newsletter

Assinar

O fator Marina e o envelhecimento dos partidos

No Twitter, Xico Graziano vibrava com as notícias do IBOPE sobre a explosão da candidatura Marina Silva, apesar de poder ser a pá de cal na candidatura do seu partido. Não se trata de um twiteiro convencional, mas do homem de confiança de Fernando Henrique Cardoso, que chegou a ser cogitado para comandar a campanha de Aécio Neves nas redes sociais.

Seu entusiasmo é uma demonstração eloquente da falta de substância no discurso oposicionista. Nesses doze anos, limitaram-se a brandir um anacrônico “delenda PT” em vez de buscar o discurso novo.

***

Nem se pense que do lado do PT houve alguma inovação.

As manifestações de junho de 2013 poderiam ter sido um presente para o partido e para Dilma. Com mais de um ano de antecedência, vinha o aviso das ruas: o povo já tem pão, já tem escola, já tem luz; falta participação.

***

Sabia-se que, fechado o ciclo de inclusão – promovido pelas políticas sociais de Lula e Dilma – apareceria em cena um novo cidadão, mais exigente em relação aos serviços públicos, mais consciente em relação aos seus próprios direitos, mais cético em relação às instituições convencionais da democracia representativa.

***

A onda Marina Silva é a comprovação maior de como os partidos – tanto o PT quanto o PSDB – afastaram-se dos intelectuais e do sentimento das ruas.

Hoje em dia, é comum ouvir de líderes partidários críticas a Dilma, por não ter interpretado devidamente o sentimento das ruas. Mas o próprio PT tratou a insatisfação popular como uma tentativa de golpe ou da direita ou de grupos de extrema esquerda. Quem ousasse dar legitimidade à insatisfação das ruas era execrado. Julgaram que o novo cidadão ainda levaria alguns anos para emergir. Não tiveram o menor sentimento de urgência.

Aliás, não conseguiram sequer divulgar – até agora – avanços inegáveis que aconteceram em diversas políticas públicas.

***

Do lado do PSDB, nem se diga. Desde Mário Covas o partido perdeu totalmente o sentimento de povo. As manifestações de junho mereceram apenas algumas análises óbvias de FHC e nenhuma forma de ação.

***

Com essa insensibilidade ampla, a bandeira do aprofundamento democrático e da democracia digital ficou exclusiva de Marina Silva – fortalecida pela demonização da política patrocinada esses anos todos pelos grupos de mídia.

Um eventual governo Marina Silva é um enorme risco para o país. Analistas já comparam a Jânio Quadros e Fernando Collor – pelo isolamento, pela falta de estrutura partidária, pela ausência de jogo de cintura para tratar com os políticos e pela falta de um projeto mais amplo de país.

Dilma e Aécio representam propostas de política econômica claras e conhecidas. Já Marina é cercada por grupos absolutamente heterogêneos, onde despontam desde “operadores” de mercado (no pior sentido), como André Lara Rezende, a um certo empresariado industrial paulista mais moderno, os nacionalistas do PSB, e ONGs do setor privado, de boa reputação. Juntos, não formam um projeto.

Mais que isso, sobre essa orquestra disforme paira a personalidade de Marina.

É imensamente mais teimosa e menos preparada que Dilma. Tem muito menos habilidade política e capacidade de escolha de equipe que Aécio.

O crescimento de sua candidatura não se trata de um fogo fátuo, como tantos outros da história recente do país. Que a onda irá refluir, não se tenha dúvida. Não se sabe apenas se refluirá antes de terminadas as eleições.

Mas sua eleição é inegavelmente uma aposta de altíssimo risco.

Média: 4.3 (44 votos)
296 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Guto Pires, jornalista
Guto Pires, jornalista

reforma política

NOVA POLÍTICA OU REFORMA POLÍTICA?

Meu filho, Lucas, 18, reviu todo o debate da Band, com vagar.

Chamou-lhe a atenção a tréplica da Marina quando Dilma afirmou que respondeu às manifestações, sim, quando enviou o projeto de Constituinte Exclusiva para o Congresso Nacional.

A tréplica foi algo como "a reforma política começa agora, com o voto", sugerindo que o voto na "nova política" cumpre o papel de uma reforma. De outro ângulo, também disse algo no sentido de que o compromisso de Dilma com reforma política são os "acordos políticos em troca de ministérios".

A agenda Reforma Política jamais foi defendida por Marina Silva. Não porque lhe falte compromisso com a crítica ao sistema político brasileiro atual. Mas porque ela viu na sua Rede, e principalmente em si mesma, o caminho estratégico para mudar a cultura política vigente.

Essa perspectiva de Marina reúne traços de messianismo com uma leitura deseducadora, pra usar a expressão de Luiza Erundina, a respeito da candidata, por desqualificar a política em si como caminho para avançar na democracia participativa.

Marina não ficou confortável com a introdução da agenda da Reforma Política na resposta de Dilma. Nem vai ficar. Porque essa agenda não tem proprietário, não tem carimbo, é de todos que quiserem dialogar com ela, cada qual a seu jeito, segundo suas convicções.

Se a agenda da reforma política entrar com intensidade na conjuntura eleitoral, a panacéia da "nova política" ficará, naturalmente, enfraquecida. De lambuja, Marina vai estar obrigada a abraçá-la, mesmo a contragosto, pois quem defende o "manual das boas práticas políticas" como cartilha pra resolver as limitações e aberrações do sistema político, não poderia ficar alheia de todo. Aí ela deixa de ter o monopólio do seu monotema.

Por isso eu torço, rezo e faço oferendas, foco e milito pra que minha candidata, Dilma Roussef, siga incorporando mais e mais a defesa da Constituinte Exclusiva para deliberar sobre a Reforma Política.

Essa agenda é, a um só tempo, uma obrigação política e uma oportunidade eleitoral pra revelar a superficialidade da candidatura da "nova política" oferecer alternativa a milhões de eleitores jovens a quem só foi oferecido o "manual de boas práticas".

Seu voto: Nenhum
imagem de Museu SP batista neto
Museu SP batista neto

De pleno acordo!!

De pleno acordo!!

Seu voto: Nenhum
imagem de João Bernardo Villas
João Bernardo Villas

Eleicoes

Esses moços, pobres moços,a h se soubessem o que eu sei....

dizer que e avanço votar na candidata do PSB, só no mínimo muito engraçado.

A moça, falsa, mentirosa, enganadora, tem um discurso e sua prática e outra. Cita velha luta do poder e não diz o que esta disputando. Sem contar que escamoteia seu lado fundamentalista e evangélico.  Aliou se ou e financiada pelo agronegocio, ou alguém tem dúvida do caixa 2'que pagou o avião? Direitos humanos ? gays, aborto? Já era!

em tempo e antes que digam: não sou petista, nem filiado a nenhum partido político. Se partido fosse bom, seria inteiro. Não trabalho para nenhum governo, sou empresário, em dia com minhas obrigações.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de João Bernardo Villas
João Bernardo Villas

Eleições

Não sou filiado a nenhum partido, nem militante e muito menos trabalho para governo ou para oposição. Sou empresário, honesto, pago meus impostos sem sonegação. Dizer que voz das ruas ganhou consciência apostando na candidata do PSB e abusar da minha lourice. A dita cuja e evangélica, fundamentalista, falsa pois diz uma coisa em seu discurso e filia se a outra. O povo esta e iludido e enganado, mais uma vez. Aliás isso se repete na história brasileira. Mas deve vender bastante noticia.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

E a esquerdalha ajudando a

E a esquerdalha ajudando a esquerda a perder as eleições e demorar  pelo menos 50 a retornar ao poder.

Mais que uma derrota da Dilma e do PT, será uma derrota de todos os avanços que tivemos nos últimos 12 anos e a vingança da elite contra o Lula.

Gostaria de dormir e acordar somente depois deste pesadelo terminar.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Aos fatos
Aos fatos

É o mesmo discurso contra o

É o mesmo discurso contra o petismo quando esse era esquerda autência, nates de se juntar com Sarney, Renan, Collor, Jder Barbalho, etc. Não se preocupe, Marina não irá ficar muito longe do Lula

Seu voto: Nenhum (5 votos)

E a esquerdalha ajudando a

E a esquerdalha ajudando a esquerda a perder as eleições e demorar  pelo menos 50 a retornar ao poder.

Mais que uma derrota da Dilma e do PT, será uma derrota de todos os avanços que tivemos nos últimos 12 anos e a vingança da elite contra o Lula.

Gostaria de dormir e acordar somente depois deste pesadelo terminar.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Tales
Tales

debate Band

Boa noite leitores e eleitores,Pude observar no debate da Band a herdeira Neca Setúbal do Itaú lado a lado da Marina dando orientações e até sobre o uso do óculos vermelho no debate.  Isso faz pensar o que um dono do maior banco do Brasil pode fazer na economia. Primeiro o Itaú demitiu mais de 2mil pessoas nos últimos meses e o que mais lucrou com as taxas de juros exorbitantes.Seguindo as diretrizes do mercado ela vai matar os concorrentes Banco do Brasil  e Caixa Econômica Federal, os únicos que sustentam a economia e a classe média nesse período de crise. Um exemplo do que pode ocorre:- Aumento pelo Bacen dos juros- demissão dos trabalhadores- limitação de crédito as empresas com juros altos, e diminuição do emprego- diminuição do crédito à população , apenas dos privados a juros altos- menor crédito habitacional , deixando muitos sem realizar o sonho da casa própria.- pobre será tratado como pobre, sem inclusão social- a Classe média pode provar do erro e sentir  na pele a falta de crédito , renda , e oportunidades.- tudo isso pode refletir em uma verdadeira alta da inflação com produtos sendo inacessíveis a população e que já vive na mesa do povoVeja que tudo isso é um risco claro que o Brasil corre em 2015 e que interesses privados serão defendidos. Cada brasileiro trabalhador deve pensar nos impactos da eleição em sua vida e de sua família.Sem emprego não será acessível a saúde, consumo de bens, estudos, habitação , transporte e outros.A matriz energética nas mãos de uma ambientalista deixará o Brasil no escuro e sem energia o país não desenvolve. Reflitam o que Armínio Fraga , Neca Setúbal e o mercado de especuladores poderão fazer com sua vida.Um grande abraço aos brasileiros

Seu voto: Nenhum
imagem de Zanchetta
Zanchetta

Até ele?!?!? kkkkk....  

Até ele?!?!? kkkkk....

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Paulo  Gracino Junior
Paulo Gracino Junior

A POLÍTICA E O FAST-FOOD

 Acho estranho alguns colegas – os quais aprecio muito intelectualmente – atribuírem a culpa do estado de despolitização atual do país única e exclusivamente ao consumismo fomentado pelas políticas de transferência de renda e incentivo ao endividamento promovidas pelo governo do PT sem uma politização paralela. Para mim, a ideia de um Estado fomentando o engajamento político de sua população é algo um tanto quanto autoritário. Fico pensando como seria isso: seria através da criação de “comitês populares de consciência política”, ou uma mini-reforma cultural? Afora as caricaturas, o mais curioso é observar que muitos dos remédios receitados cairiam bem em uma “sociedade de massas”, em um capitalismo rígido e de longo prazo, mas parece não ser esse o caso. Logicamente, o PT enquanto partido, e não enquanto Governo, poderia ter se relacionado de forma diferente com os movimentos sociais, mas essa é outra história. De todo modo, não sei se teria qualquer efeito do ponto de vista eleitoral, uma vez que os que se engajam em movimentos sociais de forma duradoura constituem uma fração diminuta da população, que na hora H acabam escolhendo o PT como menos pior, no chamado voto crítico.
Bem, acho que talvez a questão da despolitização (ou nova forma da política?) seja mais complexa e provavelmente tenha mais de uma possibilidade de compreensão, mas acredito que a ideia de cidadania pelo consumo e escassez de experiência – no que o argentino Canclini chamou de epistemologia do shopping– seja um bom começo. Vivemos tempos pouco reflexivos, onde os simulacros se multiplicam, oferecendo respostas rápidas, práticas e prontas para problemas complexos e perenes; essa parece ser a receita de diversas igrejas (que crescem, crescem....) e a aposta de Marina Silva. Ela, estrategicamente, não fala de política, não tem propostas muito complexas; ao invés disso, é imagem e muito discurso vazio, bem ao gosto do consumidor atual. O curto prazo em que vivemos não permite as politizações aos moldes clássicos. Frisando, estamos diante de consumidores, e não de cidadãos: a imagem tem que despertar emoção, não reflexão. É a política fast-food: tudo é rápido, prático, limpo, fácil e imediato. Imagem é tudo!

Nossos pais trocaram o gozo pela segurança, nós (ou boa parte) trocamos segurança pela fruição: poupança que nada, eu quero é meu cartão de crédito! Não vivemos mais a máxima freudiana de que toda cultura deve necessariamente ser edificada sobre a repressão e a renúncia das pulsões, ao contrário, nossa economia é libidinal, como diria Lyotard. Em meu entendimento, isso não parece ser um fenômeno nacional – ainda que, no Brasil, tenha se aguçado durante o governo do PT–, ao contrário, parece mais o que Herder chamou de Espírito de Época – Zeitgeist!

Enfim, o mundo capitalista do trabalho requer asceticismo, adiamento e renúncia, enquanto o mundo capitalista do consumo requer fruição! Mas ai está o dilema: gozo não gera satisfação e sim mais desejo. Já sabiam disso os conservadores (depende do ponto de vista) Durkheim e Freud. Então, durante o governo do PT, tivemos o gozo a curto prazo – mesmo que com prestações a longo prazo –, mas isso não gerou satisfação, lógico, e sim mais vontade: vontade infinita, frustração idem! Em um texto que li muito tempo atrás, Eric Fromm descrevia, em 1965, a imagem do paraíso (céu) para um cidadão americano como uma gigantesca loja, a maior do mundo, enquanto ele dispõe de dinheiro para comprar tudo. Boquiaberto, ele perambularia por aquele paraíso feliz, conquanto tivesse sempre coisas novas para comprar e seu vizinho fosse um pouco menos privilegiado. É desse jogo de consumo, vontade de fruição, distinção, ressentimento/medo, reposicionamento de classe que a (des)política de Marina Silva se alimenta.

Seu voto: Nenhum
imagem de Antonio Passos
Antonio Passos

Dos Brics direto para a mediocridade

Só no Brasil, uma presidente que há poucas semanas esteve reunida com dirigentes dos Brics, trabalhando e lutando para mudar o mundo, seja obrigada a se submeter a um circo ridículo como aquele debate de ontem. Cercada de medíocres, golpistas, entreguistas e idiotas.

 

Cada país é dono do seu destino. O Brasil terá oportunidade de escrever definir o seu.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Bem, para que qualquer

Bem, para que qualquer presidente, ótimo ou péssimo, não tivesse que se submeter a debates de campanha, bastaria não haver o instituto da reeleição. É isso ?

Pois olhe, eu gostei que Dilma tenha comparecido a debate no primeiro turno, ao contrário de anteriores candidaturas a reeleição. E isso independe de intenção de voto ou simpatias pessoais.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de jns
jns

Estrabismo Intelectual

 

As Grades da Prisão Visual e a Perfumaria

Não focar o absurdo índice de rejeição da candidata Dilma

e não prover ações para minimizar o impacto sobre o seu pleito à reeleição, torna qualquer discussão uma tremenda conversa mole e um belo papo pra boi dormir.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Altran Gomes da Silva
Altran Gomes da Silva

Nassif,    fazendo campanha

Nassif, 

 

fazendo campanha pra Dilma? tá certo. Marina é carrega menos incerteza do o candidato Lula em 2002. Não se lembra da Carta ao Povo Brasileiro? pois é, a Marina não vai precisar nem disso

É que é icognita é a coalização política que ela vai montar, mas é a única capaz de montar alguma superior a esse que tá, minizando a influência da escória política, em grande parte lotada no PMDB e partidos nanicos

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rafael Justino
Rafael Justino

Já era

Já era Nassif, a eleição caiu no colo de Marina! Os jovens são dela!

Seu voto: Nenhum (11 votos)

A Onda, Por Mais Que Alcance o Alto, É Sempre Efêmera

Até tu?

Impressiona, com os fatos escancarando o que efetivamente foi o movimento de junho de 2013 (excluído o hapening rede-socialeiro-midiático que anabolizou-o à magnitude e consequentes análises de encaixes), a capacidade em fazerem o movimento ajustar-se as mais diversas teorias acadêmicas, coluno-blogueiras e botequistas, "converungindo" agora, em quase unanimidade rodrigueana, em Marineca, a galope, na crista da onda convergente da insatisfação mudancista virtual, horizontalmente comandada logo por uma juventude que, em sua maioria, sequer ousa deixar a casa paterna para navegar a realidade do mundo não condominial.  

Deveria-se não desdenhar do real, do concreto, mais que posto no cenário político eleitoral e respeitar a natureza que nos ensina que a onda, por mais que alcance o alto, é sempre efêmera e desmancha-se em espuma na imensidão oceânica.

A política é arte da paciência exercida a frio, no tempo e no espaço, na base da saliva à base, militância e apoiadores, com a memória viva no passado, os pés firmes no presente e os olhos argutos atentos ao futuro e, se observarmos com vagar, paciência, saliva, base, militância e apoiadores, passado, presente, futuro e sobretudo história, espaço e o tempo disponível até 05 de outubro, é o que mais possuem os que ora contemplam, com os pés fincados no presente, a onda brilhando lá no alto.

Não vai ter segundo turno e a mulher eleita, não sonha com ondas, faz acontecer a marolinha na tormenta e céu de brigadeiro na mansidão.

Seu voto: Nenhum

A esperança do país, que

A esperança do país, que ironia, é Aécio. Se ele não bater em Marina e dividir seus votos, a verde levará essa disputa, o que é uma temeridade. O PT precisa abrir o olho.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Rafael Wüthrich Pepperland [http://www.advivo.com.br/blog/1376]

imagem de LuizOP
LuizOP

Nassif, e o engodo do avião

Nassif, e o engodo do avião do PSB? Como é que fica? Num mundo minimamente civilizado, a candidata desse Partido deveria ser impugnada, pela fraude eleitoral. Você pretende dizer algo a respeito?

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Fraude eleitoral, tipo assim

Fraude eleitoral, tipo assim caixa dois ? Pecado venial, todo mundo pratica, não é ?

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Lex Lima
Lex Lima

Se o PT perceber que com

Se o PT perceber que com Dilma já era, creio que ela será renunciada. Aí vem Lula para enfrentar a fadinha da floresta. De qualquer forma ambos já perderam essa eleição. Por sua covardia em não enfrentar o PIG. Por suas alianças de ocasião. Pelo afastamento dos movimentos sociais. Vamos lembrar: a PF de Dona Dilma mata índios por aí e fica por isso mesmo. Virou milícia do agronegócio. Tá aí o resultado.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Lex Lima
Lex Lima

Se o PT perceber que com

Se o PT perceber que com Dilma já era, creio que ela será renunciada. Aí vem Lula para enfrentar a fadinha da floresta. De qualquer forma ambos já perderam essa eleição. Por sua covardia em não enfrentar o PIG. Por suas alianças de ocasião. Pelo afastamento dos movimentos sociais. Vamos lembrar: a PF de Dona Dilma mata índios por aí e fica por isso mesmo. Virou milícia do agronegócio. Tá aí o resultado.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de DeSola
DeSola

Poste tu fostes, a poste

Poste tu fostes, a poste retornarás.....

 

Uma evangélica no comando vai transformar o turismo religioso.

O Templo de Salomão será nossa Meca.

 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

MARINECA

Não seria, "A Neca será nosso Templo de Salomão"?

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Altran Gomes da Silva
Altran Gomes da Silva

Preconceito contra

Preconceito contra evangêlicos taí, latente. Essa é a esquerda "progressista", que defende os direitos das minorias?

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Sidnei Brito
Sidnei Brito

Crônica: A nova marcenaria, por Faustus Sapienza

Crônica A nova marcenariaPor Faustus Sapienza Pego um anúncio na internet: "Serviços de marcenaria. Não feche negócio antes de nos consultar. Ligue agora mesmo para (XX) XXXX-4040" Precisando urgentemente do serviço, ligo para o tal número. Uma pessoa atende rapidinho. - Oi, peguei o anúncio de vocês na Internet. Estou precisando de um servicinho de marcenaria. Como funciona? Podemos ver um orçamento.- Olha, rapaz! Eu não sou marceneiro, nunca fui marceneiro, tenho bronca desses marceneiros que estão por aí.- Desculpa, então será que foi engano? Será que errei o número? O senhor não trabalha com marcenaria?- A resposta não é sim nem não. Lido com a marcenaria, realmente. Só que é uma nova marcenaria, uma proposta diferente de fazer marcenaria, tá me entendendo?- Ah, mas de qualquer forma é marcenaria?- Olha, você dê o nome que quiser. Eu só te digo que eu não tenho nada a ver com essa marcenaria que tá todo mundo acostumado a ver por aí.- Bem, eu sou aberto a novas ideias no campo da marcenaria e estou disposto a arriscar a contratar seus serviços, mas meu medo é que o senhor disse que não é bem um marceneiro...- Não importa o que você acha de mim. Basta que acredite em minhas propostas e em minhas ideias. Tem que haver um jeito novo de fazer marcenaria e você escolhe: a nova marcenaria que eu estou propondo, ou a velha marcenaria com seus marceneiros cheios de vício e seu estilo ultrapassado.- Mas se o senhor mesmo diz que repudia a marcenaria e que não é um marceneiro típico...- Olha, mas eu estou recebendo a ajuda e o apoio dos velhos marceneiros que...- Epa, mas vem cá, o senhor tinha falado que estava em franca oposição aos velhos marceneiros que estão aí...- Sim, mas...- Como o senhor pode falar em uma tal nova marcenaria, se o serviço vai ser realizado pelo pessoal da velha marcenaria?- Ora, não fique pensando muito nem questionando, meu amigo. O senhor tem que acreditar no nosso projeto e ponto.- Quer saber: pra mim, essa tal de nova marcenaria de novo não tem nada. Aliás, tá me cheirando à velha marcenaria. Obrigado pela atenção. Desliguei o telefone e voltei a pesquisar na internet. Tenho certeza de que, para fazer um serviço de marcenaria, é melhor encontrar um marceneiro de verdade.

Seu voto: Nenhum

Só lamento pela Dilma

Ela não tem culpa praticamente nenhuma do que está acontecendo. Foi vítima dos membros do seu partido que acham que ela é eternamente a pupila de Lula, mulher sem independência e que deve ajoelhar para ele. Estava mal assessorada, principalmente politicamente. Não deram a ela a liberdade de que ela necessitava. É certo que ela deveria ter reagido a isso, mas deve ter sido desautorizada pelos membros do partido. Deve ter sido pressionada, sob pena de isolamento político. Deve ter sido isso.

O resultado é esse aí, uma mais do que provável derrota no 2º Turno para Marina Silva, segundo indicou a pesquisa do IBOPE divulgada ontem. Hoje, até mesmo Lula perderia de Marina. Aliás, só mesmo um ingênuo para achar que Lula ganhará em 2018. A eventual derrota de Dilma este ano será um duro golpe para os petistas. Podem ser varridos da presidência por muitos e duradouros anos.

Seu voto: Nenhum

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a justiça." Henry Louis Mencken.

Fácil assim né Argolo... Dilma já era...

"derrota de Dilma este ano será um duro golpe para os petistas. Podem ser varridos da presidência por muitos e duradouros anos."

Fácil pra quem torce por Marina falar isso.

Fácil também culpar o PT (deixemos a mídia de lado, ela não tem nada a ver com isso).

E parece, já, uma vacinazinha básica para justificar o que poderá vir a acontecer caso a "justiceira honesta da floresta" ganhe de fato.

"A eventual derrota de Dilma este ano será um duro golpe" para o Brasil todinho meu caro, e não somente para o PT, que com seus milhões de militantes e milhares de filiados saberá, caso aconteça, civilizadamente absorver e fazer a leitura da derrota e não negar aos brasileiros a sua disposição de desmascarar essa farsante travestida de bondosa e coitadinha "salvadora da pátria", pelo menos até enquanto durar seu mandato.

Seu voto: Nenhum

Quem é vitima de complo, da

Quem é vitima de complo, da crise internacional, da midia golpista é a Dilma, pelo menos é isso que ela usa como desculpa para entregar um pais pior que o Lula deixou, é a desculpa dela para fazer o Brasileiro que não lembra de FHC se contentar com o pais bem mediocre que ele vai deixar!

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Ufanista.

imagem de Fábio Santiago
Fábio Santiago

Falava isso do partido

Falava isso do partido socialista de bacheliet no Chile. Hoje ela voltou um pouco mais forte.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

"Podem ser varridos da

"Podem ser varridos da presidência por muitos e duradouros anos"

Quando perderem a eleição todos os podres petista serão levados a publico.

Por isso Dilma tem 150 mil r$ em dinheiro vivo caso for necessário foge do país.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Com essa fortuna foge do país

Com essa fortuna foge do país e vai pra onde ? Por quanto tempo ? Cada uma.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de jose carlos costaq de castro
jose carlos costaq de castro

Debate entre Presidenciaveis - Band ontem

Faltou a pergunta mais importante para os candidatos de oposição a Dilma. Poderia ter sido feita por Dilma mais principalmente por um dos jornalistas que participaram do debate. Certamente porque, tambem, sao contrarios a reeleição de Dilma. 

Porque nao foi perguntaram para os candidatos, pricipalmente para o Aecio e a Marina,  o que farão com as grandes obras de infra-estrutura em andamento por todo o pais caso ganhem a eleição, coisa que acho dificil?

O que farao com o mais medicos? Com os creditos consginados que tanto vem contribuindo para os velhos tornarem-se, embora no final da vida, verdadeiros cidadaos?

O que farao com o credito hoje destinado a agricultura familiar tão criticado pelos representantes do agronegócio?

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ta falando daquelas dividas

Ta falando daquelas dividas que já consomem mais da metade da renda dos idosos e que os fazem passar horas em filas de banco para tentar pagar  a divida abrindo mão de todo o pouco conforto que conceguem com uma aposentadoria que não acompanha a Inflação??

Isso sem contar que ela ainda não acabou com o fator previdenciario!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ufanista.

imagem de Eliane Ribeiro
Eliane Ribeiro

Marinaticos,se atenham

Marinaticos,se atenham apenas,aos criterios que odeiam PT e tiveram o cerebro deletado pela midia,

não passem vexame falando do que desconhecem!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Eu desconheço???Acho que você

Eu desconheço???

Acho que você nunca deve ter parado para converçar com um idoso que ganha um saçario mini e gasta uma boa parte dele com remedio. Talvez nunca tenha para para concerçar com qualquer um!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Ufanista.

A impressão que se tem é que

A impressão que se tem é que contabilizaram para a candidatura de Marina as pesquisas de 2010, mais os votos de Eduardo Campos, para a mídia vendida martelar na cabeça do eleitor esse contexto simulado. "Vai que cola"... 

A crise inventada está colando.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Uma ideia ou intuição dita de modo próprio pode servir de via de acesso em direção a percepção metafísica do ser e o quanto no universo ele é capaz de constituir por si mesmo para tal transcendência existencial.

O PT não soube superar o antagonismo

Qualquer militante de esquerda sabe que superar o antagonismo é a meta que importa. O PT foi incompetente nisso. Para fazer isso, existem os processos dialéticos, a construção de sínteses. O PT está no poder há incríveis onze anos sustentando uma guerra ideológica que não é superada, de nenhuma forma possível, nem diminuindo a força dos inimigos, muito menos ajudando o povo a se educar politicamente para que possa escolher melhor os seus representantes. A sociedade não consegue sair do embate improdutivo corretamente acusado por Marina Silva como um dos graves problemas políticos brasileiros. É a mesmice improdutiva, que não cria novos cenários. A conjuntura fica presa a uma mesma situação, sem saídas. As sínteses não acontecem. Daí vem a estagnização.

O PT não foi capaz de mudar a luta de classes brasileira porque tem apenas um projeto de poder que aprofunda as divisões ideológicas existentes. Tudo isso gera um cenário não favorável para um desempenho positivo do governo, pelo menos não como poderia acontecer. O Governo Dilma, por exemplo, teve um desempenho muito aquém do esperado na seara econômica e isso indica desgaste da forma como o Governo se conduz politicamente.

O PT não avança a sociedade neste ponto da superação do antagonismo, o que implica estagnização do Brasil numa situação que deve ser superada, pois, de um lado, (i) não tem coragem de fazer o que é preciso fazer para tornar definitiva a mudança ideológica no panorama da política brasileira (aqui, neste ponto, eu não vou nem falar da anti-democrática tentativa de se perpetuar no poder, não é nem disso que eu falo, mas sim meramente mudar o panorama das opções ideológicas, educar melhor o povo politicamente para que saiba escolher melhor seus respresentantes, colocando de lado as forças conservadoras e que sempre atrasaram o país, o que o PT nem de longe fez, ao contrário, se aliou a forças conservadoras e que representam sim o atraso), e, de outro lado, (ii) o PT não sabe como fazer para melhorar a participação democrática no Governo, recepcionando, ao menos em termos programáticos, uma pluralidade política sempre salutar no regime democrático.Ou seja, o PT sequer está aberto a discutir as políticas públicas com outras pessoas fora dos grupos que lhe dão sustentação. O PT segue a sua linha e não importa mais nada. E aí o antagonismo não é superado, as limitações surgem, o desgaste se aprofunda, a estagnização se consolida, o país não anda, não sai do lugar, ou, quando anda, é muito pouco e aos trancos e barrancos. É isso o que está acontecendo.

Ou seja, o PT perde de Marina justamente nesses pontos aí. Marina está atenta a isso e fala em Estado Mobilizador, em diálogo democrático, tudo o que a sociedade brasileira quer hoje. O Brasil quer superar os vícios de seu sistema político. E o PT começa a ser visto por significativa parte do eleitorado como parte do problema e não da solução. E isso somente se aprofunda quando os petistas, Dilmistas, Lulistas partem para desqualificar Marina e suas propostas, abrindo mão das críticas consistentes e fundamentadas, enfrentando o mérito do que afirma Marina e mostrando por que ela estaria errada exatamente. O PT prefere fazer outra coisa, desqualificar, dizer que Marina não tem propostas, que ela só pensa nela etc. É o discurso não sério de quem quer o embate improdutivo, justamente o que faz o país viver eternamente no marasmo ideológico e nas brigas que em nada interessam ao país, que não avançam o país e não aducam as pessoas politicamente. É a negação dos fatos a que eu me referi em outro comentário. Essa negação somente fortalece a campanha de Marina Silva.

O problema maior, para o PT, principalmente do ponto de vista eleitoral, é que Marina possui o melhor discurso da campanha. Ninguém pode dizer que ela está errada, porque ela não está. Para ganhar dela, será preciso, no mínimo, fazer mea-culpa, o que poucos do PT estão dispostos a fazer, essa auto-crítica.

Marina é a jogadora de xadrez que ocupou o centro do tabuleiro e encurralou o adversário. Ela joga rumo ao xeque-mate. O erro foi lá atrás, quando o PT não percebeu o que o grupo político de Marina percebeu. E aí perdeu a oportunidade histórica. Foi superado. Isso que dá não ter senso crítico, não ter visão conjuntural das coisas, não saber analisar o que está acontecendo e, pior de tudo, ser arrogante porque está no poder. Marina hoje é um rolo compressor. Franca favorita para ganhar a eleição.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a justiça." Henry Louis Mencken.

imagem de Ricardo JC
Ricardo JC

Te desafio a ir às ruas e

Te desafio a ir às ruas e encontrar dez pessoas, somente dez, que saibam exatamente o que significa Estado Mobilizador, ou pelo menos o que isso representaria em termos políticos. Te desafio também a apontar aqui duas propostas CONCRETAS de Marina Silva. Somente duas!!! Se você voltar aqui e aponta-las, PROPOSTAS CONCRETAS, poderemos discutir. Vou voltar a este espaço a cada  meia hora para verificar se você escreveu DUAS, SOMENTE DUAS, PROPOSTAS CONCRETAS DE MARINA SILVA. O que temos lido são alguns balões de ensaio, como a defesa, por Eduardo Gianetti, da cobrança pelas universidades públicas. Veja que nem neste caso a proposta é concreta, pois ele não específica em que termos isto ocorreria. Foi somente generalista. Mesmo propostas desta natureza, não ouvimos da boca de Marina Silva. 

Seu voto: Nenhum

Tua espera vai acabar na próxima sexta-feira, 29 de agosto

Sexta-feira, o programa de Governo de Marina Silva terá saído diretamente do forno. Aí você tira as tuas dúvidas.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a justiça." Henry Louis Mencken.

Campanha aventureira mesmo

Enquanto era vice não fez nada, agora que vislumbra uma chance, sai toda faceira a ver o que o público quer ouvir, sem nenhum compromisso sério com princípios ou bandeiras.

Eta candidata ruim, sô.

O Brasil não merece isto.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Follow the money, follow the power.

imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

"Tudo me é permitido, mas nem

"Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine"

O que importa é o PT fora do poder para sempre. O resto é o resto.

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Gão
Gão

Vocês ficam quebrando biscoitinhos da sorte ?

Só tem trololó contra a Dilma, não é a toa que a rainha do besteirol é a opção desse pessoal. putz.

 

batatinha quando nasce...

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Marcos K
Marcos K

Exato. Pra vocês, liberais,

Exato. Pra vocês, liberais,  vale tudo. Inclusive destruir o próprio país e ver o povo na mais escorchante miséria.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Pelo contrário, menos estado

Pelo contrário, menos estado mais salário.

Destruir o próprio país?

PIB negativo ou menos de 1%,o Brasil naturalmente tem um desenvolvimento vegetativo de 2% ao ano, pq é um país jovem e tem muita coisa a ser feita.

50 mil assassinatos ao ano 11% dos assassinatos do mundo acontecem aqui.

Qualquer governo que venha será melhor que o do PT.

Não há nada que destrua um pais que o esquerdismo, em nenhum país que teve sobre seu controle a miséria diminuiu.

E da natureza esquerdista destruir países para que o totalitarismo avance.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Marcos K
Marcos K

Não é isso que demonstra 500

Não é isso que demonstra 500 anos de história do Brasil, tampouco o que o liberais fizeram com os EUA e a União Européia.  

Entre nós dois existe um autista (e não sou eu), que gosta de se enganar com as próprias mentiras e só enxergas numeros e não as necessidades do povo.

Desde quando crescimento do PIB é sinônimo de redução da miséria? Desde quando a prática de assassinatos não é um problema enraizado na sociedade, normalmente originados pela miséria? Desde quando menos Estado significa mais salário? Até onde sei significa mais renda para os banqueiros sugadores do Estado. Qualquer coisa é melhor que o PT? Esqueceu o Collor? A esquerda destrói países? O que a direita fez com o Brasil nos anos 70? Só construiu? O que o PC faz com a China atualmente? só destrói? È da natureza da direita auto-negar seus crimes e aponta-los apenas na esquerda. 

É muito fácil digitar bobagens quando se tem tudo. Quero ver VOCÊ viver numa favela, ganhando 200 reais por mês sem ter ninguém para te apoiar. Utilize teus argumentos vazios com os obtusos, os que desconhecem história, polítca e economia, mas não insulte minha inteligência. Vai enganar outro.

Seu voto: Nenhum
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Desde quando crescimento do

Desde quando crescimento do PIB é sinônimo de redução da miséria?Desde quando redução da produção enriquece um país?

O problema de vocês é a ideologia marxista, pode ate alegar que não é marxista, mas é por que foi doutrinado assim.

Para vocês o problema econômico é apenas um problema distributivo, tudo já esta feito basta apenas distribuir, quando na verdade é como, quanto e quando produzir.

“Desde quando a prática de assassinatos não é um problema enraizado na sociedade, normalmente originados pela miséria?”

Ta colocando a culpa da criminalidade nos mais pobres?

A criminalidade é fruto da anomia social (Merton), consequencia da revolução cultural, para a esquerda o criminoso é um proto revolucionário apenas não sabe direcionar sua subversão no caminho “certo”.

“Desde quando menos Estado significa mais salário?”

Quem paga imposto no fim das contas é pobre, mais imposto menos renda, e meio que bem claro isso. Não sei como o pobre pagar mais imposto o tornará mais rico, se fosse assim 100% de imposto seria a solução para a miséria.

A esquerda destrói países? O que a direita fez com o Brasil nos anos 70? Só construiu? O que o PC faz com a China atualmente? só destrói? È da natureza da direita auto-negar seus crimes e aponta-los apenas na esquerda. 

Compara a Alemanha oriental com a Alemanha ocidental, compara a Coréia do Norte com a Coréia do Sul, não só em termos econômicos, mas de direitos humanos, qualidade de vida.

A China só melhorou a sua economia quando adotou em parte o capitalismo, antes 60 milhões de chineses morreram de fome ou mortos pelo regime de Mao.

O esquerdismo não é a luta pelo mais pobre, mas a luta para implantar um regime totalitário onde a nomenklatura seja a classe dominante se locupletando do estado.

E vocês acreditam que farão parte desta elite burocrática.

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos K
Marcos K

"O problema de vocês é a

"O problema de vocês é a ideologia marxista, pode ate alegar que não é marxista, mas é por que foi doutrinado assim."

Então quer dizer que o liberalismo não é uma idelogial e você não foi doutrinado? Quer dizer que as aberrantes distorções matemáticas, aplicadas ao pensamento de Smith, pelos neoclássicos não tem um sólido ingrediente ideológico que visa ocultar o lucro dos mais ricos as custas dos mais pobres? Aliás, para esses cara a distribuição de renda nem é preocupação, a não ser marginal, um subproduto da produção. Incrivel. Não é assim que você pensa e se justifica logo abaixo? Porque mesmo, hein? Você criou tudo isso ou aprendeu com alguém? Então não sabia que  Smith e Ricardo exitaram em levar a teoria do valor-trabalho as últimas consequencias porque foram espertos o suficiente para perceber suas implicações óbvias. E Marx teve coragem de ir até o fim demonstrando essas contradições. Vá escrever bobagens pra outro. Você é muito mais doutrinado do que eu. Se enxerga.

"Para vocês o problema econômico é apenas um problema distributivo, tudo já esta feito basta apenas distribuir, quando na verdade é como, quanto e quando produzir"

A solução é só aumentar a produção? O resultado do excedente fica com quem mesmo? Ao que eu saiba a produção mundial de alimentos, por exemplo, cobre toda a demanda, mas então porque ainda existe gente passando fome? A de automóveis, celulares, computadore, etc. Porque nem todos tem, mesmo? Nos anos 70 o bolo brasileiro cresceu, mas com quem ficou mesmo? Hoje o Brasil produz pacas e continua na mesma, então quer dizer que é só aumentar ainda mais a produção? Algo na conta não fecha: se produz cada vez mais e se continua cada vez pior. Me explique melhor essa matemática.

"A criminalidade é fruto da anomia social (Merton), consequencia da revolução cultural, para a esquerda o criminoso é um proto revolucionário apenas não sabe direcionar sua subversão no caminho “certo”.

Anomia social? que dizer que tudo é doença da esquerda então? Onde ocorre a maioria dos crimes? nos bairros mais ricos ou mais pobres? Quem morre mais? negro pobre ou branco classe média bem nutrido? Então você não sabe que a criminalidade é maior onde há ausência de estado e inexistem oportudinades de qualquer espécie?  As revoltas de Paris em 2011 estouraram onde mesmo? Nos bairros ricos ou pobres que se viram desamparados?

"Quem paga imposto no fim das contas é pobre, mais imposto menos renda, e meio que bem claro isso. Não sei como o pobre pagar mais imposto o tornará mais rico, se fosse assim 100% de imposto seria a solução para a miséria".

Já viu a renda de um pobre? Pobre mal tem renda para sobreviver, quando mais para consumir. E quando tem um pouco de renda, logo querem tirar porque é "esmola". Se o problema é pobreza porque rico sonega tanto? Outra questão: qual a carga tributária da Suécia, Suiça e Dinamarca e outros tantos desse nível? Acho que alguma coisa não encaixa direito nesse teu raciocínio. Ou você está certo ou os suecos. Pelo resultado fico com os últimos.

"Compara a Alemanha oriental com a Alemanha ocidental, compara a Coréia do Norte com a Coréia do Sul, não só em termos econômicos, mas de direitos humanos, qualidade de vida".

Comparo, mas me diga: quanto do sucesso desses países foi triunfo mesmo do capitalismo ou quando foi uma política deliberada norte-americana de transferir uma montanha de beneficios para que esses dois países pudessem servir de contraponto ao "câncer" comunista" do outro lado? Vá ver se tudo caiu do céu. Melhor estudar um pouco sobre o final da Segunda Guerra. Talvez tuas ideias evoluam.

"Direitos Humanos". Desde quando os países capitalistas ligam pra isso? Pergunte para isso no Vietnã, da Coréia, Gaza e tantos outros lugare. Crimes de guerra não são contra direitos humanos? 

"A China só melhorou a sua economia quando adotou em parte o capitalismo, antes 60 milhões de chineses morreram de fome ou mortos pelo regime de Mao"

Então quer dizer que a rigidez e dirigismo do PC nada tiveram a ver com o sucesso da China? Conta outra.

O esquerdismo não é a luta pelo mais pobre, mas a luta para implantar um regime totalitário onde a nomenklatura seja a classe dominante se locupletando do estado"

Curioso. O fascismo, o nazismo e franquismo era o que mesmo? Há sim, regimes totalitários de direita. Ou o capitalismo foi abolido nesses regimes e ninguém me avisou? Outro problema: quem defende o trabalhador mais pobre? O senhor feudal, o grande empresário, o grande investidor ou o grande banqueiro? Então quer dizer que é perfeitamente aceitável os ricos sugarem o dinheiro do Estado através da dívida pública, reduzindo brutalmente sua capacidade de prestar serviços, mas é ofensivo quando o mesmo Estado promove políticas de distribuição de renda? Gozado. Os ricos norte-americanos tiveram a mesma reação quando Roosevelt implantou o New Deal. E não me lembro de Roosevelt estar no panteão dos heróis comunistas.

"E vocês acreditam que farão parte desta elite burocrática".

Não faço parte de partido nem de burocracia, mas não me tome por ingênuo analfabeto que pode ser convencido com argumentos racionalistas vazios, coisa que, aliás, fica óbvio que você nem sabe o que é. Filosofia barata não me convence. Toscos conhecimentos de economia também não. Medíocres conhecimentos de história muito menos. Não confunda humanismo com stalinismo. Não me insulte.

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Véio Zuza
Véio Zuza

Marina não é Janio,  nem

Marina não é Janio,  nem Collor; Marina é  ISABELITA... o que vem depois, todos sabemos...

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de MacCain
MacCain

A luta é pelo congresso  há

A luta é pelo congresso  há muito seqüestrado por grupos econômicos e igrejas evangélicas!  Este monopólio econômico da família Marinho na mídia é outra desgraça! O PT esta atrasado mas a Dilma e O Lula aprenderam, da tempo! Nassif seu trecho é primoroso, a Marina é sim a Janio Quadros de saia! E seu discurso sem conteúdo já não engana mais!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

O congresso tomado por

O congresso tomado por regiosos (sejam eles evangélicos ou católicos, porém retrógrados em todas as questões de avanço social do país) e outra no executivo. O que esperar disto?

E o que esperar de uma candidata que, além da bíblia, já traz a tiracolo um banco que deve (conhecidos) 18 bilhões de reais ao país?

Quais são os acordos que ela terá que cumprir com este povo, caso eleita?

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.