Revista GGN

Assine

O dia D de Leo Pinheiro, o executivo sem delação por "inocentar Lula"

Foto: Reprodução/Folha Online

Jornal GGN - O que dirá Leo Pinheiro, dono da OAS, ao juiz Sergio Moro, nesta quinta (20), após ter seu acordo de cooperação com a Lava Jato rejeitado por "inocentar Lula"? Essa é a dúvida que permeia a nota da equipe do ex-presidente sobre a situação delicada em que se encontra o executivo, preso desde o ano passado.

Em junho de 2016, a Folha de S. Paulo noticiou que investigadores da Lava Jato não aceitaram fechar o acordo de delação com Pinheiro porque achavam "pouco crível" as versões do empresário sobre os casos triplex e sítio de Atibaia. Nos dois casos, Pinheiro inocentou Lula das acusações feitas pela força-tarefa.

A Folha apurou o seguinte:

Segundo Pinheiro, as obras que a OAS fez no apartamento tríplex do Guarujá (SP) e no sítio de Atibaia (SP) foram uma forma de a empresa agradar a Lula, e não como contrapartidas a algum benefício que o grupo tenha recebido.
 
Pinheiro narrou que Lula não teve qualquer papel na reforma do apartamento e nas obras do sítio, segundo a Folha apurou. A reforma do sítio, de acordo com o empresário, foi solicitada em 2010, no último ano do governo Lula, por Paulo Okamotto, que preside o Instituto Lula. Okamotto confirmou à PF que foi ele quem pediu as obras no sítio.
 
Já a reforma no tríplex do Guarujá, pela versão de Pinheiro, foi uma iniciativa da OAS para agradar ao ex-presidente. A empresa gastou cerca de R$ 1 milhão na reforma do apartamento, mas a família de Lula não se interessou pelo imóvel, afirmou ele a seus advogados que negociam a delação, em versão igual à apresentada por Lula.
 
No processo que está nas mãos de Moro, Lula é acusado de receber o triplex no Guarujá da OAS de maneira velada, porque o imóvel permanece em nome do grupo. Em troca, o governo do petista teria garantido à OAS três contratos com a Petrobras, por obras nas refinarias REPAR e RNEST.
 
Até agora, nenhum dos executivos da OAS ouvidos por Moro no processo apontaram Lula como o dono do triplex. 
 
Em nota divulgada no portal oficial de Lula, a equipe do presidente destacou a pressão em torno de Leo Pinheiro. "É neste contexto que o empresário vai falar a Sérgio Moro na próxima quinta. Preso, dentro de um processo em que também é réu e, segundo seus advogados, negociando uma delação para sair da cadeia, que caberá a Sérgio Moro decidir se ele será ou não merecedor." 
 
"Independentemente do que vier a dizer Léo Pinheiro", acrescentou, "fato é que a Polícia Federal grampeou o celular do empresário, derrubou seus sigilos fiscal, bancário e de correspondência, leu todos os seus emails e mensagens trocadas por telefone celular. Em nenhum desses locais encontrou informação de que o tríplex seria de Lula, tampouco sobre o dito caixa geral mantido pela construtora para fazer pagamentos indevidos ao PT. Que a verdade prevaleça."
 
Assine
Média: 3.7 (19 votos)
6 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Militares

É por estas e outras que os militares não tem cacife para lutar nem contra a maioria dos países da América Latina, pois está totalmente sucateado, técnica e ideologicamente. Apoiar estes golpistas demonstra que não evoluiram nada desde 1980.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Um Juiz de moral seletiva.

Um Juiz de moral seletiva. Odeia o Lula, mas demonstra toda a ternura do mundo perante investigados como Aécio Neves, o bola de ouro das delações, e agora esse presidente fajuto, um auto declarado golpista.

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de João de Paivaj
João de Paivaj

Coagido e torturado Léo Pinheiro dirá o que MP e juiz querem?

Prezados,

Foram 73 testemunhas ouvidas até agora e nenhuma delas apontou qualquer ilicitude cometida por Lula. Será que apenas uma, obtida após essa prisão e tortura psicológica, será suficiente para desmentir as demais? É claro que a primeira delação de Léo Pinheiro foi rejeitada porque ele não incriminou Lula. 

Se o MPF "aceitou" nova delação é porque na verdade escreveu, impôs o que Léo Pinheiro tem que dizer no teatro farsesco, diante do torquemada paranaense. Embora isso seja suficiente para o 'dulce' tupiniquim porcamente tentar fundamentar a sentença condenatória já escrita contra Lula, o simples depoimento de um delator submetido a chantagens, coação, ameaças e torturas psicológicas,  nas masmorras curitibanas, não é prova de que Lula tenha cometido algum crime. 

Se Léo Pinheiro não apresentar provas materiais, ficará caracterizado e provado o lawfare para condenar Lula.

A vitória da ORCRIM da Fraude a Jato, se houver, será de Pirro.

No julgamento da História, em curso, sérgio moro e comparsas da Fraude a Jato já estão condenados a pena máxima. O torquemada deve ter feito ou fará uma salada, misturando elementos de processos distintos, para forjar uma condenação de Lula. Mas juristas competentes saberão desmascará-lo assim que lerem a peça condenatória. sérgio moro é um verme moral, político, social e histórico. O lugar dele na História será pior do que o de Joaquim Silvério dos Reis ou de Judas Iscariotes.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"The modern torturer man"

"The modern torturer man" acaba de receber condecoração da corporação militar que mais torturou na ditadura 1964/1985 .

Imagem com o comandante em chefe da armada :

  Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Degradaçao do Exército.

Degradaçao do Exército. Vergonha! As FAA a serviço da Globo/PSDB,  condecorando imbecis lesa-patria:  Temer, João Doria, Moro, William Wack, Luciano Huck...

https://www.cartacapital.com.br/blogs/parlatorio/moro-e-temer-outra-foto-para-a-historia

 

http://www.poder360.com.br/governo/moro-recebe-comenda-militar-no-dia-do-exercito/

 

http://www.revistaforum.com.br/2017/04/19/braco-forte-mao-amiga-exercito-da-condecoracao-maxima-a-moro-doria-huck-e-william-waack/

Seu voto: Nenhum (9 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Vixe
Vixe

Exército??

No máximo, um pelotãozinho de taifeiros do US ARMY, desde a II GM.

Essa instituição não representa o Brasil e os brasileiros.

Um bando de jagunços a serviço da elite econômica e dos interesses capitalistas de estrangeiros.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Antonio C.
Antonio C.

Comentário.

Meu botões paranóicos coçam.

Tem alguma delação em torno da Linha Amarela do Metrô de São Paulo, já que a OAS era acionista da Invepar?

Sabe como é...

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1408200836.htm

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/04/1760089-invepar-e-alvo-da-pol...

https://diariodotransporte.com.br/2016/04/22/credores-da-oas-vao-ficar-c...

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.