Destino de Lula: abandono e solidão, por Aldo Fornazieri

Destino de Lula: abandono e solidão

por Aldo Fornazieri

Lula está politicamente abandonado. O abandono político de Lula, principalmente por parte do PT, se prenunciava quando o partido não fez uma campanha de mobilização nem para se contrapor à sua condenação, nem para se contrapor à sua prisão e nem para exigir a sua libertação. Ocorreram atos isolados aqui e acolá, é verdade. Mas não atos que se inscrevessem no contexto de campanhas organizadas e sistemáticas. O processo da campanha eleitoral impôs a Lula a consumação do abandono político, sacramentado no pós-eleições. O seu depoimento à juíza Gabriela Hardt simbolizou o abandono político efetivo do ex-presidente: nenhuma mobilização, nenhum ato de apoio, nenhum protesto nas proximidades do tribunal. O que se viu no depoimento foi um Lula envelhecido, triste e cansado, acompanhado apelas pelos advogados que até agora não obtiveram nenhuma vitória jurídica.

O que era de se esperar é que, com o fim da campanha eleitoral, o PT já tivesse uma campanha planejada de mobilização pela liberdade de Lula. Mas as suspeitas que não se veria nada disso se confirmaram. Muitos petistas, perguntados acerca da situação de Lula, respondem que “não há o que fazer”. Este conformismo derrotista é a confirmação do abandono.

Quando foi adotada a tática de levar a candidatura Lula até as últimas consequências esperava-se que as elites e o Judiciário pagassem um preço alto pela exclusão do líder das pesquisas, do político mais popular da história do Brasil, junto com Getúlio Vargas. Mas para que este preço fosse pago, evidentemente, alguém haveria de cobrá-lo. O preço seria uma parcela significativa da sociedade mobilizada para exigir a candidatura Lula.

Dificilmente bases sociais se mobilizam sozinhas. É preciso direção, comando e coragem para que haja mobilizações. Não havia nada disso quando Lula foi interditado, confirmando que o PT, que havia perdido as ruas desde 2013, mas, principalmente, durante o processo de impeachment que levou ao golpe, não foi capaz de recuperá-las nem para defender seu maior líder – um líder de milhões de brasileiros.

Qual foi o preço pago pelas elites e pelo Judiciário pelo encarceramento e pela exclusão de Lula das eleições? Nenhum. Ficaram no lucro com a vitória de Bolsonaro, com principal algoz de Lula premiado com o Ministério da Justiça e com um criminoso e escandaloso aumento de 16,38% nos salários dos juízes. Mas como as esquerdas vivem de ilusões, anunciando vitórias que nunca vêm e que, ao fim e ao cabo das coisas se traduzem em derrotas, agora já vaticinam o fracasso do governo Bolsonaro à espera de apanhar o fruto sem plantar a árvore, para lembrar uma frase de Sérgio Buarque de Holanda.

No seu abandono, o que Lula tem pela frente é a perspectiva de novas condenações. O ambiente político adverso com a vitória de Bolsonaro, a pressão de generais que não querem Lula livre e o alinhamento das altas Cortes do Judiciário com os militares reforçam ainda mais a perspectiva de novas condenações e de alguns longos anos na cadeia.

Na medida em que o tempo passa e que nada de excepcional acontece em torno de Lula e de sua prisão (a não ser novas condenações), a ideia de Lula preso vai sendo naturalizada não só pelos petistas, mas pela consciência democrática em geral. A passividade é uma forma de aceitação, é uma memória triste e impotente do que poderia ser diferente mas não foi. A passividade é também uma forma de esquecimento. No caso, do esquecimento de que Lula está preso. O incômodo dessa lembrança só virá às mentes pelas notícias negativas das mídias.

O abandono e o esquecimento de Lula o retirarão também da memória coletiva e ele será lembrado como uma coisa boa para os muitos pobres e uma coisa ruim para os mais ricos. Mas ele será cada vez mais uma lembrança que vai empalidecendo. Na medida em que as pessoas precisam viver e continuar a vida, as suas expectativas se deslocam para novos líderes, para novos embates ou para novas frustrações.

Com Lula abandonado e esquecido na prisão, a sua força mítica tende a se enfraquecer. Aqueles que querem que essa força se enfraqueça ou morra tenderão, ao máximo, fazer verossímeis as acusações e aqueles que gostariam que ela continuasse viva não têm força e nem coragem para fazê-la viver. O que se verá, se nada for feito, é a desencantadora consumação da força extraordinária de um autêntico líder do povo. E o povo, que é o verdadeiro abandonado, não terá essa força mítica como conforto de suas angústias, como energia ativa de suas lutas e como referência de combate. O enfraquecimento da figura mítica de Lula se expressará como enfraquecimento da própria energia combativa do povo, pois este acreditará que nada vale a pena já que o seu destino será a pobreza e a derrota.

Lula sempre foi muito ativo politicamente, alegre, afetivo, comunicativo, brincalhão. Em que pese ter muitas visitas na prisão, parece óbvio que o tolhimento de sua liberdade faz com que lhe pese a solidão. Essa pode ser ainda maior porque o seu encarceramento o impede de viver essa essência, essa natureza afetiva, expansiva e comunicativa. Não se trata apenas da solidão de passar horas e dias sozinho, mas da solidão da falta de perspectivas de exercitar a sua liberdade com plenitude. Trata-se da solidão diante de um país que lhe negou a possibilidade de ele doar-lhe o que tem de melhor. Trata-se da solidão de ver envelhecer-se mergulhado no abismo de quatro paredes.

Certamente, Lula já terá refletido muito acerca do caráter efêmero do poder e acerca da precariedade da vida humana. Até ontem ele era um dos presidentes mais festejados do mundo e, hoje, vê-se na aterradora condição de um encarcerado. A situação de Lula é um retrato vívido da precariedade e da fragilidade das coisas humanas. A situação de Lula é uma lição dolorida que todos os políticos deveriam aprender: o poder não pode ser arrogante, mas deve ser exercido com prudência, humildade e humanidade. Somente este tipo de poder merece ser glorificado e somente os líderes que assim o exercem se tornam heróis cuja, sua memória, sua lembrança e sua invocação são como uma setas que atravessam os tempos.

Somente nós, mas principalmente o PT, os movimentos sociais, as esquerdas e os líderes políticos que têm poder de convocação poderão atenuar a dor da solidão de Lula: mostrar, através de uma campanha organizada, em atos e mobilizações, que ele não está só. Dizer que “não há o que fazer” é enfiar um punhal na já dilacerada solidão de Lula. Mas, talvez, o destino de Lula seja o de confirmar, tristemente, uma afirmação de Schopenhauer: “A solidão é a  sorte de todos os espíritos excepcionais”.

Aldo Fornazieri – Professor da Escola de Sociologia e Política (FESPSP).

 

61 comentários

  1. LULA PRESO

    Bom dia a todos e todas

    Belo texto do Prof.  Aldo.

    Infelizmente, o Prof. Aldo acerta no que tange às perspectivas para Lula.

    Além do absurdo processo e sentença referente ao apartamento, outras condenções virão. Sem provas mesmo. Então, quando a soma das penas chegar a uns 50 anos, os antipetistas fanatizados e ignorantes dirão: bem feito, quem mandou roubar!

    Dos tribunais nada de bom se pode esperar. Nem de stj e stf. Os integrantes dessas cortes estão lá para cumprir o papel de favorecer os interesses da elite, muito embora, no caso do último, vários de seus integrantes devam sua nomeação a Lula e Dilma. E pouco importa que tipo de argumentação seja aprsentada pelos advogados. O  que conta, agora, é a força bruta da mentira e da sordidez.

    Sou crítico de muitas das decisões adotadas por Lula. Que, de certa maneira, levaram à presente situação. Mas a injustiça no caso da prisão dele é clamorasa e não pode ser aceita por nenhum democrata. Lula é um preso político.  Na ditadura, tiveram que decretar o AI-5 para acabar com o habeas corpus. Agora, na chamada “democracia”, o próprio stf diz que esse recurso continua na Constituição mas não se aplica a Lula.

    E o Prof. Aldo toca em um ponto que eu gostaria de salientar. A questão nunca foi a lei ou a justiça. Lula foi condenado não pelos seus eventuais erros, mas por seus acertos e por seu carisma popular. É fundamental para a elite lançar a todos os “de baixo”  a seguinte mensagem: “pobre tem que calar a boca e aceitar o governo dos poderosos; pobre tem saber qual é o seu lugar”. Em outras palavras, devem trabalhar sem direitos e ficar nas senzalas, quietos, durante a noite.

    Mobilizaçãoes em prol de Lula não acontecerão. Se acontecerem, serão tão pequenas que passarão despercebidas.

    Talvez o maior engano de Lula e da direção do PT nos anos do poder tenha sido acreditar que um acordo com a elite é possível. 

    Um abraço e vmos à luta 

     

     

     

    • ihh  ..o que tem de “critico

      ihh  ..o que tem de “critico de LULA” por ái, tipo você  ..nem te falo, perdi a conta !!

      DIGA, objetivamente, pesando PRAGMATISMO, o possível e o factível, SENDO ADULTO de pés no chão, diante da IMENSA OBRA deixada e dos passivos herdados, pesando com eventuais equivocos ou “estratégias” pra se mitigar e abrandar as oposições, DIGA objetivamente, SABIO do Sei-não, aonde LULA errou em seu mandato e contrariou os quase 90% que aprovaram sua administração ?

      Quanto ao PT  imaginar que seria possível aceditar  ..convenhamos, com MAMA VANA como presidANTA ? recém trazida à época dos quadros do PDT ? fala francamente, aquilo ali não negociava com ninguém ..não era política, era candidata a ditadora tb ..aliás, bem possível,  ela sim foi o MAIOR e mais verdadeiro erro político do GRANDE LÍDER, diante da FALTA de opções

      olha, falar é fácil, queria ver estar lá pra fazer o que LULA fez, vindo de onde veio e tendo toda sorte de obstáculos que teve

      LULA foi um presidente LIMPO, não enricou como PROVOU A LAVA JATO, não deu passa moleque, nem golpe, não traiu seu eleitor  ..querer mais do que ele nos deu, seria querer compará-lo ao mito de Jesus Cristo

       

      • Aldo deveria escrever no Antagonista
        Esse cara só tem críticas para Lula e o PT. É um poço de ressentimento, não sei o porquê. Ele não escreve contra a direita, só sabe detonar o PT. A quem serve esse tipo de discurso ? É a pergunta inevitável.

  2. Não abandonaremos JAMAIS

    Não se deixa de lado um sonho,

    não se relega o amor,

    não se ignora uma paixão,

    não se foge de um colo aconchegante.

     

    Não se deixa pra trás um lider,

    não se deixa perder a referência,

    não se desvia de um caminho seguro,

    não se perde o apoio de uma mão forte.

     

    Largar pelo trajeto o mapa,

    Um plano de vôo,

    Lar da nossa família,

    Amor de todos nós.

     

    NÃO ABANDONAREMOS JAMAIS

     

  3. As bancadas do PT estão muito

    As bancadas do PT estão muito ocupadas defendendo o direito a aposentadorias e pensões milionárias integrais dos funcionários públicos, especialmente de juizes, promotores, militares e outros encostados nos cofres públicos! 

  4. O Brasil nunca mereceu um

    O Brasil nunca mereceu um líder como Lula. Na situação atual apenas uma revolta armada poderia libertá-lo (Justiça brasileira? quá quá quá), mas a esquerda brasileira é covarde demais para fazer isso.

    Vocês estão duplamente na lama porque os agressores fingem respeitar as leis e os agredidos estupidamente acreditam que as leis estão sendo respeitadas.

  5. Esse Aldo tá estressado  ..O

    Esse Aldo tá estressado  ..O caso LULA deve estar sendo negociado nos bastidores (espero, torço e rezo) 

    ..o NEO adesista verde Oliva – TOFFOLI – já disse que não coloca a re analise da prisão em 2a instancia antes de março/19

    ..o STF nem cogita analisar o mérito da condenação (que não pode, constitucionalmente – uma FARSA) 

    ..ontém mesmo o STJ, na figura de Felix, deu uma pisada na bola ..assim, acelerou a pressão pra que o próprio STF analise eventuais “inconstitucionalidades” nele contidas (como coercitivas, condenação sem provas = embora aqui tb tenha o mensalão a desmerecer a tese, quando lhes interessa), tem os CRIMES de MORO a contar pró LULA etc)

    ..no plano internacional DIZEM que a ONU irá se pronuunciar sobre o MÈRITO da condenação em 2019 (a TROCA do triplex) ..e aqui, bom lembrar, a “justiSSa” FASCISTA corre pra condenar novamente o líder no caso do sítio, e em N outros casos descabidos de conteúdo (mas ricos em manchete)

    ..DIZEM ainda que LULA tem chances de ganhar o prêmio NOBEL (torço muito, mas duvido mais ainda)

    Sobre ir pras ruas  ..realmente, com uma sociedade JOVEM em que 35% dos eleitores não sabem quem foi LULA, e a outra parte dividida pela péssima lembrança de MAMA DILMA 

    ..mais, saindo dum processo eleitoral que ainda ninguém sabe dizer pra onde vai, OU, ou desgastado pelas próprias perdas de liderança, de contato com as bases e de divisão das ditas forças progressistas

    ..convenhamos, por tudo, é cedo pra prognosticar o destino de LULA (INESQUECÍVEL) ..embora reconheça que o MALDITO TEMPO pesa desgraçadamente contra este MAGNIFICIO LÌDER, este cidadão brasileiro, inigualável em nossa história política de TODOS os tempos, eu diria

    • Que nada !!!! É a turma da

      Que nada !!!! É a turma da Auto-Crítica que quer deixar Lula mofando lá dentro, inclusive o cínico autor do texto.

      Não há negociação nenhuma. Deixa-se Lula morrer na cadeia e os que estão solto comandam o PT.

      Esse é a negociação que existe.

  6. Manifestações podem até acontecer
    Mas não serão noticiadas, como não foram as do #elenao, e serão manipuladas, com inserções de marchas das vadias ou de vandalismos para colar nos defensores do Lula a pixa de baderna.

    Penso que Lula deveria ter pedido asilo e empunhado a bandeira de Eleição sem Lula é fraude até o fim, sem outro candidato a presidente. Talvez ganhasse outro de esquerda com quem o PT poderia compor, na linha do que Temer fez, ganhando com Bolsonaro sem o povo se dar conta.

    Enfim o PT no poder perdeu a capacidade de mobilização. Sou filiado e durante a campanha não recebi UM email, whatsapp, nenhum convite para ir pra rua, ou mesmo meme para compartilhar como fazem os grupos pró direita, BS incluido

    O partido precisa aprender muito

    Serão pelo menos 10 anos de Temer até BS sair do poder, só em 2026 talvez tenhamos outra chance. Mas não sem trabalho de base, mostrando as maldades da direita insistentemente e de forma clara. E uma vez no poder, sem republicanismo ingênuo.

  7. “Lula está politicamente

    “Lula está politicamente abandonado. O abandono político de Lula, principalmente por parte do PT, se prenunciava quando o partido não fez uma campanha de mobilização nem para se contrapor à sua condenação, nem para se contrapor à sua prisão e nem para exigir a sua libertação. Ocorreram atos isolados aqui e acolá, é verdade. Mas não atos que se inscrevessem no contexto de campanhas organizadas e sistemáticas. O processo da campanha eleitoral impôs a Lula a consumação do abandono político, sacramentado no pós-eleições. O seu depoimento à juíza Gabriela Hardt simbolizou o abandono político efetivo do ex-presidente: nenhuma mobilização, nenhum ato de apoio, nenhum protesto nas proximidades do tribunal. O que se viu no depoimento foi um Lula envelhecido, triste e cansado, acompanhado apelas pelos advogados que até agora não obtiveram nenhuma vitória jurídica.”

    EXATAMENTE o que o site Duplo Expresso e o Rui Costa Pimenta,  presidente do PCO, vem apregoando há praticamente um ano.

    Eu acho que após a morte do Lula, algo desejado ardentemente pelo judiciário brasileiro que vem se empenhando ao máximo para executar, o PT se tornará um partido nanico, se não for liquidado antes pelo judiciário.

    Estes esquerdistas de luxo que dirigem o partido hoje vão entender de repente que eles não são merda nenhuma e o que PT era o Lula.

    Aliás, se o judiciário se empenhasse do mesmo jeito – que se empenha para liquidar o Lula – em trabalhar para julgar processos sob sua responsabilidade não teríamos nenhum processo correndo na “justissa” por mais de 3 anos.

    Digo mais, muitos entram no judiciário JUSTAMENTE porque sabem que lá se ganha muito e trabalha-se muito pouco.

  8. Esse Professor adora o PT.

    Esse Professor adora o PT. Não sei porque não fez fileira com o capetão e sua turma, também adoradores de Lula. Esquece Lula, já que não tem interesse na figura, muito menos no seu partido, o PT. Acha que Lula está preso por inação do PT, os que votaria Lulam era todos petistas? Glesi Hoffman, Lindeberg, e outras figuras também importantes do PT, os que estão acampados em Curitiba abandonaram Lula? Nesse momento de transição, a sacanagem de o golpe manter Lula preso, já definida a fraudulenta eleição  de Bolsonaro, cuja incompetência e despreparo para montar uma equipe de governo em favor do golpe, que o socorre com seus quadros (o mais importante o ex-juiz Sérigo Moro) deve ser atopelado por uma luta para libertar Lula, quando o golpe ainda não perdeu forças após o resultado eleitoral? 

    • Acampados?

      Bastou terminar as eleições que o acampamento de Curitiba foi desfeito. Mais um sinal de abandono. Os dirigentes petistas juraram que não se sairia de lá sem Lula livre. Mais uma fanfarronice. Tem gente cega.

  9. Somos humanos e o inimigo também

    O PT não é um Deus que acerta sempre. Não acho que a militância ou o partido tenham abandonado Lula. Segundo Valter Pomar, que compõe a direção nacional do PT, em termos táticos, há 3 frentes que o partido deveria se engajar: Lula livre, derrota da reforma da Previdência e retorno às bases – https://goo.gl/T3uDMY

    Outra fragilidade é o campo da comunicação de massa. A principal derrota do PT foi aí e é aí que o partido deveria trabalhar a renovação. Kit gay, mamadeira erótica, culpa de Lula no triplex e no sítio, corrupção do PT são algumas das fakenews criadas com objetivo de gerar benefícios políticos no campo adversário. Uma hora isso tudo cairá por terra e as verdadeiras news aparecerão. Mas é preciso trabalhar ativamente para que isso aconteça.

    Acho também que sem aliados externos em outros países, o partido, a militância e o Brasil nos enfraqueceremos bastante, no curto prazo. A campanha para o Prêmio Nobel da Paz, por exempo, encerra-se em janeiro próximo para quem ainda não se engajou:

    https://www.change.org/p/premio-nobel-de-la-paz-para-lula-da-silva-pr%C3%AAmio-nobel-da-paz-a-lula-da-silva-nobel-peace-prize-to-lula-da-silva-friedensnobelpreis-an-lula-da-silva-premio-nobel-per-la-pace-a-lula-da-silva
     

    • Jesus também fez sua
      Jesus também fez sua autodelação, não é…..nem precisou do delator premiado por 30 dinheiros para ser condenado pela massa imbecilizada que, para aliviar o peso de consciência e de culpa, o divinizou, não é…

  10. Leguleios de um notório fanfarrão

    O sr. Aldo é coerente: não acerta uma.

    Faz anos e anos e mais anos que vive desancando o PT a pau, por qualquer motivo que seja. Desde o julgamento fraudulento da AP 470 ele segue na senda de validar condenações arbitrárias contra dirigentes do partido, fazendo de conta que isso não faz parte de uma perseguição jurídico-política pré-fabricada para tentar destruir a maior experiência de esquerda já surgida em toda a história do Brasil. O máximo que este sr. Aldo faz é pedir que o PT ajoelhe no milho e reze aves-marias e pais-nossos na frente de verdugos e Torquemadas tais e quais. 

    O sr. Aldo gosta mesmo é de exaltar aquela monstruosidade do Junho de 2013, ponto de inflexão a partir do qual a direita se rearticulou em todo o território nacional e a partir do qual a esquerda – toda a esquerda, não só o PT – não conseguiu ter um milímetro sequer de saldo organizativo. Gostava também de dizer que Dilma estava certa em fazer o “ajuste” em 2015, e que o PT deveria defender esse ajuste com unhas e dentes e não “abandonar” a ex presidenta. Na verdade o PT se opôs ao ajuste e não abandonou Dilma em momento algum – o que só comprova que Aldo errava na defesa da política econômica e errava em relação ao apoio do PT. 

    Mais ainda, o sr. Aldo, desesperado quando Lula foi para o cárcere, era um dos que vinham com a lenga lenga de que o PT deveria abrir mão do “hegemonismo”, seja lá o que isso queira significar, e que deveria abrir mão da candidatura de Lula por outro nome, de preferência um nome não petista. Ou seja, o sr. Aldo foi um dos primeiros a querer pular da barca e agora cobra do PT e da sua militância aquilo que ele próprio nunca fez ou ajudou a fazer! 

    O PT e a militância petista se mobilizaram como puderam se mobilizar nos últimos anos; fizeram das tripas coração para reeleger Dilma; para suportar o ataque brutal de 2015 e 2016; para não sucumbir no pleito de 2016; fizeram as Caravanas de Lula por vários pontos do território nacional; mobilizaram milhares de pessoas em várias cidades do país em defesa de Lula – com especial destaque para a gigantesca mobilização feita em Porto Alegre em janeiro de 2018, etc. O PT e a sua militância, contrariando o desespero d’alguns, como o sr. Aldo, manteve firme a disposição de levar a candidatura de Lula até as últimas consequências possíveis, estratégia essa delineada e acompanhada com lupa pelo próprio Lula até o pleito desse ano. 

    São incontáveis os esforços do PT e da militância petista a favor de Lula, como foram a favor de Dilma e contra o golpe, tudo dentro de uma conjuntura brutal e completamente adversa como essa que estamos vivenciando. A mobilização internacional a favor de Lula segue a mesma toada e é uma rotunda e grotesca mentira dizer que o PT e a militância petista “abandonaram Lula”. 

    O PT e a sua militância, a despeito de Aldos aqui e alhures, continuarão brigando e defendendo Lula e a democracia, custe o que custar. E foi justamente por ter feito isso nos últimos anos que o PT saiu das urnas com 45% dos votos válidos – quando se sabe que o plano original dos golpistas, que Aldo não cita em nenhum momento, para não variar, era o de destruir completamente o PT enquanto força política fundamental no processo político brasileiro. 

    Não conseguiram e nem conseguirão destruir o PT pois este é um partido com quase 39 anos de história, forjado na luta popular e enraizado em todo o território nacional. Àqueles que apostam na derrocada do PT irão quebrar a cara mais uma vez pois o PT, que todos davam como “decadente” ou até “morto politicamente”, emergiu do processo político como a esperança do povo brasileiro contra tudo isso que aí está. 

    Não, sr. Aldo, o PT nunca irá abandonar Lula. Nem Lula, nem a luta política, nem a democracia e nem o povo brasileiro. O que o PT e a sua militância não irão fazer, sob hipótese alguma, é baixar a cabeça e ficar de choramingos pelos cantos. 

    • Fanfarronice de quem?

      Faz anos, desde o mensalão, que o PT vem tendo dirigentes pesos. O partido e petistas proclamam reações e nada acontece. Zé Dirceu foi preso e deverá ser novamente preso, Genoino foi preso, Delúbio está preso, Palocci está preso, João Vaccari está preso, Paulo Ferreira está preso, Silvinho foi preso, vários outros parlamentares e dirigentes estão processados e muitos deverão ser presos. Lula está preso de forma escandalosa por Sérgio Moro. Nada foi feito. O PT diz que é inocente e perseguido. Se é inocente e perseguido, por que não reage? Falta de coragem? Covardia? O fanfarrão não é o professor, que diz a verdade e cobra atitudes, postura, coragem e dignidade de um partido que tem dirrigentes fanfarrões. Você, Diogo Costa é um deles.

      • Oráculo do diabo…

        O sr. Aldo nunca faz nada a não ser bater no PT o tempo inteiro. No comentário anterior destaquei as posturas absolutamente erráticas e absurdas desse sr. Aldo – que sempre quis pular da barca mas lhe falta coragem até para isso. 

        Quanto à vossa senhoria, nobre pessoa sem nome, entre para o PT e cobre postura de seus dirigentes. Ou então pegue em armas e vá à luta ao invés de ficar choramingando. Quem comanda os destinos do PT até os dias de hoje é o próprio Lula – se isso é bom ou ruim se pode discutir mas é assim desde 10 de fevereiro de 1980. 

        Não existe uma única ação do PT, enquanto partido político, que não conte com o aval de Lula.

        Outro ponto a ser discutido é se a estratégia do PT tem sido correta nos últimos tempos, mas jamais se pode dizer que o partido – e em especial a militância – se furtaram de lutar. 

        • Diogo

          Na atual encruzilhada que se encontra o PT, como sair de sua propria armadilha? Esta claro que Lula não saira do prisão tão cedo, como pensavam, e esperar que o julgamento da ONU resolva esse caso é mais uma vez acreditar que temos Judiciario imparcial. E mesmo que Lula tenha sido parte das estatégias da campanha, agora o momento é outro…  Em algum momento vamos ter que ir às ruas, com as FFAA no nosso calcanhar e tudo o mais. 

        • Debate público

          O debate sobre o PT, assim como qualquer outro partido, precisa ser público. Os partidos recebem dinheiro público e precisam prestar conta de suas políticas à opinião pública. Essa coisa de partido secreto já era. O fato é que o Diogo tem medo da verdade e o que o professor escreveu e escreve em seus artigos é a pura verdade. A verdade é dolorida, mas tem que ser dita. O que não falta nos blogs são bajuladores. Quem não acita o debate público recomendo que se mude para o partido do Bolsonaro ou para a Maçonaria.

          • Partido secreto…

            Não existe e nunca existiu um partido mais esquadrinhado, em praça pública e permanentemente, do que o Partido dos Trabalhadores. Todo e qualquer debate sobre o PT é público e notório e repercute em Pindorama e no mundo inteiro.

            Mesmo debates inúteis e feitos por inúteis – quando se referem ao PT, evidentemente – ganham ares de teses de doutorado e ou de verdades absolutas (mesmo que não passem de desejos incontidos ou fantasias infanto-juvenis). 

            Nunca houve e nem haverá nada de secreto no PT. Somente néscios, em maior ou menor grau, desconhecem essa premissa básica. 

  11. ….como no filme O Rei Leão,
    O BRASIL NO SEU NORMAL

    No filme O Rei Leão, o velho e cansado pai leão é massacrado e morto pelos “novos” que, de novo tem apenas o vigor e a vontade de matar o velho que tanto lhes serviu…..aliás, tenho me deparado nas redes sociais com pessoas enlouquecidas para ver o Rei Leão…sim, o filme e não Lula nosso Rei Leão….massas imbecilizadas pela superestrutura formada pelos sistema educacional, midiático, penal e religioso sendo retiradas do contato com sua própria realidade e colocadas diante de um espelho espelho estrangeiro.
    .
    .
    Democracia vs golpismo.

    O nosso projeto a longo prazo é o golpismo sempre gradual, sendo este o normal: a exceção é a democracia, que consta na nossa história “republicana” resumida a breves períodos: concessões da classe dominante para evitar que o caldeirão social exploda: foi dentro dessa lógica que permitiram o lulismo até o dia em que quiseram…o seu líder agora é jogado fora que nem bagaço de laranja…
    .
    …desde as Jornadas de Junho de 2013, ponta de partida para o destituição de uma presidente eleita mas impedida de governar até o fim do seu mandato delegado pelo povo, venho observando como na Terra Brasilis os golpes se dão de forma gradual: por aqui, o que não é gradual é a implementação, a longo prazo, de um projeto de país: isso simplesmente não existe: temos uma elite secularmente avessa à democracia, ao progresso e as políticas igualitárias que, como provado está, são exceções: o normal é nossa condição de colônia e relho no lombo da Senzala que, por sua vez, nunca vez aquilo que tem que fazer: rebelar-se…
    .
    ..ou será que ainda acreditam na conciliação de classes como projeto permanente? Lula, que tentou isso, está apodrecendo na cadeia, para usar um termo daquilo que foi eleito para servir de espelho desse pais sem futuro.
    ……
    .
    Do gradualismo de um Brasil que se descontínua e se destrói sem que jamais ultrapassemos a barreira dos 30 anos de democracia.
    .
    : na década de 70 a abertura começou com Geisel, aquele que mandava matar opositores, e terminou em 1985, aliás, em 1988, com a nova CF que, nem chegou aos 30 anos fora enterrada pelo golpe judicial-midiático em que os militares atuaram nos bastidores….
    ..
    .
    No Chile, tão logo houve o golpe, pessoas começaram a ser metralhadas aos montes: no Brasil foi gradual: 4 anos depois, com o AI 5, em 1968…o golpe de 2016 repete em tudo o de 64, em que JK e Lula são acusados de terem triplex e de serem corruptos – a velha cantilena da direita que, quando fora do poder, se torna árdua defensora dos princípios democráticos e republicanos, bem como passa a adotar o discurso do mar de lama como forma de perseguir o governo, tendo para isso o apoio incondicional do conluio midiático-penal.
    .
    …foi esse velho modus operandi que resultaram na exclusão de Lula e JK do jogo político: Vargas preferiu a morte ….2016 + 4 = 2020….no máximo 2021 quando, sob temperatura máxima, o cabo terá que ceder para que o General Mourão assuma: “que Deus tenha piedade dessa Nação…”
    .
    Por qual motivo a nossa casta dominante age assim? O que dá pra vsr é que de bobos não tem nada: de grão em grão enchem o papo e o povo nem desconfia …
    .
    …ah sim: não me esqueço desta frase do Nassif que resume tudo isso: UM PAÍS É AQUILO QUE SUA ELITE QUER QUE ELE SEJA….
    .
    …a frase de Nassif pode ser completada com esta fala de Darcy Ribeiro em entrevista ao Roda Viva: Temos uma elite má, sovina, ranzinza, que não deixa o país avançar…
    ..
    ..
    …diante disso podemos concluir que não haverá saída senão pela ruptura, não que este seja um desejo do povo brasileiro: as elites é que querem guerra …e agora querem como nunca….agora é esperar pra ver se esse povo tem sangue de barata para morrer pisoteado sem reagir….
    .
    … na boa: a gente poderia estar fazendo arte …estudando….vivedo noutro patamar civilizatório mas estamos aqui (pre)ocupados com essa conjuntura do golpe: mais um, não é….então mãos à obra se é este nosso destino….
    .
    .
    Antes que eu me esqueça: este texto teve início numa conversa via Whatsapp com meu amigo Edilson Alves Fitterman, que atuou como revisor.

    Minha gratidão a ele.

  12. Lula tem uma alternativa,

    Lula tem uma alternativa, difícil, mas  necessária.

    Deve fazer uma delação premiada e entregar todos os esquemas, todo o modo operandi, trazer à luz as verdades tão zelozamente escondidas.

    A verdade liberta, senão o corpo, com certeza a sua alma.

  13. Lula estava protegido na Sede

    Lula estava protegido na Sede do Sindicato e resolveu se entregar a PF.

    O momento da resistência era aquele e se perdeu porque o próprio Lula preferiu, como João Goulart em 1964, evitar um banho de sangue. Naquele momento quem sagraria seriam os inimigos do PT. Agora que o Bozo ganhou quem vai sangrar são os petistas. 

    Lula vai morrer na prisão. Não acredito que isso provoque muita reação política, partidária ou popular.

     

  14. A agorah

    O PT esta a espera do julgamento do caso Lula na ONU como se isso fosse mudar muita coisa em relação ao destino de Lula preso. Nem isso, pelo que se vê do STF abraçado aos militares, podemos esperar mais. Por tudo que temos visto, pelas condenações de Lula mal fudamentadas, pela ma-fé daqueles que o condenaram e condenarão, pelo desprezo a Constituição dos mesmos que deveriam defendê-la: ou deixamos de lado slongas vazios e partimos para uma campanha aguerrida e manifestações em todo mundo ou Lula de fato tera seu fim em algum carcere e um dia, talvez, ja que a esquerda vive de esperança historica, seja lembrando como um grande homem de estado que foi.

  15. Não creio que esteja sendo esquecido.
    Enganam-se os q acham q ele está esquecido. Não se apaga uma chama colocando a numa prisão. Ele é visto no mundo todo como preso político e por onde quer q o Bolsonaro for ele será cobrado por isso a ponto do próprio Bolsonaro pedir sua libertação. O Brasil de Bolsonaro não terá mais nada a oferecer para o mundo em pouco tempo a não ser a liberdade do Lula arquivamento dos processos contra Dilma e outros líderes esquerdistas baseadas na prisão por rede de arrastão. A Vitória da direita é uma Vitória de Pirro.

  16. Destino de Lula – contra as mentiras dos que se acomodam

    Eleições 2018: Organizar a Resistência! Elementos de Balanço

      

    ORGANIZAR A RESISTÊNCIA!

    Elementos para o balanço do segundo turno eleitoral de 2018

    Avaliação preliminar apresentada aos companheiras e companheiros do DAP que ainda deverá integrar a discussão nas instancias do partido.

    Com os votos de significativos 32% do total de eleitores, o candidato do PT, Haddad, perdeu estas eleições para Bolsonaro, candidato da extrema-direita, apoiado pela classe dominante contra o PT no 2o turno, com 39% dos eleitores. Mas 29% do eleitorado se absteve, votou em branco ou nulo.
    O primeiro cumprimento que o vencedor recebeu foi de Donald Trump, expressão da expectativa de Washington aprofundar a ofensiva em curso contra a soberania e os direitos dos povos do continente.
    De fato, o resultado, somado à conquista pela extrema-direita dos governos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, num primeiro momento, põe os setores populares e democráticos na defensiva. Já ontem à noite, incidentes levavam intranquilidade à família trabalhadora e aos oprimidos.
    Após o discurso mistificador e contra “comunistas e socialistas” de seu líder, o economista-assecla Paulo Guedes, anunciou a “eliminação dos encargos trabalhistas sobre a folha de pagamentos”, enquanto seus pares banqueiros elogiaram o “funcionamento das instituições” pedindo “urgência nas reformas” (Bradesco), especialmente, como sabemos, a da Previdência.

    É hora de organizar a resistência em defesa dos direitos, de refletir sobre os erros e acertos na luta e, assim, preparar a contra-ofensiva.

    Haddad tinha razão na noite do 2o turno de exortar “a coragem” contra o medo, “estamos aqui juntos”. Mas face ao desastre, não é razoável acenar com “eleições daqui a quatro anos”, uma eternidade que o povo não merece. Nem é inteligente se fixar em “garantir as instituições” – podres, essa é a verdade! -, as quais deveriam ser reformadas de cabo a rabo.
    Afinal, um elemento da derrota eleitoral sofrida, foi a inversão de papéis pelo farsante, que se fez passar por “anti-sistema”, ele, que emerge diretamente do esgoto do sistema que a Constituição de 1988, sempre emendada para pior, manteve: os militares impunes, o Judiciário cúmplice, a representação corrupta e a iníqua desigualdade social.
    Foi das instituições desta Constituição que perseguem o PT há mais de uma década que saiu o golpe do impeachment. Foram elas que puseram Lula na cadeia, para impedi-lo de vencer estas eleições. Cúmplices da manipulação eleitoral fraudulenta desde o 1o turno, as instituições assistiram à coação ilegal dos trabalhadores nas empresas, à orquestração dos TREs e PMs contra nós, a ação também ilegal de certas igrejas, e deixaram impune o crime eleitoral do caixa 2 que financiou a industria de fake news no Whatsapp. Ou não é verdade?
    Não temos muito que esperar desse sistema, como está.
    É hora de organizar a luta contra Temer-Bolsonaro. Já perdemos muito tempo correndo atrás de certas figuras para uma “frente democrática” que não existe – para isso, até se tirou precipitadamente a Constituinte do programa no 2o turno, e nada.
    A única frente que pode e deve existir é a frente em defesa dos direitos sociais e trabalhistas e pela democracia, para abrir caminho para as principais reformas de nosso programa. Não há real democracia sem direitos, nem direitos inteiros sem democracia!

    A situação é difícil, mas não é sem saída

    No dia seguinte às eleições, o Estadão que, de fato, apoiou Bolsonaro contra o PT, reconhecia em editorial que fora “um salto no escuro”, revelando a insegurança dos poderosos com a eleição de “um obscuro parlamentar de discurso raivoso e vazio que apelou aos sentimentos primários”.
    É fato que o PT foi o único dos grandes partidos que sobreviveu ao desmoronamento do sistema partidário, e tem as condições de liderar os movimentos sindicais, democráticos, populares e da juventude. O PT pode e deve combater todas e cada uma das medidas da pauta reacionária, travando o governo Bolsonaro.
    É certo que o PT perdeu 7 milhões de votos, comparado ao 2o turno de 2014. É ainda uma conseqüência de frustrações da base popular em 13 anos de governo com muita conciliação, apesar do legado das conquistas do período que se somaram à perseguição judicial e midiática.
    É preciso, pois, ir mais longe no balanço iniciado no 6o Congresso do PT no ano passado, para reconectar o partido com a base e as periferias, depois de sairmos do fundo do poço que foram as eleições municipais de 2016, quando fomos reduzidos a 40% da representação anterior.
    Agora, ainda assim, o PT manteve a maior bancada na Câmara de Deputados, e vários governos estaduais no Nordeste, uma base de massas e uma trincheira segura para, a partir da resistência, organizar a contra-ofensiva popular. Pois mesmo eleitores do outro, se levantarão quando virem a realidade das suas medidas, e nos encontrarão juntos na luta. À condição de não nos amarrarmos às instituições podres.

    Campanha Lula Livre!

    Nesse sentido, a primeira grande conseqüência prática deste balanço é retomar e colocar na rua uma grande campanha por Lula Livre.
    Nenhum acomodamento cabe com uma situação que não tem nada de normal e cuja maior evidencia, aos olhos do povo, é que o maior líder popular do país, Lula, se encontra injustamente preso.
    Chave da situação, a luta por Lula Livre é, também, a melhor maneira de reverter o antipetismo, em parte ancorado na pauta “anticorrupção” exacerbada pela classe dominante.
    É uma batalha, no fundo, para ajudar a capacitar efetivamente o PT a abrir um futuro de esperança para a nação.

    São estes pontos que submeto às discussões que o DAP e o seu Comitê Nacional organizam após o segundo turno, de modo a ajudar a preparar o partido para a nova fase de dura luta de classes que se abre.

    Não subestimar o inimigo, não cair nas provocações que ele multiplica mesmo antes de assumir o governo, não se deixar levar pelo movimentismo ou protestos inconsequentes, senão, concentrar a energia para a defesa em lutas decisivas.
    Não se eletrizar pelos boatos, mas cuidar da nossa própria proteção.
    Sobretudo, não baixar as bandeiras e jogar toda força na nossa organização, e na organização do povo trabalhador para a resistência!

    29 de Outubro de 2018
    Markus Sokol,
    membro da Comissão Executiva Nacional do PT

    Baixe aqui em PDF

     

  17. Lenga lenga de
    Lenga lenga de sempre….

    Esses daí foram os primeiros a abandonar Luka e correr pro barco do amigaço dos coronéis cearenses e tucano enrustido, como acabou a eleição e o cabditdekes voltou ao nanismo costumeiro, voltaram a antiga onda de bater no PT…..

    Querem o que? Que o PT forme uma milícia e tire Lula a força do cárcere???

  18. VAMOS AJUDAR O PRESIDENTE

    VAMOS AJUDAR O PRESIDENTE LULA, SUA FAMÍLIA E AINDA PRATICAR UM GRANDE ATO DE RESISTÊNCIA

    Todo mundo dizendo que Lula está abandonado, acabrunhado, isolado, sem suporte. Tenho uma proposta singela para execução imediata, a se fazer enquanto os acontecimentos jurídicos não nos permitem agir de outra forma.

    O que mais entristece um pai de família preso, e mais o desespera, é a situação de sua família lá fora. Mais de uma vez já ouvi Lula dizer que seus filhos estão desempregados. Ora, seus bens estão bloqueados, não é isso? É o tipo de problema que deve deixar o Presidente Lula extremamente angustiado, e seus inimigos rindo às gargalhadas. Devem pensar: Liquidamos você, humilhamos você, retiramos até as suas coisas básicas. O tom da juíza que o diga.

    Proponho que o PT coordene uma campanha de arrecadação de fundos, que seja nacional e internacional, que conte com o apoio de movimentos sociais, CUT, sindicatos, UNE, outros partidos políticos que não o PT para arrecadarmos 10 milhões de reais para a família de Lula.

    Será se não existem 1 milhão de pessoas que amam esse homem, e que estariam dispostas a colaborar com 10 reais para esse empreendimento?

    Claro que existem. O problema dessas vaquinhas é que elas normalmente não são bem divulgadas, nunca chegam ao povão. Até mesmo para gente experimentada como nós, às vezes é difícil colaborar. Eu, nas vezes que optei por pagar colaborações na campanha eleitoral com boleto, nunca consegui. Só entrava pelo cartão de crédito. E mesmo assim após vários salamaleques.

    Se for uma campanha bem feita, com empenho de todos nós para sua divulgação, com maneiras fáceis de se realizar a doação, além de ser um fator causador de alegria e tranquilidade para nosso querido Presidente, também será um ato de resistência e oposição contundente.

    Será uma bofetada na cara dos que querem destruir a Esquerda (diga-se PT). Será como se disséssemos: Pensavam que iam destruir o Presidente Lula? Retirar todos os seus bens, jogá-lo na cadeia e liquidá-lo e à sua família? Negativo. Por trás deles há milhões. Achavam que só vocês tinham dinheiro doado pelos irmãos Koch, pelos Institutos Liberais variados, pelas petroleiras?

    Será um ato político de divulgação muito importante. Muita gente ainda pensa, lá no seu íntimo, que Lula deve estar “cheio da grana”. Que o filho dele é milionário. Uma campanha assim, para ajudar a família, terá forte efeito contra essas fake News tão amplamente divulgadas.

    Uma campanha dessas ainda ajudará a chamar a atenção internacional para o caso, coisa que precisamos tanto, de apoio internacional, pois até lá no exterior tem muita gente boa que fica ressabiada em apoiar, já que a acusação contra Lula é de que é um ladrão de bens públicos. Ora, um ladrão não deveria necessitar de campanhas de ajuda para socorrer a família desamparada. Se ele está preso e a família desempregada e sem meios, é porque não era um ladrão assim como está pintado. Entenderam? Tem uma função semiótica de quebrar barreiras de desconfiança.

    Com a palavra o PT, que é o único que tem estrutura para coordenar semelhante campanha, com o nosso apoio.    

    • Mentir

      De onde que você tirou que o professor é cirista. Todo mundo sabe que ele foi ligado a Haddad. Pelas suas posições, se não votasse em Haddad, votaria no Boulos. Mentir é coisa de bolsonarista.

    • Ele agora é futurólogo
      Esse cara deveria escrever no Antagonista. Só escreve criticando o PT, dedica-se exclusivamente a isto.

  19. Fluidez interrompida

    “Dificilmente bases sociais se mobilizam sozinhas. É preciso direção, comando e coragem para que haja mobilizações,”

    Também é preciso ter recursos financeiros, os quais minguaram abruptamente. Entrea as mais variadas origens, a reforma trabalhista foi um dos torniquetes que barraram a fluidez destes  recursos.

  20.  
    Interessante analise de um
     

    Interessante analise de um Professor que,  nao leva em consideraçao o papel da midia, judiciario, MPF/PF e caterva, contra um partido politico desde 2003, todos unissonos em destruir o Lula e PT,  verdade seja dita, ao que pese sua sapiencia, deve ter fumado “maconha estragada” para dizer tantas asneiras, parece um nescio.

  21.  
    Nassif, considero vc um dos
     

    Nassif, considero vc um dos “blogueiros sujos” mais lucido, coerente e perspicaz em toda blogosfera, publicar um artigo desse,  em um momento que a esquerda e progressista vive em uma grande encruzilhada e reves , nao contribui em nada, em seus delirios alucinogenos,  o Professor passa “advogar” em causa da direita que lhe é peculiar. Quem tem um “esquerdista” desse,  nao precisa de inimigos.O  Aldo é uma especie de 5a coluna

  22. O Antagonista ficaria melhor pro Aldo
    Esse senhor só sabe falar mal do PT, é um Cristovam Buarque para consumo da blogsfera de esquerda. Para ele o PT é o culpado da desgraça nacional, a direita não recebe crítica alguma de sua parte. Ele agora parece estar dedicado às previsões futurísticas para 2019, todas nefastas ao PT e Lula, é claro. Talvez consiga uma vaguinha entre os videntes do Fantástico.

  23. Essa sina de Lula é um

    Essa sina de Lula é um daqueles epísódios que só poderão ser compreendidos à luz da história. 

    Mas, a grande verdade é que o brasileiro é acima de tudo um utilitarista, para não dizer um cínico. Somos mais capitalistas e predadores que os americanos, e a massa brasileira sempre foi ingrata e indiferente, só pensa no seu prato de feijão com arroz.

    “Rei morto, rei posto.” A condução coercitiva de Lula foi apenas um teste, e sua prisão não teve a resistência das ruas que se esperava. Com isso, ficou fácil para Moro e o judiciário de exceção perceberem que podem prender qualquer um, que não haverá resistência. Sobre tal aspecto, se Boulos fosse esperto, já devia ir procurando uma forma de sair do país, pois será o próximo.

  24. LULA PRESO E O FUTURO

    Boa noite

    Com o devido respeito, gostaria de comentar o texto de romanelli.

    Você está certo e eu (e outros) não estamos errados.

    Os governos Lula e Dilma foram os únicos que trataram o povão como gente. Talvez seja necessário incluir o governo de João Goulart.

    Se olharmos a história de nossa triste república, os governos do PT foram os únicos que proporcionaram uma melhoria de vida para os miseráveis e pobres. Conheço gente que passou fome e melhorou no governo Lula. A ONU diz a mesma coisa.

    Então, Lula  e o PT devem sr enaltecidos pelo que realizaram. Isso, não se discute.  

    A questão, entre outras, inclusive apontada por romanelli, foram os erros (quem não erra?) mas que foram determinantes para a situação atual: a) a escolha de Dilma, mulher extraordinária e honesta mas sem preparo para enfrentar a crise aberta em 2013 ; b) o distanciamento do sindicalismo (que em São Paulo se aliou à FIESP !!!!) e dos movimentos sociais; a aliança com temer, gedeis, garotinhos e outras desgraças …

    A única alternativa à perseguição ao PT é a moblização massiva dos petistas e simpatizantes. Nesse ano, fui a três manifestações a favor de Lula, inclusive na que ocorreu logo após sua condenação. Havia poucas pessoas. Poucas. Estamos desorganizados e desmobilizados. Essa é a verdade. 

    Os fascistas que chegaram ao poder vão prender Dilma, Pimentel, Haddad e Lula será condenado em todos os processos mentirosos que inventarem. Como ocorreu no nazismo e no stalismo. Que ninguém aposte nos advogados, ONU etc. O que vai contar é o povo na rua. Essa mobilização está difícil mas não podemos desanimar.

    Recordo que em 1982 fiz campanha para o Lula. O lema era “Trabalhador vota em trabalhador”. Que tristeza ver esse homem preso … 

     

    Uma abraço a todos e vamos à luta

     

     

    • Argumentos do esgoto

      Os teus argumentos mostram o que você tem na cabeça Jundui. Pessoas como você desqualificam e desmoralizam a esquerda, se é que você é de esquerda. Ser de esquerda significava debater com respeito e ter argumentos qualificados. Você deveria se juntar à turma do Bolsonaro. Os teus argumentos vêm do esgoto. 

  25. Pelo menos um reparo

    Pelo menos um reparo: a candidatura Lula não foi levada às últimas consequencias. Ele foi substituído por Haddad, por iniciativa do PT, no dia 11 de setembro (sim, nós temos o NOSSO 11 de setembro), antes do prazo legal final. Lula começou a ser abandonado neste momento. E, ao que tudo indica, pelo menos parte do PT quer ele apodrecendo na prisão. Os outros reparos são desprezíveis em importância perto deste, não precisam ser mencionados.

  26. A estratégia crível do ostracismo
    Todo preso, seja lá qual for, tem que seguir a estratégia crível do ostracismo, mais o ego do PT não leva isso em consideração, de modo que a liberdade condicional de Lula está vinculada em dois fatores: turbulência dessa nova oposição e à renúncia irrevogável protagonismo dele. Ou sala da PF tá na constituição?

  27. De boas intençoes o inferno

    De boas intençoes o inferno esta cheio. Espirito de porco do articulista, parece os lunaticos do Duplo Aécio, oops, expresso

    • Espírito de porco

      Se você não tivesse espírito de porco, Maria Aparecida, você apresentaria argumentos qualificados. Mas como você os não tem, só te resta o xingamento, só te resta o espírito de porco. É esse espírito que afunda as esquerdas.

    • Boa!! Gostei ” lunaticos do

      Boa!! Gostei ” lunaticos do duplo expresso” Entrei lá uma duas vezes, os caras deliram, enxergam  inimigos de todos os lados, “viajam na maionesse” camisa de força neles, uns sacripantas, embusteiros que espalham cizania no campo progressista

       

  28. Eu acredito que o nível de

    Eu acredito que o nível de perseguição e criminalização atingirá até comentários de Facebook.

    Cenas de Professores expostos em vídeos no YouTube apenas por citarem a palavra “marxismo” durante uma aula virarão uma rotina diária aceita pela maioria ignorante que se sentiu empoderada pelas fake news do Whatssap. 

    A ignorância irá dominar todas as esferas da sociedade. Clima de caça às bruxas, daqueles em que você não confia nem nos amigos com medo de ser “delatado” por qualquer posição política que manifestar.

    Lula pagou, está pagando e ainda pagará um preço elevadíssimo por sua opção pelos mais pobres. Se eu estivesse nos lugares de Dilma, Haddad e Pimentel, já começaria a procurar locais seguros no exterior para fugir da perseguição política que já se avizinha contra eles. A era das trevas, em vigor desde 2016, se aprofundou e ira se aprofundar ainda mais.

    Um êxodo em massa de pessoas com pensamento de esquerda e centro-esquerda seria uma situação extrema, porém de grande impacto para a normalidade do país que enfraqueceria o golpe e demonstraria ao mundo toda a perseguição do novo governo e seus apoiadores a quem pensa diferente. Pena que não são todos que podem optar por essa saída. Se eu pudesse, não pensaria duas vezes. O Brasil não é mais um país seguro para alguém de esquerda residir. 

  29. Lição

    “A situação de Lula é uma lição dolorida que todos os políticos deveriam aprender: o poder não pode ser arrogante, mas deve ser exercido com prudência, humildade e humanidade. Somente este tipo de poder merece ser glorificado e somente os líderes que assim o exercem se tornam heróis cuja, sua memória, sua lembrança e sua invocação são como uma setas que atravessam os tempos.”

  30. ha criticas e criticas

    Muitas criticas ao mensageiro, mas nenhuma proposta? Ontem comentei esse artigo com uma colega do nucleo do PT e tive como resposta “Lula sabia que isso (sua prisão) iria acontecer” e a pessoa deixou subentendido que o problema é dele e os advogados estão trablhando no caso, “aguardemos o julgmento na ONU”. Se depender de parte desse pessoal, Lula vai apodrecer na prisão.  

  31. Desde o inicio disto tudo

    Desde o inicio disto tudo sempre achei que o Lula deveria buscar asilo . Inumeros países se ofereceram. Porem creio que houve um enorme erro de avaliação do partido.

    Outro erro, este da defesa, é não adotar a tática do  silêncio, ou seja, Lula não responder a nenhuma questão. É evdente que há um pré julgamento, portanto nada mais racional do que expô-lo.

     

     

  32. Lamentável esse PT elitizado.
    Ótimo seu texto!
    Há anos venho discutindo com muitos sobre o caos que se tornaria essa esquerda que apenas posta em redes sociais!
    A cúpula petista e a militância preferiram ficar postando enqanto Lula era perseguido e caçado. Veio a prisão e nada mudou, nem mudará com essa eaquerda elitizada e fica escondida atrás da máquina.
    Um ahow de horror o que acontece com Lula, tudo patricinado pela covardia do PT.

  33. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome