A história da indústria de tecidos Ypiranga Jafet S.A.

Por Motta Araujo

EMPRESAS HISTÓRICAS – FIAÇÃO TECELAGEM E ESTAMPARIA YPIRANGA JAFET S.A. – Grande empresa industrial de tecidos que praticamente criou o bairro do Ipiranga em São Paulo.

Nami Jafet foi um imigrante libanês atípico que formou-se professor na Universidade Americana de Beirute em matemática, imigrou para o Brasil no final do seculo XIX e em 1890 abriu loja de tecidos na Rua 25 de Março em São Paulo. Bem sucedido, mandou vir os irmãos Basílio, João e Benjamim do Líbano, originários da aldeia de Chour, em 1906 comprou 100 mil metros no bairro histórico do Ipiranga, onde pouco ou nada havia a não ser as recordações do Grito da Independência. Lá fundaram uma indústria têxtil que em pouco tempo empregava 1.800 operários e tornou-se uma das maiores do país.

Já ricos, construíram suas mansões não na Avenida Paulista, reduto dos industriais de São Paulo, mas no próprio bairro da fábrica, foram 22 palacetes dos quais hoje restam 6, residências marcantes de uma época, material todo importado da Europa antes da Primeira Guerra, imóveis primorosos, estilo Belle Epoque, que fizeram desenvolver esse bairro histórico de São Paulo, desde então com importante parcela de descendentes de sírio libaneses.

Os Jafet com os fabulosos lucros da Primeira Guerra, quando a importação foi fechada e os industriais brasileiros não tinham concorrência dos tecidos importados, entraram em outros ramos, os Jafet foram os primeiros importantes industriais siderúrgicos do Pais, com a Mineração Geral do Brasil, em Mogi das Cruzes, além de outras usinas como Santa Olímpia, São Francisco, De Martino,  Minas da Jangada.

Foram fundadores do Esporte Clube Sírio, do Clube Monte Líbano, do Hospital Sírio Libanês, até pouco tempo presidido pela Sra. Violeta Jafet, filha de Basilio Jafet, irmão do prof.Nami Jafet.

Já muito ricos cometeram o erro de entrar na política, foram grandes financiadores da volta de Getúlio em 1950, que os recompensou nomeando Ricardo Jafet, filho do Prof. Nami, para a presidência do Banco do Brasil. Com a morte de Getúlio houve a reviravolta própria da luta política, já com as indústrias em decadência sofreram cortes de crédito o que os levou a concordata em 1965, que começou pela Mineração Geral do Brasil, empresa que revigorou o pacato município de Mogi das Cruzes na Central do Brasil.

Do passado glorioso ficaram ligações políticas curiosas, Ricardo Jafet foi casado com a irmã do ex-Governador Paulo Maluf, o Deputado Valdemar da Costa Neto entrou na política como herdeiro do pai Valdemar da Costa Filho que era almoxarife da Mineração Geral do Brasil em Mogi das Cruzes e foi lançado na política pelos Jafet que precisavam de operadores em Mogi das Cruzes.

Uma ilustre família que muito beneficiou o Brasil, está ai o Hospital Sírio Libanês, uma realização em grande parte dos Jafet, família símbolo da valiosa imigração sírio-libanesa, coluna formadora do Brasil de hoje.

5 comentários

  1. Dona Nelly

     Irmã do Paulo é que foi casada com o Ricardo Jafet, aliás dos “turcos do Ipiranga”, alem dos Jafet, podemos colocar os Lutfalla ( cuja filha Sylvia casou com o Paulo Maluf) e os Assad.

      Outra contribuição importante do Cav. Basilio Jafet , e de Dona Adma, mãe da Violeta( era cavaleiro da Legião de Honra francesa), foi a doação do prédio do Instituto de Fisica da USP, talvez relembrando a escola que seu pai tinha no Libano ( a dos “3 sóis”), antes de virem para o Brasil.

      E Motta, uma “lenda” ou “realidade”, que me foi dita nos anos 80/90, quando trabalhava com produtos interessantes para aquela região do mundo, é que todas estas familias libanesas importantes para o Brasil, quando no Libano, foram todas oriundas da região do Bekaa (Zahle), e que por séculos viveram a menos de 150 Km uma das outras, e só se vieram a encontrar-se aqui, algumas inclusive, até negociaram no passado com uma familia de banqueiros/cambistas de Tripoli, os Safra, que tambem vieram para cá, estabelecendo-se primeiramente em Santos.

       Hj., aliás desde os anos 90, a região do Bekaa (Zahle), a area mais estratégica do Libano (estrada para Damasco), é controlada pelos milicianos do Hezbollah (alguns inclusive nascidos aqui, tanto que este partido, já elegeu para o parlamento libanês, um brasileiro nascido em Londrina), a avenida principal de Zahle, chama-se Brasil (com s), infelizmente o time de futebol mais “cultuado” na região é o Corithians, e continua sendo, no sempre a beira da conflagração religiosa, o Libano, a região onde cristãos e muçulmanos convivem em harmonia.

        Será a nossa “joie de vivre” a responsavel, ou os “efluvios” da brasilidade malemolente ?

  2. Historia e pedido

    Ola!  sou filho de imigrantes espanhois que foram funcionarios da Tecelagem Jafet, gostaria de saber se existe condições de me fornecer copias dos registros trabalhistas de meu Pai, avô , avó e tios e tias. Familia Moreno /Familia Simon Perez, faço esse pedido humildemente pois a alguns anos venho trabalhando no historico de minha Familia no  Brasil, faço esse pedido porque estou com Câncer a quase 8 anos e queria deixar a historia completa de minhas raizes e os Jafet…tem grande importancia em minha familia…agradeço. Valdessyr Moreno Romero   https://www.facebook.com/romero.morenov

  3. Tecido Ypiranga

    Boa tarde,

    Gostaria de saber se vocês vendem um tecido que se chama Tecido Ypiranga?

    Fico no aguardo do retorno.

    Att,

    Flávia Hilbert

    (31) 2555-6508

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome