Eis que surge a máquina sombria de triturar liberdades políticas, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Registro aqui toda minha solidariedade aos responsáveis pelo Sleeping Giants Brasil. Não desistam e não se deixem intimidar. Vocês não cometeram nenhum crime.

A jornalista Mônica Bérgamo noticiou que a PF resolveu investigar o Sleeping Giants Brasil, perfil criado para alertar as grandes empresas sobre o uso de suas verbas de publicidade para sustentar internautas que espalham Fake News e estimulam preconceitos raciais, sexuais e políticos.

A notícia já começou a ter repercussão. Em breve essa mutação fascista da Polícia Federal brasileira começará a ser debatida nos EUA e na Europa. Ao que parece a PF já foi transformada num puxadinho do “gabinete do ódio” comandado por um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro.

Não posso deixar de comentar esse assunto. Afinal, o embrião do DOPS federal começou a surgir logo após ao golpe de 2016. Ainda no governo Michel Temer algumas pessoas começaram a ser perseguidas por motivos políticos banais.

Na fase atual, os “policiais políticos” da PF provavelmente acreditam que o crime cometido pelo Sleeping Giants Brasil é muito mais grave do que aquele que me foi atribuído. A defesa da lucratividade dos perfis de bolsonazistas que desinformam a população, estimulam preconceitos raciais/sexuais e inflam a popularidade de Jair Bolsonaro virou uma questão de Segurança Nacional?

No meu caso o DOPS federal fez um Inquérito Policial que foi concluído com quatro imensos volumes. Quando o motivo que acarretou o início da investigação deixou de existir outro foi escolhido pela “polícia política” para justificar a operação na minha casa. No final o MPF jogou tudo no lixo porque nenhum crime havia sido cometido.

Cheguei a processar a União por danos morais, mas não tive sucesso. A Justiça Federal entendeu que a PF pode fazer o que bem entender, inclusive investigar crimes impossíveis ou inexistentes. Minha advogada está tentando levar o caso ao STF. Na pior das hipóteses, caso não tenha êxito, farei uma nova denúncia na Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Ao ver a notícia sobre o Sleeping Giants Brasil lembrei algo importante que ocorreu no dia em que estava na sede da PF em São Paulo. Enquanto esperava a impressão do termo que deveria ser assinado, disse à Delegada que tomou meu depoimento que aquele órgão estava sendo transformado numa máquina de triturar os supostos “inimigos” do novo regime. Em algum momento as coisas sairiam do controle e os “policiais políticos” começariam a extorquir, torturar e a executar suspeitos. Isso já ocorreu no passado.

Infelizmente eu não estava enganado. Registro aqui toda minha solidariedade aos responsáveis pelo Sleeping Giants Brasil. Não desistam e não se deixem intimidar. Vocês não cometeram nenhum crime.

O único fato digno de ser investigado nesse caso é o abuso criminoso que foi cometido pela autoridade que decidiu usar o cargo público para intimidar ilegalmente cidadãos por razões políticas. Em algum momento futuro o responsável por esse IPol (Inquérito Político) se arrependerá do que ele fez, pois a Justiça nunca deixa de fungar no cangote de um servidor público criminoso.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora