Três chineses morrem vítimas do vírus H7N9

Paulo F.

Do Diário de Notícias

Nova morte devido à gripe das aves H7N9 na China

por Susana Salvador, com agências
Hoje

Três das nove pessoas infectadas no leste da China morreram vítimas da estirpe. Autoridades ainda não deteraram casos de transmissão entre humanos.

Duas novas infeções foram detetadas no leste da China, tendo uma das pessoas morrido. A nova vítima é um cozinheiro de 38 anos, de acordo com um comunicado das autoridades sanitárias da província de Zhejiang.

Na véspera, tinham sido confirmados mais quatro novos casos: três mulheres de 45,48 e 32 anos e um homem de 83 anos. Todos os pacientes estão em tratamento e ainda não há qualquer prova de que haja ligação entre os quatro, que vivem em quatro cidades diferentes da mesma província, adiantou a mesma fonte.

A China informou no fim de semana a OMS de que dois homens, com 87 e 27 anos, morreram em Xangai no início de março infetados com o vírus H7N9. A presença do vírus só foi confirmada na sexta-feira.

Uma mulher de 35 anos na província oriental de Anhui, perto de Xangai, estava em estado crítico, após ser diagnosticada com o mesmo vírus.

Especialistas da OMS em Genebra reuniram ontem por teleconferência com o gabinete da organização em Pequim para melhor compreender a situação, que fez reavivar temores relacionados com a transmissão no passado, também na China, de vírus de origem animal para os humanos, como a gripe aviária do subtipo H5N1.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador