Revista GGN

Assine

As decisões tomadas no julgamento que indicam o caminho da condenação

 
Nassif, só por essas razões que você elencou a máscara dele ou o perfil dele se revelou faz tempo. Circula na internet a entrevista de Kennedy de Alencar com o referido Ministro, onde Kennedy pergunta: Ditadura Militar? Resposta: Um mal necessário. Um  Ministro da mais alta corte da nação fazer essa declaração pública? Todos temos  as nossas preferências político ideológicas, e entendo que tudo gira no campo da política, mas há determinados cargos da estrutura da nação em que o cidadão quando o exerce deve se isentar dos seus postulados políticos partidários e seguir o que se espera que ele siga, A Constituição, as Leis, os Códigos  que foram estabelecidos pela maioria, ou aceitos, pela maioria da sociedade.
 
O que estamos vendo desde o início desse famigerado Julgamento é na verdade uma reunião de "Magistrados" com o intuito exclusivo de condenação. O relator JB lembra um acusador da santa inquisição e vários dos outros julgadores apenas estão ali para dar um ar de justiça ao linchamento.
 
Os fatos ou as decisões tomadas nesse julgamento indicavam o caminho a seguir, a condenação;
 
1) Não desmebramento. Retirou o direito de cidadãos de serem julgados por Instâncias inferiores, e assim em caso de condenamento recorrerem a Instâncias superiores. isso levou a que muitos deles que não possuíam foro previlegiado a condenações sumárias. Desrespeitou-se o princípio da isonomia posto que no mensalão mineiro do PSDB tal desmenbramento foi realizado.
 
2) Negou-se a presunção de inocência, princípio Capital da Justiça. O Relator JB exerceu sua função como braço forte do PGR, o executor, o carrasco.
 
3) Provas irrefutáveis de que não houve desvio do dinheiro público (Visanet) foram manipuladas pelos Julgadores e transformaram-se num passe de mágica em um dos maiores desvios públicos do Brasil como mencionou o julgador Gilmar Mendes.
 
4) (Para finalizar, porque a lista é longa) Embragos Infringentes não aceitos pelos Julgadores que assim aproveitam esse julgamento para criar uma nova Lei, uma nova diretriz, uma nova norma, que eles não possuem direito de criar ou alterar, não cabe a eles, não é da competência deles.
 
Chamar esse Tribunal de Supremo é uma das maiores falácias. Foi e é um teatro de interesses e vaidades, uma pantomima ou melhor um teatro de horrores.

Tags

Sem votos
5 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Kafka explica

Se este julgamento não tivesse sido de exceção do começo ao fim, o que era de esperar, uma vez que o crime não foi praticado e não existindo crime, como punir os acusados? É esta a lógica que permeia todo este processo, inclusive com sumiço de provas da inocência dos réus. A versão fantasiosa deste crime e o processo foram construidos pelo quarteto oposição-midia-stf-mpf, o que foi feito  de forma astuta no decorrrer dos anos, hoje o resultado esta aí, a Suprema Corte de um país negando o sagrado direito de recurso aos réus. Não teríamos chegado ao ponto em que chegamos se o julgamento tivesse sido feita de forma isenta, não partidarizada, o qur o equipara a Alçada, o tribunal que condenou Tiradentes, é esta  a  melhor referência para esse julgamento kafkiano.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

Coligações tornaram-se formação de quadrilha

A meu ver, faltou na lista do Sabóia uma das mais importantes e, quem sabe, perniciosas críticas dos ministros ao atual sistema de coligações partidárias. Salvo engano, para eles as coligações feitas para eleger o Lula foram criminosas, equiparadas ao crime de formação de quadrilha (para que o PT se perpetuasse no poder).

Tenho minhas críticas ao sistema, mas ora bolas, se essas são as regras, como jogar sem elas?

Tb tenho críticas ao Lula, visto que esta semana ele defendeu uma "governança global" com - pasmem - moeda global - exatamente como defendem os globalistas do Clube Bilderberg.

Dilma, enquando isso, defende um "marco regulatório" pra internet, ou seja, o script (agenda) globalista.

Posso estar exagerando, mas sinto-me usado.

Votei na Dilma esperando um endurecimento contra o sistema financeiro, o que chegou a ser esboçado, mas aparentemente está havendo um retrocesso, com as recentes elevações da Selic.

Quando será que alguém (da imprensa), no Brasil, estudará essa tal Nova Ordem Mundial? Tô variando (enlouquecido)?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A "moeda global" de Lula

Desculpe, mas sou obrigado a dizer em que circunstância Lula sugeriu essa  tal "moeda global". Ele dizia que por falta de uma governança global foram tomadas muitas medidas que foram e são prejudiciais à maioria dos países. Por exemplo, continuou, ter hoje o dólar como moeda referência global, em substituição do ouro. Qual é a desvantagem para a maioria dos países? Só os EUA imprimem o dólar. Daí a tal "moeda global" a partir de uma cesta de moedas. Simples assim.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Obrigado pelo esclarecimento

Obrigado pelo esclarecimento a respeito da moeda, mas eu considero que melhor seria voltar ao padrão ouro.

Em relação à governança global, tenho minhas dúvidas. Espero que o Lula não tenha querido dizer o que disseram que ele disse...rs

Seu voto: Nenhum

Ditadura: um mal necessário

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.