Lula e o efeito saturação, por Aldo Fornazieri

Lula e o efeito saturação

por Aldo Fornazieri

“Fim do jogo”, “bala de prata”, “fim da linha para Lula”. Estas foram algumas das definições expedidas por analistas e comentaristas políticos acerca do depoimento de Palocci, imputando acusações genéricas contra Lula. As evidências empíricas e as pesquisas de opinião, contudo, indicam que o que chegou ao fim da linha são os efeitos da guerra de desgaste que vem sendo travada contra o ex-presidente desde o início da atual crise política. Os que não se deram conta deste fato são, João Dória, alguns comentaristas que se consideram vacas sagradas do jornalismo político e os fascistóides empedernidos que vêem em Lula a encarnação do demônio.

A destruição da figura política e histórica de Lula era um dos objetivos iniciais da Lava Jato, particularmente dos procuradores de Curitiba e do juiz Moro, mas também dos políticos que se agregaram no golpe e de boa parte do jornalismo político. Com o estilhaçamento do bloco golpista, com a percepção de que o governo Temer é uma quadrilha e com o envolvimento crescente de políticos governistas nas denúncias de corrupção, a frente ampla de ataque a Lula se  reduziu.

A estratégia adotada pelos inimigos de Lula foi a de um fogo de barragem, uma guerra de saturação prolongada e concentrada na figura dele, depois de derrubada a Dilma. Este fogo consistiu no uso de todas as armas lícitas e ilícitas, em todas as frentes – estatais e não estatais, públicas e privadas. Lula foi apresentado desde o início como o grande chefe, o “general da propinocracia”, nas palavras do Dallagnol.

Mas a guerra de saturação produziu uma contra-face, inesperada pelos seus operadores: a saturação da opinião pública. As acusações e delações contra Lula são tantas que poucos sabem acerca do que ele está sendo acusado.  Acusações e delações contra ele esgotaram a capacidade de provocar abalos emocionais, na medida em que houve uma saciedade de emoções. Diga-se agora o que se disser a respeito de Lula, se não vier acompanhado com malas de dinheiro, com contas recheadas por milhões de reais, não produzirá mais nenhum efeito significativo, pois se produziu um estado psicológico nas pessoas que chegou ao limite a respeito do assunto. As pessoas estão saciadas de denúncias contra o ex-presidente. O que vier agora tende a ser rejeitado, provocando fastio, cansaço, aborrecimento, tédio e recusa.

Leia também:  Sergio Moro admite que terá influência na escolha da PGR

Ao esgotar a sua potência emocional, as novas denúncias, pelo contrário geram incômodo e indiferença. As pessoas comuns raciocinam e chegam às suas conclusões usando o método comparativo. Com isto, percebem três coisas:  1) Lula é acusado de ser dono de um triplex, de um sítio, de um terreno para o Instituto e de um apartamento em São Bernardo do Campo que, comprovadamente, não são seus e que o MP e Moro não conseguem provar a propriedade do ex-presidente; 2) em contraste com a imaterialidade das acusações contra Lula, há a materialidade de 51 milhões no apartamento do Geddel, a mala de dinheiro de Temer e Rocha Loures, os dois milhões de Aécio Neves e várias contas, jóias e dinheiro de outros acusados; 3) há uma crença generalizada de que nada será feito contra Temer e contra Aécio Neves.

A interligação de todos esses pontos na mente das pessoas comuns reforça a crença de que se Lula cometeu pecados, estes são menores do que aqueles dos seus inimigo e de que há uma ação persecutória contra ele por parte do Ministério Público e do juiz Moro. Há que se considerar também que boa parte daqueles que lutaram pelo afastamento de Dilma e pela condenação de Lula estão estupefatos com os crimes revelados, praticados por políticos do atual condomínio de poder.

As políticas anti-sociais, anti-culturais, anti-ambientais e anti-civilizacionais praticadas pelos governistas revoltaram muitos dos seus apoiadores iniciais. O entorno fascista do governo e dos políticos que o compõem, que cresce em número e ousadia, vem colocando muitas pessoas em estado de alerta e revendo positivamente os seus posicionamentos em relação a Lula, ao PT e às esquerdas. Por outro lado, há uma clara decomposição do centro político com a crise e cisão do PSDB. Com isso, o movimento da política se desloca para uma polarização crescente, tendo Lula de um lado, e as duas faces fascistóides do outro: Bolsonaro e Dória.

Leia também:  Bolsonaro é o "tiozão do pavê" passando vergonha na Presidência

Lula ou guerra?

O ex-ministro Gilberto Carvalho vaticinou que se Lula não for candidato em 2018 “vai ter guerra.  Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras”. Seja qual for o significado da palavra “guerra”, aqui, este é um problema, um equívoco, que as esquerdas vêm repetindo desde 1964.

Naquele ano, Jango teria movimentos sociais que o sustentariam e até mesmo uma base militar nas Forças Armadas para enfrentar os golpistas. O golpe foi sacramentado sem que ocorressem reações significativa. Com  Dilma, ocorreu a mesma coisa: existiria um exército do Stédile, e o presidente da CUT anunciou que reagiria ao golpe nas trincheiras, com armas na mão. No dia 17 de abril, os militantes e ativistas se retiraram do Vale do Anhangabaú e de outros locais, cabisbaixos e desmoralizados, sem exército e sem trincheiras.

Acreditar que o povo das caravanas fará “guerra”, espontaneamente, pela sua própria iniciativa, significando esta, provavelmente, luta, manifestações, mobilizações, significa acreditar numa ilusão. O povo das caravanas só se mobilizará se tiver comando e direção e se este comando tiver uma estratégia definida. Não é isto o que se vê no PT. Mantidas as atuais condições, se Lula for condenado, com a subtração do direito de concorrer, haverá uma manifestação aqui, outra acolá, uma retórica contundente da direção petista e nada mais. Para haver lula, mobilizações, desobediência civil, é preciso que isto tudo seja construído e organizado. Acreditar na benevolência ou no temor dos juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região é um ato de extrema ingenuidade.

Leia também:  Justiça comprova denúncias contra DPF Erika Marena, por Marcelo Auler

A estratégia das caravanas é correta e necessária. Lula saiu da condição de ser um alvo fixo e passivo do juiz Moro e da Lava Jato. Saiu da defensividade para travar uma guerra mental, na fluidez de um terreno em que ele tem o domínio e que os seus inimigos não o conhecem e onde não sabem se mover. Trata-se agora de travar essa guerra conceitual e simbólica que Lula sabe travar, de confundir os juízes e de jogar o seu julgamento para o povo.

Mas as caravanas não podem ser um mero passar de Lula pelas cidades, um ato, uma caminhada, que se esgotam em si mesmos. É preciso extrair saldos organizativos das mesmas e criar a consciência de que o que se decide, neste momento, no Brasil, é se Lula pode ou não pode concorrer. Os petistas e Lula indicarão as consequências e as providências a serem desencadeadas se houver uma interdição do direito de disputar as eleições? A direção do PT precisa responder essa questão.

Aldo Fornazieri – Professor da Escola de Sociologia e Política (FESPSP).

 

43 comentários

  1. perfeito ..O brasileiro ainda

    perfeito ..O brasileiro ainda aguarda pelo messias  ..ou pela VOLTA dum deles  .,assim como o povo se lembra pseudo “ordem social” de quando do Regime Militar  ..o país também trás na memória o ORGULHO e exito do Governo de LULA

    resta saber se nos deixarão escolher ..pq exigir nosso direito a força  ..tenho certeza  ..a IMENSA maioria não vai se propor a fazer

    Falar em guerra, luta, constitui-se numa tremenda BOBAGEM  ..fora que provoca com vara curta os mais exaltados  ..tipo como foi a tentativa IMATURA de tentarem rever como com um ZUMBI, a lei da anistia 

    Inclusive, afirmo aqui, invasões OPORTUNISTAS como esta que esta ocorrendo em SBC mais DISTANCIAM, do que aproximam os distos movimentos sociais da NAÇÃO votante

    O brasileiro mediano busca por legalidade, moradia, respeito, cidadania, segurança  ..não por favela (em que sabe que ficará REFÈM do crime organizado por exemplo) ou condições abjetas de sobrevivência que estas fórmulas ESTUPIDAS acabam por nos impor

     

     

     

    • Sr. Romanelli

      O brasileiro mediano está começando a entender que não vivemos na legalidade, não temos direito a moradia( no Rio, os que tem vão ter sei IPTU aumentado em 37%), cidadania acabou há muito tempo, segurança não exite,então alguma coisa tem que ser feita,passeatas são recebidas a bala e gas e as manifestações também. Alguém sugere uma saída digna?

      • MArcia  ..vdd é que perdemos

        MArcia  ..vdd é que perdemos uma ótima oportunidade ao trocarmos uma política HABUITACIONAL de Estado, por um consumismo imediato

        Será que teremos outra oportunidade ainda nesta geração ? 

        O déficit habitacional gira entre 10-15 mm ..ninguém sabe com certeza

        Fato é que uma política habitacional garantiria crecimento por DECADAS e custaria uns R$ 400 bi  ..fora de enfrentar mazelas e distribuir conquistas positivas quando da sua implantaçãoi  ..isso em diversas áreas como na saúde, educação, acesso a infra, segurança, expectativa de vida e distribuição de renda, geração de emprego e riquezas, cidadania, previdência, saneamento etc

  2. Fogo amigo

    Esse Gilberto Carvalho só abre a boca para falar besteiras. Não sei quem fala mais besteiras e expõe Lula e Dilma se Carvalho Rui Falcão ou JE Cardozo. Hoje, a sustentação dos ataques a Lula e em defesa do governo golpista tem nome:FSP e a Globo. Não hora que eles forem neutralizados tudo acaba.

  3. Professor Aldo,
    Receio que o

    Professor Aldo,

    Receio que o povo, tal como na proclamação da república, ou no golpe de 64, ou no golpe de 2016, assistirá à interdição de Lula de forma bestializada. Tantos absurdos sendo revelados a cada hora, desde a deposição de Dilma, e, na mesma proporção que os escândalos foram aumentando, a mobilização e a resistência foram dimuindo. Enquanto a discussão política gira em torno da possível candidatura de lula, um enorme flanco está sendo aberto para a ocupação das forças fascistas. Lula, sozinho, não conseguirá unir o povo. E as lideranças petitas e dos demais partidos de esquerda ao invés de se preocuparem com o presente, e trabalhar para a união, já estão se articulando para as eleições, e de forma errada ( na minha opinião). A tal da frente ampla de esquerda para barrar o avanço neoliberal e neofascista nem foi arregimentada e já vemos rachaduras – Ciro Gomes que o diga. 

     

    Grande abraço! 

  4. “Com isso, o movimento da

    “Com isso, o movimento da política se desloca para uma polarização crescente, tendo Lula de um lado, e as duas faces fascistóides do outro: Bolsonaro e Dória.”

    DÓRIA… nem metade de um Collor é. Cessará meia hora depois da última reportagem. Já com Bolsonaro a história é bem diferente.

    Sobre a análise da “resistência”… PERFEITA! Se o PT, o maior PT do país, foi incapaz de se mobilizar e convencer por número e coesão aos reacionários do pato amarelo, contratados, convocados ou voluntários de que ali não era sua praia, como seria agora que todo o leite foi derramado? E sequer uma coordenação de resistência se enxerga? Repito: PERFEITA! Análise dura, real e por isso perfeita.

    • O PT não foi incapaz

      O PT não tentou, graças ao senhor das soluções intempestivas Tarso Genro e seu assessor intelectual Alfo Fornazieri, sem falar do alto comando pelego, E. Cardozo, Mercadante, Vicente Candido e toda trupe de parlamentares de facebook. Quem no PT se comunica com a CUT e o MST? Gleise? Lindbergh, Genro? O MST foi abandonado sozinho na luta e por sorte “deles” não foram varridos do mapa sozinhos.

  5. A Cantanhede do GGN

    “Naquele ano, Jango teria movimentos sociais que o sustentariam e até mesmo uma base militar nas Forças Armadas para enfrentar os golpistas. O golpe foi sacramentado sem que ocorressem reações significativa. Com  Dilma, ocorreu a mesma coisa: existiria um exército do Stédile, e o presidente da CUT anunciou que reagiria ao golpe nas trincheiras, com armas na mão. No dia 17 de abril, os militantes e ativistas se retiraram do Vale do Anhangabaú e de outros locais, cabisbaixos e desmoralizados, sem exército e sem trincheiras.”

  6. Com tantos ataques e

    Com tantos ataques e perseguição grande parte do povo já anda fazendo questionamentos. A exploração do depoimento do Palloci fez muita gente entender que após o sucesso de uma caravana pelo nordeste onde a grande mídia tentou mas não conseguiu esconder deixou o povão de orelha em pé. Hoje, Moro, seus procuradores já não são vistos mais como heróis pois a população começa a endender a perseguição ao PT e ao Lula e a decifrar os vazamentos. o depoimento do Lula foi de uma pessoa que age com coragem, pois não se pode esconder a verdade. Nem Moro e seus procuradores conseguiram provar nada. O que Palloci falou não passou de acusações e nada mais. Eu ouvi, ele me disse sem apresentar as malas, os áudios e algo a mais já não convence. O Brasil e os brasileiros não se pode deixar manipular pela mídia. É hora de se sentarem representantes dos três poderes, as lideranças nacionais e estaduais de cada partido, entidades de classe, igrejas para discutirem o Brasil. 

  7. Para mim está bem claro.

    Para mim está bem claro. Investigar Lula, punir Lula, imputar toda a culpa em Lula, faz com que todos fiquem olhando o caso de Lula e os corruptos com provas significantes nem investigados são. Quanto mais ir para a cadeia, vide o caso de Aécio Neves, foi pego em áudio negociando propina e ameaçando quem delatar, se isso não obstrução de justiça e flagrante não sei o que é. LULA É O PÃO E CIRCO PARA O BRASILEIRO FICAR ENTRETIDO, E OS CORRUPTOS E PRINCIPALMENTE O SISTEMA PERMANECERÁ O MESMO!!!! 

  8. Dois equívocos

    1) “A frente ampla de ataque a Lula se reduziu”. Não reduziu e ganhou uma revigoração poderosa com o depoimento do Palocci. Engana-se quem pensa que quem atacou Lula e Dilma por conta de corrupção atacará Temer et caterva pelo mesmo motivo. Se tem uma coisa que os protestos de 2013 para cá provaram incontestavelmente é que a indignação do brasileiro é seletiva. 

    2) “Se Lula não for candidato em 2018 vai ter guerra, por causa dos brasileiros que querem esperança”. Ledo engano. Talvez o maior engano que o PT acalentou e ainda acalenta: o de que seria defendido pelos milhões de brasileiros que tirou da pobreza e da miséria e que ajudou a ter uma vida melhor. Os que saíram da miséria voltaram/voltarão à ela graças a Temer e o PSDB, e se resignarão por achar que “é assim mesmo”. Os que saíram da pobreza e viraram classe média aderiram às elites e aos seus discursos, achando que defender o neoliberalismo selvagem é defender a si mesmos. Agarram-se às elites por achar que agora fazem parte sistema, que fazem parte do grupo que decide, quando na verdade são meramente afetados pelas decisões. Regozijam-se em ler notícias sobre os saltos seguidos da Bovespa, achando que “a economia está melhorando”, mesmo tendo a consciência de que não são eles que ganham dinheiro com a bolsa…

    A maior prova disso é que enquanto as elites saíam às ruas pra derrubar o PT, com suas camisas da seleção de 300 reais, tomando espumante ao final das manifestações, os pobres ficaram olhando. A maior prova disso é que hoje pululam nas caixas de comentários dos sites da grande mídia assalariados que defendem com ardor a reforma trabalhista que lhes tirará o emprego e a reforma previdenciária que lhes eliminará na prática o direito à aposentadoria. A maior prova disso são os que aplaudiram, e ainda aplaudem, o pato da FIESP, achando que o Brasil é pobre por causa da carga tributária imposta a quem produz “e gera emregos” – os empresários, os comerciantes, sem saber que os mesmos nem sequer pagam imposto de renda…

  9. Continuas ainda procurando
    Continuas ainda procurando chifre em cabeça de cavalos?
    Esse teu texto prova o quanto a esquerda está desesperada tentando blindar o ladrão-mor do Brasil.
    Segue abraçado com ele e afundaras bem junto ao mesmo.
    PS. pula fora que esse barco fez água.

    • O Zé Vanildo pulou para o barco do Aécio-Temer

      Ladrão-mór do Brasil não é quem é flagrado com malas abarrotadas de dinheiro, mas quem contra o qual não há uma prova sequer dos roubos que lhe atribuem.

  10. bem observado

    No geral concordo com as observações do prof Aldo. 

    O povão que trabalha ( quando trabalha), que estuda á noite que anda de onibus e trem de suburbio não se importa com a campanha anti- lula.

    Ele sabe que os que os outros são bem piores e que nada fizeram pelo povo. Pode não ter um raciocinio muito elaborado mas não é burro. È intuitivo como Lula.

    Quem acredita nessa campanha e dá vazão na internet é aquele que acha que é classe media… tem condições de andar de carro e trabalha (quando trabalha) num escritorio limpinho.

    Claro que há o pobre de direita mas esse não tem recuperação.

     

     

  11. Perdemos o “timing”

    Acho melhor o PT e todos nos, nos prepararmos para a confirmação da condenação de Lula na segunda instância. Não ha ali a imparcialidade requerivel. Agora é pensar que ou se sai em massa às ruas ou qual sera o candidato do PT para 2018. Acho que Ciro Gomes queimou em definitivo os laços que PT poderia manter com ele.

  12. Aldo fala em pecados de Lula. Quais seriam, quais foram?

    Chovem análises críticas que falam de erros do PT, de erros de Lula. Mas nunca citam. Vejo como artifício pra aparentar sser crítico e reconhecer erros do mesmo lado (de esquerda, e de senso crítico). Nalgumas postagens, citei o que considero erros, pecados (coincidentemente, apelo pra linguagem religiosa: irmandade, beatice, ambiente de fé pra mexer com avestruzes). Foi o próprio PT (digo, hierarquia, políticos profissionais do partido, Direção Nacional que se eterniza) e foi o próprio Lula os mais responsáveis dos pecados. Um dito popular diz que se perdoa o pecador, mas não se perdoa o santo que peca.

    • Humanos temos vaidade e sede de poder

      Não é esperteza,é desconsiderar o povo insistir em não fazer autocrítica pública,aberta,seria isto “stalinista”.E o culto à per-sonalidade,o que tem sido?Lula sairia por cima como o melhor presidente.Deveria ter sido afastado diante de suspeitas.Ou espontaneamente se afastar.Quem se lembra da entrevista de seu vice-Bisol ou dá algum crédito ao q FHC disse sobre a motivação de Lula em disputar eleições no SIndicato,lembra q há vaidade humana,há sede de poder,e muita (Algumas coisas, imitemos os clássicos:só indo ler em blogs e autores opostos ou diferentes,até pra não repetirmos a parábola dos 7 cegos diante do enorme elefante,cada um apalpando e concluindo uma coisa,todos divergiam).

      • Ciro queimou os laços como PT

        e fez bem. A falta de autocrítica aberta, pública, honesta, a eterna vitimização (em parte, com razão) torna o PT tirador de votos de quem vier a apoiar. Quem tem memória (não precisa ser de geração anterior, mas procurar, por curiosidade intelectual) verá que foi o PT que deu várias rasteiras em Ciro Gomes que foi sempre fiel apesar de tudo, demonstrnado grandeza. Um único líder foi cultuado por todos os meios pouco éticos pela hierarquia, pelos pensantes estrategistas das direções enganando os segidores. Obs: Não estou dizendo que não há méritos enormes no governo Lula e Dilma no 1º mandato.

        • Ciro foi fiel ao consenso de Washington em 1994

          Ciro Gomes sempre foi fiel a quem?

          Em 1994, então ministro da fazenda, ainda no PSDB fazendo papel de cabo eleitoral de FHC, foi fiel ao Consenso de Washington, apoiando todas as medidas neoliberais do Plano Real, inclusive tem entrevista gravada em que ele já defendia a privatização da Vale em 1994.

          Em 2002 ele pretendeu preencher a lacuna do eleitorado anti-Lula como candidato da frente PTB-PFL com Paulinha da Força como vice. Se vencesse seria um governo com Bornhausen e Roberto Jefferson como homens fortes. Só apoiou Lula na reta de chegada do primeiro turno em diante, quando Lula já era favoritíssimo e Serra e Garotinho estavam na frente de Ciro nas pesquisas, com Serra consolidado no segundo lugar.

          Por que razão todo mundo do PT, PCdoB, etc deveria abrir mão para apoiar Ciro que nem sequer concorda com boa parte dos projetos de governo da esquerda?

          Ciro tem suas virtudes, não foi golpista, mas ele também recebeu muito apoio de Lula tanto como Ministro da Integração Nacional, tocando grandes obras e projetos como a transposição do São Francisco, como teve muito apoio nas eleiçoes e no mandato de Cid Gomes no governo do Ceará. Para ele a relação de apoio foi muito benéfica e oportuna também.

          • Neonupi, agradeço o comentário

            não acompanhei Ciro Gomes como você . Muito grato. Mas ainda simpatizo com ele por ser, ao que parece, o único que não sofreu suspeitas de corrupção. Claro, delação premiada não é culpa. Me gui p-or algo falho porque é muito subjetivo: impressões. Só voto em Lula em último caso. Ele e a Direção Nacional cometeram erros incríveis, e se ele não sabia de nada nem no chamado mensalão, nem no petrolão, não seria confiável no controle da coisa pública, mesmo que não intencionalmente (o que ach difícil, porque gente que teve contato com ele me disse coisas de que só um gênio com muito boa memória poderia guardar). A renovação é preciso. Agradeçpo, e acho que Ciro pode também mudar, mesmo que com interesses eleitorais.

    • Vou citar só três erros

      Vou citar só três erros monstruosos do PT que levaram ao inferno que vivemos:

      1. Não dar ouvidos aos blogueiros sujos que avisaram, mais de uma vez, que o partido estava errando na estratégia de comunicação deixando seus inimigos, Globo a frente, falarem o que quisessem;

      2. Não ter acreditado que os movimentos de 2013 não eram espontâneos, mas manipulados por agentes externos, tendo, novamente, Globo a frente. Interpretaram errado, enfrentaram o problema de forma errada e deu no que deu;

      3. Não ter obrigado os deputados a enterrarem as denuncias contra Cunha que, por vingança, abriu o processo de impeachment. Tá certo, o Cunha é um imundo, mas o PT devia ter aplicado a realpolitik e fazer o que era necessário para salvar o mandato da Dilma.

      Tem mais, muito mais. Mas esses foram fatais. Agiram como crianças ingênuas, não como animais políticos. Deu no que deu

      • Perfeito
        Em 2013 eu escrevi em vários blogs q as manifestações de junho fazia parte do golpe e me chamaram de exagerado. No meu trabalho me chamaram de lunático.

    • Aonde o Aldo falou dos pecados do Lula?

      O Nickname está igual àquela Velhota Surda da ‘Praça é Nossa’, a Sra. Bizantina Eustacamáquia Pinto, que entende tudo errado.

      O Aldo Fornazieri disse:

      “A interligação de todos esses pontos na mente das pessoas comuns reforça a crença de que SE LULA COMETEU PECADOS, estes são menores do que aqueles dos seus inimigo e de que há uma ação persecutória contra ele por parte do Ministério Público e do juiz Moro.”

      O Nickname Estacamáquio Pinto entendeu que o Aldo Fornazieri falou dos pecados do Lula. Qualquer semelhança com aquele quadro no qual um dos interlocutores da Bizantina diz que ela é uma grande atriz e ela responde: “Meretriz é a sua mãe’, não é mera coincidência.

      Outra coisa: Esse sujeito exige que os Petistas façam auto-crítica. Ora, fazer auto-crítica equivaleria a confessar os crimes que os Procuradores atribuem aos Petistas não com base em provas, mas em convicções.

      Alguém já ouviu ele exigindo que os Tucanos ou os golpistas façam auto-crítica?

      O Lula já fez auto-crítica ao dizer: “Nós erramos, mas acertamos muito mais do que erramos”.

      Mas essa auto-crítica não satisfaz esse Idiota. Ele quer uma confissão, a fim de que o Sérgio Moro e as demais instâncias do Judiciário, juntamente com o PIG e o MPF acabem com o PT e que ninguém nunca mais ouse distribuir um pouquinho melhor a riqueza desse país, de forma que ele se empanturre com as migalhas do banquete burguês.

      Ou esse elemento é burro ou tá com má-fé.

  13. Brasil não é soberano

    O Brasil é mal educado e mantém os vícios da Coroa Portuguesa, ou seja, o clientelismo, o compadrio, tudo para os amigos do Rei e nada para os inimigos e os indiferentes;  o rigor da lei para o mais pobre e os favores dela para o mais forte, a impunidade geral para criminosos,   a fim de que o mais forte também não seja punido uma vez que “a lei é para todos”…. desonestidade é pouco!

  14. Brasil não é soberano

    O Brasil é mal educado e mantém os vícios da Coroa Portuguesa, ou seja, o clientelismo, o compadrio, tudo para os amigos do Rei e nada para os inimigos e os indiferentes;  o rigor da lei para o mais pobre e os favores dela para o mais forte, a impunidade geral para criminosos,   a fim de que o mais forte também não seja punido uma vez que “a lei é para todos”…. desonestidade é pouco!

  15. A mídia perfídia

    Assistir e ler o Globo, A Folha de São Paulo o UOL, assistir a GloboNews nos dá repulsa, nos deixam perplexos tal a propaganda que fazem para defender esse governo ilegítimo que ai está. Isso virou uma verdadeira zona. Como pode jornais, Tvs ditos de primeiro mundo se prestarem a um trabalho sujos desses onde desprezam o país e defendem um bando de criminosos

  16. A mídia perfídia

    Assistir e ler o Globo, A Folha de São Paulo o UOL, assistir a GloboNews nos dá repulsa, nos deixam perplexos tal a propaganda que fazem para defender esse governo ilegítimo que ai está. Isso virou uma verdadeira zona. Como pode jornais, Tvs ditos de primeiro mundo se prestarem a um trabalho sujos desses onde desprezam o país e defendem um bando de criminosos

  17. A velha técnica, agora em versão remake

    Prezados,

    Por mais que Aldo Fornazieri tente exorcizar os ‘demônios’ que habitam sua psique, uma espécie de carma que atormenta os chamados ‘intelectuais esquerdistas’, eles se manifestam de forma estridente nos ttrês parágrafos iniciais do último tópico.

    Enfim: Aldo Fornazieri não consegue se libertar da síndrome “uma no cravo, outra na ferradura”. Com isso AF, WGS e outros procuram manter a atratividade perante o PIG/PPV, para que lhe dêem espaço e divulgação de artigos acadêmicos e livros.

  18. REalmente falta o PT dar as

    REalmente falta o PT dar as caras e partir pra luta. Mas será que alguém do PT lê e ouve essas questões. 

     

    Todo mundo sabe que fazer desfile na paulista não vai dar em nada.

     

     

  19. Você acha mesmo que MP e moro
    Você acha mesmo que MP e moro que deseja destruir o Lula ele se destruiu sozinho aceitando as coisas ilícitas o patrimônio hoje que ele possui e seus filhos foi de salários ganhos igual a você ou eu acorda e para de sonhar

    • Puxa!  Você sabe alguma coisa

      Puxa!  Você sabe alguma coisa contra o Lula? Onde foi queele conseguiu dinheiro p/pagar o apto que mora?  Se voce tem alguma PROVA,  leva para a globogolpe e fique rico.

  20. Os que tomaram o poder

    Os que tomaram o poder [Michel é só um senhor moleque de recados ] não deixarão que o poder seja tomado por quem não quer executar a política econômica que eles determinam, ou seja, tudo pro rentismo e nada pro setor produtivo. O Brasil que hoje está sendo desenhado – pros ruralistas (pois o sonho é transformar esse país num exportador de comida e comodittes e nada de indústria) e o setor financeiro (ser banqueiro no Brasil é como ser uma vaca na Índia rs )  – é pruns 30 milhões de pessoas. O resto, trate de ficar cada vez mais  invisível nas periferias cada vez mais pobres e destruídas pelo crime organizado. Portanto, Lula e Ciro estão totalmente fora. Talvez só permitam que um esquerdista volte ao poder como os militares permitiram que voltasse o poder aos civis = quando o país estiver totalmente quebrado financeiramente e ninguém mais querer essa bagaça e deixar o bagaço pro próximo. 

    Talvez o único movimento que poderia atrapalhar o jogo dos golpistas fosse Lula hoje ser preso. Talvez isso despertaria uma revolta principalmente na parte norte e nordeste do país e nas partes mais pobres das outras regiões. Talvez isso fizesse o povo real ir pras ruas contra a prisão dele e aí os golpistas teriam que tirar a última peça de democracia que encobre essa ditadura disfarçada. E se chegasse a um ponto de caos social, de real guerra civil, aí talvez os que mandam tirariam Lula da prisão e colocaria os que mandam pra tentar mais uma vez fazer um pacto – estilo a Anistia – para evitar o pior. Mas ressalto a palavra Talvez. 

    • Não me parece que exista um

      Não me parece que exista um mínimo de organização popular capaz de produzir um enfrentamento. Revolta popular desorganizada não passará de alguns saques e de alguns mortos pelas forças policiais. O que se pode, de imediato, é exibir para o mundo realmente democrático (cada vez menor) a sujeira golpista pela qual estamos passando.

  21. A voz que vem de dentro e de baixo
    A Caravana de Lula pelo Nordeste foi o maior movimento popular de massas desde as Diretas Já.

    Como a anterior, Rede Globo abafou. Mas não há peneira que tape a luz do sol.

    Não vejo as caravanas como algo fechado, quanto mais Lula caminhar ao lado do povo, mais sentido a sua voz fará no coração do povo.

    • A sinergia que une Lula ao povo.

      Parece que o artigo esqueceu de relacionar um fator importante na formação da opinião das pessoas que assistem atônitas o avanço dos inimigos do Brasil, além desses citados, Além de 

      “A interligação de todos esses pontos na mente das pessoas comuns reforça a crença de que se Lula cometeu pecados, estes são menores do que aqueles dos seus inimigos e de que há uma ação persecutória contra ele por parte do Ministério Público e do juiz Moro.”

      O fator mais relevante que move e moverá a população talvez seja a memória recente da liberdade de sonhar perdida.

  22. “Cura gay” (?!) e o Golpe: por que NÃO mudarei o meu avatar

    “Cura gay” (?!) e o Golpe: por que NÃO mudarei o meu avatar no Facebook! – um alerta para a esquerda

    Por Romulus

    SÚPLICA (!) CÍVICO-PATRIÓTICA DE… CASSANDRA!

    – Ei, você de esquerda!

    – Ei, você com esse coraçãozinho… ENORME!

    (um oximoro?)

    – Ei, você “prafrentex”!

    – Ei, você com as melhores intenções do mundo!

    – Ei, você…

    – Ei…

    Faz um favorzinho pra mim??

    (e pro Brasil??)

    – LÊ O ARTIGO ABAIXO??

    E, depois, responde se, como eu, você tampouco vai morder a…

    – … isca DA VEZ?

    E tampouco vai mudar o seu avatar no Facebook??

    *

    – “Obrigado!”

    – “De nada!”

    *

    Mas…

    Antes…

    Um pequeno pedido:

    (adicional)

    – Não (me) odeie!

    (ainda…)

    – PENSE!

    😉

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome