BNDES trava nomeação de conselheiro eleito

Diretoria usa Poder Judiciário para impedir posse de presidente da associação dos funcionários no conselho do banco

Jornal GGN – A diretoria do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) segue tentando barrar a posse do economista Arthur Koblitz, presidente da Associação dos Funcionários do banco estatal, no conselho de administração.

Embora sua eleição tenha sido consumada no final de janeiro, Koblitz ainda não conseguiu assumir a cadeira, com a atual diretoria criando diversos obstáculos para sua posse.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a nova estratégia nesse sentido foi um parecer emitido pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que recomenda uma nova eleição – mesmo que Koblitz tenha sido eleito com 73% dos votos dos funcionários. A associação dos funcionários do BNDES prepara recurso.

Em post em rede social, Koblitz questiona o interesse da diretoria em impedir sua posse: “O discurso de transparência não me parece compatível com o esforço que estão fazendo para impedir uma participação crítica dos empregados no CA. O que a diretoria do BNDES tanto teme?”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora