“Jamais tivemos nos últimos 50 anos um desastre de imagem tão catastrófico”, diz embaixador sobre Bolsonaro

"Não me lembro da última vez que o Brasil passou a ser tratado como um pária, como está sendo hoje", admitiu outro diplomata

Foto: Jamil Chade

Jornal GGN – O correspondente internacional Jamil Chade publicou em seu blog no UOL uma entrevista com o ex-ministro do Meio Ambiente e embaixador Rubens Ricupero, que afirmou que “jamais tivemos nos últimos 50 anos um desastre de imagem tão catastrófico e irreparável como esse” sob Jari Bolsonaro.

[O GGN prepara uma série no YouTube que vai mostrar a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto pelo interesse público? Clique aqui]

Outros diplomatas consultados por Chade confirmaram que a visão se alastra pelos corredores da ONU. “Não me lembro da última vez que o Brasil passou a ser tratado como um pária, como está sendo hoje”, admitiu um deles.

Bolsonaro virou um pária internacional na questão ambiental desde que tomou posse prometendo afrouxar controle e legislação ambiental, enfraquecendo a fiscalização e ameaçando abrir reservas indígens para exploração.

Para Ricupero, Bolsonaro escolheu até um “antiministro do Meio Ambiente”, e ambos “estão consciente e deliberadamente empenhados em destroçar todas as instituições e mecanismos de fiscalização e controle”.

O embaixador indicou que a atitude de Bolsonaro sobre a Amazônia, leniente com as queimadas e fingindo-se incapaz de diagnosticar corretamente os problemas, creditando a culpa às ONGs que teriam sido atingidas por falta de recursos, abre caminho para intervenções.

“O que está ocorrendo lembra um episódio sinistro de nossa história: o fim do tráfico de escravos. Foi preciso que a esquadra inglesa começasse a capturar navios tumbeiros dentro de águas territoriais brasileiras e até dentro de nossos portos para que finalmente o governo imperial se decidisse em 1850 a colocar fim ao tráfico. Por que do contrário, os ingleses o fariam. É isso que deseja Bolsonaro?”, questionou.

Ainda segundo Ricupero, Bolsonaro “a rigor nem precisa fazer nada de especial para que o desmatamento aumente. Basta cruzar os braços, já que os destruidores estão apenas esperando o sinal verde para agir. Sinal que este governo vem fornecendo a cada dia, a cada hora, por meio da impunidade”, disse.

Leia também:  Moro entra em conflito de Bolsonaro e pede investigação na PF do Rio

“A situação desta vez é mais grave. Nos governos anteriores, existia uma vontade sincera, mais ou menos eficaz de tentar controlar a destruição. Infelizmente, mesmo os ministros e governos melhor intencionados lutavam em posição desfavorável, uma vez que os empenhados na destruição -grileiros, madeireiros, garimpeiros, fazendeiros pecuaristas – se encontravam presentes em toda a região amazônica, ao contrário do governo, cuja presença era débil e precária”, contou

“Às vezes, reservas maiores que um país europeu tinham apenas dois funcionários na vigilância! Faltava tudo: aviões, helicópteros, equipamento moderno de comunicação, viaturas. O pouco que se obteve foi graças a doações como as do Fundo Amazônia, que o atual desgoverno está em vias de liquidar”, afirmou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. A repórter Katharina Buchholz, do site alemão Statista, especializado na montagem de gráficos, fez um artigo comparando as temperaturas no mundo, tendo como foco o mês de julho. A matéria mostra que julho de 2019 foi o mês mais quente já registrado na Terra. Segundo dados da NASA , a temperatura média do 07/2019 foi de 2,34 ° C acima da temperatura média calculada para os anos de 1980 a 2015 e usada como período de referência para o gráfico. Logicamente que não contemplam os dados, as queimadas amazônicas de agosto.

    https://www.statista.com/chart/19048/global-warming-monthly-divergence/

  2. Minha unica preocupacao a esse ponto eh uma seca em Sao Paulo. Ela *infectaria* o Brasil inteirinho com PAULISTAS em exodo: eles podem ate sair de Sao Paulo mas Sao Paulo nao vai sair deles.

    5
    1
  3. Bozo e seus auxiliares fazem um governo de idiotas, mentiroso, catastrófico e vergonhoso. Em quase 8 meses de desgoverno, é visto como devastador para o meio ambiente e para a imagem do Brasil no exterior.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome