da rede 5G

Ex-presidente foi contratado não só para fornecer assessoria jurídica, mas por conta de sua aproximação com o presidente Jair Bolsonaro

“Quem detém a vacina, tem hoje muito poder”, analisa Jamil Chade à TV GGN

"A vacina é um elemento de geopolítica hoje. Isso não resta nenhuma dúvida. Quem detém a vacina, detém hoje muito poder e muita capacidade de influência"

Em 2020, China se destaca com planejamento; EUA e Brasil ficam para trás, dizem...

A pandemia da COVID-19 foi a questão central para toda a comunidade internacional ao longo de 2020

Um balanço de 2020 e a “normalização” com o Apartheid israelense, por Bruno Beaklini

Antes do chamado “Acordo do Século”, Tel Aviv acenava com uma infame oferta de “compra de território jordaniano” para alocação de população palestina das áreas A, B e C da Cisjordânia

Desconfiança com governo Bolsonaro trava acordo com Mercosul, diz embaixador da União Europeia

Segundo o espanhol Ignacio Ybáñez Rubio, o acordo só será ratificado se houver alinhamento entre valores e aspirações entre os países-membros dos dois blocos

Fake News ou o que está detrás da defesa de Mike Pompeo à Bielorrússia

Ao contrário do que se quer buscar por detrás das fake news, a verdade encoberta, esse tipo de linguagem não tem nada a esconder

China como bicho-papão econômico, por Dani Rodrik

Se os formuladores de políticas chineses efetivamente direcionaram atividades em que os benefícios sociais excedem os benefícios privados, não está claro por que os estrangeiros deveriam reclamar.

Leia também

Últimas notícias

GGN