O tamanho da crise da Petrobras

Preparado pelo consultor legislativo Paulo César Ribeiro Lima, o documento “A situação econômica e operacional da Petrobras” é um bom roteiro para entender a situação da Petrobras e discutir as próximas etapas.

Resultados da Petrobras

Em 2009, com o preço do barril em US$ 58,2 a Petrobras praticou preços acima do mercado internacional, com lucro líquido consolidado de R$ 29 bilhões; em 2013, com o barril a US$ 91,54, preços abaixo e o lucro líquido foi de R$ 23 bilhões.

Para 2015, o trabalho prevê um lucro líquido de R$ 29 bilhões, mesmo com preços baixos de petróleo.

Os dados desagregados

Em 2013, a receita total foi de R$ 304,9 bilhões e o lucro líquido consolidado de R$ 23 bilhões. Com os altos preços do petróleo, Exploração e Produção apresentaram altos lucros e Abastecimento grande prejuízo.

  • Exploração e Produção R$ 42,2 bilhões,

  • Abastecimento R$ (17,8) bilhões,

  • Gás e Energia R$ 1,387 bilhão,

  • Bicombustíveis R$ (254) milhões,

  • Distribuição R$ 1,843 bilhão,

  • Área Internacional R$ 3,775 bilhões,

  • Corporativo R$ (8,013) bilhões e

  • Ajustes R$ (215) milhões.

Em 2009, o quadro foi outro, com lucro líquido consolidado de R$ 29 bilhões..

  • Exploração e Produção, lucro de R$ 19,6 bilhões,

  • Abastecimento, lucro de US$ 13,3 bilhões.

Com base nesses números, para 2015 o trabalho estima um lucro de aproximadamente R$ 30 bilhões para a Petrobras, assim divididos:

  • Exploração e Produção de R$ 23 bilhões, admitindo-se um custo de extração de US$ 15 por barril,

  • Abastecimento de R$ 7 bilhões, supondo-se que, em 2015, a diferença a maior entre o preço praticado no mercado nacional e no mercado internacional seja metade da diferença ocorrida em 2009.

Ou seja, mesmo com a queda do preço internacional, o lucro de 2015 poderá ser similar ao de 2009, período de preços baixos de petróleo, “caso sejam mantidos os preços da gasolina e do óleo diesel ao longo de 2015”.

Custo de produção

O custo de extração de petróleo pela Petrobras é da ordem de US$ 15 por barril. Com cotações mais elevadas, o pagamento da participação governamental passou para US$ 17 por barril. Caindo as cotações, reduz-se também a participação estatal.

Segundo o trabalho, somada a participação governamental e outros custos gerais, o custo de produção de petróleo da Petrobras é da ordem de US$ 28 por barril. O custo de refino, mais US$ 3. No total, US$ 31 por barril. Com as cotações em US$ 56 por barril, a lucratividade média será de US$ 25 por barril.

O pré-sal e o PNG 2014-2022

Com a descoberta do pré-sal, entre 2002 e 2012 os investimentos da Petrobras multiplicaram-se por dez. Em 2012, ela respondeu, isoladamente, por 10% da Formação Bruta de Capital Fixo. De 2012 a 2015, a cadeia do petróleo e gás deverá responder por 60% dos investimentos previstos para o setor industrial.

Em 2013 os investimentos foram de R$ 98 bilhões, contra R$ 79,8 bilhões em 2012.

O PNG (Plano de Negócios e Gestão) 2014-2018 demandaria US$ 44,8 bilhões de empresas parcerias, nas atividades de exploração e produção no Brasil. Na área de Abastecimento, estavam previstos US$ 38,7 bilhões, incluindo os projetos da Refinaria Abreu e Lima, o primeiro trem de refino do Comperj e a construção de 45 navios de transporte de óleo e derivados (Promef). Na área de Gás e Energia foram previstos US$ 10,1 bilhões; na área internacional US$ 9,7 bilhões, dos quais 92% para exploração e produção. Para biocombustíveis, US$ 2,3 bilhões de investimentos para etanol e biodiesel. Na área de Distribuição, mais US$ 2,7 bilhões.

O PNG definiu algumas pré-condições para garantir o financiamento desses investimentos:

  • manutenção do grau de investimento;

  • retorno dos indicadores de endividamento e alavancagem aos limites em até 24 meses;

  • alavancagem (relação dívida/patrimônio líquido) menor que 35%;

  • dívida líquida/EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) menor que 2,5 vezes.

  • ausência de emissão de novas ações;

Para garantir o financiamento dos projetos em implantação, mais os projetos em licitação, US$ 182,2 bi seriam provenientes de geração operacional de caixa e desinvestimento; US$ 9,1 bilhões do uso de caixa excedente; US$ 9,9 bilhões da reestruturação dos modelos de negócios e US$ 60,5 bilhões, ou US$ 5,6 bilhões por ano de captações.

E aí e esbarra na perda do grau de investimento pelas agências de risco, quando acelerou os investimentos e não cumpriu com as metas acordadas de redução do endividamento.

O rating da Petrobras

O PNG da Petrobras (período 2014-2018) indicava fluxo de caixa positivo, antes dos dividendos, a partir de 2015.

As metas de redução do endividamento não foram cumpridas. Com novas descobertas de campos gigantes, a empresa pisou novamente no acelerador e no 3o trimestre de 2014 a alavancagem passou a 43% e a relação dívida líquida/EBITDA para 4,63. Esses dados levaram a agência Moody’s a tirar o grau de investimento da companhia.

Mas, por outro lado, os investimentos permitiram a descoberta de volumes recuperáveis de 28 bilhões de barris equivalentes de petróleo apenas na província do pré-sal.

A crítica do trabalho vai por ai. O grande ativo da Petrobras são esses volumes recuperáveis. Mas na contabilidade entram apenas como custos, sem contabilização no patrimônio líquido da companhia como ativos.

A partir dessa constatação, o autor questiona o cálculo de alavancagem por se basear em um patrimônio líquido irreal.

Questiona também a comparação com outras petrolíferas, tendo em vista que a descoberta do pré-sal exigiu grandes investimentos com a consequente redução do lucro líquido.

O valor real dos ativos da Petrobras

O trabalho constata que a integração das atividades de produção, refino e distribuição assegura boa margem de lucro à Petrobras.

Supondo-se um barril de petróleo a US$ 50, o custo de produção de um litro de diesel é de R$ 0,60 e seu valor no mercado internacional é de aproximadamente R$ 1,35 por litro.

O principal fator de barateamento do diesel são os grandes reservatórios, não especificamente as refinarias. É a sinergia entre todos os ativos que garante a rentabilidade.

Justamente devido a essa integração, o analista questiona a avaliação de mercado pelas metodologias convencionais.

Por exemplo, o cálculo do ativo se baseia em uma análise do seu fluxo de resultados, ou VPL (Valor Presente Líquido). A refinaria Abreu e Lima está contabilizada por US$ 18 bilhões. Pelo cálculo do VPL, seu valor seria de US$ 6 bilhões, o que poderia gerar uma baixa contábil da ordem de US$ 12 bilhões.

Mas se levar em conta a sinergia decorrente da verticalização da Petrobras (reservatório de Marlim, navio de transporte, dutos, Terminal Suape, Refinaria Abreu e Lima etc), “é possível que se conclua que esse conjunto de ativos está subavaliado, uma vez que os derivados produzidos terão um custo muito menor que o valor de venda, o que geraria um altíssimo valor presente líquido – VPL”.  

143 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

altamirano

- 2015-03-25 11:44:52

Faltou a tabela do ROE

Faltou a tabela do ROE (retorno sobre patrimônio)

Retorno sobre Patrimônio (ROE-"Return On Equity")(Lucro Líquido/ Patrimônio Líquido)AnoROE200918,29%201011,47%201110,10%20126,45%20136,77%2014??

 

maurici Aazevedo.

- 2015-03-24 18:49:16

Assunto para refletir...

No balanço da companhia chega-se , ou  se conclui, que o valor da Petrobrás beira aos 150 bilhões de dólares. Enquanto, as reservas de petróleo no pré-sal, segundo os próprios analistas norte-americano, valem  cerca de 6 trilhões de dólares. Fica fácil entender a estratégia de separar uma da outra e reinar. Esses caras, não gostam mesmo do Brasil ou, esse cara!

Luís Henrique Donadio

- 2015-03-24 17:25:02

Texto todo em caixa alta =

Texto todo em caixa alta = uma bela dose de Rivotril.

Você me dá remédio pra dormir e termina dizendo "acordem"?

Luiz Carlos Ramos Cruz

- 2015-03-24 14:19:20

Este sr ( Serra, erra erra ),

Este sr ( Serra, erra erra ), devería, no mínimo, na cadeia...

altamirano

- 2015-03-23 17:40:13

Avaliando o gerenciamento da Petrobras

Severino, avalie o seguinte quadro :

 

 

o gerenciamento da Petrobras é bom ?

(2014 não tem balanço publicado devido à ....)

LUIZ - SOROCABA

- 2015-03-23 17:33:51

Ué  ?  Por que será ?? Porque

Ué  ?  Por que será ?? Porque só aos estrangeiros a compra dessas ações está franqueada  ?? Não teremos por aqui alguns milhões de patrícios que tenham algum dinheirinho guardado por debaixo do colchão e que, somados, conseguiriam comprar a maior parte das ações PETR  ??

Eita xenofobia anglo americana grassando nas mentes nacionalisteiras. A culpa é das estrelas.

altamirano

- 2015-03-23 15:57:10

O que é Capice ? que língua é

O que é Capice ? que língua é essa, italiano do "Rei do Gado" ?

Não seria Capisci ???

 

Para alguns a Nígeria é mais estratégica que o Brasil ( lá a Petrobras vendeu as reservas de Petróleo ao Amigo André Esteves - BTG Pactual - por 1,5 Bilhão de USD quando valiam 3,5

Zé Roberto

- 2015-03-23 04:11:25

Eu também

Apliquei na petrobrás 90% do que possui em renda fixa, e estou pensando em aplicar mais...

Tenho certeza que vou ganhar, e muito.

altamirano

- 2015-03-23 00:56:58

citação de Confúcio ( 551 a.C. – 479 a.C)

Três frases de Confúcio para refletir sobre os problemas do Brasil atual, ditas há mais de 2500 anos

- O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros

- Somente os sábios e os estúpidos é que não mudam suas opiniões.

- O homem que fica no alto da colina com a boca aberta esperará um longo tempo até um pato assado caia nela.

azzisem

- 2015-03-22 21:09:54

Filho vai estudar estudar a

Filho vai estudar estudar a cadeia do Petróleo, reflita e depois posta outra coisa.

Yacov

- 2015-03-22 20:12:26

TOLOS !!    O PETRÒLEO ainda

TOLOS !! 

 

O PETRÒLEO ainda será a principal fonte de energia do mundo por muitas décadas e séculos, talvez. A grande maioria dos países desenvolvidos dependem da queima de CARVÂO para mover suas economias, pois não tem 80% de sua economia movida a energia HIDRELÈTRICA como tem o BRASIL, que se tornou agora um grande produtor de petróleo, e a queima do petróleo é muito menos poluente e degradante que a derrubada de florestas para fazer carvão, que é insustentável.

 

Sim, a queima do PETRÒLEO também é altamente poluente e teremos que fazer essa transição para energias limpas, mas não creio que isso se dê no curto nem no médio prazo. Se dará a longo oulonguíssimo prazo, capice!?!

 

"O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES - O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS"

Yacov

- 2015-03-22 20:03:52

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... Coxinhas têm gordura TRANS na cabeça, mesmo. É muito simples meu amiguinho coxinha: Porque a Nigéria não é o BRASIL e não tem o seu potencial de LIDERANÇA numa região muito estratégica e RICA, sobretudo de LACAIOS, como é a AMÈRICA LATINA. Capice ?!?

 

"O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÂO & GOLPES - O que passa na REDE GLOBO DE SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS"

altamirano

- 2015-03-22 19:41:43

Azzisem, somos bons

Azzisem,

somos bons produtores de commodities,de juros e de corrupção..as fontes de energia hídrica não tem água( ate o Pinguelli, hoje, diz que é necessário efetuar um racionamento de energia "preventivo"), as nossas reservas de petróleo só serão exploradas quando tivermos sondas e plataformas( Sete Brasil ? será ?), para as demais fontes faltam planejamento e investimento em linhas de transmissão...

Sobre os Brics: a Rússia não enfrentou problemas na Ucrânia( ela invadiu a Ucrânia, é diferente!); a China não enfrentou protestos em Hong Kong(esmagou apenas); o problema do Brasil não sao os acordos, sao as contas publicas e a contabilidade criativa do ministro M...A

Enquanto ficamos discutindo ideologias, a Coreia saiu do terceiro mundo para o primeiro sem Pré-sal(sem petróleo nenhum!), sem acordo com Brics,...eles trabalham...ele não culpam os americanos, ganham dinheiro vendendo para eles(carros, navios, eletrônicos, ...)

Somos colonizados pois não aproveitamos as oportunidades(alta do preço das commodities), porque não planejamos, porque fazemos  politica para colocar amigos e apaniguados na administração publica, porque culpamos os outros por nossas falhas(ver Confucio), porque somos a terra do jeitinho, por que levamos vantagem em tudo,

Assim Falou Golbery

- 2015-03-22 19:16:42

TIloçao perfeito, na testa

TIloçao perfeito, na testa dessa oposição.   Desde que mundo é mundo, se não houver estatais para quem chegar ao poder  roubar, ninguém sequer concorreria a cargo algum

Marcelo Adriano

- 2015-03-22 17:08:47

Player diplomático? Povo

Player diplomático?

Povo privado de oportunidades no governo FHC?

Teoria da conspiração?

Corrupção depende do ponto de vista?

Grande piadista!

 

azzisem

- 2015-03-22 16:08:58

Porque tem brasileiro que

Porque tem brasileiro que pensa pequeno, tem mente colonizada e acredita que o Brasil é só mais paisinho no globo terrestre. Não entende que a descoberta do pré-sal colocou o país num outro patamar na produção de petróleo. O Brasil atualmente deve ser 15ª  em reserva Petróleo. Podendo ficar entre os 10 mais atá 2030. No entanto, pega os 10 países com as maiores reservas de Petróleo. Exceto pelo Canadá lá, os demais países tem sua economia dependente/atrelada ao Petróleo. Nós podemos ser um grande produtor e não tendo a economia totalmente a essa atividade. Além disso, o Brasil será um dos poucos países a ter outras fontes de energia também disponível, temos ótimas fontes hidrícas, eólicas, solar e biomassa. Outra coisa, os acordos firmados pelos o Brics desagradaram um pouco os países mais centras, pois isso, podem lhe trazer mais autonomias e mairo poder de barganha ao negociar com os mecanismo de financiamento/gestão mundial. Concidência ou não, após os sucessos iniciais do Brics a China  enfrentou problemas em Hong Kong, a Russia na Ucrânia e crise do petróleo e o Brasil com a Petrobrás e crise política. Ainda tem outra coisa  China e Russia querem sair do Swift e montar seu próprio sistema. Ou seja, no jogo de Xadrez da geopolítica mundial não somos uma Nigéria (com todo respeito ao país). Somos muito mais que isso, embora alguns brasileiros colonizados não pensem assim.

Jose mestre Carpina

- 2015-03-22 12:51:29

o uso do cachimbo, entorta a boca...

O que esperar do cérebro de pessoas que eram prá ser Jorges, mas  se denominam George ??

O mesmo daqueles  que  eram prá serem Manoéis, mas  se comportam  como Manés !!!

Pelo menos  os  Yankees originais carregam com orgulho sua bandeira.  Aqui, estes rebanhos de lambe-botas,  apenas  as  carregam para dissimular  que  são na verdade:  Capitães-do-mato !!!!                     Lamentável !  

stanislaw Schmidt

- 2015-03-22 07:11:17

Muito ver um comentario

Muito ver um comentario lucido, entre tantas teorias da Conspiracao.

O petroleo desceu porque o maior consumidor EUA esta produzindo absurdamente e poderia ate exportar se nao houvesse um impedimento legal para isso.

Severino Januário

- 2015-03-22 04:41:20

Não concordo com você. A

Não concordo com você. A crise da Petrobras é grande, mas não porque tenha algo a ver com seu gerenciamento. Em condições de menos pressão a Petrobras seguiria seu caminho passando por todos os problemas com muita facilidade. Se não lhe estendessem mil pernas para a rasteira, ela cumpriria satisfatória ou mesmo brilhantemente tudo aquilo a que se propôs. Entretanto é enorme a crise, porque tem um fundo político ou geopolítico claramente dominante. A Petrobras está sob ataque internacional, para que ceda os campos do pré-sal às petroleiras americanas. Os agentes do interesse internacional no Senado brasileiro já estão até mesmo apresentando projetos de lei neste sentido, da da renùncia do Présal em favor de outras, para abrirem uma porta institucional que possa futuramente objetivar a rendição brasileira diante da ganancia estrangeira. O Brasil estava em bom caminho, mas foi ingênuo demais em acreditar que descobriia grandes reservas de petróleo e as exploraria em paz, para benefício do desenvolvimento humano de sua população. Os que se acham donos do mundo vieram para cima para nos roubar, como um animal que procura tomar a caça ao outro que a abateu. Tudo o que se vê contra a Petrobras tem origem apenas nisso, no ataque de forças internacionais para se apoderarem do Présal brasileiro. Tudo - desde a desinteressada notícia da rádio do interior até as capas das revistas de uma mídia que nunca foi brasileira de fato, passando pelas CPIS do Congresso e pela suposta investida do juiz do interior contra a "corrupção", esta última sendo forte candidata a piada do século, por sua carga de ridículo. Esta é uma encruzilhada para o país e para sua maior empresa. A Petrobras navega e vai em frente, vamos lutar de todas  as maneiras para que ela vença seus poderosos obstáculos.

João Maurício Pimentel

- 2015-03-22 00:37:05

Reservas....

"A crítica do trabalho vai por ai. O grande ativo da Petrobras são esses volumes recuperáveis. Mas na contabilidade entram apenas como custos, sem contabilização no patrimônio líquido da companhia como ativos".

Entram, sim.

Demoram anos.

sergio m pinto

- 2015-03-22 00:14:18

Leia o livro de um tal de

Leia o livro de um tal de Paul Kennedy - Ascenção e Queda das Grandes Potências. Vai ajudar no próximo comentário.

Se não encontrar, leia "A globalização da Pobreza", de um  canadense de nome difícil, prefaciado pelo Noam Chomsky.

altamirano

- 2015-03-21 22:26:51

Caro Gão, 1-o USD já esta se

Caro Gão,

1-o USD já esta se valorizando frente a todas as moedas(junto a isto o R$ perde valor) é economia=>( a economia americana acelera=dollar sobe; o Brasil cai=Real cai)

2-Se quiserem atingir os BRICS, basta o FED antecipar o aumento dos juros...que na atual situação do Brasil, nos deixaria numa situação crítica.

3-Ao aumentar os juros, vários países que dependem dos capitais de curto prazo( inclusive o Brasil ) aumentam os seus juros também...juros maiores freiam o crescimento/inflação...consequentemente queda dos preços do petróleo e de outras commodities( não sei se repararam que os preços do petróleo, que caíram a semana toda, reagiram apos o FED anunciar que o aumento do juros não seria agora)

4-O aumento dos juros americanos acontecera, queiramos ou não, pois existe um excesso de $$ nos mercados depois das medidas tomadas em 2008(TARP, juros 0%). Estima-se que existam mais de 4 trilhões de doletas voando(lembrando que mais de 90% delas não existe fisicamente, apenas eletronicamente). Fenômeno parecido aconteceu apos a crise de '29(em '37...hoje a velocidade seria muito maior =o dinheiro é eletrônico). Um dia a bolha explode( correção dos mercados ) e a conta chega....e nesse dia quem não estiver com a casa arrumada, vai sentar e chorar...(ver preocupação da presidente do FMI no comunicado do inicio de mar/2015).

5-Estou muito mais preocupado com o desarranjo Macroeconômico do Brasil do que com a Petrobras. Sanando a corrupção(ladrões presos, lição aprendida), desmamando os bezerros, vendendo alguns ativos(*), reajustando preços, pagando as multas...a Petrobras sai da crise. O país não...Torço pro país não perder o grau de investimento...e corrigir os problemas antes da bolha explodir(se fosse hoje, com o estado atual da economia brasileira, eles comprariam o país a preço de banana e ainda agradeceríamos...). O ministro Levy sabe disto e corre(pelo menos tenta)...mas muito mais tem que ser feito: reduzir gastos de custeio, reduzir número de funcionários, reduzir ministérios, reduzir, reduzir,...TIC TAC TIC TAC

6-Um erro muito comum é pensar que o petróleo só é extraído pela Petrobras(Petobras segundo o relator da CPI), se retirarmos todas as multis que operam em Campos, pouco o nada sai(ainda bem, a ineficiência de verticalizar 100% da operação, transformaria a empresa num elefante branco)

7-Não vou comentar o apoio à Rússia, pois ele é cinza(não adotamos uma postura 100% favorável à Rússia, apenas criticamos as medidas tomadas pela comunidade internacional contra ela após invasão de um estado soberano...parecido com o que Hitler/Stalin  fizeram com a Polônia em '39...seria como criticar Inglaterra e França por declararem guerra após a invasão...apenas ridiculo)

(*)-ativos que considero não estratégicos( os imperialistas americanos também não, imagino): postos BR, Transpetro, participação em empresas de construção de sondas ou navios(ineficientes e caras=Sete Brasil, =>vender rápido pra não ficar com o mico na mão)

Severino Januário

- 2015-03-21 19:36:07

Motor da corrupção é uma

Motor da corrupção é uma coisa que está no lobo frontal e , nos manuais de mudança de governo norte-americano e nos livros de história referentes à UDN. Se a Petrobras fosse pritazada ao tempo de FHC, hoje não teríamos base para ter esperanças no nosso futuro, não teríamos pré-sal e ainda teríamos uma empresa estrangeira perigosa operando nas nossas costas. Jamais poderíamos voltar a dormir tranquilos.

Severino Januário

- 2015-03-21 19:26:09

Que diabo de comparação é

Que diabo de comparação é essa? Tenha calma. Chegaremos lá, mais breve do que você pensa, e do modo certo, não por guerras.

Crisitano

- 2015-03-21 18:28:36

O maior acionista da

O maior acionista da Petrobrás é o Brasil!!!

Quando vc investe em um negócio, vc espera que ele tenha um retorno acima da méida do mercado, senão vc deixa o dinheiro em uma aplicação e nnao faz ele produzir.

O maior prejudicado nessa hostíroa toda é nosso país!!

Tire seu essa venda ideológica dos seus olhos e cabeça!!!

Wsobrinho

- 2015-03-21 11:11:55

TIJOLAÇO: SERRA, FIEL À CHEVRON, JÁ QUER TIRAR PETROBRAS DO PRÉ-

TIJOLAÇO: SERRA, FIEL À CHEVRON, JÁ QUER TIRAR PETROBRAS DO PRÉ-SAL

:

 

Jornalista Fernando Britto critica projeto de lei do senador José Serra (PSDB-SP) para encolher a Petrobras: 'conversinha sórdida de que "a Petrobras está sobrecarregada" é sua maneira finória de, em um mês e meio de mandato, cumprir as suas juras de fidelidade aos interesses das petroleiras estrangeiras, que não querem a Petrobras – e o Brasil – com o controle nem econômico nem operacional dos poços gigantes do pré-sal'; "Há Judas que não esperam nem a Aleluia"

 

21 DE MARÇO DE 2015 ÀS 06:39

 

 

Por Fernando Britto, do Tijolaço

Da Folha, em 13 de dezembro de 2010:

“Deixa esses caras [do PT] fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava… E nós mudaremos de volta”, disse (José) Serra a Patricia Pradal, diretora de Desenvolvimento de Negócios e Relações com o Governo da petroleira norte-americana Chevron, segundo relato do telegrama (da embaixada americana no Brasil, vazado no escãndalo do Wikileaks).

Pois, avisado pelo Brasil 247, de que o senhor José Serra queria “encolher” a Petrobras, com aquela lenga-lenga de “fios têxteis” fui conferir lá no Senado e está, fresquinho, o Projeto de Lei n° 131, apresentado ontem pelo de novo Senador, que não tem nada de “fios têxteis” ou fertilizantes, como ele alegou ser necessário tirar da Petrobras.

O projeto trata só, “somente só” de entregar o pré-sal, abolindo não apenas a condição de operadora exclusiva de poços no pré-sal pela Petrobras como, até mesmo, a sua participação mínima de 30% em consórcios de exploração ali localizados.

Não é preciso mais que um parágrafo da justificativa apresentada por Serra para que se veja o que ele quer:

“Torna-se imprescindível (…) a revogação da participação obrigatória da estatal no modelo de exploração de partilha de produção, bem como da condicionante de participação mínima da estatal de, ao menos, 30% da exploração e produção de petróleo do pré-sal em cada licitação, disposições constantes da Lei n° 12.351, de 22 de dezembro de 2010. Tal revogação atende aos interesses nacionais e, portanto, deve ser adotada pelo governo. “

Atende aos interesses nacionais de quem, José Serra?

Dos norte-americanos?

A conversinha sórdida de que “a Petrobras está sobrecarregada é sua maneira finória de, em um mês e meio de mandato, cumprir as suas juras de fidelidade aos interesses das petroleiras estrangeiras, que não querem a Petrobras – e o Brasil – com o controle nem econômico nem operacional dos poços gigantes do pré-sal.

Nem os sheikes da Arábia Saudita entregam diretamente suas reservas de petróleo aos americanos, Senador.

O roubo que isso fará ao Brasil é, num dia, tudo o que um Barusco roubou, nos anos e anos em que, desde FHC, se corrompeu na Petrobras.

Em uma semana, mesmo com o petróleo baratinho como está, deixa no chinelo toda a caterva dele, Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef à frente.

Reconheço-lhe a coerência e a honestidade: cumpriu o que prometeu.

Apresentou-se como Judas ao Império.

Haverá o dia em que, nos bonecos que se malham aos Sábados de Aleluia, será aposto um cartaz com o seu nome.

 

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2015-03-21 10:11:12

Discordo. A crise é bem
Discordo. A crise é bem outra. Voltamos a 1500. Neo-colonos dos EUA dão aos índios quinquilharias (dólares) p/ colher o pau-brasil enterrado no fundo do mar de Pindorama.

Gão

- 2015-03-21 06:06:53

^.^ vou te contar outras historinhas

 Mas essas são reais:

historinha 1

     A Petrobrás se tornou, durante essa administração que você detesta e durante essa confusão toda, a maior produtora de petróleo com capital aberto do planeta, ou seja , superou  suas queridas empresas com "administração profissional"

historinha 2

O Banco do Brasil, cujo presidente agora assume a Petrobrás se tornou, segundo instituições que curiosamente parecem rezar por sua cartilha,  nada menos que o BANCO MAIS SÓLIDO DO MUNDO, concorrendo com suas "administrações profissionais" precisa desenhar ? rs, https://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/agencia-classifica-bb-como-banco-mais-solido-do-mundo 

historinha 3.  o BNDES, como já falei antes se torno o terceiro maior banco de fomento do mundo, também sob a administração petista.

   Todas elas fazem parte de uma política de desenvolvimento comandadas pelo estado, segundo os interesses do estado e evidentemente com gente competente como os dados mostram mas comprometida com essas políticas pelo menos na alta direção e não irmãos  ou tios do presidente, o lucro, no caso das estatais não é o objetivo maior, ao contrário do que normalmente se espera de "administrações profissionais" no setor privado, o "maior lucro" é a cereja do bolo, o principal é satisfazer complexos  interesses do seu controlador, no caso o estado brasileiro, como compras nacionais, preços que mais convém,etc..., além do controle direto sobre material estratégico, se alguém tem a chance de adquirir parte de uma empresa controlada pelo estado deve ter isso em mente, nesse caso segurança conta mas que retorno pois ha um estado por trás garantindo a empresa, para maior qualidade administrativa é só dar maior poder à quem demonstrou mais competência na administração, no caso o PT por meio da eleição de mais representantes desse e livrar-se da tralha que ainda estava lá antes da chegada do PT, no final das contas o sócio majoritário, no caso o povo brasileiro, tem todas as condições à mão de colocar gente que mais lhe convém no comando do país e por tabela das estatais mas há um enorme esforço para convencê-lo do contrário, dessa forma como sócio, não por ter ações mas por ser cidadão dessepaez eu escolho o PT(não meu parente) que demonstrou na prática mas capacidade para gerir e quero diminuir  poder de achaque dos sangue-sugas que são uma enorme pedra no sapato. portanto é isso que acontece e não essas historinhas deturpadas que se aprende por aí na mídia capazes até de deixar pessoas em estado de negação quando você tem que esfregar a realidade nos seus narizes dada tamanha repetição de bobagens pela mídia de massa.

   Outra coisa pra se notar quando se abre o capital de uma empresa como a Petrobrás ficamos com algumas situações bizarras de um lado um cidadão pode achar bom o aumento de preços de combustível do outro pode ter que gastar mais na outra ponta.aí agente tem críticas pelo preço ser baixo e pelo preço ser alto, agora se um cidadão tem ideias como comprar ações na alta  e vender na baixa sem ter noção dos interesses que movem esse jogo perigoso tem mais é que ser devorado pelo sistema darwniano em que se meteu por vontade própraia, os predadores agradecem

Gão

- 2015-03-21 04:05:13

Engraçado, os EUA nem se dão ao trabalho de esconder...

  Fazem questão de demostrar sua arrogância se metendo em cada buraco do planeta onde não são chamados, se metem em tudo que é assunto interno dos outros sem a menor vergonha, nem escondem mais a espionagem espalhada por todo o globo, gostam mostrar a capacidade de sabotagem como no caso da rússia e seus vizinhos e vem agora seus fanboys se dando ao trabalho de tentar negar tudo isso. Falta combinar com os yankes.

Gão

- 2015-03-21 03:58:55

inocencia

não se trata exatamente de maior ou menor preço mas de ter o controle, principalmente para assegurar a venda do produto em dólar no mercado externo evitando o colapso da moeda e dos EUA. Além da sabotagem a economia de um BRICS que age contra os interesses americanos por exemplo apoiando a rússia.

Gão

- 2015-03-21 03:54:09

1°) porque você acha que existe o Boko Haram ?

2ª) quem disse que os EUA agem em úma única frente ?

3°) já reparou que quase sempre onde tem petróleo tem confusão ?

4°) Teoria da conspiração ?  qual delas ? a conspiração do cartel da petrobrás(ou essa é só teoria), a conspiração Boko + estado islâmico pra tomar boa parte do oriente médio, ou isso é só teoria ? a conspiração alegada do s homens das cavernas que destruiram o WTC era só teoria ? e aprática foi como ? eu queria quealguém me iluminasse com as teorias certas.

Fabio !

- 2015-03-21 02:02:14

Saudades da PETROBRAX

O pessoal anda com saudades da PETROBRAX

joao

- 2015-03-21 01:15:05

Nao!
 

"Ora, prefiro uma Petrobras "corrupta" mas que gera empregos e recordes a uma empresa capenga chamada Petrobrax."

não vou por ai. Era um ditado antigo: " quando um politico era ladrão mais fazia alguma coisa, rouba mais faz!!!

Agora foi a decisão para explodir as empresas brasileiras, algumas vão fechar e abre-se as estrangeiras em todos os níveis!!!!

boa jogada  "espionagem americana na Petrobras foi decisiva no escândalo"

o resto eh ser vira lata!

 

marcio100

- 2015-03-21 00:43:56

Não faz sentido

Fato1 O tesouro capitaliza o BDNES

Fato2 O BDNES empresta dinheiro para empresas visando fomentar o desenvolvimento da economia

Fato3 Grande parte das empresas que tomaram dinheiro emprestado quebraram

Fato4 O orçamento do pais tem uma linha que repassa dinheiro anualmente ao BNDES

Fato5 O próprio BDNES aponta lucro em sua operação (claro, quem cobre o rombo é o tesouro)

De onde vem a grana para o lucro do BDNES? Como um banco pode dar lucro emprestando dinheiro para empresas que não vão honrar os créditos recebidos porque elas faliram/quebraram?  Senao for pela atuação do tesouro, qual é a mágica?   Não faz sentido. De onde virá a grana para cobrir o rombo das empresas caloteiras?

Quanto a saúde, educação, saneamento básico e segurança pública, resta pouco a dizer alem de que estes serviços absolutamente básicos são uma vergonha neste pais. Não é possível acreditar que um brasileiro medianamente bem informado não perceba isso. Mas cabe relembrar aos esquecidos ou que não leem os PIGs pois são inteligentes demais para isso:

1. O pais possui aproximadamente 50% das residencias com saneamento básico

2. Faltam médicos (o MaisMedicos Cubanos veio para sanar isso não?)

3. Só para ficar nas federais (reduto do pensamento de esquerda no pais) a situação esta critica, falta grana pra tudo

4. Na segurança publica, os mais de 60 mil homicidios falam por si só.

 

Quanto a provocação boba e barata feita eu afirmo que sim, escuto Miriam Leitao, Sardemberg. Schwartsman. Acho que vc deveria prestar mais atençao no que esta turma fala tambem.  Afinal ao que parece até Dilma fez isso. 

O capitalismo de estado falhou. Isso é fato atestado ate pelo governo. Felizmente.

 

Quanto a petrobras, que não soltou o balando de 2014 até hoje, falar em lucro é até estranho. Com uma divida de quase 300bilhoes de reais, sem nenhuma credibilidade (cade os balanços?), alardear lucro por ai é de se estranhar não?

 

No mais, não se preocupe, o escandalo do BNDES é apenas o próximo a estourar. Só mais um. Pena que parece que esse e ainda maior que o petrolao.

 

 

 

Clever Mendes de Oliveira

- 2015-03-21 00:40:23

10% dos investimentos em 2012 foram oriundos da Petrobras

 

Luis Nassif,

Nesta discussão sobre a Petrobras eu gostaria de recomendar três posts. O primeiro post “O debate sobre a capitalização da Petrobras” de sexta-feira, 08/10/2010 às 17:10, aqui no seu blog, é constituído de troca de email entre Paulo Cezar e Andre Araujo. Nele há muitas referências a outros posts com discussão sobre a Petrobras além de haver muitos comentários explicativos sobre o assunto. É importante observar que este primeiro post é ainda da campanha de 2010. Vale também lembrar que o Paulo Cezar a que faço referência não deve ser o mesmo a que você remete neste post “O tamanho da crise da Petrobras” de sexta-feira, 20/03/2015 às 06:00.

O segundo post é “O Governo tem que agir, e rápido, com relação à Petrobras” de quinta-feira, 18/12/2014 às 16:17, aqui no seu blog e originado de comentário de Daniel Quireza. Lá eu fiz questão de enfatizar que o problema da Petrobras era a dívida e ela não podia ser resolvida de imediato, como queria o Daniel Quireza que em meu entendimento estava seguindo o que você defendia na época. É interessante pegar jornais de dezembro, principalmente o jornal Valor Econômico para ver como eles tratam mal a diretoria da Petrobras daquela época e de repente não se fala mais sobre isso como se de repente a Petrobras passou a ser bem administrada. E a forma até um tanto primária como a diretoria da Petrobras era tratada podia ser observada no barulho que se fazia com as denúncias de Venina.

E o terceiro post “A crise de 2008: como Washington salvou Wall Street, por Motta Araújo” de quarta-feira, 25/02/2015 às 18:30, aqui no seu blog e oriundo de comentário de Motta Araujo. Chamo atenção para o post porque nele eu fiz comentários fazendo links para vários posts e faço menção a uma proposta de capitalização da Petrobras via utilização das reservas externas para pagar dívida externa da Petrobras. Só que esta proposta só é viável após o Brasil voltar a ter saldo mensal na Balança Comercial de 1 bilhão de dólares.

É preciso lembrar que a minha proposta de capitalização é feita por quem não é economista e por quem não é um entendido sobre a Petrobras e é feita porque quem tem resistência ao endividamento externo e é feita porque gostava de dizer: “Governo bom forma reservas, e governo ruim as destrói, e, no entanto, reservas são para inglês ver”.

Faço essa observação porque esporadicamente frequento o blog de Matias Vernengo “Naked Keyneisanism”. Junto ao post “The Vulture passes” de segunda-feira, 09/03/2015, Matias Vernengo não só rapidamente defende que o endividamento externo não deve ser mal visto como também remete ao jornal Página 12, para matéria em que se discute o Endividamento Externo, havendo na matéria um texto de Martin Burgos intitulado “Los riesgos futuros” e outro de Matías Vernengo intitulado “Retorno al mercado” no qual ele defende que o endividamento externo é bom se feito para estimular o crescimento, a diversificar a estrutura produtiva e as exportações e para reduzir as importações. E no caso da redução das importações ele diz claramente que no caso específico da Argentina reduzindo a dependência energética externa.

Clever Mendes de Oliveira

BH, 20/03/2015

lenita

- 2015-03-21 00:01:24

Gão

esse daí deve ouvir diariamente e com a maior atenção, a dona Miriam Leitão e o sardemberg, cavaleiros do apocalípse.

lenita

- 2015-03-20 23:55:29

Muitos tem cabeça, mas

Muitos tem cabeça, mas cérebro...... pobreza.

lenita

- 2015-03-20 23:52:32

Verdade ? Eu não me lembro de

Verdade ? Eu não me lembro de nenhum empresário corrupto, fraudador, falsificador de seus produtos,  ter ido para a cadeia antes. Poderia me citar alguns pois fiquei curiosa?

Amig Darose

- 2015-03-20 22:47:13

Petróleo & Boko Haram

Nessas teorias conspiratórias eu só não entendo porque os americanos priorizam as reservas brasileiras e não as nigerianas que são o dobro das nossas. Bastaria fazer uma ação (apoiada até pela Onu) atacando o Boko Haram e passar a controlar diretamente reservas de 37Bilhões de barris....

Crisitano

- 2015-03-20 22:44:28

Podia dar 3x mais!!! Vou te

Podia dar 3x mais!!!

Vou te contar uma historinha para vc entender !

Vc tem um negócio que fatura 100 mil e gasta 98 mil, nossa da lucroooo!!!!! 2 mil!!!!!!!

Mas no seu negócio, vc emprega 20 pessoas, sendo que 10 são seus parentes, e amigos, mas eles não são qualificados para trabalhar no seu negócio.

Se vc contratar 1 pessoa qualificada no lugar dos 10, ele faria o mesmo trabalho com muito mais eficiência, mas vc tem que ajudá-los, como deixar seus amigos e parentes na mão!!!

Os seus amigos e parentes, contratam amigos e parentes como fornecedores da sua empresa, mesmo se o que eles compram for mais caro que a concorrência, afinal somos uma família!!!

Ai seu tio que investiu $$ no seu negócio e é o maior acionista, diz que vc não pode aumentar o produto que vc vende, mesmo se significar prejuízo, pq ele tem outros interesses por trás, que não a sua empresa.

Concluindo, sua empresa, se vc se livrasse do seu tio e  demitisse todoa sua cumpanheirada, colocasse gente qualificada, aumentaria a eficiência, cobraria o preço correto, diminuiria o custo, e em vez de vc lucrar 2 mil, lucraria 30 mil!!!!!

Entendeu ou preciso desenhar???!!!!

 

Anna Dutra

- 2015-03-20 21:41:50

Não leu o relatório. Muito grande ...

Patinava na Produção?  Chegou de Marte hoje?

Anna Dutra

- 2015-03-20 21:38:15

JB, te agradeço a banana

JB, te agradeço a banana endereçada a este Sr.  De uma próxima, você pode dizer: com os cumprimentos da Anna, lá do Rio!   rs.

Não consigo ouvir a voz deste camarada.  Quando ele inicia a preleção eu tiro o som.  Tem também um tal de Alexandre não sei o quê, da JB FM, que eu vou te contar... Precisar manter o emprego é realmente uma questão séria hoje em dia ...  Não sei se conseguiria ser jornalista (*) estes dias ...

 

(*)  Aquele, de verdade, em extinção - salvaguardadas as honrosas e conhecidas exceções.

Anna Dutra

- 2015-03-20 21:34:32

Em duas linhas:

Em duas linhas:

-  cansa esse entreguismo deslumbrado dos "órfãos de Miami";

-  quem quer fazer negócios com a PB, faz. Estamos preocupados com quem quer tomar a PB depois de enfraquecê-la justamente com este discursinho rastaquera.

Sugiro concatenar um pouquinho melhor as frases para que não fique a impressão de que foi só uma colagem de frases de efeito já prontas.  Inclusive, vai facilitar o debate de ideias (opa!).

A propósito, para um melhor aproveitamento, leia o artigo E O ESTUDO!

 

Roberto Monteiro

- 2015-03-20 20:11:30

Concordo!

Está errado.

Marcelo Giordan

- 2015-03-20 20:07:21

Engenharia financeira.

O relatório é bem organizado e coloco em perspectiva cifras ao longo de um tempo extenso. Para o petróleo se consolidar como uma cadeia de produção q "ampare" o desenvolvimento do país, é necessiária uma complexa engenharia financeira, sem dúvidas. Esse parece ser um problema. Quem investirá, se o ajuste fiscal coloca garrotes na empresa, o mercado?

Sobre o petróleo não se sustentar como fonte de energia, há um excesso de otimismo sobre o papel das renováveis, que despreza a amplitude da insdústria petroquímica, q vai muito além dos combustíveis. O mais impressionante são os custos de produção, q já incluem o pré-sal, smj. Pouco provável termos matéria-prima a custo tão baixo com fontes renováveis em curto prazo.

Tb não me iludo, continuar o "modelo de negócios" praticado nas transações entre empresas desse e de outros setores no país é o MAIOR de todos os gargalos. Não vejo saída que não seja por um pacto a envolver os três poderes "oficiais" e todos os outros, do capital ao trabalho, incluindo a mídia. 

 

 

Flavio Martins e Nascimento

- 2015-03-20 20:06:42

A fonte,

A fonte, claro:

http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Relacao_Com_Investidores/Desempenho/

Gão

- 2015-03-20 20:06:34

Tomara não ele dá, ano após ano.

  Não existe mágica nenhuma, só matemática contra a inveção midiática, o orçamento da educação em 2014 foi R$ 82,3 bilhões em 2015 será 101,5 Bi

 Cada um aguarada o que quiser, tem gente que continua aguardando o apocalipse de 2012.

Flavio Martins e Nascimento

- 2015-03-20 20:04:22

"O lucro do Sistema BNDES

"O lucro do Sistema BNDES atingiu R$ 7,399 bilhões nos primeiros nove meses de 2014". Tá maisomeno, né?

 

Flavio Martins e Nascimento

- 2015-03-20 19:59:37

Eu e o Soros também ;)

Eu e o Soros também ;)

marcio100

- 2015-03-20 19:56:37

BNDES 2

Como um banco pode obter lucro na operação de emprestar dinheiro a clientes que não vão pagar? Pelo que sei bancos não emprestam dinheiro a maus pagadores pois temem calote. 

O BNDES então deve ter inventado um mecanismo revolucionário que garanta a lucratividade mesmo quandos os credores quebram.

Acho que o nome desse mecanismo revolucionario é tesouro.

marcio100

- 2015-03-20 19:56:36

BNDES 2

Como um banco pode obter lucro na operação de emprestar dinheiro a clientes que não vão pagar? Pelo que sei bancos não emprestam dinheiro a maus pagadores pois temem calote. 

O BNDES então deve ter inventado um mecanismo revolucionário que garanta a lucratividade mesmo quandos os credores quebram.

Acho que o nome desse mecanismo revolucionario é tesouro.

De Paula

- 2015-03-20 19:47:07

É xisto betuminoso ou xisto

É xisto betuminoso ou xisto pecaminoso?

Esse xisto betuminoso dos EUA foi a maior furada da história. A consistência do negócio não resistiu a um espirro da Arábia Saudita.    Os "espertos" de lá  deixaram os trouxas pendurados no vazio.e se mandaram.  O negócio "micou".   

Maria de Lourdes dos Santos

- 2015-03-20 19:34:21

CRÍTICA CONSTRUTIVA

Muito bem lembrado dos que antes chegaram por essas terras brasis e maravilhosas e encontraram apenas nativos. Hoje a história parece se repetir com o óleo (negro) de muito valor .

marcio100

- 2015-03-20 19:27:20

BDNES

Tomara que o BDNES dê lucro! Tomara que seja apenas nonsense!  Se for assim, que o BNDES devolva o que pegou do tesouro com juros e correção. 

Infelizmente não é o que vemos. Por que o governo - via tesouro - reduziu substancialmente o repasse de verbas ao BNDES? Se o banco é tão eficiente poderia ajudar o governo neste momento de caristia, onde necessita desesperadamente fazer superavit primário..... pelo menos pagar as contas das universidades federais.....

Mas é dificil imaginar que o banco conseguirá recuperar o dinheiro emprestado as empresas que quebraram. Dificil compreender essa mágica  A quebradeira tá geral, as X, as ligadas a petrobras.... os tais estaleiros que foram todos fomentados pela petrobras, cidades inteiras com contingentes de desempregados. 

Resta então  aguardar um pouco mais quando o escandalo do BDNES estourar. Infelizmente.

 

 

marcio100

- 2015-03-20 19:27:19

BDNES

Tomara que o BDNES dê lucro! Tomara que seja apenas nonsense!  Se for assim, que o BNDES devolva o que pegou do tesouro com juros e correção. 

Infelizmente não é o que vemos. Por que o governo - via tesouro - reduziu substancialmente o repasse de verbas ao BNDES? Se o banco é tão eficiente poderia ajudar o governo neste momento de caristia, onde necessita desesperadamente fazer superavit primário..... pelo menos pagar as contas das universidades federais.....

Mas é dificil imaginar que o banco conseguirá recuperar o dinheiro emprestado as empresas que quebraram. Dificil compreender essa mágica  A quebradeira tá geral, as X, as ligadas a petrobras.... os tais estaleiros que foram todos fomentados pela petrobras, cidades inteiras com contingentes de desempregados. 

Resta então  aguardar um pouco mais quando o escandalo do BDNES estourar. Infelizmente.

 

 

Maria de Lourdes dos Santos

- 2015-03-20 19:25:44

CRÍTICA CONSTRUTIVA

Muito bem lembrado dos que antes chegaram por essas terras brasis e maravilhosas e encontraram apenas nativos. Hoje a história parece se repetir com o óleo (negro) de muito valor .

Pedro Penido dos Anjos

- 2015-03-20 19:25:40

Que ato falho, Cristiano!

Que ato falho, Cristiano! Comparar o crescimento da Petrobras com rendimentos de renda fixa! Você, como todos mercadistas, acha que o resto da humanidade e constituido de patos e otários. A sua é a argumentação desse Armirio Fraga que agora foi pego de calças curtas. Vocês só zelam o próprio umbigo e o bolso próprio.

Gão

- 2015-03-20 18:45:26

Você também não leu ou não entendeu que a empresa dá lucro ?

????????????????????

Gão

- 2015-03-20 18:44:49

1000 anos

vamos gaanhar dos faraós imagina se fossemos competentes

Resultado de imagem para p36 fhc  

 

Gão

- 2015-03-20 18:35:22

kkk eita! cansa responder ao besteirol mas é só descansar 1tikim

  O Brasil está no começo de 2015 entre os cinco maiores recebedores de investimento estrangeiro em meio a esse turbilhão de bobagens, e subiu no ranking rs, falavam a mesma besteira antes do primeiro leilão do pré-sal, a petrobrás dá lucro como nunca deu antes do PT,  falavam também coisa muito parecida sobre a Copa cuja realização foi muito elogiada mundo a fora, é muito engraçado  vcs nem tem noção! nenhuma das previsões catastróficas se realiza e a turma continua na mesma ladainha.

"faz embotar não só os olhos como o cérebro tambem"

pois é... melhor prova que teu comentário impossível

Brazuca

- 2015-03-20 18:24:28

Privatiza Já!

Caro Sr. Rocha, as telecomunicações que voce fala deve ser aquelas que demoravam de 5 a 10 anos para instalar uma linha telefonica na residencia do brasileiro, que inclusive era declarada no imposto de renda como um patrimonio.  O povo esta ganhando hoje que voce pode pedir agora por telefone 10 linhas para sua casa que em menos de 24 horas tem varias empresas querendo instalar com inumeras opções de contas. Se a petrobras tivesse sido privatizada na epoca que foi a Vale e a Embraer, hoje ela estaria nas paginas de economia junto com estas duas empresas e não nas paginas policiais.

Gão

- 2015-03-20 18:19:53

Festival de nonsense

  O BNDES assim como a Petrobrás tem lucro, recentemente o BNDES teve lucro record de cerca de 5Bi num semestre, os empréstimos são tomados com garantias, o BNDES é um dos maiores responsáves pela economia ter crescido tanto e com isso aumentando a arrecadação de impostos, durante  a era petista se tornou o terceiro maior banco de desenvolvimento do mundo, por desenvolvimento entenda-se o fato da economia do país ter crescido em cerca de 100% em valores nominais e as verbas para educação e saúde crescem na mesma medida sem falar nos ganhos do pré-sal que so existem graças aos investimentos, portanto mais uma vez o BNDES é um dos grandes responsáveis pelo aumento da verba para  educação e saúde que nunca foram tão grandes como é hoje, de forma nenhuma prejudica as verbas para esas áreas, muitíssimo pelo contrário.

Athos

- 2015-03-20 18:13:14

Vc está desatualizado.Xisto

Vc está desatualizado.

Xisto não é como petróleo onde vc fura um poço e vai tirando. Para extrair o xisto vc precisa CONTINUAR A FURAR para sempre.

O que está em declínio é TUDO! Desde a produção quanto a prospecção de novos campos. Já já vira só um pequeno percentual do mercado de energia...como tinha que ser.

Jamais substituirá o Petróleo e os EUA sabem muito bem disso...tanto é que não venderam suas ações da BP e Exxon. Não é 100% negócio esse país, como vc diz? Isso não te diz nada sobre o futuro?

...

Nada de ideologia? que tal não existem mais fronteiras no mundo, livre mercado, livre acesso... isso é o que? Não tem nada a ver com Petróleo?

O setor é dominado por interesses ideológicos e geopolíticos.

 

altamirano

- 2015-03-20 18:08:47

Para os americanos é muito

Para os americanos é muito bom a produção da Petrobras aumentar---> mais oferta ---> preços menores no mercado..idem acordo com Irã =mais Petróleo Iraniano  (... ou alguém acha que eles voltaram a amar o Irã)

Incremento do consumo interno e da classe média, além de independência energética, somados, significam autonomia política e econômica de qualquer país (se este país não é dependente tecnologicamente, pode ser)

Acho que eles ficaram preocupados pois, como importam Commodities e Exportam manufaturados, o crescimento da classe média brasileira poderia desabastecer o mercado americano de Commodities e se tornar um grande risco: imaginem uma família brasileira que nunca teve nada, passar a consumir uma saca de soja, 250 kg de ferro gusa e 80 kg de Alumínio por mês ...aí vai faltar Ferro Gusa para o garotinho americano comer com cereal no café da manhã...Errado, quanto melhor o mercado melhor para eles (pra vender carros, celulares, computadores, refrigerantes, pneus, ....)

Paulo Cezar

- 2015-03-20 17:58:44

Erro no texto.

Na frase :

"Segundo o trabalho, somada a participação governamental e outros custos gerais, o custo de produção de petróleo da Petrobras é da ordem de US$ 28 por barril. O custo de refino, mais US$ 3. No total, US$ 31 por barril. Com as cotações em US$ 56 por barril, a lucratividade média será de US$ 25 por barril."

 

É errado incluir o custo de refino no custo total e ao mesmo tempo considerar o preço do barril de oléo cru para chegar a lucratividade média.

O preço do barril "refinado" - Diesel, Gasolina, etc - é muito maior que US$ 56....

 

 

DanielQuireza

- 2015-03-20 17:50:45

Não tem muito milagre no

Não tem muito milagre no mercado de ações.

No longo prazo, o gráfico de cotação acompanha o grafico de lucro de qualquer empresa.

De forma que as ações estão nesse patamar é porque realmente o resultado vem piorando, pelo menos, desde 2010.

Se está mais cara ou mais barata do que "deveria" é outra estória. Sempre pode haver alguma especulação para baixo ou para cima

De forma que, se no futuro, os resultados (lucros) dela melhorarem e muito, a cotação vai subir e acabará ultrapassando a de 2010,2011 por ai. Se os resultados não melhorarem, a cotação em bolsa não irá subir e pode até cair mais.

É simples.

George Orfali

- 2015-03-20 17:50:01

Os prroblemas do Brasil

Porque que e sempre a culpa dos Estados Unidos? Sera que em breve vcs vao culpar a gente pela eleicao da Sra. Dilama?

henry H

- 2015-03-20 17:39:50

Ainda em 2011...

... alguém já havia constatado de que esse negócio de xisto nos EUA seria the next bubble to pop. Atente... 

Joaquim51

- 2015-03-20 17:26:56

Parabéns amigo,podem falar o

Parabéns amigo,podem falar o que quizerem, mas temos tirar o chapeu para os americanos, pois eles investem onde nós nem engatinhamos, em tecnologia. Quando viabilizarem o alcool de algas, nos iremos compras o produto deles, pois conseguimos quebrar até o programa de alcool.

Entre 2002 a 2007 a produção cientifica brasileira aumentou 110% e o registro de patentes caiu 7%, ou seja, só produzimos papel, até na ciencia este governo investiu errado.

 

Anna Dutra

- 2015-03-20 17:21:39

Não leem não.  Você acertou:

Não leem não.  Você acertou: sempre que aparece a palavra Petrobras é só repetir os textinhos que vem prontos pelo whatsapp e pululam no FB, juntam tudo, uma pitadinha de Stela e mandam pela goela abaixo de outros incautos.  Quem entende que isso tudo não passa de discurso pronto, tem que aguentar esse festival de textos desconectados da postagem. Não sei se há alguma pesquisa sobre isso mas tenho a impressão de que 60% do que é postado não se relaciona ao tema apresentado.

luiz claudio pontes

- 2015-03-20 17:19:54

espionagem americana na petrobrás foi decisiva no encândalo

Uma empresa estatal causa arrepios em qualquer concorrente, sobretudo se essa empresa for do ramo petrolífero e com grandes reservas de óleo como a Petrobrás. Além disso, durante o governo Lula o país deixou de ficar à sombra no mundo diplomático e se colocou como grande player no universo geopolítico. Esses dois fatores acenderam o sinal vermelho dos países ricos, sobretudo os Estados Unidos que se encontravam baqueados pela crise dos derivativos no ano de 2009. A partir daí o departamento de Estado de lá começou a futucar a vida de nações que supostamente ameaçavam o american way of life com suas políticas econômicas voltadas para o incremento do consumo interno e da classe média. Incremento do consumo interno e da classe média, além de independência energética, somados, significam autonomia política e econômica de qualquer país.

Não se iludam. Todas as informações sobre os desvios da Petrobrás foram repassadas à nossa "OPOSIÇÂO" pelo Departamento de Estado dos EUA. A imprensa daqui não tem cacife para descobrir os meandros das jogadas negociais que envolviam a empresa e seus diretores. A briga é de cachorro grande e o povo nessa contenda funciona apenas como fantoche sendo puxado para um ou outro lado.

Eu, particularmente defendo o que aconteceu na Petrobrás. Isso que chaman de corupção vai depender do ponto de vista de quem vê. Ora, com corrupção e tudo a Petrobràs vem batendo todos os recordes de produção e de investimento em tecnologia nos últimos anos e só perdeu sua autosuficiência pelo fato de nossa economia ter crescido bastante nos últimos dez anos e fabricado milões de novos automóveis populares para a  nova classe C.

Nos governos passados a Petrobras patinava no ranking das maiores empresas petrolíferas do mundo, encomendava navios em Cingapura e afundava plataformas, além de vender gasolina a preços astronômicos. Além disso grassava dentro dela uma corrupção velada que, quando denunciada pelo Paulo Francis, foi rechaçada com violência pelo governo FHC, fato que levou o boquirroto jornalista a um infarto fulminante, lembram-se?

Ora, prefiro uma Petrobrás "corrupta" mas que gera empregos e recordes a uma empresa capenga chamada Petrobrax.

A maior corrupção que se pode praticar contra um povo e privá-lo de oportunidades e isso o PSDB fez contra nossa gente por oito anos.

Anna Dutra

- 2015-03-20 17:17:00

Eu só não apliquei desta vez

Eu só não apliquei desta vez porque o $ que eu tenho será usado no próximo mês num acerto familiar.  Não fora isso, teria colocado minhas (parcas) economias nela!

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2015-03-20 17:10:44

A crise é bem outra. No

A crise é bem outra.

No fundo, os gringos estão fazendo a mesma coisa que os portugueses fizeram. Quando cá chegaram, nossos antepassados trocavam bugigangas (espelhos, colares, facas, facões e machados) por terras e trabalho no corte de pau-brasil. O lucro da exploração do pau-brasil era fabuloso, pois naquele tempo o corante vermelho só era produzido numa ilha do mediterrâneo a partir de um crustáceo. O tecido tingido de vermelho em Portugal custava uma fortuna, mesmo sendo mais barato que o produzido pelos concorrentes. É óbvio que os portugueses não dividiram os lucros com os índios. Os norte-americanos sabem que há um imenso pote de ouro negro em nosso litoral. Em razão disto eles dão uns trocados para os neo-índios derrubarem o governo. O que são alguns milhões de dólares jogados fora quando muitos bilhões de dólares estão em jogo?

Amig Darose

- 2015-03-20 17:06:53

Vou comprar ação da Petrobras

Vou comprar ação da Petrobras e vender em 15/03/2009. Vou ficar rico

Gão

- 2015-03-20 16:56:51

Pesquisa: vocês lêem esses textos como esse ou ao ver a palavra

Petrobrás entram em modo automático passado a repetir o que ouvem na mídia ?

    O texto diz que a petrobrás dá lucro, ela não tira impostos que iriam pra educação muito pelo contrário, ela dá lucro gera ela mesma impostos assim como as empresas por ela contratadas, ela controla a produção do pré-sal cujos lucros irão em grande parte pra educação.

Pedro Penido dos Anjos

- 2015-03-20 16:51:27

Democracia é foda. O que a

Democracia é foda. O que a gente pode fazer com um babaca desses:

 

Ciclovias são ‘genocídio’, diz vereador de SP

Postado em 19 de março de 2015 às 8:25 pmEmail inShare


Do g1:

Cinco vereadores tomaram posse nesta terça-feira (17) na Câmara Municipal de São Paulo para substituir parlamentares eleitos deputados estaduais em 2014 ou que assumiram cargos no Executivo. Entre os novatos, Jonas Camisa Nova (DEM), que assume o posto levantando bandeira contra as ciclovias. Ele entra no lugar de Coronel Telhada (PSDB), que assumiu vaga de deputado estadual.

(…)

Com 25,5 mil votos, o ex-padeiro Camisa Nova afirmou que a gestão Haddad tem muito a fazer. “Ciclovia é um retrocesso. Em 1900, era trem. A bicicleta é dessa época. Veio carroça, veio trem, depois veio a bicicleta. Eu acho que estamos colocando os ciclistas em perigo nessas avenidas. Não fizemos uma coisa adequada. Jogar no meio dos carros é genocídio. Isso ainda vai acontecer.”

(…)

ADVERTISEMENT

Snaporaz

- 2015-03-20 16:14:24

As ordens de compra de  ações

As ordens de compra de  ações  de Petrobras  não param. Todas  do exterior. Talvez   seja disfarce, também.

Jorge Paulo Lemann  é um dos grandes interessados  em ampliar seu portfólio  da empresa. Pode ser especulação,pode ser premonição...

marcio100

- 2015-03-20 15:59:56

Mais um pitaco

No brasil, os nossos impostos vão compor o tesouro nacional. O tesouro nacional empresta dinheiro para o BDNES que por sua vez financia diversos empreendimentos no pais. Esse modelo foi muito utilizado por lula e dilma (acho que por fhc também).  Então, em resumo, os impostos (ou uma parte dele) acaba indo fomentar empreendimentos.  Tomando apenas o exemplo da empresas de Eike Batista. As empresas tomaram dinheiro emprestado, empreenderam e quebraram. Não importa os motivos pela quebra, eles são completamente irrelevantes. Agora as empresas dele tomadoras dos empréstimos não tem como devolver o dinheiro. Em resumo, os impostos que foram utilizados para fomentar o desenvolvimento foram perdidos.

Tomemos como verdade que a Noruega fez exatamente o mesmo caminho e que deu certo. Que bom para a Noruega! Que bom para o povo norueguês que a economia foi fomentada.

Em ambos os casos, Brasil e Noruega, os impostos foram empregados da mesma forma com resultados distintos. Isso é risco. Colocar dinheiro em algo e não ter certeza do retorno. Basear um argumento no suposto sucesso norueguês não é relevante para justificar o fato concreto que o dinheiro do contribuinte norueguês foi exposto ao risco.

Voltando ao Brasil, acho que é tranquilo entender que o pais, a despeito dos 13 anos desse governo e mais os 8 anos de fhc, possui IMENSA carência em serviços de educação, saúde, saneamento básico (apenas 50%), segurança publica. Neste cenário de tamanha carência causado por PSDB e também por PT, faz sentido empenhar R$1,00 que seja em exploração de petróleo (algo altamente arriscado)? Não seria melhor pegar a escassa grana e colocar em algo absolutamente básico como saúde e educação?

Jose Machado

- 2015-03-20 15:59:33

Sabe aquela revolução

Amigo,

É preciso tirar o óculos ideológico para ver a realidade. A produção de xisto está sendo reduzida porque o preço do petroleo caiu e os Árabes, bom como a Russia, Venezuela, etc (o cartel) não reduziu a produção. Isso exatamente para forçar o preço do petroleo para baixo até que não seja mais interessante produzir a partir do xisto. O custo para produzir de xisto é muito mais alto que o custo de produção no Oriente Médio. O que mudou é que agora, o preço não é mais controlado pelos Arabes, ou pelo Cartel, por que o "odioso imperio americano" é agora, o MAIOR produtor de petróleo do mundo, autosuficiente, para horror do resto do mundo não capitalista. Isso não tem nada de ideologia, pois a industria de petroleo americana é privada e não é usada de maneira ideológica por nenhum partido ou governo, como acontece na Russia, na Venezuela, no Brasil, no Oriente médio. Eles são CAPITALISTA e isso tem a ver com dinheiro, não com ideologia. Sem os óculos da ideologia, fica fácil de ver que a vida para os carteis do pretroleo agora ficou mais dificil, além de dar aos americanos uma independencia nesta área. Tanto é fato que os americanos não tratam o petroleo pela ideologia que eles continuam sendo os maiores compradores do Petroleo da Venezuela. Se tivesse algum viés ideologico, a primeira ação seria cortar a compra, até porque eles não precisam mais do Petroleo Venezuelano. Só compram deles por que o preço é bom. É uma questão de preço. Nada de ideologia.

Ugo

- 2015-03-20 15:46:00

eu apliquei

Ele não sei, mas eu fiz.

Spok da Silva

- 2015-03-20 15:44:39

Cerco predatório, na verdade,

Cerco predatório, na verdade, foi feito por FHC que, todos sabem, sucateou a Petrobras, proibiu novos investimentos, encheu setores vitais com terceirizados, colocou o Davizinho na ANP para preparar a privatização, gastou 50 milhões só para mudar a logo para Petrobrax, abriu o capital da empresa na bolsa de Nova York e nos colocou debaixo do jugo jurídico e discricionário de nosso piores concorrentes, além de entregar setores de exploração à Chevron que, dia sim e dia também, causava enormes vazamos de petróleo em nossas praias. A Petrobras valia 15 bilhões, hoje vale 115, apesar de toda a terrível campanha dos apátridas contra ela. E o pré-sal, que só seria explorado em 2022, já jorra à incrível taxa de 735 mil barris por dia. Todos esses diretores hoje envolvido em crimes eram servidores de carreira da Companhia, muitos deles assumiram cargos de comando ainda na era FHC e foi lá, sabemos nós, que começaram a roubar e roubar muito. 

Planter_br

- 2015-03-20 15:41:42

Não disse que não

Não disse que não existe.

Desde que haja ladrão ele esta em todo local,inclusive em Empresas Privadas, alias elas são corruptas sim.

Mas o caso é que vão PRESOS.Os das Empreiteiras estão.Vc viu algum Politico ser.So isso.

E este papo de que a Petrobras é nossa é papo furado , assim como Empresas com ações na Bolsa.

Os estrangeiros que investiram nela foi pq ?Ora abra seu olho.

Vivo no Brasil sei que aqui como em todo o mundo a corrupção existe.Mas la diferenbte daqui são PUNIDOS.

To errado.

 

anarquista sério

- 2015-03-20 15:31:08

E quem perdeu? O setor

E quem perdeu? O setor privado.Dane-se.

  E quem perde com a petro?

  Eu e vc e todos trabalhadores.

 E muito mais ainda os acionistas de pequeno porte.Como empregados ou fundo de pensão.

      Porque a diretoria da Petro é governamental,embora seja mista na sua aquisição.

      Então o govenno olha apenas o lado da inflação .E que se foda os acionustas de pequeno porte.

        Um exemplo: Pode o preço da gasolina ficar parado por trocentos anos? Só interessou até as eleições.

       E a mesma coisa com a luz.

               Pode vir na televisão e falar besteiras como a Dilma falou , e depois de eleita sobe trocentos porcento?

           Isso nem é substimação.É pensar que o povo é idiota.Gado mesmo.

             Mas nem os beneficiários do bolsa família estão satisfeitos.

               Veja as pesquisas!

MarioF

- 2015-03-20 15:25:03

Petrobras vendendo a gasolina

Petrobras vendendo a gasolina a R$1,20, chega nos postos a R$3,50 e culpa e dela?

Cheque o valor do ICMS na valor da gasolina e voce quase caira de costas!!!

Severino Januário

- 2015-03-20 15:17:21

Global Petrol Prices

Global Petrol Prices

Gasoline prices, 16-Mar-2015

http://www.globalpetrolprices.com/

 

Preço da Gasolina ao redor do mundo – Em dólares americanos por litro - O Brasil está na posição número 88. A média de preços mundial é 1,04 dólar por litro, portanto, o Brasil tem uma das gasolinas mais baratas do planeta, abaixo da média mundial.

 

88.  Brazil* - 1,02

87.  Cape Verde*- 1,03

86.  Honduras*- 1,04

85,  India* - 1,04

84.  Bangladesh – 1,04

83.  Haiti  - 1,04

82.  Nepal* -1,05

81. Zambia* - 1,05

80. Afghanistan – 1,05

79.  Lebanon  - 1,06

78.  Thailand* 1,07

77.  Peru* - 1,07

76.  China* - 1,08

75.  Mali  - 1,09

74.  Jamaica* 1,11

73.  Ivory Coast* - 1,11

72.  Fiji* - 1,12

71.  Japan* - 1,12

70.  Uganda* - 1,13

69.  Bosnia & Herz.* - 1,13

68.  Chile* - 1,13

67.  Burundi  - 1,14

66.  Rwanda  - 1,17

65.  Macedonia* - 1,17

64.  Guinea  - 1,8

63,  Poland* - 1,18

62.  Latvia* - 1,19

61.  Tajikistan   - 1,19

60.  Andorra* - 1,19

59.  Estonia* - 1,20

58.  Burkina Faso  - 1,20

57.  Czech Rep.* - 1,21

56.  Serbia* - 1,21

55.  Bulgaria* - 1,21

54.  Domin. Rep.*- 1,21

53.  Lithuania* - 1,22

52,  Mauritania – 1,25

51.  Morocco  - 1,26

50.  Laos  - 1,26

49.  Mauritius*- 1,27

48.  Hungary* - 1,27

47.  Montenegro* - 1,28

46.  Luxembourg* - 1,28

45.  Cambodia – 1,29

44.  Austria* - 1,29

43.  Cyprus* - 1,30

42.  Senegal  - 1,31

41.  C.A. Republic – 1,31

40.  Albania* - 1,31

39.  Mozambique 1,31

38.  Romania* - 1,31

37.  South Korea* - 1,32

36.  Slovakia* - 1,32

35.  Argentina* - 1,33

34.  Croatia* - 1,35

33.  Cuba  - 1,36

32.  Spain* - 1,38

31.  Slovenia* - 1,39

30.  Grenada  - 1,41

29.  Comoros  - 1,42

28.  Ireland* - 1,44

27.  Malta* - 1,44

26.  Germany* - 1,47

25.  France* - 1,48

24.  Paraguay  - 1,48

23.  Singapore* - 1,48

22.  Zimbabwe  - 1,48

21.  Malawi* - 1,49

20.  Switzerland* - 1,49

19.  Belgium* - 1,51

18.  New Zealand* - 1,52

17.  Suriname  - 1,52

16.  Iceland* - 1,53

15.  Finland* - 1,54

14.  Sweden* - 1,55

13.  DR Congo  - 1,57

12.  Uruguay* - 1,57

11.  Portugal* - 1,60

10.  Djibouti  - 1,62

09.  Greece* - 1,63

08.  UK* - 1,64

07.  Israel* - 1,65

06.  Italy* - 1,70

05.  Turkey* - 1,70

04.  Denmark* - 1,70

03.  Netherlands*  - 1,80

02.  Norway* - 1,84

01.  Hong Kong* - 1,92

 

On the chart we indicate with a * the countries for which we have official and up-to-date information about gasoline prices. For the remaining countries, we use older price series as a benchmark and we update using current exchange rates and the change in global petrol prices.

Crisitano

- 2015-03-20 15:14:35

Giusepe, esse subsídio é um

Giusepe, esse subsídio é um dos moitivos que deixou a empresa no patamar que se encontra hoje, e não a corrupção, que sempre existiu, apesar de ter crescido muito nos últimos anos, não sou contra subsídios, mas a conta chegou e o custo dele está sendo muito caro para a economia como u mtodo e para empresa!

Falar que a empresa passou de 15bi para 60 bi de valor é uma falácia, se vc tivesse aplicado seu dinheiro em uma renda fixa, ele teria rendido muito mais o que a Patrobrás cesceu com a administração do PT, é só fazer as contas de juros (cumulativos) nesses últimos 12 anos.....e comparar com o crescimento de valor da empresa....

barroso

- 2015-03-20 15:11:13

Em que mundo vc vive?

Ora, quer dizer que nas empresas privadas não existe escândalos, superfaturamento, fraudes contábeis e fiscais???

Eu li corretamente?? Em que mundo vc está??? Certamente não é neste mundo.

Ora, temos a toda hora escândalos em empresas privadas, ora por esconder prejuízos, ora por fraudar serviços e produtos, ora por desviar recursos, fazer caixa dois, sonegar impostos e remeter lucros sem o pagamento dos haveres tributários.

O que me diz dos casos Alston ( Metrô de SP), Siemens ( metrô SP), Walmart ( suborno México), Apple (subterfúgios fiscais), Delta ( Petrobrás)????

Crisitano

- 2015-03-20 15:06:22

JB, vc venderia algum bem

JB, vc venderia algum bem para investir ou aplicaria seu dinheiro em ações da Petrobrás hoje?

marcio100

- 2015-03-20 15:04:17

O capitalismo de estado é um

O capitalismo de estado é um erro. Quem diz isso é o atual ministro da fazenda. Ainda bem que Dilma acertou nesta escolha. Resta saber se o partido dela e a mentalidade socialista reinante (estado provedor) vai deixa-lo trabalhar.

O exemplo do brasil parece não bastar para quem acredita no estado provedor/empreendedor. Até o proprio governo não acredita mais.

Quanto a Noruega ou os escandinavos, vamos ver até quando isso vai durar. Acho que não muito, a França por exemplo esta em situação muito ruim. Alias, a Europa inteira esta.  

 

Athos

- 2015-03-20 15:03:06

Sabe aquela revolução
Sabe aquela revolução energética do Xisto? Acabou! A.produção e investimentos estão em declínio. Aparentemente era só para afetar Rússia, Brasil e Venezuela.... Tendo.lucro, e depois tomando DESTES o verdadeiro produto. Aquele produto que não interessa mais a ninguém porque tem xisto e como disse o analista da Globonews, a sociedade precisa debater antes SE quer seguir por este caminho com esta energia velha e suja. Eu entendo muito bem quem vc representa! E vc?

Athos

- 2015-03-20 14:56:52

Boa explicação mas os últimos
Boa explicação mas os últimos parágrafos ficaram meio capengas. Ali o Nassif teria que explicar a.metodologia de cálculo do VPL utilizado. Aí está a inconsistência! VPL nada mais é do que calcular as receitas do empreendimento durante sua vida útil e trazer a valor presente. A conta é simples MAS a Petrobras abriu seus custos.para os auditores? Aí é O Ponto a ser investigado e não vai ser olhando números da Petrobras que alguem vai conseguir explicar. Tem que olhar o lado de lá E ser mais específico.

Homero Pavan Filho

- 2015-03-20 14:53:13

Claudiney, perdeu ou nunca teve?

Vc deu duas informações, de que a Petrobras perdeu o grau de investimento, coisa que nunca teve.

Ou nunca teve, ou não perdeu (quem perde o que não tem?).

Escolhe aí, véi...

PS: ela sempre teve, viu?

Perdeu nota, nota, por causa da Lava Jato, mas é já que retoma.

humberto costa pereira

- 2015-03-20 14:52:49

Não interessa o valor da

Não interessa o valor da empresa quando não se quer vender.

Na Petrobrás o que interessa o volume de petróleo passível de ser extraido.

Se não pode ser extraido agora, o será depois.

A vale  foi privatizada pelo valor de mercado.

Não foi analisado o ativo:

Ferrovias, porto e o mais importante: todo o minério no subsolo.

Leiam Aziz Ab Saber.

 

Lionel Rupaud

- 2015-03-20 14:51:51

Vejo que você é um investidor muito arrojado e experiente!

prova cabal: você comprou á R$ 41 quando eu vendi tudo que tinha de PETR inclusive meu fundo FGTS.

Mas empatamos: re-comprei uma parte pequena em 2011 a R$ 22, portanto até agora perdi mais de 50% da minha carteira atual de PETR4, que é de qualquer forma bem menor que a que eu tinha no final de 2007 quando o petróleo estava nos incríveis US$ 135 / barril...

Alias é notável a diferença entre a tecnicalidade do post e os comentários dos que acusam os "petistas" de babar.

Ainda bem que temos o Daniel Quiriza para salvar o nível dos comentários.

Obrigado Daniel

Flavio Martinho

- 2015-03-20 14:51:37

Claro, claro. A terceira

Claro, claro. A terceira guerra começará devido a falta d'água. Sendo assim vai começar por São Paulo e depois se espalhará pelo mundo  cristão e civilizado e depois pelo mundo onde reina hoje a barbárie. Não sobrará pedra sobre pedra. Esse pessoal não entende a importância da água e do paulista para o mundo.

Vi Vendo

- 2015-03-20 14:45:47

O petróleo é nosso e ninguém tasca!

Alguém aqui conhece a situação da Pemex mexicana? 

DanielQuireza

- 2015-03-20 14:32:11

Obrigado, tento colaborar

Obrigado, tento colaborar sempre.

A minha avaliação geral é que o Governo errou com ela e muito. O principal é reverter isso, que começou a ser feito, com a troca de diretoria. Falta definir uma margem mínma para o abastecimento, para não se correr o risco de voltar a ocorrer que tivemos durante 3 anos.

Evidente que também existem outros interesses, privatistas, principalmente. Mas este não é o cerne da questão.

Só a situação financeira dela ja corrobora tanto o valor em bolsa quanto a perda de rating. Não podemos nos enganar.

Crisitano

- 2015-03-20 14:30:08

E falando em solução, ela

E falando em solução, ela está bem longe de passar pelos partidos e políticos!

Se a maioria da população é ou for contra privatizar, ela deveria ser livre das indicações e interferências políticas, o verdaderio motor da corrupção!

 

M.C

- 2015-03-20 14:26:33

Nos Estados Unidos o petróleo

Nos Estados Unidos o petróleo de xisto aumentou a produção americana em 60%, enquanto aqui o governo petista de coalizão patinava na produção,destruia o valor de mercado, endividava e metia a mão na grana  da Petrobrás.

A genealidade idológica do petismo conseguiu fazer petróleo valer menos que cerveja!

Esqueçam, na atual situação ninguém quer a Petrobrás nem financiar a lambança.

Esse papo de nacionalismo e riquezas nacionais é o biombo dos picaretas.

Por enquanto, os imperialistas preferem a cerveja nacional.

 

Flavio Martins e Nascimento

- 2015-03-20 14:26:22

Pois é, a pobre da Noruega tá

Pois é, a pobre da Noruega tá passando por uns apuros danados por resolver explorar petróleo... Deveriam estar gastando o dinheiro em educação, saúde, segurança ao invés de arriscar tudo no Mar do Norte... Mas também, que sabe ou que interesse tem aquela gente em bem-estar social. Uns loucos varridos, quem sabe corruptos mesmo...

Giusepe

- 2015-03-20 14:23:57

Cristiano, subsídio é

Cristiano, subsídio é política de estado, todos os países desenvolvidos praticam, e não abrem mão desta ferramenta poderosa e nacionalista.

Eu e muitos brasileiros "com S" agradecemos os 12 anos de combustíveis a preços civilizados. Veja; nestes íltimos 12 anos a gasolina aumentou 49%, e a Petrobras teve seu valor aumentado de 15  bilhões de dólares para 60 bilhões de dólares, não é pouca coisa não.

Quanto a aparelhamento e corrupção estamos em total acordo que é uma chaga, e tem que ser combatida diuturnamente com mãos de ferro....já entregar a galinha dos ovos de ouro, é outra coisa....

Crisitano

- 2015-03-20 14:21:08

Minha cara Emilia, vc

Minha cara Emilia, vc venderia algum bem, ou aplicaria suas reservas em ações da Petrobrás nesse momento?

Se vc tivesse acreditado no que Lula vendeu para o Brasil e para o mundo e tivesse aplicado R$ 100.000,00 a R$ 30,00 p/ação em 2010 (época da captalização) , hoje seus R$ 100.000,00 teriam se transformado em R$ 29 mil!!!!!!!!!!

Vc ainda acha que eles não são o problema?

 

winchester

- 2015-03-20 14:20:35

Essa tese do potencializado

Essa tese do potencializado apartir de 2003 não procede.

Os dados operacionais estão aí...

zuka

- 2015-03-20 14:13:31

Privatização

Quando descobrimos o pré-sal nossos politicos (PT e Cia), ficaram babando com a possibilidade de abocanhar e usar politicamente,dividendos da futura  produção, criando uma nova empresa afastando a Petrobras(que investiu e descobriu ) do controle, leiloando os campos para empresas e grupos nacionais e internacionais até alguns governos . qual é o critério usado para o termo privatização? 

Ronaldo Leite

- 2015-03-20 14:11:57

PETROLEO E MAIS PETROLEO

CAROS SENHORES:

A REFLEXÃO A SER FEITA NÃO É MAIS SOBRE PETROLEO. O PETRÓLEO JÁ ERA. O MUNDO ESTÁ ÀS VOLTAS COM SOLUÇÕES DE ENERGIA QUE DE ALTERNATIVAS PASSARÃO A SER A LOCOMOTIVA DO MUNDO. E NÓS AQUI ACHANDO QUE O MUNDO AINDA VAI FAZER A TERCEIRA GUERRA POR CAUSA DO PETRÓLEO.

ACORDEM...

Inides

- 2015-03-20 14:11:19

Problema da Petrobras

Está bem claro, para todos verem, que realmente o problema que levou a Petrobras a isso se chama PT. Com sua ingerência, investimentos não planejados ou mal calculados, além da roubalheira dos seus COMPANHEIROS famintos por redimentos ilícitos. Essa é a grande doença que acometeu a Petrobras. Não fosse isso, estaria ocupando sua posição no mercado e com suas açõs em alta. Parabens ao PT por conserguir quebrar uma Empresa tão grande e produtiva como a Petrobras. É de se admirar tal competência danoza.

Avelino de Oliveira

- 2015-03-20 14:09:07

Caro Nassif e demais O que

Caro Nassif e demais

O que estes grupo de direita e antinacionalista querem, é que a Petrobras, seja entregue para os interesses dos EUA.

Para isso tem que desgastar a Petrobras e o PT.

E  contam com bons e experientes profissionais para as propagandas mentirosas de desgaste.

Quanto mais  a Petrobras fica mais forte, mais esse grupo investe no desgaste. 

Saudações

Planter_br

- 2015-03-20 14:05:37

Caro Sr. Também acho que a

Caro Sr.

Também acho que a Petrobras é muito ,mas muito grande para estar nesta posição.

Mas o que ocorre com as Estatais(que são privatizadas sim) pois tem ações na bolsa, é que ha varios interesses por tras.

Qualquer empresa seja Publica ou Privada , que não tenha uma gerencia de nivel esta fadada ao fracasso.

Mas as Estatais tem uma coisa pior.Por ser maioritaria não coloca em suas presidencias e Diretoria ,pessoas Tecnicas e sim Politicas.

 Pq não vemos Grandes Empresas Privadas com este tipo de envolvimento.Pois qdo ocorre se ocorrer ,serão punidos pela Empresa e pela Policia.

Abraços

Anna Dutra

- 2015-03-20 14:02:41

A quem comentou antes da

A quem comentou antes da anexação do documento original recomendo a leitura do último parágrafo da página 65, com a conclusão resumida. O documento todo é importante para as tomadas de decisão empresariais e individuais. Mas este trecho corrobora cabalmente que a motivação por trás dos ataques especulativos e campanha depreciativa sobre a empresa não reside simplesmente em questões oriundas de gestão ou de "combate à corrupção" (nem vou me dar ao trabalho de listar meia dúzia de empresas que, pelos mesmos critérios, deveriam estar sob o mesmo escrutínio). O que se busca é dilapidar o patrimônio e tornar vendável, para mais à frente, depois de desmembrada e enfraquecida, alegar incapacidade para tocar o modelo estabelecido para o pré-sal e então, com o tiro de misericórdia, entregar o ouro negro aos grandes bucaneiros, salvadores da pátria.

Anna Dutra

- 2015-03-20 14:01:22

Daniel, acompanho sempre teus

Daniel, acompanho sempre teus comentários - sempre moderados e sem histeria - e é fato que tem bastante tempo que você chama a atenção para a situação de caixa.  Vamos torcer para que medidas de contenção possam apresentar resultados em tempo hábil para mitigar as fragilidades.

Eu me destempero com a butinagem por outros motivos.  E porque não tenho competência para análise econômico-financeira.

Obrigada pelos esclarecimentos, sempre.

marcio100

- 2015-03-20 13:43:44

É dever do estado extrair petróleo?

Qual é a razão do Estado manter uma empresa para explorar petróleo? Expor o dinheiro do contribuinte a riscos. Não seria melhor deixar a iniciativa privada fazer isso? O governo até poderia ter ações da empresa.

Eu como contribuinte prefiro que o dinheiro dos impostos seja aplicado em coisas mais  importantes do que petroleo. Coisas tipo saude, educação,segurança publica. Não gostaria de ver o meu dinheiro (impostos) aplicados em atividade de risco e a empresa sendo utilizada - na realidade - apenas como mecanismo para lotear apoiadores e cooptar a base aliada.

Enquanto o governo investe em petroleo a educação a saude e segurança publica é esse caos que ai esta. Isso faz sentido?

CLAUDINEY BARDINI

- 2015-03-20 13:41:55

Nassif , sabemos que voce

Nassif , sabemos que voce adora  elogiar o PT e destruir o PSDB , sei que voce tenta a todo custo salvar a PTrobras e dizer aquele velho bla..bla..bla.sobre a intenção dos direitistas de privatizar a PTrobras , (isto não lhe cansa não amigo ? rs.como se privatizar fosse RUIM ) Só não enxerga que a PTrobras quebrou e vai quebrar o Brasil quem é petista e quem é esquerdista, ou seja , a ideologia de esquerda faz embotar não só os olhos como o cérebro tambem.. O pre sal é farsa e não só vai quebrar a PTrobras , como vai quebrar tambem o Banco do Brasil - A Caixa e o BNDES. Não existe ninguem no mundo que queira participar de algum Leilão de novos campos do Pre Sal. Incrivel que voce não fala da falida  SETE BRASIL e as suas dividas e que o seu presidente está preso...pergunta :  QUEM NO MUNDO QUER FAZER NEGÓCIOS COM A PTROBRAS E COM O BRASIL ? ....é por estes motivos que o grau de investimento foi rebaixado....Grau de investimento siginifica : HONESTIDADE - TRANSPARENCIA- GOVERNANÇA CORPORATIVA coisas que a PTrobras NUNCA TEVE SENDO ADMIMISTRADA PELO PT ...entendeu agora NASSIF porque o PTrobras perdeu o grau de investimento ?? e o próximo a perder o Grau de Investimento será o Brasil ....pelas mesmas razões da PTrobras..

CLAUDINEY BARDINI

- 2015-03-20 13:21:10

PARABENS RAQUEL ,,VC FOI

PARABENS RAQUEL ,,VC FOI PERFEITA ....

JB Costa

- 2015-03-20 13:20:10

Em viagem de Fortaleza para o

Em viagem de Fortaleza para o interior hoje pela manhã, sintonizei na Rádio O POVO que retransmite a CBN. O comentário do indefectível Carlos Alberto Sardenberg foi uma análise comparativa entre a cotação do dólar, o preço da banana(isso mesmo, banana) e.....e.....e....e..........AÇÕES DA......DA.......P E T R O B R Á S. 

Entenderam? Não?: Eu,sim.

Tudo dentro do mesmo discurso ideológico estruturado para fixar no imaginário da população que a Petrobras já era. Morreu, Escafedeu-se. A solução? Ora, privatizá-la. Essa é a lógica.  Esse é todo o ânimo que está por trás dessa preocupação com o "derretimento" da nossa petrolífera.

A "análise" do "jênio": o dólar subindo o preço das as ações da Petrobras cotadas em dólar em New York caem(graaande descoberta). Hoje, segundo o Carlim, estão valendo na capital do mundo o equivalente a dez bananas!

Claro que soltei um dos braços da direção e mandei uma senhora "banana" para esse aziago global.

Aí vem um texto desse com números que enchem os olhos, e principalmente, aquecem o coração dos brasileiros imbuídos de bons propósitos que sabem que a Petrobras passa por uma pequena turbulência e que é grande, muito grande, para desaparecer no buraco que seus inimigos querem jogá-la. 

 

Luiz Carlos Toledo

- 2015-03-20 13:13:29

Caro Avelino

Caro Avelino, So existe um barco. Entorna do lado  onde estao sentados os sapoes remando.No momento consta que o seu partido estao no controle. Ate quando nesta coluna vamos ficar achando que A e melhor que B ou versa vice?

LUIZ - SOROCABA

- 2015-03-20 13:11:09

O dinamismo norte americano

O dinamismo norte americano no incremento de exploração do xisto e do uso do gás abateu até Russia e Arabia.

Porque só a Petrobras, agravada pelo cêrco predatório da corrupção para saciar a sede de poder (e não de entreguistas) dos governantes majoritários , potencializado a partir de 2003,  e seu partido insaciável não sentiria os efeitos também  ?

A baba não é de ódio de supostos e chamados de entreguistas, mas sim é a baba é escorrida do apetite voraz e predatório dos que estão aí no poder e transformaram a PeTrobras em seu parque de diversões para financiarem seu objetivo de poder pelo poder para 1000 anos.

 

Emilia Silva

- 2015-03-20 13:07:45

Se o problema da Petrobrás é

Se o problema da Petrobrás é o PT, então a solução é o PSDB: privatiza tudo, assim não temos mais problemas. Nem temos mais Petrobrás. Nem mais temos petróleo. Nem temos mais soberania. Nem temos mais...  

Rocha

- 2015-03-20 13:06:37

O dólar não é o problema

O preço do dólar não é necessariamente o problema pois, se a Petrobrás tem dívidas em dólar, ela também vende o petróleo e seus derivados nessa moeda. Se está caro para nós, está para os nossos clientes também... 

Rocha

- 2015-03-20 13:03:31

A história se repete...

A Petrobrás, principalmente após a descoberta do pré-sal, virou objeto de desejo dos grandes empresários e dos políticos comerciantes do patrimônio público rentável. Será estranho ou perfeitamente normal que aconteça o mesmo que aconteceu com as telecomunicações? Trabalhei nessa área por quase 30 anos e vi uma privaização que deu lucro a muta gente, menos aos seus donos, o povo brasileiro. E quem foi mesmo  protagonista daquela privatização? E como é interessante a semelhança de discursos...

Não importa a corrupção ou o valor da empresa, apenas como ela pode ser entregue aos intersses financeiros privados. 

A história se repete... e se repete,,, e se repete...

Luizz

- 2015-03-20 13:01:28

Caro Avelino

Caro Avelino, So existe um barco. Entorna do lado  onde estao sentados os sapoes remando.No momento consta que o seu partido esta no controle. Ate quando nesta coluna vamos ficar achando que A e melhor que B ou versa vice? O que precisamos, na verdade e botar mais luz nas questoes e agir de forma a agregar, a caminhar pra frente, nao de lado feito...

Chaplin

- 2015-03-20 12:56:10

A prova cabal de que o

A prova cabal de que o processo, muito mais do que político e golpista, é fundamentado nos interesses privados especulativos é a subida desenfreada do dólar. E quem provoca isso? Dito pela grande mídia, é o "mercado". Mas quem dita as evoluções do tal "mercado"? Os mega-investidores/banqueiros sionistas que retiram a moeda de circulação no mercado interno, são os mesmos grupos beneficiários, os chamados "credores" da dívida pública, que da mesma forma, onerará ao Estado nacional uma dificuldade maior com o câmbio desfavorável. Eis a questão.  

kalifa

- 2015-03-20 12:45:55

Ações da petrobrás

Pelo que foi exposto ao contrário do que se vê na mídia ainda é correto adquirir ações na Petrobrás!

Avelino de Oliveira

- 2015-03-20 12:43:01

Caro Nassife e demais Fico

Caro Nassife e demais

Fico com uma outra versão.

A crise da Petrobras é cada vez mais descobrir petroleo e gás e não deixar que os EUA tomem conta.

A crise da Petrobras, é a Dilma não permitir que a Petrobras afunde, por mais que um grupo anti antinacionalista e entreguista invistam nisso.

A Petrobras continua cada vez mais forte e batendo mais recordes de exploração, isso deixa os entreguistas cada vez com mais baba de ódio.

Que se puna os corruptos e corruptores,  bom isso. Aliás punir corruptos e corruptores, não é bem o desejos dos demos tucanos.

A sonegação é mais gigantesca e a lista do HSBC, por mais que fique escondida, aos pouco vem. 

Saudações

Imparcial atento

- 2015-03-20 12:38:59

Sr. Daniel ,aprecio muito

Sr. Daniel ,aprecio muito seus comentários sobre a Petrobras.O Sr. tocou no ponto fundamental da questão(dolar )

Com o dolar no patamar que está ,a situação da Petrobras(endividada em dolar ) não é boa.

Vai quebrar ?

È claro que não !

Vai precisar ser socorrida de alguma forma ?

É claro que sim.

Ivan Arruda

- 2015-03-20 12:38:08

Os estudiosos e profissionais

Os estudiosos e profissionais da contabilidade, não sei se só no Brasil, negligenciam quanto ao valor patrimonial das empresas privadas e entidades públicas em seus balanços. Nas contabilidades reais eles sabem quanto valem e por quanto tempo seus negócios são rentáveis. Mas os balanços não expressam isso. A contabilidade, ao invés de se preocupar com o valor real dos ativos, volta-se à ginásticas para pagar menos impostos. Convém reavaliar ativos ou depreciá-los? As depreciações são consideradas despesas e influem na diminuição do lucro e tributação. Por outro lado, como vimos em alguns balanços de bancos americanos, empréstimos foram considerados receitas e não foram registrados como passivos a serem saldados, criando lucros fictícios e levando de roldão os fundos que garantiam rendas aos velhinhos aposentados que acreditaram na lisura da administração dos fundos privados. 

No caso da Petrobrás, temos interesse em que ela propicie nossa autosuficiência e não tenhamos que importar aquilo que aqui podemos produzir. Ficar devendo em dólares é pior do que dever em reais. E auferir receitas com exportações, melhor que gastar com importações. Só que isso que nós queremos a qualquer custo, eles, os lacaios dos bandidos unidos e sua missão de nos tornar sempre subalternos e dependentes, não querem. No tempo deles, a corretagem era de 10%. Mas a má gestão, baixou para 3%. Esse o maior prejuízo. Ou seria esse enorme crescimento da Petrobrás que propiciou crescimento do emprego e da renda que os deixa indignados?

JOAO DIAS

- 2015-03-20 12:37:11

PREÇO DA GASOLINA

Você deve estar contente em pagar 4 reais o preço do litro da gasolina em um pais que é auto sustentável em extração de petrolleo e que tem todo o sistema de refinaria. Ninguem quer derrubar o PT, não precisa fazer isso.  Esses petralhas se derrubam sozinhos. Não sabem nem roubar. Roubam tanto que se lambuzam. Acharam que iam achacar o Brasil o resto da vida e nao ia dar em nata.  Isso que não começamos a falar doi rombo feito no BNDS emprestando dinheiro a fundo perdido para esse mnonte de ditadores sanguinolentos. 

Crisitano

- 2015-03-20 12:28:15

Dizem que: O melhor negócio

Dizem que:

O melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada

O 2.o melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo mau administrada

Só mudaria a frase acima pois agora temos a Apple...

O problema da Petrobrás não foi a corrupção, a lava jato, apesar de sim sangrar o caixa da empresa em alguns bilhões.

O problema da Petrobrás se chama populismo, intervenção do governo, Lula e principalmente Dilma Roussef!!!!

Ao assumir a presidência, em um momento que a estatal precisa fazer investimentos monstruosos, ela começa a fazer política subsidiando o preço da gasolina ao consumidor quando o petróleo estava em alta, para poder segurar artificialmente a inflação, seu discurso e posteriormente a sua reeleição.

 

 

DanielQuireza

- 2015-03-20 12:22:35

E o estudo não considerou o

E o estudo não considerou o valor do dólar, visto que ela ainda está importando derivados ? Se o dolar subir mais ela pode voltar a ter prejuizos nessa operação, por que não foi considerado ?

Pelo artigo fica claro a falta de cuidado da empresa com seu financeiro, notadamente fluxo de caixa e endividamento, tudo isso devido ao sangramento promovido pelo Govrerno ao segurar, por cerca de 3 anos, o preço dos derivados.

Avaliação de ativos é sempre algo muito subjetivo. No caso, a empresa está muito endividada e com pouco lucro (diminuiu em relação a 2010) e pouca geração de caixa. De forma que não adiantam estudos querendo forçar a avaliação de ativos para cima. Enquanto o endividamento não melhorar ou o lucro e o caixa não avançarem ficará dificil sustentar essa tese.

Um  ponto que pelo visto não foi avaliado é o custo médio da dívida, que é outro fator crucial para a companhia.

A  meu ver, com uma receita da ordem de 300 bi era para a empresa estar dando  um LL de, pelo menos, uns 15% ou 45 bi.

Vejam que o lucro projetado dele para este ano, 2015, é igual ao de 6 anos atrás. Nada catastrófico, mas longe de ser um bom número, o que justifica a baixa nas cotações e a perda do rating, apesar de ambos terem fatores também subjetivos.

A companhia tem todas as condições de se recuperar, mas tem que garantir uma política de rentabilidade mínima sobre o abastecimento, essa é a variável chave. É crucial para garantir a volta da credibilidade.

 

Renato Ferreira Lima

- 2015-03-20 12:17:17

Essa é a beleza do mercado

A questão para o mercado não é o quanto a própria empresa diz que vale, mas a percepção do mercado em relação às suas atividades, principalmente, governança. A avaliação não se restringe ao preço dos ativos, mas na avaliação da performance de quem comanda. Em miúdos: não interessa se você está sentado sobre uma mina de ouro, mas sim se você tem capacidade de tirar aquilo de lá de forma lucrativa e TRANSPARENTE para que o acionista se interesse pelo negócio e se sinta respeitado como investidor. Se os papéis estão depreciados, culpe o administrador e quem o colocou lá.

Eike Batisa e Petrobras são dois exemplos: quando o investidor percebe cheiro de maracutaia no ar, cai fora.A grande vantagem das empresas X do Eike é que a conta fica toda para os investidores. Já a Petrobras,... como dizia Celso Furtado mesmo? Ah, sim a "socialização das perdas..."

Oba! Vai ter CIDE esse ano! Relaxa gente! O Estado sabe o que é melhor para nós!

 

Paulo Ress

- 2015-03-20 12:14:32

O Market cap (uma das formas

O Market cap (uma das formas de estimar o valor da empresa) da Petrobras em 2009 era cerca de U$ 120B, hoje o seu market cap é de cerca de U$ 34B. No balanço de setembro 2014,  a dívida da Petrobras era de U$ 101B.

Mateustrs

- 2015-03-20 12:11:13

O aumento dos combustíveis,

O aumento dos combustíveis, salvo engano, foi devido a volta de imposto/CIDE, provovida pelo gov federal, e não uma medida da estatal.

vera lucia venturini

- 2015-03-20 12:05:31

Então... Não dá para o

Então... Não dá para o governo enfiar essas informações e esses números naquelas propagandas medíocres (que parece da época do governo militar) que passam no sistema Globo toda hora. Fora as revistas da Abril que vem com encartes de leituras de páginas e páginas que ninguém lê.

Quem contrata as agências de publicidade (e seus bônus de volume)? Quem aprova as campanhas promocionais? Ninguém vai investigar a corrupção daí, não? Ou quando diz respeito à distribuição de bônus de volume não tem corrupção?

 

Lau Mendes

- 2015-03-20 12:00:25

Amenizar o chororô

Por ser commodity sugiro complementação do artigo com os preços ao consumidor nas bombas em outros países. Dessa forma os contrários ao aumento (tbm não gosto..fazer o quê?) qualifiquem como desproporcional, sem justificativa e, facilitaria àqueles preferirem tachar o governo de 'populista' por não ter aumentado antes. Durma-se com um barulho dêstes. rs rs

Ugo

- 2015-03-20 11:51:49

todo troll tem os seu 15 minutos de visibilidade

As ações da vale valiam quase sessenta reais, agora na faixa de dezoito reais. Olha a privatização do fhc/psdb.

Tá na lista do hsbc? Acho que não, muito bagrinho por lá estar, mas bastante bobo por defender quem nela está.

 

Paulo Ress

- 2015-03-20 11:48:48

Olhando o lucro líquido em

Olhando o lucro líquido em dolar:

2013 - Lucro líquido: U$ 12 billhões

2015 - Lucro líquido: U$ 8,9 billhões

Ou seja uma queda do LL em dolar de cerca de 25%.

Adelmo

- 2015-03-20 11:47:31

A Petrobras

E aí Nassif, tenho 10 mil ações da Petrobrás que compre a R$ 41,00 reais antes do petrolão, tô vendendo BARATINHO, com  50% de desconto, topa?

A R$ 20,50 por ação lhe vendo tudo.

Se a empresa tá tão boa como voce diz fará um excelente negócio.

Ulisses s

- 2015-03-20 11:38:05

E a direita

quer distruir isto para derrubar o PT? Se tem crime de lesa pátria e traição, os tucanos estão até a medula. Se isto aqui fosse Cuba como a coxolândia afirma, seria caso de "Paredon"! Quem sabe se o desejo deles vire realidade e sejam os primeiros a visitar os paredon da lamentação?

João Maurício Pimentel

- 2015-03-20 11:30:21

Petrobras

Não houve aumento da gasolina, mas a volta da CIDE, que é im imposto federastadual.

E o ICMS, que incide sobre tudo. 

Se ventar, 34% nele!

Marcelo Maia Sobral

- 2015-03-20 11:26:22

Onde conseguir o documento original ?

Procurei no site do Congresso, nos relatórios da CPMI, mas não o encontrei ...

Diego Martins

- 2015-03-20 11:01:14

Favor postar o link do texto

Favor postar o link do texto mencionado.

anarquista sério

- 2015-03-20 10:23:19

A Petrobras pode quebrar? Até

A Petrobras pode quebrar?

Até pouco tempo atrás, uma pergunta como essa não teria o menor cabimento. A Petrobras ocupava o posto de maior empresa brasileira, dona das bilionárias reservas do pré-sal, com um faturamento de mais de R$ 300 bilhões –em resumo, era o orgulho nacional. Uma empresa como essa era inquebrável, inabalável, inatingível.

O problema é que o governo, que é o acionista controlador, acreditou nisso. A lógica das administrações Lula e Dilma é que a força da Petrobras está no tamanho de suas reservas e no mercado consumidor cativo. "A Petrobras está bem por duas razões: volume de petróleo e um mercado fabuloso em que o consumo cresce", disse Graça Foster, ex-presidente da estatal, em entrevista a blogueiros "amigos" em meados do ano passado.

Com esse discurso nacionalista, a Petrobras gastou bilhões de reais construindo projetos que agradavam políticos aliados, bancando obras superfaturadas por empreiteiros, e, é claro, pagando propina a funcionários, doleiros, deputados, senadores etc.

O governo, no entanto, parece ter esquecido dois chavões da economia: dinheiro não aceita desaforo e não existe almoço grátis. Extrair petróleo do fundo do mar ou da terra é uma atividade caríssima. Com um volume enorme de investimentos previstos, a Petrobras contraiu uma dívida gigantesca.

Quando as investigações da Operação Lava Jato expuseram o esquema de corrupção estatal, as ações da Petrobras desabaram. Mas o mau humor do mercado não é apenas porque a empresa ainda não conseguiu sequer publicar seu balanço. Os investidores também começaram a cobrar caro pelos anos de má gestão.

A Petrobras hoje gasta mais do que ganha. De janeiro a setembro de 2014, último dado disponível, a empresa gerou R$ 47,3 bilhões de caixa, mas aplicou em suas obras R$ 56,4 bilhões. As contas só fecharam porque a companhia foi a mercado e pediu emprestados R$ 41,3 bilhões.

É normal que as empresas se alavanquem para crescer. Mas se esse investimento não é revertido em receita no médio prazo, o mecanismo cria um círculo vicioso. Em setembro do ano passado, a dívida da Petrobras estava em espantosos R$ 331,7 bilhões e deve ter aumentando significativamente já que 70% desse montante é devido em dólares.

Uma empresa está quebrada quando não tem dinheiro para honrar seus compromissos. É bem provável que a Petrobras disponha de recursos para pagar suas dívidas neste ano. Mas e em 2016? As contas podem não fechar. Não é à toa que a nova direção da estatal adotou uma política típica de empresas com problemas: negociar com os credores e vender tudo que puder.

Dilma Rousseff não seu deu conta do tamanho do problema e continua insistindo no mesmo blá, blá, blá. Quando a companhia perdeu o selo de boa pagadora da agência Moody's, a presidente vociferou que era uma "falta de conhecimento do que está acontecendo na Petrobras" e que "a empresa tem capacidade de se recuperar disso, sem grandes consequências".

Alguém em Brasília precisa avisá-la de que a situação é tenebrosa e que ela pode entrar para a história como a presidente que quebrou a Petrobras. A não ser, é claro, que mude radicalmente a gestão ou resolva salvar a estatal com dinheiro dos bancos públicos, criando outro problema. E, não, isso não é alarmismo. Só não vê quem não sabe fazer conta ou deixa a política turvar seu raciocínio. 

Raquel Landim

 

 

drigoeira

- 2015-03-20 10:17:30

A crise é especulativa...

Tem que achar quem está gerando esta especulação. Pra mim não é normal, tem governo por trás disto aí.

Sobre o lucro, então não tem cabimento algum o aumento dos combustíveis. Foi provado o contrário.

 

anarquista sério

- 2015-03-20 09:10:25

No ano 2008 / 9 quanta valia

No ano 2008 / 9 quanta valia a Petro e quanto devia? E qual era o preço de sua ação na bolsa?

 E hoje?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador