Revista GGN

Assine

As relações de Palocci e do BTG Pactual, por Luis Nassif

Não tenho motivos pessoais para gostar de Guido Mantega. Pequeno, mesquinho, inseguro, foi o primeiro Ministro da Fazenda, desde que iniciei a carreira de jornalista econômico, a me colocar na lista negra. Ele e Alexandre Tombini, presidente do Banco Central.

Mas não bate bem esta história de Antônio Pallocci, de que Mantega montara uma central de vazamento de informações financeiras.

Vamos entender um pouco mais esse jogo.

Desde que se criou o chamado Open Market brasileiro – venda diária de títulos públicos e privados – há vazamentos de informação. No governo Sarney, Maílson da Nóbrega tinha um esquema de vazamento de informações, não apenas no Banco Central, mas na Receita Federal – que dispunha de um índice de correção.

No governo Collor, era comum o presidente do Banco Central, Ibrahim Eris, receber colegas de mercado fora do expediente.

No governo Fernando Henrique Cardoso, sempre questionei a história do vazamento de informações sobre os leilões cambiais para os bancos Marka e Cindam. Pouco antes do estouro, almocei com Salvatore Cacciola, o deslumbrado presidente do Marka. No almoço, ele se vangloriou da equipe de renda fixa que acertava praticamente todos os leilões do BC.

Quando explodiu o escândalo do câmbio, insisti para que analisassem probabilisticamente a participação do Marka nos leilões de títulos do BC: ali estava a jogada, não no câmbio. Para jogar no câmbio, Cacciola se valia de um contrato com a Tendência Consultorias, do próprio Maílson. Para entrar no mercado, o BC dava ordens de comando para a Gerof (Gerência de Operações Financeiras). Era de lá que vinha o insider da Tendências. No dia em que o BC decidiu sair do mercado, não houve ordem alguma. Por isso, Marka e Fonte-Cindam quebraram.

De nada adiantaram os alertas. O máximo que consegui foi um discurso do Eduardo Suplicy chamando a atenção para a denúncia.

Não apenas no BC. Denunciei na época vazamentos na Secretaria do Tesouro Nacional, de leilões de dívidas públicas.

No período Antônio Palocci-Henrique Meirelles na Fazenda e no Banco Central, os índices de acerto do então Banco Pactual chamaram a atenção do mercado. Basta o MPF (Ministério Público Federal) valer-se das técnicas probabilísticas onde elas cabem, e não no besteirol levantado por Deltan Dallagnol.

Não apenas isso. Na ocasião, o Pactual planejava comprar as operações brasileiras da Goldman Sachs. Mas tinha uma enorme pendência fiscal no âmbito do CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). Se as investigações caminharem na direção do CARF e dos acertos do antigo Pactual nos leilões do BC, encontrará o caminho das pedras.

Não boto a mão no fogo por Mantega-Tombini. Por diversas vezes critiquei o método Tombini, de manter reuniões a portas fechadas com o mercado em São Paulo. Mas se há suspeitos nesse jogo, é o próprio Palocci e o BTBG Pactual.

Nos arquivos da Folha devem estar, ainda, as diversas colunas que escrevi em 2005, até ser impedido de continuar.

Média: 4.7 (27 votos)
41 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

A delação de Palocci pode ter

A delação de Palocci pode ter um mega alvo no BTG Pactual. Sem  relações especiais com o Governo fica dificil explicar como alguns rapazes do mercado financeiro construiram esse imperio em tão pouco tempo, a ponto da FORBES colocar o Andre Esteves como dono de uma fortuna de US$3 bilhões. O BTG é a versão financeira do hrupo JBS, ambos nascidos a partir

de relações politicas de bastidor. Começaram cim o  banco de investimentos do Luiz Cesar Fernandes, a quem chutaram,

explodiram em crescimento no governo Lula, ultrpassando o até então poderoso Opportunity, identificado com a Era das Privatizações do Governo FHC e se tornaram o maior banco de investimentos do Pais.  Tem o cheiro de Palocci na foto.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

É uma insanidade um Pais com

É uma insanidade um Pais com as dimensões do Brasil ter no comando da economia uma equipe que vem do maior banco privado, o Itau. O Ministro  Meirelles fez seu curriculo (com uma gigantesca assessoria de imprensa) no finado Banco de Boston,  um banco maior no Brasil que na sua matriz, construiu um base de clientes de alta renda e depois foi

 

comprado pelo Itau, portanto o banco de Meirelles está hoje dentro do Itau, o presidente do BANCO CENTRAL, Ilan Goldfajn era até a vespera de ira para o BC  elemento de cupula do Itau, com o titulo de economista-chefe e diretor, a cara do banco.

Em 1965, quando entrei para o BANCO DO BRASIL , este valia na bolsa DUAS VEZES mais que todos os dez maiores bancos privados juntos, era um gigante incomparavel com os bancos privados, era a propia força economica do Estado brasileiro.

Hoje o BANCO ITAU vale na bolsa R$225 BILHÕES e o Banco do Brasil vale um terço disso, R$73 bilhões.

Depois do Plano Real o comando da economia por banqueiros, INVENÇÃO DO PLANO REAL, fez com que o

maior banco privado valha o TRIPLO do Banco do Brasil, proeza conseguida com o apequenamento do

outrora poderoso BB a favor do Banco Itau e em menor escala do Bradesco.

O Brasil perdeu um de seus maiores instrumentos de politica economica, o Banco do Brasil, a partir

da decisão de Mailson da Nobrega de acabar com a conta movimento do Banco do Brasil, instrumento essencial da politica monetaria e de financiamento do Tesouro e a grança arma do Banco do Brasil para financiar a produção

e foi a partir dai que o BB começou a declinar em beneficio  dos bancos privados, hoje um CARTEL FECHADO,

onde tres bancos privados (Itau, Bradesco e Santander) dominam 85% do sistema bancario e tem lucros estratosfericos

MESMO EM MEIO Á RECESSÃO. O preço desses lucros é a economia brasileira afundar para o abismo, o enfrasquecimento do Estado como orientador e estimulador da economia, o dominio do mercado financeiro

sobre o conjunto da economia do Pais, razão maior da atual crise economica, cuja raiz está no Plano Real e

no dominio do sistema financeiro sobre o total da economia produtiva do Pais.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Procuradores continuam usando M.Bergamo p/mandar recados

“DEMOCRACIA” À IRANIANA (!): O “BENEPLÁCITO” DOS PROCURADORES A RODRIGO MAIA

Por Romulus

Com uma mensagem aparentemente “contraditória” - (1) “Maia está livre de Cunha e da JBS”, mas (2) “está ~pendurado~ na Odebrecht” - os Procuradores dizem simplesmente que estão dispostos a sair do modo “guerra total”/ “tudo ou nada” em que se encontram.

“Muito nobres”, resolvem fazer o primeiro gesto e propõem o armistício!

A sequência lógica é que...

- Deixam desde já o “convite” – na verdade, ~intimação~... – para... hmmm... “novas conversas”...

- Já com o ~novo~ governo!

Tomem nota:

- Testemunhamos aqui o test drive da "democracia" (aspas!) à Iraniana no Brasil.

Em que...

- Cabe a Procuradores, em concurso com o Judiciário – e a Mídia!, dar o beneplácito a candidatos a candidatos à Presidência (!)

Bem...

Dar o beneplácito ou...

- ... vetar, né??

 

LEIA MAIS »

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Pedro Augusto
Pedro Augusto

ZADIG: O CÃO E O

ZADIG: O CÃO E O CAVALO

 

http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2017/07/zadig-o-cao-e-o-caval...

 

 

    

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Zadig e Voltaire

Que boa lembrança de Zadig, o filsofo (alter ego de Voltaire) que descobre que falar a verdade pode ser muito perigoso. Interessante notar que a Justiça desde a ficticia Babilônia voltarienne não mudou muito. Continua apegada aos privilégios, ao ouro e à cegueira... Zadig não so prefere não falar mais o que sabe (conhecimento), como logo vê que também podem atribuir-lhem perigos aos seus passos e movimentos... Nada muda muito, neste mundo. E os homens bons querem fazer [sua] justiça apenas para mostrar o quão são importantes para a sociedade que os sustenta.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de WELINTON NAVEIRA E SILVA
WELINTON NAVEIRA E SILVA

O ovo e a economia

 

Gostando ou não, ovo de galinha é parte integrante da história da humanidade. E, só a galinha sabe fazer ovo. No entanto,  todo mundo sabe se um ovo está bom ou não. Semelhante percepção ocorre com a economia. Gostando ou não, faz parte de nossa história.

Por outro lado, os governos Lula/PT e Dilma/PT entraram para a história do Brasil como o primeiro longo período de bons níveis de consumo, em geral, demonstrado na grande compra de variados alimentos, eletrodomésticos, carros, viagens interna e externa, moradias, reformas de imóveis, e outros mais.  Graças ao pleno emprego, claro. Inclusive, propiciando a garotada que saia das universidades rapidamente encontrarem lugar para trabalhar.

Em resumo, tempos de felicidades, de muita crença no presente e no futuro vistas pelos brasileiros e pelos gringos, querendo ou não. Semelhante ao ovo, a gente sabia que era bom, como sabe que a economia golpista é ruim - choca e fedorenta. Podre. Cheio de desempregados, de falidos, de corruptos e de entreguistas. Sem esperança alguma no presente e no futuro. Uma merda.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Tudo que vi ate agora da delação do Palloci veio do antagonista

Dá pra confiar??? Estou esperando uma divulgação séria, se é que é possivel.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Ana Bednarski

Dos 204 milhões de habitantes

Dos 204 milhões de habitantes que vivem no Brasil, chutando uns 4 milhões seriam trolls que ficam por ai trollando tudo que é ação de governo como bolsa família e etc...

Eles tem atitude, o gilmar mendes é um deles, são mega empresários, são bilionários, são jornalistas, são operadores do direito e tendem a megalomania e gostam de mostrar como são ativos...

E não é sensato matar 4 milhões de pessoas, mas dá para democraticamente ter mais voz e atitude e assim ter o controle!

Do lado de cá são milhões de trouxas e bananas!

Do lado de cá estão os trabalhadores, os que estão construindo familias, educando filhos, construindo o pais!

São os que precisam do futuro!

Os que estão sofrendo o desemprego!

A mídia multiplica vozes, assim poucos deles influenciam milhões!

Um único gilmar mendes faz estragos sem limites!

Imaginem empresários que não querem saber como será o futuro do pais?

Os banqueiros são loucos e o que será que pensam quando vêm que o juros da dívida já está chegando a 50% da arrecadação do pais?

Não precisamos de guerra, mas precisamos de vozes fortes e unidas em objetivos claros!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"O que fazemos na vida, ecoa na ETERNIDADE!" (Máximus - Gladiador)

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

imagem de Antonio Passos
Antonio Passos

Caráter eu não julgo, mas como ministro

Mantega foi extraordinário ministro, enquanto Dilma não atrapalhou. Assim como já havia sido Palocci. A verdade é clara, está nos números, já é história, foi a época mais brilhante da história deste país com vocação para o ridículo.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

LIVRANDO BANQUEIROS, LAVA JATO E PALOCCI ARMAM PARA PT/MANTEGA?

LIVRANDO BANQUEIROS, LAVA JATO E PALOCCI ARMAM PARA PT/MANTEGA?

Por Romulus

Bate carteira e grita "pega ladrão"?

Palocci parecia ter perdido a principal cartada de que dispunha: os bancos.

Uma “bomba nuclear”!

Que, por certo, ninguém em sã consciência haveria de querer detonar...

O ~primeiro~ movimento para blindar os bancos foi a MP da leniência – secreta! – diretamente com BACEN/ CVM.

E o que sobrou na mão de Palocci então?

Lula e o PT - incluindo Mantega.

“Simples assim”??

Ainda não!

Parece que, agora, testemunhamos o ~segundo~ movimento para blindar os banqueiros.

Agora, nas suas “pessoas físicas” – não protegidas pelos acordos de leniência com o BACEN, que contemplam apenas as pessoas ~jurídicas~ dos bancos.

E...

Convenientemente...

- ... incriminando (ainda mais) petista!

Bingo?!

 

LEIA MAIS »

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Vilson João Batista
Vilson João Batista

Depois de tudo que li, e

Depois de tudo que li, e considerando as declarações do Nassif sobre o BC não tenho mais duvida de que estamos vivendo na REPUBLICA DA CLOACA, como diz o PHA - conversa afiada ... assim salve-se quem puder porque isto aqui, este brasil não tem mais jeito ... observe o que foi dito em um dos comentarios ... "o grande troféu dessa ORCRIM institucional - faz parte da Operação Condor versão século XXI, ou seja, da Fraude a Jato." - agora e GUERRA ... !!!

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de j.marcelo
j.marcelo

Estas supostas denúncias são

Estas supostas denúncias são mais para repercutir e de alguma maneira atingir o "chefe'Lula e a "organização criminosa"PT,SEMPRE foram os bodes expiatórios do país, enquanto isso as maracutaias dos tucanos e amigos ficam escondidos, isso funciona muito bem aqui,quando o PIG percebe q um assunto contrário a seus interesses vai cair na boca do povo,TOMA LULA E PT !!
Obs:Assisti ao documentário sobre os Panteras negras e fiquei impressionado,o modus operandi foi o mesmo aplicado aqui contra o PT,prenderam meio mundo lá e com isso todos lá ficaram com medo de integrar o grupo,pois cresciam imensamente!

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Elizabeth Pretel
Elizabeth Pretel

Sistema financeiro??????  de

Sistema financeiro??????  de comunicação???????? Lava jato vai mexer com eles?????????? Ahhhh tá bom. Com certeza vão se limitar ao Mantega, Lula e Dilma. Infelizmente, no papel (inquérito), vale somente o que se que se quer que apareça. Melhor não ter esperança. Este país ainda precisa passar por muita coisa para se tornar um país Justo, Imparcial e principalmente Civilizado.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de João de Paiva
João de Paiva

Quem acredita nesses palpites de Mônica Bérgamo;?

Aod leitores do blog pergunto:

Quem de vocês acredita nesses palpites baseados em supostas informações privilegiadas obtidas por Mônica Bérgamo?

Em 2010, ela soltou notinha comemorativa e saltitante, afirmando que FHC não era o pai do filho da jornalista Míriam Dutra, com quem o grão-tucano teve um caso extra-conjugal, traindo a ilibada Dona Ruth Cardoso. MB embasou sua alternativa num suposto exame de DNA, feito em NY. Curiosamente ninguém da impresa - golpista ou alternativa - questionou as condições clandestinas e suspeitíssimas em que tal exame foi realizado, a começar pelo material coletado (saliva) e não fios de cabelo ou partes da pele, como mais usual.

Essa suposta 'delação' ou incriminação de Guido Mantega por parte de Palocci não tem a menor credibilidade. É muito mais um desejo, um balão de ensaio do que pretendem a direita e o PI/PPG do que uma notícia embasada na realidade fática. Não tenho grandes simpatias nem por Palocci nem or Mantega, mas ao contrário de Nassif, considero Mantega um melhor caráter.

Como mostrado nesta matéria, sempre  há grupos econômicos que obtêm informações privilegiadas dos governos. Era assim na época da ditadura. Foi assim na era FHC - como  mostrado aqui - e não tdeve ter sido diferente nos governos de Lula e Dilma. Mas nenhum ministro da ditadura ou do neoliberalismo tucano foi inccriminado, processado e punido, por eventuais ilicitudes. A tentativa de incriminar Palocci e Mantega - e por extensão o Ex-Presidente Lula, o grande troféu dessa ORCRIM institucional - faz parte da Operação Condor versão século XXI, ou seja, da Fraude a Jato.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A delação de Palocci pode ter

A delação de Palocci pode ter um mega alvo no BTG Pactual. Sem  relações especiais com o Governo fica dificil explicar como alguns rapazes do mercado financeiro construiram esse imperio em tão pouco tempo, a ponto da FORBES colocar o Andre Esteves como dono de uma fortuna de US$3 bilhões. O BTG é a versão financeira do hrupo JBS, ambos nascidos a partir

de relações politicas de bastidor. Começaram cim o  banco de investimentos do Luiz Cesar Fernandes, a quem chutaram,

explodiram em crescimento no governo Lula, ultrpassando o até então poderoso Opportunity, identificado com a Era das Privatizações do Governo FHC e se tornaram o maior banco de investimentos do Pais.  Tem o cheiro de Palocci na foto.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Senha do seu texto: Nelson Jobim

não esqueça qual o partido dele, a amizade/ intimidade com certo ministro do supremo.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Ana Bednarski

Por que será que em Londres "não rolou"?

André,

Por que vc acha que a relação com os suíços do UBS não durou?

Trouxeram o cara para Londres, achando que era o gênio da finança!

Mas...

Longe de "Brasília" difícil fazer "mágica", né?

Rapidinho perdeu importância...

Deu sorte de vir a crise de 2008 e o UBS precisar se desfazer de ativos para se capitalizar.

Comprou de volta o Pactual, ganhando USD 1 bi só nessa arbitragem, com a queda do valor das ações em virtude da crise.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Rolou em termos.  Esteves

Rolou em termos. 

Esteves vendeu o Pactual ao UBS antes da crise e depois o comprou, muito maior, pelo mesmo valor. 

Foi uma grande tacada. 

Magico não é, porém, nenhum empresário, em lugar nenhum do mundo chega aonde ele chegou sem boas relações com o Governo. 

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Roberto Crispin Junior
Roberto Crispin Junior

Eike é igual

Eike é a mesma porcaria do BTG e da JBS. Assim como as empreiteiras do gênero ODB, Camargo, OAS, Andrade e outras antigas como Cetenco e CBPO. Esses cara roubam há mais de 50 anos.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

São situações bem diferentes.

São situações bem diferentes. Eike foi um aventureiro do mercado de capitais, sem capacidade operacional,  JBS tinha uma base especifica em um ramo, usou relações politicas para crescer , mas sempre tiveram capacidade operacional,  podem ser coisa ruim mas são bons gestores,  BTG tem origem no mercado financeiro e tem capacidade operacional reconhecida,

as grandes empreiteiras tem historia, capacidade reconhecida, estavam na lista das maiores do mundo, especialmente Camargo Correa e Andrade tem grandes realizações como mega usinas de Itaipu, Sobradinho, Tucurui, Salto Angel na Venezuela, metrôs, grandes rodovias.

Seu voto: Nenhum (11 votos)
imagem de Roberto Crispin Junior
Roberto Crispin Junior

Sei, sei, mas metem a mão na

Sei, sei, mas metem a mão na grana pública há 60 anos. O China era um carroceiro nos anos 30 e hoje sua família nada no nosso dinheiro.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de joel lima
joel lima

Uma dúvida = partindo do

Uma dúvida = partindo do pressuposto que o que o Pallocci disse é tudo verdade, há risco real de dar um baque no sistema financeiro detonando os bancos  como o setor de obras foi detonado com a destruição do patrimônio e nome da oderbrecht?

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de dani-el
dani-el

NÃO

Não sem sangue.

Seu voto: Nenhum
imagem de severino januário
severino januário

Não tenho ideia do que

Não tenho ideia do que pretendem fazer com o Paloci. Mas uma coisa é certa, não há no país nada mais blindado do que o setor financeiro. Se o Palocci ameaça contar à justiça o que sabe sobre o mar de patifarias que engolfa o setor financeiro, ele será isolado, como parece que foi, e depois será posto em solitária por dezenas de anos, se necessário for, para que aprenda que sobre certas coisas ele não poderá abrir o bico. Quem está cantando de galo não é a democracia, mas a oligarquia em sua forma mais terrível, sob a fina pele de uma democracia morta. A esperança de seus algozes era de que ele delatasse o Lula, fosse lá como fosse, talvez por algo que se tenha perdido na memória da insignificancia, mas que tenha potencial para ser transformado em crime horroroso pelos espertos fabricantes de conveniências. Mas se ele pretende falar sobre patifarias do supra-mercado, ou do infra-mercado, isto soa aos esbirros da Casa Grande como uma colérica ameaça. E há castigo para tanto. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Antônio Uchoa Neto
Antônio Uchoa Neto

Em meados do século XIX, os

Em meados do século XIX, os assim chamados "robber barons" ficaram bilionários eliminando a concorrência e os riscos. Ainda um pouco antes, a banca Rothschild já agia assim, financiando países em guerra - ganhos garantidos qualquer que fosse o lado vencedor.
Nada mudou, como se vê.
Não há fraude no sistema bancário.
O sistema bancário é, em si, uma fraude.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Dois petistas que eu não confio: Palocci e Delcídio Amaral

Dois petistas que eu não confio: Palocci e Delcídio Amaral. Se eles acusam Lula e (agora) Mantega, eu passo a acreditar na inocência destes.

Seu voto: Nenhum (18 votos)

---

Certamente que essas

Certamente que essas ponderações não ecoarão junto ao Ministério Público numa eventual delação premiada do ex-ministro Palocci. A eles interessa só, e somente só, ter em mãos algo que de qualquer maneira vá chegar no Lula. Até Guido Mantega nesse processo é figurante. 

Possível é acreditar que bateu o desespero em ambas as partes: Palocci pela perspectiva de "curtir" uma cadeia pesada e o sistema de repressão por falta de uma "bala de prata" que acabe de vez com o -ex-presidente. 

A grande dúvida é: será o Palocci o real detentor de algum segredo consubstanciado em provas ou um reles blefador?

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Meu palpite

Os segredos que ele guarda, com alguma substância, são aqueles em que ele foi o real ator (autor) dos fatos. A acusação contra Lula não passa de adesão ao programa de liberdade automática para picaretas da República de Curitiba.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

---

imagem de Antônio Uchoa Neto
Antônio Uchoa Neto

Em meados do século XIX, os

Em meados do século XIX, os assim chamados "robber barons" ficaram bilionários eliminando a concorrência e os riscos. Ainda um pouco antes, a banca Rothschild já agia assim, financiando países em guerra - ganhos garantidos qualquer que fosse o lado vencedor.
Nada mudou, como se vê.
Não há fraude no sistema bancário.
O sistema bancário é, em si, uma fraude.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

É uma insanidade um Pais com

É uma insanidade um Pais com as dimensões do Brasil ter no comando da economia uma equipe que vem do maior banco privado, o Itau. O Ministro  Meirelles fez seu curriculo (com uma gigantesca assessoria de imprensa) no finado Banco de Boston,  um banco maior no Brasil que na sua matriz, construiu um base de clientes de alta renda e depois foi

 

comprado pelo Itau, portanto o banco de Meirelles está hoje dentro do Itau, o presidente do BANCO CENTRAL, Ilan Goldfajn era até a vespera de ira para o BC  elemento de cupula do Itau, com o titulo de economista-chefe e diretor, a cara do banco.

Em 1965, quando entrei para o BANCO DO BRASIL , este valia na bolsa DUAS VEZES mais que todos os dez maiores bancos privados juntos, era um gigante incomparavel com os bancos privados, era a propia força economica do Estado brasileiro.

Hoje o BANCO ITAU vale na bolsa R$225 BILHÕES e o Banco do Brasil vale um terço disso, R$73 bilhões.

Depois do Plano Real o comando da economia por banqueiros, INVENÇÃO DO PLANO REAL, fez com que o

maior banco privado valha o TRIPLO do Banco do Brasil, proeza conseguida com o apequenamento do

outrora poderoso BB a favor do Banco Itau e em menor escala do Bradesco.

O Brasil perdeu um de seus maiores instrumentos de politica economica, o Banco do Brasil, a partir

da decisão de Mailson da Nobrega de acabar com a conta movimento do Banco do Brasil, instrumento essencial da politica monetaria e de financiamento do Tesouro e a grança arma do Banco do Brasil para financiar a produção

e foi a partir dai que o BB começou a declinar em beneficio  dos bancos privados, hoje um CARTEL FECHADO,

onde tres bancos privados (Itau, Bradesco e Santander) dominam 85% do sistema bancario e tem lucros estratosfericos

MESMO EM MEIO Á RECESSÃO. O preço desses lucros é a economia brasileira afundar para o abismo, o enfrasquecimento do Estado como orientador e estimulador da economia, o dominio do mercado financeiro

sobre o conjunto da economia do Pais, razão maior da atual crise economica, cuja raiz está no Plano Real e

no dominio do sistema financeiro sobre o total da economia produtiva do Pais.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Conta movimento

Na época eu trabalhava no BB e me lembro da grande campanha feita na mídia, demonizando a conta movimento, colocando-a como a maior responsável pelo descontrole inflacionário. Tinha artigos em jornais, entrevistas, etc, todos os deformadores de opinião falando mal dela. Hoje vemos que tudo foi articulado pela banca para transferir este mecanismo de incentivo ao setor produtivo para o BC, e assim utilizá-lo para remunerar dinheiro privado parado no Banco Central.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ou seja, MARINA SILVA VIROU

Ou seja, MARINA SILVA VIROU PRESIDENTE DE FATO. Já que não presidiria nada; apenas teria o Itaú como um dos sócios no governo a comandá-lo.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

E vc acha que pelo fato do

E vc acha que pelo fato do Itau apoia-la ela tem alguma influencia no banco?  Abaixo de zero.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O relevo do BB - um legado fundamental

Deve-se resguardar a esta instituição como o grande indultor da atividade do comércio exterior brasileiro no século XX. Uma verdadeira inteligência de trade finance estava incurada dentro Banco do Brasil, onde muitas estruturas de pagamentos e financiamento, alí engenhosamente concebidas, foram, posteriortmente, "exportados" para outras praças bancárias mundo afora. Grandes empresas brasileiras (como, por exemplo, a Embraer) devem uma parte significativa de seu êxito no mercado exterior graças aos instrumentos inovadores concebidos pela área internacional do BB. 

Em verdade, o BB tinha a inerente função de árbitro dos interesses diversos na economia brasileira. Tinha o Brasil em seu grande banco a conformação mais absoluta de interesse nacional. 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Coube ao então Ministro

Coube ao então Ministro Mailson da Nobrega, antigo  funcionario do BB (do concurso de 65) iniciar o processo de diminuição do poder e da função desenvolvimentista do banco, que tinha como seu suprimento de caixa principal a conta movimento da União

no banco, um inteligente mecanismo de otimização de caixa, usando o "float" do Tesouro para financiar a economia industrial e agricola. Essa conta NÃO foi eliminada, ela foi transferida ao Banco Central, fortalecendo este e enfraquecendo o BB  e a economia nacional. Enquanto o Banco do Brasil usava esse caixa para financiar a economia, o Banco Central usa para pagar juros da divida e fortalecer o sistema financeiro contra a economia produtiva.

Por esse processo chegamos Á DEFLAÇÃO de hoje e à paralisia economica do Pais.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A grande missão dos bancos centrais?

"... o Banco Central usa para pagar juros da divida e fortalecer o sistema financeiro contra a economia produtiva."

Enfim, parece que vai se descortinando o efetivo papel dos bancos centrais. Muito pouco a ver com o país a que estão vinculados. Daí, a obsessão com a "bendita" independência de governos. Não trabalham para eles.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Exato

Follow the (large) money.

E no final encontrarás o poder e as pessoas por trás dele.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de ze sergio
ze sergio

a...

Caro sr. André Araujo, se pelo menos as opiniões se baseassem em fatos históricos e realidade compreendida e vivida por estas pessoas, como o sr. expressa suas opiniões, ao invés de simples ilusões ideológicas. E teríamos um país sendo construído a partir posições concretas e não sonhos pueris. Suas posições são desta forma, baseadas em fatos e realidades e não em simples fundamentações ideológicas.    

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Perdão de dívidas

Pois é. 

O proer deu mais uma ajudinha, vendendo o filé dos bancos sob intervenção, deixando a parte podre na conta do Tesouro Nacional.

Com o país em depressão, a receita minguando, mais uma generosidade com "pobres" banqueiros: Itau e Santander tiveram dívidas perdoadas.

(https://www.brasil247.com/pt/247/economia/304390/Santander-ganha-perd%C3%A3o-de-R$-338-milh%C3%B5es-e-Itau-R$-25-bilh%C3%B5es-junto-%C3%A0-Receita.htm).

Agora, com as reformas que tanto defendem, garantem o "sacrossanto" pagamento de juros e de "brinde" ainda vão "administrar" recursos da previdência oficial e vender seus "pacotes" privados de aposentadoria aos incautos que, no momento do resgate lá no longo prazo, vão descobrir que seu plano faliu.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Os estudiosos da dita

Os estudiosos da dita Economia deveriam se debruçar sobre um fenômeno(mistério) tipicamente brasileiro:

Por que é que em tempos de crises econômicas brabas, seja qual for os indutores, o sistema financeiro enche as burras e alavanca ainda mais sua posição em contextos que deveria ser exatamente o contrário?

Uma das hipóteses é a paulatina concentração que advém pela compra/incorporação dos bancos menores e/ou regionais pelos mais estruturados e capitalizados. Entretanto, só isso como explicação não basta. 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Fenômeno tipicamente brasileiro?

É não.

Essa "criatividade" é global,  antiga, sobretudo no mundo ocidental. Os "too big to fail" controlam os governos de quase todo mundo. Quem não está sob seu jugo, está sob ameaça da máquina militar tida como a mais poderosa do planeta, a serviço dos barões das finanças.

Vide comentário do Antônio Uchoa Neto (16:19):

"Em meados do século XIX, os assim chamados "robber barons" ficaram bilionários eliminando a concorrência e os riscos. Ainda um pouco antes, a banca Rothschild já agia assim, financiando países em guerra - ganhos garantidos qualquer que fosse o lado vencedor.
Nada mudou, como se vê.
Não há fraude no sistema bancário.
O sistema bancário é, em si, uma fraude."

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Isso ajuda a explicar porque

Isso ajuda a explicar porque enquanto o país passa pela maior crise econômica da história os bancos continuam apresentando recordes de lucro todo ano.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de ze sergio
ze sergio

as...

Enquanto isto o TJ / SP finge esconder o valor do Trensalão Tucano, para o bem do processo, e o MP / SP finge exigir que ele revele o tamanho da propina. A gente vai fingindo que acredita.  Quanto a história de Palocci, Mantega, Mailson, Malan, Armínio, Tombini, Meirelles, Lula, FHC, Dilma, é revelador a preocupação destes Dirigentes e Políticos com a Soberania e Economia Nacionais, que se traduziriam em bem estar e salto de qualidade nas condições sociais e econômicas do povo brasileiro. Quanta preocupação AntiCapitalista?! Não consigo entender o porque tanto capital especulativo ganhava navios de dinheiro no Brasil no Cassino chamado Banco Central (Independente), ao invés deste dinheiro ser usado no comério e produção de bens, gerando riqueza e empregos para o povo brasileiro com a industrialização do país? Não consigo entender como chegamos nesta latrina em pleno 2017? Por que será?  

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Dúvidas

A Tendência Consultoria é só do Mailson da Nóbrega ou tem sociedade com o ex-Presidente do BC, Gustavo Loyola?

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.