Lava Jato escondeu propinas à oposição na Venezuela, por Bob Fernandes

Bob expõe a figura polêmica da procuradora, que serviu a vários governos, descreve o ambiente corrupto da Venezuela, que vem do período anterior a Chavez, e se mantem com Chavez e Maduro. 

Bob Fernandes traz uma narrativa explosiva sobre a jogada política da Lava Jato com a Venezuela.

O vazamento proposto por Sérgio Moro a Deltan, e seguido à risca pelos procuradores, consistiu em abrir as delações da Odebrecht à ex-procuradora geral da Venezuela, afastada por Maduro.

Bob expõe a figura polêmica da procuradora, que serviu a vários governos, descreve o ambiente corrupto da Venezuela, que vem do período anterior a Chavez, e se mantem com Chavez e Maduro. 

Mostra os riscos de vida corridos pelos executivos da Odebrecht na Venezuela, após o vazamento.

Mais que isso, mostra que o grande financiado pela Odebrecht era o candidato da oposição, Capriles. Nos tempos de Chavez não havia necessidade de financiamento de campanha, pois o petróleo em alta garantia tudo. Quando Chavez morreu, a Odebrecht passou a bancar a campanha de Capriles devido à dívida bilionária do país para com a empreiteira. Ele foi o político que recebeu mais financiamentos da empresa.

A Lava Jato escondeu esse fato, assim como a ex-procuradora. Não estavam empenhados em prender corruptos, mas em atuar politicamente e em destruir as empresas brasileiras no exterior.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  As raízes da crise econômica brasileira, por Carlos Pinkusfeld

6 comentários

  1. O que esta faltando para a esquerda e para as centrais sindicais e inteligência, criatividade, vejam vocês, os meios de comunicação desde o governo MICHEL TEMER vem divulgado somente uma versão sobre a reforma da previdência, a favor da propostas, dizendo ser a única alternativa, quando na verdade e mentira, o povo não sabe a outra versão, isso e um crime grave que alias deveria os deputados e senadores interpelar os médios de comunicação, ja que são concessões publicas e como tal devem ter atitude imparciais, e qual a medida a ser tomada? Juntassem todos os deputados e senadores e se dirigissem a cada uma emissora de TV e exigisse espaço para falar a outra versão sobre a reforma da previdência, o povo hoje esta manipulado esta acreditando que e necessária, e aquela velha máxima a mentira De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade.” POR FAVOR DEPUTADO LEVE ISSO AO PLENARIO CONCLAME AO COLEGAS, ACHO QUE VOCES VÃO FAZER A DIFERENÇA E REVERTER O JOGO.

    • Ô Laucídio Rosa da Silva, leia Thomas Piketty (O Capital no séc XXI [2013] e Há algum futuro para a Europa?[2012], e aprenda um pouco sobre a real situação da economia mundial, da necessidade geral de uma reforma previdenciária para vários. Pare de olhar para o Brasil como se ele fosse o seu próprio umbigo. Não é. Leia sobre o panorama do capitalismo internacional. Não lhe fará mal. Garanto.

  2. a minha preocupação é que a melhor operação da justiça brasileira é cheia de mentira, vicios, segredos e parcialidades, e esses juizes em determinados contextos flertaram com interesse de uma das partes.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome