Carne Fraca: A Espetacularização De Um Problema

A ESPETACULARIZAÇÃO DE UM PROBLEMA MAIOR DO QUE ELE É

https://www.youtube.com/watch?v=6ZpFdlrN5W4

Do Face 

 

Por  Conceição Oliveira

Você, coxinha, acha que SUS é coisa de pobre, vc tem plano de saúde. Bem, os ataques a Friboi tem algo a te dizer: a PEC 55, aquela de congelando dos gastos, afeta a vigilância sanitária, sem ela a qualidade dos alimentos vai para o saco e o mercado externo do agronegócio também. Bom sábado.

 

Por Janayna Bianchi Pin, Engenheira de Alimentos.

“Bom, não sei se notaram, mas passei o dia todo sem me pronunciar sobre o lance da Operação Carne Fraca. Eu sou Engenheira de Alimentos formada pela Unicamp, e tudo estava muito escandaloso e incompleto pra que eu pudesse opinar a respeito, então fiquei na minha. Uma boa decisão, porque agora acabei de ouvir a entrevista que meu querido professor Pedro de Felício deu na CBN. Ele é um dos maiores pesquisadores sobre carnes e cárneos do Brasil, com pesquisas e publicações aqui e no exterior, então além das zoeiras, eu recomendo fortemente aos interessados que ouçam esses dez minutos de entrevista. Tem muita informação, mas eu destaco três:
– Ao que tudo indica, os problemas de verdade (já que usar ascorbato não é exatamente um problema, por exemplo) têm potencial de atingir os produtos processados (linguiças, embutidos) e não a carne em si. Então, mantenham seus churrascos até segunda ordem que, a princípio, tudo está sob controle.
– Há tempos, o governo anuncia cortes nos investimentos destinados à inspeção e à formação de inspetores, tendo inclusive apresentado uma tendência de delegar essas inspeções à própria empresa para economizar dinheiro – olha que ideia de JERICO. Mas a mídia não faz alarde sobre isso não. E a gente aqui achando que os malvados são (só) as grandes empresas.
– Não, isso não vai afetar o crédito da indústria brasileira no exterior, já que somos referência em boas práticas e qualidade. Esses problemas afetam, inclusive, uma pequena parte da nossa gigantesca produção.
Acho que é isso. Como o professor diz, tem coisa errada e isso precisa ser denunciado – como feito pela operação Carne Fraca, que merece todos os créditos. Mas brasileiro ama um sensacionalismo e já vimos recentemente o que acontece quando uma população do tamanho da nossa resolver especular.
Então vamos exercer um pouco nosso auto-controle e curiosidade de ir atrás das informações antes de chilicar nas redes sociais? :)”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora