Revista GGN

Assine

A convocação para a segunda edição da "Marcha da Família"

Sugerido por ELG

Foi nisso que deu o governo não cortar o mal pela raiz em páginas golpistas no Facebook. É democrático e legal pedir um golpe de Estado em páginas da internet? O controle remoto resolve isso também? A neo-UDN está fazendo de tudo para repetir aqui 1964 ou Egito 2011.

Do blog do Altamiro Borges

Sheherazade convoca “Marcha da Família”

Por Altamiro Borges

Saiu neste sábado (1) na coluna de fofocas de Felipe Patury, da revista Época: “No próximo dia 22, em São Paulo, sai da Praça da República rumo à Catedral da Sé a segunda edição da Marcha da Família com Deus pela Liberdade. A original fez, em 1964, percurso semelhante dias antes de o ex-presidente João Goulart ser derrubado. Há 50 anos, a organização coube a então primeira-dama do estado, Leonor de Barros, e a mulheres de empresários. A atual foi convocada pelas redes sociais, recebeu apoio de lideranças evangélicas e, pelo Facebook, da apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT. O grupo diz contar com a simpatia do filósofo Olavo de Carvalho e até de Denise Abreu, a petista que mandou na aviação civil no governo Lula e ficou famosa por sua predileção por charutos”.

De imediato, dei risada! Pensei que era piada carnavalesca. Mas não é. A patética marcha, que relembra a ação dos golpistas em 1964, está marcada para 22 de março e a âncora do SBT, que explora uma concessão pública de tevê, realmente está metida na sua convocação. Em sua página no Facebook, a nova musa de direita conclama seus seguidores: “Gente boa, sempre vou defender a família. Participe da marcha, divulgue, mostre sua defesa em favor dessa instituição criada por Deus”. E Rachel Sheherazade não é ingênua. Ela sabe que a tal marcha nada tem a ver com Deus ou a família, termos usados para enganar os mais ingênuos e tapados. Num dos sítios que convoca a manifestação ficam explícitos os seus objetivos golpistas e fascistóides.
A marcha tem como principal intento exigir “intervenção militar constitucional já”. Entre outras bandeiras, ela prega: “1- destituir a presidente Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer; 2- dissolver o Congresso Nacional; 3- prisão de todos os conspiradores por servirem aos interesses estrangeiros através do Foro de São Paulo, uma invasão sigilosa do território nacional executada pelo regime de Cuba através de agentes infiltrados; 4- dissolução de todos os partidos e investigação com punição das organizações integrantes do Foro de São Paulo; 5- Intervenção em todos os governos estaduais e municipais e nos seus respectivos legislativos; 6- combate à corrupção e à subversão; 7- intervenção no STF, cuja presença de ministros simpáticos aos conspiradores é clara e evidente”.

Já um folheto distribuído pelas ruas da capital paulista afirma que “há 50 anos, no dia 19 de março de 1964, nossos pais e avós foram às ruas e conseguiram a redenção do povo brasileiro. Eles tiveram coragem. Agora é a nossa vez”. O panfleto prega “intervenção militar constitucional” e rosna: “Fora o comunismo, o marxismo e as doutrinas vermelhas”; “Não seremos uma nova Cuba nem uma nova Venezuela”. Outro texto critica “a contratação de médicos cubanos e os gastos para a realização de grandes eventos esportivos no Brasil” e conclama: “Todos juntos nas ruas dizendo um não à tirania do PT, em apoio aos irmãos venezuelanos e contra a ditadura esquerdista... Todos em defesa da nossa pátria. Nossa bandeira é verde e amarelo e não foice e martelo”.

A apresentadora do SBT se soma a estas mensagens – um misto de fanatismo direitista e maluquice fascista. Em sua página no Facebook, os fiéis seguidores elogiam sua “coragem” e chegam a lançá-la para disputar cargos eletivos. Amilton Augusto, por exemplo, defende “Joaquim Barbosa (presidente) e Rachel Sheherazade (vice-presidente)”. Elias Machado comenta: “Não sei se ela tem vocação política, mas seria uma ótima opção para presidente”. Já Arthur Roque declara: “Eu apoio a intervenção militar. Somente isto para acabar com esta corja de comunistas. Está na hora do pau! Avante general Heleno, avante Jair Bolsonaro”. Só falta a emissora de Silvio Santos estampar uma convocatória para a "Marcha da Família"!

Média: 2.5 (21 votos)
106 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Manoel Silveira
Manoel Silveira

A Marcha

Quase toda a minha vida estudantil foi no período militar de 64, Eu não tenho nada a reclamar dos militares. O Brasil de hoje é um caos, é um apagão moral e virou uma carnificina morrendo crianças, jovens, adultos, mulhres sendo espancdas e mortas, um Congresso que não legisla e um STF contaminado. Estamos muito mal, a ditadura tinha defeitos, mas estava a anosluz do que acontece hoje, Essa Raquel é uma moça muito inteligente. O Brasil vive um apagão em tudo. Não me considero um radical de direita, mas algo precisa ser feito, primeiro no campo da democracia o que está difícil, pois os nossos congressistas são comprados com emendas, cargos, está engessado. Vamos aguardar mais. Vamos pedir a Deus para que a coisa melhore.

Seu voto: Nenhum

Como um espaço democrático virou um antro ditatorial?

Algum tempo atrás quando se tratou da possibilidade de se discutir a reforma política através das redes sociais eu falei que isso ainda era inviável no pais, seja pela questão técnica, mas principalmente porque atualmente cerca de 50% das pessoas no Brasil não tem acesso a internet, ou seja, a imensa maioria das pessoas que usam são pessoas de direita e alguns de ultradireita e que, no atual contexto eles ainda tem um certo monopólio nestas redes. Sendo assim uma reforma política via redes sociais seria exclusiva, pois grande parcela da população ficaria alheia as decisões e que determinada ideologia, no caso, a direita, ficaria no monopólio da informação e das decisões, sendo que para piorar, a direita moderada com a qual se pode argumentar seria envenenada pela ultradireita e seus factoides.

Bastava ver a tal "Primavera Árabe" que se vitaminou justamente pelas redes sociais e era cantarolada pela grande mídia como o "renascer de um povo". Depois deu no que deu, um banho de sangue, a direita patrocinando mercenários para derrubar governos, depois, se o governo que sucedesse não lhes conviesse, eles davam um golpe militar descarado, como fizeram no Egito.

Na síria, Assad que não é flor que se cheire, seja dita a verdade, não combatia o povo sírio de fato, mas mercenários pagos e armados por grupos estrangeiros do ocidente e só não se concluiu o golpe por conta da intervenção russa no caso.

Não que os governos eram bons, mas as pessoas e as motivações não tinham nada de "Primavera", estando mais para "Inverno sangrento".

E de onde vem e vitamina-se esse movimento hediondo de golpe militar e ditadura escondido sobre o manto de "marcha da família"? Justamente das redes sociais, que se tornaram redutos de factoides, alienados e até mesmo de psicóticos. A grande mídia sempre foi manipuladora, mas existia um mínimo de pudor sobre esses assuntos, pouco, mas existia. Agora nas redes sociais, não existe regra de convivência alguma, é terra sem lei, onde os "instintos mais primitivos" como diria o Jefferson (herói da sheherazade), se proliferam como vírus, na certeza da impunidade.

Por incrível que pareça as redes sociais que deveria ser o espaço mais democrático se tornou o antro da face mais sórdida do ser humano. A coisa está tão feia nas redes que me faz lembrar o nazismo e pensar como Hitler convenceu toda a Alemanha a embarcar nas atrocidades que o nazismo fazia e os cidadãos da época achando que estavam fazendo o que era certo. Isso que dá medo. Essas pessoas estão totalmente fora de sí, numa espécie de surto psicótico em massa e, realmente acreditam que estão fazendo a coisa certa.

Agora é torcer que a sabedoria oculta do povo brasileiro não caia nesse engodo e que essa, me perdoem as palavras, "Marcha do diabo, rumo as trevas", não tenha grande aceitação e seja repudiada por aqueles que realmente amam e dão valor a liberdade e a democracia, percebendo que essa marcha insana não procura em nada defender a família, muito pelo contrário, procura destruir qualquer conceito de humanidade e de respeito ao próximo que uma família possa passar para as futuras gerações.

 

Por fim espero que essa marcha seja um fiasco, mas tenho receios que não seja. Mas se prevalecer o bom senso e essa marcha insana for repudiada como deve ser por todos aqueles de fato amam a liberdade e a democracia, será preciso repensar até onde vai o direito de liberdade de expressão. Seria lícito, legal, convocar um golpe contra a democracia e as instituiçoes legítimas do país? Não seria o mesmo que incitação ao crime? Mas falar sobre isso, nesse momento não seria como dar munição ao "inimigo"? Para que venham com outra mentira querendo dizer que se quer censurar a liberdade de expressão? Bem, concordo que o enfrentamento agora, só iria trazer vantagem aos golpistas. Primeiro deixar ver o tamanho da adesão a essa marcha e depois traçar planos para convencer as pessoas de bem que estejam sendo levadas pela manada.

Seu voto: Nenhum

"E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria" 1 Coríntios 13:2

imagem de marco a costa
marco a costa

                    Nestas

                    Nestas horas que observamos como faz falta o ensino de História nas escolas e como que alguém que vive numa época que se pode muito bem pesquisar pela internet pode em sã consciência  apoiar intervenção militar.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rossi
Rossi

Marcha com Deus

Sheharazade, Bolsonaro, Jabor, Azevedos,O. de Carvalho, I.Millenium,hum...gente esquisita! Família, Deus Liberdade, palavrinhas bonitinhas, já "marcha", pô! Marcha?! Né melhor deixar isso pros militares?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Histórias das arabias e as Sherazades

Quanta fantasia com produtos do imaginário da cultura árabe. 1º inventaram o mensalão à partir de uma das Histórias das 1001 Noites, contadas pela odalisca Sherazade. Contaram tudo do modo deles, nem sequer ouvimos falar abra-cadabra para abrir a caverna dos tesouros, que também não vimos. Após Ali Babá e os 40 ladrões, aparece agora a própria Sherazade, não mais o relator Sherazade, a tentar ludibriar, não o sultão, mas, todo povo, com suas histórias fantasiosas. Os USA estão a dever direitos autorais aos árabes, até isso querm lhes subtrair.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Elizeu
Elizeu

Não se imprecionem com as

Não se imprecionem com as expressões "...fanatismo direitista e maluquice fascista...", declaradas esse Altamiro Borges, no mínimo parcialista e simpatizante das esquerdas históricas. Eles "estão" o no mínimo se beneficiam do poder. Somos povo, e o que queremos é mais trabalho por parte do poder público, e não sobrecarga tributaria, mais segurança e não apologia ou defesa de criminosos, e tudo mais que esses tais da esqueda já sabem muito bem, pois é justamente o que eles mais atacam entre outros a FAMÍLIA, sua presenvação, proteção, amparo, incentivo, premiação...etc. VOCÊS OUVIRAM O HOMEM ONTEM?

(BOLSONARO no Ratinho: http://www.youtube.com/watch?v=rAHYZIrNo1I) ELE QUER SER PRESIDENTE SÓ DEPENDE DO PARTIDO DELE, ENTÃO VAMOS PRESSIONAR O PP, PRESSÃO TOTAL VAMOS LIGAR NOS DIRETÓRIOS SEM PARAR, VAMOS ENCHER A CAIXA DE E-MAIL DO PP [email protected] EXIGINDO O BOLSONARO COMO CANDIDATO A PRESIDENTE DO BRASIL, NO SITE OFICIAL.   

TAMBÉM É POSSÍVEL PRESSIONAR: à http://www.pp.org.br/Formularios/453/FaleConosco/
VAMOS COLETAR ASSINATURAS E ORGANIZAR MANIFESTAÇÕES EM FRENTE AOS DIRETÓRIOS REGIONAIS DO PP. Eu fiz e estou fazendo minha parte.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Alan Souza DF
Alan Souza DF

Eu me impressiono é com esse

Eu me impressiono é com esse "imprecionem". Esse é o pessoal que chama o Lula de burro e quer "melhorar" o país?

Seu voto: Nenhum (11 votos)

Ai sim, concordo. Muito bem,

Ai sim, concordo. Muito bem, parabéns. Façam-se representar perante as instituições políticas democráticas. Coloquem seu candidato, façam propaganda eleitoral, apresentando seus projetos alternativos, enfim, exponham-se à democracia. É só isso que todos queremos. Não golpes, derrubada de governos eleitos e consagrados através da violência, calúnia e outros golpes baixos. 

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Qual o problema?

Sinceramente, não vejo o menor problema em se destituír esta corja comunista-bolivariana, e restituir a nação brasileira a seus cidadãos. 

Quero sim que todos os que estão financiando ditaduras com o meu dinheiro sejam responsabilizados, este dinheiro devolvido, e os responsáveis presos.

Quero que as instalações da Petrobrás na Bolíva sejam restituídas ao nosso povo, nem que para isso o território equivalente tenha que ser tomado militarmente.

Quero que os responsáveis pela quebra da Petrobrás sejam responsabilizados, com uma auditoria até o último centavo.

Quero, enfim, que se faça valer Art. 1º e parágrafo único da nossa Constituição Federal - com o povo finalmente tomando as rédes desta esbórnia, e colocando os comunistas para correr. Os que puderem.

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Vc existe?

Vc existe?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

restituir a nação brasileira

restituir a nação brasileira a seus cidadãos. O que o sr. pensa que nós somos ? Não somos cidadãos ? 40% do eleitorado, a maioria, não é de cidadãos ? Por que o senhor se julga mais cidadão que nós ? Se o sr se acha diferenciado por ter sangue azul, então não é um cidadão, é um nobre, um aristocrata. Volte para seu tempo histórico, embarque no túnel do tempo e vá governar lá, entre os monarcas e sua côrte. Aqui o regime é democrático, os representantes são escolhidos pelo voto universal, quem tem mais votos vence e governa legitimamente. Ditadura é para quem perde as eleições, e não tem chance de voltar depois de tanta corrupção que fez, ora essa muita boa ... nessa idade e ainda não sabe perder, quer ganhar na marra, por golpe.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de jaison
jaison

É isto mesmo , Nilcemar.

É isto mesmo , Nilcemar. Estas pessoas não querem democracia, são acomodadas demais para ela.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de ilson barbosa
ilson barbosa

marcha pela família

 Uma coisa eu vejo de positivo nessa nossa ainda frágil democracía. Agora não deixo de expressar aqui o meu protesto contra essa jornalístazinha facísta e medíocre a "SHERAZEDO"  isso só pode ser coisa do seu patrão, só uma coisa me entriga sendo ele quem é a palavra facísta não lhe cai bem,

,

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Ronaldo_marcos
Ronaldo_marcos

Você é mais um irresponsável?

"Foi nisso que deu o governo não cortar o mal pela raiz em páginas golpistas no Facebook."

Você é doente? é mais um que acha que impedir protesto e censurar internet é válido? e se fizessem isso com seu blog ou facebook? que até não conhecia mas todos dizem que é financiado pelo governo?

Se você não acha que eles têm razão em protestar sobre a situação atual, dê sua opinião, não sugira 'cortar' a voz de ninguém. Você só pode ser doente, porque um cara estudado (pelo que parece), sugerir tal ação ai sim 'ditadora' chega ao ridículo.

Seu voto: Nenhum (33 votos)
imagem de Maria gomes
Maria gomes

Nesse caso não é bem um

Nesse caso não é bem um protesto com a situação atual, se verem a 1° marcha foi onde se deu o golpe militar e a ditatura, e só quem viveu na epoca pra saber como não foi fácil, nesse caso concerteza o luis está temendo uma nova era da ditatura.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de ELG
ELG

Não, Ronaldo

Não é nada ridículo ou doentio proteger a Democracia, com todas as suas contradições, ainda mais considerando que quem está no poder é um governo voltado para o desenvolvimento nacional e para políticas sociais inclusivas e quem prega o golpe defende a volta de velhos esqueletos escondidos há muito no armário.

Protestar é uma coisa: pedir regime de exceção, outra, bem diferente e asquerosa. Esse tipo de manifestação golpista deveria ser contida, sim, como são contidas manifestações preconceituosas em geral, nazistas, homofóbicas e outras. O que se vê aí é um terrível preconceito contra a política e os políticos que nivela por baixo, querendo cortar a política pela raiz. Ora, se eles se propõem a fazer isso, a atentar contra o Estado de Direito, por que não cortá-los antes? É imprescindível.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Re
Re

Não confunda assistencialismo

Não confunda assistencialismo com vistas a se perpetuar no poder com política inclusiva. São coisas totalmente diferentes.

E outra, falar em governo voltado ao desenvolvimento nacional, só pode estar de brincadeira. O investimento na indústria é pífio (a produção industrial atingiu um dos menores percentuais do PIB). A competitividade no cenário externo fica à mercê de uma desvalorização da moeda. Não souberam aproveitar o ótimo cenário econômico mundial. O famigerado PAC não foi cumprido. A inflação e a alta carga tributária impedem o surgimento ou o sustento de novos empreendimentos.

Essa cegueira estratégica que atinge os eleitores do PT é comovente.

 

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de José A.
José A.

Bom, vamos lá, rebatendo ponto a ponto:

Bom, vamos lá, rebatendo ponto a ponto:

1. Assistencialismo com vistas a se perpetuar no poder: Ao fazer uma política inclusiva, realmente ajudando os mais pobres a saírem da miséria, fortalecendo o mercado interno, e com isso ajudando o Brasil a atravessar um pouco melhor a crise (2008-2009), ficou claro para muitos eleitores (não só os diretamente beneficiados), que os governos de Lula e Dilma estavam e estão no caminho certo, e por isso, ganharam e ganham votos a nível federal. À oposição, resta apresentar programas alternativos, ou melhorias no programa atual; assim ocorre a alternância do poder. Por falar em perpetuar-se, na época do primeiro mandato do FHC não havia reeleição para cargos do executivo. Não é que eles compraram votos (vide Ronivon Santiago) e mudaram as regras no meio do jogo ?

2. ...governo voltado ao desenvolvimento nacional, só pode estar de brincadeira... investimento na indústria pífio: Concordo que a política industrial está realmente precisando melhorar e muito (aí está uma ótima proposta para a oposição, ao invés de atiçarem os golpistas, ainda mais que o Campos foi ministro de C&T do Lula), mas o desenvolvimento do país se faz também (eu diria até principalmente) com o desenvolvimento de sua população. Por isso, alguns dos excelentes e fundamentais programas de Lula e Dilma, que não podiam ser adiados: Bolsa-Família, Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida, Prouni, Mais Médicos. Já estamos colhendo frutos destes programas.

3. Não souberam aproveitar o ótimo cenário econômico mundial: Espero que isso seja uma ironia, pois na verdade, o governo Lula atravessou a crise econômica mundial de 2008-2009, que foi considerada a pior crise econômica desde 1929, e cujos impactos ainda são muito sentidos no mundo. Poderiam claro, ter feito mais, mas em todo caso, garantiram, através das políticas sociais já citadas, além das reservas cambiais, sistema bancário sólido (seria essa uma boa herança do FHC, sem ironia ?), etc., que o Brasil sobrevivesse com relativa segurança, e é o que podemos notar ainda hoje: apesar de não estarmos tão bem, o nível de emprego no Brasil é muito melhor que o da maioria dos chamados países desenvolvidos. Devemos isso, em parte, à sabedoria em se comportar perante à crise.

4. O famigerado PAC não foi cumprido: O PAC é um programa de longo prazo (PAC e PAC 2), como devem ser os programas de qualquer governo, pois devido ao longo prazo, passam a ser importantes para a população e para as diversas esferas de governo (estaduais, municipais) e por isso, permitem, inclusive que possam ser reavaliados e continuados mesmo em caso de vitória eleitoral da oposição. Como exemplo, a geração de milhões de empregos (e renda para a população) pelo PAC ajudou a segurar os impactos da crise de 2008-2009. Além disso, cabe ressaltar que o PAC 2 já possui 75% das atividades executadas. Tudo bem, como não divulgam muito na mídia, a gente fica com impressão de que não está andando nada. Mas, isso não justifica a falta de informação.

5. Essa cegueira estratégica que atinge os eleitores do PT é comovente: Uma das estratégias do Lula e do PT foi, ao chegar ao governo federal, ampliar seu espectro de atuação política, indo mais ao centro, centro-esquerda. Isso acabou fazendo com que suas alas mais radicais saíssem e fundassem partidos bem mais à esquerda, e também acabou empurrando o PSDB para a centro-direita, e hoje, vemos pessoas que votavam no PSDB com posições claramente de extrema-direita (colocações fascistas, golpistas). Em paralelo a isso, o PT soube (acho que mais claramente com Lula do que com Dilma), atender tanto às expectativas dos empresários quanto de boa parte da população, deixando a oposição sem discurso (vide as derrotas de Serra e Alckmin no nível federal), Também, vale sempre lembrar, o crescimento constante da representação política do PT em todos os níveis. Excelente estratégias !

Cordialmente.

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Toninho
Toninho

Essa senhora tem razão em

Essa senhora tem razão em estar com medo, pois existe precedente, o SS já fez isso uma vez, tirou do ar o seu jornal e colocou o programa do chaves, a audiência no horário aumentou umas 10 vezes em relação ao programa jornalístico.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Sei não... Já tem um tal de

Sei não... Já tem um tal de grupo antifascista, convocando para o mesmo dia e mesma hora... Ou seja, posando de antifascistas tem mesmo a proposta de engrossar a manifestação e criar o conflito que o momento exige. O adequado seria deixar as ruas liberadas para que tivéssemos a noção do tamanho da fascistada e convocar a reação para um segundo momento, né não, pessoal? Com o "encontro" dos grupos, além da confusão, não saberemos ao certo a dimensão do movimento, a menos que ele seja um só.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Se são os anti-fascistas que

Se são os anti-fascistas que eu estou pensando, é bem possível que sejam um só. Naquela briguinha do anti-facista que estou pensando com Bolsonaro, olha ... sinceramente, me pareceu que Bolsonaro é que tinha razão ( ! ) Se era para ter uma reação tinha quer ser confiável, como aquela dos 1.000 trabalhadores petistas, expulsando os coxinhas que foram xingar Lula em SP. Tiveram que ser protegidos pelos PMs que tanto abominam. Mas essa reação ai, era melhor que não houvesse. Estou com você, também porque estou curiosa para ver quantos são, e suas performances como ativistas políticos.  

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Claudio Roberto
Claudio Roberto

Protesto na Arena Corinthians...??? Tenta prá ver...tenta

E porque ninguém tenta fazer manifestação contra a Copa em frente ao futuro estádio do Corinthians...???

É como diz o site de uma das torcidas organizadas alvinegras "Tenta prá ver no que dá ...tenta..."

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

HAJA MILHO!!!

A grande mídia, a das cinco famiglias, declarou-se de oposição e o que restou de mídia independente ou á esquerda, declara-se louquinha em "dar milho pra bode", não dispensando ser fisgada por qualquer anzol lançado por ala da Casa Grande, no caso, a dos pescadores de águas turvas.

A sorte do governo, além de protegido pelo super controle remoto da presidenta, é a incompetência da vanguarda do atraso da Casa Grande, claramente explicada por Darci Ribeiro, que faz com que tenham no comando sumidades como, kamel, merval, sherazade, reinaldo "rolabosta", nelson motta, miriam leitão, marco villa, joaquim barbosa, gilmar mendes, noblat, o foragido de Veneza, sardemberg, alvaro dias, aloisio "trezentão", bob freire, marina campos  ensaboados dos bagres da silva, aécio neves do "bafômetro" e outros tantos talentos, que lançam campanhas brilhantes como, "Os Cansados", "Menos Médicos", "Sem Bolsa Família", "Escuridão para Todos", "Sem Casa Minha Família" e agora, acreditem se quiserem, diretamente do túnel do tempo: A MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS, PELA LIBERDADE DA SHERAZADE CONTINUAR OBRANDO NO SBTESTEIRA ".

Tiraram a tampa da cripta e o porteiro esqueceu de trancar o portão do hospício. A insanidade está no ar e o pior, já mostra a cara no blog do LN. Haja milho!!!

             

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de ELG
ELG

Insanidade, sim

E por isso mesmo é bom que não passe batida. É um discurso horrível, atrasado e que, infelizmente, está por aí. É melhor conhecer e estudar o inimigo, mesmo que pareça risível, do que simplesmente deixá-lo espalhando ódio livremente por aí. Esse tipo de conteúdo, em redes sociais, devia ser censurado. O problema é que o Facebook apoia.  

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Oscar Torres
Oscar Torres

Cadê o PT?

Mas cadê o PT de lutas, ve tudo calado?

Para toda ação, haverá uma reação. Que os golpistas comecem, mas aguardem a resposta (ou acham que o povo cai nessa de comunismo e familia sagrada no século XXI ?).

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Vladimir Chaves
Vladimir Chaves

Com golpe, ou sem golpe, com

Com golpe, ou sem golpe, com intervenção militar ou sem intervenção milita, uma coisa é certa, algo precisa ser feito contra a corrupção que corroi todas as instituições do país. Se o Congresso e a justiça nada fazem, cabe ao povo fazer, cabe ao povo dá um basta. CHEGA, CHEGA, BASTA, BASTA DE TANTA ROUBALHEIRA E TANTA IMPUNIDADE...

Seu voto: Nenhum (17 votos)

Dos outros neh?

Dos outros neh?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Ques as forças maiores me livrem de linchar o devido processo legal

Essa Sherazade e suas mil e

Essa Sherazade e suas mil e um noites de clichê facistóide no SBT. Ou se para de falar nessa porra, ou o ogoverno alerta para o Silvio que uma funcionária de concessão pública não pode pregar golpes militares.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Juliano Santos

imagem de Wagner Fernandes
Wagner Fernandes

Essa "ditadura" está pior do que a anterior

Que venham os militares,e ja não era sem tempo.

Seu voto: Nenhum (31 votos)

Êba! Mais um fracasso da direita!

Será mais um fracasso na incontável lista de decepções  reacionárias.

Essa direita só me dá alegrias!

Seu voto: Nenhum (24 votos)

vamos ter de reviver..

vamos ter de reviver a Marcha dos 100 mil? atualmente seria de pelo menos 1 milhão.."roda, roda e agita e 3 minutos de comercial"

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

É muito fácil, é muito comôdo

É muito fácil, é muito comôdo  querer iniciar uma revolução usando as redes sociais. As pessoas estão tão fascinadas pela nova tecnologia  virtual que não se dão conta de que os efeitos e as consequências de uma revolução ainda são completamente imprevisíveis,  incontroláveis e bem reais. Usar o facebook, o twiter para organizar manifestações para derrubar os ditadores é entusiasmante. Que progresso! Que tecnologia maravilhosa! Ela dá voz aos oprimidos que não são ouvidos pelos meios oficiais de comunicação. Quanta ilusão!  Quando o conflito começa de verdade. Aqueles corajosos que enfrentam balas de borracha e  bombas de efeito moral são os primeiros a se esconderem  quando elas são trocadas pelos fuzis e granadas letais. Suas roupas pretas e suas máscaras da  ficção não  são suficientes para enfrentar a realidade de um conflito armado. E aqueles que não se dão conta disso pagarão com a própria vida e de muitos outros inocentes que não pediram pra iniciar nenhuma mudança radical. Esses insatisfeitos com a "carestia" do alimentos, deveriam pesquisar a situação no Egito, por exemplo, para saber o quão difícil tem sido  para se conseguir pão e água, três anos depois da romântica primavera árabe. Deveriam saber que a "ditadura" que acreditam enfrentar hoje é o que de fato enfrentarão amanhã, quando nenhum protesto ou expressão contra o governo for mais permitido, exceto para quem tiver aptidão para kamikaze. Os anencéfalos acendem o pavio, imaginando que o barulho de sua explosão será suficiente para resolver tudo e alcançar todos os objetivos da causa nobre pela qual lutam. Um passe de mágica. O poder do povo. Depois que o morteiro explode e mata alguém, aparecem arrependidos, dignos de pena pela cara de idiota que apresentam, cara de coitado, cara de quem vai pagar caro por se deixar manipular. E verá que só conseguiu trazer sofrimento para si, para seus familiares, amigos e milhares de inocentes. Vamos aguardar e ver se a "Diva" irá liderar alguma marcha empunhando faixas ou cartazes, no calor da multidão, ou se ficará no conforto do estúdio  climatizado, retocando a maquiagem para narrar o acontecimento a distância e segurança, esperando os benefícios que esperar receber quando se instalar a nova ordem. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Carlo Salvatore
Carlo Salvatore

É costume, brasileiro derrama

É costume, brasileiro derrama álcool mas dá cinco passos atrás para poder jogar o fósforo. Ou seja, cria uma tempestade, mas não à sabe dominar. Só se revoltam quando sentem a dor dos outros.   

Seu voto: Nenhum
imagem de tiao
tiao

Se vierem com essa putaria

Se vierem com essa putaria aqui em São Bernardo,o bicho vai pegar !

Seu voto: Nenhum (16 votos)
imagem de Heart
Heart

Cadê os comentaristas mais-que-democráticos?

Pelo visto acabou a paciência do PSDB e DEM de ser minoria.

O bom mesmo é meter a mão no poder, não importa de que forma.

Guerra ao comunismo é só uma fachada para ficar rico pelo jeito mais fácil.

Seu voto: Nenhum (21 votos)

Pegaram no pé do Feliciano e

Pegaram no pé do Feliciano e estão deixando a "Sheraazedo" muito a vontade,

hora de  agir., Quanto a marcha..bem os BBs dão conta, resta saber de que lado

eles estarão.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Noir
Noir

Depois de 21 anos do pior

Depois de 21 anos do pior tipo de atraso e falta de civilidade, liberdade, respeito, nacionalismo e direitos de todo tipo, ainda temos que ouvir e ler seres a cultuar a Ditadura e seus próceres.

Pátria amanda, a que ponto teus filhos bastardos querem nos levar?

Seu voto: Nenhum (16 votos)

Alarme,,Achei,,é do Fernando Veríssimo!

 O alarme, por Luis Fernando Veríssimo, no blog do Noblat

 

Quem viu o filme de Stanley Kubrick “2001 — Uma odisseia no espaço” se lembra do monólito, aquela pedra lisa encontrada por um astronauta na órbita de Júpiter, que se revela estar ali há milhões de anos como uma espécie de alarme.

Sua descoberta por terrenos significaria que essa raça predatória e assassina já tinha a capacidade técnica de invadir, e fatalmente envenenar, o Universo. O monólito era um aviso. Esta interpretação não fica clara no filme, mas o titulo do conto de Arthur C. Clarke no qual Kubrick e o próprio Clarke basearam seu roteiro é “O sentinela".

Haveria um momento na vida das pessoas ou das sociedades em que funcionaria um alarme parecido com o que alertou o Universo para a chegada dos temíveis humanos, no filme. Pode-se especular sobre qual seria esse momento para um judeu na Alemanha, nas primeiras manifestações do nazismo, por exemplo.

Seria a pregação racista do partido mesmo antes de assumir o poder? Seria o que já se sabia do pensamento de Hitler e outros teóricos do fascismo? Qual o exato instante em que este hipotético judeu se convenceu que era preciso fugir do holocausto que se aproximava?

 

Cena do filme "2001 — Uma odisseia no espaço"



Para muitos o aviso nunca veio, ou veio tarde. Muitos não acreditaram que o nazismo chegaria ao poder e depois aos seus excessos. E pagaram por não reconhecer o momento. Demorou algum tempo para que o resto do mundo se desse conta do que estava acontecendo na Alemanha nazista.

O fascismo foi visto como um bem-vindo antídoto para a ameaça comunista. Já havia perseguição a judeus e outras minorias no país e a companhia Ford continuava fazendo negócios com a Alemanha — e continuou a fazer negócios depois do começo da guerra. Henry Ford era um notório antissemita, mas os produtores de Hollywood que desencorajavam críticas ao regime de Hitler nos seus filmes para não perder o mercado alemão eram todos judeus. Nenhum reconheceu o momento.

Na falta de um sentinela para nos alertar que os bárbaros estão tomando conta, resta confiar no nosso instinto. Quando chegará o momento que nos convencerá que isto aqui não tem jeito mesmo, e a procurar uma saída? Será que o momento já veio e já foi, e nós não notamos? E sair pra onde? Pra dentro, para a alienação e a burrice induzida, ou para fora, com o euro caro desse jeito?

 

Luis Fernando Veríssimo é escritor.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Grato, Spin F

imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Querer acabar com a corrupção

Querer acabar com a corrupção no Brasil, atacando somente o PT e protegendo PSDB/DEM e cia, é o mesmo que montar UPPs nas faveladas dominadas pelo CV,  deixar as outras dominadas pela ADA E TCP funcionando normalmente e dizer que está acabando com o tráfico de drogas. O exemplo é extremo, comparando partidos políticos com quadrilhas de traficantes, mas serve para entender o  discurso do JB dizendo que o mensalão "mineiro" funcionou da mesma maneira que o mensalão petista, para aquele a pena de quadrilha prescreveu e deve ser devolvido para 1ª instância, para o PT faz conta de chegada para a pena não prescrever e nega o direito de julgamento em mais de uma instância. O PIG acobertando todas denúncias contra PSDB/DEM e deixando cair no esquecimento todos esquemas de corrupção da Privataria Tucana, passando pelo Trensalão e pelo esquema Carlinhos Cachoeira, dentre tantos outros.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Por que eles têm medo do Lula?

 

 

 

 

Este artigo é de 2012,  mas continua bem atual,,não achei o texto sobre a hora de soar o alarme contra a ameaça fascista, mirem-se na Ucrânia,,Egito,,Síria.... Autor: Emir Sader, na Carta Maior Lula virou o diabo para a direita brasileira, comandada por seu partido – a mídia privada. Pelo que ele representa e por tê-los derrotado três vezes sucessivas nas eleições presidenciais, por se manter como o maior líder popular do Brasil, apesar dos ataques e manipulações de todo tipo que os donos da mídia – que não foram eleitos por ninguém para querer falar em nome do país – não param de maquinar contra ele. 

Primeiro, ele causou medo quando surgiu como líder operário, que trazia para a luta política aos trabalhadores, reprimidos e super-explorados pela ditadura durante mais de uma década e o pânico que isso causava em um empresariado já acostumado ao arrocho salarial e à intervenção nos sindicatos.

Medo de que essa política que alimentava os superlucros das grandes empresas privadas nacionais e estrangeiras – o santo do chamado “milagre econômico” -, terminasse e, com ela, a possibilidade de seguirem lucrando tanto às custas da super-exploração dos trabalhadores. 

Medo também de que isso tirasse as bases de sustentação da ditadura – além das outras bases, as baionetas e o terror – e eles tivessem que voltar às situações de incerteza relativa dos regimes eleitorais.

Medo que foi se acalmando conforme, na transição do fim do seu regime de ditadura militar para o restabelecimento da democracia liberal, triunfavam os conservadores. Derrotada a campanha das diretas, o Colégio Eleitoral consagrou um novo pacto de elite no Brasil, em que se misturavam o velho e o novo, promiscuamente na aliança PMDB-PFL, para dar nascimento a uma democracia que não estendia a democracia às profundas estruturas econômicas, sociais e midiáticas do país.

Sempre havia o medo de que Lula catalizasse os descontentamentos que não deixaram de existir com o fim da ditadura, porque a questão social continuava a arder no país mais desigual do continente mais desigual do mundo. Mas os processos eleitorais pareciam permitir que as elites tradicionais retomassem o controle da vida política brasileira.

Aí veio o novo medo, que chegou a pânico, quando Lula chegou ao segundo turno contra o seu novo queridinho, Collor, o filhote da ditadura. E foi necessário usar todo o peso da manipulação midiática para evitar que a força popular levasse Lula à presidencia do Brasil, da ameaça de debandada geral dos empresários se Lula ganhasse, à edição forjada de debate, para tentar evitar a vitória popular.

O fracasso do Collor levou a que Roberto Marinho confessasse que eles já não elegeriam um presidente deles, teriam que buscar alguém no outro campo, para fazê-lo seu representante. Se tratava de usar de tudo para evitar que o Lula ganhasse. Foram buscar ao FHC, que se prestou a esse papel e parecia se erigir em antidoto permanente contra o Lula, a quem derrotou duas vezes.

Como, porém, não conseguem resolver os problemas do país, mas apenas adiá-los – como fizeram com o Plano Real -, o fantasma voltou, com o governo FHC também fracassando. Tentaram alternativas – Roseana Sarney, Ciro Gomes, Serra -, mas não houve jeito.

Trataram de criar o pânico sobre a possibilidade da vitória do Lula, com ataque especulativo, com a transformação do chamado “risco Brasil” para “risco Lula”, mas não houve jeito.

Alivio, quando acreditaram que a postura moderada do Lula ao assumir a presidência significaria sua rendição à politica econômica de FHC, ao “pensamento único”, ao Consenso de Washington. Por um lado, saudavam essa postura do Lula, por outro incentivavam os setores que denunciavam uma “traição” do Lula, para buscar enfraquecer sua liderança popular. No fundo acreditavam que Lula demoraria pouco no governo, capitularia e perderia liderança popular ou colocaria suas propostas em prática e o país se tornaria ingovernável.

Quando se deram conta que Lula se consolidava, tentaram o golpe em 2005, valendo-se de acusações multiplicadas pela maior operação de marketing político que o pais ja conheceu – desde a ofensiva contra o Getúlio, em 1954 -, buscando derrubar o Lula e sepultar por muito tempo a possibilidade de um governo de esquerda no Brasil. Colocavam em prática o que um ministro da ditadura tinha dito: Um dia o PT vai ganhar, vai fracassar e aí vamos poder governar o país sem pressão.”

Chegaram a cogitar um impeachment, mas tiveram medo do Lula, da sua capacidade de mobilização popular contra eles. Recuaram e adotaram a tática de sangrar o governo, cercando-o no Parlamento e através da mídia, até que, inviabilizado, fosse derrotado nas eleições de 2006.

Fracassaram uma vez mais, quando o Lula convocou as mobilizações populares contra os esquemas golpistas, ao mesmo tempo que a centralidade das políticas sociais – eixo do governo Lula, que a direita não enxergava, ou subestimava e tratava de esconder – começava a dar seus frutos. Como resultado, Lula triunfou na eleições de 2006, ao contrário do que a direita programava, impondo uma nova derrota grave às elites tradicionais.

O medo passou a ser que o Brasil mudasse muito, tirando suas bases de apoio tradicionais – a começar por seus feudos políticos no nordeste -, permitindo que o Lula elegesse sua sucessora. Se refugiaram no “favoritismo” do Serra nas pesquisas – confiando, uma vez mais, na certeza do Ibope de que o Lula não elegeria sua sucessora.

Foram de novo derrotados. Acumulam derrota atrás de derrota e identificam no Lula seu grande inimigo. Ainda mais que nos últimos anos do seu segundo mandato e na campanha eleitoral, Lula identificou e apontou claramente o papel das elites tradicionais, com afirmações como a de que ele demonstrou “que se pode governar o Brasil, sem almoçar e jantar com os donos de jornal”. Quando disse que “não haverá democracia no Brasil, enquanto os políticos tiverem medo da mídia”, entre outras afirmações. 

Quando, depois de seminário que trouxe experiências de regulações democráticas da mídia em varias partes insuspeitas do mundo, elaborou uma proposta de lei de marco regulatório para a mídia, que democratize a formação da opinião pública, tirando o monopólio do restrito número de famílias e empresas que controlam o setor de forma antidemocrática. 

Além de tudo, Lula representa para eles o sucesso de um presidente que se tornou o líder político mais popular da história do Brasil, não proveniente dos setores tradicionais, mas um operário proveniente do nordeste, que se tornou líder sindical de base desafiando a ditadura, que perdeu um dedo na máquina – trazendo no próprio corpo inscrita a sua origem e as condições de trabalho dos operários brasileiros.

Enquanto o queridinho da direita partidária e midiática brasileira, FHC, fracassou, Lula teve êxito em todos os campos – econômico, social, cultural, de políticas internacional -, elevando a auto-estima dos brasileiros e do povo brasileiro. Lula resgatou o papel do Estado – reduzido à sua mínima expressão com Collor e FHC – para um instrumento de indução do crescimento econômico e de garantia das políticas sociais. Derrotou a proposta norteamericana da Alca – fazer a América Latina uma imensa área de livre comércio, subordinada ao interesses dos EUA -, para priorizar os projetos de integração regional e os intercâmbios com o Sul do mundo.

Lula passou a representar o Brasil, a América Latina e o Sul do mundo, na luta contra a fome, contra a guerra, contra o monopólio de poder das nações centrais do sistema. Lula mostrou que é possível diminuir a desigualdade e a pobreza, terminar com a miséria no Brasil, ao contrário do que era dito e feito pelos governos tradicionais.

Lula saiu do governo com praticamente toda a mídia tradicional contra ele, mas com mais de 80% de apoio e apenas 3% de rejeição. Elegeu sua sucessora contra o “favoritismo” do candidato da direita. 

Aí acreditaram que poderiam neutralizá-lo, elogiando a Dilma como contraponto a ele, até que se rendem que não conseguem promover conflitos entre eles. Temem o retorno do Lula como presidente, mas principalmente o temem como líder político, como quem melhor vocaliza os grandes temas nacionais, apontando para a direita como obstáculo para a democratização do Brasil.

Lula representa a esquerda realmente existente no Brasil, com liderança nacional, latino-americana e mundial. Lula representa o resgate da questão social no Brasil, promovendo o acesso a bens fundamentais da maioria da população, incorporando definitivamente os pobres e o mercado interno de consumo popular à vida do país.

Lula representa o líder que não foi cooptado pela direita, pela mídia, pelas nações imperiais. Por tudo isso, eles tem medo do Lula. Por tudo isso querem tentam desgastar sua imagem. Por isso 80% das referências ao Lula na mídia são negativas. Mas 69,8% dos brasileiros dizem que gostariam que ele volte a ser presidente do Brasil. Por isso eles tem tanto medo do Lula. http://www.cartamaior.com.br/?/Blog/Blog-do-Emir/Por-que-eles-tem-medo-do-Lula-/2/27152

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Grato, Spin F

Qual a hora do alarme?

Dias atrás li um artigo, não me lembro o autor, perdi o link, onde se perguntava se não era hora de o Brasil cair a ficha antes que seja tarde; que os participantes da Marccha da Familia quando se arrrependeram de terem servido de bucha para os golpistas já era tarde,,,com Hitler aconteceu a mesma coisa...Acho que o título era "Qual é a hora do alarme?",,,se não me engano, do Ricardo Kotscho,,vou ver se acho

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Grato, Spin F

imagem de ELG
ELG

Texto do Luis Fernando Veríssimo

Publicado aqui no blog inclusive.


 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Olha aqui o "cansadinho",,,

Gente olha ai o resultado do "salve" do Barbosa....,,logo ele como presidente do STF deveria repetir o velho bordão que decisão da justiça se cumpre...Pessoal do RJ.,,..O maluco do post ai abaixo é ligado a qual religião? ele convoca para 22 de março "Marcha com Cristo' pedindo intervenção militar para por prá correr ministros do STF que votoram contra tese da quadrilha....e diz que os militares precisam por ordem na casa....e pensei que Barbosa como presidente do STF fosse a favor de se cumprir decisões da justiça,,....
https://www.facebook.com/photo.php?v=689317997798317 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Grato, Spin F

Filósofo?

Se esse pessoal chama um Olavo de Carvalho de "filósofo" podemos ter uma ideia do nivel intelectual dos que pretendem participar dessa marcha.

Seu voto: Nenhum (23 votos)

¨Liberdade é a liberdade dos que pensam diferente¨ -- Rosa Luxemburgo

imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

O tal sábio fala tanto

O tal sábio fala tanto palavrão que seria apropriado se retirasse um consoante do seu sobrenome.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Céus! Tanta coisa séria p/ censurar nele, e vc vem c/ uma bobag?

O cara é oportunista, reaça, cretino, e vc censura o fato dele falar palavrao? Isso nao tem importância nenhuma! O resto do que ele diz tem. 

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de JoaoMineirim
JoaoMineirim

Para mim, ele só fala

Para mim, ele só fala palavrões. Nunca escutei ele dizer nada que preste, que faça sentido, que tenha utilidade para a democracia, para o desenvolvimento economico ou social. Pra mim é só um "boca suja", nem merece melhores qualificações.

Seu voto: Nenhum (11 votos)

frase

Interessante a frase do site dele: 

   Sapientiam autem non vincit malitia

 A malícia [dele] nada pode contra a sabedoria [dos outros].

 

Entre [ ] -- adendo meu.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

¨Liberdade é a liberdade dos que pensam diferente¨ -- Rosa Luxemburgo

imagem de Candidata
Candidata

Hmmm, sei não, em breve, uma candidata da 1001 noites

Lamentavelmente, mistura-se aqui o direito à livre manifestação, como em 64.

O problema é o perigo deles estarem pedindo exatamente a perda desses direitos...

Ou que ele seja exclusivo deles.

Quanto à princesa das 1001 noites, suspeito que sairá candidata em breve para abrilhantar as telas de algum dos nossos parlamentos;

Que Alá nos proteja!

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Bruno I
Bruno I

Se fosse crime comum ameaçar

Se fosse crime comum ameaçar a ordem estabelecida com uso de forças armadas essas páginas ridículas não existiriam ... seria como criar página de pedofilia ou de consumo de drogas ilícitas.

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.