Artigo científico mostra como exposição midiática afetou eleição em São Paulo

Jornal GGN – O presidenciável do PT Fernando Haddad foi pressionado pela bancada do Jornal Nacional, na noite de sexta (14), sobre o fato de ter sido derrotado por João Doria (PSDB) em sua tentativa de reeleição na Prefeitura de São Paulo, em 2016.

Os apresentadores pressionaram  Haddad a fazer um mea culpa e avaliar os erros que o levou a ser “punido” pelo eleitor, mas o petista tomou outro caminho, analisando a conjuntura política pós crise do impeachment e a sanha anti-petista, alimentada pela grande mídia, como principais fatores a prejudicá-lo na urna.

O artigo científico em anexo foi enviado como sugestão ao GGN, pois trata-se de análise estatística, feita por alunos da USFC, sobre o efeito da exposição midiática a que Haddad – e outros objetos de estudo – foram sujeitos durante a campanha eleitoral, principalmente. A pesquisa conclui que 2016 foi um ano fora da curva e afetou diretamente o resultado na disputa em São Paulo.

No JN, Haddad não culpou o eleitor pela vitória de Doria, mas disse que o eleitorado “foi induzido a erro” porque não teve informações corretas sobre a atual conjuntura em que estava inserido. O candidato de Lula disse ainda que a mídia interferiu no resultado das eleições ao tratar o PT, sistematicamente, como se fosse o “demônio”, e o PSDB e aliados, “santos”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O Cone Sul e a Operação Condor 2.0, por Cesar Calejon

8 comentários

  1. Mas Haddad errou ao apanhar

    Mas Haddad errou ao apanhar tanto quieto e não oferecer um contraponto às materias negativas mesmo com toda a estrutura de internet e redes sociais à disposição.

  2. já era

    Acho que está no DNA da Globo sacanear!!!! Ela absolutamente não faz jornalismo, faz política e política rasteira, impulsionada  por dinheiro- só isso e nada mais. Ademnais, Haddad está certo em tudo o que disse. Posso dizer que sou testemunha disso, porque: moro ao lado de um praça. Na gestão Haddad, a cada quinze dias, aparecia um caminhão da prefeitura e com água de reuso, lavava toda a praça e ainda faziam um trabalho de jardinagem. Entrou o Dória, e prionto: o caminhão sumiu!!!! ninguém sabe ninguém viu!!!!! Limpeza nunca mais!!!. Jardinagem, nem pensar!!!. às vezes algum morador de rua tem idéia de dormir na praça. Péssima idéia, porque isso o Dória faz; manda jogar água fria – e nas noites de inverno, nos pobres homens. É algo como: “Durmo na praça porque gosto, É tão bom ficar sob um frio de 4 graus e dormindo em cima de um banco sujo!!!!”. Pior é que pelo menos os mendigos  costumam varrer a praça e parecem ter um senso de limpeza melhor que o Agripino. Como “novo” prefeito”, melhorou um pouco- só um pouco, mas melhorou. A Aavenida ibirapuera e REpública do Líbano são meu caminho: estava esperando o momento em que uma onça iria sair do canteiro centrala pular em cima de alguém. João Trabalhador diz sempre que era um menino pobre e que estudou com dificuldade. Considere que as empresas dele não prestam serviço algum, e não produzem nem mesmo um alfinete.Então, de onde vem toda a fortuna dele? De que modo ela foi criada? Primeiro é um mentiroso, porque era e sempre foi um burguesinho pedante e atrevido. Segundo, porque nunca trabalhou na vida, senão como lobista. Tudo isso foi escondido pela Globo e ainda mais, A Venus Platinada apresentou o cara como sendo – “o cara”. e induziu sim o eleitor em erro. O que, aliás, parece não ser dificil. Até Bolsonora está na” parada!!!!”

  3. Rede Globo: a maior derrotada da rodada de entrevistas

    1-GLOBO NÃO CONSEGUIU LEVANTAR SEU CANDIDATO

    Aquele tal de ALckmin ainda está na disputa? A Globo chegou a promovê-lo na entrevista? Não sei… alguém se interessou? Nem tive curiosidade de ver a bajulação global ao PSDB… acho que ninguém teve… 

    2-GLOBO ATACOU TODOS E NÃO ATINGIU NINGUÉM

    A Globo conseguiu apenas demonstrar ódio e anti-política nessas entrevistas. Não vi venhum candidato realmente cair nas “arapucas” infantis do Bonner. No fim, Bonner saiu pior que entrou… foi dragado pela lama dos “políticos que não são da política”… mas que mamam há décadas nas tetas do Estado.

    3-GLOBO CONSEGUIU VIRAR VIDRAÇA E SER CONSTRANGIDA AO VIVO

    Com os ataques a Globo conseguiu apenas trazer a tona eventos obscuros de sua biografia. Retirou do baú o apoio à ditadura, conseguiu ter seu esquema de sonegação relembrado… tudo isso graças aos empregados do mês: “Boner e a que ganha menos”… e ainda teve ajuda de Míria Leitão.

    4-GLOBO SE COLOCOU ABERTAMENTE COMO AGENTE FOMENTADOR DA POLARIZAÇÃO

    Os entrevistadores em nenhum momento demonstraram qualquer interesse em diminuir a polarização… muito pelo contrário… essas entrevistas só fomentaram ainda mais a polarização, a violência, a discórdia. A Globo se comportou como um panfleteiro de Facebook. Fiquei com a impressão até de que a Globo tentou passar a imagem de ser a mais radical da imprensa… como se fosse o obstáculo mais difícil a ser ultrapassado pelo candidato.

    5-OS PRINCIPAIS CANDIDATOS SE POSICIONARAM CONTRA A GLOBO

    Bolsonaro, Ciro e Haddad foram colocados contra a parede pela imprensa até se posicionarem abertamente contra a situação atual do cartel da mídia no Brasil. Boulos e Manuela também. A imprensa conseguiu garantir que qualquer candidato eleito vai olhar com desconfiança e pensar duas vezes antes de liberar verbas públicas para esses veículos de mídia.

     

  4. O que fica evidente é o cinismo de Bonner

    A Globo trabalha o tempo inteiro com o objetivo de influenciar o espectador. Trabalha com a indução principalmente omitindo informações. Durante os últimos mêses  na vã esperança de colocar no eleitor a culpa no PT, transformou o país ora num foro judicial, ora numa praça de guerra, ora na propaganda de quadrilhas criminosas e na explosão da violência num país de 13 milhóes de desempregados. Aparentemente todo o resto do que acontece no país, não aparece na televisão. Isto é feito de forma intencional e com o intuito de induzir o espectador ao erro, ou a profunda depressão e profunda baixa estima.   A outra parte do tempo são as  noticias da meteorologia usando a simpatia da moça do tempo e das oscilações especulativas da bolsa, usando a antipatia de Sardenberg que pretende dar alguma lógica e racionalidade, ao cassino  da bolsa. Afinal a nossa economia se resume a ações. E com certeza eles conseguem induzir nos capitalistas do setor produtivo, as idéias de um mercado improdutivo.

    Portanto só pode ser ciinismo da parte de Bonner querer induzir o telespecador a achar que eles não induzem nada. Kammel Bonner e Renata não trabalham no ramo das notícias, mas sim do marketing e da propaganda  e da manipulação de informações.

  5. Desacreditada e desequilibrada
    Fernando Haddad se comportou, no interrogatório da Globo, como é do seu estilo, ou seja: com educação, com equilíbrio, com paciência e com muito respeito, principalmente aos telespectadores. Em reação totalmente oposta, a Globo ( não esquecer que era a Tv Globo que entrevistava Fernando Haddad, na pessoa de Renata e Bonner) se mostrou muito mal educada, bastante desequilibrada, impaciente, desrespeitosa, despreparada, parcial, partidária e sem nenhum compromisso com a isenção e com o profissionalismo jornalístico.
    Fernando Haddad perdeu uma boa oportunidade e de dizer para a Tv Globo, que é ela é não ele, quem subestima a inteligência dos eleitores.
    Afinal, qualquer pessoa sabe que a liderança disparada de Lula nas pesquisas significa que os eleitores já avaliaram e concederam a aprovação total aos governos do PT. Se os governos do PT fosse metade do que a coligação derrotada e golpista tenta induzir na população, Lula não estaria dando a goleada de popularidade, de reconhecimento e de credibilidade que vem dando, faz mais de três anos, no lombo do judiciário golpista tenta, da grande mídia golpistas, dos políticos golpistas e de coxinhas golpistas adestrados, pela elite sem voto e sem moral. Por incrível que pareça, como se fosse um tiro no próprio pé, a Tv Globo é quem subestima a inteligência de si mesma, quando ainda acredita que possua credibilidade e respeito para formar opiniões. isto, o Haddad também poderia ter dito, a Globo faz por merecer muito mais.

  6. Fernando Haddad se comportou,
    Fernando Haddad se comportou, no interrogatório da Globo, como é do seu estilo, ou seja: com educação, com equilíbrio, com paciência e com muito respeito, principalmente aos telespectadores. Em reação totalmente oposta, a Globo ( não esquecer que era a Tv Globo que entrevistava Fernando Haddad, na pessoa de Renata e Bonner) se mostrou muito mal educada, bastante desequilibrada, impaciente, desrespeitosa, despreparada, parcial, partidária e sem nenhum compromisso com a isenção e com o profissionalismo jornalístico.
    Fernando Haddad perdeu uma boa oportunidade e de dizer para a Tv Globo, que é ela é não ele, quem subestima a inteligência dos eleitores.
    Afinal, qualquer pessoa sabe que a liderança disparada de Lula nas pesquisas significa que os eleitores já avaliaram e concederam a aprovação total aos governos do PT. Se os governos do PT fosse metade do que a coligação derrotada e golpista tenta induzir na população, Lula não estaria dando a goleada de popularidade, de reconhecimento e de credibilidade que vem dando, faz mais de três anos, no lombo do judiciário golpista tenta, da grande mídia golpistas, dos políticos golpistas e de coxinhas golpistas adestrados, pela elite sem voto e sem moral. Por incrível que pareça, como se fosse um tiro no próprio pé, a Tv Globo é quem subestima a inteligência de si mesma, quando ainda acredita que possua credibilidade e respeito para formar opiniões. isto, o Haddad também poderia ter dito, a Globo faz por merecer muito mais. Buu

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome