A terceira via parte 2, por Rui Daher

Aos eruditos de planilhas, lembro que Lula estava presidente do Brasil nos anos de 2007/8, quando da pior crise econômica mundial, desde 1929. Saímos dela, né? Com artifícios anticíclicos.

A terceira via parte 2, por Rui Daher

Na primeira parte tentei, embora soubesse ser em vão, convencer renitentes caçadores de ouro e galeras esfomeadas dos grotões, usando análises, estatísticas de estrutura e conjuntura, do que representou o período 2003/2016, em avanço econômico, desenvolvimento social, meio ambiente, soberania e proeminência do Brasil no planeta.

Sempre fui honesto em aceitar que, nisso, houve um embrião, deixado pelos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Ainda assim, fui e continuo sendo acusado e atacado por petismo inflexível até hoje. Lá se vão 18 anos.

Imaginem se conhecessem (talvez sim, tanto me entrego por aí)) minhas atuações pregressas, muito mais agressivas e corajosas, iniciadas ao “Volver a los diecisiete”. Seriam quase 60 anos de militância à esquerda. Nascido gauche, pois, mandaram-me ser, e assim continuarei.

O que eu esperava em contrapartida ao texto? Dos menos chulos, argumento de que Lula viajou nos mares da alta das commodities de exportações. Principalmente, agrícolas e minerais. Dos imbecis, seu enriquecimento ilícito com a Petrobras. Dos ignorantes, aí estão Vaza-Jato e Supremo Tribunal para reconhecerem sua escamoteada vitória em 2018.

Deu no que deu, Jair Bolsonaro, a quem devemos agradecer entender, por completo, o que é um bufão, gênio da Cida (desculpo-me com as lutadoras mulheres brasileiras).

Aos eruditos de planilhas, lembro que Lula estava presidente do Brasil nos anos de 2007/8, quando da pior crise econômica mundial, desde 1929. Saímos dela, né? Com artifícios anticíclicos.

“Ah, mas dirão os economistas a ouvir estrelas, pegou uma fase boa das cotações de commodities”.

Pegou? Que bom! Teve sorte, diferente do orador de cercadinho.

A FAO, braço da ONU para Food Agriculture Organization, mensalmente, divulga uma cesta de preços que inclui os complexos de carnes, laticínios, cereais, óleos vegetais e açúcar.

Entre 2007 e 2010, época em que precisávamos sair da crise mundial, o index marcava 102.5. Bom, né, estadista Lula?

Pois bem, em março de 2021, agorinha pois, está em 118,5. Mais de 15% acima da época de Lula.

Ô Jair, ô Posto Ipiranga, não seria hora de aproveitarem?

Viro a página. Aos chulos que falam de roubos em Petrobras, Guarujá,

Atibaia, concordo. Como estadista tão preparado, tantos poderes em mãos, mais investigado e perseguido político do Brasil, durante tantos anos, conseguiu esconder tanto dinheiro?

Vocês têm provas? Acharam a dinheirama? Não? Continuem procurando.

Será ele um discípulo de Paulo Maluf, melhor governador que os paulistas já tiveram?

A ver. Inté!   

Este artigo não expressa necessariamente a opinião do Jornal GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora