Revista GGN

Assine

Para Olívio Dutra, condenação de petistas é justa: "eu não os considero presos políticos"

Sugerido por Frederico69
 
Do Jornal do Comércio
 
 
Petista afirma que respeita a decisão do ministro Joaquim Barbosa
 
Notícia da edição impressa de 21/11/2013
 
Jimmy Azevedo
 
Destoando do discurso de lideranças petistas, intelectuais de esquerda e juristas, o ex-governador do Rio Grande do Sul Olívio Dutra não acredita que houve cunho político na condenação e na prisão dos correligionários José Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares, detidos, na semana passada, pelo escândalo do mensalão durante o primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Funcionou o que deveria funcionar. O STF (Supremo Tribunal Federal) julgou e a Justiça determinou a prisão, cumpra-se a lei”, analisa o ex-presidente estadual e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT).
 
No entendimento de Olívio Dutra, o desfecho da Ação Penal 470, conhecida popularmente como mensalão, foi uma resposta aos processos de corrupção que, historicamente, permeiam a política nacional, independentemente de partidos. 
 
Sobre a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, de ordenar a prisão dos réus no processo sobre a compra de parlamentares por dirigentes petistas para a aprovação de projetos do governo Lula, Olívio disse que cada instituição tem seu funcionamento. “Até pode ser questionado, mas as instituições têm seus funcionamentos. O que não se pode admitir é o toma-lá-dá-cá nas práticas dos mensalões de todos os partidos, nas quais figuras do PT participaram”, avalia o petista histórico. O ex-governador gaúcho reitera que tem respeito à história de lutas de José Dirceu e Genoino, mas que em nada o passado de combate à ditadura militar abona qualquer tipo de conduta ilícita. “Há personalidades que fazem política por cima das instancias partidárias e seguem seus próprios atalhos. Respeito a biografia passada dessas figuras que lutaram contra a ditadura, mas (a corrupção) é uma conduta que não pode se ver como correta”, critica. 
 
Ironicamente, Olívio Dutra, então ministro das Cidades de Lula, foi isolado por políticos fortes no governo, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, ainda antes do escândalo do mensalão vir à tona. 
 
Em julho de 2005, Olívio é retirado da pasta para dar lugar a Márcio Fortes, do Partido Progressista (PP), sigla também envolvida no escândalo de corrupção. Olívio diz que o PT está acima de indivíduos, e acredita que se fez justiça no caso de corrupção. 
 
“Não deveria ser diferente (sobre as condenações e prisões). Um partido como o PT não pode ser jogado na vala comum com atitudes como esta. Com todo o respeito que essas figuras têm, mas não é o passado que está em jogo, é o presente, e eles se conduziram mal, envolveram o partido. O sujeito coletivo do PT não pode ser reduzido em virtude dessas condutas. O PT surgiu para transformar a política de baixo para cima. Eu não os considero presos políticos, foram julgados e agora estão cumprindo pena por condutas políticas”, dispara o líder petista. 
 
‘Nunca se governa em condições ideais’, avalia o ex-governador
 
Distante da vida política, mas a par da vida partidária do PT estadual e nacional, o ex-governador gaúcho Olívio Dutra dedica os dias à família e aos estudos de Latim na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Formado em Letras pela Ufrgs, Olívio pediu reingresso para aproveitar cadeiras não cursadas. Além disso, ocupa o tempo em livrarias da cidade, bem como em espetáculos culturais, gosto que fez com que ele se integrasse à Associação Amigos do Theatro São Pedro. 
 
Ovacionado em eventos públicos pela militância petista e integrantes de movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Olívio faz uma análise da conjuntura atual e os cenários para que o PT consiga reeleger o projeto de Tarso Genro.
 
Para o Galo Missioneiro, apelido dado por admiradores, o distanciamento de forças políticas, tais como o PDT e o PSB, do governo Tarso Genro é algo natural em vésperas de eleição eleitoral, ainda mais pela conjuntura. O PSB, por exemplo, terá provavelmente o governador pernambucano Eduardo Campos como candidato à presidência da República na disputa contra a presidente Dilma Rousseff (PT). 
 
No Estado, os socialistas não descartam a possibilidade, inclusive, de uma aliança com o Partido Progressista (ex-Arena) na candidatura da senadora Ana Amélia Lemos ao Palácio Piratini, ou com o PMDB, que poderá lançar o ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori. 
 
“A candidatura própria do PDT é uma hipótese ainda. O fato de os partidos tomarem outros rumos antes do pleito não é novidade. As forças se estremecem quando se aproxima a eleição. Mas isso não é o ideal no campo democrático popular”, analisa Olívio. 
 
O ex-governador entende, no entanto, que nunca se governa em situação tranquila, pois há interesses pessoais e partidários distintos dentro do tabuleiro político. “Os governos (Dilma e Tarso) fazem um grande esforço para o funcionamento da máquina pública em prol da sociedade, não como projeto pessoal, para atender à maioria do povo. Nunca se terá condições ideais, claro, pois há uma pressão enorme dos poderosos.” 
 
Quando esteve no Palácio Piratini (1999-2002), seu governo foi alvo de uma CPI sobre uma suposta relação com o jogo do bicho. O Ministério Público não aceitou as acusações e decidiu não denunciar o petista e outros citados. A primeira gestão petista no Piratini também foi criticada por setores contrários à reforma agrária e à implementação de políticas de desenvolvimento social.
 
Na avaliação do governo Tarso Genro, o petista acredita que tem tido avanço nas questões sociais e na consolidação de políticas apresentadas. “O governo pode fazer mais e melhor na execução de um programa. Nunca se governa em situação ideal. Há muito o que fazer para um projeto de desenvolvimento sustentável. Por isso, defendo a reeleição”, disse Olívio, que também reiterou não desejar mais ser candidato a cargos públicos.
 
‘Há um clima de revolta muito grande’, avaliam deputados após visita aos condenados detidos
 
Uma comitiva formada por 26 deputados federais do PT visitou na tarde de ontem alguns presos do processo do mensalão, instalados no Complexo Penitenciário da Papuda. O encontro durou cerca de 30 minutos e aconteceu em sala reservada para a conversa. Estavam presentes o deputado licenciado José Genoino (PT), José Dirceu (PT), Delúbio Soares (PT) e Romeu Queiroz (ex-PTB).
 
“O que notamos é um clima de revolta muito grande pelas circunstâncias em que a prisão ocorreu, completamente ao arrepio da legislação, aos procedimentos (...) normais”, afirmou o deputado federal Nelson Pellegrino (PT-BA). Entre os parlamentares que visitaram os presos, estavam o gaúcho Marco Maia, além de Iriny Lopes (ES), Fátima Bezerra (RN) e Vicentinho (SP).
 
Em nome dos demais petistas, Pellegrino afirmou que não houve críticas às condições da prisão, embora haja uma preocupação sobre a situação da saúde de Genoino. “Até agora, as juntas médicas atestaram a gravidade da situação do deputado Genoino e atestaram que ele não pode estar custodiado aqui nesta unidade. Esta unidade não tem sequer um sistema de emergência”, reclamou, afirmando ainda ser precária a situação do colega.
 
Pouco depois da visita, houve discussão entre manifestantes do PT e mulheres que aguardavam desde a manhã o momento de visitar filhos e maridos no complexo da Papuda, cuja entrada só será permitida a partir da manhã de hoje. Elas começaram a gritar frases como “puxa-saco de ladrão” para os deputados. 
Média: 2.7 (24 votos)
130 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de antonio dias
antonio dias

Esse cara é um poço de

Esse cara é um poço de magoas. Gente ressentida é digna de pena.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Sérgio Lamarca
Sérgio Lamarca

Esse é a Erundina de bigode.

Olívio Dutra nasceu para ser atiradeira e nunca vidraça.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Luiz Bernardi
Luiz Bernardi

Olívio traíra?????????

Muito antes de ser traíra Olívio foi traído:


- Não está na memória de vocês a conditatura de Tarso em 2002 em vez do Olívio?


- Não está na memória de vocês os 'vazamentos à imprensa' contra Olívio patrocinados por Palocci e Cia?


- Pelo menos, pelo que li, está na memória de alguns a saída do Olívio do Mcidades para cedê-la ao aliado PP.


Eu também não achei adequado o Olívio se pronunciar neste momento, mas ele tem o direito de dizer o que pensa e quando quer.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Clever Mendes de Oliveira
Clever Mendes de Oliveira

Frederico69, sua concepção da atividade política é antiquada

 


Frederico69,


Enviei na quinta-feira, 21/11/2013, pouco depois das 20 horas, após o comentário de Alberto Santos Neto, enviado às 20:03 e antes do comentário de Marcos Antonio, enviado às 20:10. O comentário, que recebeu o nº 154715, não teve nada de extraordinário e deve ter ocorrido algum tilt no sistema para que ele não fosse incluído na relação de comentários.


Reproduzo o meu comentário mais à frente realçando antes dois comentários que saíram praticamente em seqüência. Primeiro, destaco um seu comentário enviado quinta feira, 21/11/2013 às 22:14, em que primeiro você reclama pela falta de um comentário de Diogo Costa a quem você chama de “comissário Diogo!!” e diz que ele está “sempre tão ávido em alegar a inocência dos mensaleiros”. Depois da reprimenda em Diogo Costa, você transcreve uma entrevista de Olívio Dutra concedida, ao que me parece, em março de 2012.


E o segundo comentário que eu gostaria de destacar é o de Diogo Costa, enviado quinta-feira, 32/11/2013 às 22:13 (Embora enviado antes do seu no que diz respeito ao horário, o comentário de Diogo Costa ficou depois do seu, o que só se explica se se leva em conta o número do comentário 154807, o seu e 154812, o de Diogo Costa e se se entende esta diferença como decorrente de uma banda larga mas rápida no seu caso), em que ele faz a defesa do direito de opinião de Olívio Dutra, ainda que ele, Diogo Costa, discorde da avaliação que Olívio Dutra faz sobre a AP 470.


E lembro que o comentário de Diogo Costa criticando os muitos comentaristas que acusavam Olívio Dutra de traíra recebeu cinco estrelas de avaliação. E o seu comentário apresentando uma pobre introdução e trazendo uma bela entrevista de Olívio Dutra foi avaliada com somente uma estrela. Tenho, entretanto, de reconhecer que as duas avaliações estão coerentes uma vez que Diogo Costa critica Olívio Dutra enquanto você o defende, em um post em que a maioria dos comentaristas se manifestaram contrários a Olívio Dutra.


Disse que sua introdução à entrevista de Olívio Dutra foi pobre pela forma de tratamento que você dá a Diogo Costa e porque você refere-se aos réus da Ação Penal 470 no STF como mensaleiros. Mensaleiros é o termo que foi utilizado para dizer que os deputados foram comprados para votar conforme o desejo dos que os comprara. Ocorre que ninguém foi penalizado pela venda do voto. Então pela decisão do STF na Ação Penal 470, o termo mensaleiro é incorreto.


E eu considero como bela a entrevista de Olívio Dutra e louvo a você pelo fato de a ter recuperado porque ela revela uma faceta do PT na sua origem e que é mais importante, uma faceta bonita, mas que a meu ver está errada. Seja por exemplo a seguinte frase:


“Somos todos responsáveis por isso: a política como um “toma lá, dá cá”, confundindo-se com negócios, esperteza,e a idéia de tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados”.


Na frase há dois pontos interessantes. Primeiro ele censura a política do “toma lá, dá cá”. Ora, a política do “toma lá, dá cá” é da essência da democracia representativa. E depois ele critica a idéia de se tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados. A primeira vez que eu li, eu pensei que ele havia dito “tirar proveito político dos cargos públicos conquistados”. Se fosse essa a forma como ele dissera, em meu entendimento, ele estaria errado em criticar este procedimento porque o objetivo de um partido em conquistar cargos públicos é tirar proveito político. Agora acusar o partido de “tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados” está errado por outro motivo. "Tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados" é infração ao ordenamento jurídico que não pode ser tratada de modo equivalente ao”toma lá, dá cá” a menos que o “toma lá, dá cá” se refere também a uma ação ilícita. E atos ilegais dessa natureza são cometidos pelo infrator e não pelo partido. E o infrator deve ser responsabilizado. Então que se diga que são duas coisas distintas: o “toma lá, dá cá” e o “tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados”. O “toma lá, dá cá” é da essência da democracia participativa a menos que configure um ilícito e deve ser elogiado, enquanto “tirar proveito pessoal dos cargos públicos conquistados” é um ato ilícito e deve ser não só criticado como combatido. Esta confusão de Olívio Dutra é decorrente de uma concepção equivocada da atividade política em uma democracia representativa.


E outra parte da entrevista que bem revela uma concepção de política que em meu entendimento está equivocada é a que se depreende desta parte em que ele discorre sobre o orçamento participativo. Diz ele:


“O Orçamento Participativo não foi radicalizado ao ponto de ser apropriado pela cidadania como ferramenta sua para controle não só de receitas e despesas, verbas para obras e serviços, no curto prazo, mas sobre a renda da cidade, sua geração e o papel do governo na sua emulação e correta distribuição social, cultural, espacial, econômica e política. O Orçamento Participativo tem que ser pensado não como uma justificativa para a distribuição compartilhada de poucos recursos, mas como gerador de cidadania capaz de, num processo de radicalidade democrática crescente, encontrar formas de erradicar o contraste miséria/riqueza do panorama de nossas cidades. A crise econômica mundial está longe de ser debelada e os países ricos têm enorme capacidade de “socializar” o pagamento dela com os países pobres. No chamado Estado de Direito Democrático o ato de governar é resultado de uma ação articulada e interdependente entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Ocorre que na sociedade capitalista o Poder Econômico, que não está definido na Constituição, é tão poderoso e influente quanto todos aqueles juntos. Portanto, a confusão entre governo e esse poder “invisível” privatiza o Estado e é caldo de cultura para a corrupção.Como presidente de honra do PT-RS tenho cumprido agenda partidária, fazendo roteiros, visitando cidades, participando de atos de filiações, ouvindo as lideranças de base e discutindo o PT. Sinto-me provocado positivamente com esta tarefa.Mas na estrutura que existe hoje o Partido é cada vez mais dependente, inclusive financeiramente, dos cargos executivos e mandatos legislativos que vem conquistando. É difícil, pois, uma guinada, sem que haja pressão debaixo para cima sobre as direções , correntes, cargos e mandatos.”


Em meu entendimento, a concepção de Olívio Dutra do Orçamento Participativo é de quem não acredita na Democracia Representativa. E para mim, o Orçamento Participativo deve-se constituir em uma espécie de apêndice da Democracia Representativa, servindo mais como uma forma de estimular a participação popular. Olívio Dutra quer que a Democracia seja uma atividade ética. E a ética só pode funcionar na democracia direta pois nela os participantes podem renunciar aos seus próprios interesses e nela, em razão da participação simultânea de milhões de pessoas não há condição de barganha, de acordos, de “toma lá, dá cá” (Que eu tenho grafado “toma-lá-dá-cá”), de “é-dando-que-se-recebe”, ou seja, do tão demonizado fisiologismo. O fisiologismo é próprio da Democracia Representativa.


E eu tenho insistido em considerar superior a democracia representativa em relação a democracia direta pelo fato de a Democracia Direta levar a exclusão de grupos minoritários enquanto que a Democracia Representativa exatamente em razão do fisiologismo consegue dar oportunidade para que os grupos minoritários possam defender os seus interesses compondo-se com outros grupos. Na Democracia Direta, a composição, a barganha, o toma-lá-dá-cá só seria possível se os participantes fossem em um número diminuto e a decisão fosse tomada não de forma pontual como é na democracia direta mas em forma de um processo como é na democracia representativa em que se tem mais oportunidade para os acordos, os acertos, os conchavos, as barganhas, os toma-lá-dá-cá.


O grande problema na análise política dos nossos dias é não se perceber que a democracia direta, pelo seu efeito de exclusão dos grupos minoritários, representa um retrocesso em relação à democracia representativa tendo apenas como ponto de superioridade o efeito participativo da população. Nesse sentido devem-se criar na democracia representativa mecanismos que incentivam a participação da população no processo democrático.


E outro problema, que de certo modo está associado a este anterior, é se conceber a democracia representativa como um processo em formação que precisa se ver livre de práticas nefastas como o fisiologismo. O fisiologismo só deve ser extirpado da prática política quando ele corresponde algum tipo penal. Ora se ele corresponder a algum tipo penal, o fisiologismo não é o fisiologismo inerente e benfazejo à prática democrática. Se o que se denomina de fisiologismo corresponde algum tipo penal, ele deve ser denominado pelo nome do tipo penal a que ele corresponde e não ao fisiologismo necessário ao funcionamento da atividade democrática no processo de composição de interesses que se realiza mediante a figura da representação.


Eu tenho criticado esta visão de se conceber o fisiologismo como uma prática nefasta do sistema democrático. Visão que eu vejo entranhada no PT no nascedouro do partido e que Olívio Dutra bem me parece representar. E é uma concepção que é expressa por pessoas de grande vivência no regime democrático. Eu sempre trago quando comento este engano de se classificar o fisiologismo como um ato ilícito, o post “FHC combate o fisiologismo que praticou” de quarta-feira, 16/11/2011 às 10:59, de autoria de Luis Nassif e que pode ser visto no seguinte endereço:


http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/fhc-combate-o-fisiologismo-que-praticou


Luis Nassif inicia o post “FHC combate o fisiologismo que praticou” dizendo que “o fisiologismo é uma praga do modelo político brasileiro” e já no encerramento do post, antes apenas de dar como exemplo de fisiologismo a relação de ministros de Fernando Henrique Cardoso, ele faz a seguinte ressalva em relação ao fisiologismo: “Como garantir a governabilidade sem sistemas de cooptação política?"


Então para Luis Nassif o fisiologismo é uma praga, ou seja, um ilícito, mas ao mesmo tempo ele deve ser aceito para permitir a governabilidade.


O fisiologismo dentro do entendimento que eu proponho não é ato ilícito. Não é, portanto, uma praga. E mais nem deve ser considerado como algo inerente só ao modelo político brasileiro. Agora, uma vez definido o fisiologismo como ato ilícito, ele não pode ser aceito como necessário para a governabilidade.


E por fim, segue o que eu havia elaborado como comentário e que cheguei a enviar, mas que, por motivo desconhecido, acabou não aparecendo como comentário a este post “Para Olívio Dutra, condenação de petistas é justa: “eu não os considero presos políticos”” de quinta-feira, 21/11/2013 às 17:48, e que é originado de uma sugestão sua com a transcrição da reportagem do Jornal do Comércio de autoria de Jimmy Azevedo e intitulada “Olívio considera justa a prisão dos mensaleiros”. Se meu comentário não tivesse sido excluído ele apareceria na segunda página deste post “Para Olívio Dutra, condenação de petistas é justa: “eu não os considero presos políticos””, página em que também estaria o comentário seu transcrevendo a entrevista de Olívio Dutra e o comentário de Diogo Costa e pelo qual você tanto ansiou.


Então, esta primeira parte deste meu comentário não se refere a entrevista recente do Jornal do Comércio “Olívio considera justa a prisão dos mensaleiros” e que foi transformada neste post “Para Olívio Dutra, condenação de petistas é justa: “eu não os considero presos políticos”” , mas a uma entrevista ao que me parece de março do ano passado.


E agora seguem os dois parágrafos que eu já havia escrito.


Eu teria nenhuma crítica a fazer a Olavo Dutra se ele tivesse criticado a forma como se processaram as ordens de prisão. Em meu entendimento que, ainda que formado em Direito, é entendimento de leigo, principalmente nesta questão de execução penal, nas ordens de prisão, Joaquim Barbosa foi além da previsão legal.


Em relação ao julgamento da Ação Penal 470, continuo entendendo que só na montagem da acusação contra Henrique Pizzolato, na montagem da acusação dos empréstimos do PT no Banco Rural e na montagem da acusação contra José Dirceu - momentos em que talvez as provas não fossem exatamente aquelas apresentadas no STF - o nosso Supremo Tribunal Federal tenha omitido, realçado ou sobrestado algum fato como modo de dar consistência a toda a acusação ou como forma de a tornar mais grave.


Clever Mendes de Oliveira


BH, 21/11/2013

Seu voto: Nenhum

Olivio para vice na chapinha

Olivio para vice na chapinha do Joachin.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Olívio, quem te viu e quem te vê

Esse Olívio ainda está no PT gaúcho? Parece discurso do PSOL e PSTU, ex-petistas frustrados e vingativos. Se ainda está no PT, será que não leu as mais completas investigações até hoje sobre as entranhas e patranhas da AP-470, realizadas pela equipe da Revista do Brasil liderada pelo jornalista Raimundo Pereira, demonstrando que o caso Visanet é uma farsa facilmente desmascarada pela própria documentação contida nos Apensos do processo? Será que os petistas gaúchos não divulgam, pelo menos entre si mesmos, essas reportagens? 

Na verdade eu acho que o Olívio tem conhecimento dessas reportagens sim, embora não obrigatoriamente tenha se interessado em lê-las e raciocinar sobre elas. Para fazer jus e manter a coerência com a seriedade que conhecemos sobre seu passado, Olívio poderia ao menos ter feito menção ao trabalho de Raimundo e contestado suas conclusões, divulgando aos leitores daquele jornal a existência desse contraditório. Neste caso Olívio foi bastante desonesto intelectual e politicamente, ficando para a história como um traidor da verdade, alinhando-se com os mesmos que passaram décadas detonando suas próprias passagens pelos governos da Prefeitura de Porto Alegre e do Estado gaúcho com sérias acusações de corrupção e má gestão.

E olhe que o Raimundo Pereira nem é petista. É simplesmente o democrata socialista que sempre foi nos últimos 45 anos em busca da verdade para a construção de um mundo bem melhor do que este que o Olívio tem buscado desde que saiu, magoado, do Ministério das Cidades do Governo Federal somente viabilizado inclusive por essas ações de Caixa 2  "sem uso de dinheiro público" que foram deturpadas para "mensalão com uso de R$74 milhões do BB".

Pois é, na hora H da verdade, vamos conhecendo os antigos companheiros que mudaram de lado!

Seu voto: Nenhum
imagem de Helcio dias de sa
Helcio dias de sa

Olivio quem te viu quem te vê

Calma gente!O  homem tá esdudando Latim,passeando por bibliotecas,presidindo associçao de teatros.O maior mérito do Lula foi ter conseguido realizar o melhor governo da historia rodeado pelos teoricos da vida.Esse dai deve ser um intelectual a lá FHC,imaginem quando o mundo "acabou" .segundo a midia,com aquelela crise que o Lula chamou de Marolinha.O Dutra deve ter dio o mesmo que o FHC,va para casa apague a luz porque ta vindo uma crise brava,nao saia na rua,o mundo acabou,deu no cartel midiatico.Estudando Latim.Pelas barbas do profeta,esso moço deveria estar fazendo historia...

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Rosa FG
Rosa FG

Olivio quem te viu quem te vê

Quem precisa estudar história es tu, desinformado. Não sabe nada sobre a formação do PT e que Olívio foi um deles. Olívio foi PREFEITO de POA, GOVERNADOR do RS, PRESIDENTE do PT e MINISTRO.

Ele já é um homem da História. Enquanto tu sempre sempre um escrvinhador dessas bobagenzinhas.

E se não sabes, Olívio não concordou com  o que viu no Ministério das Cidades. Entrou em choque com Dirceu que colocou Fortes do PP, para incrementar os 'acordos' . Deu no que deu.

Olívio é um homem que tem ideologia, tem palavra, coisas que coxinhas como tu nunca ouviram falar . E tenho dito!

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de helio ewert
helio ewert

A safadeza de Olívio Dutra

O Olívio Dutra é somente um fdp ressentido.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Romilda Raeder
Romilda Raeder

Para Olívio Dutra, condenação de petistas é justa

Me perdoe o meu impagável Olivio Dutra, por quem tem imenso respeito e admiração, mas são presos políticos sim. Concordo com as prisões porque, afinal, houve ato ilícito - embora NÃO COM DINHEIRO PÚBLICO, e por isso mesmo as penas NÃO correspondem à realidade dos fatos. Os companheiros só foram julgados por serem do PT. DO CONTRÁRIO, ONDE ESTÃO OS MEMBROS DE TODOS - EU ESCREVI 'TODOS' - OS OUTROS PARTIDOS, QUE TÊM AS MESMAS PRÁTICAS? Estão todos livres, todos sem processo algum - o PSDB que o diga. Então, são, sim, presos políticos!

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de armando botelho
armando botelho

Mas Romilda o julgamento ali

Mas Romilda o julgamento ali foi dos ptistas , os dos outros partidos teram sua vez e o Minist. Barrozo ja esta estudando o mensalão dos tucanos . Quanto ao Olivio Dutra , ficou comprovado sua que ainda temos pessoas equilibradas e que não se deixam levar pela paixão política . 

Quanto as ilicitude do caixa dois do PT , foi muita grana vindo de banco público e particular e a defesa durante o julgamento não conseguiu justificar as movimentações , grandes advogados estavam defedendo os mensaleiros mas não conseguiram convecer o colegiado de 11 juizes do STF , e até o Lewandoski votou pela condenação em muitas questões .

Seu voto: Nenhum (6 votos)

As mulheres (mães e esposas)

As mulheres (mães e esposas) que esperavam para vizitar seus queridos internos chamavam os deputados de "puxa saco de ladrão". 

Já pensaram se os parlamentares pudessem responder a altura com "geradoras e cumplices de ladrões"?

Mas é assim mesmo nossa sociedade e o ser humano de forma geral.

Sempre culpamos os outros por aquilo que naturalmente fazemos.

A propósito...

Alguém aqui acredita que Olívio Dutra nunca lançou mão do expediente de caixa 2?

Não?

Nem ele. Mas isso não o impediu de criticar todo o partido por algo que ele também fez.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Tem o certo. Tem o errado. E tem todo o resto. (Cazuza)

imagem de Helcio dias de sa
Helcio dias de sa

as mulheres mães e esposa.

Bispo: ele tá estudando latim porque sabe que o LATIM existiu e ele tambem existiu como governador  porcausa disso.Esse Dutra é um cara de pau.Caixa dois é mais antigo que andar pra frente.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Mauricio Salles
Mauricio Salles

Castilhista

Olivio Julio Dutra de Castilhos.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Mauricio Salles
Mauricio Salles

Alienígena

E com vocês Olívio Dutra direto de Marte...

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Dionísio P. Freire
Dionísio P. Freire

Joaquim Barbosa age com o

Joaquim Barbosa age com o ódio dos que - julgando-se mais do que realmente o são - atribuem ao PT ou a LULA, DILMA ou ZÉ DIRCEU a causa externa de suas frustrações ou derrotas. 

O Olívio Dutra pertence a esse bloco de ressentidos (entram aí, Gabeira, Marina, Maria Helena, Cristovam, etc, etc) que foram atropelados em suas atitudes sonháticas pelo trator chamado realidade, aquele que carrega as exigências do aqui e do agora avançando como rolo compressor.

Na mesma estrada esburacada transita, ao embalo de muito féu, o bloco das viúvas de 64, a mídia conservadora e a turma que frequenta o apartamento do FHC em Paris.

O ódio - esse gigante indomável da alma - une a todos.  O regozijo só não é maior porque Dirceu e Genoíno são dois postes de arueiera. 

Toda força a essa madeira de qualidade!

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Danilo Morais
Danilo Morais

Perdeu uma ótima oportunidade

Perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado...

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Incoerente sim!

Olivio mostra toda sua incoerencia pois nao é possivel que nao saiba como se conduziu esta patranha da midia-stf com o apoio desta oposiçao mediocre.  A quantidade de fatos questionaveis presentes neste julgamento de exceçao é tao grande que em qualquer faculdade de direito vai se tornar um "case" de estudo.  Se ele nao concorda com o caixa 2, otimo, tb nao concordo.  Mas dai a ignorar como se deu o julgamento e vir com esta conversa de que o Genoino nem devia ter assumido o cargo de deputado por estar sob julgamento mostra uma visao muito destorcida da realidade.  Ele ja tinha julgado os companheiros de partido muito antes. Porque nao propos a expulsao dos envolvidos na plenaria do PT?  Podia ter se juntado com a Helô e brigado dentro do partido para que o assunto fosse debatido, pois era um dos seus maiores lideres naquele momento.  Por outro lado,  ele nao pode ser tao ingenuo a ponto de ignorar que sua critica neste momento de fragilidade dos seus companheiros é mais um empurrao nas pedras da avalanche de odio contra o PT.  O Olivio me lembra o comportamento dos membros da Gang dos Quatro durante o periodo revisionista pós Mao Tse.  E antes de mais nada, Diogo Costa,  é preferivel ter amigos fieis a nos apontarem os erros mas apoiando a causa que estes tipos "teflon" ao estilo gaucho do Pedro Simon...

Seu voto: Nenhum

Penso que OD se informará adequadamente sobre o 'mentirão"

Ricardo, eu aqui, a par de ser fã de carteirinha de OD, fico me perguntando o motivo dessa sua alfinetada, não sei se teria a ver com disputa interna, uma vez que Genoino é da Mensagem ao Partido. Pelo menos não é esta a posição oficial da tendência como um todo, pois outros membros da Mensagem, como por exemplo Marilena Chauí, pensam diferente. O Tarso Genro(fundador da Mensagem), tempo atrás, tinha uma visão pró STF mas agora não a tem mais, dias atrás publicou um artigo em defesa de Genoino. Ressentimento ou revanche contra Zé Dirceu que o preteriu frente ao Ministério das Cidades em prol das "más companhias?". Não sei. Há uma terceira possibilidade: Falta de informação no que diz respeito a AP 470. Creio que seja isso e, se for o caso, é só uma questão de tempo ele(OD) mudar seu ponto de vista. Senão vejamos: Aqui mesmo no blog temos colegas que. pelo menos no início do julgamento,  apoiavam o STF. Ocorre que este assunto é de difícil compreensão e que demada tempo para a sua compreensão, até mesmo para pessoas da área, ou seja, para advogados. Eu mesmo levei um bom tempo para entender que o mensalão não existiu, afinal de contas era bombardeado na minha cabeças de dia e de noite, pela imprensa, o mantra do mensalão a la Escola Base. Com o tempo as coisas ficaram clara, da mesma forma que clareou para mim a visão que eu tinha sobre os "terroristas" da ditadura militar e até votei numa "terrorista" para presidente deste pais, da mesma forma ocorrerá com o "mensalão" junto a população em geral, não descarto que, no futuro, seja instalada uma Comissão da Verdade STF e as vítimas de esculacho não serão os Genoinos e os Zés da vida. Enfim, vejo isso como uma coisa normal e muito bonito, e demonstra humildade por parte de quem faz isso. OD está meio isolado do mundo, embora participando de aividades do PT, lutou muito pela eleição de Tarso Genro e Dilma. Mas, no que diz respeito a AP 470, está sim desinformado, não creio que seja do seu estilo sacanear pessoas como Genoíno, por um ou outro motivo:

Esse julgamento de exceção vai desabar que nem desabou a ditadura militar, e olhe lá que pensei que fosse demorar anos para que iso fosse acontecer mas parece que o esgotou já está arrebentando por todos os lados. A divulgação, pela Globo,  da nota intelectuais e juristas em  repúdio contra decisão de Barbosa é sinal disso. Vai desabar. Só não concordo que Barbosa deva ser o único a sofrer esculachos num futuro não muito distante, o próprio pig tem culpa no cartório, será que a Globo pedirá desculpas novamente, como o fez recentemente no que diz respeito a ditadura militar. Só sei que o povo, com o tempo, ficou sabendo que os Zés não eram terroristas e nem Dillma e outras mulheres que lutaram pela democracia. Da mesma forma, a populaçãoa ficará sabendo que os terroristas ops mensaleiros de hoje são vítimas de um engodo.  Muita gente ainda não entende a AP 470 e por isso acha que os "mensaleiros" tem culpa no cartório e até acham que o STF agiu corretamente e, para quem pensa assim, pega mal a falta de solidariedade nestas horas, como muito bem demonstrou Nassif neste artigo, enfim, pega mal, inclusive para inimigos políticos, a falta de solidariedade para com os vencidos nessa guerra insana, afinal de contas, nas guerras, as imagens que mais nos tocam são aquelas em que inimigos  se ajudam em situações limites. Esculachos virão por ai e não serão contra José Genoíno e outros Zés.

"(....) Na disputa partidária, há uma ausência de grandeza, de generosidade, que transformou a disputa política em uma arena de gladiadores sem escrúpulos.

Vendo Fernando Henrique Cardoso celebrar a desgraça dos adversários, à luz do calvário de José Genoíno, veio-me à memória Mário Covas.

Se vivo fosse, provavelmente Covas sairia de São Paulo, iria até Brasília e, desavenças políticas à parte, levaria seu abraço a Genoíno. E todo militante tucano estufaria o peito, de orgulho do seu líder, como os petistas, quando Lula abraçou FHC no velório de dona Ruth.

É uma fase de transição. O país não é mesquinho como parece ter se tornado nos últimos tempos. É questão de tempo para que novos ventos surjam trazendo de volta o discurso da mudança, da solidariedade e da pacificação nacional (...)" 

http://www.jornalggn.com.br/noticia/o-avanco-do-obscurantismo-e-da-perda-da-generosidade

Seu voto: Nenhum

 

...spin

 

 

imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Olivio Dutra

Olivio Dutra não mudou seus pricipios e sua ética, quem mudou foi o PT.

Olivio continua lutando pelos mesmos ideiais que sempre lutou, alguns errados do meu ponto de vista, mas mantém a coerrência .

" que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?". 

Seu voto: Nenhum (18 votos)

    aí olívio.   novas

 

 

aí olívio.

 

novas amizades à vista.

 

..

 

triste fim.

 

..

Seu voto: Nenhum (10 votos)

triste fim.

 

 

aí olívio.

 

novas amizades à vista.

 

o reaça que não é nelson rodrigues.. se habilita.

 

..

 

triste fim.

 

..

Seu voto: Nenhum (3 votos)

ainda tô curioso

"Sou reacionário. Minha reação é contra tudo que não presta."
Olhando se no espelho, o que acontece?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

'Entre a humilhação e a servidão, eu assumo o risco da luta'
José Genoino

imagem de André Sousa
André Sousa

Udenistas em festa

Eu sei que os udenistas de carteirinha, como é vc, adorou, ah, vcs não abandonam o velho e hipócrita discurso do "mar de lama", não tem propostas, desde Getúlio Vargas é assim,  haja paciência prá aguentar tanto cinismo destes QI de ameba como o AL.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Arthemísia
Arthemísia

Se, para Olívio Dutra, o

Se, para Olívio Dutra, o presente é que está em jogo, o que está ele fazendo pelo presente da nação? Estudando, cultivando as artes, aprimorando sua cultura, viven uma vida tranquila. Muito bom para ele, mas e o Brasil com isso? Se ele saiu da vida política para não sujar as mãos, deveria falar apenas dos assuntos com os quais quer lidar. Eu também não quero fazer parte disso e me tornar profissional da política, mas eu quero que alguém o faça, por isso não saio condenando os partidos.

Não o chamaria de traíra, pois o respeito mais do que ele parece respeitar seus ex-companheiros. Mas que é falso é porque já sujou as mãos, como Marina, e agora vem com transtorno obsessivo compulsivo de ter as mãos limpas a todo custo. Pois eu, simpatizante e eleitora do PT informo ao "companheiro" que, para mim, ele, José Dirceu, Genoíno e todos os históricos do PT são iguais e que, agora, a  mídia só lhe dá manchete porque correu da raia, jogou a toalha, não oferece mais riscos. Será que é muito difícil para ele entender isso? Se for, José Dirceu estava certo ao tirá-lo do ministério.

Seu voto: Nenhum

Que boa oportunidade

Que boa oportunidade teve Olívio Dutra de ficar calado. Não soube acompanhar o momento atual. A tentação de dizer: “eu já falei!”, “eu não sou dessa turma!”, “eu sou gente boa!”, etc., falou mais alto que a solidariedade com o seu partido e com os seus colegas.

“Não sou dessa turma!” foi a Heloísa Helena, que ficou com cara de tacho ao saber que a sua campanha foi bancada com fundos coletados pelo Delúbio no esquema Caixa 2 e que hoje amarga na cadeia por esse fato. “Gente boa!” é o Suplicy, que entre micos e trapalhadas vem mostrando um grau de senilidade política assustador. Já o Olívio, embora respeitado pelo seu passado em RS, passa hoje uma imagem de Marina de bigode, um “sub-ex de ex” cheio de dor de cotovelo.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

freira no puteiro

olivio teve sim no passado problema de caixa 2

carlinhos cachoeira, jogo do bicho

 

Seu voto: Nenhum (8 votos)

'Entre a humilhação e a servidão, eu assumo o risco da luta'
José Genoino

    inqualificável.   ..

 

 

inqualificável.

 

..

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de gaúcho
gaúcho

Traíra!

Traíra!

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Marcelo S.
Marcelo S.

O Olívio certamente sabe de

O Olívio certamente sabe de coisas que aconteceram, reprovou-as, está com a consciencia limpa, lutou para trazer o partido de volta às origens (sem resultado). É o maior responsável pelo fenomeno petista no RS dos anos 90 e fez isso por falar de forma simples o que pensa sem estratégias, planos e tama-lás-da-cás. Olívio Dutra é algém para ser ouvido com atencao,

Seu voto: Nenhum (16 votos)

deve falar

olivio tem muito o que falar de cachoeiras , bichos, etc.

 

Seu voto: Nenhum (11 votos)

'Entre a humilhação e a servidão, eu assumo o risco da luta'
José Genoino

imagem de Marios
Marios

Muito solidário o Olívio

Muito solidário o Olívio Dutra. Em um dos piores momentos do PT, o que pretende Olívio Dutra ao fazer tais declarações? 

Seu voto: Nenhum (15 votos)
imagem de Julio Palmieri
Julio Palmieri

ser solidario com o erro não

ser solidario com o erro não e ser solidario e ser cumplice!

esse tipo de solidariedade que esta pedindo e coisa de criminosos!

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Amarula
Amarula

Não existem provas

Olívio Dutra é o Lobão do PT. Ele deve ter tomado chimarrão estragado para dizer uma estupidez dessa natureza, ou ENTÃO ser um cara completamente desinformado. Mas eu fico, por uma questão de raciocínio lógico, com a opinião da maioria dos internautas que comentaram o assunto, PORQUE EU NÃO ADMITO DESINFORMAÇÃO com relação aos abusos cometidos nessa  farsa repugnante que foi este julgamento. Esse cara é um oportunista, um ressentido, OLÍVIO DUTRA é um desequilibrado! Quer reaparecer em cima da desgraça daqueles que foram condenados SEM PROVAS, e age de maneira semelhante ao carrasco Joaquim Barbosa: com desprezo, ódoio, rancor e uma satisfação quase sado-masoquista pela humilhação imposta aos réus e aos seus familiares.

Enxergar a verdade não é uma questão de ponto de vista, é uma questão de avaliação da realidade com base em fatos concretos e insofismáveis.E um julgamento de "supostos criminosos" não é uma querela subjetiva sobre a qualidade de uma obra literária. Não se trata, portanto, de uma avaliação sobre a qualidade de um livro . Simplesmente não existem provas sobre a culpa dos réus, culpa decretada aprioristicamente, e provas no sentido contrário foram escondidas pelo relator do processo, numa atitude maquiavélica, criminosa e odiosa do senhor Joaquim Barbosa. Não existem provas contra os réus e eu DECRETO A INOCÊNCIA DE TODOS ELES ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO. PONTO.

Seu voto: Nenhum
imagem de geniberto paiva campos
geniberto paiva campos

Lembrar ao ex-governador

Lembrar ao ex-governador Olívio Dutra que as pessoas , como as instituições, tsmbém "têm o seu funcionamento".

Como anda o "funcionamento" do ex-governador?

Falar esse tipo de coisas, numa hora dessas?

Dá a impressão que o ex-governador não está "funcionando" bem.

Ele se junta à velha clã: HÉLIO BICUDO, PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO que envelheceram mal. Muito mal.

O sorriso do Dirceu, 45 anos depois, nos deixa mais animados.

Seu voto: Nenhum (14 votos)

Envelhecer

Infelizmente, não soube envelhecer. É preciso sabedoria. Restou uma história e muito ressentimento. E pior: ciúme de homem que é o que existe de pior. Lamentável, mas nem todos chegam juntos à praia.  

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Armando do Prado

imagem de sergioo
sergioo

Mais um oportunista e traíra.

Mais um oportunista e traíra.

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Esses "ex alguma coisa,

Essas magoas , sempre elas, mas que sina essa do PT ,  naõ sei se conheço tucanos

ou Demos  tão ressentidos. Mas enfim esse partido lascado o PT  virou ator de tudo, que novela...

pelo andar da carruagem teremos novos capítulos em 2014 e possivelmente 2018.

Seu voto: Nenhum (15 votos)

Não a toa Dirceu, que prova

Não a toa Dirceu, que prova mais uma vez, silenciosamente estrepitoso, que não verga, cresce ainda mais de importância e cristaliza-se como figura ímpar nas mudanças significativas e essenciais na história política brasileira recente, principalmente a cada vez que algum companheiro da jornada pronuncia-se nos termos que Olívio faz agora e que permite e dá direito a indagação que não pode ser calada:


Imagine-se, considerando o que Olívio expressou em liberdade sobre o julgamento, se no papel de Dirceu, Genoíno, João Paulo, Gushiken, professor Luizinho ou Delúbio, ao reconhecer-se de fato e não de direito, denunciado, indiciado e como alguns desses, condenado e ilegalmente preso na Papuda?


A história de um partido que desde sempre pretendeu mudar a história do país desigual, se constrói com homens reais de carne e osso, mutantes ao correr do tempo, sensatos, de ação, decididos e perseverantes em fazer acontecerem os objetivos, e não com meninos ideais, insensatos, birrentos, de falação e indecisos quanto a fazerem acontecer os objetivos, sempre iguais, até mesmo quando envelhecidos.


Descanse em paz Olívio Dutra e ao menos o chimarrão continue sendo seu digno companheiro.

Seu voto: Nenhum

O endereço Janio de Freitas

O endereço Janio de Freitas comparando a casa simples de Genoino com   o apartamento mais caro  do mundo em Paris de FHC

 

Data imprecisada, ou imprecisável, e não recente. Fernando Henrique Cardoso, no uso de toda a simpatia possível, discorre para os comensais suas apreciações sobre fatos diversos e pessoas várias. De repente, intervém a mulher de um brasileiro renomado, há muito tempo é figura internacional de justo prestígio, ministro mais de uma vez, com importantes livros e ensaios. Moradores íntimos de Paris por longos períodos, mas não só por vontade própria, consta que nela nada restringe a franqueza. Se alguém na conversa desconhecia a peculiaridade, ali testemunhou um motivo para não esquecê-la:
- Pois é, mas nós sabemos do apartamento que Sérgio Motta e você compraram na Avenue Foch.
Congelamento total dos convivas. Fernando Henrique é quem o quebra, afinal. Apenas para se levantar e afastar-se. Cara fechada, lívido, nenhuma resposta verbal.
A bela Avenue Foch, seus imensos apartamentos entre os preços mais altos do mundo, luxo predileto dos embaixadores de países subdesenvolvidos, refúgio certo dos Idi Amim Dada, dos Bokassa, dos Farouk e, ainda, de velhos aristocratas europeus.
Avenue Foch, onde a família Fernando Henrique Cardoso está instalada. No apartamento emprestado, é a informação posta no noticiário, pelo amigo que passou a figurar na sociedade da fazenda também comprada por Sérgio Motta e Fernando Henrique Cardoso, em Buritis.
Avenue Foch, é ela que traz de volta comentários sobre a historieta, indagações de sua autenticidade ou não, curiosidade em torno do que digam outros possíveis comensais.

Seu voto: Nenhum

"A corrupção à brasileira é como o solo de Roma: basta cavar um pouco e descobrimos ruínas." Mino Carta

imagem de Delvo de Oliveira
Delvo de Oliveira

"Erros do STF?" Intensões consumadas, gente! Script do partido

Erros do STF nada, gente! Intensões consumadas, gente!

Script do "partido da imprensa golpista" seguido a risca por um relator agora nitidamente escalando uma candidatura "por fora" do sistema político/partidos, isso sim. Ações organizadas, estruturadas, com objetivos claros. A direita não tem projeto, e não tem candidatos pra esse "não projeto" reduzido ao lacerdismo redivivo. E não tendo sequer alguem à altura do dito, o PIG assume o comando. Batbosão vem naquela esteira do janismo, collorismo... varrer a corrupção, eliminar os marajás... Então, ajoelhando pras "instituições" OD imagina que está valorizando ou deslegitimando o seu partido? "Seu", como se fosse dono da verdade e da ética? Fez, de outro modo, o que o PIG faz sistematicamente... emitir juízos desconectados dos fatos. Uma coisa onírica, no caso. Ainda não aterrisou, sei lá por quais motivos, pra não emitir juizos falsos... mas que levou irresponsavelmente águas turvas ao moinho da direita, levou!

Seu voto: Nenhum

Hum! Parece que os

Hum! Parece que os "apparatchiks" do neo-PT vão atrás do velho bolchevique Olívio! Para justificar o oportunismo, já o tacham de "traidor", de "agente da direita"!

 

http://www.youtube.com/watch?v=Ah6ascEyRKo

Seu voto: Nenhum (19 votos)

hum aqui esta invertido

mitia é olivio

Seu voto: Nenhum (1 voto)

'Entre a humilhação e a servidão, eu assumo o risco da luta'
José Genoino

imagem de Gil Bombardieri
Gil Bombardieri

TERÁ OLIVIO TODAS AS RESPOSTAS? ONDE TA A GRANA?

Ou o repórter é incompetente ou é mal intencionado. Nada além disso justifica uma matéria chulé dessas. OD afirma q Genoíno e Dirceu erraram, pisaram na jaca. ok. ele, OD, portanto, sabe absolutamente tudo o que ocorreu e tem, em tese, condições de derrubar ou confirmar todas as linhas publicadas pelo império midiático - falido, mas... - nesses últimos 7 anos. pq não falou tudo? onde ta a grana? qual o tamanho da grana? foi caixa 2? Genoino, Dirceu e os demais "mensaleiros" embolsaram algum? se sim, quanto? se foi apenas caixa 2 como OD condena o PT e absolve o resto? ou sabe ele mais sobre o esquemão que reelegeu fhc e banca até hoje a tucanada em SP? se sabe pq n fala? o autor da matéria - chulé, diga-se - nada perguntou ou foi orientado a não perguntar e depois jogar conversa fora?

 

sem essas respostas há apenas divagações de OD que mais alimentam a sanha das hienas do que servem de orientação aos que tem ainda de digno e legítimo dentro do PT.  OD deveria ter respeitado o próprio passado - e também o presente - dele próprio.

Seu voto: Nenhum
imagem de flavio calixto
flavio calixto

Parentesco

Ele tem algum parentesco com o Suplicy?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Oh Olivio, que coisa hein?

Um pronunciamento desses é tudo  o que precisava a Direita carcomida deste país para desviar o olhar das imensas injustiças cometidas nesse julgamento. Ninguem esta contra condenações de malfeitos. Mas a ótica do Supremo e seu presidente neste caso especifico, é tão deformada, que tem que ser contestada, para o bem da democracia no país. A direita não pode destruir essa tentativa de se governar o país para todos. Olivio ficou estudando Latim e descuidou-se do que acontece no país real. A direitaça agradece.

Seu voto: Nenhum (21 votos)

Ressentimento ou mágoa com os

Ressentimento ou mágoa com os emvolvidos, só pode, não há outra razão.

Seu voto: Nenhum (19 votos)

Estou de saco cheio por tudo que vem acontecendo no país, e nós democratas, não fazemos nada.

Eu inclusive. Parece que estamos todos anestesiados, que fomos dopados. Mas essa lombra vai passar e vamos acordar.

Eu creio !!!

gAS

imagem de Makulele
Makulele

AS voce ja notou que existe

AS voce ja notou que existe outras realidades alem da tua? Saia pra luz rapaz. Vai abaixo uma coisa bem  "cherne" mas sempre bom de ler:

O mito ou “Alegoria” da caverna é uma das passagens mais clássicas da história da Filosofia, sendo parte constituinte do livro VI de “A República” onde Platão discute sobre teoria do conhecimento, linguagem e educação na formação do Estado ideal.

A narrativa expressa dramaticamente a imagem de prisioneiros que desde o nascimento são acorrentados no interior de uma caverna de modo que olhem somente para uma parede iluminada por uma fogueira. Essa, ilumina um palco onde estátuas dos seres como homem, planta, animais etc. são manipuladas, como que representando o cotidiano desses seres. No entanto, as sombras das estátuas são projetadas na parede, sendo a única imagem que aqueles prisioneiros conseguem enxergar. Com o correr do tempo, os homens dão nomes a essas sombras (tal como nós damos às coisas) e também à regularidade de aparições destas. Os prisioneiros fazem, inclusive, torneios para se gabarem, se vangloriarem a quem acertar as corretas denominações e regularidades.

Imaginemos agora que um destes prisioneiros é forçado a sair das amarras e vasculhar o interior da caverna. Ele veria que o que permitia a visão era a fogueira e que na verdade, os seres reais eram as estátuas e não as sombras. Perceberia que passou a vida inteira julgando apenas sombras e ilusões, desconhecendo a verdade, isto é, estando afastado da verdadeira realidade. Mas imaginemos ainda que esse mesmo prisioneiro fosse arrastado para fora da caverna. Ao sair, a luz do sol ofuscaria sua visão imediatamente e só depois de muito habituar-se com a nova realidade, poderia voltar a enxergar as maravilhas dos seres fora da caverna. Não demoraria a perceber que aqueles seres tinham mais qualidades do que as sombras e as estátuas, sendo, portanto, mais reais. Significa dizer que ele poderia contemplar a verdadeira realidade, os seres como são em si mesmos. Não teria dificuldades em perceber que o Sol é a fonte da luz que o faz ver o real, bem como é desta fonte que provém toda existência (os ciclos de nascimento, do tempo, o calor que aquece etc.).

Maravilhado com esse novo mundo e com o conhecimento que então passara a ter da realidade, esse ex-prisioneiro lembrar-se-ia de seus antigos amigos no interior da caverna e da vida que lá levavam. Imediatamente, sentiria pena deles, da escuridão em que estavam envoltos e desceria à caverna para lhes contar o novo mundo que descobriu. No entanto, como os ainda prisioneiros não conseguem vislumbrar senão a realidade que presenciam, vão debochar do seu colega liberto, dizendo-lhe que está louco e que se não parasse com suas maluquices acabariam por matá-lo.

Este modo de contar as coisas tem o seu significado: os prisioneiros somos nós que, segundo nossas tradições diferentes, hábitos diferentes, culturas diferentes, estamos acostumados com as noções sem que delas reflitamos para fazer juízos corretos, mas apenas acreditamos e usamos como nos foi transmitido. A caverna é o mundo ao nosso redor, físico, sensível em que as imagens prevalecem sobre os conceitos, formando em nós opiniões por vezes errôneas e equivocadas, (pré-conceitos, pré-juízos). Quando começamos a descobrir a verdade, temos dificuldade para entender e apanhar o real (ofuscamento da visão ao sair da caverna) e para isso, precisamos nos esforçar, estudar, aprender, querer saber. O mundo fora da caverna representa o mundo real, que para Platão é o mundo inteligível por possuir Formas ou Ideias que guardam consigo uma identidade indestrutível e imóvel, garantindo o conhecimento dos seres sensíveis. O inteligível é o reino das matemáticas que são o modo como apreendemos o mundo e construímos o saber humano. A descida é a vontade ou a obrigação moral que o homem esclarecido tem de ajudar os seus semelhantes a saírem do mundo da ignorância e do mal para construírem um mundo (Estado) mais justo, com sabedoria. O Sol representa a Ideia suprema de Bem, ente supremo que governa o inteligível, permite ao homem conhecer e de onde deriva toda a realidade (o cristianismo o confundiu com Deus).

Portanto, a alegoria da caverna é um modo de contar imageticamente o que conceitualmente os homens teriam dificuldade para entenderem, já que, pela própria narrativa, o sábio nem sempre se faz ouvir pela maioria ignorante.

Por João Francisco P. Cabral
Colaborador Brasil Escola
Graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Mestrando em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

 

 

Seu voto: Nenhum

Putz !

Falou tanto e não disse nada.

Dá próxima seja mais sucinto.

Que tal responder ou discordar em 140 caracteres !?

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Estou de saco cheio por tudo que vem acontecendo no país, e nós democratas, não fazemos nada.

Eu inclusive. Parece que estamos todos anestesiados, que fomos dopados. Mas essa lombra vai passar e vamos acordar.

Eu creio !!!

gAS

imagem de nosde
nosde

Está maluco, e

Está maluco, e incovenientemente irresponsável . . . . . deu prá tí Olívio . . . . . .

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.