A nau sem rumo de Temer e Meirelles, por Janio de Freitas

Jornal GGN – Em seu artigo na Folha, Janio de Freitas aborda a complacência da imprensa com Michel Temer e Henrique Meirelles, deixando passar, por conivência, sua incompetência para lidar com as questões políticas e econômicas do país. Aponta que, em dez meses, a crise só se agravou, arrastando todos para o desfiladeiro, menos os que nadam em recursos. E o Brasil sufoca.

Cortes e mais cortes vão alinhavando um país mais empobrecido, mais carente, mais desgovernado que em qualquer outra época. Um país que diminui a olhos vistos.

Leia o artigo a seguir.

da Folha

Temer e Meirelles estão perdidos, incapazes tanto de fazer quanto de compreender

por Janio de Freitas

Nem a complacência interessada com que o poder econômico e a imprensa/TV tratam Michel Temer –conduta que serve proteção para um lado e ilusão para o outro– consegue escapar desta realidade deprimente: Temer e Henrique Meirelles estão aturdidos, perdidos no emaranhado de suas afirmações e logo recuos, incapazes tanto de fazer quanto de simplesmente compreender.

E a verdade daí decorrente é que, em dez meses, a situação do Brasil só se agravou, arrastando nesse despenhadeiro todos os não dotados de recursos fartos. Sob o domínio da incompetência e da perplexidade, o Brasil sufoca.

Em um só dia, o já estigmatizado 31 de março, as páginas iniciais nos sites dos principais jornais e do UOL davam, com diferentes níveis de exibição, estas informações: “Corte orçamentário atinge transporte, habitação e defesa”. O governo superestimou as receitas, prática que dizia repelir, daí resultando um rombo de R$ 58,2 bilhões nas suas contas. Como remendo, já em março Meirelles achou necessário o corte de mais de R$ 42 bilhões nos investimentos do governo. Só as obras do PAC perderão mais de R$ 10 bilhões. Os investimentos do governo são, historicamente, o que ativa a economia. Logo, o corte é contrário à recuperação econômica.

Outra: “Contas públicas têm pior resultado para fevereiro em 16 anos”, ou desde que começado esse registro em 2001. A despesa do governo no menor mês foi R$ 23,5 bilhões maior do que a receita.

Mais: “PIB recua 3,6% em 2016”. É o país empobrecendo. Meirelles propalou, nos primeiros meses do governo Temer, que antes do fim do ano (2016) a recuperação econômica já estaria em curso. Com o corresponde resultado no PIB. As previsões vieram caindo em voz baixa. E o resultado real é o desas- tre noticiado.

Ainda: “Governo Temer é aprovado por 10%” (pesquisa CNI/Ibope, que em dezembro indicava 13%). Aquele número reflete o tamanho da legitimidade com que Michel Temer se põe a agravar as distorções da Previdência. E reduzir ainda mais o valor do trabalho, com a terceirização indiscriminada.

Para encurtar, por desnecessidade de mais: “Brasil tem 13,5 milhões sem emprego e a economia continua em retração”. Esses milhões são o cálculo do IBGE para os que procuraram emprego. Incluídos os que desistiram de procurá-lo ou não chegaram a fazê-lo, há estimativas que vão a 20 milhões. Se “a economia continua em retração”, a probabilidade de desemprego é crescente. E suas consequências, idem.

É o Brasil de Michel Temer em poucas linhas. O governante dos recuos empurrando o país para a calamidade.

Em tal situação, disseminar notícias precipitadas de êxitos governamentais é mais do que fantasiar incertezas. O governo não se entende com a economia e não é verdade que se entenda com o Congresso, a menos que sucessivos recuos não sejam apenas fal- ta de entendimento, de avaliação e competência. E de moralida- de, com tantos símbolos da corrupção revigorados nos cargos ministeriais e palacianos recebidos de Michel Temer.

Na história brasileira, não há nada semelhante a esse governo que perde, em sua média, um figurão por mês, levado por acusação de improbidade (em um caso, por tê-la encontrado dentro do palácio presidencial).

Devastado pelos bandoleiros dos subornos, negociatas, desfalques, e estelionatos com nome de “sobras de campanha”, este país agora está sofre a ameaça de ser destroçado por um governo de ineptos, protegido em troca de alguns retrocessos de legislação.

Assine

 

8 comentários

  1. Se esse golpista vigarista não conseguir entregar a reforma da p

    Se esse golpista vigarista não conseguir entregar a reforma da previdência, no dia seguinte ele será descartado pela Casa Grande como lixo. Até agora tem conseguido se manter no cargo em função de seu trabalho sujo de destruição da Constituição e do Estado brasileiro.

  2. Discordo em parte.
    Se
    Discordo em parte.

    Se presumirmos que a tigrada de Michel Temer cuida do interesse público a nau não perdeu o rumo. Ela afundou.

    Mas como a tigrada do Temer apenas usa o Estado para cuidar de interesses privados o afundamento da nau é lucrativo. Muito lucrativo.

    O Meireles vai sair do governo mais rico ou mais pobre do que era antes de ser nomeado?

    A pergunta é meramente retórica. Tenho certeza de que Meireles, Temer e outros estão apostando suas poupanças (legais e ilegais) contra o Brasil e pagando as apostas promovendo com lucro o desmonte do Estado.

    Sob os ternos alinhados e os sorrisos cheios de dentes a quadrilha neoliberal não passa de uma corja de piratas, flibusteiros, corsários e bucaneiros violentos, imorais e insaciáveis. Seria um erro acreditar que eles cuidam do interesse público.

  3. Coxinhada sem noção

    É quase divertida a experiência de ver o artigo original na FSP, por conta  dos comentários da coxinhada… culpa do PT! Óbvio… Parte da paullstanada tem uma imaginação e tanto! Suponho que a cidade de São Paulo, depois de Reykjavík, seja a melhor cidade do planeta; e o estado São Paulo, o melhor estado. Afinal, cidade gerida por um não-político; e estado, pelo imaculado PSDB… deve ser o paraíso! E o Brasil só afunda porque o PT, em algum momento, governou. É hilário! Se não fosse trágico…

  4. A politica economica levará o

    A politica economica levará o Pais para o alçapão no fundo do abismo. Meirelles jamais poderia ter um cargo que

    pressupõe profunda vinculação com o Pais e com seu futuro. Seu eixo está em Nova York onde tem residencia. Goldfajn é cidadão israelense nascido em Haifa, qual a profundidade de sua identificação com o Brasil e com seu futuro?

    Entregar o destino de um grande Pais e esse tipo de personagens, essa é a tragedia. Amanhã se isto aqui afundar eles nem precisam pedir visto para ir embora, basta se dirigir ao aeoporto e dia seguinte sua vida estará organizada em outro lugar.

    A loucrua está em perseguir uma politica deflacionaria em um Pais nas ruinas de uma recessão de tres anos, quanto mais deflação mais recessão, isso se sabe desde Adam Smith passando por todas as escolas de economia de nossa era.

    E no entanto a deflação é a unica politica dessa turma, dieta de pão e agua a um doente de anemia.

    • A intenção da equipe econômica do atual governo é criar o clima

      A intenção da equipe econômica do atual governo é criar o clima de caos para adotar a doutrina de choque no país. Ou seja, induzir a crise para facilitar a imposição de reformas impopulares e a dilapidação do patrimônio público dos brasileiros. Esse pessoal sabe muito bem o que estão fazendo. Estão entregando o que prometeram à banca.

      As intenções dessa quadrilha são as piores possíveis. Um instinto animal primitivo egoísta e de autopreservação. Não enxergam um palmo além de si. São meros traidores.

      Na obra a Divina Comédia de Dante Alighieri os traidores estão no nono círculo do inferno, o último, imersos até a boca em um mar de bosta e próximos de Lúcifer o traidor de Deus. São tidos como os piores pecadores e os que mais sofrerão no inferno.

  5. Tributo de guerra

    A destruição do BNDES como banco de fomento só se justifica para tornar irreversível a retomada de ativos liquidados a preço de banana pelos golpistas e quando vista em conjunto com a PEC 55, que foi votada e aprovada pela mesma assembleia de bandidos noticiada pela tv portuguesa ao se referir a bancada de Cunha/Temer,  a tal emenda proibe que o investimento publico aumente mais do que a inflação passada no ano seguinte e em 20 anos levará a pinguela do governo ao nivel de investimento 10% do PIB comparavel a países miseraveis da Africa.

    Se tivesse ocorrido uma invasão e o Brasil fosse obrigado a pagar tributo de guerra nem assim superaria os efeitos nefastos da pilhagem de ativos para pagamento de juros promovida por este governo de criminosos (na acepção do dicionario aurelio significa aquele que comete crime) que só se sustenta porque esta protegido nas cortes superiores e que cria ministerios para cooptar aliados e protege-los com foro privilegiado toda vez que se sente ameaçado.

    O que farão estes golpistas agora que nenhuma medida anti-ciclica foi tomada e que a mentira que venderam junto com a grande midia que bastava sinalizar aos investidores austeridade que os investimentos retornariam. Agora estão aí atônitos fazendo papel de estupidos administrando um pais como se fosse um mercado de titulos e ceifando empregos aos milhões a cada canetada com cortes que só farão ampliar a crise.

    Renunciem estupidos!!! Ou serão degolados pela PEC da morte que criaram!!! 

    Renunciem antes que promovam cortes de bilhoes em 2017 ampliando ainda mais a crise e depois embarquem o pais num trem bala rumo a miseria africana pois  estarão impedidos constitucionalmente de fazer qualquer medida anti-ciclica por 20 anos nao poderao gastar mais do que a inflação passada e muito menos retomar os ativos sem mecanismos de financiamento pilhados pelo golpe de 2016.

    Quando o povo sair as ruas não havera garantia nenhuma que seus crimes de lesa-patria permanecerão impunes muito que os tribunais os protegerão. Agora que seus crimes ja foram expostos e não representam mais a população a mesma canetada que querem dar nos direitos basicos da população podera ser dada por um ministro do supremo jogando todos na primeira instancia.

    Renuncia ja!!!Constituinte independente e Eleições Gerais seria a unica solução!!!

  6. Estamos numa DITADURA

    Estamos numa DITADURA MIDIÁTICA a serviço de estrangeiros. Bandidos Brasileiros a serviço de estrangeiros.

    O pior é que se reclamar-mos muito pioderão fazer conosco o que estão fazendo com os Povo do Oriente Médio e Norte da África : O GENOCÍDIO DE MILHÕES DE INOCENTES por interesses puramente econômicos.

    E até a Europa (que os apoia)está sendo PUNIDA com a migração de milhões de refugiados vindos de todos os lados. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome