O discurso de Jandira Feghali na defesa de Dilma

“Primeiro um operário, agora uma mulher. Insuportável para vocês”, disse a deputada, apontando a motivação do pró-impeachment, e anunciou: “Guerra é guerra!”
 
 
Jornal GGN – A deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ) saiu em defesa da presidente Dilma Rousseff, na sessão plenária da Câmara desta terça-feira (15), em discurso após o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmar que vai “até o final para cassar essa mulher que não devia chegar à Presidência”, referindo-se à Dilma.
 
Em mais de oito minutos, Feghali anunciou guerra à oposição radical, que defende o impeachment da presidente. “A luta política está colocada. Guerra é guerra! E guerra na política significa arregimentar forças, ter a convicção, porque a luta é nas ideias, não é nas armas mais não”, disse, dirigindo-se à Bolsonaro, e completou afirmando que não tem medo e que não vai se calar.
 
Jandira Feghali frisou a defesa de se respeitar a biografia de Dilma e do ex-presidente Lula, o que segundo ela é “insuportável” para a oposição o fato de “primeiro um operário, agora uma mulher” no comando do país. 
 
“Dilma Rousseff tem uma biografia muito melhor do que muitos que aqui levantam a posição do impeachment. Aliás, tem muitos investigados e denunciados aqui, que não deveriam ter coragem de levantar essa placa, de confrontar a história e a honestidade da presidenta. E, muito menos, por trás disso, tentar atingir a imagem do ex-presidente Lula”, disse. “O ex-presidente é um homem honrado, foi o melhor presidente que esse país já teve! E vocês não suportam, vocês não suportam a ideia de que Lula não tenha que responder a nenhum delito, isso para vocês é insuportável!”, defendeu.
 
 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

JANDIRA: NÃO NOS CURVAREMOS

O discurso de Jandira em defesa da trajetória da Esquerda que calou a oposição na Câmara. Um bom dia para quem é de luta!

Posted by Jandira Feghali on Quarta, 16 de setembro de 2015

 
Leia a íntegra do discurso da deputada no Plenário da Câmara, nesta terça (15):
 
Jair Bolsonaro: Eu vou até o final para cassar essa mulher que não devia chegar à presidência.
 
Jandira Feghali: Em primeiro lugar, eu quero repelir as acusações ao deputado que teve todas as acusações arquivadas e sua inocência provada. Isso significa que, de fato, este Congresso se rebaixou politicamente, ao tentar utilizar esse tipo de argumento. E não adianta que o conforto do deputado Bolsonaro, de representar aqui os torturadores, e que nunca quiseram ouvir a voz dos comunistas, só que enquanto tivermos democracia em votos, comunistas vão falar nessa Casa.
 
Segundo lugar, presidente, é a segunda vez que vou recolocar aqui que quem faz política tem lado. E, nesse momento, a primeira referência nossa de lado é a democracia brasileira. A democracia brasileira admitiu, depois de muita luta, de muita morte, de muito suor, de muita tortura, de muitos agentes de Estado que torturaram e mataram, a democracia não admite mais tribunal de exceção. Não admite mudanças de paradigmas para o julgamento de agentes do Estado. Não admite, nesse momento, em nenhum delito da presidência da República, que algo seja imputado a ela. 
 
Essa questão de ordem que aqui não deveria ser admitido, e foi, é mais do que um sinal de sensatez ou ética, é um sinal de desespero. Vocês querem de todo o jeito acelerar um processo que não tem condição de ser acelerado. Porque não há base técnica, jurídica e nem política para que essas coisas aconteçam. O outro lado que nós temos aqui, para além da democracia, é o lado do projeto. 
 
A presidente Dilma Rousseff é de fato uma biografia invejável. Uma mulher de combate, uma mulher séria, guerreira, que não sucumbiu aos torturadores, e que hoje está na Presidência da República pelo voto popular. Isso de fato incomoda muito. Mas incomoda também o projeto que ela representa, que é o projeto de mais Estado, mais políticas públicas, de não privatização de órgãos públicos importantes como a Petrobras, de aumento do emprego, de aumento de renda, que é um processo que nós vamos ajudar a construir esse país. 
 
Primeiro um operário, agora uma mulher. Insuportável para vocês, insuportável.
 
E eu aqui não me dirijo à toda oposição. Porque dentro dela há pessoas sensatas, que tem história democrática nesse país. Me dirijo a esse setor mais radicalizado, mais angustiado, que não consegue tolerar a divergência e a democracia. 
 
De fato, tentar emplacar agora um processo de impeachment não tem outro nome, é golpe. Se vocês dizem “xô CPMF”, a gente diz “xô, golpe”. Porque aqui dentro não passará e nas ruas muito menos. Não se enganem com pesquisas de opinião, de apoio de 7%. As pessoas podem estar insatisfeitas com o problema do emprego, de uma economia em crise, mas quando se fala de democracia, o Brasil não aceitará intervenção militar ou qualquer tipo de golpe. Porque isso não faz parte da história democrática brasileira. 
 
Não existe mais tradição, família e propriedade. Aliás, tentaram agora reeditar. Quando eu vi o editorial da Folha de S. Paulo na capa do jornal, coisa que há muitos anos não se vê, um editorial que dá um ultimato à presidenta: ou é a minha agenda, ou saia do poder. Nós fomos buscar o Correio da Manhã do golpe de 64. O editorial também veio para capa para ameaçar João Goulart. E eu gostaria que vocês se mirassem não em 64, mas em 61 na campanha da legalidade, que foi a hora que o povo se levantou para obrigar a posse de João Goulart, o que era democraticamente justo. Aliás, Brizola faz falta num momento como esse. 
 
E digo mais, nós aqui não temos nenhuma dúvida de que nenhum processo andará, porque é um processo da política e é um processo técnico-jurídico. Eu sei que muita gente da oposição, que saiu do Centrão na Constituinte Federal e formou o PSDB tinha lá, de fato, e muitos já citaram, o Mário Covas. Aliás, o busto de Mário Covas está na entrada deste prédio. Alguns aqui não deveriam olhar para ele, porque é desrespeitar de fato a história de Mário Covas o discurso golpista que parte do PSDB faz na Casa e neste Plenário. 
 
Eu tenho muita confiança, muita convicção, de que esse processo vai ser superado. Porque aqui, o que o Brasil quer de nós, não é uma atitude responsável. Atitudes golpistas que não responde a um dos pilares da democracia que é o Parlamento brasileiro. Se nós não respeitarmos a democracia aqui, quem respeitará mais?
 
Nós queremos o que? Fechar esse Congresso? Nós queremos ganhar o povo com as atitudes mais antidemocráticas? Por que não aceitar o resultado das urnas? A eleição acabou, a eleição acabou minha gente. Dilma está eleita, como Lula foi eleito. A eleição se extinguiu, aceitem o resultado! Parem de gritar e espernear, pela soberania popular do voto!
 
Nós precisamos agora é realçar as biografias políticas e a contraposição de projetos. Dilma Rousseff tem uma biografia muito melhor do que muitos que aqui levantam a posição do impeachment. Aliás, tem muitos investigados e denunciados aqui, que não deveriam ter coragem de levantar essa placa. Não deveriam ter a coragem de confrontar a história e a honestidade da presidenta Dilma Rousseff. 
 
E, muito menos, por trás disso, tentar atingir a imagem do ex-presidente Lula. O ex-presidente é um homem honrado, foi o melhor presidente que esse país já teve! E vocês não suportam, vocês não suportam a ideia de que Lula não tenha que responder a nenhum delito, isso para vocês é insuportável!
 
Sabe por que? Porque ele não saiu das escolas privadas, não saiu do berço de ouro, ele saiu do chão da fábrica! Isso para vocês é insuportável! E não adianta tentar calar, porque eu não vou me calar, eu não tenho medo de vocês.
 
Aqui, cada vez mais se mostra que a expressão da elite não suporta a ideia de que um operário governou bem esse país. Foi elogiado no mundo inteiro, teve relação com o mundo inteiro, e mudou uma estratégia de não submissão aos Estados Unidos, mas de uma rearticulação estratégica com os países da África e da Ásia. Vocês não suportam. Se não, teríamos até hoje a ALCA submetendo este país a todas as vontades econômicas, culturais e de patentes dos Estados Unidos. 
 
Não tem nada a ver. Vocês, radicais, porque eu não estou falando para todo mundo, repito, acho que tem muita gente honrada, nesse canto aí do Plenário. Vou dizer a vocês o seguinte: a luta política está colocada. Guerra é guerra! E guerra na política significa arregimentar forças, ter a convicção, porque a luta é nas ideias, não é nas armas mais não, viu? Agora é nas ideias, na mobilização popular e na vitória da democracia brasileira! Golpe não! Impeachment não! Nossas armas estão na luta popular, e nós iremos fazê-la com altivez, dignidade e convicção. 
 
Se querem apurar os crimes, apurem de todos. Porque enquanto o senhor Aécio Neves, enquanto o senhor Anastasia, enquanto o senhor Aloysio Nunes são citados, não tem manchete no jornal. Precisa ter! Que se apure tudo, e que se defenda a democracia!
 

23 comentários

  1. Já passou da hora de os

    Já passou da hora de os políticos da base realmente aliada partirem para a ofensiva.

    É impressionante como o clima criado pela mídia deu protagonismo à nulidades como os Bolsonaros (toda a fauna), Aécio, Cunha, Carlos Sampaio, Caiado et caterva.

    A política hoje está no nível mais baixo do qual presenciei em toda a minha vida (menos de 4 décadas).

    Como disse Feghali, guerra é guerra.

  2. Maravilhosamente SENSACIONAL !!!!

    Que honra saber que temos no Congresso essa corajosa Jandira!  Estou arrepiada!  Quanta diferença!  Diante dela, como se tornam pequenos esses pseudo deputados, já conhecidos por todos nós!  Ela lavou minha alma! 

    • o teu finalmente espero não

      o teu finalmente espero não queira dizer que ela seja a primeira.. não é…. temos muitas mulheres de fibra na politica  hoje  e incrivel que estejam muitas no PCdB…. Manuela Dávila….Vanessa Grazziotin…a própria presidenta ,  grandes nomes de peso e de talento político, e também integridade moral… Engraçado reaparar que as mulheres que se destacam na política são muito honestas , muito mais do que os homens.

  3. Parabens, isto é atitude de

    Parabens, isto é atitude de parlamentar de verdade, sinto vergonha sw ver que os parlamentares do meu estado (Am), não tem nem 5% da atitude guerreira desta mulher, isto sim é uma verdadeira guerreira amazona, fazendo em um parlamento contaminado por atitudes golpistas um discurso de defesa da democracia e do voto vencedor, 95% dos discursos de odio são pelo fato de que uma mulher está no comando.

    Bola pra frente, Jandira voce é a verdadeira “mulher de fibra”;

  4. Excelente

    Parabéns a esse blog por dar visibilidade a um discurso elevado e corajoso dessa deputada extraordinária como Jandira Feghali. Dar espaço a quem não tem voz na mídia só é possível em Blogs que lutam por um país  democrático ilhado por Mídia Reacionária  e políticos golpistas que querem reduzir nosso país a republiqueta de bananas.

  5. Bazófias

    Uma deputada da extrema esquerda confrontando um deputado de extrema direita. São bazófias. Precisamos é de solução, união, superação. Jandira, suba na tribuna e diga o que se deve fazer!

  6. Guerra

    A guerra hoje é de extrema complexidade.

    Guerra psicosocial.

    Guerra cibernética.

    Guerra quente com topas no solo.

    Guerra de idéias que saiu dos panfletos e jornais e está na internet.

    E muitas outras.

    Mas Guerra é Guerra.

    Como diz o dito popular, na guerra e no amor,vale tudo.

    Na minha visão dos confrontos atuais, quando as pessoas normais os percebem eles já foram decidios há muito tempo. A velocidade dos acontecimentos é vertiginosa e na minha opinião, poucos, muito poucos estão preparados para eles. Exigem uma atenção e um preparo absurdo, mais do que um velocista de 50 metros, o governo que se prepare, pois do outro lado estão a elite mais bem preparada da terra, com um número ínfimo de participantes, mas com um poder de fogo de dar inveja.

    Mas são os cidadãos do planeta contra meia duzia de privilegiados, que se toparem arriscar tudo, pode ser que fiquem sem nada.

    Eu negociaria.              

  7. Uma mulher de coragem, uma

    Uma mulher de coragem, uma deputada como deve ser. Deu nome aos bois.

    Uma pergunta para o Nassif: por que em todos os posts polêmicos, no alto da lista estão sempre os piores comentários, os mais machistas, reacionários, ou dos reclamões permanentes?

    • Você é que decide!

      Oi Zuleica,

      Na verdade somos nos que escolhemos quais comentários aparecem primeiro. Abaixo do campo comentários existe duas alternativas; mais antigos primeiro ou mais recentes primeiro.

      É só escolher e salvar a opção.

      Agora, tem o fato também dos trolls que vivem de olho e mandam seus comentários de forma a aparecer muitas vezes – como o velhote liberal, que alías vivia no Blog da Cidadania ate´que foi expulso de lá e veio viver por aqui – ai ou vão aparecer “mais recentes ou mais antigos”.

      Abraço

  8. FALOU TUDO,HOMEM É ASSIM ACHA

    FALOU TUDO,HOMEM É ASSIM ACHA Q MUITAS MULHERES

    SÃO MOLENGAS E QUEREM DEITAR E ROLAR,RESPEITEM

    NOSSA PRESIDENTE E NÃO QUEIRAM FAZE-LA UMA GENÍ

    FOMOS PARIDOS POR ELAS,VÃO PRA CIMA MULHERADAAAA!!!

  9. apoio

    A Integridade de Jandira é  uma referência  política  hoje. Merece apoio e credibilidade…como Dilma, é  uma mulher de coragem. ..discurso coerente. ..fala por mim!

  10. Discurso de Jandira Feghali

    Os “políticos mais corruptos” do nosso CONGRESSO NACIONAL, são os que querem o “afastamento” da nossa Presidenta DILMA… Mas, que moral eles têm pra fazer isso? Primeiro, eles têm que responder a todas as acusações que lhes são feitas todos os dias nos meios de comunicações. “Eles” atacam nossa Presidenta DILMA porque não existe nenhuma acusação contra ela, não responde por nenhum processo, nenhum “indício”, nenhuma “suposição”, porque ela é uma pessoa honesta e não dialoga com CORRUPTOS… SE A PRESIDENTA DILMA NÃO GOVERNAR, NINGUÉM GOVERNA!

  11. Franqueza e realismo

    Sempe que posso estou lendo discursos de Jandira Fhegalli. Xará de minha mãe, não dita meias palavras e não as deixa sem compreensão. Somente se esqueceu(?) de dizer que LULA não nasceu no MORUMBI, por isto não é aceito pela ELITE brasileira.

  12. Discurso

    Sempre me simpatizei com ela, uma mulher de fibra, corajosa e objetiva nas ideias. 

    Acho que o formato deste discurso serve de exemplo a muitos parlamentares do PT que não tem o mínimo de conficção para afrontar estes imbecís, mau lavados que usam a tribuna para atacar a nossa presidenta. É preciso mais garra, mais coragem… a apática destes deputados me incomoda e é bom que acordem, pois podem ficar de fora dos próximos pleitos. O avanço dos golpistas está a velocidade plena e interminável, não dão tréguas, mesmo sem o mínimo fundamento, enquanto que a base governista continua tímida, recuada. Usto é uma guerra, não dá pra recuar!

  13. Jandira Feghali maravilhosa!

    Jandira Feghali, obrigada por representar bravamente o pensamento da coerência, da clareza e da intenção honesta em meio a essa desfaçatez golpista toda!! Muito obrigada mesmo! Aplaudo você de pé!!! E não pare!! Com certeza temos milhares e milhares de pessoas lhe aplaudindo nesse momento! Obrigada!

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome