Bolsonaro recorre a caciques para salvar articulação do governo

Dez meses e muitas crises depois, presidente busca na ‘velha política’ as ferramentas para tentar apoio no Congresso

Foto HuffPost Brasil

Jornal GGN – Depois de insistir no combate à “velha política” durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro se vê obrigado a recorrer a ferramentas já usadas anteriormente para tentar garantir a articulação de seu governo, enquanto o PSL se vê em meio a uma intensa guerra de interesses.

Nas últimas semanas, Bolsonaro começou a receber líderes partidários nos palácios para “conversar”, segundo informações do jornal Folha de São Paulo. O presidente do MDB, Baleia Rossi, além do presidente do PSD, Gilberto Kassab, e de representantes do DEM, já tiveram encontros com o presidente. Essa movimentação deve voltar a ganhar corpo quando o Presidente da República voltar de viagem de duas semanas por Ásia e Oriente Médio.

A estratégia é ganhar o apoio das legendas. Bolsonaro chegou a declarar que quer “paz para poder governar”, e que é papel do presidente conversar com todo mundo. Contudo, ele ressaltou que não é a intenção dele recorrer a práticas da “velha política”.

As declarações em tom mais diplomático foram feitas em meio a um grande embate entre Bolsonaro e o presidente do PSL, Luciano Bivar, por conta da divulgação de uma série de áudios e ameaças e o dinheiro do fundo partidário – que pode chegar a R$ 110 milhões.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ciro: "Existiria bolsonarismo sem o lulopetismo e suas escolhas?"