Revista GGN

Assine

Especialista acredita que preços irão cair após Copa do Mundo

Sugerido por Gunter Zibell - SP

Da Época Negócios

 
Luís Carlos Ewald acredita que os preços irão cair depois da Copa do Mundo e boas oportunidades irão aparecer nos próximos anos

Luís Carlos Ewald, conhecido como Sr. Dinheiro, recomenda: ‘não compre imóvel ou veículo em 2014’. Isso porque, segundo ele, depois da Copa do Mundo, que ocorrerá em junho deste ano no Brasil, os preços começarão a baixar e boas oportunidades surgirão. “Todo mundo diz que a Copa vai ser muito boa para o Brasil. Mas depois que o evento passar, não haverá mais investidores no país, pois estão todos com medo”, afirmou.

Em entrevista a Época NEGÓCIOS, o professor de finanças da FGV garante que grande parte das pessoas que compraram imóveis na planta está devolvendo os apartamentos. “A pessoa que recebeu as chaves e precisa financiar o que restou, vai perceber que as prestações vão ficar muito caras - a Taxa Selic (taxa básica de juros) está muito alta. Sem condições [financeiras], ela vai querer vender o imóvel para a construtora, que não vai querer comprar. Ainda que a pessoa faça um desconto, as construtoras vão continuar não querendo. Os bancos estão cheios de imóveis devolvidos”.

Em sua visão, com uma maior oferta no mercado, os preços dos imóveis e dos veículos irão cair. Para imóveis comerciais, a regra é a mesma. De acordo com o professor, 30% das salas comerciais estão vazias no Brasil.

A solução para quem quer comprar um imóvel ou um veículo é “relaxar”. De acordo com o Sr. Dinheiro, agora é hora de esperar, poupar e investir. “O ideal é investir no Tesouro Direto, que rende a inflação mais os juros, e esperar uma boa oportunidade. Os melhores títulos são aqueles pós- fixados, que a rentabilidade segue a variação da Selic”. Para quem tem pressa, o aluguel é a opção mais vantajosa no momento. 

Da valorização a queda - A visão do Sr. Dinheiro
Há quatro anos, a Taxa Selic e, conseqüentemente, os juros para empréstimos caíram muito no Brasil. Para lucrar, os bancos decidiram facilitar a contratação de crédito imobiliário. Em 2013, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), os empréstimos para compra e construção de imóveis bateram recorde e totalizaram R$ 109,2 bilhões no país. As construtoras também pegaram dinheiro emprestado com os bancos para financiar os seus empreendimentos.

Com a alta procura, o preço dos imóveis começou a valorizar. De 2008 até 2013, o valor médio dos imóveis brasileiros subiu 121,6%. Agora, a Taxa Selic volta a aumentar para conter a inflação e os financiamentos deixam de ser uma boa para o brasileiro. O Sr. Dinheiro acredita que um grande número de pessoas não irá conseguir financiar seus imóveis e com a oferta maior, os preços irão cair. 

“A crise imobiliária já está instalada. Até as construtoras estão devendo dinheiro para os bancos. Tem uma teoria que diz: ‘A frase mais perversa do mercado financeiro é: dessa vez é diferente’. Todas as crises financeiras começam com crises imobiliárias e não adianta dizer que dessa vez é diferente”.

 

Média: 2.1 (11 votos)
62 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de charles souza
charles souza

alguém viu preço de imóvel

alguém viu preço de imóvel cair ??  existe um déficit imenso de moradia no País , a classe mais consumidora

"C & D" estão aos poucos absorvendo estes imóveis , empreendimentos que por sua vez são maioria elaborada 

pelas construtoras . Dizer que alugar o imóvel é mais vantajoso no momento , é ver a desgraça dos outros ....

quanto era um pão , um kilo de açúcar , um litro de gasolina , há 6 anos atrás ?  com certeza o aumento foi muito mais de 120%  e porque o imóvel um bem tão precioso não teria este aumento ao longo de 2008 pra cá? se existe forte demanda\procura como os demais itens.. 

 

são idéias que precisam ser analisadas com mais rigor , antes de postar informações sem base de quem está no mercado , no dia a dia 

 

Charles Souza

Especialista Imobiliário desde 2005

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de MANUEL
MANUEL

Imóveis no Brasil chegaram no topo agora é barranco a baixo.

O Preço médio nacional da gasolina em fevereiro de 2008 era de R$ 2,67, ou seja o aumento não foi nem perto da suba dos imóveis assim como os outros itens mencionados. Os imóveis no Brasil com a facilidade dos financiamentos houve um aumento na procura levando a suba, mas os imóvel no Brasil estão fora da realidade do bolso da maioria da população, estamos em uma bolha inchada a ponto de estourar assim como aconteceu com os imóveis nos Estados Unidos a alguns anos atras. Claro que os corretores de imóveis não querem perder essa teta, mas o leite vai diminuir, e querem desacreditar na real queda dos preços de imóveis. Em 2015 vamos ver a VERDADE.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Leopoldo
Leopoldo

Imóveis

Nunca ví comentário tão tendencioso, o "especilialista" orienta as pessoas a alugar uma casa sendo que pode comprar, ele orienta o comprador a deixar o seu FGTS parado na conta rendendo 3% ao ano em vez de comprar a casa propria e usar o FGTS como parte da entrada, a caixa até agora não subiu a taxa de juros, se ficarmos esperando e acontecer o que ele preve a taxa de juros vai subir a vamos pagar uma conta muita cara para comprar a casa.

Especialista, só querem ver a desgraça...

Seu voto: Nenhum (7 votos)

DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS no 3º Tempo da COPA-FIFA14

TEXTO PARA DISCUSSÃO IPEA, Brasilía, agosto de 2012

TD 1762 - Existe Bolha No Mercado Imobiliário Brasileiro?

Mário Jorge Mendonça e Adolfo Sachsida / Brasília, agosto de 2012

SINOPSE  

Este estudo tem por objetivo avaliar a possibilidade de existência de "bolha" especulativa no mercado imobiliário brasileiro. Para tanto, estudou-se e empregou-se diversas metodologias, tanto em nível microeconômico quanto em nível macroeconômico. De maneira geral, os resultados apontam para a possibilidade concreta de existência de uma bolha no mercado de imóveis no Brasil. De maneira objetiva, a Teoria Austríaca do Ciclo Econômico (Tace), reforçada por técnicas estatísticas, fornece uma base teórica sólida para apontar o governo federal, por meio de suas políticas fiscais e de estímulo ao crédito, como o principal responsável pelo surgimento desta bolha. A insistência do governo em aquecer ainda mais um mercado imobiliário já aquecido só tende a piorar o resultado final.

Palavras-chave: bolha imobiliária; Escola Austríaca; modelos de vetores autorregressivos (VAR); política monetária; política fiscal. 

6 DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este trabalho estudou e empregou diversas metodologias, tanto em nível microeconômico quanto em nível macroeconômico, para verificar a possibilidade de existência de uma bolha no mercado imobiliário brasileiro. De maneira geral, os resultados apontam para a possibilidade concreta de existência de uma bolha no mercado de imóveis no Brasil. De maneira objetiva, a Tace fornece uma base teórica sólida para se apontar o governo federal, por meio de suas políticas fiscais e de estímulo ao crédito, como o principal responsável pelo surgimento desta bolha. A insistência do governo em aquecer ainda mais um mercado imobiliário já aquecido só tende a piorar o resultado final. Deve-se ressaltar também que a maioria dos contratos de financiamento habitacional no Brasil é feito com juros pós-fixados. Além disso, tal como os resultados da parte econométrica deste estudo sugerem, o mercado imobiliário é sensível e responde negativamente a um aumento nas taxas de juros. Isto é, aumentos nas taxas de juros podem trazer significativos problemas ao mercado imobiliário. Ressalte-se ainda que o aumento nas taxas de juros, provocado pelo Banco Central Americano, foi justamente o que ocasionou a explosão da bolha imobiliária nos Estados Unidos no período 2007-2008. Insiste-se em ressaltar que as atuais políticas fiscais e monetárias do governo brasileiro são claramente inflacionárias. Tais políticas levarão inevitavelmente ao aumento do custo de vida no Brasil, e a todos os demais custos associados com o recrudescimento do processo inflacionário. Lembre-se também que as taxas de juros internacionais estão em um patamar mínimo histórico. Isto quer dizer que, cedo ou tarde, as taxas de juros internacionais irão subir. Quando isto ocorrer, o Brasil também será obrigado a aumentar a taxa de juros doméstica. Os verdadeiros custos, associados às políticas fiscais e monetárias expansionistas adotadas pelo governo brasileiro, irão aparecer. Naturalmente, não se acredita que uma crise no mercado imobiliário brasileiro, caso aconteça, irá ter efeito catastrófico, como ocorreu no caso dos Estados Unidos e em alguns países da Europa, até porque a oferta de crédito no Brasil é ainda bastante restrita. Contudo, não serão desprezíveis. Quando o governo brasileiro for obrigado a aumentar a taxa de juros doméstica, haverá um impacto direto desta medida no setor imobiliário. Então, será a vez do Brasil lidar com uma crise criada exclusivamente pelo mau gerenciamento das políticas fiscais e monetárias do governo brasileiro. Não terá sido o mercado o criador da crise, mas o governo do Brasil. Para finalizar, quando esse desastre ocorrer, o governo irá procurar culpados. Culpará a todos, exceto sua falta de responsabilidade fiscal e monetária. O Brasil deveria aproveitar o atual bom momento da economia internacional para fazer os necessários ajustes de que o país precisa. Contudo, este momento está passando e a oportunidade está sendo desperdiçada. Quando a crise surgir, o governo dará uma resposta errada. Irá aumentar ainda mais os gastos, tornando a política fiscal ainda mais expansionista, e facilitará ainda mais o crédito, afrouxando ainda mais o lado monetário. Estas medidas tornarão a crise mais duradoura e profunda. Quando várias pessoas erram por um tempo prolongado e em magnitudes expressivas, existe um custo a ser pago. A interferência do governo apenas prolonga, piora e redistribui este custo. Ela não elimina o erro, apenas transfere os custos de um setor que cometeu o erro para o restante da economia. A “bolha” no mercado imobiliário brasileiro está sendo criada e sustentada pelo governo. Quando ela “explodir”, o governo se proporá a corrigir, de maneira errada, uma crise que ele mesmo gerou. http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=15348     

 

Seu voto: Nenhum

"Não há segredo que o tempo não revele, Jean Racine - Britânico (1669)" - citação na abertura do livro Legado de Cinzas: Uma História da Cia, de Tim Weiner. 

Deixando de lado o lado

Deixando de lado o lado catastrofista das previsões do "sr. Dinheiro", o fato é que os preços de imóveis estão num patamar absurdamente irreal aqui no Rio. É raro encontrar um apartamento de três quartos por menos de R$ 1 milhão aqui na capital fluminense, não somente na Zona Sul, mas também na região central e na Tijuca. Os aluguéis, por sua vez, também estão nas alturas, em torno de R$ 4 mil para um apartamento de três quartos. Torço para que a bolha não estoure, mas desinfle lentamente. E isso parece que está começando a acontecer.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Especialista????

PElo visto ele não assitiu à fala da LUIZA do MAGAZINE LUIZA, que calou a boca de Mainard e outros Globais catastrofistas. Como falar em crise com um DÉFICIT de mais de 20 milhões de moradias??????

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Lui
Lui

Ter gente precisando morar

Ter gente precisando morar não significa que tenha gente que possa pagar.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Joãoooo
Joãoooo

Esse é o significado de bolha econômica!

Exatamente isso meu caro, temos um déficit de mais de 20 milhões de moradias, mas o preço do m² continua aumentando!!!! Isso é a bolha econômica, um descolamento do preço praticado em relação ao preço que o mercado conseguiria absorver! Ou seja, o preço correto é aquele coerente com o poder de compra do brasileiro, mas o que vemos hoje são preços artificiais que só se mantém pelo crédito fornecido pelos bancos, é assim que TODAS as crises financeiras começam!! Em algum momento os preços devem começar a baixar, desinflando a bolha, mas caso isso não aconteça, e o dinheiro do crédito comece a arriar, a bolha estoura e leva todo mundo junto!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de agincourt
agincourt

especialistas

Especialista acredita que preços cairão após Copa do Mundo.


...Com exceção do Rio de Janeiro, cujo o preço dos imóveis só deve cair – se cair – depois das Olimpíadas.


...


Especialista acredita que preços das fantasias de carnaval cairão após ... o Carnaval.


...


Esses especialistas...

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Esses especialistas...

Esses especialistas...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Alessandro D(Usa GNU/Linux)

 

imagem de Formiga2
Formiga2

Os dados do "especialista"

Os dados do "especialista" são muito genéricos qual a fonte de que está havendo devolução de imóveis na planta e a porcentagem. Qual a fonte de que 30% das salas comerciais estão ociosas? Posso falar que 45% estão ociosas e pronto... quem quiser acreditar que acredite.

Esses 30% podem ser de um prédio, bairro, cidade e ele projetou para o país?

O censo crítico (inteligência) dos reporteres é fraquíssimo

Seu voto: Nenhum (3 votos)

50% de chance de acertar. Se

50% de chance de acertar. Se errar é caso de demissão por justa causa.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de anarquista sério
anarquista sério

  Minha comunidade irá

 

Minha comunidade irá receber o Papa por,digamos, 20 dias.

  O mundo inteircatólico quer registrar presença.

  Evidente que meu moquifo de 20 reais de dia´ria,subirei pra números estratosféricos

        ( lei da oferta e procura)

             Mais que norma..

   Aí vem um ''especialista' e diz que os preços irão cair depois da Copa.

             Uau!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!   ninguém sabia,

              Mesmo assim ele erra.Erra sim.

                 Porque as Olimpiadas se aproximam e os preços terão pouca variação.

                Estudei 1 ano de pré primário. 4 anos primário.Um ano de admissão( no Colégio Nossa Senhora do Carmo era necessário admissão) . 4 anos colegiais. 3 anos ''científico. 6 anos de medicina, 

                 Some.

               Quantos anos estuda um ''cientista político'' palpiteiro ?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Se as pessoas derem

Se as pessoas derem credibilidade a esse tipo de especialista, da sua própria pressuposição, depois da copa o povo vai entrar no desarranjo mental do Sr. Luis Carlos.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Uma ideia ou intuição dita de modo próprio pode servir de via de acesso em direção a percepção metafísica do ser e o quanto no universo ele é capaz de constituir por si mesmo para tal transcendência existencial.

imagem de Copeiro Olimpico
Copeiro Olimpico

Especialistas de roleta (preto ou vermelho?)

Pelo que sei, a Copa será realizada em 12 capitais de 29 unidades federativas.

E numa delas, de m2 já beeem valorizado, ainda teremos as Olimpíadas, dois anos depois.

Enfim, mais um da série catastrofismo sem fim e a tal bolha que já vem sendo profetizada desde 2008, no estilo vira-lata de que o que acontece lá "TEM" que acontecer aqui!

O mercado está valorizado sim, mas o "Minha Casa Minha Vida" tem mais influência do que a Copa, que mais inflaciona aluguéis temporários em locais próximos aos eventos do que no preço de venda dos imóveis pelo Brasil "geral".

Juntando com o déficit histórico existente e a melhora de renda das camadas menos desprovidas, é fato que os capitalistas imobiliários, ajudados ainda por alguns prefeitos "associativos", gerou uma boa e rápida especulação (como é de se esperar de especuladores).

Mas é mais fácil o mercado estabilizar os preços (fim de especulação e menor liquidez) enquanto os demais preços sobem, do que eles cairem explosivamente, como uma "bolha".

Esfriamento de especulação e liquidez é diferente de estouro de bolha.

Torcida de especialistas "plop!"

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Copeiro Olímpico
Copeiro Olímpico

Corrigindo:

27 unidades (é que estava contando com a província Cisplatina e as Guianas do Jânio, hehe).

Seu voto: Nenhum

Usando a logica

Vai cair o preço dos alugueis nas cidades-sede, vai cair o preço dos hoteis, vai cair o preço das cervejas, vai cair o preço dos taxis, vai cair o preço das casas noturnas, vai cair o preço dos...Enfim, sem turista,  os exploradores vao ter que se conformar com reais e o brasileiro vai pensar antes de referendar os abusos... (esta é a esperança, mas se depender da ganancia alheia,  é só esperança mesmo...)

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Preço de táxis é fixado pelas prefeituras

E pelo menos no Rio, com a falta de táxi que a gente sente no dia a dia, duvido que caia. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Mais um Beato Salú da oposição

o.k. seguem seus ensinamentos, mas cuidado: o grupo globo acreditou nos seus oráculos econômicos (M. Leitão, Sarnenberg. o inacreditável Mailson) e quebrou em janeiro 1999, sendo salvo por empréstimo bilionário conseguido junto ao pai presumido do filho de uma das suas "jornalistas".

Portanto muito cuidado com os oráculos econômicos, a não ser que tenho um pai, avô ou tio muito rico e muito generoso.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Tenho minhas dúvidas se a

Tenho minhas dúvidas se a goebbels paga esses empréstimos. Imposto já sabemos que não.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Mais um que vai colocar o

Mais um que vai colocar o título de economista a venda no Ebay.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Nossa, o Brasil acaba mesmo

Nossa, o Brasil acaba mesmo depois da Copa do Mundo. Essa Copa, hem!!! A Alemanha acabou depois da Copa, a Inglaterra acabou, a França acabou, o Japão e a Coréia acabaram, os Estados acabaram...

Funciona como um buraco negro: no local onde estão os estádios surgirá um grande sumidouro que engolirá o país. E, principalmente, engolirá a atual presidente e o partido a que é filiada. Da boca do buraco negro brotarão pérolas cultivadas por "especialistas" e cassandras da imprensa brasileira. 

Se passasse alguma linha de Metrô perto da minha casa (mas o dinheiro do metrô foi todo engolido por outro sumidouro) eu era capaz de me atirar nos trilhos de tanto desespero. Isso depois de torcer pelo Brasil na Copa.  Porque ninguém é de ferro.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Vera Lucia Venturini

Vivemos na República dos

Vivemos na República dos "Especialistas" !

Ainda não entendo porque já não se criou o Partido Especialista do Brasil (PEB).

Estão perdendo tempo.

 

Seu voto: Nenhum (13 votos)

Mas o maior de todos os especialistas...

...ou melhor, a grande especialistA, ocupa a presidência da república: a mãe do PAC! E quem está perdendo tempo é o Brasil.

O seu governo é um dos piores de todos os tempos, após a redemocratização é pau a pau com o de Ferrando I, o caçador de maracujás.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Sá por curiosidade por quero

Sá por curiosidade por quero desfrutar do seu conhecimento histórico, qual foi o melhor presidente do Brasil?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Vera Lucia Venturini

imagem de José Frajtag
José Frajtag

O Melhor Presidente

Sem duvida JK que pôs o Pais na rota do prgresso e FHC que criou uma infraestrutura tão forte que foi capaz de sutentar dois governos ineficientes que lhe sucederam. O terceiro, da Presidenta ninguem segura pois a estrutura não aguenta tanta besteira seguida!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A curiosidade...

O melhor presidente do Brasil?

GETÚLIO DORNELES VARGAS!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Estoriador de Três Variáveis
Estoriador de Três Variáveis

Grandes presidentes ( e um pequeno)

Bem Rebolla, pelo menos descresceu meu desconceito sobre vc!

Uma vez disse o seguinte sobre grandes presidentes brasileiros:

GV governou para o Brasil e para o povo. embora ditador.

JK governou para o Brasil e foi democrata. Mas não lembrou do povo

Lula governou para o Brasil e para o povo. E foi democrata.

Tucanos perguntarão: "mas ... e FHC?" ...

Foi um democrata, mas esqueceu do (seu) país e do povo.

(e até "do que escreveu"...)

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Pensador Coronário
Pensador Coronário

Calma, Rebolla

Que tal vc "sentir" com a cabeça em vez de "pensar" com o (ódio no) coração?

Que de todo jeito ainda é um órgão mais nobre do que o intestino. Grosso...

Acalmate cabrón!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ricardo gonçalves
ricardo gonçalves

Anda envergonhado o Rebola,

Anda envergonhado o Rebola, né? Efeitos do tremsalão?

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Não ser petista não é o mesmo...

que tucano. Aliás na minha opinião petistas e tucanos são lados da mesma moeda e lâminas da mesma tesoura.

Como o mensalão detonou alguns petistas graúdos espero que o tremsalão faça o mesmo com grão-tucanos.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Ugo
Ugo

carnaval

...e no carnaval eles os palhaços desfilam orgulhosos das vestimentas levando alegria de fachada, raiva incontida, frustações..

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A bolha imobiliária

A bolha imobiliária brasileira fica a cada dia mais difícil de ser escondida. Até o Nobel de economia já reconhece que ela existe.

http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/3113345/shiller-ressalta-cegueira-brasil-com-bolha-imobiliaria-senti-nos-eua

A questão é saber quando e como ela vai se romper. Parece que não vai demorar muito.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Bom, se existe uma bolha

Bom, se existe uma bolha imobiliária e não vai demorar muito para estourar sugiro uma opção a todos:

Vendam a casa própria agora, ganham uma bolada (afinal de contas estamos em uma bolha) depois é só esperar a bolha estourar (provavelmente os preços cairam cerca de 50% ou mais, ja que estamos em uma bolha), daí é so recomprar a casa própria na bacia das almas, por uma ninharia, do coitado que comprou de voce, que estará quebrado e fudid*.  Talvez, com a bolada adquirida, ainda dê para comprar uma outra casa ou alguns imóveis comerciais, só para investir não é mesmo.

Provavelmente o Sr Dinheiro ja fez isso há muito tempo, ele é o cara.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Lui
Lui

50%?

Acho possível a bolha estourar, mas como será uma bolha padrão FIFA, não acredito que o valor dos imóveis caia em 50%.

Seu voto: Nenhum
imagem de Luis S
Luis S

Requentado

Argumento requentado. Sempre que alguem vem falar de bolha, usa a mesma referencia do Shiller. E usa o mesmo comentario do sr. Dinheiro, que e' baseado na mesma fonte, o Shiller. E tenta malandramente dar impressao que e' uma novidade.

"Parem as prensas! Noticia bombastica! O Shiller falou outra vez a mesma coisa!"

Sim, o cara falou isso, uma ou duas vezes. E ele e' um premio Nobel, merece respeito. Mas um unico sujeito, por mais laureado que seja, repetir a mesma coisa uma ou duas vezes nao e' suficiente para dizer que "fica cada dia mais dificil de ser escondida".

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Ramalho12
Ramalho12

Novidade...

Pois é, abandonemos o Teorema de Pitágoras porque é requentado.

Nos EUA, os que encheram o rabo de dinheiro também diziam que não havia bolha.

Outra velharia: compre na baixa e venda na alta.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

O velho Mário Simonsen

teria dito certa vez:

"Se todo mundo compra na baixa e vende na alta, a baixa seria alta e a alta seria baixa."

Eu acho que qualquer compra deve ser feita quando da necessidade. Uma casa própria é ótimo quando se pretende criar família, independentemente de algum pseudo-analista (quase sempre um amador no assunto) dar seus pitacos. O mesmo se dá com automóvel - não é porque aparece um descontão que se compra um carro, mas sim, quando o carro velho pedir muita oficina. 

A meu ver, a maior diferença entre uma moradia alugada e a moradia própria é a forma de como se sai dela definitivamente: da moradia alugada se sai em pé, e da própria, se sai deitado. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Luis S
Luis S

Requentadissimo

"Bomba! Bomba! Mais um estudante de matematica descobriu que a soma do quadrado dos catetos e' igual ao quadrado da hipotenusa! Cada dia mais gente se convence disso!"

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Esta última é tão velharia

Esta última é tão velharia quanto ilusão, só funciona na teoria.

Na prática ninguem consegue fazer consistentemente, apenas na sorte, uma ou outra vez na vida.

Na grande maioria das vezes, quem tentar "comprar na baixa e vender na alta" vai fazer mais próximo do contrário: " vai comprar na alta e vender na baixa", fora o custo do giro, que é sempre alto, IR, corretagens, taxas, spread ( o custo de fechar o negócio). O spread, na verdade é um custo escondido, as pessoas nao admitem, mas todo amador, ao fechar qualquer negócio paga spread.

Qualquer investidor sério tem que ter seu plano próprio, ter noção de avaliar o ativo que vai investir e pagar um preço justo, razoável, de maneira consistente, independente das variações do mercado.

Seu voto: Nenhum

A bolha daqui...

...é diferente da de lá...

O valor total do prejuízo será o restante dos financiamentos não pagos... não existem títulos lastreados nesses empréstimos garantindo o balanço das outras instituições financeiras.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de ArthurTaguti
ArthurTaguti

Comprar imóvel,

Comprar imóvel, principalmente a prazo, há muito deixou de ser um bom negócio.

Existe um grande descompasso entre o reajuste do preço dos imóveis e do preço dos alugueis. Um apartamento em Pinheiros de 60 m², hoje (região oeste de SP), custa em torno de R$ 700.000,00. O aluguel é por volta de R$ 2.000,00 a R$ 2.500,00.

De fato, o imóvel hoje custa 2, 3, até 4 vezes que há 5 anos atrás, mas a renda do brasileiro deu o mesmo salto? Os preços aqui estão maiores que certos locais na Europa e EEUU, mesmo com o consumidor aqui tendo uma renda muito menor.

Se há uma bolha imobiliária eu não sei. Se os preços cairão tampouco. Mas que o mercado atualmente pratica preços insustentáveis a médio e longo prazo, pratica.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Esse ajuste relativo no preço

Esse ajuste relativo no preço dos alugueis é basicamente por dois motivos: o aumento de crédito e a diminuição da taxa básica de juros, que baliza todos os outros tipos de investimentos. É algo que possa não refluir.

Agora, voce dizer que comprar a prazo deixou de ser bom negócio é complicado. As taxas de juros a prazo ainda estão bem razoáveis. Como que o brasileiro média vai comprar um imóvel, o brasileiro que está casando, por exemplo, vai comprar imóvel, que não a prazo ? Não é qualquer um que consegue juntar 150, 200 mil que seja para comprar um imóvel.

Não adianta demonizarem o crédito imobiliário, pois ele vigora em todo o mundo.

Eu tendo a concordar com seu último parágrafo, mas o grande problema desses "analistas" que dizem que não comprar agora, é que ai eles passam a ter a responsabilidade de dizer, então, quando comprar. Só que ai não dizem nunca. Já imaginou se voce vai abrir um jornal um dia e vai ter algum analista dizendo que está na hora de comprar imóvel ? Muito dificil. É uma irresponsabilidade dizer para alguem não comprar se voce não vai dizer para comprar quando chegar a hora.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ArthurTaguti
ArthurTaguti

Daniel, Se estivesse em

Daniel,

Se estivesse em dúvida entre casar e comprar uma bicicleta, eu colocaria meu dinheirinho suado na poupança, tornaria-me locatário até juntar algum bom cascalho para dar de entrada e esperaria o momento "certo", que, no fundo, ninguém sabe quando será.

Eu não acredito muito que o preço caia. Quem tem $$$ para comprar a vista pode fazer sim bons (até ótimos) negócios depois de 2014, mas no crédito imobiliário, o máximo que pode acontecer é que o preço continua na mesma por alguns anos, até a renda do consumidor crescer o suficiente.

Seu voto: Nenhum
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Eu concordo com voce. Mas tem

Eu concordo com voce. Mas tem muita gente que gosta de morar em imóvel próprio, a maioria gosta. Ai a pessoa acha um imóvel adequado, a prestação cabe no orçamento dela e ai o sujeito vai deixar de comprar porque o Zé mané analista Sr money disse para esperar ? Por isso a covardia desse tipo de "análise", que diz quando não comprar, mas nunca irá dizer quando comprar.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Antonio C.
Antonio C.

Comentário.

Os bancos "decidiram" fazer crédito imobiliário e empréstimos. Quanta bondade.

Pena que economia não é apenas expectativas racionais, mas a produção de irracionalidades. E onde  vc corre, causa problema.

Dinheiro caro freia o crédito, o investimento direto cai, compras a prazo caem...

Mas quem tem dinheiro no bolso ainda tem a vantagem de jogar em formas bancárias e especulativas e, assim, ganhar dinheiro. Lembrem da aposta feita por empresas exportadoras de aves congeladas há alguns anos; deu no inverso e perderam dinheiro (um exemplo ao inverso pra mostrar a tese).

Chega um momento nas imobiliárias em que ter dinheiro em caixa é melhor que ter imóvel. No entanto, é possível que alugar um imóvel se torne mais "vantajoso" que comprá-lo; sim, é ironia..

Por outro lado, o que esse conselho pode ajudar? A antecipar uma crise. Ou mais ainda, produzi-la. Para quem quer manter capital e presservar ou adquirir patrimônio, os rapineiros de sempre, a hora já começou.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de José Nivaldo
José Nivaldo

Daniel Quireza é um petista

Daniel Quireza é um petista de carteirinha, é parcial nos seus comentários, e com poucos argumentos e portanto é um analista cuja opinião deve ser desconsiderada.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de DanielQuireza
DanielQuireza

Eu não sou petista, ainda que

Eu não sou petista, ainda que fosse, nada tem a ver com o assunto, que é de preço de imóveis no brasil e não de política.

Claro que sou parcial, como todo mundo é. Defendo meus interesses, os do meu País e de quem gosto, sempre.

Imparcial só se fosse um robô ou computador.

Só pessoas ingenuas como voce acham que existe "imparcialidade", o que quer que seja isso.

Não sou dono da verdade em nenhum tema mas tenho meus argumentos e tenho algum conhecimento nese setor.

Se não concorda com os meus, trate de refutá-los e apresente argumentos melhores. O blog serve para isso.

E deixe de frescura de ficar me patrulhando. Debata como gente grande, se é que consegue.

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Ser petista é insulto? É só o que faltava...

Ora, ora. 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Não é insulto...

...é constatação...

Constata-se a supressão do raciocínio pessoal lógico e da autocrítica, substituídos pela crença na infabilidade e sapiência dos amados e iluminados líderes. Caso o indivíduo não se submeta a um tratamento imediato ocorre a distrofia cognitiva, também conhecida com síndrome de LuDilma.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.