Revista GGN

Assine

Cenários futuros em uma semana decisiva

Atualizado às 12:30

Vamos de novo ao nosso xadrez da política.

O fator Lula

O lance mais óbvio da Lava Jato é o indiciamento e a condenação de Lula. Basta Sérgio Moro condenar e o Tribunal Federal Regional da 4a Região (TRF4) confirmar, para Lula se tornar inelegível, de acordo com a Lei da Ficha Limpa.

Poderia haver o requinte de decretação de prisão de Lula, valendo-se da recente decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de obrigar o cumprimento da pena após o julgamento em segunda instância. Mas dificilmente ocorrerá, porque significaria ungir Lula com o manto do martírio.

Há o risco, sim, da prisão preventiva, humilhação pública e, depois, a libertação. Aí, passaria a ideia da impunidade.

Se houvesse senso de responsabilidade institucional, a esta altura o Presidente do STF Ricardo Lewandowski estaria reunido com o Procurador Geral da República Rodrigo Janot, com o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Francisco Falcão, com o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, buscando maneiras de impedir essa ação de Moro, com claro viés político, em respeito a quem se tornou um símbolo mundial da paz. E para evitar conflitos populares de monta.

Mas hoje em dia tem-se um Judiciário acuado pela besta – o sentimento de manada da opinião pública e um clima em que cada qual cuida apenas do seu quintal.

O cenário provável é a quebra de sigilo bancário e mais uma onda de vazamentos visando o desmonte final da sua imagem. E uma probabilidade menor da prisão preventiva. Em vez da inabilitação política de Lula acalmar a guerra política, ela se acirrando com o xeque final, de derrubar Dilma.

O fator Dilma

Tem-se uma economia em crise aguda, riscos concretos de default fiscal, ampliação do desemprego. Se tirar uma foto de agora, as maiores empresas nacionais -Odebrecht, Vale, Gol, Usiminas, Petrobras, CSN, Gerdau - estão tecnicamente quebradas, sem caixa para pagar as dívidas vincendas.

É evidente que não vão quebrar porque os bancos irão prorrogar os financiamentos, esperando que o cenário econômico melhore. Mas há enormes desafios pela frente e uma presidente com enormes dificuldades em administrá-los.

Tome-se o caso Sete Brasil, a tentativa de criar uma empresa que intermediasse as encomendas de navios e plataformas da Petrobras. Em vez de delegar, Dilma chamou a si o problema. Terminada a reunião, não havia definido nenhuma medida e nenhuma responsável. Apenas meses depois Ministro Nelson Barbosa entrou nas discussões e conseguiu arrumar um pouco a casa.

Tem sido assim em todas as questões relevantes.

Na recente votação do PL sobre o pré-sal, o governo tinha todas as condições para tirar o regime de urgência ou de vencer a votação final. O Ministro Ricardo Berzoini estava nessa linha até a undécima hora,

Independentemente das tentativas de golpe no circuito Moro-Gilmar, se não houver uma mudança no governo Dilma, a mãe de todas as crises, a econômica, engolirá o governo.

O fator Moro e MPF

Não se pense em uma mera conspiração, dessas que se montam na calada da noite. Movimentos dessa ordem, em um ambiente democrático, são frutos de um conjunto de circunstâncias, eventos políticos que impactam a opinião pública, e mudanças institucionais e sociais trazidas pelas novas tecnologias e pela onda de globalização que são aproveitados por alguns agentes oportunistas.

Há um conjunto de peças nessa operação Lava Jato.

Peça 1 – a intenção nítida de derrubar o governo e inviabilizar o PT.

Aí se trata de uma luta pelo poder, seca, crua, objetiva e sem limites. Essa luta garante a blindagem ampla dos aliados do Ministério Público Federal: PSDB e Aécio Neves, e Organizações Globo. O efeito-manada criado pela mídia tem impedido qualquer espécie de moderação nos abusos.

Peça 2 – um componente geopolítico cada vez mais claro.

É um processo pouquíssimo estudado até agora.

Nos últimos anos o sistema judiciário, especialmente as pernas do Ministério Público Federal e Polícia Federal, se internacionalizou através das cortes internacionais e dos acordos de cooperação.

Do lado dos direitos humanos houve um expressivo avanço civilizatório. Do lado da luta contra o crime, uma integração cada vez mais intensa com as forças de segurança internacionais. Em ambos os casos, uma aproximação cada vez maior da nata do MPF com os círculos internacionais, com os melhores quadros se habilitando a cargos nos organismos internacionais.

A premiação da equipe de procuradores da Lava Jato pela Global Investigations Review – um site que cobre investigações internacionais contra a corrupção – e da AP 470 pela Associação Internacional dos Procuradores, são dois exemplos dessa visibilidade e integração internacionais (http://migre.me/t7Nkn).

Quando Sérgio Moro sustenta que a corrupção deriva de uma economia fechada, expressa a visão ideológica que emana dessas organizações internacionais.

Com a mixórdia financeira das últimas décadas, a corrupção adquiriu tal sofisticação que só uma ação coordenada internacional para fazer frente ao crime. E aí entra o maior preparo do FBI, que passa a direcionar as investigações graças à sua maior capacidade de investigação.

A maior experiência dos EUA fez com que há tempos legalizasse um conjunto de ações corporativas visando influenciar governos ou empresas, especialmente um rigor absoluto para impedir que qualquer crime corporativo seja julgado em outra jurisdição.

Já os países emergentes, com pouca tradição de multinacionais próprias, mantêm legislações anacrônicas que, por não prever formas mais flexíveis de atuação das empresas, tendem a criminalizar qualquer coisa. E chegam ao absurdo de alimentar as ações de outros países contra empresas públicas brasileiras.

Na era Macri, o Ministério Público argentino usará contra Cristina Kirchner a mesma fórmula aplicada pelo MPF brasileiro contra Lula e Dlma. É só conferir:

1.    Governos tomam medidas que beneficiam grupos econômicos. Faz parte da própria lógica das políticas econômicas.

2.    Grupos econômicos apoiam governos, em geral todos os partidos, para ficar com um pé em cada canoa.

3.    Basta juntar uma medida de política econômica qualquer, que beneficiou determinado setor – mesmo que justificada sob a ótica do desenvolvimento ou do equilíbrio regional - e bater com alguma contribuição política do setor para o governo. É o caso dessa tentativa da Zelotes de criminalizar a MP da indústria automobilística.

Duas das preocupações nítidas da geopolítica norte-americana é o da disseminação de um populismo antiamericano na América Latina e África e da expansão das multinacionais do continente. A única potência média a emergir nas últimas décadas foi o Brasil, com suas empresas entrando na África e América Latina.

É por aí que se estrutura a cooperação do FBI, conforme pode-se conferir nos exemplos abaixo, todos municiados com informações da cooperação internacional:

1.    O fato do próprio PGR Rodrigo Janot ter comandado a ida de um grupo de procuradores aos EUA e entregado ao Departamento de Justiça elementos contra a Petrobras – uma empresa controlada pelo Estado brasileiro.

2.    A volta dos procuradores, com informações sobre a corrupção na Eletronuclear, fornecidas por uma advogada do Departamento de Justiça ligada à indústria nuclear norte-americana.

3.    As informações sobre as contas de João Santana que deram munição, em uma só tacada, contra todos os aliados políticos brasileiros nos países em que Santana coordenou campanhas eleitorais.

4.    As informações contra a Gerdau, empresa brasileira que atua em 14 países.

Mais as consequências ideológicas dessa cooperação:

1.   A tentativa de criminalização de toda forma de apoio às incursões de empresas brasileiras no exterior – de financiamento às exportações a ações diplomáticas.

2.    Em vez de investigações sigilosas, focadas nos crimes e nos culpados, o trabalho deliberado de destruir a imagem corporativa de todas as multinacionais brasileiras.

Trata-se de uma falha grave institucional – do próprio MPF e do Executivo – de não aprofundar as discussões sobre as implicações da cooperação internacional nos interesses nacionais. Aliás, a noção de interesse nacional é conceito consolidado apenas nas Forças Armadas.

Peça 3 – há tendências claramente ideológicas nesse movimento.

As pregações evangélicas dos procuradores, a visão de Deus contra os ímpios, a graça divina permitindo a limpeza final do país, o discurso evangelizador, a demonização da política e a busca do Brasil limpo, tudo isso fortaleceu o discurso de intolerância dos movimentos de ultradireita e fez a Lava Jato tomar lado.

Quem conduz as ruas são os filhotes de Jair Bolsonaro, que acabaram por conferir a cor da oposição.

Não há nenhuma ligação direta entre os filhotes de Bolsonaro e a Lava Jato, mas há toda uma relação de causalidade.

Peça 4 – Há risco claro de atentados aos direitos individuais, acelerado pela decisão do STF de permitir prisão a partir da segunda instância.

Os Ministros garantistas do STF foram evidentemente pressionados pela besta a votar contra a supressão da Terceira Instância. A intenção óbvia era garantir a prisão dos réus da Lava Jato.

Contudo, abrem uma enorme brecha nos direitos individuais, com consequências amplas em inúmeros campos.

Fiquemos no mercado de opinião.

De uns anos para cá, os blogs se tornaram o único contraponto à cartelização da notícia e das opiniões pela mídia. A maneira encontrada pelos grupos de mídia é combate-los através de ações judiciais. O STF é o único tribunal garantista que tem impedido as condenações abusivas e garantido a liberdade de expressão.

Com a obrigatoriedade de cumprir a pena antes da última instância, os grupos de mídia terão toda a liberdade de ação para sufocar financeiramente os blogs e até para conseguir a condenação criminal dos desafetos. Com a enorme influência da Globo nos tribunais cariocas, da Veja nos tribunais paulistas, seria desafio fácil.

Por outro lado, iniciativas como a do deputado Wadih Damous (PT-RJ) de criminalizar jornalistas que divulguem documentos sigilosos é tiro no pé. Será mais uma arma utilizada contra o jornalismo independente.

Seria muito eficaz uma lei que responsabilizasse diretamente os chefes de cada corporação quando demonstrassem desinteresse em coibir vazamentos, incluindo o Ministro da Justiça, o diretor geral da Polícia Federal e o Procurador Geral da República. E que impedisse a Ministros do STF e ao PGR o uso abusivo da gaveta.

O fator PSDB

A campanha delenda-Lula fornece uma blindagem natural ao PSDB. Com Lula saindo de cena, a guerra interna tornar-se-á mortal. As prévias para a candidatura do PSDB à prefeitura de São Paulo já demonstraram isso, com a profusão de dossiês de lado a lado.

Rompida a blindagem do partido, nenhum presidenciável resistiria a um mês de investigações:

1.    Aécio Neves tem contra si inquéritos engavetados pelo PGR, de lavagem de dinheiro, e o caso de Furnas. E tem a máquina de dossiês de Serra para divulga-las.

2.    José Serra tem a filha Verônica, parceira desde os tempos de recém-formada, quando recorria ao escritório Ippolio, Rivitri Duarte & Sicherle, de ex-colegas da São Francisco, para contratos de consultoria para empresas interessadas em conversar com o pai Ministro. Serra não resistiria a uma pequena cooperação internacional sobre as contas e fundos da filha no exterior. Bastaria um procurador independente analisar os negócios da Experian no Brasil.

3.    Geraldo Alckmin mantém a blindagem junto ao Ministério Público Estadual. Bastará uma investigação sobre obras públicas do estado, financiadas com recursos federais, para se tornar alvo do Ministério Público Federal.

Aliás, uma consequência lateral da enorme influência política do Ministério Público foi dada pelo próprio Alckmin. No final do ano, a queda da receita fiscal poderia deixar ao desabrigo a Justiça estadual, o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública.Garantiu-se a Justiça e o MPE. E deixou-se ao relento a Defensoria Pública, cujo papel é dar assistência jurídica aos mais pobres.

Conclusões parciais

Tem-se um quadro claro de conspiração pela frente, na parceria Sérgio Moro-Gilmar Mendes.

O sucesso ou não do golpe dependerá da reação das instituições. E essa reação está diretamente relacionada com a capacidade do governo Dilma Rousseff em apresentar um cenário de futuro minimamente razoável.

Poucos darão a cara para bater em defesa da legalidade, se na ponta não houver um cenário futuro minimamente viável.

Ocorre que não se consegue avançar em projetos mais ousados devido ao estilo de Dilma, que inibe a proatividade de seus Ministros. E, por não saber delegar,  sua insistência em centralizar todos os problemas que exigem respostas prontas, atrasando as soluções.

Não é possível prever o que ocorrerá em caso de prisão e inabilitação de Lula. Haverá radicalização nas ruas, exigindo intervenção da polícia. Será um enorme retrocesso civilizatório, um enfraquecimento brutal das políticas sociais e de direitos humanos e um retrocesso na institucionalização da luta democrática trazendo de volta, nos movimentos mais à esquerda,  a decepção com a democracia e a busca de formas alternativas de luta política. Enfim, uma ampla involução no processo político.

Jornais, um Judiciário dúbio, um governo medíocre e uma oposição desvairada criaram espaço para a argentinização da política brasileira.

Por outro lado, contribuirá para jogar o PSDB em uma luta fratricida.

O cenário ideal seria a conspiração refluindo, os tribunais superiores enquadrando os aspectos conspiratórios da Lava Jato. Criada a trégua, Dilma acordar de uma vez e mudar radicalmente seu estilo de gestão, discutindo seriamente e com profundidade medidas mais ousadas para reverter uma crise que se prenuncia fatal.

Por enquanto, há poucos juízes em Berlim, e nenhum candidato a estadista no Planalto.

Sobre o PL do deputado Wadih Damous

Do gabinete do deputado recebo as seguintes informações:

PL nunca objetivou, como explicado ao telefone, reprimir a liberdade de imprensa. Objetiva-se, contudo, que haja responsabilização por parte das autoridades competentes que, na busca por atender interesses alheios aos da boa prática jurídica, vazam conteúdos sem pesar consequências. Ao mesmo tempo, concordamos que a redação pode ser melhorada para que não paire dúvidas quanto aos atores que o PL pretende atingir.

Além de aperfeiçoar o instituto da colaboração premiada, o grande cerne também é proteger pessoas que, apesar de serem citadas durante as investigações não são investigadas e, mesmo assim, tem seus nomes distribuídos para a imprensa sem critério.

§ 18. As menções aos nomes das pessoas que não são parte ou investigadas na persecução penal deverão ser protegidas pela autoridade que colher a colaboração. ” (NR)

Nossa principal preocupação, com a proposta, é impedir que a pessoa presa possa fazer a delação em razão do caráter de voluntariedade que o instituto exige.

Média: 4.2 (69 votos)

Recomendamos para você

169 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

imagem de Edivaldo Dias Oliveira
Edivaldo Dias Oliveira

Que fazer

1 – Não se engane. O escândalo envolvendo FHC e sua-ex amante é apenas uma cortina de fumaça, não para encobrir as denuncias contra a famiglia Marinho, embora isso também lhe seja útil. A razão maior é incutir em corações e mentes da sociedade quando da iminente prisão de Lula, que não há, como então se dirá, nenhuma perseguição pessoal ou partidária, exemplo disso é a denuncia e o inquérito aberto contra FHC. Assim, a prisão de Luís Inácio se torna mais palatável e os protestos menores.

Os fatos revelados por Miriam Dutra sempre esteve aí, a disposição da grande mídia, na grande prateleira midiática que no entanto, não interessou a nenhum veículo. Agora que é evidente a prisão de Luís Inácio torna-se conveniente, contrabalançar, oferecendo a carcaça fernandista às massas, ele que já não tem mais qualquer pretensão política, que não a total destruição de seu principal oponente político, que pretende ainda disputar mais um pleito em 2018.

Portanto, se Dilma quiser ver Lula fora da prisão deve nomeá-lo imediatamente para um cargo em que tenha foro privilegiado; Deve fazê-lo de forma clara, dando ampla publicidade em rede nacional dos reais motivos que a levaram a nomeá-lo. Tirando da  mídia a noticia que ela daria de qualquer maneira de forma espalhafatosa no dia seguinte e marcando definitivamente o início da luta política em campo aberto.

 

 

Obs.  Comecei a fazer uma análise do estatuto do Tribunal de Roma (TR), que julga pessoas por Crime Contra a Humanidade entre outros crimes  e tipifica esse crime da seguinte forma em seu artigo 7º: Perseguição de um grupo ou coletividade com identidade própria, fundada em motivos políticos, raciais, nacionais, étnicos, culturais, religiosos, de gênero, como definido no parágrafo 3º, ou outros motivos universalmente reconhecidos como inaceitáveis conforme o direito internacional, em conexão com qualquer ato mencionado no presente parágrafo ou com qualquer crime da jurisdição deste Tribunal; 

para quem tiver interesse em nalisar o estatuto, ei-lo aqui na íntegra, sancionado em 2002 por FHC; http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/D4388.htm

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Cris Kelvin
Cris Kelvin

STF e CNJ so não intervém por que não querem

Tem força e poder para coibir os abusos e colaborar construtivamente, assegurar a governabilidade, o equilíbrio institucional e as bases para a saida da crise econômica. Quando quiseram, os ministros do Supremo se permitiram ingerências no  Legislativo,  extrapolando suas atribuições constitucionais. Mas agora,  no próprio ambito de seu poder, não assumem nenhuma responsabilidade?

Em tempo a sugestão de que Lewandowski, Janot, Falcão e Cardozo devem urgentemente se reunir para conter o irracional Sergio Moro. Irracional porque a razão, como lembra Péguy, não procede do terror, que é a forma aguda da força; e não procede da suspeita, das denúncias caluniosas, edas alegações sem prova, que são as formas sorrateiras do terror. 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Esmael Leite da Silva
Esmael Leite da Silva

O Golpe está em andamento; É

O Golpe está em andamento;

É urgente denunciar e barrar a manobra de colocar a Delação Premiada do Senador Delcídio Amaral, como prova, visto que elas não foram investigadas, o golpe via judiciário tem de ser denunciado e combatido em todos os lugares, Estas denuncias serão manchetes em todos os jornais visando provocar uma grande marcha no dia 13 com vista a ter um motivo para derrubar o governo Dilma.

O Golpe Urgente.

Análise de como a Grande Midía é parte integrante do Golpe e como se dividem em suas tarefas, cada meio de comunicação tem um tipo de ação especifica, mas para isso as ações tem de ser coordenadas para que os integrantes da marcha golpista recebam as ordens de forma clara e concisa, a melhor forma de isto ser feito é que o meio tenha crédito e alcance nacional para transmitir as ações a serem executadas, que ele seja claro transparente e não comprometa ninguém, caso alguém descubra esta forma de contato, os participantes que recebem as ordens ficam sob anonimato, pois não há ligação direta entre eles e o comando, e o comando pode dizer que isto é fruto de uma Teoria da Conspiração, portanto sem credibilidade, é um risco que corro ao publicar esta minha análise para isso fiz uma analise da matéria publicada hoje na Folha São Paulo na coluna “Poder” (ver link abaixo) paragrafo por paragrafo e constatei que é  um relatório destinado a orientar as forças golpistas, bem como coordena-las até o Dia do Golpe (dia 15 de março), o momento é mais grave do que pensamos, neste momento a Rede Globo solicita a presença dos militares para intervir  no processo democrático e reinstalar uma ditadura militar. A anexação das declarações do Senador Delcídio Amaral serão anexadas no pedido de Impeachment contra a Presidenta Dilma que correm no TSE, sem serem investigadas, serão utilizadas para derruba-la e para propagação de que são fatos reais e justificar o golpe, papel reservado a Globo e outros da mídia televisiva que tem grande acesso ás massas, a mídia impressa diária fica reservada a média baixa e classe c em ascensão, a classe média média fica reservada ás revistas semanais. As elites participam do golpe.

Comunicado do Comando Geral do Golpe

1)      A ação da Lava Jato sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não atingiu o objetivo esperado. A condução coercitiva do ex-presidente foi um erro estratégico, os adversários  reagem com vigor.

 

2)      O campo popular não deve ser nossa área de atuação para evita estragos maiores, a ordem é centrar o foco da atuação política no impeachment da presidente Dilma Rousseff e na ofensiva contra a sua reeleição, travada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), (Os lideres parlamentares serão procurados e já estão instruídos sobre o que dizer).

 

3)      Esse script prevê ainda que, para perguntas sobre Lula, a resposta será uma só: é um assunto a ser tratado pela polícia e a Justiça.

 

4)      Na última sexta-feira (4), quando a Lava Jato colocou a Operação Aletheia nas ruas, os nossos principais nomes da oposição comunicaram-se e fizeram reuniões para debater a melhor forma de reagir à ação, que foi considerada a mais perigosa desde o início do golpe.

 

5)      Já naquela manhã, havia dúvidas sobre o modo como a ação judiciária sobre Lula e o governo Dilma é visto pela população, é visto como um golpe à democracia.

 

6)      A confirmação deste fato, veio em seguida, a prisão de Lula foi seguida de forte mobilização das forças democráticas. Criando um clima de conflagração social, que não era esperado.

 

7)      A ordem, portanto, é expressar apoio incondicional ao judiciário, e evitar o confronto com as forças democráticas.

 

8)      Em outra frente no congresso, a ordem é, já nesta segunda-feira (6), iniciar obstrução dos trabalhos na Câmara como forma de pressionar o impeachment e pedir ao TSE que incorpore à ação que investiga ilegalidades na reeleição de Dilma os termos da delação premiada negociada pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo, mesmo que não comprovadas, o que importa é a versão, não os fatos.

 

9)      "Vamos cuidar aqui do que é o nosso objetivo, que é derrubar a Dilma. Vamos mostrar que com ela não dá mais", disse o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

 

10)   Discurso semelhante foi feito por Agripino Maia, presidente do DEM. "A questão do Lula não é um assunto político, é policial. Temos que nos concentrar na homologação da delação de Delcídio. Isso pode trazer forças novas à articulação do impeachment", avaliou.

 

PMDB

A cautela, é palavra de ordem no PMDB, partido comandado pelo vice-presidente da república, Michel Temer (SP), principal beneficiário de uma eventual queda de Dilma. Lideres da sigla negociações estão sendo feitas para que no próximo dia 12, quando ocorrerá a convenção nacional da legenda e Temer seja reeleito presidente da sigla. A recondução de Temer deve se dar na véspera das próximas manifestações nacionais pelo impeachment, marcadas para o dia 13, o que provocará o enfraquecimento do governo, os atos são aguardados com grande expectativa pela ala do PMDB que é a favor do impeachment de Dilma. Esse grupo avalia que, se houver grande adesão aos protestos, no dia 15, o governo Dilma estará acabado.

Este é o relatório e sua ordem deve ser acatada na integra.

Comparem com o link da folha: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1746871-oposicao-mira-em-dilm...

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Micael
Micael

Também fico pasmo....

Votei no Lula sempre, votei na Dilma na ultima. Mas agora pra mim a questão central é: a conta do Lula está recheada ou não está? A conta dos filhos do Lula está recheada ou não está?

Simples assim. Agora que a frase "nao foi o PT que inventou a corrupçao'  é verdadeira eu também acho.

Mas insisto: a conta dos filhos do Lula está recheada ou não está?

Alguém aí justifique o recheio sem citar o lugar comum que coloquei aí acima.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de anac
anac

 Sua visão é muita limtada.

 Sua visão é muita limtada. Ganhar dinheiro desde que honestamente não é cirme, nem aqui. nem em lugar nenhum  do mundo, quanto mais em um país capitalista. Duvido que tenha votado em Lula. Eleitores de Lula não têm um raciocionio e uma logica tão tacanha, rasteira. Coxinha sim.

Outra, na DEMOCRACIA, em um Estado Democrático de Direito,  o ônus da prova é de quem acusa. E a obrigação do MP e judiciario antes de condenar é apresentar prova do crime e da pratica do lilicito. O sitio não esta no nome de Lula muito menos o triplex do guarujá.

Quanto a conta recheada não se pune por suposições e ilações, provas robustas são necessárias para condenar. indique em qual banco aqui e alhures a conta de Lula com numero e agencia  esta recheada por ganhos ilicitos. Bill Clinton ex-presidente do Brasil recebe 1 milhão e quinhentos mil  DOLARES por palestras. Lula retirou 40 milhões da miséria e inseriu 40 milhões na classe C, retirou o Brasil  do mapa da fome no mundo mais do que qualquer outro tem motivo para quererem ouvi-lo em palestras e  pagando caro.fhc, ex-presidente do Brasil,  que quebrou o Brasil três vezes ganha por palestras. fhc é proprietario de um apartamento em higienopolis de 450 m2 e confessou conta recheada  no estrangeiro onde pagou a ex-amante mirian dutra. Alem de segundo a colunista da Folha  monica bergamo ter assumido que é dono de um apartamento de 11 milhões de ruro na Avenue Foch, Paris. Isso é no minimo suspeito para quem recbe uma posentadoria de professor. Mesmo assim para condená-lo tem que ser apresentada mais provas robustas de algum ilicito praticado. E fhc tem direito de defesa.  

É simples assim  o que se pede é respeito aos direitos e  as garantias individuais consagrados na CF. A DEMOCRACIA, o Estado Democratico de Direito, principios e garantias individuais consagradas na CF estão sob ameaça de um juiz justiceiro e desequilibrado.  A ameça é a todos os brasileiros. Lula passa, como getulio passou. E outros surgirão pois a luta de classe com a desigualdade cada vez maior no mundo não acaba. Mas duvido que vc com sua mentalidade tão rasteira consiga entender isso tão simples de entender, mas muito dificil para um coxinha. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Lucas U
Lucas U

Bons argumentos, mas muita agressividade e arrogancia.

"Duvido que tenha votado em Lula. Eleitores de Lula não têm um raciocionio e uma logica tão tacanha, rasteira. Coxinha sim."

Que absurdo. Votei no Lula/Dilma desde que tirei meu titulo de eleitor. Estamos vivendo um momento político conturbado, onde na mídia se fala muito sobre o envolvimento do ex-presidente nesse esquema de corrupção e mesmo para quem votou neles a dúvida se são inocentes ou culpados é gigantesca. Provavelmente assim como eu essa pessoa chegou aqui querendo entender melhor a situação e sua arrogancia chega a dar nojo. Se você tem bom conhecimento político dicemine-o, mas sem ofender quem está apenas querendo saber mais. "Eleitores de Lula não têm um raciocionio e uma logica tão tacanha"...que coisa horrível. Pessoas que dizem ter votado a confiança em uma mesma pessoa para guiar nosso pais, e você fala como se fosse superior. "Quem vota no Lula não teria essa dúvida". Mas, parabéns pelo ponto de vista...apenas seja mais humilde.
 

Seu voto: Nenhum
imagem de Hildermes José Medeiros
Hildermes José Medeiros

Perdoe, mas vejo muitas

Perdoe, mas vejo muitas hipóteses, muitas ilações para concluir e não dizer com todas as letras: há no aparelho de estado, seguindo tendência geopolítica imposta pelo capital internacional, para reverter o quadro de hegemonia dos governos de tendência trabalhista. O Brasil é a principal peça nesse quadro. Há, a partir dos tribunais superiores, Procuradoria Geral de República e Procuradorias Estaduais, as Justiças Federal e Estaduais Polícia Federal, Ministério da Justiça, um aparelhamento para dar conta da tarefa. Para tanto, o aparelho do golpe conta com a mídia tradicional aliada do capital multinacional e grupos de direita, como o Instituto Millenium por exemplo, para atuar e financiar as atividades de militantes contrários ao governo. Há uma conspiração a céu aberto em curso. Por isso essas investigações, embora esteja claro que certamente haja financiamento em todos os níveis, porque poucos dão encaminhamento a tais ações por ideologia. Há resistências, tem-se mostrado uma tarefa de objetivo complicado, que pode ter consequências desastrosas no Brasil e internacionalmente. Se não tiverem êxito no golpe, já estão fazendo uma propaganda eleitoral gratuita. O STF não avoca o processo da Lava Jato, que tem repercussão em todo o país e está sendo conduzido por um juiz que já mostrou que tem lado (o da oposição ao governo) e a Justiça Eleitoral nada faz para dificultar essa propaganda antecipada.

Seu voto: Nenhum

Ao GGN: A blogosfera alternativa (a q difere da grande mídia)

acho triste a dualidade pq é cair no jogo da blogosfera oposta.Ambas são de uma unanimidade arrasadora (Que não se confun da ficar na coluna do meio).Os leitores e comentaristas:os mesmos, falam as mesmas coisas,concordam com os textos da administração de cada blog,em suma:não ampliam a leitura,a audiência,fecham-se em si mesmos.Não são todos os blogs,até pq conheço poucos. Esta postagem tb é uma sintética mesmice e pode ser cortada (não tem relação com o tema título, mas aí tá outra limitação: postagens estritamente sobre temas títulos é uma maneira de se fechar ainda mais (um personagem de Gorki,em A Mãe, diante de seus juízes, grita que tudo está interligado). Ao GGN.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"A fidelidade muitas vezes não passa de falta de imaginação " - Oscar Wilde

imagem de Rafael Rigonatto
Rafael Rigonatto

Todos santos

São todos santos e ingênuos. Situação, oposição, mídia, e bla bla bla. Já que é todo mundo inocente, soltem todos e que tudo volte a ser o que era antes. Isso não vai dar em nada mesmo, pra que o desperdício de tempo e dinheiro?

Seu voto: Nenhum
imagem de Ze Guimarães
Ze Guimarães

Eu quero ver

Eu quero ver um destes comentaristas defender o republicanismo. Defender a lista triplice.

Há anos que venho denunciando que o republicanismo petista é um tiro no próprio pé.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Lucienne
Lucienne

A Ditadura voltou. Só toma o

A Ditadura voltou. Só toma o poder quem detém poder de polícia. Em 64, eram as Forças Armadas; em 2016, é a PF. Simples assim. E quem disse que eles precisam de uma figura carismática para ocupar o Planalto, algum dos generais que assumiram pós 64 tinha carisma? Bobos! E ainda ficamos aqui criticando o governo Dilma, tentando passar uma imagem de "republicanismo", republicanismo esse tão criticado em Dilma. Chega de ficar esperando pelo golpe. O golpe já é. A hora, agora, é de: ABAIXO A DITADURA!

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de M Gaspar
M Gaspar

Tudo coordenado com a mídia

"Se houvesse senso de responsabilidade institucional, a esta altura o Presidente do STF Ricardo Lewandowski estaria reunido com o Procurador Geral da República Rodrigo Janot, com o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Francisco Falcão, com o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, buscando maneiras de impedir essa ação de Moro, com claro viés político, em respeito a quem se tornou um símbolo mundial da paz. E para evitar conflitos populares de monta."  

É bem possível que a cúpula do Golpe tenha lido o seu artigo, pois na suposta "delação" do Delcídio foram incluídas exatamente as pessoas que você citou, Lewandowski, Francisco Falcão e o José Eduardo Cardozo, como sendo as pessoas que estavam articulando para soltar os delatores. É óbvio que isso é uma forma de intimidação pela imprensa para que estas pessoas não tomem qualquer atitude nesse sentido, mesmo que houvesse qualquer irregularidade nas investigações e abuso de poder, uma forma de passar para população de que esses personagens são corruptos. Também há um objetivo duplo, prender o Lula e conseguir o impeachment da Dilma, é uma espécie de aquecimento para os protesto do dia 13. É bem provável que a data de prisão preventiva do Lula seja no dia 11 numa sexta feira a dois dias do protesto que será no dia 13. Pergunto: Quem do judiciário não faz parte deste Golpe? São poucos e já estão sendo achincalhados pela mídia. E depois do Golpe virão aqueles discursos que de estão passando o Brasil a limpo. Quem engolirá esta farsa.

Seu voto: Nenhum
imagem de Arthemisia
Arthemisia

A prisão de Lula e a

A prisão de Lula e a perseguição ao PT são provas de que este partido não faz parte do establishment. Pessoas como ACM, Maluf, FHC nunca foram e nunca serão presas no Brasil (creio que nem Eduardo Cunha). Aqui é assim: o filho da patroa rouba dinheiro para comprar drogas, mas a culpada é a empregada.

A luta não acabou, mas ficará muito mais difícil. Retrocessos virão, mas parte da sociedade não aceitará facilmente os recuos e haverá disputa. A prisão de Lula, Dirceu, Genoíno, é uma forma de matá-los, já que as armas não podem fazer mais isso de verdade. Essa semana ouvi de uma funcionária pública federal que já deveriam ter dado um tiro em cada um. E o tiro foi dado.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Elizabete Gomes
Elizabete Gomes

Por que o juiz Moro não se

Por que o juiz Moro não se manifesta a respeito dos vazamentos, por que não condena? Alguém sabe? 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Fernando Bento
Fernando Bento

Vazamentos como estratégia

Os vazamentos para a impresa são parte importante da Lava Jato justamente para cooptar jornais de oposição e pautar a opinião pública. Isto é assumido indiretamente pelo Moro em artigo acadêmico "Considerações sobre a operação Mani Pulite" publicado em 2004 e ja divulgado por este blog. Assim os vazamentos são parte do jogo, não um desvio.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Excelente análise sobre a

Excelente análise sobre a forma de subordinação dos interesses nacionais aos interesses americanos, através da adesão corporativa do MP do Brasil ao aparelho americano de dominação do cenário de combate (ou administração, palavra mais cabível) dos crimes econômicos internacionais. Esta administração do combate leva as instituições americanas a defender os interesses hegemônicos da economia de seu país até mesmo dentro dos outros países. Os Estados Unidos, não obstante grandes e intransponíveis paredes que se levantam agora em diversos lugares contra suas pretensões, estão trabalhando para que todos os países sob seu domínio estejam sujeitos a sua legislação, acima das legislações locais. É disso que se trata.

É por isso que o grande acordo de submissão chamado de Tratado do Pacífico, reunindo diversos países-satélites da Ásia e da América Latina, foi feito sob sigilo absoluto. Os países aderentes, segundo suas cláusulas, abrem mão de suas legislações próprias, em favor de conselhos empresariais que terão maior força que as próprias constituições locais e legislações específicas dos respectivos países, e serão dominados, evidentemente, por americanos. É por isso que a luta pelo poder no Brasil tem um caráter de um poder tão transcendente, não respeita nenhum patrimônio local e parte para cima de lideranças políticas simbólicas do nacionalismo e do progresso local com as armas da fúria e do ódio.

É isto que está em jogo no Brasil, soberania ou submissão e limitações eternas. Esta é a luta que está sendo travada dentro do Brasil, a de subordinar o país economicamente e quebrar suas possibilidades de protagonismo econômico internacional, através do domínio de suas instituições internas de combate a crimes capitalistas, não só polícia e ministério público, mas também os próprios juízes locais. E como tudo dos EUA é feito segundo longo e proficiente planejamento e trabalho que buscam sempre uma meta que a ninguém do mundo externo é revelada, então nossa polícia e ministério público devem ter sido "trabalhados" nesse sentido já há bastante tempo. E possivelmente isto também explique de maneira cabal o aparentemente incongruente e surpreendente treinamento que adorna o currículo do juiz federal Sérgio Moro, treinamento este feito não no Departamento de Justiça, mas realizado diretamente no Departamento de Estado dos Estados Unidos, em Washington.    

Seu voto: Nenhum
imagem de Schell
Schell

prisão pela 2a. instância

Existe algo de errado no papel do STF?

  • Juarez Cirino dos Santos
    Professor e Advogado

 

Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

1. Quando o Ministro Teori Zavascki, Relator do HC 126292/SP, falou de equilíbrio entre a presunção de inocência e a efetividade da jurisdição, a sorte do princípio constitucional estava selada. A presunção de inocência, princípio do Estado de Direito protetor da dignidade humana, seria sacrificada aos argumentos utilitários do sistema penal. E o discurso jurídico se incumbiria de racionalizar a decisão, a começar pelo confronto das posições do STF: a) a posição atual, em que a presunção de inocência impedea prisão do condenado antes do trânsito em julgado da sentença condenatória, apesar do efeito devolutivo do Recurso Extraordinário (HC 84.078/2009, Relator o Ministro Eros Grau); b) a posição anterior, em que a presunção de inocência não impede a prisão do condenado antes do trânsito em julgado da sentença condenatória, porque o Recurso Extraordinário não suspende a decisão de 2o grau, que confere consistência à acusação (HC 68.726/91, Relator o Ministro Néri da Silveira).

2. A presunção de inocência comporta três regras distintas, segundo a literatura: a) tratamento como inocente até certeza jurídica de culpa, por sentença penal irrecorrível; b) interpretação da prova pelo princípio in dubio pro reo, porque a prova da imputação incumbe ao acusador; c) garantia da dignidade do acusado contra toda forma de arbítrio. [1] O Acórdão do STF define a presunção de inocência como postulado civilizatório, mas suprime as dimensões de tratamento e de garantia do acusado, limitando o princípio à dimensão probatória, como simples disciplina jurídica da prova, seguindo antigo voto da Ministra Ellen Gracie (HC 85.886/2005) Em síntese, a presunção de inocência seria válida para a instrução criminal, liberando o acusado da prova negativa dos fatos imputados.

3. Vejamos: se a presunção de inocência está restrita ao ônus da prova (conforme o voto), mas se ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória (conforme a Constituição), então o enunciado do princípio ultrapassa a função probatória. O voto não ignora a questão semântica, mas o ilustre Relator faz a pergunta errada: o que significa considerar culpado? Não é o juízo de culpa que importa, mas o momento de formação desse juízo – e a pergunta correta seria: o que significa trânsito em julgado? Por isso, enquanto admite preservar o acusado contra juízos precipitados de culpa, o discurso pretende adequar a presunção de inocência à demonstração progressiva da culpa – ou seja, subordinar a Constituição ao processo penal, e não o processo penal à Constituição. Agora, as razões utilitárias que sacrificaram a presunção de inocência àefetividade da jurisdição estão claras: seria possível um progressivo tratamento mais gravoso, conforme avança a imputação, porque a declaração de culpabilidade de 2o grau conteria considerável força, que tornaria a prisão (para execução da pena) não só necessária, mas compatívelcom a presunção de inocência – apesar de recursos pendentes. [2] Esse é o argumento da decisão – que ainda busca reforço na LC 135/2010, que admite inelegibilidade de candidato por sentença criminal condenatória de órgão colegiado, não obstante a presunção de inocência.

4. Entre juristas e profissionais da Justiça criminal, a perplexidade é geral: o STF, legítimo Guardião da Constituição, em vez de se preocupar com a constitucionalidade das leis, parece preocupado com a legalidade da Constituição – ou seja, interpreta princípios constitucionais conforme normas legais ordinárias. Fazendo menção à legislação comparada e ao reduzido percentual de êxito do Recurso Extraordinário (4% conforme o Ministro Joaquim Barbosa), a decisão responsabiliza a presunção de inocência pela interposição de recursos protelatórios, que inibem a jurisdição penal e promovem a prescrição da pena. Esses argumentos são inconsistentes: primeiro, a legislação estrangeira contém exceções que não ratificam a decisão; segundo, os dados do Ministro Joaquim Barbosa – notabilizado pelas posições conservadoras e punitivas – não coincidem com dados estatísticos oficiais do STF, que falam de 25,2% de recursos providos (mais 3,3% providos parcialmente) pelo STF [3]; terceiro, os recursos protelatórios, que inibiriam a jurisdição e levariam à prescrição, não decorrem da presunção de inocência, mas da absurda demora do Judiciário em julgar os recursos interpostos. E se o Estado não tem condições de garantir os direitos que atribui, então precisa melhorar a estrutura e funções de seus órgãos, mas não deve culpar o cidadão – e menos ainda princípios democráticos – pela morosidade na administração da Justiça.

5. Por último, a decisão atribui ao STF – e ao Judiciário em geral – o papel degarantir a efetivação do jus puniendi, considera o efeito devolutivo do Recurso Extraordinário capaz de harmonizar a presunção de inocência com a efetividade da jurisdição e afirma que a execução da pena após decisão de 2o grau não é arbitrária, mas justificável. Tudo isso é questionável: a) o papel do STF é garantir a constitucionalidade das leis, assim como a função da Justiça criminal é garantir os direitos do cidadão em conflito com o Estado – e não a efetivação de um jus puniendi obscuro e controvertido; b) efeitos atribuídos pela lei a recursos criminais não autorizam cancelar ou reduzir o alcance de princípios constitucionais; c) a execução da pena após decisão de 2o grau é arbitrária, porque a decisão não transitou em julgado, e é injustaem relação a quase 1/3 (ou 28,5%) dos acusados, cujos recursos seriam providos pelo STF.

E fica a pergunta: pode o STF, garantidor e intérprete máximo da Carta Magna, suprimir ou mutilar princípios constitucionais, atribuindo-se poderes constituintes? Ou, ainda: o garantidor e intérprete maior da constitucionalidade das leis pode inverter o papel jurisdicional para subordinar os princípios da Constituição à legalidade ordinária? Se a resposta é negativa, existe algo de errado no papel da Corte Suprema. É triste constatar, reproduzindo a desolação do Ministro Celso Mello, o caráterconservador e regressista da inflexão hermenêutica que assaltou o Pretório Excelso – com a exceção honrosa dos Ministros que protegeram a liberdade do cidadão contra a repressão autoritária do Estado. [4]

Juarez Cirino dos Santos é Advogado criminalista, Professor de Direito Penal da UFPR, Presidente do Instituto de Criminologia e Política Criminal – ICPC e autor de vários livros.REFERÊNCIAS[1] CASARA, Rubens R.R.; MELCHIOR, Antonio P., Teoria do Processo Penal Brasileiro. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2013, p. 511-513; LOPES JR., Aury, Direito Processual Penal. Saraiva: 2014, 11a edição, p. 215-220, fala de carga da prova (atribuída à acusação) e de dever de tratamento interno (restrição das prisões cautelares) e externo (proteção da imagem e da dignidade).[2] Em posição contrária, o Ministro Celso Mello: “Acho importante acentuar que a presunção de inocência não se esvazia progressivamente, à medida em que se sucedem os graus de jurisdição. Isso significa, portanto, que, mesmo confirmada a condenação penal por um Tribunal de segunda instância, ainda assim subsistirá, em favor do sentenciado, esse direito fundamental, que só deixará de prevalecer – repita-se – com o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, como claramente estabelece, em texto inequívoco, a Constituição da República.”[3] Voto do Ministro Lewandowski, no julgamento da ADPF 144/DF, também referido pelo Ministro Celso Mello. 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Rodrigo Tossato
Rodrigo Tossato

Nassif, Parabéns !! é sempre

Nassif, Parabéns !! é sempre uma aula ler o que você escreve!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de henrique dias
henrique dias

ex-petista

Nassif,

Votei mais de 20 anos no Lula e no PT e sei que existe um viés político, mas não sou ingênuo de acreditar que as evidências que estão sendo levantadas e a forma atabalhoada com a qual os advogados do Lula estão agindo, e ele próprio, deixa evidente que há algo de podre no reino da dinamarca. Se realmente houve pagamento de reforma de sítio e triplex, que eu acho que houve sim, por empreiteras ligadas à corrupção, o Lula está se queimando por muito pouco, pois o Instituto Lula e ele mesmo a cada momento dizem uma coisa: primeiro o sítio não era do Lula, depois surgiu outra versão de que o sítio foi presente do Jacó bittar. Assim fica difícil acreditar no Lula. E tem outra, todas as pessoas mais próximas a ele estão presas, com exceção do Rui Falcão. Ele só tem amigos criminosos? Não dá para fechar os olhos e deixar de ver que o Lula deu continuidade à corrupção já existente e, como disse o Cid Gomes (cara que não tenho nenhuma admiração), ele foi conivente com tudo isso. Vai pagar um preço alto ou por estar diretamente envolvido ou por estar cercado por uma quadrilha, que é o que se tornou o PT, bem diferente do PT que o Bicudo, Cardozo, Erundina queriam. O PT está morrendo porque se tornou bolivariano e não um projeto de socialismo. Adeus PT. Adeus Lula. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Arthemisia
Arthemisia

Viu como é fácil? Você é uma

Viu como é fácil? Você é uma prova concreta do que está acontecendo no país. Mas não adianta tentar mudar sua opinião porque você não as tem; porque você tem imagens de presos na cabeça. Hoje é impossível provar a verdade nessa história; quem sabe alguma dia......

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Mais um coxinha que se diz

Mais um coxinha que se diz ex-petista. Trabalho de espalhar para ver se cola.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de lui
lui

interesses

correto prezado comentarista...

agora vamos ver a verdade.

o cara que pensa ser o novo padre ciso nordestino

vai ser desmascarado... vai sr leo pinheiro, o sr pode salvar tudo...

mesmo que preso so por um dia, humilhado vai cair em descredito careta...

adeus, como na  modinha do juca chaves 

 

adeus, pt. saudacoes...

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Manollo
Manollo

Uma coisa é certa:

Uma coisa é certa:Se tivermos de volta ao poder o grupo que o psdb representa, estamos arruinados. Aruinados nós, o povo, a classe trabalhadora. Em pouco tempo desmontam-se todas as açoes positivas que o PT implantou e que fez o PIB do país triplicar e a economia se fortalecer. Diminuindo a desigualdade e permitindo que muita gente pudesse ter acesso a muita coisa que antes não tinham como obter. Não há alternativa séria de poder além do PT e sua base historicamente progressista no congresso. A essência é essa. Vide o que Macri, o Aecio deles,  está fazendo na Argentina. Quem lá está sendo beneficiado com aquele governo? O povo?????

 

E falando em Aecio, fiquei impressionado com a quantidade aterradora de denuncias,  indicios  e provas de seu envolvimento em vários casos de corrupção e coisas ainda mais graves no Youtube. Nada disso sai na mídia. De nada disso o MPF e a PF vai atras. Viva a democracia. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Severino Januário
Severino Januário

Se não sai na mídia nada

Se não sai na mídia nada contra o Aécio, é porque quem está dominando a mídia não quer que saia. E se nada é apurado contra ele, é porque quem está dominando a justiça e o ministério público não quer que se apure. A conclusão é simples: quem está dominando a mídia também está dominando a justiça e o ministério público.

Estamos a dois passos de um ditadura como jamais houve no país, sentiremos muitas saudades dos militares. O controle sobre a Internet virá, porque a ditadura vai exigir que o controle da informação seja absoluto e a manada inteira seja completamente dominada.

Quanto ao Aécio, não creio que a blindagem sobre ele aconteça porque querem que ele desempenhe um papel importante no futuro governo. A blindagem sobre ele vem do fato de que ninguém da oposição pode ser considerado corrupto, para que só a esquerda, o PT e seus governos sejam vistos como corruptos. A oposição tem que ser toda santa aos olhos do povo iludido, mas isso só até o golpe.

Depois do golpe consolidado, Aécio será liquidado juntamente com outros demos e tucanos inconvenientes ao novo governo. Digo que sentiremos saudades dos militares, porque a ditadura deles, apesar de seus pecados, foi uma ditadura nacionalista. Defendeu o Brasil até contra os Estados Unidos. E esta ditadura que virá vai ser americana, uma espécie de ocupação disfarçada, os interesses do país vão ficar do tamanho de um bombom. Como numa guerra, postos chave estão nas mãos dos golpistas, que só ampliam suas conquistas no rumo da ditadura, como no caso do Renan que foi tirar férias e voltou zumbi.

Não concordo com o Nassif quando ele fala que o cenário será de caos na oposição e fragmentação política etc. Nada acontecerá, porque nada será transmitido pelos órgãos de informação que a cúpula da ditadura não queira. A TV Senado e a TV Câmara serão controladas completamente, assim como aquelas casas. Uma imensa incógnita são as Forças Armadas. Estas poderiam nos salvar agindo quando a Constituição já não pudesse ser defendida pelo STF, porque, como disse o Nassif, elas são a única instituição que defende o interesse nacional. Mas não se sabe até a que ponto as Forças Armadas estão conscientes ou comprometidas e com quem. Nem se sabe se o próprio interesse nacional é ainda por elas bem compreendido.

Seu voto: Nenhum
imagem de lui
lui

bobeira

seriado americano mexe  com cabecas

como o ,,lista negra,,, faz vitimas

nao eh sensato

talvez estah tirando onda...

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Manollo
Manollo

Uma coisa é certa:

Uma coisa é certa:Se tivermos de volta ao poder o grupo que o psdb representa, estamos arruinados. Aruinados nós, o povo, a classe trabalhadora. Em pouco tempo desmontam-se todas as açoes positivas que o PT implantou e que fez o PIB do país triplicar e a economia se fortalecer. Diminuindo a desigualdade e permitindo que muita gente pudesse ter acesso a muita coisa que antes não tinham como obter. Não há alternativa séria de poder além do PT e sua base historicamente progressista no congresso. A essência é essa. Vide o que Macri, o Aecio deles,  está fazendo na Argentina. Quem lá está sendo beneficiado com aquele governo? O povo?????

 

E falando em Aecio, fiquei impressionado com a quantidade aterradora de denuncias,  indicios  e provas de seu envolvimento em vários casos de corrupção e coisas ainda mais graves no Youtube. Nada disso sai na mídia. De nada disso o MPF e a PF vai atras. Viva a democracia. 

Seu voto: Nenhum
imagem de wendel
wendel

Bom..............

"O sucesso ou não do golpe dependerá da reação das instituições. E essa reação está diretamente relacionada com a capacidade do governo Dilma Rousseff em apresentar um cenário de futuro minimamente razoável."

Bom, se ela for competente politicamente falando, e está mais que na hora de provar isto, deverá ela saber que em politica, como disse o meu particular amigo JFK, " a politica é a  arte de transigir"!

Se assim não for, seremos todos jogados aos leões, para alegria de nossos inimigos, internos e externos, que aproveitarão da luta fraticida, para abocanharem o que querem, praticarem a pilhagem e os saques, como é comum nestes eventos. ( dividir para saquear !!!)

Finalizo dizendo: fiquem espertos seus otários, pois estamos todos no mesmo barco, e aos náufragos, não haverá salvação !!!!!

Sabe de nada inocente !!!!!!!!!!!!! 

Para refletirem, do grande Gal Sun Tzu:

"“Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas.” 

― Sun Tzu


Frases - http://kdfrases.com

Seu voto: Nenhum
imagem de Noctivago
Noctivago

Eduardo Botelho está certo

Nassif, o internauta acima está certo. Nenhuma análise da mídia, de Torero, Jânio e Gasparis, adquire a profundidade ( e articulabilidade ) deste teu jogo de xadrez, hoje, dentro da mídia mainstream. Dizem que a Dilma, afinal, jogava o xadrez político com e do Cardoso. De quem ao menos, nem se afasta. Decidiu que agora passe a trabalhar.Em expedientes com entrada ( e saída ) digital. Ao invés do trabalho ' facultativo e impregnado ' de horas de ausência e contemplação anteriores, do Cardosão. Anote-se ainda a disposição à nova 'facada-punhalada' no PT. Quer a opinião, mão e ingerência do Cardosão por perto. Duvido que o mande de volta para SAMPA. Mas, vai saber? Talvez se trate afinal apenas de balão de ensaio da mídia, está coisa de AGU...

Quanto ao artigo e seu brilhantismo habitual ( pouco encontradiço nas palavras de seu leitor ), devemos roteirizar, num clássico: aqueles que não conhecem a História estão condenados a repeti-lo. Desde a campanha, aquele acidente da Petrobrás na costa do Rio, em águas ultraprofundas, ao desastre de Eduardo Campos que só beneficiaria Marina ( como de fato fez ), até às primeiras manifestações da turba em 2013, as manifestações convocadas por rede social, o denominador comum é a alta tecnologia necessária a qualquer um deles. Mais ainda. O ímpeto e a sede do FBI em investigar as corrupções da FiFA com respeito à próxima copa na antiga União Soviética, quando está se insurge e polariza o interesse antiamericano, não hesito em considerar a hipótese de articulação de todos estes fatos desde o início. Quando se admitiu a ausculta de espionagem para líderes ocidentais, mesmo aliados, deixa claro o interesse privado e sua defesa ocorrendo dentro do aparato estatal americano ( ou o que se entenda disso; afinal, a pátria americana é só o interesse da empresa americana? ).

Não se pode estar no meio deste joguete?

Afinal que melhor explicação que a articulação deste artigo do xadrez, acima?

Seu voto: Nenhum
imagem de Messias Franca de Macedo
Messias Franca de Macedo

  ... Ainda sobre 'semanas

 

... Ainda sobre 'semanas [sempre] decisivas'!

 

Uma das primeiras missões para o novo ministro da Justiça!
E depois o novo ministro não poderá se queixar da Assessoria 'Tijolaça' de Informações!
Risos

De resto, boa sorte, novo ministro, não sabemos ainda se da Justiça ou da 'Justiça da Casa Grande'!
A conferir!
E muita coragem, homem, muita coragem!
Ademais, assim como na música, "a Bahia e o restante do mundo [risos] querem saber o seu valor"! 

$$$$$$$$$$$

João Roberto, o Tijolaço não falha: a agropecuária marinha de Parati usa “fachada ambiental”!

Por conspícuo e impávido jornalista Fernando Brito
Lá da conspícua Casa Cibernética 'Tijolaço'

01/03/2016

Agora que estou convencido de que João Roberto Marinho, que pediu a publicação de esclarecimentos na condição de jornalista – e, portanto, (...)
Pois encontrei documentos oficiais – requerimentos junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial, a partir de uma dica dada por um leitor – (...)
Está sentado? Sente-se, se não está.
(...)
Aliás, não sei porque o senhor mandou uma advogada me “notificar” com um pedido de esclarecimentos por e-mail, um troço sem valor jurídico nenhum.
Vou continuar procurando, João Roberto, e partilhando tudo aqui, porque imagino que, esta altura, equipes inteiras da Globo procurem os donos de fato desta “agropecuária marinha”.
Se o senhor ajudar , disposto a revelar quem é o farsante que está usando a Agropecuária Veine, tenho certeza que iremos desmascarar esta turma de aproveitadores.
PS. Espero ter lembrado o colega de pagar aquela merreca devida à União, por ocupar um terreno público de mais de 130 mil metros quadrados.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/joao-roberto-o-tijolaco-nao-falha-temos-mais-material-sobre-a-agropecuaria-marinha-de-paraty/

Seu voto: Nenhum

Cenarios infernaus

 

 Uma oposição irresponsável e incompetente, uma base desaliada mafiosa. E uma presidente tão incompetente e fraca que depois  de entregar quase todos os anéis, comete o crime do entreguismo, antes privilégio da oposičão, para se manter no poder. É o presidente em turno dispondo da riqueza que  é de todos os brasileiros. Depois de mim o dilúvio ! ( Aprés moi, le Déluge ! Karl Marx)  

 
 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Andre B
Andre B

A frase é de Luis XIV

A frase é de Luis XIV

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Edu
Edu

Eu fico pasmo com a

Eu fico pasmo com a ingenuidade infantil dos que bradam contra Dilma e o PT!

Parece que descobriram agora que empreiteiras corrompem governantes, doleiros agilizam a corrupção etc.

Nem a informação de que as mesmas empreiteiras e outras empresas que doaram grana ao partido do governo doaram também à oposição os faz acordar para a realidade.

Parece que estão dormindo! Tudo bem, de sonhos também se vive... Mas tendo como heróis no sonho o PSDB, Aécio, Serra e Gerado? Aí já é sonambulismo social.

Se falar que só um ditador honesto e de punho firme moraliza o país, todos são contra... Então querem o que?

Será que não percebem que vivemos num mundinho podre, onde se joga sujo, e que o PT saiu-se muito mal nesse jogo?

Óbvio!! Não entraram na politica para isso! Mas não há como manter-se nela sem participar do jogo, infelizmente.

Seu voto: Nenhum
imagem de luiz fazza antonio
luiz fazza antonio

Prescrição de crimes cometidos quando envolvido atinge os 70.

Questão muito simples: no chamado mensalão tucano-mineiro os envolvidos na prática ilícita Walfrido dos Mares Guia e Cláudio Mourão foram excluídos do processo, creio que ainda no indiciamento, pelo fato de terem atingido 70 anos de idade, enquanto Eduardo Azeredo foi condenado no mesmo processo, após anos e anos do processo adormecido na gaveta de alguma autoridade jurídica federal, porém seus advogados anunciaram "urbi et orbe" que usariam de todos os recursos possíveis para levar a conclusão deste processo para após os septuagésimo aniversário de Azeredo.

Ocorre-me que a exemplo de Mares Guia e Mourão, Lula teria que ser tratado de forma semelhante pois em 27 Outubro de 2015 fez 70 anos, enquanto Zé Dirceu completa os mesmos 70 anos em 16/03/2016.

Estaria sendo criada por Sérgio Moro e Cia. uma interpretação casuística nos casos de Lula e Zé Dirceu? No caso de Lula, que supostamente não pode ser preso, ainda que indiciado e condenado pelos curiosos métodos jurídicos "a la Sérgio Moro", visando na verdade "o extermínio político de um mito", atendendo aos clamores da grande mídia?

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de michael
michael

nâo é a idade de 70 que causa

nâo é a idade de 70 que causa a prescrição... a idade de 70 anos reduz pela metade o prazo prescricional. Lula pode ser preso e condenado. 

 

a questão tem a ver com a denuncia e indiciamento... provavelmente o indiciamente está muito próximo, pois com o prazo prescricional pela metade, há de se denunciar o mais rapidamente possível para reiniciar sua contagem a partir do recebimento da denuncia pelo juiz... 

por isso essa escalada veloz da lava jato... o proprio lula percebeu

Seu voto: Nenhum
imagem de Jair Oliveira
Jair Oliveira

A missão é torná-lo inelegível.

Essa é a missão.  

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Gabriel Moreno
Gabriel Moreno

Ou seja, em resumo: um monte

Ou seja, em resumo: um monte de irresponsáveis levando o Brasil para o buraco. Todo mundo "esperto", todo mundo tentando pegar a sua parte, e todo mundo se acabando junto. Precisava de uma massa crítica de pessoas, em posições-chave no país, para interromper esse processo, que pode nos levar para lugares sombrios e imprevisíveis. Infelizmente isso não parece estar no horizonte.

È muito provável que tudo isso tenha dedos de interesses geopolíticos internacionais, como o Nassif colocou. Há setores a eles ligados, interessados na desestabilização do país e até na eclosão de uma guerra civil. É o modus operandi dos Estados Unidos. Fizeram isso no Oriente Médio, durante todo o século XX, acabando com a região. É o "dividir para conquistar": provocam fissuras internas e aí chegam dominando. 

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Pedro  Carlos Penido Veloso dos Anjos
Pedro Carlos Penido Veloso dos Anjos

Puta ano  bissesto, não é

Puta ano  bissesto, não é mesmo?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

No fundo o Judiciário tem uma

No fundo o Judiciário tem uma neurose profunda...

Eles acreditam que o PT tem o comunismo escondido dentro da cartola...

E num belo dia, eles perderiam suas fazendas, suas propriedades, sua mordomia...

No fundo é isso...

E é doentio, por isso não passa, não evolui...

Não há NENHUM PAIS DE CLASSE MÉDIA QUE TENHA SE TORNADO COMUNISTA...

Graças ao LULA e ao PT, o Brasil se tornou um país de classe média...

A POBREZA ALIMENTA AS REVOLUÇÕES.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

Claro que não Marco Antônio,

Claro que não Marco Antônio, essa conversa de "comunista" é conversa mole pra enganar cabeças com uma esponja de cozinha no lugar do cérebro. Nós temos um partido comunista legalizado com membros ocupando lugares de destaque nas instituições, até nosso ministro da Defesa é comunista e o Exército gosta dele. Se essa conversinha fosse verdade eles atacariam sem trégas os comunistas mas não atacam, atacam quem? O Lula que nunca foi comunista , é no máximo um democrata social. Esse papo de medo do comunismo é tão jurássico que só cabe naqueles dinossauros de manifestações fantasiados com fardas camufladas.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

O "comunismo" de que você

O "comunismo" de que você fala é comunismo de idéias e ideais...

Falo do comunismo BOLIVARIANO, do pobre que ascende e passa a tomar espaço nas filas e aeroportos e passam a exigir OS MESMOS DIREITOS - ENTENDEU?

SER IGUAIS...

Isso é o pavor...

Seu voto: Nenhum

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

imagem de Ze Guimarães
Ze Guimarães

O tempo de Lula está se esgotando

A oposição vai reaver o poder a qualquer custo. Isto está bem claro.Eles tem poder, e nenhuma ética, partirão para o vale tudo. se não conseguirem, destruirão o país, até conseguirem. Quanto maior a resistencia, maior o dano.

O cenário que manteve o sucesso do governo petista não se repete mais. Hoje os EUA estão abaixando o preço do petroleo, para destruir países como Brasil, Venezuela, e Irã.

E nenhuma pessoa na rua, vai poder defender o Lula, pois a lei anti terrorismo foi aprovada. Balas de borracha e prisões.

E por fim, o proprio Governo Dilma não defende o Lula. Parece que até se alegra dele ser preso. Isto é o que desanima mais.

Por fim, o próprio Lula forçou para que se chegasse a isto, com sua ingenuidade irresponsável. Nomeações republicanas, PF Autonoma, MP com lista triplice. Teimosia e obstinação marcaram o governo Lula. Marta suplicy. E um dos Marinho até insistiram para que Lula disputase a eleição em 2014. Ele teimou. Que colha agora os frutos de sua teimosia.

Garanto que após o PT sair do poder, a Lava Jato vai encerrar suas atividade e o país voltar a crescer o PIB , nos moldes do neoliberalismo, com muito desemprego e miséria, infelizmente. Talvez um dia, o varguismo ressucite,  em um outro lider com menos erros, menos republicanismo.

 


 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Maria Rita
Maria Rita

A lava jato acaba de declarar

A lava jato acaba de declarar oficialmente que investiga Lula por denúncia feita pelo deputado Major Rocha (PDSB-AC, da bancada da bala)) com base em reportagem da Veja. Lula foi ao STF para que a justiça decida quem vai investigá-lo - já que todo mundo investiga mesmo. Até as sogras dp FHC. A denúncia é a mesma com o mesmo velho assunto - o sítio e o triplex e o que mais de novo inventarem. Quem falou publicamente foi o Messiâncio Dallagnol e a juíza que está com a análise do caso é Rosa Weber, a mesma que foi assessorada pelo Moro no mensalão. As cartas estão na mesa, mais claras do que nunca. Se isso não é perseguição, papai noel existe e é brasileiro, curitibano mesmo. Se isso é justiça, o Brasil está perdido. Nós também.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de zuleica jorgensen
zuleica jorgensen

Eu faria um brevíssimo

Eu faria um brevíssimo resumo: se os golpistas tivessem um líder efetivo, o golpe já teria se concretizado.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Isso aí. Como não há lider

Isso aí. Como não há lider político, além de Lula, querem acabar com ele, por ser uma liderança popular - ou seja, um perigo para as oligarquias que querem tudo só pra elas. Não basta a boa vida que tiveram nos governos do PT, não querem que este permaneça no poder por mais tempo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

" Visão de tunel ", metafora aeronautica

   Quando vc. entra em um voo, baixa altitude e alta velocidade, é fisica e fisiologicamente impossivel, conferir ou vizualizar o que existe alem da rota, do "balsing", para o objetivo, é a chamada "visão de tunel", nada importa, qualquer consideração alem do objetivo primário é irrelevante, nas lides aeronauticas é comum, mas este fenomeno está ocorrendo tanto no Governo, como com os Procuradores e Juizes.

    O GOverno, Sra. Rousseff e séquito imperial, padecendo há tempos de um republicanismo estéril, entregando cabeças, anéis e "dedos", com visão de um "futuro" do qual sua equipe e ela, não conseguem explicar, mas o mantem, com um voluntarismo idiota, uma ingenuidade patética, uma necessidade de controle, que demonstra não confiança, tanto em seus grupos de apoio - se é que ainda existam - como em sua entourage governamental, tanto que os "ministros da Casa", para conseguir alguma descisão da Sra. Rousseff, demoram em demasia a convence-la, tanto que, sempre no limite do tempo politico, ela consegue a proeza de desagradar a todos.

     Já os nobres Robespierres das Araucarias, os imberbes pós adolescentes, concursados aprovados após anos de decoreba, sem a minima experiência de vida, nem mesmo nos foros de sua profissão, tambem padecem do mesmo problema, definiram que a democracia brasileira, todo o sistema oriundo da CF 1988, que nossas empresas de porte internacional e as outras delas dependentes, estão eticamente "doentes", e como todo polisistema quando doente, deve ser corrigido, pouco importando se está ação, "quimioterápica juridica", matará o que for bom no roldão de suas ações, pois é um "cancer", deve ser combatido "in extremis", pouco deve-se referir ao ordenamento juridico ou economico, pois estes já estão contaminados, aliás são os que mais devem ser "medicados", afinal são metastases.

      O Problema: Quem trabalha, produz, fornece emprego, paga impostos, investe, não é funcpublico, jornalista, academico, estudante, classe média que lê Veja/Globo/Carta Capital/Carta Maior, ou seja : massa de manobra, gado - sabe que tanto o desnorteado Governo, os perdidos do Planalto, como os revividos emulos de Torquemada de Curitiba, estão sendo conduzidos por outros interesses, tanto internos como externos; tanto Moro como seus colaboradores do MP como do DPF, assim como os conglomerados de midia que os apoiam, possuem "prazo de validade", pois a partir de atingidos os objetivos dos que na realidade os sustentam, eles serão dispensaveis, afinal no "pós Dilma e pós PT ", quem assumir o PODER, irá desmestificar, até arrasar, caso reação, este protagonismo juridico, pois eles irão perder o aopio da midia, que sempre vai para quem lhe dá benesses e dinheiro.

       Como se diz " Já que o inferno está posto, a melhor estratégia, de quem vencerá, é correr para abraçar o Diabo, em primeiro lugar "

Seu voto: Nenhum (4 votos)

junior50

imagem de Mariano S Silva
Mariano S Silva

Isso mesmo Junior50! Como

Isso mesmo Junior50! Como pode um país inteiro zumbificado caminhando para o inferno com uma animação desta!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Jogo Duro

CLIQUE NA IMAGEM PARA MAIS TIRINHAS!

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de jose adailton v ribeiro
jose adailton v ribeiro

Apocalipse

"Se houvesse senso de responsabilidade institucional, a esta altura o Presidente do STF Ricardo Lewandowski estaria reunido com o Procurador Geral da República Rodrigo Janot, com o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Francisco Falcão, com o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, buscando maneiras de impedir essa ação de Moro, com claro viés político, em respeito a quem se tornou um símbolo mundial da paz. E para evitar conflitos populares de monta."

Em resumo:"A cúpula da justiça brasileira não tem senso de responsabilidade institucional." Poderíamos chamá-los de "irresponsáveis"? Não , segundo o Houaiss, falta-lhes a faculdade de apreciar e julgar com ponderação e discernimento. Enfim, uma opinião comovente, mostrando  que o país pouco mudou nestes últimos 200 anos , pelo que a história nos mostra.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Sempre quando a solução da crise esbarra na necessidade de algum

Sempre quando a solução da crise esbarra na necessidade de alguma reação da presidenta Dilma, significa que não haverá solução. Ela parece não ter a mínima noção do que está acontecendo. Quem fica preocupado e se desgastando com toda essa crise somos nós, ao invés da pessoa que poderia fazer alguma coisa.

O pior disso tudo é que ficamos de mãos atadas sem poder tomar fazer nada. Ficamos esperando qual será o próximo plano mirabolante da nossa presidenta, como por exemplo entregar o pré-sal para acalmar os entreguistas, ou avançar com as reformar trabalhista e previdenciária para acalmar a direita.

Sinceramente, chega uma hora que cansa!

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Interdição do debate que breque espoliação do Brasil

Mê cite um lugar onde uma idéia que acabe com a espoliação e o saque contra o Brasil está sendo discutido?

Nas mídias ?   Há! há! há!... para matar de rir.

O debate está bloqueado por biombos e espelhos que cansam e desviam a atenção do povo.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Follow the money, follow the power.

Todo homem têm seu preço

Repito comentário.

Nâo olhar a realidade como ela é dá nisso. Fantasiar na mente o que não existe no mundo.

O desejo por poder e dinheiro é universal, para que a sociedade como um todo não sucumba a ambições pessoais desmedidas é preciso que exista um freio, o que funciona desde a antiguidade na construção de Impérios são as instituições que colocam limites a estas pretensões desmedidas.

O Brasil não têm instituições que lhe permitam refrear aventureiros ou grupo de aventureiros corporativistas, que à menor brecha ou oportunidade mostram suas garras e suas ambições.

O Governo do Brasil precisa de uma nova arquitetura institucional, uma que nos coloque em condições de igualdade com os países e corporações que nos exploram e dilapidam. Na minha humilde opinião, uma que tenha por base a Geometria, o Tarot e a Astrologia. Funciona desde tempos imemoriais e consegue absorver no mole os avanços da tecnologia. 

Um novo pacto social, para mim, só faz sentido se for para implementar esta nova arquitetura institucional, que têm infelizmente até aqui no blog, seu debate interditado. Mas se fosse diferente, os que tem o poder hoje não teriam este poder, assim, faz parte do jogo o bloqueio à qualquer discussão que lhes tragam riscos.

Mas que se têm de mudar, isto eu acho que todos concordam e que não vai cair do Céu esta mudança, também.

Seu voto: Nenhum

Follow the money, follow the power.

O que o Brasil necessita no momento é de lideranças.

O que o Brasil necessita no momento é de liderança. Um estadista que possa promover um novo pacto social. Mas infelizmente estamos à deriva. Acredito que temos instituições democráticas consolidadas e que podem funcionar, mas para isso precisam ser provocadas e bem geridas.

Instituições por si só não são suficientes. Sempre existe a possibilidade de infiltrações sorrateiras de interesses inconfessáveis, como podemos constatar na Lava Jato.  Hoje, corremos o risco de permitir que nossas instituições democráticas, tão arduamente conquistadas, sejam destruídas por aqueles que sempre estiveram à espreita para capturá-las.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.