Início Coluna Econômica

Coluna Econômica

Uma análise da dependência brasileira do mercado chinês, por Luis Nassif

Chama a atenção, também, a participação pesada da China nos principais produtos de exportação, respondendo por 88,7% das vendas brasileiras de minério de ferro e 85,1% da venda de soja.

A rota do comércio brasileiro ruma para a Ásia, por Luis Nassif

Definitivamente, a rota do comércio brasileiro está no caminho da Ásia.

Comércio está 4% abaixo do ano de 2014, por Luis Nassif

Repare que dois setores que mais refletem a situação atual das famílias - Hipermercados, produtos alimentícios e hipermercados e supermercados - registraram queda de respectivamente 3% e 2,6% no acumulado do ano.

Combustíveis respondem por quase 60% da inflação, por Luis Nassif

No Acumulado do ano, Transportes respondeu por 50,14% da alta. Se somar o peso dos combustíveis no grupo Habitação, a influência aumentará mais ainda.

Como a Lava Jato abriu espaço para a maior corrupção da história, por Luis...

Seja qual for o resultados das eleições, se terá uma nação destroçada, poderes desmoralizados e uma luta intestina que acabará por expor o país a qualquer aventureiro atrevido.

Venda de automóveis estagnada; e de caminhões, em alta, por Luis Nassif

Na ponta rural, os caminhões lograram um crescimento de 41,81% em relação a outubro de 2020, e de 73,47% em relação a outubro de 2018, refletindo a melhoria das cotações internacionais e do câmbio.

O terraplanismo da mídia e o preço da gasolina, por Luis Nassif

Se todos seguirem os preços internacionais, jamais haverá competição, pois o preço estará dado.

Acaba o vôo de galinha da indústria, por Luis Nassif

Mesmo a indústria extrativa, beneficiada pelo boom das commodities, puxado pela China, apenas retornou aos níveis pré-pandemia.

O que os dados de emprego não mostram, por Luis Nassif

Segundo os dados do CAGED, foram 15,4 milhões de contratados contra 15,3 milhões de desligamentos. O que os dados não mostram são os efeitos da substituição dos demitidos pelos novos contratados. Faltou o essencial: quantos foram contratados com emprego formal e quantos pela Carteira Verde Amarela?

IPP mostra que inflação continuará em alta, por Luis Nassif

O primeiro indicador são os preços dos 23 grupos industriais pesquisados. No mês, houve aumento em 20 deles e queda em 3. No trimestre, aumento em 22 e queda em 1. No ano e em 12 meses, alta nos 23 grupos.

Raio X mostra fraqueza estrutural do emprego, por Luis Nassif

Outra tragédia é a informalidade do trabalho, que faz com que se reduza cada vez mais os trabalhadores que contribuem para a Previdência Social. O pico do ano passado é ilusório.

As políticas públicas e a falta de visão sistêmica, por Luis Nassif

Outros programas que poderiam ter sido bem sucedidos - como a tentativa de transformar a Finep (Financiadora de Estudos e Pesquisas) - em um banco de desenvolvimento para a área tecnológica, falharam pela visão autocrática do governo e pela falta de diálogo com os clientes potenciais.

Liberalismo, desenvolvimentismo e projetos de desenvolvimento, por Luis Nassif

O pressuposto de qualquer projeto consistente de Nação tem que ser o atendimento das demandas da população. Mesmo porque esse atendimento tem reflexos relevantes na oferta de mão de obra, na criação do mercado de consumo, na manutenção da paz social.

Lei do Teto, ou como transformar a economia em um jacaré, por Luis Nassif

Quando a economia está desaquecida, não há o repasse. Simplesmente porque não é a mera emissão de moeda que gera a inflação, mas as condições objetivas na ponta

Brasil, um país sem expressão no comércio mundial, por Luis Nassif

Mas dos 10 produtos de maior exportação da Indústria de Transformação, apenas um, o 10o tem valor adicionado: veículos de automóveis de passageiros. Todos os demais são apenas commodities, com a única vantagem competitiva do Brasil ser produtor.

Os riscos da suspensão da carne para a China, por Luis Nassif

É relevante o peso das vendas de carne para a China e Hong Kong. Se, aos poucos, a China pode substituir a produção brasileira, para o Brasil não será fácil compensar uma eventual perda de participação no mercado chinês.

O Covid faz renascer a esquerda europeia, por Luis Nassif

A pandemia tem permitido um renascimento da social-democracia. Desde o fim do Muro de Berlim, ela foi engolfada pelo ultraliberalismo que dominou o Ocidente

Como a indústria foi afetada pela pandemia do Covid e da administração, por Luis...

A principal dificuldade para inovar foi a falta de acessos a recursos de financiamento, mostrando o esvaziamento das verbas de pesquisa do governo federal.

Roberto Setubal, e o clube dos bilionários sem projeto de país, por Luis Nassif

O clube dos bilionários pode ter até assomos de bom mocismo. Mas jamais vai conseguir se habilitar a ser a peça de modernização que o país necessita.

O grande milagre do neoliberalismo: serviços de volta a novembro de 2015, por Luis...

O volume de vendas é inferior a novembro de 2015. Ou seja, a derrocada da economia é anterior ao Covid-19.