fbpx
quinta-feira, março 26, 2020
  • Carregando...
    Início Tags Ditadura

    Tag: ditadura

    No dia, 25 de março – Maria Auxilidora Lara Barcellos, presente!

    Ela foi mais uma vítima da política de extermínio da ditadura militar brasileira.

    No dia de hoje, 24 de março – José Jobim, presente!

    O cadáver do embaixador foi encontrado às sete da manhã do dia 24 de março, a menos de mil metros da ponte da Joatinga, pendido de uma corda de nylon do galho de uma pequena árvore.

    No dia 23 de março – Wallace Simonsen e Lucio Bellantani, presentes!

    Foram mais de 400 intervenções apenas no ano de 1964, com depredação das respectivas sedes, prisões, torturas e execuções de líderes sindicais.

    No dia de hoje, 22 de março – Dinaelza Soares Santa Coqueiro, presente!

    É verdade que o seu corpo nunca mais foi visto, mas a luta incessante de Diva Santana, sua irmã, em preservar a memória de Dinaelza, a manteve viva entre nós.

    No dia 21 de março – Alex e Iuri Xavier Pereira, presentes!

    Alex foi morto aos 22 anos de idade e Iuri, aos 23, ambos por ação perpetrada por agentes do Estado.

    No dia de hoje, 20 de março – José Carlos Novaes da Mata Machado, presente!...

    A versão dos órgãos de segurança, publicada no jornal, dizia que ambos haviam sido mortos em tiroteio, por um terceiro militante da organização clandestina, de codinome “Antônio”.

    No dia de hoje, 19 de março – Pedro Alexandrino, presente! 

    Assim como na maioria dos casos da Guerrilha do Araguaia, as circunstâncias de sua morte são absolutamente desconhecidas

    No dia de hoje, 18 de março – Tenório Júnior, presente!

    Em 1986, um dos agentes da repressão argentina, Claudio Vallejos, admitiu à Revista Senhor (n. 270) que entre as dezenas de pessoas que matou pessoalmente estava Tenório Júnior.

    No dia de hoje, 17 de março – Heleny Ferreira Telles, presente!

    Heleny representa um daqueles casos de “desaparecimento total”, onde não há nenhum vestígio sobre o destino da pessoa presa por forças estatais

    No dia de hoje, 16 de março – Alexandre Vannucchi Leme, presente!

    No cárcere, Alexandre foi torturado por cerca de dez agentes, que se revezaram em duas equipes, de modo que ele ficou mais de 24 horas sendo interrogado sob tortura.

    Relembrando o 14 de março – Marielle, presente! Marighela, presente!

    Assim como Marielle, o ex-deputado constituinte Carlos Marighella também foi vítima de emboscada e executado a tiros.

    No dia de hoje, 12 de março – Povos Waimiri e Atroari, presentes! 

    O plano consistia em afastá-los das obras de construção da rodovia BR-174, que ligaria Manaus a Boa Vista, pois era justamente ali que ficavam suas aldeias e ocas.

    No dia de hoje, 11 de março: o massacre na Fazenda Santa Elmira

    O Massacre da Fazenda Santa Elmira se tornou um marco na luta brasileira pela terra, no período pós-Constituição de 1988.

    No dia de hoje, 10 de março – Ezequias da Rocha, presente!

    Ezequias era o proprietário do carro que tinha sido utilizado pelo casal Luís Alberto e Miriam Verbena, cuja morte relatamos no dia de ontem, 09 de março, nesta série.

    No dia de hoje, 08 de março – Dona Elza Joana, presente!

    Em nome da guerreira Dona Elza Joana, elevemos nossos corações e mentes em homenagem a todas as mulheres, mães, filhas, irmãs, amigas e companheiras, que foram tão torturadas pela ditadura militar

    No dia de hoje, 07 de março – Amaro Félix Pereira, presente!

    Acusado de praticar “atividades subversivas”, foi preso pela primeira vez em 1964, em sua residência, quando presenciou sua esposa ser violentada por policiais, o que provocou um aborto.

    No dia de hoje, 5 de março – Margarida Alves, presente!

    Foi a primeira mulher a assumir a presidência do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande (PB) e colaborou ativamente para a fundação do Movimento de Mulheres do Brejo (MMB).

    No dia de hoje, 4 de março – por Lucimar Brandão Guimarães

    Já clandestino, foi preso no dia 26 de janeiro de 1970 e indiciado no Inquérito Policial Militar que havia sido instaurado para investigar as ações da VAR-Palmares.

    Se houvesse Justiça de transição, defensores da ditadura não estariam na vida pública

    Em entrevista à ConJur, a procuradora Eugenia Gonzaga afirma que condutas como a de Bolsonaro podem ser explicadas pelo fato de que o Brasil nunca elucidou os crimes cometidos durante a ditadura. 

    Congresso e STF podres, a jornalista só queria era dar o furo, por Armando...

    A mídia capital sabia que negar a política e a democracia abriria caminho para o fascismo e a derrocada da democracia. Não à toa, os Bozos chamam o povo para a briga para justificar sua ânsia de fechamento do regime.

    Mais comentados

    Últimas notícias