Alckmin aproxima-se dos vereadores de SP

Por diretório municipal, Semeghini flerta com vereadores

Por Wilian Miron
Da Agência Dinheiro Vivo

O pré-candidato à presidência regional do PSDB em São Paulo, Júlio Semeghini, vai procurar o vereador Police Neto, presidente da Câmara Municipal, para acalmar os ânimos dos vereadores, que não abrem mão de indicar um nome para coordenar o partido na capital. “Tenho respeito pelos vereadores e, por isso, acho que precisamos conversar”, disse o atual secretário de Gestão Pública do governo Ackmin.

Semeghini afirmou que fez um contato inicial com parte da bancada tucana para se colocar como interessado ao posto, porém, sua intenção foi mal-interpretada pelos interlocutores do secretário. “Eles entenderam que eu já era candidato e não é isso”, comentou.

Além de Semeghini, outro nome que desponta como possível sucessor de Lobo na presidência do PSDB paulista é o do vereador Adolfo Quintas, vencido por três votos na eleição regional do partido em 2005. “A disputa só traz o crescimento e a minha proposta é estimular as zonais para que o partido crie vida e não fazer acordo para favorecer alguém sem uma concorrência”.

Panorama

Segundo fontes ligadas à corrida pela presidência tucana em São Paulo, a decisão sobre quem vai dirigir o PSDB na capital está praticamente nas mãos dos vereadores paulistas: Juscelino Gadelha, José Police Neto (Netinho), Gilson Barreto, Tião Farias. “Existe uma militância forte em torno deles”, comentou a fonte.

Propostas

Ambos os candidatos afirmam que o PSDB precisa melhorar as relações com a população e tentar acabar com o estigma de “partido elitizado”, um dos fatores que contribuíram para a derrocada de José Serra nas eleições presidenciais do ano passado.

Porém, enquanto o Adolfo Quintas defende a “abertura” do partido e o diálogo com a população nos bairros, o Semeghini prefere manter em sigilo seus planos para gerir o PSDB na capital paulista. “Ainda é cedo para falar de propostas”, afirmou.  

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora