Cacique da maior tribo do RJ morre com coronavírus; outros 88 indígenas estão infectados

Cerca de 350 indígenas da tribo guarani vivem na aldeia Sapukai, que fica localizada a cerca de 6 km da BR-101

Foto: Reprodução/TV Rio Sul

Jornal GGN – Morreu nesta terça (21) o cacique da tribo guarani Sapukai, Domingos Venite, aos 68 anos, com coronavírus. A aldeia fica em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, e possui outros 88 indígenas infectados, segundo informações da secretaria de Saúde local. A tribo guarani Sapukai é a maior tribo indígena do estado do Rio. Domingos estava em tratamento desde 26 de junho.

Segundo relatos do G1, a secretaria municipal de Saúde orientou a tribo a não realizar o ritual de falecimento, seguindo as normas da Anvisa para a pandemia. Os 88 indígenas positivos para covid-19 “estão sendo acompanhados por uma equipe médica que atua em na Unidade de Saúde da Família da aldeia”, diz o site.

Atualmente, cerca de 350 indígenas da tribo guarani vivem na aldeia Sapukai, que fica localizada a cerca de 6 km da BR-101 (Rodovia Rio-Santos), na região de Bracuí. A comunidade vive em uma área montanhosa cercada por Mata Atlântica, acrescentou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome