OS LEAONARDOS – PICCIANI ou QUINTÃO?

Dos dois Leonardos há dois motivos objetivos para se opinar por  um deles:

Motivo A – Luta na Câmara contra o Golpe patrocinado por Cunha/Temer – Picciani é a lidrança dentro do PMDB capaz de reunir a maioria da base de apoio político na Câmara, necessária à rejeição do Impedimento de Dilma.

Motivo B –  Representante na Câmara do Golpe e do Capitalismo Selvagem e Devastador -(Samarco, etc…) – Quintão. 

Diante dessas duas hipóteses pode-se opinar com obejetividade, o resto, é trellelê.

O Qunitão, a mídia já denunciou, recebeu o Projeto do Código Mineral( em que é Relator na Câmara) das mãos da banca Pinheiro Neto Advs. 

O fio condutor da fraude entre a Samarco e outras do ramo mineral é, o tal mega escritório de advocacia PINHEIRO NETO.

Esta banca poderosa ostenta em seus quadros sobrenomes de Ex-Mins. do STF, entre outros, nos leva a outras Fraudes e projetos entreguistas que defende e representa.

Uma fraude das mais cabeludas e injurídicas está contida no EAREsp-61-706-SP, que corre no STJ. Neste caso, que se iniciaou com sequestro ilegal de 20 carretas de soja financiadas pelo BB, com RECURSOS DO TESOURO NACIONAL, através de Execução de CPRs Frias/Sem Lastro à mais de doze anos.

A banca Pinheiro Neto, conseguiu no TJSP várias façanhas neste caso:

1- Fez com que o Des. Burza Netto ressuscitasse uma Cauitelar de Sequestro Revogada no bojo de uma Execução Extinta conjuntamente em 1ª Instância, mantendo os 8.583 sacas de soja de 60 Kg. sequestradas em Defraudação de Penhor do BB, com REcursos do Tesouro Nacional, nas mãos da DREYFUS.

Leia também:  Multimídia do dia

2- Fez com que o Des. Thiago de Siqueira revertesse a Sentença de 1ª Instância( Que extinguiu a Execução fraudulenta) em favor da Dreyfus ignorando a Defraudação do Penhor do BB, com Recursos do Tesouro Nacional. 

A Dreyfus vendeu a soja, sem nenhuma Nota Fiscal(nem de Produtor e nem de entrada) e usufrui deste DINHEIRO PÚBLICO/TESOURO à mais de 12(doze) anos sem nem mesmo registro contábil e, em violação de Termo de Fiel Depositário.

O processo tramita no STJ. Na 3ª Turma/STJ, houve outra coincidência. O relator do EAREsp 61.706-Ricardo Cueva, havia aprovado para este Grupo DReyfus a compra de 4(quatro) Usinas de Açucar do Grupo Melo, num processo no CADE. Portanto o Relator era conhecido do Grupo Dreyfus e a ele foi fiel em suas decisões, revertendo outro vitória nossa no STJ em favor da Dreyfus.

4- A banca Pinheiro Neto que redige o Código Mineral,  e o coloca na mesa do Dep. Qintão, é a mesma que reprersentou a Dreyfus na OPERAÇÃO CALIX no CADE.

Esta Operação trata-se de um conglomerado de empresas controladas pela Dreyfus, com uma controladora nas Ilhas Cayman, com o OBJETIVO EXPLICITO DE COMPRA E VENDA DE TERRAS NO Brasil, ou seja, especulação agrária por multinacional autorizada pelo CADE.

Veja o que é a OPERTAÇÃO CALIX:       https://drive.google.com/open?id=0B5Z1bxs016F-MEhQcnNkLS1QSTA

Então, é facil opinar, ou se apóia a LUTA CONTRA O GOLPE com PICCIANI, ou se alimenta a frade e turbina o GOLPE CONTRA a DILMA e a sociedade brasileira, APOIANDO QUINTÃO/ENTREGUISTA, o testa de ferro ou laranja do capitalismo selvagem devastador.

Leia também:  A parceria entre a Lava Jato e os advogados das grandes ações contra a Petrobras, por Luis Nassif

Sem prejuízo, das conexões existentes entre Serra/Cunha/Temer para a entrega do Pré Sal e da Petrobrás.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome