Revista GGN

Assine

Vai ter Copa, por Antonio Lassance

Enviado por Oráculo

da Carta Maior

por Antonio Lassance
 
Vai ter Copa: argumentos para enfrentar quem torce contra o Brasil
 
Como a desinformação alimenta o festival de besteiras ditas contra a Copa do Mundo de Futebol no Brasil.
 

Profetas do pânico: os gupos que patrocinam a campanha anticopa

Existe uma campanha orquestrada contra a Copa do Mundo no Brasil. A torcida para que as coisas deem errado é pequena, mas é barulhenta e até agora tem sido muito bem sucedida em queimar o filme do evento.

Tiveram, para isso, uma mãozinha de alguns governos, como o do estado do Paraná e da prefeitura de Curitiba, que deram o pior de todos exemplos ao abandonarem seus compromissos com as obras da Arena da Baixada, praticamente comprometida como sede.

A arrogância e o elitismo dos cartolas da Fifa também ajudaram. Aliás, a velha palavra “cartola” permanece a mais perfeita designação da arrogância e do elitismo de muitos dirigentes de futebol do mundo inteiro.

Mas a campanha anticopa não seria nada sem o bombardeio de informação podre patrocinado pelos profetas do pânico.


O objetivo desses falsos profetas não é prever nada, mas incendiar a opinião pública contra tudo e contra todos, inclusive contra o bom senso.

Afinal, nada melhor do que o pânico para se assassinar o bom senso.

Como conseguiram azedar o clima da Copa do Mundo no Brasil

O grande problema é quando os profetas do pânico levam consigo muita gente que não é nem virulenta, nem violenta, mas que acaba entrando no clima de replicar desinformações, disseminar raiva e ódio e incutir, em si mesmas, a descrença sobre a capacidade do Brasil de dar conta do recado.

Isso azedou o clima. Pela primeira vez em todas as copas, a principal preocupação do brasileiro não é se a nossa seleção irá ganhar ou perder a competição.

A campanha anticopa foi tão forte e, reconheçamos, tão eficiente que provocou algo estranho. Um clima esquisito se alastrou e, justo quando a Copa é no Brasil, até agora não apareceu aquela sensação que, por aqui, sempre foi equivalente à do Carnaval.

Se depender desses Panicopas (os profetas do pânico na Copa), essa será a mais triste de todas as copas.

“Hello!”: já fizemos uma copa antes

Até hoje, os países que recebem uma Copa tornam-se, por um ano, os maiores entusiastas do evento. Foi assim, inclusive, no Brasil, em 1950. Sediamos o mundial com muito menos condições do que temos agora.

Aquela Copa nos deixou três grandes legados. O primeiro foi o Maracanã, o maior estádio do mundo – que só ficou pronto faltando poucos dias para o início dos jogos.

O segundo, graças à derrota para o Uruguai (“El Maracanazo”), foi o eterno medo que muitos brasileiros têm de que as coisas saiam errado no final e de o Brasil dar vexame diante do mundo - o que Nélson Rodrigues apelidou de “complexo de vira-latas”,  a ideia de que o brasileiro nasceu para perder, para errar, para sofrer.

O terceiro legado, inestimável, foi a associação cada vez mais profunda entre o futebol e a imagem do país. O futebol continua sendo o principal cartão de visitas do Brasil – imbatível nesse aspecto.

O cartunista Henfil, quando foi à China, em 1977, foi recebido com sorrisos no rosto e com a única palavra que os chineses sabiam do Português: “Pelé” (está no livro “Henfil na China”, de 1978).

O valor dessa imagem para o Brasil, se for calculada em campanhas publicitárias para se gerar o mesmo efeito, vale uma centena de Maracanãs. 

Desinformação #1: o dinheiro da Copa vai ser gasto em estádios e em jogos de futebol, e isso não é importante

O pior sobre a Copa é a desinformação. É da desinformação que se alimenta o festival de besteiras que são ditas contra a Copa.

Não conheço uma única pessoa que fale dos gastos da Copa e saiba dizer quanto isso custará para o Brasil. Ou, pelo menos, quanto custarão só os estádios. Ou que tenha visto uma planilha de gastos da copa.

A “Copa” vai consumir quase 26 bilhões de reais.

A construção de estádios (8 bi) é cerca de 30% desse valor.

Cerca de 70% dos gastos da Copa não são em estádios, mas em infraestrutura, serviços e formação de mão de obra.

Os gastos com mobilidade urbana praticamente empatam com o dos estádios.

O gastos em aeroportos (6,7 bi), somados ao que será investido pela iniciativa privada (2,8 bi até 2014) é maior que o gasto com estádios.

O ministério que teve o maior crescimento do volume de recursos, de 2012 para 2013, não foi o dos Esportes (que cuida da Copa), mas sim a Secretaria da Aviação Civil (que cuida de aeroportos).

Quase 2 bi serão gastos em segurança pública, formação de mão de obra e outros serviços.

Ou seja, o maior gasto da Copa não é em estádios. Quem acha o contrário está desinformado e, provavelmente, desinformando outras pessoas.

Desinformação #2: se deu mais atenção à Copa do que a questões mais importantes

Os atrasos nas obras pelo menos serviram para mostrar que a organização do evento não está isenta de problemas que afetam também outras áreas. De todo modo, não dá para se dizer que a organização da Copa teve mais colher de chá que outras áreas. 

Certamente, os recursos a serem gastos em estádios seriam úteis a outras áreas. Mas se os problemas do Brasil pudessem ser resolvidos com 8 bi, já teriam sido.

Em 2013, os recursos destinados à educação e à saúde cresceram. Em 2014, vão crescer de novo. 

Portanto, o Brasil não irá gastar menos com saúde e educação por causa da Copa. Ao contrário, vai gastar mais. Não por causa da Copa, mas independentemente dela.

No que se refere à segurança pública, também haverá mais recursos para a área. Aqui, uma das razões é, sim, a Copa.

Dados como esses estão disponíveis na proposta orçamentária enviada pelo Executivo e aprovada pelo Congresso (nas referências ao final está indicado onde encontrar mais detalhes).  

Se alguém quiser ajudar de verdade a melhorar a saúde e a educação do país, ao invés de protestar contra a Copa, o alvo certo é lutar pela aprovação do Plano Nacional de Educação, pelo cumprimento do piso salarial nacional dos professores, pela fixação de percentuais mais elevados e progressivos de financiamento público para a saúde e pela regulação mais firme sobre os planos de saúde.

Se quiserem lutar contra a corrupção, sugiro protestos em frente às instâncias do Poder Judiciário, que andam deixando prescrever crimes sem o devido julgamento, e rolezinhos diante das sedes do Ministério Público em alguns estados, que andam com as gavetas cheias de processos, sem dar a eles qualquer andamento.

Marchar em frente aos estádios, quebrar orelhões públicos e pichar veículos em concessionárias não tem nada a ver com lutar pela saúde e pela educação.

Os estádios, que foram malhados como Judas e tratados como ícones do desperdício, geraram, até a Copa das Confederações, 24,5 mil empregos diretos. Alto lá quando alguém falar que isso não é importante.

Será que o raciocínio contra os estádios vale para a também para a Praça da Apoteose e para todos os monumentos de Niemeyer? Vale para a estátua do Cristo Redentor? Vale para as igrejas de Ouro Preto e Mariana? 

Havia coisas mais importantes a serem feitas no Brasil, antes desses monumentos extraordinários. Mas o que não foi feito de importante deixou de ser feito porque construíram o bondinho do Pão-de-Açúcar? 

Até mesmo para o futebol, o jogo e o estádio são, para dizer a verdade, um detalhe menos importante. No fundo, estádios e jogos são apenas formas para se juntar as pessoas. Isso sim é muito importante. Mais do que alguns imaginam. 

Desinformação #3: O Brasil não está preparado para sediar o mundial e vai passar vexame

Se o Brasil deu conta da Copa do Mundo em 1950, por que não daria conta agora? 

Se realizou a Copa das Confederações no ano passado, por que não daria conta da Copa do Mundo? 

Se recebeu muito mais gente na Jornada Mundial da Juventude, em uma só cidade, porque teria dificuldades para receber um evento com menos turistas, e espalhados em mais de uma cidade?

O Brasil não vai dar vexame, quando o assunto for segurança, nem diante da Alemanha, que se viu rendida quando dos atentados terroristas em Munique, nos Jogos Olímpicos de Verão de 1972; nem diante dos Estados Unidos, que sofreu atentados na Maratona Internacional de Boston, no ano passado.

O Brasil não vai dar vexame diante da Itália, quando o assunto for a maneira como tratamos estrangeiros, sejam eles europeus, americanos ou africanos.

O Brasil não vai dar vexame diante da Inglaterra e da França, quando o assunto for racismo no futebol. Ninguém vai jogar bananas para nenhum jogador, a não ser que haja um Panicopa no meio da torcida. 

O Brasil não vai dar vexame diante da Rússia, quando o assunto for respeito à diversidade e combate à homofobia.

O Brasil não vai dar vexame diante de ninguém quando o assunto for manifestações populares, desde que os governadores de cada estado convençam seus comandantes da PM a usarem a inteligência antes do spray de pimenta e a evitar a farra das balas de borracha.

Podem ocorrer problemas? Podem. Certamente ocorrerão. Eles ocorrem todos os dias. Por que na Copa seria diferente? A grande questão não é se haverá problemas. É de que forma nós, brasileiros, iremos lidar com tais problemas.

Desinformação #4: os turistas estrangeiros estão com medo de vir ao Brasil 

De tanto medo do Brasil, o turismo para o Brasil cresceu 5,6% em 2013, acima da média mundial. Foi um recorde histórico (a última maior marca havia sido em 2005).

Recebemos mais de 6 milhões de estrangeiros. Em 2014, só a Copa deve trazer meio milhão de pessoas. 

De quebra, o Brasil ainda foi colocado em primeiro lugar entre os melhores países para se visitar em 2014, conforme o prestigiado guia turístico Lonely Planet (“Best in Travel 2014”, citado nas referências ao final).

Adivinhe qual uma das principais razões para a sugestão? Pois é, a Copa.


Desinformação #5: a Copa é uma forma de enganar o povo e desviá-lo de seus reais problemas

O Brasil tem de problemas que não foram causados e nem serão resolvidos pela Copa.

O Brasil tem futebol sem precisar, para isso, fazer uma copa do mundo. E a maioria assiste aos jogos da seleção sem ir a estádios. 

Quem quiser torcer contra o Brasil que torça. Há quem não goste de futebol, é um direito a ser respeitado. Mas daí querer dar ares de “visão crítica” é piada.

Desinformação #6: muitas coisas não ficarão prontas antes da Copa, o que é um grave problema

É verdade, muitas coisas não ficarão prontas antes da Copa, mas isso não é um grave problema. Tem até um nome: chama-se “legado”.

Mas, além do legado em infraestrutura para o país, a Copa provocou um outro, imaterial, mas que pode fazer uma boa diferença. 

Trata-se da medida provisória enviada por Dilma e aprovada pelo Congresso (entrará em vigor em abril deste ano), que limita o tempo de mandato de dirigentes esportivos.

A lei ainda obrigará as entidades (não apenas de futebol) a fazer o que nunca fizeram: prestar contas, em meios eletrônicos, sobre dados econômicos e financeiros, contratos, patrocínios, direitos de imagem e outros aspectos de gestão. Os atletas também terão direito a voto e participação na direção. Seria bom se o aclamado Barcelona, de Neymar, fizesse o mesmo.

Estresse de 2013 virou o jogo contra a Copa

Foi o estresse de 2013 que virou o jogo contra a Copa. Principalmente quando aos protestos se misturaram os críticos mascarados e os descarados.

Os mascarados acompanharam os protestos de perto e neles pegaram carona, quebrando e botando fogo. Os descarados ficaram bem de longe, noticiando o que não viam e nem ouviam; dando cartaz ao que não tinha cartaz; fingindo dublar a “voz das ruas”, enquanto as ruas hostilizavam as emissoras, os jornalões, as revistinhas e até as coitadas das bancas.

O fato é que um sentimento estranho tomou conta dos brasileiros. Diferentemente de outras copas, o que mais as pessoas querem hoje saber não é a data dos jogos, nem os grupos, nem a escalação dos times de cada seleção.  

A maioria quer saber se o país irá funcionar bem e se terá paz durante a competição. Estranho. 

É quase um termômetro, ou um teste do grau de envenenamento a que uma pessoa está acometida. Pergunte a alguém sobre a Copa e ouça se ela fala dos jogos ou de algo que tenha a ver com medo. Assim se descobre se ela está empolgada ou se sentou em uma flecha envenenada deixada por um profeta do apocalipse.

Todo mundo em pânico: esse filme de comédia a gente já viu

Funciona assim: os profetas do pânico rogam uma praga e marcam a data para a tragédia acontecer. E esperam para ver o que acontece. Se algo “previsto” não acontece, não tem problema. A intenção era só disseminar o pânico e o baixo astral mesmo.

O que diziam os profetas do pânico sobre o Brasil em 2013?  Entre outras coisas:

Que estávamos à beira de um sério apagão elétrico.

Que o Brasil não conseguiria cumprir sua meta de inflação e nem de superávit primário.

Que o preço dos alimentos estava fora de controle.

Que não se conseguiria aprontar todos os estádios para a Copa das Confederações.

O apagão não veio e as termelétricas foram desligadas antes do previsto. A inflação ficou dentro da meta. A inflação de alimentos retrocedeu. Todos os estádios previstos para a Copa das Confederações foram entregues.

Essas foram as profecias de 2013. Todas furadas.

Cada ano tem suas previsões malditas mais badaladas. Em 2007 e 2008, a mesma turma do pânico dizia que o Brasil estava tendo uma grande epidemia de febre amarela. Acabou morrendo mais gente de overdose de vacina do que de febre amarela, graças aos profetas do pânico.

Em 2009 e 2010, os agourentos diziam que o Brasil não estava preparado para enfrentar a gripe aviária e nem a gripe “suína”, o H1N1. Segundo esses especialistas em catástrofes, os brasileiros não tinham competência nem estrutura para lidar com um problema daquele tamanho. Soa parecido com o discurso anticopa, não?

O cataclismo do H1N1 seria gravíssimo. Os videntes falavam aos quatro cantos que não se poderia pegar ônibus, metrô ou trem, tal o contágio. Não se poderia ir à escola, ao trabalho, ao supermercado. Resultado? Não houve epidemia de coisa alguma.

Mas os profetas do pânico não se dão por vencidos. Eles são insistentes (e chatos também). Quando uma de suas profecias furadas não acontece, eles simplesmente adiam a data do juízo final, ou trocam de praga.

Agora, atenção todos, o próximo fim do mundo é a Copa. “Imagina na Copa” é o slogan. E há muita gente boa que não só reproduz tal slogan como perde seu tempo e sua paciência acreditando nisso, pela enésima vez. 

Para enfrentar o pessoal que é ruim da cabeça ou doente do pé

O pânico é a bomba criada pelos covardes e pulhas para abater os incautos, os ingênuos e os desinformados.

Só existe um antídoto para se enfrentar os profetas do pânico. É combater a desinformação com dados, argumentos e, sobretudo, bom senso, a principal vítima da campanha contra a Copa.

Informação é para ser usada. É para se fazer o enfrentamento do debate. Na escola, no trabalho, na família, na mesa de bar.

É preciso que cada um seja mais veemente, mais incisivo e mais altivo que os profetas do pânico. Eles gostam de falar grosso? Vamos ver como se comportam se forem jogados contra a parede, desmascarados por uma informação que desmonta sua desinformação.

As pessoas precisam tomar consciência de que deixar uma informação errada e uma opinião maldosa se disseminar é como jogar lixo na rua. 

Deixar envenenar o ambiente não é um bom caminho para melhorar o país.

A essa altura do campeonato, faltando poucos meses para a abertura do evento, já não se trata mais de Fifa. É do Brasil que estamos falando.

É claro que as informações deste texto só fazem sentido para aqueles para quem as palavras “Brasil” e “brasileiros” significam alguma coisa.

Há quem por aqui nasceu, mas não nutre qualquer sentimento nacional, qualquer brasilidade; sequer acreditam que isso existe. Paciência. São os que pensam diferente que têm que mostrar que isso existe sim.

Ter orgulho do país e torcer para que as coisas deem certo não deve ser confundido com compactuar com as mazelas que persistem e precisam ser superadas. É simplesmente tentar colocar cada coisa em seu lugar.

Uma das maneiras de se colocar as coisas no lugar é desmascarar oportunistas que querem usar da pregação anticopa para atingir objetivos que nunca foram o de melhorar o país.

O pior dessa campanha fúnebre não é a tentativa de se desmoralizar governos, mas a tentativa de desmoralizar o Brasil.

É preciso enfrentar, confrontar e vencer esse debate. É preciso mostrar que esse pessoal que é profeta do pânico é ruim da cabeça ou doente do pé.

(*) Antonio Lassance é doutor em Ciência Política e torcedor da Seleção Brasileira de Futebol desde sempre.

 

 

Média: 4.5 (22 votos)
58 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Daniel Alvite
Daniel Alvite

Penssou e mudou de opinião

Boa Tarde, era fã de seu blog mas depois de ler isso aqui tudo mudou, Não importa na verdade, mas acredito e rezo para que o sr já tenha mudado de ideia, esse artigo ja tem 3 meses, tempo suficiente para vc ter reavaliado sua opinião. As informações estão equivocadas e o legado que vc colocou aqui é completamente sem valor.

Tenho fé que um sr tão inteligente como o sr ira refletir melhor sobre o tema e por  a maão em sua onsciencia.

Se quiser posso ajudar.

Pense no que realmente importa se é um estdio "El Macaranazzo" ser famoso, majestoso e se tornar um legado ou se são hostipais renomados e com atendimento real a população. Comece por aqui.

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de carlossilvapb
carlossilvapb

Ilusão

Textinho tendencioso e fraco. 

Todos os estádios da Copa estão com seus custos superfaturados. E, até onde eu sei, o BNDES é um órgão federal que usa dinheiro público para financiar as obras, através de empréstimos em condições extremamente vantajosas para quem pede. Eu, cidadão, se for financiar alguma coisa, encontro juros estratosféricos. Sem falar que, enquanto a FIFA pediu 8 sedes, o Brasil se meteu a fazer 12. Em São Paulo, o Governo Federal poderia ter reformado o Pacaembu ou o Morumbi à um custo muito menor do que construir outro estádio. Em Brasília, Cuiabá e Manaus, os times de futebol são tão fracos que não levam nem 600 pessoas aos estádios. Vão se transformar em elefantes brancos. Quando a Copa terminar, vão arrendar os estádios para alguma empresa de eventos, e 2 vezes por ano, fazer algum show. E olhe lá. Desperdício de dinheiro. 

As obras de mobilidade urbana são uma piada. Boa parte nem saiu do papel. 

Nossa saúde, educação e infra-estrutura realmente importante está sucateada, defasada. Basta ir à um hospital público ou dirigir pelas nossas estradas. A Transamazônica ainda tem trechos em terra, mesmo depois de 30 anos de inauguração. O dinheiro gasto nos estádios poderia ser empregado para construir hospitais e escolas, gerando a mesma, se não mais, quantidade de empregos. 

Estes e muitos outros fatores tornam essa Copa indesejável!

Seu voto: Nenhum
imagem de Leonardo Góis
Leonardo Góis

Artigo desinformador e arrogante, covarde e pulha.

 Faltou dizer que os estádios vão custar 3x mais do que o "planejado". Que quase nada do "legado" em infraestrutura ficará pronto. Faltou mencionar as remoções e despejos de moradores por conta de obras para copa, o que já chamou atenção da ONU. 
Faltou dizer que na África do Sul a população organizou centenas de grandes protestos por conta da Copa e após ela foi grande o sentimento da população de não ter se beneficiado com o evento.

As pessoas estão putas da vida por verem dinheiro público ser jorrado sem zelo em obras que não vão melhorar diretamente suas vidas. 

Acredito que se a Copa estivesse sendo feita de forma honesta, com os gastos planejados, sem os abusos na área de direitos humanos, com respeito ao direito de se manifestar, sem os abusos impositivos da FIFA, aí sim, estaríamos comemorando. 

A população não se sente beneficiada, se sente prejudicada, roubada, em um país carente de tanto, é mais que justo e compreensível que se manifeste.

Esse texto além de desinformar é arrogante e desrespeitoso, pra dizer o mínimo.

http://www.dw.de/sul-africanos-relatam-a.../a-15416721-1

http://www.estadao.com.br/.../esportes,greves-e-protestos...

http://raquelrolnik.wordpress.com/.../onu-questiona-o.../

Seu voto: Nenhum
imagem de Gustavo Moura
Gustavo Moura

Veja como tudo é uma questão

Veja como tudo é uma questão de perspectiva. Seu comentário, a meu  ver, foi simplista,arrogante e oportunista!

Seu voto: Nenhum
imagem de Tânia Said
Tânia Said

Eu estou realmente indignada

Eu estou realmente indignada com toda essa campanha negativa sobre a Copa. Que é isso gente???!!! Somos o país do FUTEBOL. Temos a obrigação moral de fazer a melhor copa de todos os tempos. Não defender o futebol é não defender o próprio país. Futebol e Samba são as nossas galinhas dos ovos de ouro. Matar a galinha dos ovos de ouro é burrice, qualquer criancinha sabe disso. Concordo com cada palavra escrita pelo Lassance. Acho que pão e circo são ambos imprecindíveis na mesma medida, afinal o próprio Cristo já falou: "nem só de pão vive o homem" (alguém deseja contestar o autor da frase?!). Agora, se o padeiro não está distribuindo o pão como devia, não será acabando com o circo que a distribuição do pão vai melhorar. Precisa só mudar o padeiro. Quanto ao circo, deixemos o palhaço em seu lugar e o malabarista e o cantor e a sambista e o escultor e o poeta e a bailarina e o ator e o artista plástico e o atleta e o músico e o jogador e quem mais alimentar nosso espírito com sua arte. Tirai isso do mundo e todos verão realmente o que é a miséria humana. 

Seu voto: Nenhum
imagem de Nicolas Araújo
Nicolas Araújo

EX:saio de casa a noite com

EX:saio de casa a noite com meu filho ardendo em febre nos braços,não possuo plano pelo preço altamente abusivo,não possuo carro pelos valores altos de mercado e preço caríssimo do combustível,entro no ônibus lotado,espero por 45 minutos em pé tal com meu filho chorando de dor,aquela angústia e impotencia,você chega no hospital vê pessoas em situação deplorável,paredes pintadas com Cal e broxa,médicos desesperados e suados correndo de lá pra cá,o lugar parece um filme de terror gritos,dor,choro,gente sentada no chão por não ter leitos,você acaba voltando pra casa e seu filho te pergunta pai eu não vou melhorar?tá doendo muito papai,tem remédio não pai?você só pode chorar cara isso é lamentavel.

Enquanto isso você vê teus políticos fazendo festa,com dinheiro público é claro,quando chove você perde tudo,pra trabalhar se faz uma viagem do pânico,e pra voltar a mesma coisa um aperto só,tudo está caro,o salário não dá,aluguel  valor de hotel 5 estrelas,aí quando dá pra adquirir algo vai alguém e te rouba???isso tá certo???

8 BILHÕES NÃO RESOLVE NADA???????vOCÊ DEVE SER BILIONÁRIO ENTÃO.

Copa é da fifa é dois gringos não é do povo brasileiro,na copa de 50 o brasil não éo que era hoje,nem de perto,a época estava muito boa pra os brasileiros,cada centavo dessa copa poderia ser investido de maneiras melhores,um mês de copa e olha o prejuízo,olimpiadas no brasil é atravessar alagamento em tempo recorde antes da leptospirose,é disparo de 100 metros correndo de assaltante,é fuga de bala perdida.

Você deve ser algum milionário do PT pra dizer algo assim.

Seu voto: Nenhum
imagem de André Rosa
André Rosa

ex-querda defendendo a FIFA e a odebretch

doutor em socioligia, torcedor da seleção brasileira. 

é uspiano, também? 

bom, o fato é que pra mim, soa no mínimo ridículo a ex-querda defender com unhas e dentes essa lavagem de dinheiro público e privado, essa política de pão e circo, essa polícia que está aí para atirar pelas costas e trazer de volta  lei de segurança nacional para tornar a copa da burguesia (quanto vão custar os ingressos? os moradores do tatuapé, de itaquera, da ZL vão poder estar presentes no jogo inicial?) segura. e ainda defender a entrega da nossa soberania a um grupo capitalista internacional, que é a FIFA. uma vergonha e uma lástima. o PT é idêntico ao PSDB. na verdade, é apenas seu espelho. trensalão de alckmin tem tanta sujeira quanto a copa e as olim-piadas de dilma e lula. 

chega a ser constrangedor ler um texto desses, de um doutor em sociologia. 

meu, vá pra favela ensinar alguém a ler. 

FORA FIFA. SE NÃO TIVER MORADIA, EDUCAÇÃO, HABITAÇÃO, TRABALHO E ALEGRIA PARA O POVO, A COPA É APENAS UM SÍMBOLO DO QUANTO ESTE PAÍS É FASCISTA.

Seu voto: Nenhum
imagem de Osmário
Osmário

Muitas coisas deste texto

Muitas coisas deste texto fazem sentido. Porém, a politica de pão e circo, que já alienou o páis na primeira Copa, continuará em vigor nesta. O Brasil já queimou o filme no exterior com essa Copa, mas isso nunca impediu que os turistas quisessem vir pra cá conhecer-nos, eles adoram sair da rotina! O fato de os estádios não serem os maiores gastos não anula o fato deles terem sido super faturados e responssáveis pelo enrriquecimento ilicito de grandes empreiteiros, mas que ótimo que geraram emprego. O mesmo super faturamente ilicito também ocorre nas reformas em torno dos estadios e nas reformas dos aeroportos. Um erro não justifica o outro. Também quero ver o Brasil jogando nesta Copa, mas respeito todo o manifestante anti copa, contanto que não apelem para a violência, mas no fundo seus motivos são mais que justos. O Brasil, infelismente, é um país de miseráveis, não há rebelde sem causa por aqui. Me assusta ver os viciados em futebol desesperados e criticando com todas as suas forças àqueles que estão contra a Copa.

Seu voto: Nenhum
imagem de Helder
Helder

Vc nao entendeu nada do

Vc nao entendeu nada do texto! Que pena.

Seu voto: Nenhum
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

http://www.theguardian.com/wo

http://www.theguardian.com/world/2014/jan/26/brazil-world-cup-protesters...

Repercussão do vandalismo de São Paulo na imprensa internacional. É impressionante a indiferença do Governo de São Paulo e do Governo Federal sobre os danos à imagem do Brasil por esses atos tolerados e até elogiados.

Seu voto: Nenhum

Quero ver a cara...

Quando a Copa do Mundo da Fifa do Brasil, acabar e se o Brasil ganha-la, como todos(até os eternos torcedores do contra) no fundo, torcem para acontecer, e quando a conta da realização desta preparação for comparada, com o retôrno financeiro, que ela trará, que ro ver a cara de bunda, destes atuais torcedores do "quanto pior, melhor" !

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O preço da liberdade, é a eterna vigilancia.

imagem de alirio
alirio

pessimismo

'"As pessoas precisam tomar consciência de que deixar uma informação errada e uma opinião maldosa se disseminar é como jogar lixo na "

Com todo respeito, não é como jogar lixo na rua. Uma informação deturpada, propositalmente, pode ser lesa pátria. 

O lixo, não.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Tem figurinha aqui que rangeu

Tem figurinha aqui que rangeu os dentes contra os mais médicos

e tá chorando contra a copa e os investimentos em saúde.Vai ter

copa, teremos manifestantes ( dentro de estádio) será um sucesso

o lado contra é menor e o mesmo de sempre.

 

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Não vai ter copa! Não vai ter

Não vai ter copa! Não vai ter cotas!Fora bolsa familía!O Brasil era melhor 12 anos atras!

Nao ao mais médicos! O PT vai acabar!Lula envergonha o Brasil no exterior! Estamos

em crise!Ainflação esta descontrolada!Dilma é um poste!O Enem é um fracasso! O 

Prouni tambem! Nas manifestações de junho não haviam "coxinhas!A globo paga impostos!

Black Blocs são revolucionários reais! A juventude do PSDB não organiza protestos!.O mensalão

foi a causa da derrota do Haddad para o Serra e o trensalão é coisa de petralha.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Aleph Digitus
Aleph Digitus

Tendencioso

O autor está usando seu título acadêmico pra respaldar sua ideologia.

Realmente ele não entende os reais motivos da insatisfação do povo, talvez porque ele não sofra dos males do brasileiro comum, uma vez que ele é doutor... Um doutor que propaga sua torcida pela seleção braisleira pra estimular a massa a continuar a se satisfazer com a política de panis et circensis.

Mas eu duvido que ele não entenda. Ele não é ignorante.

A hipótese mais provável é que ele entenda muito e esteja tentando "argumentar" pra encobrir a realidade.

"Argumentos" que na verdade são opiniões. São opiniões citando alguns dados isolados como verdade absoluta que fundamentam sua opinião distorcida.

Na verdade não é uma opinião, mas um discurso falso pra garantir seus benefícios com este evento Copa.

Não é pela Copa - a manifestação é por mudar um país onde até os doutores em política são politiqueiros.

Seu voto: Nenhum
imagem de Rodrigo Sousa
Rodrigo Sousa

Que comentário pobre

Faça assim colega, mostra pra gente que beneficio o autor do texto vai ganhar defendendo isso.

 

E faça melhor do que falar, mostre dados que falam que a copa vai ser ruim e porque vai ser ruim!

 

Essa logica absurda de boicotar um evento para supostamente defender interesse não é ridicula. se aceitarmos ela eu vou sugerir ao amigo que deixe de comer porque tem gente passado forme, e é um absurdo o amigo comer quando tem gente que não tem alimento, deixe também de estudar, porque no país tem muita gente sem estudo.

 

E Pq o amigo não reclama com o governo do Estado que não distribui os recursos para investir em Hospital, Escola, e o prefeito? ? ? ? 

 

povo não sabe nem o que ta falando!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Voce não entende de futebol.

Voce não entende de futebol.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de agincourt
agincourt

BRASIL: AME-O OU DEIXE-O.

“Tiveram, para isso, uma mãozinha de alguns governos, como o do estado do Paraná e da prefeitura de Curitiba, que deram o pior de todos exemplos ao abandonarem seus compromissos com as obras da Arena da Baixada”


Não entendi.


Pelo que se tem visto, o atraso é na reforma do estádio  Arena da Baixada. Porém, o articulista faz entender que os gastos públicos para a Copa do Mundo limitam-se à infrestrutura.


Mas vejam a seguinte declaração de Mauro Celso Petraglia, presidente do Atlético Paranaense:  "Só faltou uma coisa para esse estádio estivesse pronto: compromisso do governo do Estado e da prefeitura com a liberação de verbas que não foi cumprido"*


Na ocasião, o Petraglia se referia à liberação de um financiamento de R$ 39 milhões.


Mais uma declaração do presidente do Atlético: "A Copa do Mundo virou a Geni dos protestos de maio. Todo mundo queria jogar m.... na Geni. Os políticos se encolheram e disseram: 'não há condições de por dinheiro público em obra privada.'"*


Ora bolas, se o financiamento de R$ 39 milhões do governo pelos governos do estado e da prefeitura não é dinheiro público, então por que esse medo após as manifestações do ano passado?


Se têm medo é porque nem eles mesmos acreditam nessa história de que não se trata de dinheiro público.


Estou confuso.


Acompanhem comigo.


Os financiamentos realizados pela Prefeitura de Curitiba têm como fonte os tais títulos de potencial construtivo. Em Curitiba, esse expediente já fora utilizado para a construção dos Centros Municipais de Educação Infantil**.


Me respondam o seguinte: Será que num debate pré-eleitoral , Gustavo Fruet – ou seu candidato – não contabilizaria a emissão de títulos de potencial construtivo para empreendimentos na área de educação como louvável e meritório gasto do dinheiro público?


Num debate de campanha, Fruet seria tolo em dizer que os Centros Municipais de Educação Infantil de Curitiba são obras da iniciativa privada e, assim, deixar de lado o faturamento com o marketing político?


...


 “Sediamos o mundial com muito menos condições do que temos agora.”


Não sei o Lassance sabe que, de 1950 prá cá, o caderninho de encargos da FIFA ficou ligeiramente mais grossinho.


Em 2014, se a seleção estadunidense vencer o English Team, será só uma zebrinha, e não um evento histórico.


...


 “o que Nélson Rodrigues apelidou de “complexo de vira-latas””


De lá pra cá, o Brasil ganhou 5 copas e agora temos o “complexo de pedigree”.


...


“O terceiro legado, inestimável, foi a associação cada vez mais profunda entre o futebol e a imagem do país.”


Ecos do passado ressoam nos meus ouvidos:


“Todos juntos vamos


Pra frente Brasil, Brasil


Salve a Seleção”


...


“Ou seja, o maior gasto da Copa não é em estádios.”


Ainda bem.


Em Curitiba,  apesar da quase certeza de que não se terá estádio, as obras de infraestrutura e outros serviços continuarão a pleno vapor...


...


“Será que o raciocínio contra os estádios vale para a também para a Praça da Apoteose e para todos os monumentos de Niemeyer?”


Também valeria.


“Vale para a estátua do Cristo Redentor?”


Informa a WKIPEDIA: “a obra foi erigida a partir de doações de fiéis de arquidioceses e paróquias por todo o país”.


Se é desinformação, eu não sei.


“quebrar orelhões públicos e pichar veículos em concessionárias não tem nada a ver com lutar pela saúde e pela educação.”


(Na Revolta da Vacina - tão admirada pela esquerda – só não se quebrou orelhão porque inda não tinha.)


Mas se não tem a ver, por que então que nos 5 pactos propostos pela presidenta Lula(Alguém aí se lembra?), no ápice das Jornadas de Junho, temos lá saúde, educação e transportes?


...


Que tal se o Lassance nos informasse quais os legados deixados pelos Jogos Panamericanos, aqui no Rio?


Lassance sabe qual é o trem que se pega pra se chegar a Engenho de Dentro?


...


“É claro que as informações deste texto só fazem sentido para aqueles para quem as palavras “Brasil” e “brasileiros” significam alguma coisa.”


É isso aí: BRASIL: AME-O OU DEIXE-O.


.................................................................................


O texto do Lassance também não se enquadraria naquilo que o Wanderley Guilherme assinalou naquele último artigo na CARTA CAPITAL: (...)acusação de reacionarismo a qualquer opinião divergente, autônoma em relação à cadeia de comando do centro-baleia(...)?


..................................................................................


 Deu por aí...


“Recentemente, o Ministério Público Federal (MPF) entrou com ações na Justiça para evitar que todos os níveis de governo usem recursos públicos para custear estruturas temporárias e de telecomunicações da Copa do Mundo de 2014. Segundo MPF, a medida pretende evitar que R$ 1,2 bilhão sejam gastos com esse tipo de despesa.


Segundo o MPF, pelo fato da Copa do Mundo ser um evento privado, dinheiro público não pode ser usado para compra de cadeiras temporárias, tendas, plataformas e passarelas, itens que não deixam benefícios para a população. Os procuradores avaliam que na Copa das Confederações, em julho, foram gastos R$ 229 milhões.”


http://www.bhaz.com.br/ministerio-publico-cobra-fifa-gastos-copa-confederacoes/


................................................................................


*[http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/01/23/petraglia-culpa-governo-por-atraso-na-arena-da-baixada-e-cancela-jogo-teste.htm]


** [http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1347296]

Seu voto: Nenhum

Cadê a campanha publicitária pra mostrar os benefícios da copa ?

Polícia libera todos os detidos em protesto contra a Copa em São Paulo

 26/01/2014 11:45:03- Atualizada às 26/01/2014 11:58:24

Polícia libera todos os detidos em protesto contra a Copa em São PauloApós três horas de caminhada pacífica, manifestação teve ônibus depredado e vidraças estilhaçadas

São Paulo - Os 128 manifestantes detidos durante o protesto contra a Copa do Mundo ocorrido neste sábado, em São Paulo, foram liberados neste domingo, segundo informações do 78º DP. Nenhum manifestante foi indiciado. Segundo autoridades, cerca de 10% dos detidos pela PM eram menores de idade. A PM afirma que vai abrir inquérito para individualizar a conduta cada um dos participantes. Eles foram presos sob suspeita de danos na região em que aconteceu a manifestação.

Protesto contra Copa do Mundo acabou em depredação e 128 detidos pela PMFoto:  Reuters

Após três horas de caminhada pacífica, a manifestação contra a Copa teve ônibus depredado, vidraças de bancos e portarias de prédios quebradas e vitrine de concessionária estilhaçada. Na rua Augusta, a Tropa de Choque usou bombas de efeito moral e balas de borracha contra o protesto.

Na correria, alguns manifestantes tentaram entrar no hotel Linson, onde acabaram sendo detidos.

Manifestação

O protesto, que reuniu cerca de 1500, pessoas começou às 17h deste sábado (25). Os manifestantes saíram do vão do Masp e tomaram a avenida Paulista em protesto contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. O ato foi encabeçado pelo movimento Black Bloc.

Pelo Twitter, o governador Geraldo Alckmin criticou os manifestantes: "Digo com alegria que esses vândalos não mancharam um dia que foi inteiro de festa para esta cidade corajosa e orgulhosa de seus valores. Como a imensa maioria dos brasileiros de São Paulo, condeno com energia os atos de violência e vandalismo registrados nesta noite."

Manifestante diz para Fifa 'ir para casa' em cartaz 

IMAGENS DE ALGUMAS OUTRAS DESTRUIÇÕES DE BENS PÚBLICOS, CUJOS AUTORES, MESMO IDENTIFICADOS, CONTINUAM IMPUNES E PRONTOS  PARA RETOMAREM O QUEBRA QUEBRA EM PLENA CAMPANHA ELEITORAL EM 2014

 

 

 

Seu voto: Nenhum

" A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos." - Barão de Montesquieu

 

imagem de BC
BC

Escreveu como torcedor; esqueceu o cientista

A Copa até poderia ter sido um grande projeto, mas se perdeu, para 'conveniência e oportunidade' de quem o comanda. Cedeu lugar à pequena política, aos malfeitos, desvios de sempre (só que em proporções maiores). Esses argumentos que ele coloca são certamente de torcedor, nãõ de cientista político. Não há estudo sério que mostre legados econômicos relevantes de um projeto como este (só quem os aponta são consultorias contratadas). O Brasil só confirmará a regra. Ou a reforçará. Confesso que até imaginei que o Brasil pudesse colocar seu peso internacional (Lula o tinha aos montes) e fazer diferente, mas não fez. Os benefícios econômicos com essa montanha de dinheiro não são maiores do que seriam se a mesma montanha fosse aplicada em outros projetos de infra-estrutura. Mais empregos e mais 'multiplicador keynesiano' podiam ter sido gerados em outros projetos. E não há como desconsiderar o custo de oportunidade dos investimentos - o que o autor trata como uma trivialidade. Politicamente, a Copa poderá reforçar o domínio de oligarquias locais. Socialmente, fomenta a desigualdade e a segregação, e, do jeito que foi feita, aniquila qualquer possibilidade de participação social. Eu já torci a favor da Copa, mas meu wishful thinking se desfez face a realidade. Pra mim, ficou a vergonha. Pra todos, o prejuízo. O reflexo na urnas é incerto e arriscado, mas se colhe o que se planta. Afinal, vai ter Copa. Infelizmente.

Seu voto: Nenhum

BC é mesmo um bom nick para vc. Foi ato falho?

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de BC
BC

Certamente não seria CB (=

Certamente não seria CB (= chapa branca). 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Nassif É a cartase da

Nassif

É a cartase da Alemanha nazista pregada pelo ministro da propaganda:

"Uma mentira contada varias vezes, convence até deus"...........

Belo parecer do Prof. Lassance.....

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Mário Mendonça

imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Que vai ter Copa é evidente,

Que vai ter Copa é evidente, o problema é que a justificativa para o Brasil assumir tal volume de gastos e compromissos é para que a Copa sirva como promoção do pais e se o Governo não controlar as ruas a propaganda vai ser negativa.

Governo que não controla as ruas não controla o Pais, deram espaço demais para "movimentos sociais", invasões de predios publicos, ocupação de reitorias por meses, sem teto, sem terra, quilombolas, manifestantes interrompendo ruas e estradas, tudo em nome do ""democratismo"", tolerancia com balc blocs, com rolezinhos, agora já é tarde demais, a turba tomou gosto e obviamente vão fazer o diabo na Copa, o Brasil vão mostrar seu lado ruim ao mundo, um Pais caotico, onde ninguem manda em nada, que gosta de bagunça.

O interesse coletivo, do Pais como um todo, é muito maior do que o interesse de grupos, de movimentos, de turmas,

o PT apostou sempre nas minorias, agora durma com elas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Na verdade, há pessoas contra o PT e não contra a COPA

Imagine, sr. Motta, se a Copa do Mundo fosse um evento que tivesse ocorrido durante o governo FHC -  aquele que não construiu nenhuma universidade pública federal ( Dillma e Lula fizeram 16. pouco não é?)

Tenho a certeza aque o  sr. estaria todo radiante e o pessoal do "não vai ter copa" iria estar fazendo uma festa danada, apoiando o evento, vendo nele o grande passo para o País se tornar um grande destino de turismo.

Todas as organizações de grandes eventos podem ter problemas. Aqui no Brasil, o principal é o político. Mas não é porisso que não vamos realizá-lo. Vamos,sim, e será um grande evento, que marcará o nosso País como um daqueles que possuem um povo hospitaleiro e bom, além de um maravilhoso progresso.

Lembro-lhe,  além daquilo que já lhe escreveram como resposta, que nas Olimpíadas de Munique-1972,  houve um fato gravíssimo, sendo 11 atletas ólímpicos de Israel feito referentes por terroristas palestinos.,que  não cederam, culminando o fato com a  morte dos atletas.

Ora, fatos como estes são lamentáveis e são lembrados até hoje.

Todos aqueles que fomentam movimentos como este, onde claramente se mostra a violência, com a frase " não vai haver copa", mesmo aqueles que o apoiam ou indiretamente o fazem, no compartilhar das redes, nas publicações de jornalecos e revistinhas, nas TVs que se encontram pactuada contra o atual governo federal, certamente, serão responsáveis por fatos vierem a ocorrer e que possam redundar em graves problemas para os turistas que nos visitam, para os atletas que representam seus países, e para o próprio povo brasileiro.

Ser contra o PT é um direito. E a atitude de todos que assim pensam é votar na oposição agora nas eleições no final do ano. Ser contra o País nunca será um direito, mas uma traição, uma vergonha para aqueles que se gabam que lutam por melhores dias.

O atual governo tem muito a fazer em termos de educação, saúde, infra-estrutura, etc. Mas, com certeza, é o que mais realizou. Sei disso. Tenho 70 anos e acompanho a política há muito tempo. Não vou discorrer sobre isto, pois há muito que expor, mas basta você acessar dados estatísticos existentes na internet e poderá melhor compreender.

Viva o Brasil. Viva a Copa do Mundo.

Viva o povo brasileiro!

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Aleph Digitus
Aleph Digitus

Brazil de quem?

Viva o teu Brasil?

Porque vejo que não temos o mesmo Brasil.

O protesto é contra um governo que vitima uma maioria pra deixar alguns felizes assistindo aos jogos.

Ser contra um governo não é ser contra o Brasil. Brasil: ame-o ou deixe-o era o mote de uma ditadura opressora. 

E alguns que lutavam contra esta ditadura hoje tentam emplacar o mesmo raciocínio.

Nestes 70 anos acompanhando política, temos uma população que tenta se encaixar sofridamente na maioria, tenta se adequar ao pensamento da elite e pra não ser taxado de traidor é forçado a  bradar 'Viva o Brasil'.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Obelix
Obelix

Prezado Senhor Araújo, Sua

Prezado Senhor Araújo,

Sua preocupação é comovente.

Então, seu raciocínio levado as últimas consequências, poderia nos dizer que os EEUU é uma bagunça, um país no qual o  governo nunca teve controle sobre nada, justamente porque em Atlanta 1996, um atentado vitimou o público que se aglomerava ao lado de uma instalação olímpica.

Qual seria o seu modelo de controle e organização de um evento esportivo, o de Berlim 38?

Outra dúvida que me assola, a partir de sua preocupação com nossa imagem:

Ora, os problemas de mobilidade urbana e de infra-estrutura, justamente os que depõem contra nossas tentativas de parecermos "civilizados", não são aqueles compromissos que somam a maior parte dos investimentos públicos, e que ficarão como legado as cidades brasileiras?

De resto uma sentença tirada de seu próprio pensamento:

"O interesse coletivo, do Pais como um todo, é muito maior do que o interesse de grupos, de movimentos, de turmas,"

Eu concordo, e trago nova dúvida:

Este país não foi sempre o país de um grupo privilegiado, ou melhor, da turma da "casa grande", em detrimento da imensa maioria da senzala?

Por que o incômodo quando outras turmas resolve de manifestar?

Enfim, eu não sei como um partido que faz parte de um governo que incluiu milhões pode ser considerado um partido que gosta de "minorias".

Na verdade, há uma confusão anti-democrática sutil na frase.

O PT não "gosta" de minorias, ele as respeita e convive democraticamente com elas, com erros e acertos.

Um abraço.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

"... o de Berlim 38?"

Você deve estar se referindo a Olimpíada de 36. Mas, uma trinca de senadores, um do PT e outros da base aliada, preparam pacote especial de medidas que lembram bastante, o que acontecia naquelaocasião:

Senadores propõem que protestos durante a Copa sejam considerados terrorismo e punidos com até 30 anos.

Manifestantes em episódio recente.
Imagem: Autor desconhecido

 

De autoria dos senadores Marcelo Crivella (PRB/RJ), Ana Amélia (PP/RS) e Walter Pinheiro (PT/BA), o PL 728/2011, cuja votação está sendo apressada no Congresso, prevê limitações ao direito à greve, além de considerar atos de manifestações, sob determinadas circunstâncias, terrorismo. De acordo com a ementa - parte do texto em que se resume a proposta -, o projeto “define crimes e infrações administrativas com vistas a incrementar a segurança da Copa das Confederações FIFA de 2013 e da Copa do Mundo de Futebol de 2014, além de prever o incidente de celeridade processual e medidas cautelares específicas, bem como disciplinar o direito de greve no período que antecede e durante a realização dos eventos, entre outras providências". Dispõe o art. 4º: "Provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa à integridade física ou privação da liberdade de pessoa, por motivo ideológico, religioso, político ou de preconceito racial, étnico ou xenófobo: Pena – reclusão, de 15 (quinze) a 30 (trinta) anos.§1º Se resulta morte:

Pena – reclusão, de 24 (vinte e quatro) a 30 (trinta) anos.
§ 2º As penas previstas no caput e no § 1º deste artigo aumentam-se de um
terço, se o crime for praticado:
I – contra integrante de delegação, árbitro, voluntário ou autoridade pública
ou esportiva, nacional ou estrangeira;
II – com emprego de explosivo, fogo, arma química, biológica ou radioativa;
III – em estádio de futebol no dia da realização de partidas da Copa das
Confederações 2013 e da Copa do Mundo de Futebol;
IV – em meio de transporte coletivo;
V – com a participação de três ou mais pessoas.
§ 3º Se o crime for praticado contra coisa:
Pena – reclusão, de 8 (oito) a 20 (vinte) anos.
§ 4º Aplica-se ao crime previsto no § 3º deste artigo as causas de aumento
da pena de que tratam os incisos II a V do § 2º.
§ 5º O crime de terrorismo previsto no caput e nos §§ 1º e 3º deste artigo é

 

inafiançável e insuscetível de graça ou anistia".

 

 Neste ponto, cabe ressaltar a abertura do tipo penal, de forma que muitas condutas podem ser nele enquadradas. O fechamento de uma via pode ser considerado privação da liberdade de pessoa, considerando-se que a mesma terá, em certa medida, sua liberdade de ir e vir cerceada por uma manifestação que bloqueie uma via de acesso? Como motivação ideológica ou política, pode-se enquadrar a aversão a possíveis gastos excessivos e a à corrupção e ao superfaturamento ocorrido nas obras voltadas aos citados eventos esportivos? Por que a motivação ideológica, justificativa apresentada para tais atos, deveria constituir um agravante, isto é, algo que enquadre a conduta no tipo penal? O que seria considerado "infundir terror ou pânico generalizado"? Seria possível enquadrar manifestações de enorme vulto, que somem centenas de milhares de pessoas contrárias a determinado evento, atrapalhando a sua realização ou, indiretamente, coibindo a presença de pessoas no mesmo? Caso, em manifestações pacíficas, alguns sujeitos, inclusive infiltrados por opositores aos protestos, iniciem depredações, haverá uma preocupação em distinguir participantes pacíficos? Em que medida esta lei poderá causar medo entre ativistas, considerando-se que, caso estejam em uma manifestação legítima e pacífica, poderão ser "envolvidos" em crimes que poderão atingir pena de até 30 anos?

Na justificativa, está escrito que “a tipificação do crime ‘Terrorismo’ se destaca, especialmente pela ocorrência das várias sublevações políticas que testemunhamos ultimamente, envolvendo nações que poderão se fazer presente nos jogos em apreço, por seus atletas ou turistas”. Conforme o dicionário Michaelis, define-se sublevação como “incitar à revolta, insurrecionar, revolucionar [...] revoltar-se”.

Há discussões jurídicas quanto à violação do art. 5º, inciso XVI, da Constituição Federal de 1988, o qual afirma que: "todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente". 

Ademais, critica-se a desproporcionalidade da punição ao "vandalismo", o qual, ainda que reprovável, poderia acarretar sanção superior à cabível ao crime de homicídio, punível com pena de 6 a 20 anos. Cabe a reflexão. Felipe Garcia

Seu voto: Nenhum

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Atentado é um ato 

Atentado é um ato  imprevisivel que pode ocrrer em qualquer lugar e a qualquer tempo;

Manifestações e rolezinhos são processos politicos de natureza coletiva, planejados para produzir agitação e desestabilização da ordem.

Um tipo de evento nada tem a ver com outro.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Obelix
Obelix

Esquizofrenia militante.

Prezados e prezadas,

O texto é muito bom, diga-se preliminarmente.

Eu só não vejo sentido em debater fatos consumados, pois vejam:

Vai ter Copa? Óbvio, até os botões do Mino Carta sabem disto.

Ela vai ser a melhor ou a pior?

Não sabemos, ela vai ser a Copa possível, com erros e acertos, como todas as demais, e com todas as peculiariedades de um país com nossas características e contradições. Pois como bem disse o texto, podemos ter um ônibus atrasado aqui, um metrô inacabado ali (Ah, estes tucanos e seus sócios da Alstom e Siemens, que m...rda não?), ou um tumulto no aeroporto acolá, mas como compensação, não terão hooligans, ameaças de bomba a cada minuto (e atentados reais como na Olimpíada de Atlanta ou Munique 74), e muito menos cenas de racismo ou xenofobia.

Finalizando, eu novamente parabenizo o autor do texto pela felicíssima comparação: Então pode gastar milhões na construção e na manutenção de estátuas do carpinteiro bastardo de braços abertos e elegê-la como maravilha da cidade e do mundo(inclusive da cidade de ateus e outras denominações), e não pode investir em eventos esportivos?

Pode alterar toda a cidade para receber papa, mas não pode para receber os papas da bola?

Não seria melhor que os franceses nos tivessem presenteado com hospitais (no início do século passado eram muito mais necessários, como ainda são agora) que nos dessem um souvenir de pedra sabão?

E para quer dotar orçamentos públicos para conservação de igrejas mineiras? Não dá para descontar a parte dos que não acreditam na Igreja de Pedro?

Ou os que destestam samba e a promscuidade do Estado com o crime organizado representado na LIESA?

É bom que a sociedade comece a debater sobre a utilidade de seus tótens. O problema é fazer isto sob o signo da esquizofrenia.

Saudações a todos.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ei, Sacal!

Explica pra mim como funciona um vegetal sem fosfato. O seu cérebro é carente dessa substância, já sabemos como ele "funciona".

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Pão ☭ Paz ✮ Terra ☀

imagem de André Ramos
André Ramos

Eles conseguiram o que

Eles conseguiram o que queriam. O clima já azedou para a Copa. E a lerdeza e inacreditável omissão do governo de Dilma Rousseff em relação aos sabotadores é criminoso. A única coisa que importa para a presidenta é o Sai de Baixo mesmo.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Prá relaxar nesse lindo domingo de Sol

Link permanente da imagem incorporada

Seu voto: Nenhum (21 votos)

Demarchi

Os profetas do pânico...

equivalem aos Borboletas Azuis. Para eles, se o mundo não acabar, será o fim do mundo.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

DILMA DE VOLTA E ELEIÇÕES GERAIS PARA ESSE CONGRESSO GOLPISTA!

DIRETAS JÁ É CHANCELAR O GOLPE!

imagem de Junior Campos
Junior Campos

A Copa não faz bem para o Brasil

Eu não sou manifestante, nem blac bloc, nem desinformado.

E SOU CONTRA A COPA!

Para que?

Só tem superfaturamento de estádios, uso errado de dinheiro público e enganação popular.

O Brasil não precisa disso. Precisamos de mais hospitais e escolas, melhores condições nas ruas, e não essa papagaiada.

Essa Copa vai ser o maior vexame e vai tirar a ilusão que o mundo tem do Brasil. Não tem vantagem nenhuma.

Seu voto: Nenhum (20 votos)
imagem de Gardenal
Gardenal

"Eu não sou manifestante, nem

"Eu não sou manifestante, nem blac bloc, nem desinformado". Não precisava se dar ao trabalho de explicar. Está claro que você é um analfabeto funcional.

Seu voto: Nenhum (16 votos)
imagem de Junior Campos
Junior Campos

Analfabeto é voce que não

Analfabeto é voce que não aceita quem pensa diferente. Tome o seu gardenal meu amigo!

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Se quer melhores

Se quer melhores escolas/hospitais vá reclamar com seu prefeito e governador.

O gasto anual da saúde e educação é R$ 80 e 90 bi.

O gasto com a copa é R$ 30 bi (R$ 8 bi em estádios), porém dividido por 7 anos (2008 a 2014) o que dá em média R$ 4,2 bi por ano.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de mauro silva 1
mauro silva 1

e os juros

Meu caro:

Vc tb foi contra a CPMF?

Arriscaria um sim, mas tb em não errar, se afirmar que vc. não é um daqueles 62 dos 100 maiores tributados pela CPMF que nunca, repito, NUNCA pagaram Imposto de Renda.

Se eu estiver certo e vc não for um 'rentista', estaria eu errado em afirmar que vc é massa de manobra dos rentistas e seus arautos das empresas de jornalismo?

Vc. é contra os juros de agiota que o Estado paga aos expeculadores e que drena mais da metade dos recursos desse mm. Estado?

Infelizmente, acho que não errei nessas minhas 'previsões' em relação a vc e seus assemelhados, que são aquele "Brazil que odeia o Brasil" da música.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Junior Campos
Junior Campos

Eu pago imposto e amo o meu

Eu pago imposto e amo o meu país.

Isso aqui não é uma discussão de petista x tucano. Aliás o problema é que os dois são corruptos, e a Copa é realizada para exercer a roubalheira nacional, independente de partido.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Quanta confusão, o Estado não

Quanta confusão, o Estado não paga juros de agiota, 10,5% menos inflação de 5,5%, são 5% de juro real, o grosso da divida publica estão em fundos de pensão, Banco Central , caderneta de popuança, fundos de renda fixa, não hántenhum agiota que viva com 5% ao ano bruto, ainda tem que descontar o IR, o que tem a ver CPMF com Imposto de renda?

A Receita Federal brasileira é das mais sofisticadas e informatizadas do planeta, pouca coisa escapa, movimento em conta bancaria não é renda e não tem nenhuma logica taxar se o marido deposita dinheiro na conta da mulher, mera transferencia.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de mauro silva 1
mauro silva 1

como desenhar?

Meu caro

Qual desenho fazer para que a massa de manobra entenda a vinculação de "62 dos 100 maiores contribuintes da CPMF NUNCA terem pago Imposto de Renda" com "imposto de renda"?

O outro coxinha levou o debate para um "flá x flu", isto é, petistas vs tucanos ...

Tenho umas vaquinhas lá no pasto que, tirando a parte do bezerro, 'rendem' uns 6 ou 7 litros de leite ao dia. Devo desenhá-las?

Paguei CPMF, e gostaria de continuar a fazê-lo porque sabia (eu, o Jatene e as pessoas minimamente informadas e que vivem do trabalho) que os recursos iam para a Saúde Pública.

Só que "aqueles 62 ..." não queriam pagá-la.

Contrataram meia dúzia de jornalistas, tão BARATOS quanto safados, e fizeram aquela campanha contra o "imposto do cheque" que todos vimos.

Gente pobre, que não movimentava um nada em bancos, estava indignada com o tanto de imposto do cheque ... que não sabia que não pagava.

Parecia aquele pessoal que, nos anos 1990 em São Paulo, ia trabalhar em chinelas de dedo (eu vi!), indignado com a Erundina que optou por investir em transporte público à tapar os buracos nas ruas dos "jardins".

.....

5% de juros ao ano (livrinhos, limpinhos ...) "não é juros de agiota"?

Deveria desenhar equinos num pasto para responder essas coisas, mas, tenho auto-crítica: não sei desenhar.

Na depressão americana dos anos 1930, um 'petista' de nome John M. Keynes apresentou a política anti-cíclica como alternativa.

Daí, as grandes obras públicas patrocinadas pelo 'petista' F.D. Roosevelt que levaram a roda da atividade econômica a voltar a girar.

Há 2 anos vi centenas de operários trabalhando no Estádio da Fonte Nova. Isso foi a 'roda da atividade econômica' girando e que impediu o Brasil quebrar no arrasto da quebradeira de "Wall Street".

12 anos antes, em 1998, o "Brazil" dos sabidos formados no MIT, com suas contas e apartamentos em paraísos fiscais, levaram o Brasil à bancarrota no arrasto da quebra dessa "petência" econômica chamada a Argentina, naquilo conhecido por "efeito tango".

Essa herança maldita é chamada por aqueles mesmos jornalistas baratos de sempre como "as bases que FHC deixou e o Lula aproveitou".

A direita, assim como todos os quadrúpedes, tem memória curta, isto é, não têm memória, e muitas vezes não conseguem levantar a cabeça acima da altura de uma touceira de capim.

Será que consegui desenhar "vaquinhas num pasto"?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Quanta confusão, o Estado não

Quanta confusão, o Estado não paga juros de agiota, 10,5% menos inflação de 5,5%, são 5% de juro real, o grosso da divida publica estão em fundos de pensão, Banco Central , caderneta de popuança, fundos de renda fixa, não hántenhum agiota que viva com 5% ao ano bruto, ainda tem que descontar o IR, o que tem a ver CPMF com Imposto de renda?

A Receita Federal brasileira é das mais sofisticadas e informatizadas do planeta, pouca coisa escapa, movimento em conta bancaria não é renda e não tem nenhuma logica taxar se o marido deposita dinheiro na conta da mulher, mera transferencia.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Ninguém escapa?

A sonegação, caro mota, na informalidade do País, atinge a quase um trilhão de reais, ou seja, quase 1/3 do PIB e ninguém escapa?

Você já ouvi falar no sonegômetro?

Ah, pede para uma tal tv mostrar a DARF!

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Negativo. Se a sonegação

Negativo. Se a sonegação fosse tão alta significaria que a carga tributaria efetiva deveria ser 60% do PIB, o que é impossivel.

Os impostos no Brasil são basicamente recolhidos por substituição tributaria atraves de sistemas integrados na telefonia, energia eletrica, petroleo, petroquimica, siderurgia, grãos, minerios, cerveja, refrigenrantes,  automoveis, IOF em bancos, é dificil sonegar, a produção e lincada com sistemas eletronicos cujos codigos estão nas Receitas estaduais e Federal, existe sonegação nas pequenas empresas, mas o grosso do fluxo de renda não escapa da tributação.

Criou-se essa lenda da sonegação para combater a empresa privada, é uma cruzada ideologica. O problema fiscal é de outra bnatureza,  o desperdicio, o nepotismo, os 3.800 funcionarios do Congresso que ganham mais de 50 mil, desembargadores com cinco pensões, filhas solteiras com 4 filhos que mamam pensão do pai por 50 anos, corrupção, superfaturamento, má gestão do imenso volume arrecadado.

Seu voto: Nenhum

Edward Boa, queria ver a

Edward

Boa, queria ver a midia mostrar o sonegômetro, como ela mostra o impostômentro.

A elite estaria quase toda na cadeia....

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Mário Mendonça

Poisonous detected!

Poisonous detected!

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

imagem de Ugo
Ugo

analfabeto funcional?

Eu não sou manifestante, nem blac bloc, nem desinformado.


A tua informação é da veja, millenium, jabor, leitão, merval etc etc etc?

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Junior Campos
Junior Campos

Ugo Desqualificador!

Esse Ugo é outro desqualificador barato.

Eu leio Folha, Carta Capital, Nassif, Paulo Henrique, Financial Times e The Wall Street Journal. Tá bom pra vc?

O problema é que A COPA É UMA MERDA para o Brasil. O objetivo não é fazer copa, deixar legado, construir uma infraestrutura. O objetivo é ROUBAR!!!

Não vai ter legado nenhum, Cade o legado? Vai no aeroporto e veja se melhorou algo? Vai em um hospital público? Isso não tem a ver com Dilma, Lula, Jabor, Serra. O problema é que ficaram todos iguais. Ninguém confronta o verdadeiro problema do Brasil que é a CORRUPÇÃO, e a Copa só ajuda nisso.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Rodrigo Sousa
Rodrigo Sousa

Concordo com algo que disse Junior

Só não acho que não deveria ter copa! Acho que tem que ter copa sim.

 

O que deveria existir são manifestações para que não se roubassem tanto, se os Estadios sairam com o dobrou ou triplo do preço imagina as outras obras de mobilidade e etc, não que elas não trarão beneficios, poís certamente trarão, o problema aqui é o roubo que sempre existiu no país.

 

A diferença pra mim entre agora e antes é que agora se faz a coisa pensando mais no social e na maior parte da população que necessita, mas se faz da mesma foram que antes, superfaturando e levando vantagem.

 

O problema é que fica esse fla x flu (PT x PSDB) um acusando o outro e não existe debate contra o que está errado nesse pais, que é a corrupção que vem de muito e muito tempo.

 

Eu sou PT< acho que ele vai ficar no poder ainda muito tempo, pois o que ele faz afeta a grande maioria da população fora de SP e mesmo aqui o partido tem consideravel voto! um dia a maré inverte e o PSDB volta ao poder federal, e nada ira mudar, enquanto ficarmos discutindo projetos e partidos, o errado aqui é o sistema!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.