Grupo de 48 repatriados da Faixa de Gaza viaja rumo ao Brasil

Avião decolou na tarde deste domingo do Egito; chegada do 11º voo da Operação Voltando em Paz está prevista para a madrugada desta segunda

Aeronave KC-30, que traz 48 pessoas vindas da Faixa de Gaza para o Brasil. Foto: Força Aérea Brasileira

A aeronave KC-30 da Força Aérea decolou na tarde deste domingo (horário de Brasília) do Cairo, no Egito, com um grupo de 48 repatriados da Faixa de Gaza. A expectativa é que a chegada na Base Aérea de Brasília ocorra às 3h20 da madrugada desta segunda-feira (11/12).

O grupo conta com 27 crianças e adolescentes, 17 mulheres (duas idosas) e quatro homens adultos. Entre eles, 11 binacionais brasileiro-palestinos e 37 palestinos.

Logo que cruzou a fronteira entre Gaza e o Egito pelo portão de Rafah, no sábado, o grupo foi recepcionado pela equipe da embaixada brasileira no Egito, embarcado em vans locadas pelo Governo Federal e fez um trajeto de cerca de seis horas de viagem até a cidade do Cairo.

Segundo informações do Ministério das Relações Exteriores, da lista de 102 brasileiros e familiares próximos apresentada aos governos envolvidos para autorização da saída da Faixa de Gaza, 24 tiveram a saída negada, incluindo sete brasileiro-palestinos.

Com isso, alguns familiares dos que não foram autorizados também acabaram desistindo: dos 78 previstos na lista autorizada, cruzaram a fronteira 47.

Desde o início do conflito no Oriente Médio, agora são 1.525 passageiros e 53 animais domésticos repatriados em 11 voos da Força Aérea Brasileira, com três tipos de aeronave.

Cerca de 150 militares e 37 profissionais de saúde se envolveram na logística. Mais de três mil refeições foram servidas em mais de 330 horas de voo sobre 16 países.

Leia Também

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador