Paulo Henrique Amorim lança seu Manual Inútil da Televisão na próxima terça

 
Jornal GGN – Paulo Henrique Amorim, jornalista, blogueiro e apresentador de TV, lança na próxima terça-feira (22), em São Paulo, seu novo livro, intitulado “Manual inútil da televisão e outros bichos curiosos”.
 
O livro traz histórias que o jornalista reuniu ao longo de sua carreira, com episódios envolvendo personagens como Tom Jobim, Lula, Roberto Marinho, Marilyn Monroe, Dilma Rousseff, Collor, Galvão Bueno, Princesa Diana, Fidel Castro, Cid Moreira e William Bonner, entre outros. 
 
No ano passado, Paulo Henrique Amorim lançou o livro “O Quarto Poder”, que aborda a história dos meios de comunicação no Brasil, desde o período Vargas, passando pela ditadura militar, até a redemocratização e o período atual.

 
Assista aqui a entrevista de Paulo Henrique Amorim com o jornalista Luis Nassif, na ocasião do lançamento do “O Quarto Poder”. 
 
Serviço
 
Lançamento – Manual inútil da televisão e outros bichos estranhos, de Paulo Henrique Amorim
22/11 (terça-feira), às 19h
Na Livraria Saraiva do Shopping Higienópolis – Avenida HigienópoIis, 618 – São Paulo (SP)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 comentários

  1. Tenho certa admiração por

    Tenho certa admiração por PHA. Porém, em vista de como se comporta a Record, em especial no pós-impeachment, do qual ela participou, indiretamente de um lado, e diretamente pelo seu pupilo Crivella, que fez questão de se portar ocmo traidor e covarde, ando me perguntando até onde chegará esse jornalista, que pode e tem meios para detonar contra seus mais importantes empregadores, contudo se vendo, pois não é besta nem burro, num limite como progressista dentro de um conjunto de retrógrados, também jornalistas, ou não, tipo Macedo e comparsas.

    Conversa Afiada brecou os comentários, alegando razões que nem lembro mais quais foram, tal a insignificância delas. 

    Acho que foi isso que lhe disse bispo Macedo: “Amorim, acompanhando-o via Internet, queria pedir-lhe para brecar seus comentarista. Assim, o senhor fica na Record, porém no programa Domingo Espetacular, se limitando a fazer graças com os Bichos Curiosos; e outros bichos. Impeço-o de tratar de assuntos políticos na minha televisão.”

    No último domingo PHA sumiu, como o faz algumas vezes durante o Domingo Espetacular, para dar lugar às moças bonitas, que iriam detonar contra Lula. Foram minutos preciosos do programa focando apenas no querido ex-Presidente. 

    Na segunda, o jornal da noite dos bispos e pastores ladrões, deram uma cadeira confortável e microfone para ninguém mesnos que Delcídio do Amaral, um homem sem moral, sem ética, traidor, falso, muito rico, que parece nada ter perdido, enquanto teve o direito legal e imoral também de delatar para sair-se como bom moço, ficando rente com Youssef e todos de sua laia. 

    Pudesse usar de sua independência como jornalista, com certeza, já teria dado suas impressões sobre essa mudança da emissora para a qual desempenha seu papel jornalístico. Como não pode, termina ficando como tantos, lmitado, fornecendo notícias parciais, etc.

    Não o julgaria por nada, apenas estou constatando uma realidade: que PHA, ao que me parece, anda meio na corda-bamba, por condenar uma emssora, merecidamente, e fazer cara de paisagem pra outra, tão sem-vergonha quanto.

  2. PHA é ótimo.
    Mas alguém

    PHA é ótimo.

    Mas alguém precisa dizer a ele o verdadeiro nome do Edir Macedo:

    “Ah-como-eu-queria-ser-o-roberto-marinho!”.

  3. sucesso PHA

    Pois eu desejo muito sucesso a PHA.

    Pena que a grana está curta para o meu lado senão teria muito interesse em comprar.

    Alguns criticam PHA por estar na Record. 

    Pô, ele tem que pagar as contas  e os processos que lhe são movidos e as portas das outras emissoras estão fechadas para ele.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome