Juíza substituta da Lava Jato intimada a explicar não cumprimento de ordens

Hardt optou por abrir vista dos autos ao Ministério Público federal, para sua manifestação, em vez de determinar a imediata remessa ao Distrito Federal. Bonat adotou o mesmo procedimento.

Em mais um caso de não cumprimento de determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) a juíza substituta da 13a Vara Federal de Curitiba, Gabriela Hardt, e o novo titular, Luiz Antonio Bonat, foram intimados pelo Ministro Gilmar Mendes “para que prestem informações, no prazo de 5 (cinco) dias, sobre o alegado descumprimento da ordem proferida por esta Corte”.

 Edison Lobão e Mário Lobão solicitaram acesso à ação penal 5059500-45.2019.4.04.7000. Para tanto, elas iriam que ser remetidas para a Justiça Federal do Distrito Federal.

Hardt optou por abrir vista dos autos ao Ministério Público Federal, para sua manifestação, em vez de determinar a imediata remessa ao Distrito Federal. Bonat adotou o mesmo procedimento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora