Coronel da GLO no Ceará é afilhado de Moro e defendeu amotinados

Sérgio Moro é padrinho de casamento do coronel Aginaldo de Oliveira, que foi ao Ceará fazer a Segurança Nacional, mas defendeu amotinados em discurso

Foto: Reprodução discurso de Moro em casamento de coronel

Jornal GGN – Convocado a comandar a operação da GLO (Garantia da Lei e da Ordem) determinada pelo governo de Jair Bolsonaro no Ceará, o coronel Aginaldo de Oliveira discursou ao lado dos policiais militares em motim, elogiando a paralisação. Ainda, Aginaldo é também afilhado de Sergio Moro, o ministro da Justiça.

Em vídeo divulgado por Reinaldo Azevedo, Aginaldo fala aos amotinados: “Só os fortes conseguem atingir os seus objetivos. E vocês estão resistindo, vocês estão atingindo objetivos. Acreditem: vocês são gigantes, vocês são monstros, vocês são corajosos. Demonstraram isso ao longo desses dez, 11, 12 dias em que estou aqui, dentro deste quartel, em busca de melhorias para a classe, que vão conseguir.”

O coronel é diretor da Força Nacional de Segurança e foi enviado ao Ceará para comandar as Forças Armadas para tentar controlar, temporariamente, a segurança do Estado, enquanto os policiais militares seguem sem atuar em suas funções. A consequência desse motim é quase 27 assassinatos no Estado por dia.

Mas, como destacou Reinaldo Azevedo em sua coluna para o Uol, “os que deixaram os homicidas agir à vontade são ‘gigantes, monstros, corajosos'”.

E a polêmica não para aí: Aginaldo de Oliveira se casou com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), no último dia 14 de fevereiro, e Sérgio Moro foi padrinho do casamento. “Não é todo mundo que sai na rua com coragem para protestar, para manifestar pelo bem do país”, teria dito Moro no discurso de casamento, segundo o colunista.

Em meio à crise no Estado, Oliveira é subordinado do Secretário Nacional de Segurança, o general Theophilo Gaspar de Oliveira, que nas últimas eleições disputou contra o atual governador, Camilo Santana, do PT, oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora