Confiança do consumidor interrompe ritmo de retomada em outubro

Índice medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) caiu 1 ponto na análise mensal, mas subiu 1,2 ponto na média móvel trimestral

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) caiu 1 ponto em outubro, para 82,4 pontos, interrompendo a tendência de recuperação iniciada em maio, segundo análise divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ao mesmo tempo, o ICC subiu 1,2 ponto na análise da média móvel trimestral, em sua quarta alta consecutiva, embora em ritmo de desaceleração.

Os dados divulgados mostram acomodação na satisfação dos consumidores em relação à situação atual e queda das expectativas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA) cedeu 0,2 ponto, para 72,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 1,3 ponto, para 90,2 pontos, encerrando sequência de altas iniciada em maio desse ano.

Entre os quesitos que medem a situação atual, o indicador que mede a satisfação presente dos consumidores com a economia acomodou em 75,9 pontos ao variar 0,1 ponto em outubro e o indicador de finanças familiares diminuiu 0,5 ponto para 69,4 pontos, ambos mantêm patamares baixos em termos históricos.

Em relação às expectativas, o indicador que mede o otimismo em relação à situação econômica foi o que mais contribuiu para a queda do ICC no mês ao recuar 2,0 pontos, para 110,6 pontos. As perspectivas sobre às finanças das famílias também cederam 0,5 ponto para 94,1 pontos e o o ímpeto de compras de bens duráveis para os próximos meses voltou a diminuir com queda de 1,4 ponto no indicador atingindo 67 pontos.

 

Leia Também
PNAD Covid: Desemprego bate recorde e atinge 14% em setembro
IPCA-15 sobe 0,94% em outubro, maior resultado desde 1995
Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas
Retirar dinheiro de bancos públicos não resolve dívida do país, alerta Fenae

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Aras pede “apuração preliminar” sobre reunião do GSI e Abin com a defesa de Flávio Bolsonaro

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome