Operação Green Eagle – depois da greve é hora de recolher os espólios, por Victor Saavedra

Foi então que veio a ordem, diretamente de Langley, na Virgínia, Assumam o controle e mantenham o discurso de renovação do Brasil. É preciso divulgar o seguinte lema: – “Se os três poderes estão corrompidos, que comece a purga e acabe essa farra de dar voz aos bandidos”.

Rio de Janeiro - Desfile cívico-militar em comemoração ao Dia da Independência , na Avenida Presidente Vargas, centro do Rio. Na fot,o a pira com o Fogo Simbólico da Pátria. (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Operação Green Eagle – depois da greve é hora de recolher os espólios

por Victor Saavedra

Inesperada e violenta, assim foi descrita pela esquerda a reação do Governo à greve geral que paralisou parte do Brasil no dia 14 de junho.

Precisa e necessária, assim foi chamada pelos que foram dormir na noite de sexta-feira mais tranquilos, pois a ordem havia sido restabelecida e os artífices da balbúrdia dormiriam na cadeia.

A desculpa ideal, assim os interlocutores gringos indicaram a seus pares, que aproveitaram o pedido de restabelecimento da ordem pública para mobilizar as forças nacionais e derrubar um sistema corrupto, onde olavistas e uniformados disputavam cada segundo das lives do capitão.

Não foi o bastante levar o ex-juiz para o jogo do Flamengo e mostrar-lhe que o povo gritava seu nome, sua renúncia estava assinada desde que começaram os vazamentos de certas conversar por aplicativos, e mesmo que o presidente se recusasse a aceitá-la, a cada instante a situação estava se tornando insustentável.

Mal sabiam quem estava por trás de tudo isso, afinal… quem teria a capacidade técnica de invadir os celulares de promotores e juízes, ou quem sabe até de presidentes? Afinal, em nome da proteção do petróleo foram incentivadas revoltas, golpes e revoluções em todo o mundo durante décadas?

(Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Uma esquerda atordoada, por perder diversos de seus líderes na noite do dia 14, agia rapidamente para denunciar as prisões ilegais e arbitrárias, por exercer o que consideraram seu direito legal de manifestação contra uma reforma que no final das contas ninguém conhece de verdade, sequer o tal Ipiranga.

As negociações com um congresso incontrolável estavam novamente desgastadas por conta daquele jornalistazinho inglês ganhador de prêmios, que novamente vazava documentos…

Leia também:  O silêncio dos culpados, por Rui Daher

OPERAÇÃO GREEN EAGLE

Foi então que veio a ordem, diretamente de Langley, na Virgínia, Assumam o controle e mantenham o discurso de renovação do Brasil. É preciso divulgar o seguinte lema: – “Se os três poderes estão corrompidos, que comece a purga e acabe essa farra de dar voz aos bandidos”.

Ninguém esperava muita resistência e, fora aquela turminha de esquerda que tem amigos fora do Brasil, grande parte da população apoiou e defendeu a volta dos militares, ainda mais porque surpreendentemente a ação foi rápida. Bastou um par de horas e tudo havia acabado.

(Antonio Cruz/Agência Brasil)

O capitão foi rendido dormindo, no quarto de visitas do Palácio, e enviado ao condomínio no Rio de Janeiro, onde deveria aguardar suas ordens jogando truco e pôquer com seus vizinhos…

O segundo em comando assumiria imediatamente as funções, já era hora de voltar à normalidade e deixar que um General liderasse a mudança necessária para estimular a economia e a geração de novos empregos, acabando com jabuticabas que impedem o progresso do país.

Ninguém reclamou quando certa estatal foi privatizada, e houve até quem defendeu a introdução de tecnologias norte-americanas no pré-sal. Mais questionado foi o fim da venda de aparelhos chineses, que por anos se consolidaram como alternativas acessíveis no mercado brasileiro de celulares.

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Agricultura ganhou um grande impulso com o fim dos confrontos em territórios antes reclamados pelos indígenas, agora sob a tutela do CTDA, Comando Territorial de Desenvolvimento Agropecuário.

Os investimentos em infraestrutura, relegados a um segundo plano durante os últimos anos, foram retomados de forma intensiva, principalmente com a construção de presídios federais e a federalização de diversos crimes, como a formação de organizações criminosas e o crime de difamação dos valores pátrios, onde se enquadraram muitos ativistas online, universo agora monitorado pela ABIN.

Leia também:  Herói, por Ricardo Salles

Na Europa um tal de Jean W foi extraditado, baseado nessa lei, depois de denunciar o desaparecimento de seu suplente e seu marido, que muitos davam por morto depois que foi visto por policiais entrando sozinho no complexo da maré, no Rio de Janeiro.

O chefe da guerrilha de esquerda segue preso em Curitiba, mas sem direito a Bom Dia, Boa Tarde ou Boa Noite, já que um perímetro de 4 quilômetros, onde está suprimido o direito a reunião, foi estabelecido ao redor de todas as sedes policiais no território nacional.

Os jornais agora devem ter uma versão em inglês, o que estimula o desenvolvimento dos jovens, melhora a formação dos que trabalham como jornalistas (ainda não foi restabelecida a obrigatoriedade do diploma), e impede que grupos mal intencionados queiram difundir informações deturpadas como se fossem notícia.

De acordo com o Governo Federal ainda serão necessárias muitas mudanças para que o Brasil retome seu rumo e acabar com as sangrias no orçamento federal, mas o primeiro passo foi dado com os bilhões economizados com o pagamento de corruPTos legisladores, que abusaram da nação e agora, de cabeça baixa, tentam manter algo da liderança perdida.

Para os que sobreviveram ilesos restaram o Facebook e o Twitter, monitorados, para compartilhar gatos fofos e bênçãos no Brasil acima de Todos e Deus acima de Tudo. Ah, o direito à posse e porte de armas foi abolido, não seremos vítimas de mais uma organização terrorista marxista.

(Antonio Cruz/Agência Brasil)