Revista GGN

Assine

A história esquecida do Capitão Bolsonaro

Sugerido por Álvaro Noites

Do Observatório da Imprensa

Capitão Bolsonaro, a história esquecida

Por Luiz Egypto

Na barulhenta cobertura da mídia sobre as declarações racistas e homofóbicas do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) ao programa CQC, da Rede Bandeirantes, ficou esquecido, no fundo de um arquivo qualquer, um episódio de 24 anos atrás, também protagonizado pelo agora deputado federal, e que tocou em um dos fundamentos da atividade jornalística – qual seja, as declaraçõesoff the records, isto é, aquelas informações utilizadas pelo jornalista sob o compromisso de resguardar o anonimato de sua fonte.

A história é a seguinte. No segundo semestre de 1987, finda a ditadura e já sob o governo civil de José Sarney, a economia estava combalida em razão do fracasso do Plano Cruzado. A inflação era alta, tendendo a índices estratosféricos, e grassava forte insatisfação nos quartéis devido à política de reajustes dos soldos dos militares – além, é claro, do incômodo, sobretudo entre a oficialidade média, pela perda do poder político que gozaram por 21 anos seguidos.

Jair Bolsonaro era então capitão do Exército, da ativa, cursava a Escola Superior de Aperfeiçoamento de Oficiais (ESAO) e morava na Vila Militar, na Zona Norte do Rio. Em setembro de 1986, ele assinara um artigo na revista Veja no qual protestava contra os baixos vencimentos dos militares. Por isso ele foi preso e, na época, sua punição provocou protestos de mulheres de oficiais da ativa – que, ao contrário dos maridos, podiam sair em passeata sem correr o risco de serem presas.

"Só para assustar"

Bolsonaro tornou-se fonte da revista. Em meados de outubro 1987, a prisão de outro militar, capitão Saldon Pereira Filho, pelo mesmo motivo, levou à Vila Militar a repórter Cassia Maria, de Veja, destacada para repercutir o ocorrido. Ali ela conversou com Jair Bolsonaro, que estava acompanhado de outro capitão e da mulher deste.

Sob condição de sigilo, a mulher do militar contou à repórter – e depois Bolsonaro e seu colega confirmaram – que estava sendo preparado um plano batizado de "Beco sem saída". O objetivo era explodir bombas de baixa potência em banheiros da Vila Militar, da Academia Militar de Agulhas Negras, em Resende (RJ), e em alguns quartéis. A intenção era não machucar ninguém, mas deixar clara a insatisfação da oficialidade com o índice de reajuste salarial que seria anunciado dali a poucos dias. E com a política para a tropa do então ministro do Exército Leônidas Pires Gonçalves – que teria sua autoridade seriamente arranhada com os atentados.

"Serão apenas explosões pequenas, para assustar o ministro. Só o suficiente para o presidente José Sarney entender que o Leônidas não exerce nenhum controle sobre a tropa", ouviu a repórter de Ligia, mulher do colega de Bolsonaro, identificado com o codinome de "Xerife".

Frase isolada

A repórter havia apurado uma bomba, no sentido literal e no figurado. Veja não respeitou o off – no que fez muito bem, neste caso, pois do contrário estaria acobertando atos terroristas – e quebrou o pacto de sigilo com a fonte. A história toda foi contada nas páginas 40 e 41 da edição 999 (de 27/10/1987) da revista. A repórter Cassia Maria anotou em seu relato:

"‘Temos um ministro incompetente e até racista’, disse Bolsonaro a certa altura. ‘Ele disse em Manaus que os militares são a classe de vagabundos mais bem remunerada que existe no país. Só concordamos em que ele está realmente criando vagabundos, pois hoje em dia o soldado fica o ano inteiro pintando de branco o meio-fio dos quartéis, esperando a visita dos generais, fazendo faxina ou dando plantão’. Perguntei, então, se eles pretendiam realizar alguma operação maior nos quartéis. ‘Só a explosão de algumas espoletas’, brincou Bolsonaro. Depois, sérios, confirmaram a operação que Lígia chamara de Beco sem Saída. ‘Falamos, falamos, e eles não resolvem nada’, disseram. ‘Agora o pessoal está pensando em explorar alguns pontos sensíveis.’

Sem o menor constrangimento, o capitão Bolsonaro deu uma detalhada explicação sobre como construir uma bomba-relógio. O explosivo seria o trinitrotolueno, o TNT, a popular dinamite. O plano dos oficiais foi feito para que não houvesse vítimas. A intenção era demonstrar a insatisfação com os salários e criar problemas para o ministro Leônidas.

(...)

Nervoso, Bolsonaro advertiu-me mais uma vez para não publicar nada sobre nossas conversas. ‘Você sabe em que terreno está entrando, não sabe?’, perguntou. E eu respondi: ‘Você não pode esquecer que sou uma profissional’."

Com esses antecedentes, não deixa de ser curioso que agora, quando o personagem volta à baila, a cobertura da edição (nº 2211, com data de capa de 6/4/2011) desta semana de Veja sobre o explosivo episódio de racismo, que suscitou tanta repercussão, resuma-se a uma mísera frase de Bolsonaro reproduzida na seção "Veja Essa".

Faltou um curioso da Redação para examinar o arquivo digital da revista. Faria um gol.

Média: 4 (33 votos)
39 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Nazário Moreira Neto
Nazário Moreira Neto

13 anos de lambança e

13 anos de lambança e roubalheira, agora engole! A coisa vai pela direita e isso se chama alternância no poder se é que redemocratizaram a república das bananas!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Jus Ad Rem
Jus Ad Rem

Terrorista chapa branca

Para reivindicar melhores salários esse asno planejou deixar a cidade do Rio de Janeiro sem água.

Se isso aí chegar ao poder eu mudo deste país.

Seu voto: Nenhum
imagem de Brito
Brito

Não afirmo, mas penso que é

Não afirmo, mas penso que é bom atentar um pouco mais para a possibilidade de se mudar. Talvez Cuba, Venezuela ou Coréia do norte.
Bolsonaro 2018.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Jus Ad Rem
Jus Ad Rem

Atualizando as notícias sobre o fato: Adutora estava na mira

EXCLUSIVO: Os documentos do Exército sobre a expulsão de Bolsonaro da Escola de Oficiais após plano terrorista

"para pressionar o comando do Exército, Bolsonaro e outros militares planejaram explodir bombas em quartéis do Exército no Rio de Janeiro e outras localidades como a adutora de água Guandu, que abastece a cidade do Rio."

Leia no DCM:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/exclusivo-os-documentos-do-exerc...

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Cardoso
Cardoso

Terrorismo Bolsonariano

Bolsonaro sempre se refere a Dilma Roussef  como uma TERRORISTA .

Como classificar o que ele planejou fazer em conluioo com outros partes? E ainda ameaçou sutilmente a jornalista para que ela não divulgasse nada. Ou seja, ainda queria que a jornalista fosse cúmplice dele em ato terrorista.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Moreno
Moreno

Bolsonaro a prisão no quartel e os explosivos na CEDAE

Lembro-me muito bem dessa época do Plano Cruzado. o Ex-capitão Jair bolsonaro fez várias explosões dentro dos quarteis para agredir o então ministro do Exército General Leônidas Gonçalves Pires e causou grandes estragos. Bolsonaro foi preso por ordens do ministro do Exército e do Comando Militar do Leste (CML). Poucos meses após sair da cadeira o ex capitão Bolsonaro foi novamentre detido ao elaborar um plano para explodir os dutos da CEDAE no Rio de Janeiro, uma cópia do caso "Rio Centro" (1982) para tentar culpar os movimentos populres e voltar o regime militar.Bolsonaro desligou-se do Exército pois a expulsão seria um fato consumado e conseguiu assim incorporar parate do soldo pasmem com apenas 8 anos de carreira. Desde 1988 Bolsonaro vem enganando seus eleitrouxas que desconhecem essa passagem pelos atos de terrorismo e vandalismos no quartel e nunca apresentou em quse 30 anos um projetos equer para as áreas críticas do Rio de Janeiro, nem para área de segurança. COITADO DO PAVÃO DE CURITIBA AGENTE DA CIA QUE DESTRUIU A INDÚSTRIA NACIONAL E ENTREGOU PARA OS EUA AS RIQUEZAS DO BRASIL. HÁ 20 ANOS ATRÁS SERGIO MORO MONTOU UM PLANO SECRETO PARA BLINDAR O QUADRILHÃO DE TEMER, CUNHA E FHC E ABAFAR O ESCÂNDALO BANESTADO ENTRE 1997 E 2002 "PLANEJAR A LAVA A JATO EM 2014 -2018" E FOI DESMASCARADO PELO ADVOGADO DA ODEBRECHT TACLA DURAN AO PEDIR 400 MILHÕES EM PROPINAS DA ODEBRECHT PARA BLINDAR EXECUTIVOS E BLINDAR 300 POLÍTICOS DO QUADRILHÃO, BLINDAR AS CONTAS SECRETAS DO DOSSIÊ CAYMAN VIA BANESTADO (CONTAS TUCANO, CH J&T E CONTAS CC-5) E SOLTAR OS 70 DOLEIROS NO BANESTADO. ESSE QUADRILHÃO VEM SAQUEANDO E ROUBANDO O BRASIL DESDE O INÍCIO DA "NOVA REPÚBLICA DA CORRUPÇÃO" OS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA BLINDADOS NA REDE GLOBO DE CORRUPÇÃO E NO JUDICIÁRIO (TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA CRIADA POR FHC E GERALDO BRINDEIRO E O JAGUNÇO DE FHC E AÉCIO SR GILMAR MENDES)  1988: TEMER, O QUADRILHÃO OS "TREZENTOS PICARETAS" E A "CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO" (MAIS CONHECIDA COMO "CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS")  Esse QUADRILHÃO de MICHEL TEMER, GEDDEL VIEIRA, PADILHA, ROMERO JUCÁ, CAIADO, ALOÍSIO NUNES, FHC, COVAS, ALKIMIN, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO, MONTORO E SEU COMPARSA ORESTES QUÉRCIA (Falecido) e outros 300 políticos BLINDADOS PELO APODRECIDO JUDICIÁRIO BRASILEIRO está saqueando o Brasil desde 1986 quando dois anos depois em 1988 explodiu o escândalo ODEBRECHT E O ESQUEMA DE DESVIOS DO ORÇAMENTO denunciado pelo economista do Senado sr José Carlos Lofrano e a sra Elisabete Lofrano. A sra Elisabete foi morta antes de depor na CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO mais conhecida como "CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO".  1992: TEMER, O QUADRILHÃO OS "TREZENTOS PICARETAS" E A "CPI ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS" MAIS CONHECIDA COMO "ESQUEMA DEPROP" TEVE COMO ESTOPIM O ASSASSINATO DO JOVEM GOVERNDOR DO ACRE EDMUNDO PINTO MORTO NO DIA 17 DE MAIO DE 1992 NO HOTEL DELLA VOLPE. O GERENTE DO HOTEL CELSO RUSSOMANO ESCONDEU PROVAS E DEFENDEU OS PISTOLEIROS (ALEGANDO REAÇÃO DO JOVEM GOVERNADOR), PASMEM ELES ENTRARAM NO HOTEL COM AS CHAVES NA MÃO AS 4 DA MADRUGADA NO HOTEL DELLA VOLPE QUE ERA CONSIDERADO O MAIS SEGURO DO BRASIL EM PLENA AV PAULISTA. PASMEM O GERENTE DO HOTEL DELLA VOLPE QUE ESCONDEU PROVAS ERA O ADVOGADO SR CELSO RUSSOMANO E PASMEM O SECRETÁRIO DA SEGURANÇA ERA O SR MICHEL TEMER DO PMDB UM DOS DENUNCIADOS PELO GOVERNADOR. A DENÚNCIA FOI FEITA EM MAIO DE 1992 PELO GOVERNADOR DO ACRE PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL FOI DENUNCIADO HÁ 25 ANOS O "ESQUEMA DEPROP" ELE FOI MORTO DOIS DIAS ANTES DE DEPOR. Pasmem quatro anos após esse escândalo de corrupção de 1988, em 1992 surgiram graves denúncias de novo esquema de corrupção que envolveu também os MESMOS TREZENTOS POLÍTICOS PICARETAS E VIRA LATAS DO QUADRILHÃO DE TEMER: Em maio de 19992 o jovem governador do Acre denunciou um pesado esquema de corrupção que envolveu 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DO "QUADRILHÃO DE MICHEL TEMER: PMDB/PSDB/DEM" (GEDDEL, CUNHA, MOREIRA FRANCO, QUÉRCIA, SERRA, FHC, E OUTROS) a CONSTRUTORA ODEBRECHT (Dom Emílio Odebrecht, amigo pessoal de FHC que levou na mão grande "privatarias tucanas nas privatizações das petroquímicas superlucrativas que pertenciam a Petrobras foram doadas por FHC e, leilão na "bacia das almas" para o corrupto Emílio, pai de Marcelo) 1996: TEMER, O QUADRILHÃO, O MENSALÃO TUCANO, MENSALÃO DO DEM E O ESQUEMA DO PAINEL DO CONGRESSO  1997-2002: PARANÁ FOI O NINHO DA MAIOR CORRUPÇÃO DA REPÚBLICA. O "ESCÂNDALO BANESTADO- BANCO DO ESTADO DO PARANÁ" CAPTOU E LAVOU 125 BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS PAGAS A 300 POLÍTICOS DA TROPA DE CHOQUE DE FHC PELAS MULTINACIONAIS BHP SAMARCO, SIEMENS, AES, SHELL, EXXON MOBIL, CHEVRON E OUTRAS EM TROCA DAS "PRIVATARIAS TUCANAS NA BACIA DAS ALAMS". ESSE MAIOR CRIME DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA DO BRASIL, CEM VEZES MAIOR QUE O ATUAL, FOI MANTIDO ABAFADO DESDE 1997 2005-2006: "OPERAÇÃO CASTELO DE AREIA", "OPERAÇÃO BANQUEIRO", OPERAÇÃO PANDORRA, ENVOLVE MICHEL TEMER E TODO O SEUS QUADRILHÃO. A PROCURADORA RAQUEL DODGE DA PGR A MANDO DE GERALDO BRINDEIRO E GURGEL, BLINDOU TODOS E SALVOU TEMER DA CONDENAÇÃO EM 2006.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Pedro Malazarte
Pedro Malazarte

Esse é o militar disciplinado

Esse é o militar disciplinado que os coxinhas tanto idolatram. Ele queria explodir bombas, isso é coisa de terrorista Bolsonaro! Tem outra dele dizendo que "eu sonego tudo o que eu posso". Bem "coerente" o discurso anticorrupção dele, não?

Seu voto: Nenhum (20 votos)
imagem de alex andrade
alex andrade

pergunta

nao entendi qm vc está se referindo a coxinha.?

Seu voto: Nenhum
imagem de jorge freitas
jorge freitas

bolsonaro

nao apoio o modo ou comentario de bolsonaro, sou fã declarado de certos temas dele, porem nao o encoberto nesse assunto. porem analizando outros meios pelos quais a esquerda carcomida que chegou ao poder atraves de atos facistas e assassinatos vide celso daniel, teori zawaski etc... dilma que explodia bancos, assaltos, sequestros etc sera que isso voces apoiam?

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Claudinei
Claudinei

Bolsonaro

Pena de ti Jorge Freitas, não teve nem a oportunidade de aprender corretamente a língua portuguesa, o que esperar do seu conhecimento histórico, provavelmente, esse, vem da Globo, Veja e afins, se tivesses uma ínfima noção do que foi a ditadura no Brasil, vomitaria somente ao ouvir o gralhar desse indivíduo Bolsonaro. Seria muito elucidativo se um dia tivesses a oportunidade de conversar com um ex-preso político que tenha sido torturado pelos capangas da ditadura brasileira. Para você fica uma dica simples, assista o filme Batismo de sangue.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Flávia alessandra
Flávia alessandra

Voce apoia a ditudura?

Vc sabe pq a dilma explodia bancos, fazia assaltos? Vc já ouviu falar na ditadura? Onde vc era preso por se expressar e principalmente por falar a verdade? Militantes assaltavam pra financiar a soltura de presos politicos que eram presos por qualquer suspeita de conspiração. Acho que  vc não sabia dessa né, pq não estudou história. E espero q vc seja classe média alta pra estar falando mal da esquerda, caso contrário vc estaria defendendo os que te exploram, manipulam e enganam pra conseguir ibope e riqueza nas suas costas. Poderia falar muito mais, mas vc não entenderia o contexto.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Marcelo Mar
Marcelo Mar

Quem diria que a ditadura

Quem diria que a ditadura pariu mais esse monstro. As Bolsonetes vão ficar agitadas nos comentários no seu minuto de comercial durante a campanha presidencial de 2018, quando souberem dessa história. 

A direita odeia o povo e faz tudo pra manipular nossos corações, até a barriga vazia impulsionar uma mudança real.

Vamos ver o que nos aguarda.

 

 

Seu voto: Nenhum (16 votos)
imagem de Pedro Malazarte
Pedro Malazarte

Monstro é pouco, isso é uma

Monstro é pouco, isso é uma aberração da natureza. Um político maldoso e perverso que odeia as minorias e acredita que todas as minorias "devem se rebaixar diante das maiorias". Um psicopata que se chegar ao poder irá promover um verdadeiro genocído humano de pessoas humildes. Ainda acusam o PT de serem "antidemoccráticos". Ué, como assim? Lula e Dima deixaram esse covarde do Bolsonaro os difamarem a vontade e os caluniarem. A esquerda no Brasil é boazinha demais. Temos paciência até demais com esses neonazistas.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de bonobo de oliveira, severino
bonobo de oliveira, severino

Uns e outros monstros.

A existência desse e de tantos outros monstros, saídos de suas cavernas, é de responsabilidade direta de outra monstruosidade. A improdutiva e descontrolada estrutura do judiciário brasileiro. Um bando de marajás que o contribuinte é obrigado a sustentar nem obter nada em contrapartida. A primeira responsabilidade pela existência desse monstro recai sobre o STF, de onde Eros Grau anistiou a lei da anistia, como dizem os seus críticos. A segunda é que, além de conceder anistia aos crimes, o judiciário jamais levou adiante qualquer movimento no sentido de punir aqueles agentes do Estado cujos crimes estariam fora da abrangência da Anistia e eram imprescritíveis, como os que pesavam sobre Brilhante Ustra, e tantos outros. 

Então, anistiando e passando um pano em cima da ferida aberta e, além disso, obstruindo qualquer iniciativa de levar a julgamento os criminosos, a história nunca foi contada e é possível que filhotes da ditadura como Bolsonaro se refira aos seus colegas criminosos como heróis e é natural que grande parte da população acredite e embarque nessa falácia. Por exclusiva culpa da inépcia e inércia do parasitário judiciário brasileiro.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de zuleica jorgensen malta nascimento
zuleica jorgensen malta nascimento

Não confunda o Judiciário com

Não confunda o Judiciário com seus membros de Tribunais Superiores. Esses tem, sim, fequentemente, arrastado a justiça na lama, com seus absurdos, abusos políticos e omissões inacreditáveis.

Mas o judiciário não é só isso. Procure ver os milhares de juízes de primeira e segunda instâncias que trabalham nesse país imenso, enfrentando diariamente as piores condições possíveis, alguns pagando com a vida a coragem para desbaratar quadrilhas de criminosos.

Falo isso porque fui juíza de primeiro e depois de segundo grau na Justiça de Trabalho do RJ, e embora não tenha tido o cuidado de contar, resolvi milhares de litígios que a mim vieram distribuídos, trabalhando em fins de semana, feriados e férias para tentar dar conta do volume de processos. E assim como eu, milhares de juízes no Brasil resolvem problemas que vão do despejo à cobrança de dívidas, do trabalho prestado sem a proteção da lei, ao trabalho escravo e infantil, de litígios de família a questões de sucessão e herança.

Não diga, portanto, que o judiciário é parasitário. Juízes trabalham sim, e muito. Se os Tribunais Superiores não fazem o que deveriam fazer, o problema tem raízes muito mais profundas e políticas do que a simples e pura preguiça.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Alvaro Tadeu
Alvaro Tadeu

Cuidado com as comparações...

Doutora Zuleika, tenho um enorme respeito pela Justiça do Trabalho, menos por certos desembargadores daí do Rio de Janeiro. Um deles tinha um processo trabalhista nas mãos e com ele ficou por dois anos. Envolvia milhares de trabalhadores.  O distinto desembargador julgou contra os trabalhadores. Mas não foi por convicção: Era um processo já transitado em julgado a favor desses trabalhadores e o tal distinto julgou outra coisa, estranha ao processo. Então, os trabalhadores exigiam que o direito "A" fosse pago e o desmebargador alegou que os trabalhadores não tinham direito ao direito B, coisa de maluco. É como alguém processar uma pessoa civilmente por danos físicos decorrentes de um atropelamento e o juiz julgar que os freios do veículo estavam em ordem...

Se a senhora trabalhou tanto, parabéns, mas daqui da Paulicéia Desvairada, vai outra, um crime horroroso praticado pelo juiz. Um homem preto, alto e magro de 38 anos, pai de família, desempregado, foi retirar segunda via da identidade. Lá, foi confundido com um homônimo procurado pela justiça. Detalhe. o bandido procurado era baixinho, gordinho, branco e tinha 25 anos. Algo como confundir um gato com um leão. O pobre homem ficou preso um ano, graças à luta de sua mulher e uma jornalista acabou sendo solto, porque era inocente. Na prisão, foi currado e infectado com HIV. Tentou se matar, por vergonha, pois tinha uma filha de oito anos. Não há dinheiro no mundo que pague essa humilhação e tragédia. Isso faz uns quinze anos, mais um, entre os milhares de crimes de um sistema chamado justiça. Para cada juiz trabalhador, discreto e dedicado, há centenas de vagabundos que nos últimos anos passaram a trabalhar a favor do golpe de estado.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de CLAUDIO FONTENELE
CLAUDIO FONTENELE

BOLSONARO DEFENDE IMPROBIDADE

Funcionário fantasma, irmão de Bolsonaro é demitido da Alesp

 (http://odia.ig.com.br/brasil/2016-04-08/funcionario-fantasma-irmao-de-bolsonaro-e-demitido-da-alesp.html)

.................................................................................................

Jair Bolsonaro sai em defesa do irmão: "Ele não cometeu crime" 

(http://tvuol.uol.com.br/video/jair-bolsonaro-sai-em-defesa-do-irmao-ele-nao-cometeu-crime-04024C1C3568C8C15326)

 

 

ANTE A IRREFUTABILIDADE DOS FATOS, BOLSONARO PREPARA MAIS UMA "OPERAÇÃO BECO SEM SAÍDA" :PAU NELE:

 

LEI 8.249/92(Lei da Improbidade Adminstrativa):

 

Art. 1° Os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional DE QUALQUER DOS PODERES da União, DOS ESTADOS, do Distrito Federal, dos Municípios, de Território, de empresa incorporada ao patrimônio público ou de entidade para cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com mais de cinqüenta por cento do patrimônio ou da receita anual, serão punidos na forma desta lei.

(...)

CAPÍTULO II

Dos Atos de Improbidade Administrativa

Seção I

Dos Atos de Improbidade Administrativa que Importam Enriquecimento Ilícito

Art. 9° Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito AUFERIR QUALQUER TIPO DE VANTAGEM PATRIMONIAL INDEVIDA EM RAZÃO DO EXERCÍCIO DE CARGO, mandato, função, emprego ou atividade nas entidades mencionadas no art. 1° desta lei, e notadamente:

(...)

Art. 12. Independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica, está o responsável pelo ato de improbidade sujeito às seguintes cominações, que podem ser aplicadas isolada ou cumulativamente, de acordo com a gravidade do fato: (Redação dada pela Lei nº 12.120, de 2009).

I - na hipótese do art. 9°, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, ressarcimento integral do dano, quando houver, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos, pagamento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de dez anos;

 

PREJUÍZO AOS COFRES PUBLICOS:

FATOR 13,33(12 REMUNERAÇÕES + 1,3 DE FÉRIAS + GRATIFICAÇÃO NATALINA)

CÁLCULO DA VANTAGEM INDEVIDA: 13,33 X R$ 17.000,00 x 3 ANOS

 

13, 33 x R$ 17.000 x 3 = R$ 679.830,00(seiscentos e setenta e nove mil, oitocentos e trinta reais).

............................................................................................................................................................................................................................

Por favor, avisem que a resolução do Poder Legislativo, é mero ato administrativo interna corporis, não sendo superior à Constituição do Estado do São Paulo, à Lei Federal 8.249/92(Lei da Improbidade Administrativa) e muito menos ao princípio constitucional da MORALIDADE ADMINISTRATIVA(art.37, caput, CF). Assim, a resolução nº :não sei qual, não tem o condão de legitimar que um assessor parlamentar especial seja remunerado em 17 mil reais para ficar cuidando de suas lojas de móveis, ainda que seja irmão do deputado Jair Messias Bolsonaro... NÃO TEM O CONDÃO DE LEGITIMAR QUE ELE FOI "EXONERADO A PEDIDO".

V.G.:

Na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 70013982236(Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul): 

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE - RESOLUÇÃO Nº 1.818/2004 DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE PORTO ALEGRE QUE CRIA A GRATIFICAÇÃO DE INCENTIVO À PRODUTIVIDADE E A GRATIFICAÇÃO LEGISLATIVA - OFENSA AO ARTIGO 37, X, DA CF/88 C/C OS ARTIGOS 8º, CAPUT, E 19, CAPUT, DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL. 1.Trata a espécie de ato de caráter normativo a partir da não-individuação de servidores que seriam beneficiados com as gratificações de incentivo, assim permitindo o controle abstrato de constitucionalidade, o que afasta a preliminar de impossibilidade jurídica do pedido por se tratar de ato com efeito concreto. Também não vinga o argumento de que a resolução impugnada, na condição de ato administrativo, goza de presunção de legitimidade, na linha de precedentes deste órgão fracionário.[...]

 

Seu voto: Nenhum

Não vi nada demais

Só eu não vi nada de grave nisso?

Seu voto: Nenhum (33 votos)
imagem de Tortura nunca mais
Tortura nunca mais

História obscura

Estava pesquisando sobre ditadura, ainda mais com alguns arquivos abertos e disponíveis na rede.

Ao ouvir opiniões do Jair Bolsonaro sobre este fato e seu discurso inflamo, fiquei encucado por que tamanha fúria sobre a pesquisa em prol da HISTÓRIA DO BRASIL, realmente achei estranho, e como na vida política e militar varios filhos seguem a carreira dos pais, logo deduzi que provavelmente seu pai era militar e bem da epoca da ditadura.

Dito e feito, até foi dificil achar o nome do pai, porque usar o nome invertido?

                    Jair Messis Bolsonaro

                   Geraldo Bolsonaro Messias

Geraldo foi transferido para Itajuba na fabrica do exercito, area da saude. (diário oficial)

Será que torturou?

 Itajuba  fica em MG, que foi o berço da "ditadura"

Fica fácil entender o porque defender tão veemente o lado dos militares e só o dos militares, pois ele critica a comissão da verdade, mas por ele só os "esquerdistas" são bandidos.

Entrar para os livros de história o nome dos torturadores como escória da sociedade será a vitória.

Qual a diferença entre um hittler ou um fleury ou um tuma? Tem?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Jair Dinossauro

Alguém já disse por ai: Jair Dinossauro

Seu voto: Nenhum (20 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Resumindo, ele ja era traira

Resumindo, ele ja era traira 24 anos atraz.

Seu voto: Nenhum (20 votos)
imagem de agincourt
agincourt

Tom Jobim

O PP, partido do Bolsonaro, não faz parte da base aliada do governo Dilma?!

Tom Jobim: “O Brasil não é para principiantes.”

Seu voto: Nenhum (10 votos)

o gov dilma, retirado

o gov dilma, retirado ilegalmente pelo imepachment sem crime, era só PT e PCdo B.

 

Os justos, os bravos  - OS FORTES.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Eu sei 0nde mora o fulano, ou

Eu sei 0nde mora o fulano, ou morava, se já não mudou para a Barra. É um belo apartamento, cuja vizinha é minha amiga. Pelo jeito o exército fez bem a ele, daí....

Seu voto: Nenhum (13 votos)

lenita

Democracia é isso.

Democracia é isso, às vezes é difícil de aguentar, mas na câmara dos deputados e no senado federal tem representantes para quase todos os segmentos da população. Bolsonarao é o representante das viúvas da ditadura, dos homofóbicos e de militares descontentes com o governo não obstante como já disseram em outro post que os militares nunca foram tão bem remunerados e tiveram suas pretensões atendidas como no governo do PT.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

"A história da humanidade é a história das lutas de classes". Karl Marx

Há uma outra história curiosa

Há uma outra história curiosa do Bolsonaro que está esquecida.

Em seu perfil na Câmara dos Deputados (http://www2.camara.leg.br/deputados/pesquisa/layouts_deputados_biografia...) Bolsonaro omite duas informações importantes: a primeira é que ele foi rola-bosta na cidade de Eldorado SP quando era criança e adolescente. Ele estudou no Ginásio da cidade e foi colega de sala da minha irmã mais velha. Sobre ele minha irmã só diz duas uma coisa digna de nota: já naquela época ele era racista, metido e insuportável. A outa diz respeito ao pai dele, Geraldo Bolsonaro. O velho Bolsonaro era "dentista prático" (sem diploma) e foi meu primeiro dentista. Toda vez que eu ia ao consultório dele e ele tentava aplicar anestesia na minha gengiva eu o ofendia com uma saraivada de palavrões. Posso lhes garantir que com 6, 7 e 8 anos de idade eu conhecia vários e não tinha medo de usá-los. Ha, ha, ha...

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

“Olhem, vocês dois, esse não

“Olhem, vocês dois, esse não tem jeito. Vai terminar batendo na senhora e criando o maior problema para o senhor, para a sua reputação na cidade. Ou trata logo ou manda pro Exército!” – Padre Hannibal Lecter Gaiarça

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Hélio Jorge Cordeiro

É... e Bolsonaro gosta de

É... e Bolsonaro gosta de bombas. Infelizmente não estava com uma no colo durante aquele malogrado atentado no Rio Centro. O destino explodiu um camarada dele, mas o deixou inteiro. Well... nunca é tarde. Você sabe, uma vez terrorista de direita sempre terrorista. Em razão dos esculachos que tem levado, Bolsonaro pode ficar raivoso e voltar a se meter com bombas. Após tantos anos de vida boa e farta paga com o suor dos contribuintes o falastrão certamente perdeu o jeito. Então podemos ter uma vaga esperança dele explodir uma bomba na própria cara enquanto a confecciona. Ha, ha, ha...

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Em 1987, alguém disse que

Em 1987, alguém disse que alguém falou  que planejava colocar uma bomba que nunca foi colocada e detonada.

ZZZZZZZZ

Diferente desta de baixo que foi colocada e detonada e matou cidadãos brasileiros, e que ninguém se lembra quem colocou.

 

Seu voto: Nenhum (31 votos)

Ser viúva da Ditadura já é uma cosia lamentável...

Agora, viúva do Bolsonaro é demais.

 

O que eu acho mais triste é que os oficiais do exército se sintam representados por ums sujeito como esse Bolsonado

 

Quanto a suas alegações de terrorismo (que é um termo que foi usado pelos ditadores), quem sabe vocÊ não faz um Fla-Flu do número de assassinatos e bombas dos dois lados. Vamos ver quem ganha, quem começou, quem foi responsabilizado e pagou. Aposto que o resultado não vai ficar muito bom para o lado que você defende.

 

Por fim, seria bom você arranjar um nome novo, porque usá-lo é uma ofensa ao pensamento Liberal, em qualquer de suas vertentes.

Seu voto: Nenhum (16 votos)

Eu lembro.

Eu lembro, tio! Eu lembro! Eu lembro!

Foi no aeroporto dos Guararapes e a bomba foi colocada pelo grupo que, mais tarde, fundaria o PSDB.

Ganho ponto na nota, tio?

Seu voto: Nenhum (20 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Incompleta a resposta.  Foi

Incompleta a resposta.

 Foi colocada pelo grupo que, mais tarde, fundaria o PSDB.PT, PC do B, PV, PDT e hoje varios menbro do grupo terrorista fazem parte do governo inclusive a presidencia da republica.

Seu voto: Nenhum (24 votos)
imagem de Fabio !
Fabio !

Não faltou nada . A VEJA em

Não faltou nada .


A VEJA em 1987 ainda era aquela de Victor Civita e Elio Gaspari .


A VEJA de hoje é a formatada por Roberto Civita .

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Dizem que ele sempre gostou

Dizem que ele sempre gostou de bombas. As explosões em bancas de jornais eram feitas por esse tipo de maluco.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Já era, é a Pós República! Nenhum regime, forma ou sistema de governo resiste a tão maciças doses de desinformação, manipulação e mentira.

 

imagem de Conejo 10
Conejo 10

Eu me lembro vagamente (fazem

Eu me lembro vagamente (fazem 30 anos) que, chamado por Leonidas Gonçalves, Jair Bolsonaro NEGOU TUDO o que a Veja pulicara.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Deathdoor
Deathdoor

"aftermath"

Vi sobre essa história essa semana em outro lugar e comentava o que se passou depois.

O Leônidas iniciou investigação e depois declarou que "os dois oficiais envolvidos, eu vou repetir isso, negaram peremptoriamente, da maneira mais veemente, por escrito, do próprio punho, qualquer veracidade daquela informação", só que a repórter reafirmou a história e entregou um croqui de um plano de uma bomba para se colocada em uma adutora do Guandu "desenhado peremptoriamente, da maneira mais veemente, por escrito, do próprio punho" pelo próprio Bolsonaro.

Imagem: http://4.bp.blogspot.com/-JAFj1uq1ehg/TaG9aKc8tXI/AAAAAAAABGw/NwIZlhyVlV...

Depois de quadro meses de investigação o Leônidas conclui que a informação era verdade e que os dois tinham mentido para ele.

O que acontece?
Nada, porque afinal, "democracia, ho!".

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Por isso ele é o herói da

Por isso ele é o herói da direita.

O governo Lula e Dilma foram comparativamente excelentes para os militares, tanto no aspecto salarial como no equipamento das tropas que foram ficando obsoletos e não substituídos desde a próprio regime militar.

A oposição  dos militares aos governos do PT é:

1 - Ranço

2 - Lavagem cerebral do perigo do comunismo.

3 - Falta de pensamento.

Seu voto: Nenhum (25 votos)
imagem de Luiz Gonzaga da Silva
Luiz Gonzaga da Silva

"A repórter havia apurado uma

"A repórter havia apurado uma bomba, no sentido literal e no figurado. Veja não respeitou o off – no que fez muito bem, neste caso, pois do contrário estaria acobertando atos terroristas – e quebrou o pacto de sigilo com a fonte. A história toda foi contada nas páginas 40 e 41 da edição 999 (de 27/10/1987) da revista."

Ah! Velhos tempos em que Veja fazia jornalismo.

Nos novos tempos petistas, na Veja dos eurípedes e reinaldos, certamente, os "jornalistas" se tornariam cúmplices dos terroristas. As bombas, no sentido literal e figurado, seriam financiadas pelo parceiro "Cachoeira".  Na edição seguinte, sairia uma "reportagem" assinada por "Caneta" acusando o Planalto de estar por trás dos atentados.  Seria o Riocentro de Dilma/PT.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Isso é o próprio lixo. E é

Isso é o próprio lixo.

E é dever do exército mostrar para o Brasil lixos como este não fazem parte de suas fileiras.

Seu voto: Nenhum (17 votos)

"Homessa, e ainda ganha

"Homessa, e ainda ganha dinheiro pago pelo erário público, ou seja, o povo que ele tanto odeia, lhe paga pra viver...Um soldado desse não serviria a nenhum exército sério, do mundo civilizado." - Floriano Caxias

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Hélio Jorge Cordeiro

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.