Início Crônica

Crônica

Amor extremo, extremas decisões, por Marcio Valley

Porque felicidade não é infinitude de prazer e tampouco ausência de qualquer desprazer, mas a presença de constante, intensa e inesgotável vontade de superar as adversidades.

Covid um ano depois: estamos melhores?, por Daniel Gorte-Dalmoro

Estamos sempre uns passos atrás da maioria da humanidade, discutindo e disputando questões que já se tornaram ponto pacífico: se é uma doença de fato ou uma invenção da mídia, se é uma gripezinha ou um vírus mais sério

Uma trabalhadora sob o fascismo no Brasil, por Urariano Mota

Não sei se eu era o primeiro cliente a conversar com ela, porque vivemos numa imitação de sociedade de castas, ou se eu era o primeiro a reclamar do desgoverno enquanto comprava pão.

Bethânia: pajelanças de cura e orações de esperança, por Antonio Hélio Junqueira

Tenho Maria Bethânia na mais alta conta e categoria de verdadeira artista. Ela fala, desde sempre, essencialmente da alma do Brasil, no Brasil e para nós, tão tristes e desesperançados brasileiros.

Vivenda dos micros e pequenos empresários, por Rui Daher

Nem mesmo, à CEO, uso o fato de a pandemia ter, em parte, prejudicado os resultados. Seria mentir, escusas para patrões do passado, para não ser demitido.

Carnaval de Bolsonaro, por Urariano Mota

Com que sentimento estamos agora? Antes, estávamos com “Vem, vem fazer parte este cordão. O Recife tem um lugar pra você dentro do coração”

Excelentíssimo Senhor Presidente, por Rui Daher

Como vocês aí sabem de tudo o que se passa aqui na Terra, dispenso relatar atrocidades. Para elas, aumentei a carga justiceira do Harmônica.

Milícias, por Rui Daher

Precisamos que, independentemente de terem votado nesse ex-militar, político inativo em quase 30 anos, que a nata do PIB brasileiro se insurja contra aquilo que, certamente, terminará em inédito confronto fratricida no País

A tornozeleira eletrônica e as galés, por João Marcos Buch

As evidências e a ciência não devem disputar espaço com realidades baseadas em opinião ou convicção, baseadas em crendices. Não podemos aceitar que o país se torne uma caricatura regida por uma ópera bufa.

(des)classificados, por Z Carota

anúncios que o namorado da flordelis pode estar vendo

Autobiografia estripada, pano rápido. Por Rui Daher

Faço me destripar, então, como vítima de Jack. Não o Daniel, que admiro muito e sorvo com felicidade.

A leitura dos clássicos deve ser obrigatória?, por Urariano Mota

Mas a provocação do youtuber, bem sucedido sem dúvida pelas discussões que desatou, teve o desdobramento de se questionar se os clássicos deveriam ter lugar nas escolas, e de que modo.

O funk de Arthur Lira, por Rui Daher

Favas contadas, precisava ele oferecer festa inoportuna, em momento de pandemia, que já levou à morte quase 250 mil brasileiros, pela Covid-19?

“Se eu souber como vai ser o meu quadro, eu prefiro não pintar”, dizia...

E essa reflexão, mais uma vez, tenta ser e não ser uma crônica. Estou tentando, esperem, por favor.

Para o camarada José Carlos Ruy, que hoje faleceu, por Urariano Mota

Então só me resta falar do Ruy que eu conheci, a pessoa  a quem tanto devo.

Libertadores, por Rui Daher

Durante a escrita, emocionei-me com todas nossas lutas daquela época e nada para a atual, ainda pior, pois o inimigo se faz oculto.

Simulacro da sinceridade: o segredo do Bonzo, por Sr. Semana

Paradoxalmente, apesar de uma média diária de 3,1 declarações falsas ou distorcidas, a sinceridade é a virtude principal, talvez única, que críticos e fãs atribuem ao presidente Bonzo do Brasil.

Uma jornada de cem anos sem solidão, por Ruben Rosenthal

2021. O ciclo de 100 anos se completa, e uma pandemia mortal como a espanhola voltou a se abater sobre o mundo.

As imagens históricas do Recife, por Urariano Mota

Então eu penso que as fotos históricas do Recife vêm de tudo que toque o nosso coração. Do antes, depois, agora e adiante.

A um livreiro que parte: Tarcísio Pereira, o criador da Livro 7, por Urariano...

Tarcísio da Livro 7 foi pessoa e personagem fundamental da história de nossa brava cidade. Eita tempo desgraçado!

Leia também

Últimas notícias

GGN