A marcha da insensatez de um país em processo de destruição, por Luis Nassif

É um quadro mais assustador do que o da pós-ditadura. A conta maior não será do Congresso, mas do Supremo. Os principais personagens dessa trama macabra não serão poupados pela História

Há uma ameaça latente ao futuro do país como Nação. O sistema político foi destruído. Há um avanço sistemática das organizações criminosas, controlando espaços cada vez maiores do território. As disputas não são mais entre poder formal e organizações, mas guerras entre elas. Sem a estruturação formal dos partidos, aumenta a influência deletéria de grupos setoriais, como os neopentecostais, ruralistas, mercado. E, a cada dia que passa, o Estado construído pós-Constituição vai sendo desmontado, sob a lógica exclusiva do benefícios a grupos específicos.

Políticas científico-tecnológicos, universidades federais, sistema de saúde, saúde mental, educação inclusiva, tudo é soterrado por visões ideológicas que visam mascarar os grupos de interesse que se apossaram do governo. Na ponta, Supremo se apropria de funções legislativas, o Congresso se perde sem uma voz de comando, órgãos de controle assumem cada vez mais funções policialescas. Sem o papel coordenador de uma liderança, sem o conjunto articulado de ideias de um partido, cada instituição, cada ator vai abrindo espaço a cotoveladas, desmontando qualquer ideia de disciplina institucional.

Onde começou essa loucura auto-destrutiva?

No final da ditadura, o país passava por desafios similares. O sistema bipartidário desmoronava, a herança militar legara um país quebrado, com hiperinflação, moratória; a miséria era avassaladora e visível nos semáforos das grandes cidades, no campo, no interior quebrado.. Havia um oceano de turbulências apontando para uma dissolução do país.

É nesse quadro que emergem algumas lideranças fundamentais. No centro, Tancredo Neves, Ulisses Guimarães, Mário Covas.

Mas o ponto essencial foi o aparecimento de uma nova liderança, o metalúrgico Luiz Ignácio Lula da Silva.

Com um discurso explosivo, e uma ação conciliadora, Lula conseguiu canalizar todas as insatisfações dos abandonados para o jogo político formal.

Leia também:  Os Objetivos do Milênio: o sistema financeiro internacional, por Luis Nassif

Sem terras, sem tetos, sem comidas, sem Estado, a imensa multidão dos desassistidos seria massa de manobra fácil para organizações criminosas, para candidatos a guerrilha. Ao organizar o Partido dos Trabalhadores, Lula deu consistência política às demandas, teve grandeza para aguardar o momento de ser eleito, perdendo eleições sucessivas sem questionar seu resultado e estendendo o papel civilizatório do partido para todos os rincões.

Ao mesmo tempo, criou a possibilidade de uma polarização produtiva, com o aparecimento do PSDB. O partido se estruturou como uma alternativa racional das classes médias intelectualizadas contra a esquerda não radical representada pelo PT.

Quando explodiu a crise internacional, tem 2008, tornou-se mais nítida a grandeza de Lula. Tornou-se um símbolo internacional da tolerância, da busca da paz, um pacifista do nível de um Mandela, um Ghandi – conforme reconhecimento internacional.

Para manter a coesão nacional, talvez tenha cedido mais do que devia. Manteve uma política cambial e monetária corrosivas da industrialização, para não afrontar o mercado. Não avançou na reforma fiscal, para não afrontar os ricos. Não avançou nas comissões da verdade, para não afrontar os militares. Mas, nas frestas abertas pelas negociações, conseguiu implementar alguns dos programas sociais mais relevantes da história. Mudou a face do Nordeste com a transposição do São Francisco e a política de cisternas. Mudou a face das universidades com as políticas de cotas. Com o aumento do salário mínimo e o Bolsa Família abriu um caminho inédito de inclusão social e de redução das desigualdades.

Leia também:  TRF-1 derruba afastamento de diretores da ANEEL e da ONS

Seu sucesso, especialmente a partir da crise de 2008,  levou a uma deterioração do jogo político, e a deterioração da democracia por outros atores, incapazes de contrapor um discurso eficaz. No mensalão, o Ministério Público Federal julgou que poderia ser poder autônomo. Com a morte de Mário Covas e Franco Montoro, o PSDB caiu nas mãos de Fernando Henrique Cardoso, Aécio Neves e José Serra. Ao mesmo tempo, sem saber como enfrentar a competição trazida pela Internet, a mídia passava a exercitar cada vez mais o jornalismo de guerra, o discurso de ódio. E trouxe o PSDB consigo.

Ex-presidentes são ativos nacionais. São políticos com influência em suas bases para ajudar o país em momentos de tempestade. Na França, Miterrand foi alvo de acusações, mas preservado por uma questão de realismo político.

No auge do mensalão, quando o Ministério Público Federal exercitou pela primeira vez seus músculos, visando a desestabilização política, vários ex-presidentes saíram em defesa da normalidade institucional – José Sarney, Fernando Collor e Itamar Franco. O único que ficou de fora foi Fernando Henrique Cardoso.

Terminadas as eleições de 2014, sabia-se que era questão de tempo para haver alternância de poder. Mas, quando Aécio Neves deu a senha para o golpe, deu a largada para o desmanche institucional do país. Nos meses seguintes, as passeatas contaram com a participação entusiasmada de Aécio, Serra e FHC.

Dali em diante, puxado pela Lava Jato, a democracia foi estuprada, com participação direta do Supremo Tribunal Federal (STF). Submetido a lideranças mais interessadas no enriquecimento financeiro do que em mudar a República, o PSDB perdeu substância.

Leia também:  Objetivos do Milênio: o multilateralismo e o novo protagonismo do Estado-Nação, por Luis Nassif

Com a destruição do papel mediador de Lula, a perseguição implacável a que foi submetido e a anomia histórica de FHC, criou-se um vácuo político, quebraram-se as barreiras do sistema de freios e contrapesos e, a partir dali, começou a desintegração do país. Primeiro, ao se permitir a ascensão da mais suspeita organização política pós-democratização – o centrão de Michel Temer, Eduardo Cunha, Eliseu Padilha, Geddel Vieira Lima. Depois, com o grande mercado de negócios que se abriu com o desmonte, estatais sendo leiloadas, políticas sociais destruídas, em um estouro da boiada típica de países que destruíram suas referências políticas, sem colocar nada no lugar.

Hoje se tem o país com recordes mundiais de morte por Covid, uma política econômica errática que assusta o mercado, o avanço das organizações criminosas por todos os poros da República, sem nenhum referencial racional para impedir o desmanche.

É um quadro mais assustador do que o da pós-ditadura. E a conta maior não será do Congresso, mas do Supremo Tribunal Federal. Os principais personagens dessa trama macabra não serão poupados pela história.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

53 comentários

  1. Covas, Lula e Brizola ( na 1.a foto fiquei na duvida que poderia ser Montoro, mesmo apostando Brizola) 40 anos de Redemocracia. 40 anos de Mediocridades. (‘De onde se espera que nada venha. É exatamente de onde não vem’. Barão de Itararé). Este Projeto de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista, produzido pelo Golpe Civil Militar de 1930 é perpetuado pelo Nepotismo Pária dos Familiares do Ditador e seus Satélites Lacaios. O Revisionismo Histórico tentará transformar merda em ouro. O Fascista Getulio Vargas substituído pelo Nazista Eurico Dutra (parceiro de Golpe) substituído por Jango (Familiar) substituído pelo 1.o Ministro Tancredo Neves (Familiar) substituído por Juscelino Kubscheck (factóide da República de Juiz de Fora. Braço Politico de Tancredo). Tudo isto sempre defendido a partir do RS, berço do golpe, por Leonel Brizola ( Familiar). Militares impedem a derrocada final do Motim. Então no retorno olha Tancredo Neves (familiar), de novo, exigindo sua vez na Presidência !!! Substituído por Itamar Franco (factóide da República de Juiz de Fora. Braço Político de Tancredo) O que representava Itamar, fora uma Caricatura? Tudo isto defendido ainda por Leonel Brizola (familiar) para a chegada à Presidência de Aécio Neves (familiar). E estamos na lamentável Realidade Brasileira de 2020, com os Satélites Párias do Fascismo (UNE, USP, OAB,.. Década Ditatorial do Caudilho Fascista de 1930. Coincidência?) defendendo a “volta” desta Farsa Redemocrática? Pobre pais rico. Como Fracassados fizeram fracassar uma Nação, ainda pergunta Nassif? Como, Nassif?! Mas de muito fácil explicação. (P.S. 1930/2020. Mas a culpa, esta, deve ser dos outros. De Trump talvez)

    6
    89
      • Esse camarada joga em qual time???? Atira em tudo e em todos. Para os lados, para frente, para trás, para cima e para baixo. O estilo é o mesmo em todos os seus “intermináveis e editoriais” comentários. Apresenta linguagem(quase) cifrada, no intuito de demonstrar sapiência. O comportamento é antigo…

        28
        1
    • “…Getúlio Vargas : em seu segundo mandato presidencial, rompeu com os setores hegemônicos da classe a qual pertencia e deu curso a uma inconclusa transição para o campo popular e anti-imperialista….inclui Jango, pelas mesmas razões, e por sua força política…” Altman: Sobre o lugar histórico de Lula
      Nos últimos cem anos, a esquerda só produziu três grandes líderes políticos com influência e protagonismo: Prestes, Brizola e Lula, e só o petista chegou à Presidência.
      Por Jornal GGN -27/10/2020. Como o Revisionismo Histórico dos Satélites produzidos por Governo Fascista de 1930 (UNE(38), OAB(30), USP(34),…) levou à Santidade do Pai dos Pobres, sob a proteção e acobertamento de João Jango Goulart, Tancredo Neves e Leonel Brizola, o tal Torturador Assassino Fascista, comandante de FILINTO MULLER, que arquitetou e planejou juntamente com sua Família Lutero e Bejo Vargas e seus Capangas e Assassinos de Aluguel, Alcino João do Nascimento e Gregório Fortunato, o assassinato de Carlos Lacerda. Mudou tanto em seu “Segundo Mandato”, não é mesmo Altman?! O Pai do Trabalhismo Brasileiro e referência da Esquerdopatia Tupiniquim, juntamente com Jango e Brizola !!! 90 anos cavando a latrina. E não chegamos ao fundo. Por que será? Discutamos um pouco mais sobre FILINTO MULLER sob o comando e complacência de GV, Dutra, JK, Tancredo, Jango, Brizola, Alzira Vargas,…Ou a covardia da Censura. Pobre país rico. Como fracassados fizeram fracassar uma Nação? Como? 1930 / 2020. Mas de muito fácil explicação.

      • Meu caro, você precisa fazer umas sessões com um psicanalista ou consultar um psiquiatra para ver que remedinhos tarja preta você precisa tomar para se livrar desta obsessão que tem tem por Getúlio Vargas.
        Ou você é descendente de algum oligarca, de algum PRPista ou, se não fosse pelo tempo, teria querido alguma coisa com GV e ele te desprezou.
        A menos que vc tenha aí uns 120 anos de idade.
        Te cuida hein! Tudo tem jeito.
        Até você.

        • MMDC : “…Ou você é descendente de algum oligarca, de algum PRPista ou, se não fosse pelo tempo, teria querido alguma coisa com GV e ele te desprezou.
          A menos que vc tenha aí uns 120 anos de idade…” Estamos no site de Notícias ( Matérias e Cometários) que culpam uma Sociedade Colonial Escravocrata de 300 anos atrás pela situação brasileira atual? Só para saber. Mas não é Fatalismo e Vitimização da Elites Esquerdopatas que transferem seus crimes culpando o passado. Golpe Civil Militar de Getúlio DORNELLES Vargas, Fascista (1930/54) Gaspar Dutra, Nazista cúmplice do Golpista, devolve o Governo ao Fascista (1946/51), Juscelino Kubscheck ( Presidente da República 1946/61. Luta ao lado de FILINTO MULLER nas Tropas Federais Fascistas contra a Revolução Democrática Paulista de 1932 que exige Constituição e Legalidade) Factóide da República de Juiz de Fora de Tancredo. Tancredo Neves (1.o Ministro 1961 /62) Familiar do Ditador Fascista GV. Tio de Francisco DORNELLES/Por anos, Presidente do PP de Maluf, também primo de Aécio Neves. João Jango Goulart (Presidente da República 1961/64). Cunhado do Ditador Fascista GV. Farsante Redemocracia (1984) Tancredo Neves ‘novamente não largando o osso’. Familiar de Ditador Fascista GV. Apoiado desde a década de 1930 por Leonel Brizola (PTB. 1947/2004. Defendendo o Ditador GV), cunhado de Jango, concunhado do Ditador Fascista GV. Itamar Franco (Presidente da República. Factóide da República de Juiz de Fora de Tancredo. Inicia sua carreira política no PTB :”… O PTB foi fundado na cidade do Rio de Janeiro (no então Distrito Federal) em 15 de maio de 1945, sob a inspiração e fundação de Getúlio Vargas,…”), fora Aécio Neves (quase Presidente da República. De lamentável biografia. Apoiados por Satélites da Ditadura Varguista UNE (1938), OAB (1930), USP (1934) de José Serra, FHC, Paulo Renato, Michel Temer, Aluísio Nunes Ferreira, Luiz Fleury Filho, José Dirceu, José Gianotti, Covas,…(coincidência?) Legislações Fascistas do Códifo Civil e Legislação Trabalhista baseada na Carta del Lavoro do Fascista Mussolini. Mas o Brasil Atual, nada tem a ver com o Projeto Ditatorial Fascista criado a partir de 1930. É apenas o Fatalismo Esquerdopata. abs.

    • Que doideira é essa? Impressiona, até, mas os incautos, os desprovidos de qqrs informações, conhecimentos mínimos da história recente. Os “pineus” poderão sentir inveja. O mais espantoso de tudo, acrítico, acrítica ao momento atual e ao logo antecedente a este. E daí?

    • Tanta “sabedoria” não pode ser de estudos reais durante a vida. DEVE ter feito alguns “cursinhos” nos “esteites”, coomo a MAIORIA dos “jornalistas” brasileiros que conseguiram DESTRUIR todo o sistema Político do Brasil. Aliás , parece ser esta a função da “grande ” imprensa Brasileira.

  2. Bela análise.
    Contudo não acredito que podemos vincular a conta de nossa desgraceira de forma individualizada em qualquer de nossas instituições.
    Nosso maior problema,e quando digo nosso,é nosso mesmo,estamos incluídos nele,refere-se a dignidade e a hipocrisia.
    Nenhum de nós,por mais indignados que estivéssemos quando dos absurdos promovidos contra o presidente Lula,para ficar no exemplo mais famoso,nos dispusemos ao sacrifício sequer para manifestações vigorosas de rua e,até,nos oferecermos para ser presos junto com ele. O máximo que ocorreu,e foi importante,foi o acampamento próximo a PF do Paraná.
    Hipocrisia porque assim como disse o ex-marqueteiro do PT,o caixa dois era,e ainda é,uma instituição não política,mas financeira,utilizada nos mais diversos setores.
    Hipocrisia porque,parece evidente,existe uma grande chantagem nas mais diversas instituições do Brasil,comandadas pelas longas garras dos falcões do norteque,de posse de dcoumentação que comprova essa cultura do caixa dois e,no caso do Supremo,muito provavelmente do compadrio com bancas de advogados,forçando assim a decisões que rasgam completamente a biografia de seus ministros.
    A saída,ainda que muito dolorosa,seria ,talvez,um perdão generalizado.Zerar o jogo e tirar essa influência externa maligna.
    O problema está em quem teria essa grandeza política de assumir os pecados e ainda convencer a ser perdoado.

    16
    5
    • Vladimir ; Realmente a Pátria da Hipocrisia e da Surrealidade. “…Hipocrisia porque assim como disse o ex-marqueteiro do PT,o caixa dois era,e ainda é,uma instituição não política,mas financeira,utilizada nos mais diversos setores…” Hipocrisia porque pegaram somente o ‘Bandido Preferido’ de alguns? O Criminoso que se elegeu defendendo acabar com o Crime que cometeu, usando do Cargo a que foi eleito? O censo de caráter e justiça de alguns, estabelece outro patamar de realidade !! Pobre país rico. Nassif pergunta como Fracassados fizeram fracassar uma Nação? É inacreditavelmente óbvio. Mas de muito fácil explicação.

      4
      24
      • Perguntar não ofende,vamos combinar.
        Por acaso mestre,você se utiliza da mesma fonte que abastecia a casa de Rodrigo Janot? Quando ele abria a torneira,os Ministros do STF ficavam com o cú no ponto.

  3. Ontem fui ao supermercado, dos dois tipos de carne que compro, uma subiu de 20 reais o kilo para 40, e outro de 30 para mais de 60,00, a pasta de dente que o dentista me recomendou para tratamento subiu de 16 para 22,00…..isso é uma situação bombática……
    Quanto a Lula, seu papel seria o oposto, de denunciar o julgamento parcial a que está submetido pelos lojistas adoradores do rabudo-tinhoso-filho-do-cão, faria um favor ao país ao expor a farsa em que o pais mergulhou……

    37
  4. Naqueles tempos os industriais peso pesado conduziam com visão e rumo indústria e País, Antonio Ermínio de Moraes, Bardella, Klabin, e outros.

    11
    3
    • Caro Hugo

      Agora quem dita o rumo são os financistas. Só produzem estrago, concentração de renda e miséria. O prof.º Ladislao Dowbor tem uma livro excelente sobre isso (A Era do Capital Improdutivo). Se não pusermos um cabresto no mercado financeiro, ele irá extinguir a vida no planeta

      18
  5. e nessa nossa republica bananeira alguém está preocupado com o julgamento da história? aliás se tem uma coisa que a maioria daz zelite experta brasileira não tem capacidade de fazer é uma leitura da nossa estória.

    36
  6. Precisamos tomar as ruas,sem perder o bom senso. Se deixarmos como está não teremos futuro. Essa estória de que a História não os absorverá não cola, porque a isso não dão a menor importância.

    24
  7. O Haiti era aqui.
    Agora Chicago também é aqui.
    Antes se costumava dizer, pejorativamente, que o Brasil ia se transformar num Bolivião.
    Mas o povo boliviano nos deu um belo exemplo do que é ser um povo, e nós não vamos mais nos transformar num Bolivião. Que pena.
    O Brasil vai acabar antes de se ter tornado alguma coisa.
    E, é forçoso dizer, ainda bem.

    19
  8. “Governar é abrir estradas”.
    Frase atribuída a um ex-presidente dos tempos das oligarquias do “café com leite”.
    “Governar é abrir negócios” .
    (com o patrimônio e as necessidades essenciais públicas).
    Frase apócrifa dos governos neoliberais subordinados ao poder financista e p(l)utocrata do braZil de hoje.
    (e aos seus superiores do lado de cima do equador ®”Chico”).
    Evidente que isto não pode dar certo, “não tem futuro”!
    E este é o problema: desde sempre, exterminam o futuro…
    Sugando por dentro, como larvas de vespas, o presente da grande maioria deste país.
    Que é, indiscutivelmente, um dos 3 ou 4 mais privilegiados do planeta.
    Mas disputa índices sócio-humanos africanos.
    Um país tão privilegiado que aguenta predação feroz e contínua há mais de 5 séculos!
    E ainda é privilegiado!
    Mas há quem diga (por ex.) que tal ritmo da devastação pode até gerar por aqui um “Saara” …
    “E daí”?!
    Será que esta meRdíocre p(l)utocracia braZileira conseguirá façanhas como essa?
    Infelizmente serão capítulos para as próximas gerações.
    Aquelas que descendem de nós.
    “E daí”?! Bis (®S.Dumont)

  9. O mito das Nações, de Patrick Geary

    As origens medievais levam a figura do Rei não ao território. Na Europa feudal após a contenção das invasões escandinavas (ninguém mais chama de vikings), maometanas, húngaras e asiáticas (mongóis) pelo séc. X aquilo que o ocidente conceituou como Nação era disputada entre Habsburgos e Bourbons. Seus territórios políticos eram descontínuos. O Brasil suportaria tal fenômeno? Uma nação lulista, outra evangélica, outra ruralista quem sabe alguma miliciana? Principados farialimers?
    Nem todos os gatos são pardos. Sim a tendência é a “pardalização” dos gatos, mas como dizia os chineses, o que importa é que os gatos peguem os ratos. Vale lembrar, Nassif, que após a invasão napoleônica da Península Ibérica a América Espanhola que tinha 3 vice reinos se conformou em 17 países, em 17 estados nação e a América portuguesa que eram 2 vice reinos (Maranhão e Brasil) foi unificado pelos Bragança em um Estado que permanece até hoje a despeito do imperialismos europeus e ianque. Lembro também que Moçambique e Angola deixaram o mundo colonial … na metade da década de 70 do séc. XX !!!!
    Qual segredo desses lusitanos?
    Enfim, o Brasil começou como Estado (vide Maria Odila “A interiorização da Metrópole…”) e a nação foi se formando com o menino Pedro II, a partir dos 5 aninhos. Com o fim da escravidão aquele Estado se desintegrou no ano seguinte uma quartelada (verdade seja dita) e alguns anos depois Euclides da Cunha é testemunha histórica de Canudos. Nas profecias encontradas com Antônio Conselheiro ele previa que a “Praia será Certão” e o “Brasil será contra o Brasil, a Inglaterra será contra a Inglaterra” e fim…
    Joaquim Nabuco disse que “Os Sertões” é o Genesis da nação brasileira, mas nem nas universidades se lê a obra. A favela canudense desceu para as metrópoles do sudeste e em pleno séc. XXI poderá renascer a Jerusalém de Taipas. Conselheiro, Padre Cícero, quem virá anunciar o apocalipse nos celulares 5G ?
    Confio que minha pátria é minha língua. O Brasil não será puritano mas continuará no rumo de ser universal (católico em grego) com sua culinária, música, literatura, arte futebolística e generosidade popular. Divide et impera não dá certo aqui. Temos uma missão a cumprir. Unidade Brasil!

    • Foi a mídia que atolou o pais nesse besteirol ideológico ao longo de decadas. É bso ver o que um por um desses Kamel, Leitao, Sardenberg, etc, fizeram nos veroes passados. Qualquer critica às privatizações, la vinha a ladainha, “comunismo, Cuba, Venezuela”. Qualquer critica ao desmonte dos Direitos Sociais, mais do mesmo vinha, “comunismo, Cuba, Venezuela”.

      Até mesmo depois dos 7 x 1, quando a Dilma fez um comentário que era quase um truismo, que o Brasil virou exportador de jogadores, a mídia fez festa com o comentário pretensamente espirituoso do Aecio Neves ironizando uma suposta intenção de criar a “futebras”…

      Ou seja, esses preconceitos tolos, essas baixarias todas, NÃO FORAM criadas pelos nem para os boçalnaros.

      Nem mesmo a tal “pauta moral”.

      Aqui no Rio, figuras como Cesar Maia, ainda na prefeitura, com pretensões nacionais, nao ficava um dia sequer sem defender a estratégia de se entrincheirar em “valores” conservadores mínimos. Quem quiser se dar ao trabalho de revisitar a newsletter dele verá.

      Ou seja, os remanescentes dos porões, os torturadores e matadores, se juntaram com os fanáticos religiosos, num primeiro momento, e depois incorporaram o discuso da meritocracia e do “liberalismo” tupiniquim, que estava prontinho esperando, com raiva dos Direitos Humanos e tudo.

      Não é casamento de conveniência, sao almas gêmeas.

      Como eu venho dizendo há algum tempo, o baixo clero é que assumiu a cabeça de chapa da coalizão a que eles SEMPRE pertenceram e foram cativados.

      13
    • Foi a mídia que atolou o pais nesse besteirol ideológico ao longo de decadas. É bso ver o que um por um desses Kamel, Leitao, Sardenberg, etc, fizeram nos veroes passados. Qualquer critica às privatizações, la vinha a ladainha, “comunismo, Cuba, Venezuela”. Qualquer critica ao desmonte dos Direitos Sociais, mais do mesmo vinha, “comunismo, Cuba, Venezuela”.

      Até mesmo depois dos 7 x 1, quando a Dilma fez um comentário que era quase um truismo, que o Brasil virou exportador de jogadores, a mídia fez festa com o comentário pretensamente espirituoso do Aecio Neves ironizando uma suposta intenção de criar a “futebras”…

      Ou seja, esses preconceitos tolos, essas baixarias todas, NÃO FORAM criadas pelos nem para os boçalnaros.

      Nem mesmo a tal “pauta moral”.

      Aqui no Rio, figuras como Cesar Maia, ainda na prefeitura, com pretensões nacionais, nao ficava um dia sequer sem defender a estratégia de se entrincheirar em “valores” conservadores mínimos. Quem quiser se dar ao trabalho de revisitar a newsletter dele verá.

      Ou seja, os remanescentes dos porões, os torturadores e matadores, se juntaram com os fanáticos religiosos, num primeiro momento, e depois incorporaram o discuso da meritocracia e do “liberalismo” tupiniquim, que estava prontinho esperando, com raiva dos Direitos Humanos e tudo.

      Não é casamento de conveniência, sao almas gêmeas.

      Como eu venho dizendo há algum tempo, o baixo clero é que assumiu a cabeça de chapa da coalizão a que eles SEMPRE pertenceram e foram cativados

    • Lucinei

      Muito feliz sua oportuna lembrança do papel do oligopólio de mídia nesta “marcha da insensatez de um país em processo de destruição”.

      Não devemos esquecer jamais o papel destacado e nefasto das Organizações Globo neste processo de destruição social.

      Para mais informações sobre o papel da mídia venal e da Rede Globo nesta marcha da insensatez, recomendo a leitura do mais recente livro de Jessé Souza, “Guerra (Híbrida) Contra o Brasil”.

  10. Por isso que eu digo: quem puder sair desse país, que saia o mais rápido possível. Para aqueles que terão de ficar, apenas as trevas os aguardam.

    O brazel já era. Acabou.

    13
    2
  11. Para mim, esse momento mágico que vivemos é uma obra perfeita do senhor sérgio fernando moro. Os outros são coadjuvantes.

    8
    1
    • Há outros atores fundamentais. Teori talvez seja o mais significativo. Efetivamente, o golpe só se inicia com sua ação contra Delcídio, em novembro de 2015. A partir desse fato, os demais vieram de roldão. Além disso, tudo o que Moro fez, em todos os momentos, ele foi o único que poderia barrar. A principal questão jurídica (a vara de curitiba ser a vara do fim do mundo, verdadeiro buraco negro, que a tudo absorve e chama para si) nunca foi ao plenário do SFT. Zé Eduardo é o outro ponto a ser analisado com lupa em história futura. De outro lado, Moro não existiria sem a Globo.

  12. País em processo de desindustrialização, desgovernado por uma famiglia de milicianos, filhos amantes de armas, rodeados por gangsters e traficantes de drogas dos condomínios do Rio de Janeiro. Classe média boçal escravocrata esperando ser salva por um Luciano Huck, aquele que financia iate de milhões com juros camaradas, cerca suas ilhas, violando a legislação Ambiental (que virou piada agora), usa relógios milhares de dólares e posa de justiceiro social nas redes. Cidadão comum, como eu, sem emprego, sem plano de saúde, sem educação para os filhos. Que belo futuro! Não tenho ilusão, se não tomarmos as ruas, NADA vai acontecer.

    10
  13. STF responsável(com supremo e tudo….2ºjucá)concordo.Surpreende é as FFAA!A questão do armamento é preocupante,vindo ainda os cassinos vendendo ilusões……….

  14. Não serão poupados pela história, que já foi descortinada por vazamentos, vídeos, falas e atos. O pior e mais temeroso é se serão poupados pelas inevitáveis convulsões que virão, de parcelas da população faminta, frustrada, injustiçada, irada e graças ao fechar de olhos supremos, até ARMADA.

  15. Que se dane a História, com perdão da grosseria. Para todos os que pertecem às instituições que nos jogaram no horror desta barbárie é , sem esquecimento e sem perdão. Todos e cada 1 devem pagar mesmo depois de mortos.

  16. “Lula deu consistência política às demandas, teve grandeza para aguardar o momento de ser eleito, perdendo eleições sucessivas sem questionar seu resultado e estendendo o papel civilizatório do partido para todos os rincões.
    Nassif, concordo com quase tudo que você disse. O papel que a grande mídia desempenhou com Lula é um dos capítulos mais grotescos da história moderna brasileira. O PT sempre foi PT, ou é PT ou não é nada. Não vamos nos esquecer que o partido não assinou a Constituição, tão defendida por você. Não vamos nos esquecer que o PT apoiou o impeachement do Color e no outro dia foi ser oposição a Itamar. Não vamos nos esquecer que se dependesse do PT o Plano Real teria dado errado. E… não vamos nos esquecer da turma que hoje cerca o Lula, que tem a inenarrável Gleisi Hofman com presidente do Partido. Esse é o problema do PT, ou é PT, ou não é nada. Hoje, a força política mais forte do Brasil é o antipetismo. Acredito que na Argentina seja o kirshenerismo. E veja o que fez a Cristina. Abriu mão da cabeça de chapa para voltar ao poder. O PT não tem essa capacidade. Para o PT nem o antipetismo existe. A síntese do que é o PT é a eleição municipal de São Paulo. Ao invés de abraçar o Boulos e ir com tudo pra cima de Russomano e Covas, vai apostar suas fichas em… Tatto. Percebe, Nassif? Não descarto de na última hora, ULTIMA HORA, o partido chutar o Tatto e abraçar o Boulos, mas… só na última hora… quando isso não fizer mais a menor diferença. Ainda essa semana o Lula disse que se o Ciro tivesse apoiado o PT o Bolsonaro não teria ganho. Viajou muito o ex-presidente. E essa história de que o partido precisa de candidatura própria, representatividade, não cola mais. Ou o PT assume outra postura ou vai ser isso mesmo. Não há a menor chance do PT voltar ao poder agora, a menos que abra mão de seu protagonismo. Porém, enquanto o partido estiver na mão de quem está, não existe a menor possibilidade. Ou é PT, ou não é nada.

    7
    5
    • E o plano Real deu certo? Em 1998 todos falavam em desvalorização do Real e FHC disse que se o Lula ganha-se a eleição ia fazer isto. O resultado foi que FHC ganhou, o FMI tomou conta do país emprestando 40 Bi para o Brasil não entrasse em insolvência e FHC fez a maxi-desvalorização quebrando as empresas brasileira e os empregos. A conta final foi o apagão elétrico por que o país já estava apagado, as rodovias esburacadas e o nordeste em convulção.

      12
      1
  17. Os ministros do STF não podem ser poupados pela história Nassif? Mas de forma alguma podem ser poupados em vida. Eles e a turma miliciana e talibâ terrosita que nos governa precisa continuar vivendo, e vivendo muito tempo, para que possam usufruir de uma punição exemplar, muito mais dura do que a imposta aos empresários e petistas nessa marcha da insensatez.
    Só acredito em futuro com essa banda podre toda presa, julgada por corte internacional por crimes contra a humanidade e em prisão estrangeira, além de proibida de pisar em território nacional por qualquer motivo.

  18. Faltou mencionar as insanas políticas econômicas neoliberais, apoiadas pela mídia patrocinada pela cleptoplutocracia a partir do calote eleitoral do início do segundo mandato da Dilma. Localiza-se na falta de respostas de políticas públicas aos anseios da população por melhores serviços públicos, ao invés da Copado Mundo, nas manifestações de 2013. Os políticos e a mídia patrocinada pela cleptoplutocracia resolveu denominar de anseios difusos. Agora temos o aprendiz de Satanás e seus demônios destruindo p Brasil.
    Nem seu anterior porta-voz fardado o aguenta mais: https://www.correiobraziliense.com.br/opiniao/2020/10/4884811-memento-mori.html

    5
    1
  19. O pecado crucial Nassif sabe e não pontuou.
    A escolha de covardes foi da linha majoritária do pt, nunca houve um plantel tão velhaco no stf.
    O índice Gini tb é um ponto fraco da admiração petista, que passou despercebido por causa da transferência de renda, mas um indicador sóbrio da falta de lastro na redução da Belindia.
    Dói ver que Lula aplaude melar investigação demitindo policiais.
    Fiz tudo que podia por Haddad em 2018, e continuarei fazendo por falta de escolha, mas sem grandes expectativas.

    2
    1
  20. O pecado crucial Nassif sabe e não pontuou.
    A escolha de covardes foi da linha majoritária do pt, nunca houve um plantel tão fraco no stf.
    O índice Gini tb é um ponto fraco da admiração petista, que passou despercebido por causa da transferência de renda, mas um indicador sóbrio da falta de lastro na redução da Belindia.
    Dói ver que Lula aplaude melar investigação demitindo policiais.
    Fiz tudo que podia por Haddad em 2018, e continuarei fazendo por falta de escolha, mas sem grandes expectativas.

  21. Em breve Bolsobaro será ex-presidente, um ativo nacional …
    O STF foi “provacado” , entrou na política por ação ou omissão dos políticos.
    No fim o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva não tinha razão , os eventos tem uma forte tendência de piora.

  22. Tanta “sabedoria” não pode ser de estudos reais durante a vida. DEVE ter feito alguns “cursinhos” nos “esteites”, coomo a MAIORIA dos “jornalistas” brasileiros que conseguiram DESTRUIR todo o sistema Político do Brasil. Aliás , parece ser esta a função da “grande ” imprensa Brasileira.

  23. Rapaz, Queria que o Zé Sérgio me desse o endereço da “lojinha” onde ele compra. Essa é da boa. A brisa dele não passa nunca. Rsrsrs

  24. Zé Sérgio, será que você poderia me passar o endereço da “lojinha” onde você compra? Que Maravilha rapaz, a brisa não passa nunca. E que viagem. Rsrs

  25. […] Inicia-se, aí, uma fase inédita do Judiciário, na qual ditadores latino-americanos são condenados em cortes europeias, direitos fundamentais são consagrados nas cortes internacionais, definem-se os crimes contra a humanidade, nos órgãos multilaterais criam-se secretarias de defesa dos direitos.Leia também:  A marcha da insensatez de um país em processo de destruição, por Luis Na… […]

  26. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome