Vozes do Silêncio: Sérgio Ricardo, a voz da resistência à ditadura

Entrevista com os filhos Adriana, Marina e João

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TV GGN: Xadrez dos temas que devem ser acompanhados

2 comentários

  1. Sérgio Ricardo é um herói. A minha geração deve muito a ele. Eu era universitário de 69-74. Sérgio tocava e cantava para todos, muitas (mas muitas mesmo) vezes de graça. Sempre estava aberto para conversar, sugerir, criticar e nos ajudar. É um injustiçado, devia haver uma estátua dele. E um cineasta fantástico.
    Eram tempos de medo, poucos se aventuravam a participar. Por favor faça chegar a seus filhos um eterno agradecimento de um admirador de seu talento, de sua coragem e de sua generosidade.

  2. Que maravilha, Nassif! Descontraidamente e talvez sem perceber, você acertou na mosca e produziu um trabalho de entrevista, de resgate, de história e de homenagem nota 10. Que seja esse protótipo de resgate, um constante laboratório para futuros trabalhos. Devo admitir que até achei curto o tempo, por tão agradável que ficou esse presente. Fiquei curioso com o caso, não informado, de censura, que envolveu Agnaldo Timóteo – quis saber mais sobre os tempos de pesquisa no nordeste e do laboratório no Vidigal e, também, sobre todos os casos e causos que se passaram, no decorrer das competentes e altamente profissionais experiências vivenciadas e realizadas pelo grande artista Sérgio Ricardo. Parabéns a todos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome