Foragida há semanas, esposa de Queiroz se apresenta à polícia

Márcia Aguiar se apresentou após presidente do STJ conceder prisão domiciliar ao casal

Imagem: Reprodução

Jornal GGN – Foragida há três semanas, Márcia Aguiar, esposa de Fabrício Queiroz, se apresentou à polícia na noite desta sexta-feira, 10 de julho, e já está cumprindo prisão domiciliar com o marido, no Rio de janeiro. 

A pedido da defesa de Queiroz, o presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, concedeu prisão domiciliar ao casal, com uso de tornozeleira eletrônica e restrição de comunicação. Noronha alega que a mulher deve acompanhar o militar aposentado no tratamento de um câncer.

Ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Queiroz é investigado por suposto esquema de ‘rachadinha’ no gabinete do político na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), quando era deputado estadual. 

Queiroz foi preso preventivamente em 18 de junho e, desde então, sua esposa era considerada foragida pela polícia. Ele foi encontrado em Atibaia, interior de São Paulo, na residência de Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro.

O Ministério Público do Rio descobriu o paradeiro de Queiroz graças às mensagens encontradas no celular de Márcia. O ex-assessor deixou o complexo penitenciário de Gericinó, onde estava preso, também na noite de sexta.

Com informações da Folha de S. Paulo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

7 comentários

  1. Depois os limpinhos da justiça dizem que os sujos são só os do executivo e dos legislativo.Se um dia a sanidade voltar a este mísero país, esta vai ser uma daquelas passagens símbolo deste momento juridicamente escatológico que passamos. Parabéns moro, dallagnol, fernando lima, fachin, carminha, barroso, félix …. O noronha é só mais um de vocês.

    8
    2
  2. Para os Bolsonaros, bandido bom, é bandido morto. Por isso, o Queiroz e sua esposa correm o risco de amanhecerem com a boca infestada de formigas.

    O Noronha jogou o milho, a galinha apareceu. Agora, algum miliciano mata os dois, tal qual fizeram com o PC Farias e a Amante, e, pronto, os arquivos estão mortos. Aí é só correr para o abraço e para a vaga no $TF. E o $érgio Moro pode dar adeus ao $TF.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome