Revista GGN

Assine

Como anda a entrega do petróleo brasileiro aos estrangeiros, por Mauro Santayana

Como anda a entrega do petróleo brasileiro aos estrangeiros

Por Mauro Santayana

O governo Dilma caiu, a economia está cada vez pior, mas a manipulação midiática continua canalha, mendaz, descarada e imparável.

Não bastasse a manipulação de dados e prazos em recentes mensagens publicitárias - sem contestação, principalmente jurídica, da oposição, que prova que, no quesito estratégico, é tão incompetente fora como dentro do poder - a última manobra de alguns jornais e emissoras particularmente hipócritas está voltada para convencer os desinformados que compõem seu público que a recuperação do preço das ações da Petrobras neste ano se deu por causa da mudança de diretoria e da “venda” de 13.6 bilhões de dólares em ativos e não graças à recuperação da cotação do petróleo nos mercados internacionais, além da compra de bilhões de reais em ações quando elas estavam no fundo do poço, por parte de “investidores” estrangeiros, que nunca deram bola para o discurso catastrófico e derrotista dos inimigos da empresa.

Os últimos três “negócios”, feitos na derradeira semana de 2016,  foram a transferência de uma usina de  biocombustíveis para os franceses e de duas empresas (petroquímica e têxtil) para mexicanos.

Como há que dar uma no cravo e outra na ferradura e água mole em pedra dura tanto bate até que fura, os mesmos meios de comunicação lembram que, apesar da valorização de suas ações em mais de 100% neste ano, a Petrobras deve, ainda, quatro centenas de bilhões de reais.

Ora, independentemente  da questão do endividamento da Petrobras, constantemente exagerada para justificar seu desmonte, se uma empresa deve 400 bilhões, 13.6 bilhões de dólares, que não chegam a 10% desse montante pela cotação atual da moeda, arrecadados com a apressada venda de ativos estratégicos, longe de serem decisivos, são praticamente irrisórios em termos contábeis.

Sendo assim, nesse contexto, sua citação triunfal a todo momento só pode ser compreendida como mais um esforço - patético - de enganação da opinião pública, para justificar a entrega, nos próximos meses e anos, de uma fatia ainda maior do patrimônio de nossa maior empresa a concorrentes estrangeiros, sem nenhum critério estratégico e a preço de banana.

O discurso entreguista é tão contraditório, que, por um lado critica-se a “incompetência estatizante” da Petrobras, a mais premiada empresa do mundo no desenvolvimento de tecnologia para a exploração de petróleo em águas profundas, e, por outro, se transfere seus poços e empresas a estatais estrangeiras como a Statoil e para fundos de pensão também estatais como o da província de British Columbia, no Canadá, um dos novos donos dos Gasodutos do Sudeste.

A “imprensa” cita como objetivo, nesse quesito, para 2017, a “negociação”, pela Petrobras, de pouco mais de 23 bilhões de dólares em ativos.

Uma quantia que equivale a cerca de 7% das reservas internacionais brasileiras, que poderiam perfeitamente ser usados pelo governo para capitalizar a empresa sem depená-la, como a uma ave natalina, para serví-la, a preço de restaurante popular, para as multinacionais, como está sendo feito agora.

Não é por outra razão, apesar de o ano de 2016 ter sido o mais fraco das últimas décadas em exploração - a descoberta de novos poços caiu, segundo a Agência Nacional do Petróleo, em mais de 70% no ano passado, para apenas dois,  devido, principalmente, à retração de atividades da Petrobras, diuturnamente atacada, vilipendiada e sabotada em várias frentes - que a parcela estrangeira na produção de petróleo no Brasil, devido, entre outras  razões, à transferência de campos como Carcará a empresas multinacionais - cresceu em 14% no último ano, para 457.000 barris diários, e deve atingir em 2017, perto de 900.000 barris, ou quase a metade do que a Petrobras produz em território nacional.

Isso ocorrerá não apenas pela continuação da venda - se não houver contestação jurídica - de ativos da Petróleo Brasileiro S.A a estrangeiros, mas também pela queda intencional e programada de investimentos em exploração por parte da empresa, cuja produção crescerá - segundo prevê o “mercado” - em apenas 2% este ano.

Enquanto isso, graças à tentativa suicida – para não dizer imbecil - de repassar, imediatamente, as cotações internacionais para o consumidor brasileiro, o preço dos combustíveis continua subindo nos postos, a quase toda semana, mesmo quando o custo do barril desce no exterior.

Ou alguém já viu - sem tabelamento, eventual promoção, “batismo” ou falsificação - gasolina baixar de preço nas bombas, no Brasil?

Média: 3.4 (10 votos)
10 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Emilia Silva
Emilia Silva

Patrimônio vendido a preço de

Patrimônio vendido a preço de banana ou subfaturado, devendo a diferença ser paga diretamente no exterior, a crédito de contas em moedas estrangeiras de certos políticos?

Seu voto: Nenhum

Não acredito

Não acredito em nada do que vier desse partido.

Seu voto: Nenhum
imagem de Delano Williams
Delano Williams

A esquerda vai reverter e

A esquerda vai reverter e enquadrar esses canalhas entreguistas? Ou vai ficar no discurso quando o psdb entregava e roubava tudo na privataria e quando o PT ganhou o poder impediu de continuar a privataria mas não se mexeu para retomar as empresas vendidas à preço de bananas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de gabi_lisboa
gabi_lisboa

Se a esquerda existisse no brasil

era caso para publicar em todos os grandes jornais mundiais que o brasil está golpeado e todos os negócios feitos pelos golpistas lesa-pátria serão desfeitos assim que a democracia for restabelecida. Mas aqui não há nem esquerda nem direita, o que existe é um bando de parasitas que fazem de tudo para manter a própria mamata, o PT que apoia Rodrigo Maia e Eunício Oliveira é um bom exemplo disso.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Pois é Gabi!!

Porque será que ainda não saiu nada sobre isto?

Já daria o aviso a quem comprar...

O PT envelheceu, os políticos do PT envelheceu, por isto o Alzheimer...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A única forma de resolver isso...

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Marcelo33
Marcelo33

Aí ele tenta mudar a

Aí ele tenta mudar a legislação do pré-sal na câmara e no senado, e nem o partido dele vota a favor dele.

Ciro fala contra o golpe, mas o golpe passou no senado com os votos do PDT na íntegra !!!

Se Ciro quiser alguma coisa, comece por enquadrar o seu partido, que é contra tudo que ele é a favor, e vice-versa.

Ciro não tem o mínimo controle sobre um partido pequeno, como ele vai ter controle de uma base de 20 partidos.

Enquanto eu não ver o PDT expulsar TODOS os seus senadores ou eles votarem sistematicamente contra tudo o que Temer quer (Se bem que Temer já aprovou a PEC 55, que era o mais importante) eu não vou levar o Ciro e o PDT À sério.

A impressão que tenho é que o Luppi quer se dizer oposição, mas votando com o governo, pq se a economia der um voô de Galinha e a dupla PSDB/PMDB se manter no poder no pós-2018, fazer parte do governo, ou então na última hora fecharem um apoio ao PSDB e deixar o Ciro na mão.

 

 

Seu voto: Nenhum

Dá uma lida nessa matéria...

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/direcao-do-pdt-decide-expulsa...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Marcelo33
Marcelo33

Estou no aguardo da

Estou no aguardo da concretização dessas expulsões...

E questiono como o PDT filia tanta bosta ?? O Governador que o PDT elegeu foi o primeiro a ir para o PSDB.

Os 3 Senadores do partido votaram a favor do impeachment e da PEC, além deles, tem outros senadores que o partido elegeu (Perrella e Cristovam) que votam a favor de tudo o que o governo quer.

O PDT elegeu um governador para o PSDB e 5 senadores para a base do Temer... 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Todo dia a Petrobrás (leia-se

Todo dia a Petrobrás (leia-se golpistas) se desfaz de algum ativo,doando a alguma empresa estrangeira como recompensa pelo apoio ao golpe.

Esperar que a mídia porca deste país noticie ou pesquise qualquer assunto relativo a este assunto com isenção é acreditar no coelhinho da páscoa e papai noel juntos.

Agora,a oposição bem que poderia fazer um comparativo básico entre o custo de investimento/custo de venda e expectativa de lucros. Não seria difícil para eles e daria um subsídio maior paras as discussões.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de ze sergio
ze sergio

como....

O cachorro atrás do rabo. Tropeça nas próprias pernas e sai procurando o culpado pelo tombo. A  volta da "Privataria" tem novamente a mesma função da anterior. Vender patrimônio para sustentar a Casa Grande, nossa única elite. A elite do Poder Público. Ou alguma coisa mudou neste país? Ou Magistrado deixou de gastar 55 mil reais em passagens às nossas custas para passear? Não evoluimos.  Nada tem com melhoria de serviços, concorrência, diminuição de preços e tarifas com produtos e serviços melhores que alavancariam melhores condições sociais. Tem a ver com dinheiro desperdiçado em enxurradas que provoca rombos nos orçamentos públicos que serão cobertos com a venda de mais um pedaço do país.  E ainda pior, toda esta riqueza poderia alavancar milhares de pequenas e médias empresas genuinamente nacionais, poderia ser pulverizada em ações negociadas diretamente com a população brasileira (como os chineses). Promoveria a necessidade de milhares de postos de trabalho especializados e aumento de renda direta aos brasileiros. Ao invés disto continuamos criando monopólios e oligopólios estrangeiros da nossa própria soberania. Mas creio que as ruas mudarão este país. 

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.